WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
cenoe





agosto 2018
D S T Q Q S S
« jul    
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031  

editorias






:: ‘Nilo’

ALUNOS DO COLÉGIO CENTRAL DEBATEM REFORMA POLÍTICA COM NILO

Nilo debateu reforma política e funcionamento do legislativo com estudantes (Foto Divulgação).

Nilo debateu reforma política e funcionamento do legislativo com estudantes (Foto Divulgação).

Os alunos do Colégio Estadual da Bahia, o tradicional Colégio Central, tiveram uma manhã de interatividade e de política ontem (29), numa atividade da qual participou o presidente da Assembleia Legislativa da Bahia, Marcelo Nilo, como palestrante. Os estudantes do Ensino Médio queriam saber sobre Reforma Política, definição dos três poderes e o funcionamento do poder legislativo.

Personalidades baianas que passaram pela escola foram citadas na abertura da palestra de Nilo. Nomes como Glauber Rocha, Antônio Carlos Magalhães e Oswaldo Barreto passaram pelo Central, a instituição de ensino público mais antiga da Bahia.

Ao final da manhã, foi aberto um espaço para questionamentos e o aluno Yuri Cardoso perguntou ao presidente o que o leva a acreditar na política. “Se eu deixar de acreditar na política, deixarei de acreditar no povo, e eu acredito no meu país”, respondeu Nilo, ressaltando o poder de transformação da política. “A política está nas grandes e pequenas coisas, precisamos acreditar para mudar o Brasil”, completou.

A palestra foi encerrada com o aluno Raphael Oliveira reafirmando a importância do interesse dos jovens no futuro do país. “Acreditamos que esse debate vai nos ajudar a enxergar a política de uma forma mais clara e diferente. Quem sabe se eu não serei o futuro presidente da Assembleia Legislativa da Bahia?”.

PDT DEVE FICAR (SÓ) COM NETO

Informações dos bastidores políticos soteropolitanos dão conta de que o governador Rui Costa realmente não aceitará a “bigamia” pedetista. Ontem, o PDT divulgou documento no qual confirma a disposição de se manter aliado tanto do prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM), quanto do governador baiano, que é do PT. A decisão foi referendada pelo presidente nacional da legenda, Carlos Luppi.

Segundo fonte do PIMENTA, houve pressões do próprio PDT, tendo à frente o deputado estadual Marcelo Nilo, contra a simultânea participação pedetista nos governos da Bahia e de Salvador. Na divisão interna do partido, Nilo se opõe ao deputado federal Félix Mendonça Júnior.

A primeira consequência da rejeição de Rui à decisão do PDT deverá ser a exoneração de Fernanda Mendonça (prima de Félix) do cargo de secretária da Agricultura.

NEGROMONTE ENFRAQUECIDO

Negromonte: o PP ganhou, ele perdeu

Negromonte: o PP ganhou, ele perdeu

A confirmação do deputado federal João Leão (PP) como candidato a vice na chapa encabeçada por Rui Costa sinaliza o enfraquecimento do também deputado Mário Negromonte dentro do Partido Progressista e da base do governo. Voraz quando se trata de negociação política e ocupação de cargos, Negromonte quis se impor a todo custo como vice, além de exigir novos espaços na máquina administrativa. Acabou ficando desgastado.

Agora, Negromonte quer uma vaga no Tribunal de Contas, mas não terá vida fácil. Magoado por ter sido escanteado, o presidente da Assembleia Legislativa, Marcelo Nilo (PDT), pretende fazer de tudo para impedir que o plano do pepista se concretize.

NILO DIZ QUE PODE FAZER MAIS QUE WAGNER

Nilo é reeleito presidente da Assembleia Legislativa baiana.

Deputado considera que Wagner merece “nomes melhores”

O grupo do governador Jaques Wagner deverá anunciar no próximo dia 15 quem será seu candidato à sucessão estadual e o petista Rui Costa, secretário da Casa Civil, aparece como o preferido do chefe do executivo. O PT, além disso, não abre mão de ter candidato próprio encabeçando a chapa majoritária, mas…

… A parada não é vista como definida pelo presidente da Assembleia Legislativa da Bahia, Marcelo Nilo, do PDT. Nesta manhã, em entrevista ao programa Balanço Geral (Rádio Sociedade), o deputado afirmou ter reunido em um almoço 64 prefeitos e 41 deputados, no mesmo dia em que a presidenta Dilma Rousseff esteve na Bahia para assinar o contrato do metrô de Salvador e entregar apartamentos em Vitória da Conquista.

“Disputei horário político com a presidente Dilma Rousseff, que tem tinta na caneta”, declarou o parlamentar, que está há quatro mandatos na presidência da Assembleia Legislativa da Bahia. Em outro momento da entrevista, concedida a Armando Mariani, Nilo declarou: “Eu teria seriedade e tranquilidade em manter tudo de positivo do governo Jaques Wagner, mas, se eu for governador da Bahia, eu farei muito mais”.

Segundo o deputado, a confiança que ele deposita em si mesmo se deve ao fato de ter observado o que o atual governo fez de positivo e de negativo. A respeito dos pré-candidatos petistas ao governo, o presidente da Assembleia deixou escapar a seguinte avaliação:

“Politicamente, o governador merecia nomes melhores”.

LÍDICE E NILO

lidnilo

Ao mesmo tempo em que tenta conseguir o que é praticamente impossível: ser a candidata de Wagner para encabeçar a chapa majoritária em 2014, a senadora Lídice da Mata (PSB) opera em outra frente. A estratégia é atrair o presidente da Assembleia Legislativa, Marcelo Nilo (PDT), para sua chapa. No caso, Nilo seria o candidato a vice.

Em tempo: o deputado ainda tenta, assim como a senadora, obter as bênçãos do governador para uma sonhada candidatura ao principal cargo político do Estado. Caso não consiga, a união com o PSB poderá se tornar uma opção.

NILO: “UFSBA DEMOCRATIZA CRESCIMENTO DO ESTADO”

marceloniloO deputado estadual Marcelo Nilo (PDT), presidente da Assembleia Legislativa da Bahia, afirma estar entusiasmado com o projeto da Universidade Federal do Sul da Bahia (Ufsba), que terá seu ato de fundação nesta sexta-feira, 20, às 15 horas, em Itabuna. A solenidade, que será presidida pelo reitor pro tempore da Ufsba, Naomar Almeida Filho, terá a presença do governador Jaques Wagner e do ministro da Educação, Aloizio Mercadante.

Para o parlamentar, “a instalação de universidades, institutos federais tecnológicos e escolas técnicas que possam dialogar com as características territoriais é fundamental para o desenvolvimento e a consolidação de um estado moderno”.

Ele destacou que a nova instituição permitirá que os jovens tenham menos necessidade de sair da região para fazer um curso superior, ao mesmo tempo em que contribui para atrair gente de outros municípios e estados. “Isso por si só já ajuda a desenvolver as cidades”, aposta o deputado.

 

NILO VÊ AL MAIS ABERTA ÀS MINORIAS

marcelo nilo entrevistaO deputado estadual Marcelo Nilo (PDT), presidente da Assembleia Legislativa da Bahia, acredita que a casa hoje está mais aberta à população. Em evento no qual falou sobre “O papel do legislador no contexto federativo”, nesta quinta-feira, 15, na Faculdade de Ilhéus, o pedetista disse que a Constituição Federal limitou a atuação dos legislativos estaduais, mas observou que, sob seu ponto de vista, a Assembleia da Bahia tem investido no diálogo com o povo.

“Recebemos na Assembleia, nos últimos anos, todos os movimentos sociais, as minorias, resgatando o conceito de casa do povo”, declarou o presidente no evento, do qual também participaram o deputado estadual Augusto Castro (PSDB) e o presidente da Câmara de Vereadores de Itabuna, Aldenes Meira (PCdoB), entre outros políticos.

Nilo também declarou ver como positivas as manifestações que acontecem no Brasil. Segundo ele, trata-se da “consolidação da democracia, com a participação massiva da juventude, lutando pelos direitos da população brasileira”. O deputado afirmou que a mobilização popular representa o fortalecimento da consciência política.

NILO REJEITA POSTO DE VICE

Deputado pede passagem na corrida sucessória

O presidente da Assembleia Legislativa da Bahia, Marcelo Nilo (PDT), concedeu entrevista nesta quinta-feira, 14, à Rádio Sociedade, e declarou que não existe a menor possibilidade dele aceitar o posto de candidato a vice numa chapa governista em 2014. A intenção do pedetista é ser o escolhido como postulante à sucessão de Jaques Wagner (PT).

“Não existe a menor possibilidade de eu ser vice, não é o meu estilo e não quero ser vice”, afirmou o deputado.

Nilo deixou claro que, apesar da disposição do PT de lançar um nome do partido à disputa, o PDT também trabalhará para se viabilizar no processo sucessório.

A briga promete.

PUPILO REBELDE

O prefeito Domingão, de Aurelino Leal, está para ser enquadrado pelo deputado estadual e padrinho político Marcelo Nilo.

Grande incentivador do prefeito – que é também árbitro de futebol – Nilo anda indignado com os sinais de que Domingão está “todo-todo” pro lado do ministro da Intregração Nacional, Geddel Vieira Lima.

O prefeito já é identificado por duas características principais: inabilidade administrativa (a gestão é atabalhoada e os servidores estão há meses sem salário), combinada com indefinição política. Dois fatores que produzem políticos de vida curta.

camara itabuna






WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia