WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia


alba








dezembro 2019
D S T Q Q S S
« nov    
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031  

editorias






:: ‘nomeações’

RUI ANUNCIA NOMEAÇÃO DE 639 NOVOS POLICIAIS CIVIS

Rui Costa anuncia nomeação de novos policias civis (Foto Carla Ornelas).

Rui Costa anuncia nomeação de novos policias civis (Foto Carla Ornelas).

O governador Rui Costa anunciou nesta quarta-feira (3), a nomeação de 639 delegados, agentes e escrivães da polícia civil. “Estou assinando hoje a nomeação deles para que possam ter a designação do local de trabalho”, disse ele em entrevista à Rádio Metrópole.

As nomeações deverão ser publicadas no Diário Oficial do Estado desta quinta (4).

Rui também falou da missão dos profissionais a serem nomeados e da expectativa com o reforço na segurança pública. “Com isso [a nomeação], espero que possam entrar na função pública do Estado e melhorar muito a melhorar e reduzir os indicadores de violência”.

Os novos policiais civis fizeram concurso público em 2013 e, desde o ano passado, fizeram intensa mobilização para que fossem convocados.

GOVERNO ESTÁ IMPEDIDO DE NOVAS CONTRATAÇÕES PARA A SEGURANÇA, DIZ RUI

Rui alega que Estado ultrapassou limite prudencial (Foto Pimenta).

Rui alega que Estado ultrapassou limite prudencial (Foto Pimenta).

O governador Rui Costa disse hoje (1º) que o Estado se encontra impedido de fazer novas contratações para a área da segurança pública. Segundo ele, isto se deve ao fato de o governo ter ultrapassado o limite prudencial de 46,17% e atingido 48% de comprometimento da receita com o pagamento da folha de pessoal.

Rui observou que 2 mil policiais militares foram incorporados este ano e 639 novos policiais civis, convocados no dia 14 de maio, já estão em processo de admissão, a depender apenas da perícia da Junta Médica Oficial do Estado. A convocação dos que ficaram na lista de espera, de acordo com o governador, dependerá da evolução das finanças do Estado.

Os convocados da civil têm reclamado do ritmo lento das perícias médicas, já que a Secretaria da Administração limitou em no máximo 25 o número de atendimentos diários e a expectativa é de que a “via crucis” dure até o início de agosto. Até mesmo os médicos da junta têm manifestado estranheza com a lentidão, mas alegam que apenas cumprem determinação da Saeb.

Há suspeita, entre os convocados, de que a perícia em ritmo de tartaruga seja um artifício para retardar as nomeações. Os futuros policiais, que fizeram o concurso há mais de três anos, dizem que a demora tem implicado em gastos pesados com sucessivos deslocamentos a Salvador, onde acontecem todos os procedimentos para a admissão.

RUI ANUNCIA NOMEAÇÃO DE 639 POLICIAIS CIVIS

policia-civil-bahiaO governador Rui Costa anunciou no início da manhã de hoje (13) que irá nomear 639 novos policiais civis, aprovados no concurso de 2013. A novidade foi divulgada em seu perfil no Facebook.

Na postagem, Rui pontua que o número de nomeações foi definido após análise de parecer do Tribunal de Contas, realizada pela Procuradoria Geral do Estado (PGE) e Secretaria da Administração (Saeb).

O número de convocações ultrapassa a quantidade de vagas inicialmente prevista no edital do concurso (600), mas é inferior aos cerca de 900 policiais que foram chamados para treinamento na Acadepol em 2015. A expectativa é de que o governo realize novas nomeações nos próximos meses.

Segundo o governador, as portarias com as nomeações serão publicadas no Diário Oficial deste sábado (14). Serão chamados 108 delegados, 476 investigadores e 55 policiais civis.

 

PARECER DO TCE FAVORECE NOMEAÇÃO DE POLICIAIS

Rui lamentou derrota da presidente e definiu decisão como "triste" (Foto Mateus Pereira).

Rui lamentou derrota da presidente e definiu decisão como “triste” (Foto Mateus Pereira).

O Tribunal de Contas do Estado (TCE) emitiu hoje o parecer sobre a nomeação dos policiais civis aprovados no concurso de 2013. O parecer foi em resposta à consulta feita pela Secretaria da Administração da Bahia (Saeb), acerca dos critérios para convocação diante da crise financeira do Estado, que ultrapassou o limite prudencial de gastos com pessoal no último quadrimestre de 2015.

De acordo com o TCE, a vedação da Lei de Responsabilidade Fiscal para nomeações quando a gestão ultrapassa o limite prudencial não deve afetar áreas essenciais, como saúde, educação e segurança. Esse entendimento foi manifestado pela unanimidade dos conselheiros.

Ainda de acordo com a corte de contas, o Estado pode nomear novos policiais para preencher todas as vagas decorrentes de aposentadorias, falecimentos, exonerações e demissões. O tribunal opinou também que devem ser consideradas todas as vagas existentes, e não apenas aquelas que surgiram após a publicação do edital do concurso ou após o quadrimestre em que a gestão ultrapassou o limite de gastos com a folha.

O governador Rui Costa já declarou que aguardava somente o posicionamento do TCE para convocar os novos policiais.

Em sua conta no Twitter, governador já tinha manifestado que nomeações dependiam apenas do parecer da corte de contas

Em sua conta no Twitter, governador já tinha manifestado que nomeações dependiam apenas do parecer da corte de contas

CONSULTA VIRTUAL

O prefeito Claudevane Leite (PRB) decidiu usar o Facebook para consultar os eleitores itabunenses sobre as nomeações polêmicas de azevedistas em seu governo (confira aqui).

Cerca de 80% dos que responderam ao “chamamento” lembram da mudança prometida na campanha. Há um pequeno grupo favorável à “reciclagem” de azevedistas, desde que tenham comprovado competência – e ética.

RUMO À ESTAÇÃO MUDANÇA

WENCESLAU1Wenceslau Júnior |

Os nomeados são sugestões dos partidos que compõem a base, bem como diversos militantes da campanha, considerado o critério do perfil técnico.

O prefeito Vane tem sido alvos de críticas sobre algumas nomeações para o segundo e terceiro escalões do seu governo. É preciso analisar com cautela antes de emitir juízo de valor.

O mesmo critério que valeu para a composição do Secretariado vale para os demais escalões: A indicação pode até ser política, e é justo que seja porque as relações políticas fazem parte do jogo democrático, mas o nome tem que ter perfil técnico adequado para o cargo.

Outro aspecto importante é de assegurar que não existe nomeação para os quatro anos de gestão. Se seguir a cartilha da gestão em termos de resultados estabelecidos no planejamento do governo, continua, se não mostrar resultados, será substituído.

Outro critério decisivo estabelecido pelo prefeito é o critério ético. Quem se afastar da linha de probidade, economicidade e eficiência, também vai procurar outro rumo, pois no governo não permanecerá.

Os nomeados são sugestões dos partidos que compõem a base, bem como diversos militantes da campanha, considerado o critério do perfil técnico.

Algumas pessoas que já contribuíram para outros governos e foram convidadas a contribuir com o governo Vane não podem e nem devem ser avaliadas apenas porque participaram do governo de “A” ou de “B”, mas pelo currículo, capacidade e pela conduta.

No time de craques escalado pelo técnico Vane, temos umas duas dezenas de quadros que já foram secretários de municípios importantes e/ou já ocuparam cargos de ponta a nível estadual.

Vamos dar tempo ao tempo, o governo está apenas começando. É como o trem que em algumas estações uns vão desembarcando e outros vão embarcando, mas só os que mostrarem competência e seriedade seguirão até a estação final. Afinal de contas, não é uma ou outra nomeação de segundo escalão que dará o norte do governo.

A linha político-administrativa a ser seguida é aquela anunciada pelo prefeito Vane, mudança, austeridade, economicidade, competência e seriedade no trato com a coisa pública.

Wenceslau Júnior (PCdoB) é vice-prefeito de Itabuna, advogado e professor de Direito.

QUIZUMBA NA SUDIC

Nomeado por indicação do deputado federal Geraldo Simões, o empresário Nilton Cruz quis formar ao seu estilo a equipe de assessores na Superintendência de Desenvolvimento Industrial e Comercial da Bahia (Sudic). Aceitou algumas sugestões para a Sudic em Salvador, mas o caldo ameaçou entornar por conta da situação em Ilhéus.

Ele escolheu para a Sudic no município a ex-delegada Socorro Pastor. E ainda outros dois nomes: Luciana Pires Mendonça e Valéria Monteiro de Carvalho. O secretário de Indústria, Comércio e Mineração, James Correa, não gostou da definição da equipe sem consulta prévia. Pior, a ala petista Construindo um Novo Brasil (CNB), da qual Geraldo Simões é membro, também chiou.

Nilton deu ‘piti’ e, conforme revela o Jornal Bahia Online, até ameaçou entregar o cargo. A turma do deixa-disso entrou no circuito. Certo é que Socorro Pastor deve ocupar uma pasta na área de assistência social. Na Sudic, terá que ser outro nome.






WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia