WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia


alba










dezembro 2019
D S T Q Q S S
« nov    
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031  

editorias






:: ‘oficina’

SINEBAHIA OFERECE 95 VAGAS DE EMPREGO EM ITABUNA

SineBahhia oferece total de 95 vagas de emprego em Itabuna

O SineBahia oferecerá 95 vagas de emprego com carteira assinada, em Itabuna, nesta segunda-feira (29). São vagas nas áreas de telemarketing, hotelaria, segurança, vendas e gestão de Recursos Humanos, dentre outras.

Os interessados devem procurar o SineBahia, no estacionamento superior do Shopping Jequitibá, a partir das 8h desta segunda. O atendimento vai até o início da tarde.

Para cadastramento, o interessado na vaga deve comparecer no sistema de intermediação de emprego com comprovantes de renda e escolaridade, carteira de identidade e CPF.

Quem já possui cadastro no sistema do SineBahia, poderá fazer consulta por meio do aplicativo de vagas de emprego do Sine Nacional, por meio de smartphone. Clique no “leia mais”, abaixo, e confira todas as oportunidades desta segunda (29). As vagas são informadas pela central do SineBahia.

:: LEIA MAIS »

SEM CARRO HÁ 90 DIAS, CLIENTE DIZ QUE GM E TOPVEL AGEM COM DESCASO

Veículo está há 93 dias na oficina à espera de solução.

Veículo está há 93 dias na oficina à espera de solução.

Um cliente da concessionária Topvel (GM) em Itabuna está há 90 dias à espera do conserto de um Corsa Classic. José Mariano Macêdo comprou o carro zero no dia 19 de dezembro do ano passado, retirando-o da loja dez dias depois. A via-crúcis do cliente começou no dia 1º de janeiro, quando o veículo sofreu colisão na parte traseira.

Segundo Mariano, o carro está desde o dia 2 de janeiro na loja, para a troca do assoalho traseiro. “Para espanto de todos, não existia o assoalho no estoque da Topvel ou da fábrica da própria GM”, indigna-se. A espera dura mais de 90 dias.

Para aumentar os prejuízos, Mariano diz que a concessionária o deixou sem veículo reserva, sob o argumento de que o seu Corsa Classic está “imobilizado” em outra concessionária, a Brione-Fiat. “Mas quem autorizou o veículo para o conserto na Brione foi a própria Topvel e tenho documentos e emails que comprovam isso”, ressalta.

Mariano lamenta que o atraso de 3 meses ocorra mesmo se tratando de carro com linha de montagem nacional e modelo popular. O cliente sente-se lesado porque, argumenta, “o veículo encontra-se em estado lastimável, abandonado em um pátio de oficina, a mercê do tempo e da sorte, esperando por atitude razoável da GM e da Topvel”.

TOPVEL RESPONDE

Fabrício Lima, gerente de oficina da Topvel, diz que a responsabilidade pelo envio da peça é do fabricante. “Realmente, já tem bom tempo [que o carro está na oficina], mas a questão é da Chevrolet”, afirmou.

A montadora, segundo Fabrício, providenciou a peça, no início do mês, quando descobriu que a mesma apresentava avaria, e cancelou o envio. O novo prazo para encaminhar a peça é de 15 dias, segundo o gerente. O serviço de funilaria será feito pela Brione, pois a Topvel presta serviços apenas mecânicos, conforme explicação da gerência.

Quanto ao veículo reserva, Fabrício afirma que a montadora suspendeu a locação porque o caso se tratava de acidente. “O cliente só tem direito a carro reserva quando ocorre pane elétrica ou defeito de mecânica. No caso dele, foi acidente de estrada, causado pelo cliente”, observou.

OFICINA SOBRE APROVEITAMENTO DO LIXO

Dar destinação correta ao lixo que as cidades produzem diariamente é um sério e grave desafio. Na pequena Coaraci, a 56 quilômetros de Itabuna, uma ação da EBDA (Empresa Baiana de Desenvolvimento Agrícola), leva essa preocupação para a escola.

Nos dias 19 e 20 deste mês (segunda e terça-feira da semana que vem), 60 alunos do Colégio Estadual Almakazy Gally Galvão, em Coaraci, participam de uma oficina que os ensinará a reaproveitar o lixo orgânico. A primeira parte da oficina será com uma palestra do engenheiro agrônomo Joel Benigno Pimenta,  chefe do escritório local da EBDA, sobre o tema “Composto Orgânico e Biofertilizantes”. Na segunda etapa, já na terça-feira, os estudantes vão participar de uma aula prática sobre a preparação do composto a partir do lixo orgânico.

O trabalho envolve ainda a implantação de uma horta orgânica no colégio, pelos próprios alunos, e o cultivo será destinado ao preparo dos alimentos da merenda escolar. A iniciativa tem dois focos importantes: dar uma destinação ambientalmente correta ao “lixo” e ajudar os alunos a desenvolver hábitos alimentares mais saudáveis.






WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia