WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
rota






alba










junho 2019
D S T Q Q S S
« maio    
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30  

editorias






:: ‘Oi’

EM 12 MESES, MAIS DE 2,6 MILHÕES DE DOMICÍLIOS PERDERAM O TELEFONE FIXO

Telefonia fixa registra queda nos últimos 12 meses

O serviço de telefonia fixa deixou de ser prestado em 2,69 milhões de domicílios nos últimos 12 meses (-6,88%), segundo dados da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel). No total, 36,36 milhões de domicílios brasileiros possuíam telefone fixo em abril deste ano.

Em abril de 2019, a Vivo registrou 12,29 milhões de domicílios atendidos com linhas fixas (33,80% de mercado), a Oi teve 11,36 milhões (31,24%) e a Claro teve 10,12 milhões (27,84%). Nos últimos 12 meses, a Vivo apresentou redução de 1,08 milhão de linhas (-8,05%), a Oi menos 1,17 milhão (-9,33%) e a Claro menos 660,46 mil (-6,12%).

Na outra ponta, as Prestadoras de Pequeno Porte (PPPs) registraram aumento de 16,93 mil domicílios na prestação da telefonia fixa (+1,04%). A PPP é uma empresa que detém menos de 5% de cada mercado de varejo de telecomunicações em que atua.

:: LEIA MAIS »

VIVO-GVT PREPARA OFENSIVA CONTRA OI-VELOX EM ITABUNA

vivoitabuna

A Vivo ampliará a sua presença em Itabuna com mais investimento em telefonia fixa e passará a oferecer internet banda larga no município. É ofensiva contra o monopólio da Oi.

A operadora, que recentemente comprou a GVT, começou a instalar 240 mil metros de fibra ótica na cidade. Também oferecerá serviço de TV por assinatura.

Logo após comprar a GVT, a Telefônica-Vivo iniciou os estudos georreferenciados de Itabuna, há dois anos, como informou o PIMENTA (relembre aqui). A operadora concluiu pela viabilidade dos investimentos na principal economia sul-baiana e já iniciou a expansão.

De acordo com fonte do mercado, a empresa oferecerá internet com até 300 MB de velocidade no município. Já a Oi, que se encontra em processo de recuperação judicial, oferece velocidade máxima de 35MB, para empresas. Oficialmente, a empresa não fala do plano de investimentos no sul da Bahia.

Atualização às 18h11min (12/06) – A Vivo informou, por meio de sua assessoria, que a rede fixa será lançada em Itabuna ainda em 2017, assim como em Vitória da Conquista, no sudoeste baiano. De acordo com a empresa, Itabuna será a primeira cidade baiana a ter cobertura 100% fibra ótica até a residência do cliente.

OI “PROMOVE” DIA SEM VELOX EM ITABUNA

oiveloxMoradores de áreas centrais de Itabuna estão sem o serviço de banda larga da Oi, o Velox, há quase três dias. A telefônica também é acusada de não dar retorno aos clientes sobre qual o problema que originou a queda do serviço nem previsão de quando o sinal retornará.

Por enquanto, funciona apenas o serviço de voz.

Até a tarde de ontem (30), o Velox sofria interrupções de várias horas e depois retornava. O que era ruim piorou ontem, por volta das 16h, quando o serviço de banda larga parou de vez.

SEM VELOX

oiveloxBoa parte de Itabuna amanheceu sem o serviço de internet banda larga da Oi, o Velox. A companhia de telefonia não informa o que provocou a suspensão temporária.

Por enquanto, apenas um “alento”: a previsão é de que o Velox volte a funcionar às 23h desta terça (20).

É o padrão de qualidade Oi.

RENOVAÇÃO DE CONVÊNIO GARANTE R$ 56 MILHÕES AO FUNDO DE CULTURA BAIANO

Assinatura de convênio assegura mais R$ 56 milhões para a cultura (Foto GovBA).

Assinatura de convênio assegura mais R$ 56 milhões para a cultura (Foto GovBA).

O governo baiano e a iniciativa privada renovaram, ontem (14), convênio que assegurará R$ 56 milhões para o Fundo de Cultura do Estado da Bahia (FCBA), em cerimônia no Palácio Rio Branco, em Salvador. Além da presença do governador Rui Costa e de secretários estaduais, o ato contou com executivos da Coelba e Oi (Telemar), que formalizaram a parceria.

Rui Costa diz que o Fundo de Cultura financiava ações de Estado e isso mudou a partir de 2007, quando as verbas passaram a financiar projetos da sociedade civil. Ele também disse que, para melhorar os índices de segurança pública, “mais do que investir em construção de presídios, é fundamental investir em projetos culturais e educacionais”.

O governador ressaltou que são dez anos de evolução a cada ano, seja no valor, seja na forma de aplicar os recursos. Segundo Rui, o Estado, progressivamente, “foi abrindo mão de ser a maioria no Conselho [de Cultura] e abrindo mão de utilizar esse recurso para financiar as atividades culturais do Estado, para que financie as iniciativas do mundo cultural, das associações de artistas, [entre outras]”.

FOMENTO À CULTURA

Por meio do Fundo de Cultura, o governo estadual abre mão de parte do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS), que seria paga pela Coelba e Oi, para o repasse direto ao FCBA. Desta forma, a Secretaria da Fazenda do Estado (Sefaz-BA) destinará R$ 56 milhões a ações do FCBA, que comemora uma década de criação em 2015.

Durante o evento, o presidente da Coelba, José Roberto Bezerra de Medeiros, anunciou que vai apoiar o Governo da Bahia na segunda etapa da reforma do Teatro Castro Alves (TCA). De acordo com o governador, outras empresas da iniciativa privada serão convidadas para serem parceiras do Estado.

Diversos projetos culturais desenvolvidos na Bahia só puderam ser viabilizados com o apoio financeiro do Fundo de Cultura, patrocínio cultural do Governo do Estado, através da Secretaria de Cultura (Secult) e a Sefaz-BA. Em dez anos, o fundo evoluiu de 30 projetos, apoiados em 2005, para a média de 280 projetos selecionados anualmente no período de 2007 a 2014, de acordo com o governo.

Entre os grupos musicais apoiados pelo FCBA está o Ganhadeiras de Itapuã, vencedor do 26º Prêmio da Música Popular Brasileira, na categoria Melhor Álbum Regional, lançado em 2014.

A companhia de circo Nariz de Cogumelo, uma das referências em palhaçaria na arte de rua na capital baiana, e a Orquestra Santo Antônio, do município de Conceição do Coité, também foram apoiadas pelo FCBA. Os três se apresentaram no Palácio Rio Branco, durante o evento que marcou a renovação do Fundo de Cultura.

:: LEIA MAIS »

ESTELIONATÁRIOS USAM DADOS DE CLIENTES DA OI PARA APLICAR GOLPE

oi lupaO cliente pede a instalação de uma linha telefônica e dias depois recebe ligações oferecendo instalação de antivírus e informando sobre descontos na fatura desde que debitada em cartão de crédito ou débito. É o que vem ocorrendo com clientes da Oi ao solicitar serviços de telefonia fixa e internet banda larga (Velox).

Pelo menos três casos assim foram relatados ao blog em um intervalo de duas semanas. Os contatos dos golpistas são feitos na própria linha após instalada ou por meio de telefone usado pelo cliente para solicitação à operadora. A tentativa de golpe parte sempre de uma central ou de números de outros estados. Um dos últimos golpes ocorreu a partir de telefonema originado no Ceará.

O GOLPE: “ANTIVÍRUS E DÉBITO NO CARTÃO”

A cliente em Itabuna pediu a instalação de uma linha no sábado e, ontem, recebeu três ligações, sempre de Fortaleza. Na primeira e terceira ligações, o golpista informava que estava ligando da “Central de Soluções em Internet”. Eram vozes masculinas, oferecendo antivírus do UOL, sendo que a própria Oi oferece o dispositivo contra vírus em internet Wi-Fi.

A segunda ligação, voz feminina, dizia ser funcionária da Oi. Apresentava os dados do cliente (pedido de instalação e até o CPF) e informava que a primeira fatura viria com desconto de 80%, desde que fosse fornecido um cartão de débito ou crédito para lançar o débito. A ligação foi interrompida, quando a cliente perguntou se a mulher ao telefone era mesmo da operadora de telefonia.

OI ORIENTA CLIENTE

A Oi informou que o modem Wi-Fi oferecido pela operadora já vem com antivírus, o que descarta a necessidade de contratação de serviço de outras empresas. Outra informação importante é que a empresa de telefonia não oferece o lançamento do valor da fatura em cartão de débito ou crédito. O pagamento deve ser feito sempre em agências bancárias, internet banking ou casas lotéricas com a fatura em mãos.

OI ABRE VAGAS DE ESTÁGIO NA BAHIA

A Oi abriu inscrições para 418 vagas de estágio com carga horária de 20 ou 30 horas semanais em todo o Brasil. Só na Bahia, são 19 vagas abertas,  sendo 11 para o nível superior e 8 para nível técnico.

O Programa Geração Estágio 2014 do segundo semestre oferece 243 vagas para alunos de graduação, e 175 para estudantes de cursos técnicos.

As inscrições devem ser feitas até o dia 20/09 no site www.oi.com.br/euquerotrabalharnaoi.

O processo seletivo está previsto para terminar na 1ª quinzena de outubro e inclui provas online, painel para desenvolvimento de case e entrevistas com a área de RH e gestores.

Além da bolsa-auxílio, a Oi oferece plano e aparelho de celular, vale-transporte, vale-alimentação, seguro de vida e plano de desenvolvimento elaborado especialmente para o grupo de estagiários, que inclui ações online e presenciais. Do Correio.

67% DOS BRASILEIROS TROCARAM DE OPERADORA DE CELULAR EM CINCO ANOS

operadoras oi-claro-tim-vivoOs consumidores brasileiros estão mais propensos a trocar de operadora de celular na comparação com clientes de outros países, segundo estudo da fabricante de hardware e software de infraestrutura de redes Nokia.

Segundo a pesquisa, divulgada nesta sexta-feira à Reuters, 67% dos consumidores brasileiros mudaram de operadora nos últimos cinco anos e 48% mostraram-se dispostos a mudar nos próximos 12 meses. No mundo, essa taxa é inferior a 40%. Em países como Rússia e Estados Unidos, é de cerca de 27%, apontou o levantamento que abordou 12 mil usuários de 11 países.

De acordo com Fernando Carvalho, diretor de estratégia e desenvolvimento de negócios da Nokia para a América Latina, a percepção de qualidade é fator determinante para a decisão de trocar de operadora. A categoria preço e cobrança foi apontada como mais importante para 33% dos usuários no Brasil. Leia mais n´O Globo.

TST CONDENA OI A INDENIZAR TRABALHADOR CHAMADO DE “VAGABUNDO”

justiçatstA Brasil Telecom S.A, atual Oi S.A, terá que responder, solidariamente, pelo pagamento de indenização por danos morais a um trabalhador chamado de “vagabundo”, por telefone, pelo gerente de recursos humanos da ASC Serviços Profissionais Ltda, empresa contratada para terceirizar serviços de auxiliar geral no Paraná.

A indenização, arbitrada em R$ 4.580,00, ficou mantida depois que a Quinta Turma do Tribunal Superior do Trabalho negou recurso (agravo) interposto pela empresa de telecomunicação, que pretendia diminuir ou se isentar do pagamento por meio de recurso de revista.

Na reclamação trabalhista, o auxiliar alegou que era perseguido e tratado de maneira desrespeitosa pelo gerente toda vez que tinha que se reportar a ele sobre assuntos relacionados a pagamentos. Um dia, por telefone, ao reclamar sobre a concessão do vale-transporte e vale-alimentação, foi chamado de “vagabundo”, e ouviu do gerente que não tinha o direito de fazer questionamentos. Trinta dias após o ocorrido, pediu demissão e ingressou com ação trabalhista pedindo indenização por danos morais.

Apesar das ofensas terem sido feitas por telefone, testemunhas comprovaram que outros trabalhadores, diante da mesma situação, também foram agredidos verbalmente pelo gerente de RH. Assim, a sentença, confirmada pelo Tribunal Regional do Trabalho da 9ª Região (PR), deu razão ao trabalhador, condenando as empresas ao pagamento de indenização no valor equivalente a dez vezes o último salário recebido.

:: LEIA MAIS »

NÚMERO DE LINHAS DE TELEFONE CELULAR AUMENTA 3,55% EM 2013

telefone celularA Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) contabilizou, em 2013, 271,1 milhões de linhas de telefonia móvel ativas, o que representa um crescimento de 3,55% na comparação com o ano anterior – ou 9,92 milhões de adesões ao longo do ano.

Desse total, 211,58 milhões de linhas (ou 78,05% do total) são relativos a acessos pré-pagos, enquanto 103,11 milhões (21,95%) correspondem a serviços pós-pagos. A telefonia móvel de quarta geração (4G) contabilizou, no mesmo período, primeiro ano de operação, 1,31 milhão de terminais com o serviço.

A operadora que detém maior número de acessos é a Vivo: 77,24 milhões, o que corresponde a uma participação de 28,49% do mercado. Em segundo lugar está a Tim, com 73,43 milhões de acessos e uma participação de 27,09% do mercado. Em seguida estão a Claro, com 68,7 milhões de acesso e uma participação de 25,34%; e a Oi, com 50 milhões de acessos e 18,52% de participação do mercado. A consolidação desses números foi divulgada ontem (27), em nota, pela Anatel. Informações da Agência Brasil.

VÍTIMA DA OI, SAMU DE ITABUNA ATENDE EM NÚMEROS DIFERENCIADOS

Samu atende em números diferenciados devido à Oi (Foto Pimenta).

Samu atende em números diferenciados devido à Oi (Foto Pimenta).

Não é apenas o simples mortal que sofre com o mau atendimento oferecido pela operadora de telefonia Oi. Em Itabuna, o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) está com o número 192 inativo há aproximadamente um mês, desde quando mudou para a sede provisória, enquanto as instalações fixas, nas Nações Unidas, passam por reformas.

Até que as obras sejam concluídas, os telefones para atendimento são o 8869-7877 e o 3617-9536. O telefone fixo atende também ligações à cobrar.

Segundo o coordenador administrativo do Samu 192, enfermeiro Sérgio Augusto Farias, a Oi ainda não deu soluções a problemas técnicos para que o 192 seja ativado na sede provisória, no Bairro Jardim Vitória.

CHUVA ATRASA INSCRIÇÕES NO “MINHA CASA, MINHA VIDA” EM ITABUNA

minha casa minha vidaAs inscrições no Minha Casa, Minha Vida para as 900 moradias do residencial São José, em Ferradas, em Itabuna, atrasaram por causa da chuva. A queda de uma árvore provocou danos ao cabo de fibra ótica da rede de internet que serve à Prefeitura de Itabuna, segundo a OI. Com isso, o site para inscrições no programa ficou fora do ar.

Técnicos da prefeitura e da companhia telefônica trabalharam nos reparos para que a página volte ao ar, segundo informou a assessoria em resposta ao PIMENTA.

Como o cadastramento das famílias será feito somente pela internet (www.itabuna.ba.gov.br), as inscrições começarão quando o sinal de internet for restabelecido.

Todo o serviço de internet foi afetado da Prefeitura de Itabuna. O prazo de inscrição para as vagas no residencial vai até o dia 30 de janeiro do próximo ano.

ALÉM DA QUEDA…

Clientes do serviço de telefonia móvel da Oi, na modalidade pré-pago, estão se queixando por outro motivo, além das mais de nove horas de “caladão”, das 15h50 de ontem até a 1h10 de hoje.

Outra razão para bronca é que, nesta manhã de quarta-feira, 4, usuários estão recebendo mensagens de texto informando sobre débito de ligações que não foram realizadas.

Aos lesados, o remédio é Anatel.

SINAL DA OI É RESTABELECIDO 9 HORAS DEPOIS

oiOs sinais de telefonia fixa e móvel e de internet banda larga da telefônica OI no sul e sudoeste da Bahia foram reestabelecidos somente por volta de 1h10min desta madrugada de quarta-feira (4). Os usuários ficaram sem os serviços da operadora desde as 15h50min em Itabuna, no sul da Bahia.

A OI emitiu nota para informar que a perda de sinal ocorreu devido ao rompimento de cabos de fibra ótica em três localidades, mas não reconheceu que o problema também afetou municípios da região sudoeste do Estado, principalmente Vitória da Conquista, o terceiro mais populoso da Bahia.

Casas lotéricas e agências bancárias também foram afetadas.

PANE DA OI AFETA SUL E SUDOESTE DA BAHIA

Usuários de voz e dados da companhia telefônica OI estão há quase duas horas sem serviço nas regiões sul e sudoeste da Bahia. Os clientes das telefonias fixa e celular e de conexão à internet (Velox) se queixam que não conseguem se comunicar ou até mesmo acessar Internet.

Por enquanto, a pane afeta apenas a OI.

 

ONDE É QUE AMARREI MEU “JEGUE”

Orelhão, que não servia para nada, ganhou uma utilidade (foto Zeka/Pimenta)

Orelhão, que não servia para nada, ganhou uma utilidade (foto Zeka/Pimenta)

Duas coisas bastante comuns em Itabuna: animais soltos pelas ruas e telefones públicos que não funcionam. Pois a lógica e a conveniência determinaram a união desses dois fenômenos tipicamente itabunenses, fazendo surgir o “Jegue Parking” (aportuguesando, é estacionamento de jegue mesmo). Serve também para equinos (como o da foto), cachorros e outros animais. O negócio é não deixar o bicho solto.

Mas é bom aproveitar, pois por enquanto nem a Secretaria de Trânsito nem a Oi estão cobrando pelo serviço.

PANE DA OI LEVA O SAMU A ATENDER CHAMADOS EM NÚMERO ALTERNATIVO

Serviço opera com telefone alternativo.

Serviço opera com telefone alternativo.

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) de Itabuna continua com o telefone de emergência, o 192, incomunicável devido à pane da Oi numa das áreas centrais de Itabuna. Nesta manhã, um número alternativo foi disponibilizado à população para atendimento enquanto perdurar o problema: 8882-1010.

“As chamadas para o Samu poderão ser feitas de telefones fixos e móveis”, disse ao Pimenta o coordenador do serviço em Itabuna, Sérgio Augusto Farias.

Técnicos da operadora já estão fazendo testes, mas o serviço de telefonia ainda continua registrando problemas.  As ligações também poderão ser a cobrar. O número 192 está mudo desde as 21 horas de ontem (4).

LIGAÇÃO DE OI-TELEMAR PARA CELULAR FICA 18,6% MAIS BARATA

5 TelefonemaAs ligações de telefones fixos para celulares ou rádios para clientes Oi fixo (Telemar Norte Leste S.A) vão ficar 18,6% mais baratas. A redução começou a valer neste sábado, 6. A Telemar cobre as regiões norte e nordeste do país.

Já os clientes das operadores Telefônica, Oi, CTBC, Sercomtel e Embratel, a queda é de 8,77%.

O desconto será maior para os clientes da Telemar porque a empresa havia conseguido, na Justiça, barrar aplicação do desconto de 10,78% aprovado pela agência para todas as concessionárias no ano passado.

A decisão foi aprovada pelo conselho diretor da Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações) e publicada no “Diário Oficial” da União no começo de março. Com informações da Folha.

ITABUNA PRORROGA PRAZO DE QUITAÇÃO DO ISS

marcos cerqueiraA Prefeitura de Itabuna prorrogou para amanhã, 12, o prazo final para pagamento do Imposto sobre Serviços (ISS) relativo ao mês de fevereiro. O prazo vencia hoje, dia 11.

A “alongada” no prazo é para compensar o período em que o site do município esteve fora do ar e empresas prestadoras de serviço não puderam nem emitir nota fiscal nem boleto para quitar o ISS.

Segundo o secretário da Fazenda, Marcos Cerqueira, o site ficou fora do ar devido a queda de link da operadora usada pela prefeitura, a Oi. O sistema caiu na tarde de ontem e só retornou às 15h40min desta segunda, 11, de acordo com Cerqueira.

MORADORES IMPEDIRAM A OI DE INVESTIR EM SINAL NO CASTÁLIA, DIZ EMPRESÁRIO

A melhoria da qualidade do sinal da Oi no Castália, em Itabuna, depende da instalação de uma torre de transmissão, mas a empresa desistiu do investimento após enfrentar embargos de moradores da área, segundo o empresário Ivan Mota, da BMMI Engenharia, ex-prestadora de servicos da Oi.

De acordo com Ivan, a desistência ocorreu em 2011. “Havia um grupo de moradores contrários à instalação [da antena]“, afirma. Ivan diz que operários foram agredidos, o que resultou em registro de queixa policial, e houve depredação de patrimônio da empresa.

Entre a negociação e a desistência, foram dois anos. Ivan havia locado a área para a empresa de telefonia. Para ele, se alguém deve ser cobrado são os moradores que lideraram o movimento contrário aos investimentos em qualidade de sinal.

OI CASTIGA USUÁRIO COM “CALADÃO”

oiClientes da operadora Oi que residem na região do bairro Castália e imediações, em Itabuna, estão há três dias sem conseguir fazer ou receber ligações no serviço móvel. Basta entrar no bairro que os aparelhos ficam inoperantes, informando “falha de conexão”.

Na noite desta segunda-feira, 25, um cliente ligou para a operadora e foi informado de que há de fato um problema com o sinal nessa área e a previsão é de que o transtorno seja eliminado até o dia 1º de março. Ou seja, o “caladão” iniciado no último sábado deve prosseguir até a próxima sexta.

O mais grave é que, apesar de ser um problema que afeta um grande número de usuários, a Oi não toma a iniciativa de informar as “vítimas”, limitando-se a explicar o que ocorre apenas quando algum cliente resolve se queixar.

Um detalhe é que em grande parte do bairro Castália os serviços de telefonia móvel são precários, e os da Oi ganham de todos os demais em matéria de falta de qualidade. Quem insiste em manter linhas da operadora, é porque é muito teimoso, masoquista ou porque tem o telefone móvel agregado a outros serviços da operadora, como internet e linha fixa (o tal “Oi Conta Total”).

VANE ANUNCIA FÁBRICA DA DEL VALLE E PROGRAMA PARA 10 MIL CRIANÇAS E JOVENS

(Fotos Gabriel Oliveira)

(Fotos Gabriel Oliveira)

O prefeito Claudevane Leite (Vane do Renascer) disse que estão adiantadas as negociações do governo estadual para que a fábrica de sucos Del Valle, da Coca-Cola Company, seja instalada em Itabuna. A unidade deverá se instalar no Distrito Industrial, às margens da BR-415. Uma área de 72 hectares foi desapropriada pelo governador Jaques Wagner para criar o distrito e abrigar indústrias como a Del Valle.

Durante entrevista exclusiva ao PIMENTA, o prefeito itabunense também revelou a criação do que considera o maior programa social da história do município. A iniciativa envolverá 10 mil crianças e adolescentes em atividades de inclusão por meio do esporte e deverá começar “nos próximos meses”. É uma das cartadas para tentar diminuir os índices de violência no município e integra as ações do programa Cidade de Paz, prometido em campanha.

Vane também comentou sobre a força do PCdoB no governo e negou que os comunistas tenham sido desleais. “Eu desafio aqui os meios de comunicação ou qualquer pessoa a dizer onde foi que o PCdoB avançou sinal”.

A entrevista também aborda duas questões caras nesse início de governo: a nomeação – e exoneração – de azevedistas e as dívidas deixadas pelo ex-prefeito Capitão Azevedo (DEM).  Apenas com a Marquise, cita, foram R$ 12 milhões não pagos, além de R$ 1 milhão com a Oi, o que deixou prefeitura e redes de educação e saúde sem telefone e internet, afetando, por exemplo, a marcação de exames e consultas. Confira principais trechos da entrevista.

BLOG PIMENTA – A mudança foi o lema da sua campanha, mas a sua gestão manteve quadros e situações do governo passado. Com isso, não há uma quebra de expectativa? O senhor não acha que faltaram ações de impacto que marcassem a diferença de um momento para o outro?

CLAUDEVANE LEITE – Eu acredito que houve choque de gestão com a revisão, agora, de todos os contratos feitos de 2009 para cá. Conseguimos reduzir o valor da maioria dos contratos. Dos cargos comissionados, nós preenchemos apenas 40%, o que é muito difícil um prefeito fazer. Quanto aos comissionados do governo anterior, foram 9, 10 pessoas, não era uma multidão e, até onde eu sei, não eram pessoas envolvidas com nada de errado. Nós terminamos por exonerá-las,  exatamente porque a opinião pública não aceitava. [A nomeação] talvez tenha sido um equívoco. Os que ficaram são efetivos e quem errou vai responder. Vamos enviar [as provas] para o Ministério Público estadual.

BP – Numa entrevista, o senhor disse que nomeou algumas das pessoas do governo passado, apresentadas pelos seus secretários,  sem mesmo conhecê-las. Essa surpresa se deu também com o ex-secretário José Alencar?

CL – Não. José Alencar é um bom técnico, tem trânsito muito bom no governo federal e tinha uma boa equipe de planejamento, de projetos. No primeiro momento, a gente precisou ficar com algumas pessoas aqui para passar informações de projetos. Chegamos e não tínhamos conhecimento de como estavam os projetos. Uma dessas pessoas foi José Alencar, que ficou e nos ajudou muito.

BP – Essa necessidade seria um indicativo de que não houve transição efetivamente?

CL – Houve transição, trabalhamos, mas, efetivamente, o governo anterior não encaminhou todas as informações. Até agora, eles não passaram as informações contábeis. Marcam a data e não cumprem. Estamos em nossa auditoria interna e vamos contratar empresa.

BP – Fará auditoria externa?

CL – Exatamente. Estamos conversando com várias empresas. Vamos fechar essa auditoria externa até a próxima semana.

Vane entrevista Pimenta5 foto Gabriel Oliveira______________

NOMEAÇÃO DE AZEVEDISTAS: Foram 9, 10 pessoas, não era uma multidão. Nós terminamos por exonerá-las,  exatamente porque a opinião pública não aceitava.

 

BP – Nos levantamentos internos, o que já foi detectado?

CL – O comprometimento das finanças, as dívidas deixadas, sem dúvida, são os maiores problemas. Itabuna está no Cadin [Cadastro de Inadimplentes] e, por isso, não pode pleitear muitos dos convênios federais por causa da inadimplência. Só de INSS, são R$ 250 milhões em dívidas. Isso é histórico, vem de muito tempo. Temos dívida de R$ 19 milhões com empresas de lixo. São R$ 12 milhões com a Marquise e R$ 7 milhões da Torre.

BP – Como será solucionado este impasse com a Marquise, que tem contrato até setembro?

CL – A Marquise está trazendo muita dificuldade para gente. Aqui em Itabuna, já encontramos empresas que podem fazer o serviço pela metade do preço da Marquise, mas com qualidade. Óbvio que iremos ver isso por meio de licitação. Ainda falando dos problemas encontrados, o ex-prefeito também não pagou os servidores, que precisam receber, mas como é que você paga R$ 11 milhões nessa dificuldade? Outro problema muito grave é com a telefônica Oi. Deixaram R$ 1 milhão de débito. A gente não tem como quitar R$ 1 milhão de um dia para o outro. Em janeiro, tivemos um mês infeliz. Nossa arrecadação caiu de R$ 23 milhões, em janeiro de 2012, para R$ 18 milhões em 2013. 70% da nossa frota estava praticamente sem funcionar, inclusive a patrulha mecânica, equipamento novo. Temos também o alto percentual gasto com a folha de pagamento. Apenas a folha dos efetivos já é muito alta e isso é extremamente preocupante.

BP – Muitos municípios têm sofrido com esse aumento do percentual de gasto com a folha não pelo empreguismo, mas por causa da queda de arrecadação. Qual a saída para aumentar receita?

CL – Nós temos que trabalhar com austeridade e buscar aumentar a receita própria, mas sem aumento ou criação de impostos, e vamos fazer isso. Volto a dizer que cortamos as funções gratificadas e deixamos de preencher 60% dos cargos comissionados como medidas de economia. Mas vamos ter que contratar para a saúde, educação, assistência social. Precisamos estruturar a saúde para que todos os postos estejam funcionando em março. A saúde está sendo preparada para receber a Plena.

______________Vane entrevista Pimenta 6 Foto Gabriel Oliveira

DÍVIDAS E GESTÃO: Nossa perspectiva é de um cenário melhor a partir de abril, mas já estamos fazendo muito dentro do possível. Nós pegamos uma prefeitura com débito e sem dinheiro em caixa.

BP – O retorno do Comando Único estaria condicionado, ainda, ao pagamento de dívidas deixadas em 2008, quando o município perdeu a gestão plena?

CL – Este não é um complicador para que o comando único retorne. O mais importante é melhorar a atenção básica. Nós estamos acelerando para que isso aconteça.

BP – O senhor traz um retrato de “terra arrasada”. Há perspectiva de quando o governo começa a trabalhar dentro de um cenário mais otimista?

CL – Tivemos uma melhora em fevereiro, mas nossa perspectiva é de um cenário melhor a partir de abril, mas já estamos fazendo muito dentro do possível. Nós pegamos uma prefeitura com débito e sem dinheiro em caixa. Estamos regularizando a dívida com o servidor, contratamos 150 pessoas para varrição de ruas, poda, jardinagem e estamos com operação tapa-buracos e iluminando as vias. A cidade não está melhor, mais limpa, por causa desse problema com a Marquise, que faz a coleta de resíduos sólidos. O Hospital de Base já deu uma melhorada, mesmo com toda a dificuldade. As consultas médicas estão sendo marcadas. Gente que estava há oito meses sem marcar exame já  está conseguindo.

BP – Mas quem procurou marcar consulta no início de fevereiro enfrentou dificuldades.

CL – Com certeza, mas isso foi por causa do sistema que é ligado à Oi, a quem a prefeitura deve R$ 1 milhão. Esse foi um problema operacional, que já estamos regularizando. A gente começou a limpar a cidade, tapar os buracos e limpar canais. O canal do São Caetano há seis anos que não passava por limpeza e nós começamos a limpar. E o da Califórnia, também. Então, a gente acredita que de abril em diante a gente comece a avançar muito mais.

BP – As feiras livres de Itabuna sempre foram sujas, mas hoje estão ainda mais. O centro comercial está muito sujo. O que fazer?

CL – O centro comercial é um condomínio e precisa dar uma resposta. Diante da dificuldade toda que temos, estamos fazendo grande esforço. Queria antecipar que, na conversa com o governador Wagner, nós tratamos da revitalização das feiras livres. Outro assunto foi a volta do Comando Único do SUS. A gente não quer apenas melhoramento, mas fazer revitalização total das feiras. As feiras são questão de saúde pública e um pedido de Itabuna. As feiras do São Caetano e Califórnia têm canais sujos, com ratos, urubus… Nós solicitamos ao governador, e ele pediu para encaminhar projeto. Pensamos em feira com estacionamento, pavimentos e que as pessoas que trabalham lá possam aumentar sua renda.

Vane entrevista Pimenta5 foto Gabriel Oliveira______________

FEIRAS LIVRES: As feiras são questão de saúde pública. A gente não quer apenas melhoramento, mas fazer revitalização total das feiras.

 

 

BP – Esses projetos das feiras livres implicam em mudança de local?

CL – Não temos intenção de mudança de local. Pedimos mais algumas coisas ao governador, a exemplo dos canais e apoio para a pavimentação dos bairros.

BP – Na última entrevista ao blog, ainda na condição de prefeito eleito, o senhor falou que um dos assuntos da audiência seria a geração de empregos, atração de indústrias. Isso foi tratado?

CL – Sim, o governo já desapropriou área de 72 hectares para a Sudic. Virá uma empresa para cá. Estou muito preocupado porque 90% das pessoas que vêm à Prefeitura estão em busca de emprego. Nesses 50 dias de governo, já me reuni com mais de 20 empresários. Todas essas 20 virão para Itabuna? Não, mas tentaremos trazê-las. Nós fomos o primeiro prefeito da Bahia que criou a Sala do Empreendedor, com o Sebrae, para que o pequeno empreendedor saia de lá com tudo prontinho, tenha também acesso a crédito, junto com a Caixa [Econômica Federal]. Essa semana, também, já tivemos com o Banco do Povo, para que a prefeitura possa dar suporte financeiro para que possamos expandir o microcrédito. A visão nossa é ampla, estamos preocupados com a questão da saúde, da educação, do emprego, da violência.

BP – Qual a empresa que ocupará essa área do distrito industrial?

CL – É a indústria de sucos Del Valle (da Coca-Cola) e já é uma negociação que está bem adiantada. Mas temos também aquela área onde funcionou a Kildare, que eu penso em utilizar para instalar uma incubadora de pequenas e médias empresas. Hoje nós temos diversas empresas interessadas naquele espaço e nós estamos avançando nisso, embora ainda haja uma questão judicial a ser resolvida. Mas estamos muito preocupados com a questão do emprego e renda em Itabuna.

BP – Existe possibilidade de negociação amigável com os Kaufmann, que reivindicam os galpões?

CL – Na verdade, hoje a Prefeitura tem o domínio da área, mas ainda há questões a serem vencidas.

Vane entrevista Pimenta 7 foto Gabriel Oliveira______________

VIOLÊNCIA E CIDADE DE PAZ: A cada ano a violência aumenta e isso é uma coisa que nos deixa extremamente preocupados. O ano de 2013, particularmente, começou dando sinais de que será pior nesse aspecto.

BP – Como o governo está se mobilizando para transformar em realidade o projeto Cidade de Paz, que foi um de seus compromissos de campanha?

CL – Na última década, os índices mostram que a cada ano a violência aumenta e isso é uma coisa que nos deixa extremamente preocupados. O ano de 2013, particularmente, começou dando sinais de que será pior nesse aspecto. Nós vamos procurar resolver isso, fazendo políticas públicas. Temos feito diversas reuniões com nossos secretários e todas as ações, principalmente na cultura, na Fundação Marimbeta, Secretaria de Esportes, de Educação, é visando promover programas e projetos voltados à inclusão social. O que precisamos fazer é trabalhar a criança e o adolescente para reduzir sua vulnerabilidade. Estamos articulando junto ao Pronatec [Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego] a atração de diversos cursos profissionalizantes. Além da ampliação da renda, queremos oferecer esse treinamento e mais opções no que se refere ao esporte e à cultura.

BP – Já existe algum projeto pelo menos em vias de ser concretizado?

CL – Nós ainda não estamos divulgando na imprensa, mas nos próximos meses vamos lançar um programa que vai atender 10 mil crianças e adolescentes. Será o maior programa social da história de Itabuna. Somente na Vila Olímpica, sede da Usemi (União dos Servidores Municipais de Itabuna) e no Itabunão (Estádio Luiz Viana Filho),  teremos vaga para 3 mil crianças praticarem esportes. Outras 2 mil serão acolhidas na Fundação Marimbeta e mais 5 mil pela Ficc [Fundação Itabunense de Cultura e Cidadania]. Será o primeiro grande passo que daremos em relação às políticas públicas de inclusão, mas também de prevenção. Itabuna terá uma programação cultural e esportiva que jamais teve. Queremos fazer grandes festivais culturais e muitas competições esportivas para que, nos próximos anos, em vez de ver a  violência aumentar, possamos vê-la diminuir.

CLIQUE NO LINK ABAIXO E CONFIRA TODA A ENTREVISTA
:: LEIA MAIS »

PANE DA OI

A sexta-feira começa com os telefones da Oi sem funcionar em Itabuna, um problema que se torna cada vez mais corriqueiro. Não é à toa que a opeeradora levou recentemente uma multa de R$ 34 milhões por descumprir metas de qualidade.

Servicinho ruim…

OI LEVA MULTA DE R$ 34 MILHÕES POR DESCUMPRIR METAS DE QUALIDADE

Da Agência Brasil

A empresa de telefonia Oi terá que pagar uma multa de R$ 34,2 milhões por descumprimento de metas de qualidade impostas pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) às operadoras de telefonia móvel. A pena foi publicada hoje (15) no Diário Oficial da União, e a empresa não tem mais como recorrer da decisão dentro da Anatel, mas pode buscar a Justiça.

O superintendente de Serviços Privados da agência, Bruno Ramos, explicou à Agência Brasil que a multa é referente ao descumprimento de todos os 12 indicadores de qualidade previstos no antigo Plano Geral de Metas de Qualidade. Entre os itens estão taxas de reclamação, chamadas completadas, queda de ligação, pedidos de informação, atendimento ao usuário e de recuperação de falhas. Também foi descumprido o índice que trata da taxa de reclamação de cobertura e de congestionamento de canal de voz.

Segundo Ramos, a Anatel verificou o descumprimento dos indicadores durante todo o ano de 2009, e a multa foi aplicada em 2010. A Oi recorreu em 2011, mas o Conselho Diretor da agência negou o recurso, e a empresa entrou com pedido de reconsideração, que já foi julgado pela agência. “Essa multa já é transitada em todas as áreas administrativas, e não tem mais revisão na Anatel, por isso foi publicada hoje”, disse o superintendente.

Leia mais

 

PANE DA OI EM ITABUNA DESDE DOMINGO

Torre da Oi entre o Parque São João e o Castália (foto Pimenta)

Clientes da Oi em Itabuna reclamam de dificuldades para utilizar o serviço desde ontem (dia 2). A falha de conexão atinge principalmente os bairros Pontalzinho, Parque São João e Castália, e estaria relacionada à instalação de uma torre da operadora entre estas duas últimas comunidades.

Técnicos de uma empresa contratada pela Oi trabalharam na antena neste domingo. O equipamento foi instalado recentemente para melhorar o sinal na região, que sofre há bastante tempo com o mau atendimento no que se refere à telefonia móvel.

Apesar dos transtornos e prejuízos, a Oi não informa oficialmente a causa do problema.

OI SEM SINAL

Clientes da operadora de telefonia Oi em Itabuna voltam a reclamar de problemas no sinal. Nesta manhã de segunda-feira, 3, está impossível fazer ou receber ligações, e a informação é de falha na conexão.

Esse tipo de problema é corriqueiro com a Oi e a empresa não se preocupa em dar satisfações aos usuários. Não é à toa que é uma das campeãs em queixas no Procon.








WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia