WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
festival chocolate






alba










junho 2019
D S T Q Q S S
« maio    
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30  

editorias






:: ‘operação’

BALANÇO DA PRF MOSTRA REDUÇÃO DE ACIDENTES EM 48%

prfDurante a Operação Carnaval 2016, a Polícia Rodoviária Federal (PRF) registrou, entre os dias 5 e 9 de fevereiro, 1.429 acidentes, 150 acidentes graves, 1.415 feridos e 94 mortos. A operação foi finalizada à 0h desta quarta-feira, 10. De acordo com a PRF, os números da Operação Carnaval deste ano ainda não foram finalizados e podem ser ampliados até o fim do dia.

Os dados preliminares apontam redução de 48% do número de acidentes nas rodovias federais durante a operação. Em 2015, (de 13 a 17 de fevereiro) foram 2.306 acidentes, 344 acidentes graves, 2.306 feridos e 97 mortos.

No período carnavalesco, policiais rodoviários trabalharam em pontos estratégicos, patrulhando vias e retirando infratores de circulação. Apesar do esforço de fiscalização e dos trabalhos de sensibilização em relação à bebida ao volante, 1.249 condutores foram flagrados dirigindo embriagados; 153 foram presos.

Somente nesses cinco dias, 69.448 veículos foram flagrados com excesso de velocidade. A ultrapassagem proibida também foi alvo de fiscalização. Mais de 6 mil condutores foram multados. (Da Agência Brasil)

OPERAÇÃO TAPA-BURACOS

Equipe trabalha no bairro Santo Antônio (foto Vinícius Borges)

Parece que o prefeito de Itabuna, José Nilton Azevedo, cansou de ser xingado pelas vítimas dos muitos buracos existentes nas ruas da cidade. Para o governo, a operação tapa-buracos virou prioridade máxima e a ordem é atender todos os bairros, principalmente as vias por onde circula o transporte coletivo.

Ao longo desta semana, as esquipes trabalham no bairro Santo Antônio e no Jardim Grapiúna. O governo não divulgou o cronograma da operação, mas promete não parar.

É bom mesmo, pois buraco nas ruas de Itabuna é o que não falta…

23 PRESOS POR ROUBO DE MADEIRA

Do G1:

O número de presos na operação do Núcleo de Repressão às Organizações Criminosas e à Corrupção (Nuroc) que combate o roubo e a sonegação fiscal da madeira chegou a 23 até o fim da tarde desta quarta-feira (7). A operação é realizada no Espírito Santo, Bahia, São Paulo e Minas Gerais. Os detidos foram levados para Teixeira de Freitas, na Bahia, onde foram ouvidos por promotores. Segundo o delegado Jordano Bruno Leite, 11 pessoas foram presas no Espírito Santo e serão encaminhadas para os Centros de Detenção Provisória (CDPs).

O delegado Jordano Bruno Leite disse que nos próximos dias deve pedir a prisão de mais 50 pessoas ligadas à Máfia do Carvão. A Justiça decretou o bloqueio de bens e as contas bancárias de todos os suspeitos.

Leia mais

CUIDADO NAS ESTRADAS

A Polícia Rodoviária Estadual inicia nesta quinta-feira, 23, a Operação São João nas estradas. No sul, extremo-sul e sudoeste da Bahia, as blizen serão intensificadas nas cidades de Ilhéus, Itabuna, Itagibá, Ibirataia, Ibicuí, Itororó, Porto Seguro, Itanhém e Medeiros Neto.

De acordo com a PRE, o tráfego nas rodovias estaduais nessa época do ano costuma aumentar cerca de 40%. No ano passado, houve seis acidentes com os ocupantes sofrendo ferimentos leves e 11 em que não houve feridos. A intenção é trabalhar preventivamente para reduzir ainda mais esses números e manter as estradas da região sem registro de ocorrências com vítimas durante os festejos juninos.

A polícia chama atenção para a necessidade de prudência, observando que é preciso cuidado redobrado em trechos como a Serra de Itaiá, que fica 15 quilômetros antes de Ibicuí. Outro trecho perigoso é o da BR415 entre Itapé e Ibicaraí,onde há animais na pista. É nessa área onde se registra o maior número de acidentes.

SSP DIVULGA NOMES DE POLICIAIS PRESOS NA OPERAÇÃO ESFINGE

A Secretaria da Segurança Pública da Bahia divulgou no final da tarde desta terça-feira, 31, um balanço parcial da operação Esfinge, que apurou crimes cometidos por policiais civis e militares de Camacan. Segundo a SSP, a quadrilha era comandada pelo delegado titular do município, Jackson Silva, preso na operação.

O major José Silvério de Almeida Neto, que comandava a PM em Camacan, também participaria do bando que, de acordo com as investigações, estaria envolvido com homicídios, tráfico de drogas, extorsão, peculato e receptação de carga roubada.

Outros presos na operação em Camacan foram os investigadores Carlos Jorge Silva Góes, Clévisson José Alves Rocha, Lailson Monteiro Lobo, Paulo César de Oliveira, Thales Santos Carvalho e João Oliveira Larcher (aposentado). Além deles, as escrivãs Carla Cristina Brito Félix e Tatiane Ribeiro Tanajura, o sargento PM Lauro Antônio Oliveira Ferraz e os soldados Lúcio Lima Viana e Matheus Ferraz Costa fazem parte da lista de policiais suspeitos de integrar a quadrilha e também foram detidos.

Os irmãos Edvan e José Ivan Ribeiro Santana, e José Siqueira Silva, todos empresários no município, foram igualmente alvo de mandados de prisão.

Leia mais:

CAMACAN FICA COM APENAS DOIS POLICIAIS CIVIS APÓS “OPERAÇÃO ESFINGE”

19 PRESOS NA OPERAÇÃO ESFINGE

OPERAÇÃO PRENDE POLICIAIS NO SUL DA BAHIA








WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia