WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia


alba










dezembro 2019
D S T Q Q S S
« nov    
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031  

editorias






:: ‘Osasco’

JUSTIÇA MILITAR REVOGA PRISÃO DE SUSPEITOS DE CHACINA

A Justiça Militar revogou a prisão de quatro policiais militares presos por suspeita de participação na chacina de Osasco e Barueri, na região metropolitana de São Paulo, ocorrida em 13 de agosto do ano passado e que deixou 19 mortos, segundo números oficiais.

De acordo com a Corregedoria da Polícia Militar, “as prisões expedidas anteriormente pela Justiça Militar foram revogadas, porque o processo será encaminhado para a Justiça de Osasco”. No entanto, os quatro policiais ficarão sob a responsabilidade da corregedoria, cumprindo expediente administrativo.

No total, sete policiais foram presos no ano passado por suspeita de envolvimento nos crimes. Os outros três policiais continuam presos, segundo a Secretaria de Segurança Pública (SSP), porque seus mandados de prisão foram expedidos pela justiça comum. A secretaria afirmou ainda que há um processo administrativo em andamento contra os policiais na Polícia Militar.

Na noite dos ataques, ocorridos nas cidades de Osasco e Barueri, 18 pessoas foram mortas. Uma menina de 15 anos, que foi atingida em um deles, morreu em 27 de agosto, após ficar internada em estado grave no Hospital Regional de Osasco, com um ferimento abdominal. Entre as hipóteses para os crimes, a polícia investigou a vingança pela morte do policial militar Ademilson Pereira de Oliveira, em 7 de agosto, em Osasco e o revide à morte de um guarda-civil, no dia 12 de agosto, em Barueri. Da Agência Brasil

RIO DE JANEIRO É HEPTA DA SUPERLIGA

Na temporada passada, depois de amargar quatro vice-campeonatos, o Osasco decidiu que seria a hora de colocar o ponto final numa escrita. A coroa da Superliga mudou de mãos e a vontade era que permanecesse por muito tempo em São Paulo. Só que as antigas rainhas não estavam nem um pouco dispostas a ver aquela cena se repetir.

Empurrado pelo canto de “time de guerreiras” vindo da arquibancada, o Rio de Janeiro atropelou as rivais e retomou o trono: 3 sets a 0, parciais de 25/23, 30/28 e 25/19. Conquistou o heptacampeonato (1997/1998, 1999/2000, 2005/2006, 2006/07, 2007/08, 2008/2009 e 2010/2011). Informações do GE.






WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia