novembro 2014
D S T Q Q S S
« out    
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30  




:: ‘Osvaldo Barreto’

GOVERNO SANCIONA LEI DE PROMOÇÃO DE PROFESSORES DA REDE ESTADUAL

Osvaldo Barreto, secretário estadual de Educação.

Osvaldo Barreto, secretário estadual de Educação.

O governo baiano publicou na edição dos dias 2 e 3 do Diário Oficial do Estado a Lei nº 13.185/14, que estabelece normas para a promoção do magistério público do ensino fundamental e médio do Estado da Bahia para os anos de 2015 e 2016.

A lei beneficia servidores ocupantes de cargo permanente de professor e coordenador pedagógico em efetivo exercício que, necessariamente, precisarão fazer o Curso de Aperfeiçoamento em Tecnologia Educacional, cujas inscrições serão realizadas de 5 a 11 de julho, pelo Portal da Uneb (www.uneb.br/cursoti).

A inscrição para o curso gratuito garantirá a antecipação de 3,7% do valor da promoção, de acordo com o vencimento básico do servidor, na folha de pagamento deste mês de julho de 2014.

De acordo com o secretario da Educação do Estado da Bahia, Osvaldo Barreto, a Lei faz parte de um conjunto de ações de valorização dos professores que vem sendo desenvolvidas pelo Estado nos últimos sete anos. “

PROGRESSÃO FUNCIONAL

Esta lei, segundo o governo, possibilita progressão funcional e vincula essa progressão ao processo formativo na área das tecnologias educacionais, que é fundamental para a melhoria da qualidade da educação.

O entendimento do secretário estadual de Educação, Osvaldo Barreto, é de que “a formação em tecnologias educacionais contribuirá para o desempenho em sala de aula, inclusive, possibilitando a otimização do uso dos tablets educacionais disponibilizados pelo Estado aos professores””.

POSSE DE ADÉLIA

A médica Adélia Pinheiro toma posse nesta quinta-feira, 2, como nova reitora da Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc). Ela sucede o professor Joaquim Bastos.

A cerimônia de posse será presidida pelo secretário estadual da Educação, Osvaldo Barreto, e está marcada para as 19h30min, no auditório do Centro de Arte e Cultura da universidade.

Adélia afirma ter compromisso com uma maior participação da Uesc em projetos nas comunidades de sua área de abrangência. Diz também que estará comprometida com o aprofundamento dos valores da “autonomia, democratização e ética, com foco na excelência e sempre aliado à sustentabilidade institucional”.

MIRALVA SERÁ EXONERADA DA DIREC 7

Miralva perde força no grupo de Geraldo e será exonerada.

A presidente do PT de Itabuna, Miralva Moitinho, será exonerada do cargo de diretora da Direc 7. O decreto será publicado amanhã (24) ou, no máximo, em 30 dias.

O decreto sairia neste final de semana, mas o secretário estadual da Educação, Osvaldo Barreto, ligou para a dirigente e afirmou que não tem como prática “exonerar sem antes informar” à vítima.

Miralva se reúne com diretores aliados na região da Direc 7 para decidir se aceita a “exoneração a pedido” ou tira, imediatamente, 30 dias de férias e sai assim que retornar.

A exoneração, conforme fontes petistas, foi pedida pelo deputado federal Geraldo Simões após receber “um bilhão” de queixas contra Miralva. O parlamentar também seguiu orientações de sua esposa, Juçara Feitosa, para que exonerasse Miralva para não ter prejudicar ainda mais os projetos políticos do grupo.

A leitura interna, no PT, é de que Miralva cai mesmo porque, há muito, vinha agindo e negociando como uma outra força dentro do PT.

Pelo decreto que seria publicado no último sábado, sabe-se que a professora Rita Dantas, muito próxima ao casal Simões, foi escolhida como substituta.

Um grupo de petistas tentará salvar Miralva. Puro pragmatismo, nada de solidariedade à “companheira”. O próprio gesto do secretário Osvaldo Barreto vai nesse sentido. Ele é de grupo antagônico ao do deputado Geraldo Simões.

PROGRAMAÇÃO DO ANIVERSÁRIO

Falamansa se apresenta hoje à noite na Praça Rio Cachoeira

A festa de aniversário de Itabuna, que acontece na Praça Rio Cachoeira, terá continuidade hoje com a presença da banda de forró Falamansa, cuja apresentação está programada para as 21 horas. Ontem, no primeiro dia do evento, os destaques foram Reginaldo Rossi e a banda de pagode Raça Negra.

O calendário de eventos do aniversário teve, às 11 horas de hoje, a inauguração da nova sede da Secretaria Municipal da Saúde, na Rua Barão do Rio Branco. Logo mais, às 15 horas, será lançada a pedra fundamental da futura sede da Câmara de Vereadores, na Avenida Princesa Isabel.

Às 15h30min, no auditório da FTC, o governador Jaques Wagner o secretário estadual da Educação, Osvaldo Barreto, assinam o “Pacto com os Municípios”, compromisso do programa “Todos pela Escola”, que tem como meta assegurar que todas as crianças das escolas públicas baianas estejam alfabetizadas até os oito anos de idade.

Ainda hoje, às 16h30min, Wagner e o presidente da Bahiagás, Davidson Magalhães, inauguram a Estação de Transferência de Custódia (ETC) de gás natural, no Centro Industrial de Itabuna. À noite, na sede da AABB, haverá a outorga de títulos de cidadão itabunense.

CISO DEMITE 11 FUNCIONÁRIOS. ESTADO NÃO PAGA ALUGUEL HÁ CINCO MESES

Ciso atende 2.790 alunos da rede estadual, mas sofre com calote do governo.

O Colégio Sesquincenteário (Ciso), uma das mais tradicionais instituições de ensino da Bahia, teve que dar aviso prévio a 11 funcionários hoje por causa de um calote do estado. A instituição teria entrado em dificuldades financeiras após a Secretaria Estadual de Educação (SEC) não pagar pelo aluguel de salas de aula, auditório, biblioteca, ginásio de esporte e parque aquático.

O PIMENTA entrou em contato com a direção do Ciso. Marcos Brandão confirmou a dívida, mas disse que preferia negociar com o estado a falar sobre o calote nesse momento. Ele, no entanto, afirmou que o atraso de cinco meses gerou estrangulamento financeiro do colégio e a necessidade de demitir funcionários, principalmente da parte de apoio.

A escola deu aviso prévio a 11 funcionários contratados para manutenção das instalações e atenção aos 2.790 alunos da rede estadual. O repasse mensal do estado era destinado ao pagamento dos funcionários. “Tive que dar aviso prévio”, afirma Marcos Brandão, sem, no entanto, querer se aprofundar no assunto.

Conforme este blog apurou, estado e direção do Ciso mantinham uma parceria de quase 30 anos. O repasse pelo uso da estrutura física era feito nos últimos cinco anos, mas “travou” no início de 2011.

Nos 25 anos iniciais do contrato a escola oferecia a estrutura e o estado, apenas os professores. A dívida alcança R$ 50 mil. O colégio foi fundado há 48 anos por Josué Brandão e sempre foi referência tanto no ensino como na revelação de talentos no esporte. Há vários anos a estrutura é dividida entre Ciso Particular, Ciso Estadual e Municipal.

A Secretaria Estadual de Educação (SEC) informou a renovação do contrato depende da palavra final da equipe de engenharia civil, que vistoriou a estrutura física de toda a escola. Foram duas vistorias feitas neste ano. A primeira não recomendou a renovação de contrato. O parecer da última deverá ser entregue nos próximos dias.

Ao PIMENTA, a SEC não reconheceu que haja calote por parte do estado, pois a pendência ocorre devido a problemas estruturais da escola. A escola será indenizada pelo uso do espaço físico nestes cinco meses.

SELO PARA A IGUALDADE RACIAL

O Colégio Estadual Duque de Caxias, de Jequié, foi um dos contemplados nesta segunda-feira, 21, com o Selo Educação para a Igualdade Racial 2010. A entrega aconteceu durante solenidade em Brasília, na qual o Estado teve como representante o secretário da Educação Osvaldo Barreto.

O Selo para a Igualdade reconhece políticas voltadas à preservação do patrimônio histórico e cultural dos povos negros no Brasil e na África. Segundo Barreto, o prêmio obtido pela unidade vinculada à Secretaria da Educação do Estado reflete a preocupação do governo com as políticas que “valorizam a cultura étnica e o fortalecimento da autoestima dos estudantes negros”.

A Escola Duque de Caxias fica na comunidade de Barro Preto, em Jequié, e está inserida em uma área quilombola.

QUE NÃO FIQUE NA TEORIA

Secretário Osvaldo Barreto fala para educadores em Ilhéus (foto Divulgação)

O secretário da Educação da Bahia, Osvaldo Barreto, disse tudo nesta quarta-feira, 23, em Ilhéus, onde apresentou o programa “Pacto pela Educação”. A proposta é reunir esforços de todas as esferas de poder para melhorar o nível do ensino e centrar fogo no combate ao analfabetismo.

“Se nós não tratarmos a educação como objetivo único, não vamos a lugar algum”, sentenciou o secretário. Complementando o raciocínio, Barreto afirmou que “é preciso conjugar esforços pela garantia e melhoria do direito de aprender”.

Belas e sábias palavras, mas que não fique só nisso!

“RAIO X” DA EDUCAÇÃO NA BAHIA

Em entrevista ao Jornal Bahia Online, o secretário de Educação da Bahia, Osvaldo Barreto, apresenta um “raio x” da rede pública de ensino no Estado. Além de investimentos com o intuito de melhorar o desempenho do setor, Barreto aborda o tema que é um dos fatores de preocupação na atualidade: a violência nas escolas. Mas faz questão de classificar como preconceituosa a ideia de que a violência e o tráfico estão limitados aos jovens que estudam em estabelecimentos públicos. “Achar isso é o fim”, resume.

Leia a íntegra.