WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia





março 2019
D S T Q Q S S
« fev    
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31  

editorias






:: ‘Pague Menos’

INDIANA ACIRRA BRIGA NO SEGMENTO DE FARMÁCIAS E DROGARIAS EM ITABUNA

Indiana abre primeira filial do sul da Bahia em Itabuna || Divulgação

A briga no segmento farmácias e drogarias em Itabuna ficará ainda mais acirrada a partir da próxima semana. Um dos grupos mais fortes em Minas e no extremo-sul baiano, a Indiana abrirá a primeira unidade no sul da Bahia no dia 21.

A unidade da Indiana será inaugurada na Avenida do Cinquentenário, Centro. O Grupo Indiana conta com mais de 80 unidades em Minas Gerais e na Bahia.

O segmento de farmácias e drogarias ganhou novas marcas e unidades em Itabuna nos últimos meses, a exemplo da Ultra Popular, que em Itabuna tem como associado o Grupo Velanes. Grandes redes de capilaridade nacional já estão há tempo, dentre elas Drogasil e Pague Menos.

ESTAGIÁRIO É INDENIZADO EM R$ 225 MIL PELA PAGUE MENOS

Pague Menos: indenização a cliente.

Pague Menos: indenização a estagiário – Foto Mila Cordeiro.

Do A Tarde

A juíza Maria Aparecida Prado Fleury Bariani, da 4ª Vara do Trabalho de Goiânia, determinou que a rede de farmácias Pague Menos deve pagar R$ 225 mil, equivalente a direitos trabalhistas, ao ex-estagiário da empresa Danilo da Silva Souza. A magistrada estabeleceu que neste valor estão incluídos o pagamento de horas extras, adicional de transferência no valor de 25% de seus salários, multa por descumprimento da Convenção Coletiva de Trabalho (CCT) e danos morais no valor de R$ 15 mil.

Danilo Souza alegou que foi contratado como estagiário pela Pague Menos em 16 de dezembro de 2010, com o salário mínimo à época (R$ 510) e jornada de trabalho entre 8h às 14h, de segunda-feira a sábado. Segundo ele, o contrato, encerrado em outubro de 2011, não obedecia às regras da Lei do Estágio. Danilo alegou que foi à Justiça para ter o período reconhecido como contrato de trabalho.

O estagiário pediu à Justiça “o reconhecimento da descaracterização do contrato de estágio e da unicidade contratual, a retificação da CTPS e o pagamento das parcelas trabalhistas no período”. Na ação, Rafael Lara Martins, sócio do escritório Lara Martins Advogados, expôs que o estagiário era submetido a jornada semanal “bem superior” a 6h30 e trabalhava nos finais de semana, “o que configura pleno desrespeito à carga horária legalmente definida para os contratos de estágio e sem receber qualquer adicional para o labor extra”.

:: LEIA MAIS »

PAGUE MENOS “MORDIA” SALÁRIO DE FUNCIONÁRIOS

A rede de farmácias Pague Menos S.A foi denunciada por efetuar descontos ilegais de salário quando o funcionário esquecia de alterar preços de produtos, descartar medicamentos fora da validade ou  perdia comprovante de compras de clientes que usavam cartão de crédito. A proibição vale para a matriz em Itabuna e filiais na Bahia.

A empresa assinou termo de ajustamento de conduta (TAC) com o Ministério Público do Trabalho (MPT) em que se compromete a não mais efetuar os descontos ilegais. De acordo com a procuradora do MPT em Itabuna, Letícia Vieira, a prática de descontos ilegais no salário do trabalhador foi denunciada pela 4ª Vara do Trabalho em Itabuna.

A rede também será obrigada a informar no contracheque do empregado todo e qualquer desconto ocorrido no salário. A procuradora enfatiza que somente são legais os descontos por adiantamento ou firmados em negociação coletiva.






WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia