WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
cenoe





novembro 2018
D S T Q Q S S
« out    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
252627282930  

editorias






:: ‘Paulo Souto’

EMPRESÁRIO QUE CHAMOU PAULO SOUTO DE “BOM FILHO DA PUTA” É CONDENADO A PAGAR R$ 295 MIL

Cavalcanti xingou Paulo Souto || Foto Tiago Melo

R$ 295 mil. Este é o valor que o empresário baiano João Cavalcanti deverá pagar ao ex-governador e hoje secretário da Fazenda de Salvador, Paulo Souto (DEM), a título de indenização por danos morais. Cavalcanti, conhecido como Homem do Minério na Bahia, chamou Souto de “bom filho da puta” numa entrevista à Rádio Tudo FM, hoje extinta.

“[A declaração contra Souto] infligiu chancela de desmoralização quanto a sua condição de filho e referiu-se à genitora deste como uma mulher desqualificada, profissional do sexo, que obtém lucro através de serviços sexuais”, escreveu, na sentença, o juiz Paulo Albiani Alves, da 10ª Vara Cível e Comercial de Salvador. Com informações da Coluna Satélite, do Correio24h.

PREFEITURA LANÇA EDITAL DO TEATRO; ESTADO LIBERA R$ 24,8 MILHÕES PARA OBRA

Obras do Teatro foram paralisadas em outubro de 2006 || Foto Pedro Augusto

A Prefeitura de Itabuna lançou edital para contratar empresa que concluirá as obras do centro de convenções e teatro municipal. Pelo projeto, o teatro terá 700 lugares, além de equipamentos de som, iluminação e de segurança, conforme as normas técnicas internacionais. Os recursos para as obras serão garantidos pelo Governo do Estado.

O valor de referência para a obra será R$ 24,8 milhões. A licitação está prevista para as 9 horas do dia 19 de fevereiro, no Centro Administrativo Firmino Alves. A empresa vencedora terá prazo de oito meses para conclusão da obras.

As obras do Teatro Municipal e Centro de Convenções de Itabuna estão paralisadas desde outubro de 2006, quando o então governador Paulo Souto sofreu derrota eleitoral. O sucessor, Jaques Wagner, não deu continuidade às obras. Alegava que havia inconsistências e erros de engenharia. Parte dos R$ 24,8 milhões será utilizada na atualização do projeto.

R$ 17 MILHÕES JÁ GASTOS, SEGUNDO MP

Segundo levantamento do Ministério Público do Estado (MP-BA), a obra já consumiu R$ 17 milhões (reveja aqui). O MP-BA moveu ação civil pública, em 2013, quando foram levantados os recibos que apontaram os gastos milionários na obra inacabada.

O prefeito Fernando Gomes chegou a ser alvo da ação. À época, ele negou que os gastos tivessem alcançado a cifra informada pela promotoria. Pelas contas do prefeito, município e estado aplicaram, respectivamente, R$ 800 mil e R$ 2,9 milhões na obra (relembre aqui).

AZEVEDO, O INDECISO

marco wense1Marco Wense

O ex-alcaide José Nilton Azevedo, mais conhecido como capitão Azevedo, continua no mesmo erro de não tomar posição diante dos fatos políticos, fugindo deles como o diabo da cruz.

Essa hesitação, que é uma característica marcante no prefeiturável, só faz dificultar sua legítima e democrática pretensão de governar Itabuna pela segunda vez.

Até hoje não se sabe o voto de Azevedo na última sucessão estadual, se o militar votou em Geddel Vieira Lima, pelo PMDB, ou em Paulo Souto, o postulante de seu partido, o DEM.

O eleitor não gosta de político indeciso, que fica titubeando, sem saber o caminho que vai percorrer. Passa a impressão de insegurança, que anda desprestigiado pelo grupo político.

O saudoso e inesquecível jornalista Eduardo Anunciação tinha razão quando dizia que “Azevedo é uma espécie de político que não tem formação para o combate, não tem coragem, audácia, mesmo sendo militarista, mesmo sendo militar, mesmo sendo capitão, mesmo sendo bem intencionado como um político populista”.

Ora, até as freiras do Convento das Carmelitas sabem que Azevedo não é o nome da oposição na sucessão de Claudevane Leite. É o terceiro da fila. Na sua frente Fernando Gomes e o tucano Augusto Castro.

O que se faz urgente para o ex-prefeito, sob pena de ficar com o rótulo de ingênuo e politicamente infantil, é uma tomada de posição, do tipo “ou vai ou racha”. Não pode é ficar aceitando o cozimento em banho-maria.

E não adianta a conversa aqui no primeiro andar. O diretório municipal, sob a batuta de Maria Alice, já deu demonstrações de preferência por Fernando Gomes. Só por FG. A ex-dama de ferro não confia em Augusto Castro.

Azevedo tem que chegar para o prefeito ACM Neto, sem dúvida a maior liderança do DEM estadual e do demismo nacional, e abrir o jogo. No mínimo, estabelecer um prazo limite para que o chefe do Executivo tome uma posição.

Se José Nilton Azevedo se contenta em ser vice de Fernando Gomes ou de Augusto Castro, que fez de tudo para impedir sua candidatura a deputado estadual, tudo bem. Assume o papel de coadjuvante.

O que não pode é ficar sendo descartado impiedosamente não só pela cúpula municipal de DEM como pelo diretório do PSDB, presidido pelo também prefeiturável Augusto Castro.

Azevedo é um ex-prefeito. Merece respeito. Não pode ser tratado como carta fora do baralho, com desdém e, muito menos, com deboche.

Marco Wense é articulista do Diário Bahia.

EMBATES POLÍTICOS QUE VÃO PARA A JUSTIÇA

marivalguedes2Marival Guedes | marivalguedes@gmail.com

 

Indagado sobre o assunto, Marcelo Nilo respondeu: “Só porque eu perguntei quem pagava as contas dele quando ficou oito anos sem trabalhar, ele entrou na justiça contra mim.”

 

 

Em períodos pré-eleitorais, a justiça costuma  solicitar  às assessorias jurídicas de partidos e candidatos(as) que ponderem antes de entrar com uma ação. O objetivo é evitar o excesso de processos nos tribunais.

Mas nos embates pelo voto é difícil haver conciliação entre as partes. Na última eleição para governador, o então candidato Rui Costa entrou com ação contra o prefeito ACM Neto que entrou com uma ação contra Rui Costa.

Quando acabou a disputa, os dois negociaram e retiraram os processos. O candidato Paulo Souto, derrotado, fez o mesmo. “Houve um entendimento entre ambas as partes para que todas as ações do período eleitoral fossem desfeitas. Não tem mais sentido”, afirmou Paulo Souto.

Dos embates durante as campanhas, o do presidente da Assembleia Legislativa, deputado Marcelo Nilo, com o deputado federal Antonio Imbassahy,  ganhou repercussão.

Marcelo Nilo disse que seu desafeto é traidor e puxa-saco. Imbassahy retrucou afirmando que Marcelo Nilo tem mente desequilibrada e deveria procurar um psiquiatra, um terapeuta, um centro espírita ou qualquer outra forma de ajuda para se curar desse problema.

A peleja continuou, Imbassahy sentiu-se ofendido por uma declaração  do presidente da assembleia e entrou com uma ação na justiça. Indagado sobre o assunto, Marcelo Nilo respondeu: “Só porque eu perguntei quem pagava as contas dele quando ficou oito anos sem trabalhar, ele entrou na justiça contra mim.”

Na verdade, durante uma entrevista, o presidente da Assembleia disparou uma série de perguntas ao adversário:

“Ele passou oito anos sem trabalhar, a mulher dele não trabalha, então quem paga as contas dele? Quem sustenta ele? Foi algum empresário? Ele viajava para o exterior sempre, passeava de carros luxuosos. Mas com o dinheiro de quem? Quem paga essa conta? Ele tem que responder”.

Marival Guedes escreve crônicas aos domingos no Pimenta.

SOUTO DIZ QUE PENSÃO VITALÍCIA É JUSTA

Souto considera pensão vitalícia justa (Max Haack/B. Notícias).

Souto considera pensão vitalícia justa (Max Haack/B. Notícias).

O ex-governador Paulo Souto (DEM) disse considerar justa a pensão vitalícia a que terá direito por ter administrado o estado por dois mandatos. A pensão foi aprovada pela Assembleia Legislativa nesta semana. Ex-governadores com, pelo menos, 30 anos de contribuição e que comandaram o governo por quatro anos ou mais terão direito a R$ 19,3 mil mensais.

– Acho justo. Não terei nenhum constrangimento em passar a receber – disse Souto, que recebe, atualmente, aposentadoria de R$ 2.700, o que considerava pouco para a dedicação de 40 anos à vida pública.

O ex-governador Roberto Santos que geriu o estado há quase 40 anos, disse que já recebe a pensão vitalícia e também classifica como necessária. “É mais do que justa para quem atravessou todo esse movimento até chegar lá”, frisou. Além deles, também terão direito ao benefício os ex-governadores César Borges, João Durval e, em 2015, Jaques Wagner. Com informações do Bocão e Tribuna da Bahia.

A VINGANÇA DO PRIMO DE PAULO SOUTO

Zairo controla 9 vereadores e trava prefeitura.

Zairo se vinga dos canavieirenses, após a derrota do primo Paulo Souto.

A oposição em Canavieiras está jogando politicamente contra o prefeito Almir Melo (PMDB) e afetando a população. Segundo a coluna Tempo Presente, d´A Tarde, os cofres da prefeitura estão cheinhos, mas a oposição – controlada pelo ex-prefeito Zairo Loureiro (DEM) e maioria na Câmara, nega os pedidos de suplementação enviados pelo prefeito.

Resultado: prefeitura travada, com dinheiro, mas sem poder executar obras previstas.

Zairo Loureiro é primo do ex-governador Paulo Souto.  Souto levou uma sova na cidade que ele chama de “sua” (dele, claro!). Enquanto o petista Rui Costa obteve 8.160, Souto amealhou apenas 4.992 votos em Canes. A raiva de Zairo, que controla 9 dos 11 vereadores da cidade, aumentou ainda mais após a ressaca eleitoral.

SOUTO AINDA NÃO SABE EXPLICAR DERROTA “TÃO GRANDE” PARA RUI COSTA

Souto: continua sem explicação.

Souto: continua sem explicação.

O ex-governador Paulo Souto (DEM) disse que ainda não sabe “explicar uma diferença tão grande” imposta pelo adversário Rui Costa (PT), que o derrotou em 5 de outubro.

– Não houve nenhum erro grave. Uma parte da população, de alguma forma, estava votando na candidata do governo (Dilma Rousseff) e acabou tomando essa decisão [de votar em Rui Costa, que é do mesmo partido] – disse ele em entrevista ao programa Cacá Ferreira, da Rádio Difusora de Itabuna.

Para ele, só o voto “casadinho” seria a hipótese mais aceitável para o resultado imposto por Rui. Souto foi derrotado ao governo baiano pela terceira vez consecutiva. Antes, havia perdido a peleja, sucessivamente, para Jaques Wagner (PT).

Souto disse ter feito uma campanha “alegre, com muita tranquilidade”. E completou: “de modo que não consigo fazer uma análise que indique [as razões da derrota]”.

O democrata estará em Itabuna nesta quarta (22) para participar de uma carreata em apoio ao candidato a presidente da República pelo PSDB, Aécio Neves, à tarde.

Souto evitou falar de aposentadoria política. “O dia de amanhã ninguém sabe. Digo, nesse momento, que vou continuar presente nas coisas da Bahia”.

RUI GANHA EM ILHÉUS E PERDE EM ITABUNA

O governador eleito da Bahia ganhou por pouco mais de três mil votos em Ilhéus. A cidade governada pelo aliado Jabes Ribeiro (PP) deu 32.417 votos a Rui Costa (PT). Paulo Souto (PSDB) obteve 29.062. Surpreendeu no município o desempenho de Lídice da Mata, que ficou com 13.778 votos.

Já em Itabuna, governada pelo também aliado Claudevane Leite (PRB), Rui perdeu por diferença de 7.581 votos para Souto. O petista teve 39.982 votos ante 47.563 do democrata. Lídice teve 6.949 votos.

Governador – Percentual votos válidos em Ilhéus

Rui (PT) – 41,93%
Souto (DEM) – 37,59%
Lídice (PSB) – 17,82%

Governador – Percentual votos válidos em Itabuna

Souto (DEM) – 49,40%
Rui (PT) – 41,52%
Lídice (PSB) – 7,22%

ELEIÇÕES 2014 – RESULTADO FINAL NA BAHIA

eleições 2014O governador eleito da Bahia, Rui Costa (PT), fechou com 3.558.975 votos (54,53% dos votos válidos) e ganhou com frente superior a 1,11 milhão de votos de Paulo Souto, que obteve 2.440.409 (37,39%).

Clicando nos links abaixo, o leitor poderá conferir o resultado final para o Palácio de Ondina, Senado Federal, presidência e parlamentos estadual e federal, com os respectivos eleitos. A disputa presidencial será definida em segundo turno. Os nomes em negrito são os eleitos.

Presidente

Governador

Senador

Deputado Federal

Deputado Estadual

DERROTADO PELA 3ª VEZ, SOUTO DIZ QUE NÃO SABE O QUE DEU ERRADO

Souto: sem explicação.

Souto: sem explicação.

O candidato derrotado Paulo Souto (DEM) reconheceu na noite deste domingo, 5, que se surpreendeu com a vitória de Rui Costa no primeiro turno da eleição na Bahia. “Claro que foi uma surpresa. Não sou capaz de dizer o que houve”, afirmou.

Mesmo abatido com seu desempenho nas urnas, Souto destacou o resultado nas eleições legislativas para deputados estaduais e federais. “O Democrata continua a ser uma força política e está preparado para futuras batalhas”, disse.

O prefeito ACM Neto (DEM) teve discurso semelhante e ressaltou a participação do partido nas eleições proporcionais. “A oposição cresceu muito. Ampliamos na Assembleia (Legislativa) e na Câmara de Deputados. Isso mostra um equilíbrio na política na Bahia. Paulo Souto saiu vitorioso, ampliando o capital eleitoral da oposição na Bahia, assim como a perspectiva no futuro”, disse o prefeito, ressaltando que em 2010 o ex-governador teve 16% dos votos e conquistou mais do que o dobro na eleição deste ano.

“As urnas mostram um recado claro ao PT, que ele precisa ter mais atenção seja com Salvador, seja com a Bahia. Isso precisa ser entendido pelo governador eleito”, afirmou ele, sugerindo que a população está insatisfeita com os petistas. Leia mais n´A Tarde.

BOCA DE URNA DO IBOPE MOSTRA RUI COM 49% E SOUTO COM 39%

Rui tem 49%, Souto 39% e Lídice 9%, segundo Ibope.

Rui tem 49%, Souto 39% e Lídice 9%, segundo Ibope.

O Ibope divulgou pesquisa de boca de urna, há pouco, e mostra Rui Costa, do PT, com 49% dos votos. Paulo Souto, do DEM, aparece com 39%, enquanto Lídice tem 9%.

A margem de erro da pesquisa é de dois pontos percentuais, o que impossibilita dizer se a eleição no estado será ou não definida ainda no primeiro turno, segundo o Ibope. A pesquisa foi encomendada pela Rede Bahia e ouviu 5 mil eleitores.

SOUTO ESQUECE DOCUMENTO COM FOTO E É IMPEDIDO DE VOTAR

Souto é barrado por esquecer documento com foto (Max Haack/B. Notícias).

Souto barrado por esquecer documento com foto (Max Haack/B. Notícias).

O candidato ao governo da Bahia Paulo Souto (DEM) foi impedido de votar, nesta manhã de domingo (5), por não portar um documento com foto. O democrata, que vota na Escola Pedro Calmon, no Jardim Armação, foi orientado pelos mesários de sua seção eleitoral a se dirigir a coordenação para resolver o problema.

O prefeito de Salvador ACM Neto acompanhava o candidato e afirmou que o incidente aconteceu por conta de “muita correria e muita coisa na cabeça”. Para ele, a apresentação obrigatória de um documento com foto garante mais segurança no processo das eleições. “Esse fato vai entrar nos casos pitorescos da política da Bahia”, completou Neto. Souto retornou à sua casa para pegar seu documento. Informações do Bahia Notícias.

IBOPE: RUI EMPATA COM SOUTO EM 36%

Lídice, Marcos Mendes, Souto, Mallet, Da Luz e Rui (Google).

Lídice, Marcos Mendes, Souto, Mallet, Da Luz e Rui (Google).

Pesquisa Ibope divulgada há pouco revela disputa empatada entre Paulo Souto (DEM) e Rui Costa (PT) em 36%. O levantamento foi encomendado pela Rede Bahia.

Lídice da Mata (PSB) aparece com 4%. Renata Mallet (PSTU) e Marcos Mendes (PSOL) obtiveram 1% cada um. Da Luz (PRTB) que tinha 1%, não pontuou desta vez. Brancos e nulos são de 10% e os indecisos 12%.

Quando computados apenas os votos válidos, Rui Costa e Paulo Souto aparecem com 46% das intenções de voto. Lídice com 5%. A simulação de segundo turno mostra outro empate entre Rui e Souto: 39%.

A pesquisa ouviu 2.002 pessoas, no período de 1 a 4 de outubro, e está registrada no Tribunal Regional Eleitoral (TRE) sob o número BA-00031/2014. A margem de erro é de 2 pontos percentuais.

Atualizado às 22h10min

SOUTO FALA EM VITÓRIA NO 1º TURNO

Souto acena para eleitores durante carreata no oeste do estado.

Souto, de boné, acena para eleitores durante carreata no oeste do estado.

O candidato do DEM ao governo da Bahia, Paulo Souto, disse crer em sua vitória no primeiro turno. “Senti o desejo de mudança do povo da Bahia. É isso que me enche de confiança na vitória neste domingo”. Hoje, Souto fez uma maratona que incluiu sete municípios, dentre eles Barreiras, Luís Eduardo Magalhães e Itiúba.

Souto prometeu descentralizar a sua administração. Em Barreiras, comprometeu-se a criar a Unidade de Administração do Oeste, caso eleito, além de retomar a construção da Unidade de Pronto-Atendimento (UPA) de Barreiras e ampliação dos serviços do hospital regional do município.

SOUTO EM ITANHÉM…

Souto observa o público, enquanto Geddel discursa (Foto Itanhem Fest).

Souto observa o público, enquanto Geddel discursa (Foto Itanhém Fest).

Atrair multidões a comícios, carreatas e caminhadas não significa, exatamente, vitória nas urnas. É a ressalva. Agora, ao fato. Após Canavieiras, Paulo Souto (DEM) voltou a se decepcionar com o público atraído a seus eventos. O candidato a governador contou com pouca gente para um palavrório, ontem (1º), em Itanhém, no extremo-sul do estado.

Candidato a governador da Bahia pela quinta vez, o democrata saiu contrariado com a organização do evento e com a coordenação da sua campanha. Ontem, ele rodou por municípios do extremo-sul em série de eventos em que prometeu construir um hospital regional por lá. Imagens cedidas pelo site Itanhém Fest.

Público de comício ontem pela manhã em Itanhém (Foto Itanhém Fest).

Público de comício ontem pela manhã em Itanhém (Foto Itanhém Fest).

SEGUNDO ROUND

Rui Costa e Souto tabelaram com Lídice e nanicos.

Rui Costa e Souto tabelaram com Lídice e nanicos.

Poucos são os políticos que apostam no encerramento da disputa ao Palácio de Ondina já no domingo (5). O sentimento é de segundo turno entre Paulo Souto (DEM) e Rui Costa (PT). E não é por causa da pesquisa Babesp (Datanilo), que não é levada a sério pelo democrata e recebeu ‘gracejo’ do petista (“estou melhor que o informado”).

Ainda falando desse sentimento de segundo round na disputa de 2014, os dois candidatos evitaram confronto direto no debate de ontem na TV Bahia de ACM “O” Neto. Quando tinham a chance de perguntar, tanto Souto como Rui procuravam Lídice da Mata (PSB) ou os representantes dos “nanicos” (Marcos Mendes-PSOL e Da Luz-PRTB).

Lídice gostou de ser acionada tantas vezes, pois ganhou evidência. Aos outros dois, conveniências. A subida de intenções de voto em Lídice significa garantia de novo round.

Por enquanto, apenas uma certeza: o favoritismo de Souto ficou no passado. Outra, bem relativa, é que a chave para assegurar a vitória no primeiro turno (ainda) está nas grandes.

Em tempo, a última pesquisa antes da eleição estadual será a do Ibope. A divulgação está prevista para o próximo sábado, no BA-TV (Rede Bahia). Não se espante, caro leitor, se houver um “senhor” ajuste nos números.

“COLADOS” NA HORA DO VOTO

Geddel, Souto e Neto votam pela manhã, em Salvador. Vice não acompanha trio (Foto Valter Pontes).

Geddel, Souto e Neto votam em Salvador. Vice não acompanha trio (Foto Valter Pontes).

O candidato a governador da Bahia pelo DEM, Paulo Souto, votará acompanhado do seu candidato ao Senado, Geddel Vieira Lima (PMDB), e do prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM), segundo divulgou a assessoria da campanha há pouco.

Souto votará às 9h, na Escola Pedro Calmon, no Jardim Armação. Às 10h, Geddel vota no Colégio Antônio Vieira (Garcia). O último a votar será o prefeito, às 11h, na Faculdade de Administração da Ufba, no Vale do Canela.

A assessoria, porém não informou o roteiro do vice na chapa de Souto, Joaci Góes (PSDB), no dia da eleição.

PAULO SOUTO E RUI COSTA EMPATAM EM PESQUISA BABESP

Rui empata com Souto, enquanto Lídice oscila para 6,16%.

Rui empata com Souto, enquanto Lídice oscila para 6,16%.

A nova pesquisa do Instituto Babesp revela empate entre os dois principais candidatos na corrida ao Palácio de Ondina. Paulo Souto (DEM) oscilou de 37% para 35,05%, enquanto Rui Costa (PT) cresceu sete pontos percentuais, saltando de 27%  para 34,15%.

A pesquisa traz ainda Lídice da Mata (PSB) com 6,16% das intenções de voto. Renata Mallet (PSTU) atinge 0,55%, Da Luz (PRTB) vai a 0,5% e Marcos Mendes (PSOL) fica com 0,35%.

De acordo com a pesquisa, o percentual de indecisos atinge 14,52%. O índice de brancos e nulos fica em 8,71%.

RUI À FRENTE COM “PADRINHOS”
A pesquisa mostra Rui Costa com 37,76% das intenções de voto quando apresentado com o apoio do ex-presidente Lula, Dilma Rousseff e Jaques Wagner.

Paulo Souto cai para 32,65% quando associado a Aécio Neves (PSDB) e ACM Neto (DEM).

Lídice ganha pouco quando associada à presidenciável Marina Silva (PSB): 6,76%. Mallet cai a 0,4% quando apresentada com Zé Maria.

Da Luz fica com 0,35% com Levy Fidélix. Marcos Mendes tem 0,25% com o apoio da presidenciável Luciana Genro, também do PSOL.

Neste cenário, o percentual de branco e nulo vai a 9,01% e o de indecisos, 12,77%.

SEGUNDO TURNO
A pesquisa mostra Rui numericamente à frente de Souto na disputa em eventual segundo turno: 40% a 37%.

A pesquisa foi feita no período de 24 a 29 de setembro com 2 mil eleitores em 85 municípios baianos. A margem de erro é de 2,2 pontos percentuais. O levantamento está registrado no Tribunal Regional Eleitoral (TRE-BA) sob o protocolo 00028/2014.

NOTA DE ESCLARECIMENTO

Diante da acusação de censura prévia de propaganda eleitoral apontada por representantes do partido Democratas (DEM) em coletiva de imprensa nesta segunda-feira (29/9), o juiz Cláudio Césare Braga Pereira, membro do Tribunal Regional Eleitoral da Bahia (TRE-BA), esclarece:

· Não se pode confundir a liberdade de imprensa com a liberdade assegurada à propaganda eleitoral. Enquanto no primeiro caso não é permitida a censura prévia, no segundo, a própria legislação eleitoral prevê a suspensão da publicidade quando esta incorrer em excessos ou abusos;

· Dos 13 mandados de segurança impetrados no TRE-BA de 23 de setembro até o último domingo (28/9), semana em que atuei como Juiz plantonista, 11 foram de autoria das coligações do PT e duas do DEM, daí a maior parte das decisões tratarem dos candidatos petistas. O mesmo entendimento que levou à supressão de parte da propaganda do DEM justificou também a decisão quando foi requerida a supressão de parte da propaganda do PT;

· Durante o plantão, dos 11 processos requeridos pelo PT, deferi liminar em sete, ao passo que, das duas propostas pelo DEM, deferi ambas;

· As 13 decisões de minha autoria foram proferidas no plantão porque, se assim não o fossem, perderiam a efetividade, já que as propagandas seriam veiculadas no dia seguinte. O plantão é semanal e realizado justamente para isso: julgar demandas urgentes que cheguem à Justiça Eleitoral fora do expediente, nos feriados e fins de semana. Ainda que a madrugada esteja incluída neste período, é válido ressaltar que as liminares mencionadas só foram concedidas antes da meia-noite, diferentemente do que afirmado pela agremiação;

· Embora tenham sido proferidas 11 decisões relacionadas ao PT, todas elas se referem a uma única propaganda. Ocorre que, apesar de ser uma mesma propaganda, ela é repetida várias vezes, ensejando a chegada de diversos processos no TRE-BA, procedimento operacional que não depende do magistrado;

· As decisões não proibiram a referência, na propaganda, à matéria da Veja. Apenas determinou que trechos da propaganda do DEM fossem suprimidos da mesma maneira que determinou que trechos da propaganda do PT fossem retirados.

Ao longo do processo eleitoral, proferi diversas decisões, a favor e contra ambas as candidaturas, não havendo porque se falar em  privilégio de uma em detrimento da outra. Enfatizo que as minhas decisões têm buscado seguir uma linha de coerência. O mesmo entendimento que adotei para retirar trechos da propaganda quando o pedido foi feito pelo candidato Rui Costa, usei quando o pedido partiu do candidato Paulo Souto. Ambos os candidatos tiveram o mesmo tratamento.

SOUTO ACUSA JUDICIÁRIO DE “CENSURA”; RUI VÊ ESTRATÉGIA COMO INTIMIDAÇÃO

Souto fala em "censura prévia" ao DEM em denúncia contra judiciário.

Souto fala em “censura prévia” ao DEM em denúncia contra judiciário.

Paulo Souto, ACM Neto e Geddel Vieira Lima se reuniram em coletiva hoje para espinafrar a Justiça Eleitoral. O trio acredita que o judiciário está pendendo para o outro lado na disputa eleitoral de 2014. O outro lado, no caso, é a candidatura do petista Rui Costa.

Acusam um juiz eleitoral, Cláudio Cesare Braga Pereira, de fazer censura prévia a material do DEM que vincula candidatos petistas ao Instituto Brasil, de Dalva Sele Paiva. A campanha de Souto utilizou nos comerciais exibidos nos intervalos da programação das emissoras abertas e no horário eleitoral acusações publicadas na Revista Veja. Dalva acusa sem apresentar provas, o que levou o juiz a vetar as inserções.

A campanha de Souto diz que vai ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE). “Vamos formalizar uma reclamação constitucional, alegando descumprimento da lei, ao Tribunal Superior Eleitoral sobre o mecanismo de censura prévia ao qual estamos sendo submetidos nessa fase final da campanha”, disse o candidato ao governo pela quinta vez.

O candidato do DEM desconfia das ligações do juiz Cláudio Cesare com o PT. Isso, porque o magistrado é genro do ministro da Controladoria-Geral da União (CGU), o itabunense Jorge Hage.

RUI DIZ QUE SOUTO QUER INTIMIDAR JUDICIÁRIO

À estratégia do DEM, o comando da coligação do petista Rui Costa reagiu. Emitiu nota em que classifica a estratégia como tentativa de intimidar o judiciário. “O comportamento dos candidatos do DEM, da oposição e do prefeito de Salvador, quando tecem críticas e lançam suspeição sobre o Poder Judiciário da Bahia, além de ser uma falta de respeito a um poder constituído, revela o incômodo desse grupo de conviver com o processo democrático e nada mais é que uma tentativa de intimidar a Justiça”, cita a nota.

A coligação petista classifica a denúncia de Dalva Sele de “armação eleitoreira” que a Justiça não aceitou. “…E eles reagiram da forma que sabem fazer, agredindo àqueles que deles divergem. A independência dos poderes e o respeito a cada um deles formam um dos sustentáculos da democracia, o que esse grupo não entende porque tem na sua origem a prática contumaz da imposição e da subserviência”.

DECEPÇÃO DE SOUTO EM CANAVIEIRAS

Paulo Souto (DEM) fez comício ontem (28) à noite em Canavieiras, no sul da Bahia. Apesar do reforço de Geddel Vieira Lima (PMDB), candidato ao Senado, Souto saiu contrariado da Terra do Caranguejo por causa da praça esvaziada durante o ato político, mesmo tendo atraído eleitores da vizinha Una.

Comenta-se em Canavieiras que o fiasco tem a ver com a ausência de Souto na cidade. O ex-governador, segundo comentários, virou as costas para a cidade que antes ele dizia ser sua terra. Até mesmo a casa da família foi abandonada.

Curiosamente, Lúcio Vieira Lima, deputado federal e candidato à reeleição, fez caminhada e carreata na noite anterior. Estava acompanhado do prefeito Almir Melo (PMDB). Almir, como se sabe, apoia os irmãos Vieira Lima, mas faz campanha para outro candidato a governador, o petista Rui Costa.

Público acompanha Souto em comício em Canavieiras.

Público acompanha Souto em comício em Canavieiras (cartazes atrapalham visão).

Imagem do palanque enquanto discursa o ex-ministro Geddel. No detalhe da seta, vereadora aparece sentada após sofrer acidente.

Atualização às 23h.

SOUTO PROMETE NOVO HOSPITAL E MATERNIDADE EM FEIRA

Souto, de verde, participa de carreata em Feira (Foto Valter Pontes).

Souto, de verde, participa de carreata em Feira ao lado de Geddel, Neto e José Ronaldo (Foto Valter Pontes).

O candidato a governador da Bahia pelo DEM, Paulo Souto, prometeu a requalificação dos serviços públicos de saúde em Feira de Santana, ontem (25), em visita ao segundo maior colégio eleitoral do estado. Segundo ele, será implantada uma maternidade em dois dos andares “ociosos” do Hospital da Criança.

Souto ainda prometeu apoio à Santa Casa de Misericórdia e a construção de um novo hospital geral para atender a Região Metropolitana de Feira. Ontem, o candidato promoveu carreata ao lado do candidato ao Senado, Geddel Vieira Lima (PMDB), e dos prefeitos ACM Neto (Salvador) e José Ronaldo (Feira).

Para o ex-governador, que disputa o Palácio de Ondina pela quinta vez, o governo petista “interrompeu” o desenvolvimento industrial de Feira. “Vamos trabalhar para que novas empresas venham se instalar aqui”. Outra promessa de Souto foi antecipar a construção de terceira pista da BR-324, que liga Feira à Região Metropolitana de Salvador.






WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia