WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia


agosto 2017
D S T Q Q S S
« jul    
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031  

editorias


:: ‘pcdob’

PCdoB PRESSIONA POR UMA DAS VAGAS AO SENADO NA CHAPA DE RUI COSTA

pc do bO PCdoB mandou aviso ao governador Rui Costa, nesta segunda (19): quer uma das duas vagas ao Senado Federal em 2018. E, para isso, apresentou três nomes: os deputados federais Alice Portugal e Daniel Almeida e o ex-prefeito de Juazeiro Isaac Carvalho.

Dirigente estadual do PCdoB, Davidson Magalhães recorre à “expressiva inserção do partido nos movimentos sociais, por ter três mandatos na Assembleia Legislativa e três na Câmara Federal, além do PCdoB estar alinhado com o projeto desde os primeiros enfrentamentos ao carlismo” para pressionar Rui Costa.

Para reforçar a conta para 2018, Davidson lembra as votações obtidas por Alice e Daniel em 2018 e o fato de Isaac ter sido reeleito em 2012 e ter feito o sucessor, ano passado, na Prefeitura de Juazeiro, uma das dez maiores do Estado.

Davidson nem mesmo esqueceu do sempre questionado Instituto Paraná, que, em pesquisa recente, apontou Alice Portugal como a segunda em intenções de voto na corrida ao Senado. Alice aparece com 26% das intenções, enquanto o líder, Jaques Wagner (PT), ex-governador baiano, figura com 36%.

O documento elaborado na reunião do conselho, hoje, também fala em assegurar as três vagas na Câmara Federal e quatro na Assembleia Legislativa. Outra prioridade é a reeleição de Rui Costa. O partido, porém nada fala sobre o cenário nacional. Há dias recuados, como diria o analista Eduardo Anunciação, Davidson disse que era legítimo ao partido ter outro nome que não o de Lula. Gerou polêmica no plano estadual.

CÚPULA DO PCdoB SONDA ALDENES PARA DISPUTA EM 2018

Cúpula do PCdoB trabalha para que Aldenes dispute eleição em 2018.

Cúpula do PCdoB trabalha para que Aldenes dispute eleição em 2018.

Reeleito com a segunda maior votação para a Câmara de Itabuna, Aldenes Meira ainda não definiu se será candidato a deputado estadual. Por enquanto, só depende dele. Nas últimas semanas, o vereador foi procurado pela cúpula do partido.

Nomes como o deputado federal Daniel Almeida, ex-presidente do PCdoB baiano, e o deputado estadual Fabrício Falcão – também ligado à Fetag, são defensores da sua candidatura. Ambos querem que ele novamente dispute vaga à Assembleia Legislativa. Em 2014, Aldenes ficou a sete mil votos de assumir mandato.

Ao PIMENTA, o vereador afirma não considerar este o momento mais adequado para discutir candidatura. Disse estar centrado em seu mandato como vereador de Itabuna e no trabalho de fortalecimento de atividades ligadas à agricultura familiar e ao homem do campo. Porém, não esconde que o entusiasmo da cúpula em relação à sua pré-candidatura o deixou sensibilizado.

Para o parlamentar, o mandato de vereador e a atuação à frente da Câmara de Itabuna, além da sua reeleição, justificam o entusiasmo do partido. A favor de Aldenes conta ainda a habilidade no relacionamento com movimentos sociais.

WENCESLAU: EVANGÉLICOS BOICOTARAM PCdoB NO GOVERNO VANE

Wenceslau aponta boicote de evangélicos ao PCdoB.

Wenceslau: boicote de evangélicos.

Wenceslau Júnior, ex-vice-prefeito de Itabuna, acusou a banda evangélica do Governo Vane, que comandava cargos de primeiro e segundo escalões, de ter boicotado o PCdoB. “Algumas coisas que poderiam ser construídas a quatro mãos deixaram de ser feitas [por causa do boicote]“, explica.

O vice-prefeito também era secretário de Planejamento do governo. Ao contrário do dito pelo prefeito em entrevistas, Wenceslau reafirma que o governo era dividido. “Foi um governo com muita tensão interna”.

As revelações foram feitas em entrevista publicada na edição de final de semana do Diário Bahia. O ex-vice-prefeito também fala de ações do seu partido no governo e projetos tocados pela pasta que ele comandou. Confira a íntegra.

LÚCIA OLIVEIRA: DECISÃO DE FERNANDO ATINGE SINDICATOS LIGADOS AO PCdoB

Lúcia Oliveira foi fechado ao completar 80 anos (Foto Divulgação).

Lúcia Oliveira foi fechado em um período em que completava 8 anos (Arquivo).

O prefeito Fernando Gomes determinou a desocupação do prédio onde funcionou por décadas o Grupo Escolar Lúcia Oliveira. O imóvel estava sendo as sedes dos sindicatos dos Servidores e Funcionários Públicos Municipais (Sindserv) e dos Agentes Comunitários e de Combate às Endemias (SindiAcs/ACE), além dos Comerciários. O prazo para desocupação teria sido encerrado na última sexta (27).

A justificativa do prefeito é de que se trata de um imóvel tombado pelo município, cabendo a ele “a responsabilidade por sua manutenção e conservação”. O Grupo Escolar Lúcia Oliveira pertencia à rede estadual até o início da década passada, quando foi municipalizado (2004). Já em 2015, o município desativou a unidade de ensino por falta de alunos e necessidade de reestruturação da rede escolar.

Quando repassado aos sindicatos, as entidades assumiram compromisso de reparos na estrutura física, que ameaçava desabar. “A iniciativa do prefeito de solicitar a desocupação do espaço tem o apoio de cidadãos de Itabuna, muitos, inclusive, ex-alunos que frequentaram a Escola, que foi a primeira Escola Pública construída no município”, afirmou a secretária de Educação de Itabuna, Anorina Lima. A desativação ocorreu quando o grupo escolar completava 80 anos.

SINDICALISMO E POLÍTICA PARTIDÁRIA

A decisão é vista como tendo carga política. Sindicalista do PSDB, Anorina milita em campo político oposto aos sindicatos atingidos pela decisão, os três comandados por dirigentes filiados ou ligados ao PCdoB do ex-vice-prefeito Wenceslau Júnior. No campo educacional, Anorina foi a responsável pela criação do Sindicato do Magistério Público Municipal (Simpi), nos anos 2000, atingindo, desta vez, a API/APLB-Sindicato, este comandado pelo PCdoB e pelo PT à época.

SUKA É PRIMEIRA PREFEITA DE UBAITABA

Suka é a primeira mulher a governar Ubaitaba (Foto Valdir Santos/Comunika).

Suka é a primeira mulher a governar Ubaitaba (Foto Valdir Santos/Comunika).

Sueli Carneiro (PSB) tornou-se a primeira mulher a governar Ubaitaba. “Suka” assumiu a prefeitura sul-baiana neste domingo (1º), após derrotar o grupo político do peemedebista Asclepíades Almeida, o Bêda, em outubro e também ver o aliado, Ismaile Mota (PCdoB) vencer a eleição à presidência da Câmara de Vereadores.

 

AL-BA: NILO CONTABILIZA 29 VOTOS À REELEIÇÃO

Nilo promoveu encontro com presença de 25 parlamentares, ontem (Foto Divulgação).

Nilo durante encontro com apoiadores (Foto Divulgação).

Após realizar um almoço com 25 deputados, ontem (6), em Salvador, o presidente da Assembleia Legislativa da Bahia, Marcelo Nilo, contabiliza o apoio de, pelo menos, 28 deputados em sua tentativa de reeleição. Do encontro, participaram deputados do PCdoB, PSL, partido do presidente, PT e PSB.

A eleição que definirá o presidente da AL-BA para os próximos dois anos está prevista para 2 de fevereiro do próximo ano. Nilo se articula para obter apoios de parlamentares de outras legendas governistas, como PP e PSD, que ensaiam uma aliança para tirá-lo do poder. A articulação, porém é acompanhada de perto pelo governo, para evitar um “racha” na base.

 

CONVENÇÃO DO PCdoB CONFIRMA DAVIDSON

Davidson é o nome do PCdoB para a disputa eleitoral.

Davidson é o nome do PCdoB para o pleito.

O PCdoB realiza convenção neste sábado (30), no Centro de Cultura Adonias Filho, para homologar o nome de Davidson Magalhães como candidato a prefeito.

A chapa majoritária será formada pela empresária Leninha da Autoescola (PPS) como vice. A convenção está prevista para começar às 10h, quando também serão definidos os nomes na corrida por vagas na Câmara de Vereadores.

Suplente de deputado federal, Davidson disputará a prefeitura de Itabuna pela segunda vez. A primeira foi há 20 anos, em 1996, quando acabou em terceiro lugar no pleito vencido por Fernando Gomes. À época, Geraldo Simões era o prefeito e apoiou a candidatura do ex-deputado estadual Renato Costa.

PARA AMPLIAR ALIANÇAS, CACÁ PODE TIRAR VAGA DE VICE DO PCdoB

PCdoB apresentou Stella para vaga de vice.

PCdoB apresentou Stella para vaga de vice.

O PCdoB tem poucas chances de emplacar a advogada e professora Stella Carillo como vice na chapa encabeçada pelo atual vice-prefeito, Cacá (PP), na sucessão municipal.

A avaliação, no grupo do prefeito Jabes Ribeiro, que dá sustentação à candidatura de Cacá, é de que o PCdoB já faz parte do arco de alianças desde 2012 e a chance de deixar a futura coligação é baixa, quase inexistente.

A fidelidade dos cururus é “garantida” pelo deputado federal Davidson Magalhães, cacique e pré-candidato a prefeito de Itabuna com o apoio do PP itabunense.

Como querem atrair cada vez mais partidos para a coligação, os articuladores jabistas – Isaac Albagli, Jhon Ribeiro e o próprio Jabes, pretendem usar a vaga de vice na chapa, claro, como moeda de troca para selar apoios.

Na mira, hoje, estão nomes como o de Luiz Uaquim, que não decola nas pesquisas, mas tem nas mãos o diretório do PMDB, que garante minutos preciosos no rádio. Sem TV, a propaganda eleitoral em Ilhéus tem no rádio um forte trunfo.

DAVIDSON LANÇA PRÉ-CANDIDATURA

Davidson lança pré-candidatura pela segunda vez.

Davidson lança pré-candidatura pela segunda vez.

O deputado federal Davidson Magalhães (PCdoB) lança a sua pré-candidatura a prefeito de Itabuna, nesta quinta (16). O evento está programado para as 19 horas, na Terceira Via Hall, localizada na Avenida José Soares Pinheiro.

Será o segundo lançamento da pré-candidatura de Davidson. O primeiro ocorreu no dia 7 de abril, no salão nobre da AABB, quando reuniu as cúpulas nacional e estadual do seu partido, além de aliados, a exemplo do prefeito Claudevane Leite.
Davidson é um dos nomes da base aliada do governador Rui Costa em Itabuna. O outro nome é o do ex-prefeito e ex-deputado Geraldo Simões (PT), com quem o ex-presidente da Bahiagás tenta fechar uma hoje improvável aliança.

FUNCIONÁRIOS DA EMASA OCUPAM A CÂMARA EM PROTESTO CONTRA PRIVATIZAÇÃO

ocupaçao camara

Funcionários da Emasa temem perder seus empregos com a privatização da empresa

Um número entre 40 e 50 funcionários da Emasa (Empresa Municipal de Saneamento de Itabuna) ocupa desde ontem (13) as dependências da Câmara de Vereadores. Eles tentam impedir a tramitação do projeto de lei que autoriza o Executivo a promover a concessão da empresa à iniciativa privada.

O projeto deu entrada ontem no legislativo e a expectativa é de que seja lido na sessão desta quarta-feira (15). Na manhã de hoje, vereadores foram impedidos de entrar na Câmara pelos representantes do Sindae (Sindicato dos Trabalhadores em Água e Esgoto da Bahia). Funcionários que estão no interior da sede do legislativo também não podem sair.

Segundo informações, o presidente da Câmara, Aldenes Meira (PCdoB), entrou com ação na justiça, pedindo a desocupação do prédio. O chefe do legislativo diz que haverá ampla discussão em torno do projeto de concessão, estando prevista a realização de audiência pública sobre a matéria. O PCdoB, partido do presidente, defende a proposta.

Os funcionários da Emasa temem que a privatização resulte na perda de seus empregos. Eles também sustentam que a transferência da empresa para a iniciativa privada não resolve o maior problema de Itabuna hoje, que é a falta de água.

PREFEITO DERRUBA ÁRVORES E MANDA INSATISFEITOS “T.N.C.”

O prefeito de Poções, Otto Magalhães, do PCdoB, protagonizou uma cena lamentável ao ser questionado por populares insatisfeitos com o corte de árvores na cidade. A medida se deve à construção de uma praça, em terreno vizinho à Prefeitura.

Em vídeo divulgado pelo Políticos do Sul da Bahia, Magalhães aparece descontrolado, afirmando que “agora qualquer viadinho” quer mandar no município. O prefeito ainda manda quem estiver incomodado com a derrubada das árvores, “tomar no c…”.

Nas imagens, aparecem assessores do prefeito pedindo que a gravação seja interrompida. As manifestações do gestor foram consideradas homofóbicas por grupos que defendem os direitos LGBT. O PCdoB ainda não se manifestou sobre o episódio.

TRABALHADORES FECHAM BR-101 EM ITABUNA

protestoSindicalistas e estudantes interditaram a BR-101, em Itabuna, nesta terça-feira (10), num  protesto contra o impeachment da presidente Dilma Rousseff. A manifestação foi organizada pela Frente Brasil Popular, juntamente com a Central Única dos Trabalhadores (CUT) e Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil (CTB), sindicatos e a União da Juventude Socialista (UJS). A rodovia ficou interditada por três horas: das 6 às 9 da manhã.

Além de protestar contra o impedimento da presidente, os trabalhadores atacaram o Projeto de Lei 257/2016, que estabelece o Plano de Auxílio aos Estados e ao Distrito Federal e medidas de estímulo ao reequilíbrio fiscal. A proposta impõe restrições aos Estados, principalmente a redução de gastos com pessoal.

Para o vereador e presidente do Sindicato dos Comerciários de Itabuna, Jairo Araújo (PCdoB), está em curso um golpe contra os trabalhadores. “Querem acabar com os direitos da classe trabalhadora, não podemos permitir que Temer assuma e implemente seu projeto de ataque às conquistas trabalhistas”, disse ele.

As mobilizações de trabalhadores contra o impeachment acontecem hoje em cinco Estados e em Brasília.

CERB VAI PERFURAR POÇOS ARTESIANOS EM ITABUNA

Cerb vai perfurar 13 poços nos bairros de Itabuna

Cerb vai perfurar 13 poços nos bairros de Itabuna

A Prefeitura de Itabuna utilizará recursos fornecidos pela Defesa Civil do Estado para perfurar 13 poços artesianos em bairros da cidade. De acordo com o prefeito Claudevane Leite, um convênio foi firmado com a Companhia de Engenharia Ambiental e Recursos Hídricos da Bahia (Cerb), que ficou responsável pelos estudos geológicos e perfuração dos poços.

A captação de água no subsolo se tornou uma das alternativas dos itabunenses, diante do agravamento da crise hídrica. Com a captação em suas estações comprometida, a Empresa Municipal de Água e Saneamento (Emasa) há muito tempo não consegue nem de longe atender à demanda. A Defesa Civil já colabora com o município, desde a decretação de estado de emergência pelo Estado, viabilizando carros-pipa que trazem água de estações da Embasa em Ubaitaba e São José da Vitória.

Alguns moradores também têm contratado empresas particulares para perfurar poços, um serviço que chega a custar entre 12 e 13 mil reais. Como o valor é proibitivo para famílias de baixa renda, a expectativa é de que os poços perfurados pela Cerb aliviem o sofrimento dessas famílias.

Ligado ao Movimento de Luta pela Terra (MLT), o vereador Aldenes Meira (PCdoB) solicitou à Cerb que também perfure poços artesianos em áreas da zona rural de Itabuna. Segundo ele, três já foram perfurados e a companhia irá viabilizar outros quatro.

BERZOINI DIZ QUE GOVERNO TEM MAIS DE 200 VOTOS PARA BARRAR IMPEACHMENT

Ministro diz que governo está preocupado em reconstruir a estabilidade

Ministro diz que governo está preocupado em reconstruir a estabilidade

Depois de partidos como o PP e o PRB oficializarem a saída do governo e o apoio ao impeachment da presidenta Dilma Rousseff, o governo ainda acredita que terá votos suficientes para derrubar o processo no próximo domingo (17), e dar início a uma nova base de governo que dê governabilidade para os próximos passos.

O ministro da Secretaria de Governo, Ricardo Berzoini, disse que o governo está preocupado não apenas com a votação de domingo, mas também em “dar estabilidade ao país.  A gente sabe que vários partidos da base têm hoje um tensionamento interno grande. Nós estamos trabalhando na fase de reta final, é deputado por deputado, caso por caso”, disse. Segundo ele, Dilma tem feito um “corpo a corpo” e procurado deputados que querem ouvir a sua opinião e seus argumentos.

Para discutir o assunto, a presidenta se reuniu no início da tarde de hoje (13), com líderes partidários e ministros do seu governo, inclusive do PMDB, partido que saiu da base aliada no último dia 29 de março. Participaram do encontro deputados que têm feito defesa aguerrida do mandato dela, como Jandira Feghali (PCdoB-RJ) e Sílvio Costa (PTdoB-PE), além dos peemedebistas Marcelo Castro (Saúde), Helder Barbalho (Portos) e Celso Pansera (Ciência e Tecnologia) e o ministro dos Transportes, Antônio Carlos Rodrigues (PR). Da Agência Brasil

OPERAÇÃO VASSOURAS

vassouraFoi deflagrada na Prefeitura de Itabuna a Operação Vassouras, que consiste em aplicar a velha mandinga de colocar o utensílio de limpeza atrás da porta como sinal para mandar embora visitas indesejadas.

No caso da Prefeitura, não se trata exatamente de visitas, mas dos ocupantes de cargos comissionados que não comungam da decisão do prefeito Claudevane Leite (PRB) de apoiar o deputado federal Davidson Magalhães (PCdoB) como seu sucessor.

Segundo um comunista, a ordem é espalhar vassouras atrás das portas de diversos gabinetes do centro administrativo. Associada à mandinga, foi recomendada muita oração para fazer o prefeito cumprir a própria determinação de exonerar os rebeldes.

GILSON NASCIMENTO SERÁ COORDENADOR DA CAMPANHA DE AZEVEDO

Gilson Nascimento assume articulação política de Azevedo

Gilson Nascimento assume articulação política de Azevedo

O ex-prefeito de Itabuna, José Nilton Azevedo,  entregou ontem (18) sua carta de desfiliação do DEM. Na próxima segunda-feira, ele irá a Salvador para confirmar o ingresso no PTB, partido da base do governador Rui Costa (PT).

A articulação que levou o ex-gestor municipal a sair da oposição para a base do governo teve forte participação do PCdoB, tanto que um comunista foi escalado para cuidar da articulação política de Azevedo. Ninguém menos que o tenente Gilson Nascimento, que ajudou a eleger o ex-prefeito em 2008 e foi seu secretário de Administração em um período de seu governo.

A participação do PCdoB nesse processo indica que Azevedo poderá se tornar uma alternativa para os comunistas, caso a candidatura de Davidson Magalhães não empolgue o eleitorado. Ou seja, num primeiro momento cada um fará sua campanha, mas a tendência é de unir as estratégias mais adiante.

“Vamos conversar com todos os lados, pois agora o que importa é resolver os problemas de Itabuna”, diz Azevedo, que saiu do DEM após receber ultimato de Fernando Gomes.

ITABUNA TERÁ ATO EM DEFESA DO GOVERNO

Cinquentenário será o local das manifestações em Itabuna (foto Marcos Souza)

Cinquentenário será o local das manifestações em Itabuna (foto Marcos Souza)

Militantes do PT e de outros partidos que apoiam o governo da presidente Dilma Rousseff farão manifestações hoje (18) em todo o país. Em Itabuna, o ato acontece na Avenida Cinquentenário, mesmo local onde no domingo se reuniram manifestantes do lado contrário, ou seja, os que defendem o afastamento da presidente e a condenação nos envolvidos em crimes apurados pela operação Lava Jato.

A mobilização na cidade começa às 15 horas, estando programada a tradicional concentração no Jardim do Ó. Pelas redes sociais, os organizadores afirmam que o ato é reação a uma suposta tentativa de golpe.

Um dos que coordenam a manifestação é o sindicalista e ex-vereador Luís Sena, do PCdoB. Segundo ele, há um movimento de direita que está disseminando ódio e desesperança. “Precisamos e vamos reagir, sob pena de tudo o que foi reconstruído após 64 e os avanços da era Lula/Dilma serem jogados na lama”, argumenta Sena.

PREFEITO VANE MANTÉM DISSIDENTES NO GOVERNO

Prefeito mantém a caneta no bolso

Prefeito mantém a caneta no bolso

Pouco mais de uma semana após a reunião em que anunciou apoio oficial à pré-candidatura do deputado federal Davidson Magalhães (PCdoB) a prefeito de Itabuna, o prefeito Claudevane Leite (PRB) mantém sua gestão sem alterações.

Há dez dias, Vane reuniu o secretariado e informou que somente permaneceriam no governo aqueles que aceitassem apoiar o comunista. Na administração, entretanto, há vários titulares de cargos de confiança, inclusive no primeiro escalão, que não acompanharão o prefeito nesse apoio.

No governo, apesar da orientação do chefe, acredita-se ele manterá os dissidentes nos cargos até vencer o prazo de desincompatibilização para aqueles que serão candidatos. Depois disso, é possível que Vane faça outras mudanças, mas nada é certo.

A situação é tão indefinida, que até comunista está botando o joelho no chão. “O jeito é orar”, afirma um discípulo de Marx.

LÍDERES DO PCdoB ELOGIAM POSTURA DE VANE

Daniel Almeida destaca papel de liderança do prefeito Vane.

Daniel Almeida destaca papel de liderança do prefeito Vane.

Líderes nacionais do PCdoB reconheceram o papel do prefeito de Itabuna, Claudevane Leite, no processo de consolidação da pré-candidatura de Davidson Magalhães, ontem (7), no salão nobre da AABB, diante de público estimado em 800 pessoas.

“Vane dá demonstração pública de desapego ao poder, maturidade política e compromisso com um projeto que tirou Itabuna do caos e eleva a autoestima das pessoas”, disse a deputada federal Luciana Santos (PCdoB-PE), presidente nacional do Partido Comunista do Brasil.

O deputado federal Daniel Almeida, presidente estadual da legenda, também enfatizou o papel de lealdade de Vane ao projeto político iniciado em 2012. “Ao apoiar a candidatura de Davidson Magalhães à sua sucessão, Vane se projeta como um político que põe os interesses coletivos acima dos interesses pessoais”, disse.

Davidson Magalhães destacou a necessidade de o grupo político no entorno de Vane manter-se coeso. “Os atuais secretários e dirigentes municipais devem permanecer unidos para defender os avanços do governo Vane que requalificou 31 escolas da rede municipal de ensino, mais de 20 unidades de saúde e constrói duas Unidades de Pronto-Atendimento (UPA) 24 Horas”, afirmou.

:: LEIA MAIS »

DEM ORQUESTROU VAIAS A VANE, DIZ WENCESLAU

Wenceslau diz que vaias foram orquestradas pelo DEM.

Wenceslau: vaias foram orquestradas pelo DEM.

O vice-prefeito Wenceslau Júnior (PCdoB) disse que o princípio de vaias ao prefeito Claudevane Leite (PRB) foi orquestrado pelo diretório do DEM itabunense. Ontem (7) à noite, Vane foi alvo de hostilidade ao ser anunciado para compor a mesa do evento que lançou a pré-candidatura de Davidson Magalhães (PCdoB) a prefeito de Itabuna.

Em contato com o Pimenta, Wenceslau apontou: “O DEM infiltrou pessoas com o objetivo de ensaiar a vaia e criar constrangimento ao prefeito para causar dificuldades na relação com o partido”.

Os democratas, adversários de Davidson e de Vane, teriam ido ao local para “saudar” o deputado federal.

Wenceslau disse que o PCdoB repudia esta prática e “reafirma a importância da figura de Vane no processo sucessório” municipal de 2016. O vice-prefeito ainda observa não fazer sentido no convite ao prefeito para que ele fosse hostilizado em um momento em que Vane anuncia apoio a Davidson.

LIXO NA RUA PODE SER CAMPANHA SUJA… LITERALMENTE!

Itabuna amanheceu com lixo espalhado em toda parte, pois não houve coleta na noite de ontem (07). Trabalhadores da empresa responsável pelo serviço, a Biosanear, paralisaram as atividades devido ao atraso dos salários, problema que decorre da impontualidade da Prefeitura, já há três meses sem pagar um centavo à empresa.

No governo, há quem atribua a suspensão da coleta de lixo a uma sabotagem política. Seria uma forma de, por assim dizer, empanar o brilho do lançamento da pré-candidatura do deputado federal Davidson Magalhães (PCdoB) a prefeito.

Fonte do governo diz que não é a primeira “coincidência” do tipo. Servidores comissionados, que esperavam receber o salário de fevereiro na última sexta-feira (04), não viram nada cair na conta. No mesmo dia, o prefeito Claudevane Leite reuniu seus cargos de confiança para anunciar apoio ao comunista.

VANE PARA UM LADO, O PRB PARA O OUTRO

Prefeito apoia pré-candidato do PCdoB, mas seu partido busca outros caminhos

Prefeito apoia pré-candidato do PCdoB, mas seu partido busca outros caminhos

Após a solicitação do prefeito de Itabuna para que os cargos de confiança sejam desocupados por aqueles que não apoiam a pré-candidatura do deputado federal Davidson Magalhães (PCdoB), aguarda-se com expectativa as próximas edições do Diário Oficial do Município.

Pelas movimentações de grande parte dos servidores indicados politicamente, haverá uma debandada geral. Curiosamente, a rejeição ao comunista se dá com maior força entre os aliados mais próximos do prefeito, e especialmente de seu partido, o PRB.

O Pastor Francisco Edes, que comanda a Secretaria de Assistência Social, é um que deverá pedir o boné para reassumir sua cadeira na Câmara de Vereadores. Francisco não só rejeita a candidatura de Davidson, como já tem mantido conversas com outros pré-candidatos. Por ele, o nome pode ser o do apresentador Tom Ribeiro, do professor Roberto José e até do deputado Augusto Castro. Seu cardápio só não inclui antepasto de cururu.

Não é de hoje que o prefeito tem enfrentado rebelião em sua cozinha. Há alguns meses, o vereador Manoel Júnior (PRB), suplente do Pastor Francisco, assinou requerimento para abertura de uma Comissão Especial de Inquérito com o objetivo de investigar um caso de plágio na produção do Plano Municipal de Saneamento. A CEI não vingou, mas por esse episódio Claudevane já teve uma ideia de que possui correligionários de comportamento pior que o dos adversários.

Possível pré-candidato pelo PRB, Tom Ribeiro tem feito críticas duras ao governo e acusado o prefeito de não saber comandar. “Existem erros na administração, pois o prefeito não tomou a iniciativa como deveria ter feito e a caneta ficou o tempo todo na mão do vice (Wenceslau Júnior, do PCdoB)”, dispara Ribeiro. Ou seja, com uma cajadada só, o apresentador bateu no “irmão” Claudevane e no comunista.

Alguns analistas acreditam que o apoio pessoal de Claudevane, em um governo sem coesão, é pouco significativo para Davidson. Aliás, a situação faz lembrar um episódio relado por Lira Neto na biografia do ex-presidente Getúlio Vargas, quando este venceu as eleições de 1950 com apoio do velho PSD. Detalhe: o PSD tinha candidato oficial, o mineiro Cristiano Machado, porém as alas mais influentes do partido eram ligadas a Getúlio.

Segundo Lira Neto, surgiu daí na política brasileira um novo sentido para o verbo “cristianizar”, quando uma legenda declara apoio formal a determinado candidato, enquanto na prática seus correligionários passam a trabalhar por outro. No caso de Davidson, não há sequer apoio da legenda, apenas do prefeito, mas ele corre o sério risco de ser “cristianizado”.

VANE ANUNCIA PRÉ-CANDIDATO NA SEGUNDA

davidson - pimentaDepois de reunir secretários e demais ocupantes de cargos de confiança para informar que Davidson Magalhães (foto), deputado federal do PCdoB, será o candidato oficial à sucessão, o prefeito de Itabuna, Claudevane Leite (PRB), fará o mesmo anúncio nesta segunda-feira (07), dessa vez em um “encontro de lideranças”.

O evento acontece às 18 horas, no salão social da Associação Atlética Banco do Brasil (AABB). Segundo o convite, que está sendo distribuído via redes sociais, estarão no encontro os presidentes do PCdoB nas esferas nacional e estadual, respectivamente, os deputados federais Luciana Santos e Daniel Almeida.

Será uma verdadeira festa comunista.

“NÃO VOU PERMITIR DUAS CANDIDATURAS”, DIZ VANE AO ANUNCIAR APOIO A DAVIDSON

Vane anuncia apoio a Davidson em evento para cargos comissionados (Foto Divulgação).

Vane anuncia apoio a Davidson em evento para cargos comissionados (Foto Divulgação).

O prefeito Claudevane Leite (PRB) deu um ultimato a secretários e demais ocupantes de cargos de confiança, nesta tarde de sexta (4), durante encontro no Centro de Cultura Adonias Filho. “Eu não vou permitir, no governo, duas candidaturas. A candidatura do governo é uma só”, afirmou,  logo após dizer que definiu seu apoio a Davidson Magalhães (PCdoB) na sucessão municipal deste ano. O outro nome na disputa era o do presidente da Fundação Itabunense de Cultura e Cidadania (Ficc), Roberto José, que pode entregar o cargo até a próxima semana.

O prefeito cumpriu o script anunciado há cerca de duas semanas em entrevista exclusiva ao Pimenta, quando disse que o nome do governo seria anunciado entre o final de fevereiro e início de março. Também na entrevista, já antecipava que era irrevogável a decisão de não disputar reeleição.

O apoio a Davidson será oficializado em encontro público, na próxima segunda (7), às 18 horas, no salão nobre da AABB. A missão de Vane, após o apoio a Davidson, será trabalhar pela unidade na base de apoio ao governador Rui Costa. Na base do governo, há ainda a pré-candidatura do ex-deputado federal Geraldo Simões.

Também em entrevista exclusiva ao Pimenta, o secretário estadual de Relações Institucionais, Josias Gomes, disse acreditar que o nome da base governista em Itabuna será definido até abril.

Roberto José: dissidente.

Roberto José: dissidente.

DISSIDÊNCIA

Com a opção do prefeito em apoiar Davidson Magalhães, o policial civil e geógrafo Roberto José deverá entregar o cargo de presidente da Fundação Itabunense de Cultura e Cidadania (Ficc) para disputar a prefeitura fora da base de Vane. Ainda filiado ao PSD do senador Otto Alencar, Roberto José pode migrar para o PRB, atual partido do prefeito, mas tem propostas do PMDB e do PPS.

Hoje cedo, o filósofo e professor Fernando Caldas sugeriu, em artigo, uma chapa composta por Davidson e Roberto José. A sugestão não caiu bem na Ficc. Um dos assessores de Roberto José disse que o policial civil e geógrafo não aceita ser vice nem ter Davidson como vice. Roberto ainda não se posicionou publicamente sobre a decisão de Vane.



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia