WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia


alba










setembro 2019
D S T Q Q S S
« ago    
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
2930  

editorias






:: ‘pcdob’

PC DO B TERÁ CANDIDATO A PREFEITO EM ITABUNA

Itabuna está na lista das principais cidades baianas que terão candidaturas do PCdoB a prefeito, segundo confirmou o presidente de honra do diretório municipal, Luís Sena. “Teremos candidatos em todas as cidades onde o partido apresenta boa performance eleitoral, congrega e tem nomes para a disputa”, afirmou Sena, ele próprio um dos nomes preferidos do partido para a sucessão em 2012.

O ex-vereador disse, no entanto, que essa decisão não é tomada na base “de pau e pedra”. O partido dialogará com aliados históricos e novas forças políticas itabunenses. “O partido conversará inclusive com o PT, com quem sempre estivemos coligados. Já dá para o PCdoB mostrar que tem capacidade para administrar Itabuna e romper essa cadeia de fatos negativos que afetam a cidade”.

O PCdoB avalia que a expressiva votação a deputado estadual obtida pelo vereador Wenceslau Júnior e a organização partidária em Itabuna habilitam a legenda a ter candidatura própria em 2012, repetindo o que aconteceu em 1996. Wenceslau seria outro nome viável para a disputa, além de Sena e o atual presidente da Bahiagás, Davidson Magalhães. Sena teria a vantagem na disputa ao permitir sacrificar-se eleitoralmente em 2010 em favor de Wenceslau.

NOVO “COMUNISTA”

O sindicalista Luiz Fernandes tem andado por Itabuna com uma ficha de filiação ao PCdoB nas mãos. Pretende, a todo custo, fazer com que o jornalista Kleber Torres preencha e assine o documento, tornando-se o mais novo comunista da cidade.

Kleber é direita até a raiz do cabelo, mas caiu na besteira de apostar que a então candidata a presidente Dilma Rousseff (PT) perderia no segundo turno para José Serra. Ele combinou com Luiz Fernandes, este sim um comunista das antigas, que se filiaria ao PCdoB caso Dilma levasse a melhor sobre o tucano.

Como se sabe, a petista faturou a parada e agora o jornalista foge do sindicalista como o diabo foge da cruz. Mas Fernandes não abre mão de ver Kleber filiado e entoando a Internacional de cor.

TRE APROVA CONTAS DE WENCESLAU

O Tribunal Regional Eleitoral (TRE) aprovou as contas de campanha de Wenceslau Júnior, que disputou mandato na Assembleia Legislativa e ficou na primeira suplência do PCdoB. As contas, no entanto, foram admitidas com ressalva.

O senão se deve à utilização de material de campanha cujo pagamento foi atribuído ao partido. Segundo o candidato, o TRE fez reparos ao procedimento, mas isso não impediu a aprovação das contas.

ALICE DEU A SENHA

No encontro que o PCdoB realizou na noite desta sexta-feira, 19, em Itabuna, para discutir o cenário político e o projeto para 2012, a deputada federal reeleita Alice Portugal deu a entender que o vereador Wenceslau Júnior tem a preferência do partido para uma candidatura a prefeito.

Wenceslau disputou vaga na Assembleia Legislativa nas últimas eleições e ficou na primeira suplência do PCdoB, com 31 mil votos. Em Itabuna, saiu das urnas como o mais votado entre os candidatos a deputado estadual. Um resultado não garantiu a vitória, mas deu moral ao vereador, que é também o coordenador regional dos comunistas.

Para Alice, “a votação expressiva que o PCdoB obteve no sul e extremo-sul da Bahia credencia o partido a indicar nomes para a disputa municipal em diversas cidades da região”. Em Itabuna, Wenceslau deverá disputar a indicação com o presidente da Bahiagás, Davidson Magalhães, e o ex-vereador Luís Sena, que foi vice na chapa da petista Juçara Feitosa em 2008.

Claro que a candidatura própria é só uma possibilidade. No encontro de ontem,  comandado pelo presidente estadual da legenda, deputado federal Daniel Almeida, os comunistas salientaram que estará aberto o diálogo com outras forças do chamado campo progressista.

Tem cara de novela repetida.

PC DO B E A SUCESSÃO

O maior desejo da legenda é um grande pesadelo. Ou seja, Juçara Feitosa Juçara Feitosa como vice na chapa encabeçada por Davidson Magalhães, Wenceslau Júnior ou Luís Sena.

Marco Wense

Aquela velha e surrada tática de lançar candidatura própria para depois negociar o cargo de vice-prefeito, como aconteceu no último processo sucessório, não está mais nos planos dos comunistas de Itabuna.

Parece que agora é sério. Não é mais uma empulhação eleitoral do PCdoB. Aliás, o projeto de ter candidato a prefeito em 2012, além da unanimidade no diretório municipal, tem o apoio entusiasmado do comando estadual.

O maior desejo da legenda, que faz parte do sonho de todos, até mesmo dos mais pessimistas, é um grande pesadelo. Ou seja, a petista Juçara Feitosa como vice na chapa encabeçada por Davidson Magalhães, Wenceslau Júnior ou Luis Sena.

Em relação aos prefeituráveis do PCdoB, a impressão que começa a ganhar corpo é a de que o partido vai tratando a pré-candidatura de Sena com desdém, priorizando os nomes de Davidson e Wenceslau.

Pessoalmente, até mesmo por uma questão de amizade, torço para que Luis Sena seja o nome do PCdoB. Reconheço, no entanto, que Davidson Magalhães é o melhor candidato para disputar a sucessão de 2012.

É evidente que qualquer pesquisa de intenção de votos, como critério para definir o candidato do Partido Comunista do Brasil, vai colocar Sena e Wenceslau na frente do ex-vereador e presidente da Bahiagás.

Acontece que Davidson, por ser mais preparado e experiente, com um discurso mais incisivo, é a opção do PCdoB que pode crescer durante o processo sucessório, principalmente nos embates com os adversários.

A opinião de que o PT terá dificuldades em se coligar com os partidos que compõem a base aliada do governo Wagner, independente de quem seja o candidato, se Juçara Feitosa ou Geraldo Simões, incentiva a disputa no PCdoB.

O partido enxerga na próxima eleição a maior oportunidade de comandar o cobiçado Centro Administrativo Firmino Alves. Além do PDT, PR, PV, PSB, PPS e outros partidos pequenos, os comunistas esperam o apoio da ala do PT anti-geraldista.

Marco Wense é articulista do Diário Bahia.

COMUNISTAS QUEREM TER CANDIDATO EM ITABUNA

Militantes do PCdoB se reúnem nesta sexta-feira, 19  a partir das 18 horas, na Câmara de Vereadores de Itabuna. O objetivo é avaliar o resultado das últimas eleições e já começar a discutir qual será a postura do partido em 2012, quando acontece a sucessão municipal.

A pretensão dos comunistas é ter candidatos a prefeito em diversos municípios baianos e Itabuna é um deles. Na maior cidade do sul do Estado, o nome poderá ser o do vereador Wenceslau Júnior, que por pouco não se elegeu deputado estadual este ano, ou Davidson Magalhães, diretor-presidente da Bahiagás. Ambos estarão presentes na reunião desta sexta. Além deles, também estará no encontro o presidente do diretório estadual da legenda, Daniel Almeida.

Não é demais lembrar que em anos anteriores o PCdoB fez o mesmo ensaio em Itabuna, mas na “hora H” acabou aceitando apoiar o candidato indicado pelo PT.

FOGO AMIGO

Marco Wense

Quem estaria por trás da insistente divulgação de que o deputado federal Geraldo Simões é um ficha-suja? Segundo a coluna Raio Laser, da Tribuna da Bahia, o petista está sendo vítima de “fogo amigo”.

Então, como se trata de fogo amigo, o DEM, PSDB e PMDB ficam de fora. A desconfiança recai sobre os partidos que compõem a base aliada do governador Jaques Wagner: PT, PP, PSB, PDT, PRB, PSL, PHS e o PC do B.

Os petistas de Itabuna apostam que os comunistas são os mais interessados em um possível enfraquecimento de Geraldo Simões em decorrência da divulgação de que o ex-prefeito é um ficha-suja.

O PC do B, segundo os geraldistas, está de olho na sucessão municipal de 2012, com os três prefeituráveis – Luís Sena, Wenceslau Júnior e Davidson Magalhães – disputando a indicação da legenda comunista.

O relacionamento político entre o PT e o PC do B sempre foi marcado por uma desconfiança recíproca. Petistas e comunistas só se juntam quando os interesses e as conveniências satisfazem os dois lados.

Uma eventual cisão entre o PT e PC do B, com candidatura própria no processo sucessório de 2012, alimenta o sonho de Fernando Gomes de comandar o Centro Administrativo pela quinta vez.

PS (1) – Esse pega-pega entre comunistas e petistas de Itabuna vem desde os tempos da então Fespi, hoje Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc), quando a política estudantil fervilhava.

PS (2) – Eu era filiado (continuo sendo) ao PDT do saudoso Leonel de Moura Brizola. Quando sentiram que minha candidatura ao Diretório Central dos Estudantes (DCE) poderia sair vitoriosa com o racha entre o PT e o PC do B, logo se uniram e ganharam a eleição.

PS (3) – No ano seguinte, nova eleição. Agora para o Diretório Acadêmico do curso de Direito, o cobiçado DA de Direito. Tornei a sair candidato. Desta vez, graças ao desentendimento entre petistas e comunistas, fui eleito.

PMDB

O presidente estadual do PMDB, Lúcio Vieira Lima, quando questionado sobre uma possível indicação de Geddel para um ministério no governo de Dilma Rousseff, diz que “o partido não está empenhado em conseguir cargos, e sim ajudar Dilma”.

Só faltava essa, hein! O Lúcio dando sua contribuição ao governo Dilma sem nenhuma contrapartida, sem o toma-lá-dá-cá, como se o PMDB pensasse exclusivamente no país, deixando de lado o histórico e enraizado pragmatismo.

É o PMDB puro. O PMDB santo. O novo PMDB. O PMDB de Lúcio Vieira Lima. O PMDB de outro planeta.

Marco Wense é articulista do Diário Bahia.

SENA TRATA COMO BOATO AZEVEDO NO PC do B

"Vovô" Sena trata filiação de Azevedo como boato.

Apesar de fontes de lado a lado confirmarem tratativas entre comunistas e Capitão Azevedo, o ex-vereador Luiz Sena avalia que não passa de “boato” a ida do prefeito itabunense para o PCdoB.

Em contato com o Pimenta, Sena diz que “em nenhum momento o nosso partido discutiu a vinda de Azevedo para o nosso partido ou a nossa participação no governo local”. O ex-vereador ressaltou que a meta de crescimento da legenda está baseada “no programa e ideologia partidários”. Assim, afirma, não basta apenas falar “quero entrar no PCdoB”.

Sena ainda afirmou que o secretário Estadual da Saúde (Sesab), Jorge Solla, não abre mão da médica Conceição Benigno, esta uma cotada para assumir a Saúde de Itabuna nas conversas travadas entre comunistas e o prefeito. “Acredito que , movido pelo ciúme do desempenho do PCdoB nas eleições 2010 que culminará, com certeza na vitória de Dilma Rousseff, alguém tenha utilizado do baixo recurso do boato”.

AZEVEDO PODE TROCAR O DEM PELO PC do B

Azevedo entoa: "Um, dois, três...quatro, cinco, mil... E viva o Partido Comunista do Brasil!"

Duas fontes – uma ligada ao governo itabunense e outra integrante da cúpula do PCdoB no município – dão como procedente uma engenharia política que vai abalar os estertores da política local: o prefeito de Itabuna, José Nilton Azevedo, pensa em trocar o DEM pelo PCdoB.

As conversas sobre a mudança radical vêm sendo travadas entre emissários do prefeito e “capas pretas” do Partidão, como o vice-presidente da legenda na Bahia, Davidson Magalhães, que é diretor-presidente da Bahiagás.

A princípio, os comunistas participariam da construção de um novo plano de governo para a segunda metade da administração Azevedo e indicariam secretários. A pasta da saúde, segundo as primeiras apurações do Pimenta, é a mais cobiçada pelo PCdoB.

Ocorre que, com o avanço das tratativas, pavimentou-se o caminho do prefeito para a filiação ao Partido Comunista. E Azevedo, que procura somente um jeito seguro de abandonar o DEM, vê na estratégia uma possibilidade de ganhar sobrevida política e aproximar-se do governo Wagner, ao qual – por insegurança – evitou declarar apoio na campanha eleitoral.

O alicerce dessa estrutura, porém, está fincado na sucessão presidencial. Segundo a nossa fonte da Prefeitura, toda a obra política desmorona como castelo de areia se a petista Dilma Rousseff não vencer a eleição. Por outro lado, basta que Dilma vença para o PCdoB jogar a boia de salvação para o claudicante prefeito itabunense.

É claro que os comunistas estão dando um passo calculado: vão sofrer críticas pela aliança politicamente esdrúxula, mas projetam vantagens que poderão superar o desgaste da imagem. Se valerá a pena, não se sabe, o jogo é arriscado… E o resultado final que se almeja está intimamente ligado à sucessão municipal.

ALIADOS REFORÇAM CAMPANHA DE DILMA EM ITABUNA

Dilma ganhará reforço na campanha em Itabuna.

Partidos da base de apoio da candidata Dilma Rousseff se reuniram nesta quarta, 13, para definir os próximos passos da campanha da presidenciável em Itabuna. Eleito primeiro suplente de deputado estadual, o vereador Wenceslau Júnior (PCdoB) diz que a ordem é intensificar as ações para garantir a continuidade do projeto iniciado pelo presidente Lula.

Para Wenceslau é nítido que “o desespero toma conta daqueles que vêm fazendo uma campanha de ódio contra Dilma”. Ele e a presidenta do PT itabunense, Miralva Motinho, disseram que a estratégia é conquistar indecisos e atrair o voto de quem esteve com a ex-ministra Marina Silva (PV).

A reunião, no comitê da campanha majoritária, no centro de Itabuna, contou também com representantes de legendas como PRP e PHS. No primeiro turno, Dilma teve 43,13% dos votos válidos no município, ante 38,69% de José Serra (PSDB) e 17,45% de Marina.

NADA AMISTOSO

Wenceslau e Geraldo: por trás, só estocadas.

Não é dos mais amigáveis o clima entre o deputado federal reeleito Geraldo Simões (PT) e o suplente de deputado estadual Wenceslau Júnior (PCdoB).

O cururu tem identificado digitais geraldinas nas críticas direcionadas a ele nos meios de comunicação.

A crítica que ele considera inaceitável é a versão espalhada de que obteve votação expressiva por ter recebido ajudinha do prefeito Azevedo em troca de seu silêncio na Câmara de Vereadores, onde ocupa segundo mandato.

É a velha (e histórica) briguinha entre petistas e comunistas.

BOLA DA VEZ

Marco Wense

O vereador Wenceslau Júnior, sem dúvida um bom parlamentar, tem toda razão quando diz que o PC do B é “a bola da vez na sucessão municipal de 2012”.

É evidente que Wenceslau, depois de ser o candidato a deputado estadual mais bem votado em Itabuna, com quase 14 mil votos, passa a ser, junto com Luis Sena e Davidson Magalhães, mais um prefeiturável.

O que se espera é que o PC do B tenha mesmo candidatura própria na sucessão do prefeito Azevedo, que não seja conduzido, como sempre aconteceu – a exceção é a eleição de 1996 –, para o cargo de vice-prefeito.

Os petistas, no entanto, acham que os comunistas, mais cedo ou mais tarde, vão terminar tendo uma recaída, indicando Wenceslau ou Sena para ser o companheiro de chapa de Juçara Feitosa.

A sucessão de 2012 é a grande chance dos comunistas assumirem o comando do Centro Administrativo Firmino Alves. São três bons pré-candidatos. Mas tudo depende de uma ampla aliança. O PC do B sozinho não vai para lugar nenhum.

AÉCIO E 2014

A eleição da petista Dilma Rousseff é o caminho mais curto – e menos espinhoso – para que o legítimo sonho presidencial do ex-governador Aécio Neves (MG) se torne realidade.

José Serra, em caso de vitória, já é o candidato natural do PSDB na sucessão de 2014. Não é à toa que Serra não aceitou abrir mão do instituto da reeleição para ter Aécio como seu vice. A tão propagada chapa “puro-sangue”.

Aécio, portanto, teria que procurar outra agremiação partidária para se candidatar. Além de enfrentar a máquina federal, com Serra candidato à reeleição, teria pela frente Luiz Inácio Lula da Silva, o presidente mais popular da história republicana.

Se o ex-governador de Minas é adepto da paciência política, tudo bem. Do contrário, é melhor torcer pela vitória de Dilma. E mais: se tiver que escolher entre o mineiro Aécio Neves e o paulista Geraldo Alckmin, Serra, sem pestanejar, fica com o governador reeleito de São Paulo.

DILMA E O CRACK

Todo partido político tem um “Departamento de Boatos” encarregado de espalhar satânicas mentiras e maldosas calúnias. Têm até os boateiros que colocam em dúvida a preferência sexual dos adversários.

O saudoso Leonel Brizola e Luiz Inácio Lula da Silva, quando então candidatos à presidência da República, sofreram com as calúnias, as mentiras e o terrorismo. Sem falar na implacável perseguição de alguns setores da imprensa.

A “Central de Boatos” do PSDB ganha para todas.  A candidata Dilma Rousseff está sendo vítima de uma boataria sem precedente na história política republicana. Só falta agora dizer que a petista, se eleita, vai liberar o uso do crack.

CAMARADAS

Kelly Magalhães e Wenceslau Júnior no encontro com o governador

A deputada estadual eleita Kelly Magalhães (PCdoB) bateu altos papos com o vereador itabunense Wenceslau Júnior, que acertou a trave nestas eleições e ficou na primeira suplência dos comunistas. Kelly, cujo domicílio eleitoral é o município de Barreiras, teve a terceira votação do partido, atrás de Fabrício e Álvaro Gomes.

O encontro entre os dois correligionários aconteceu durante evento nesta sexta-feira, 08, em que o governador Jaques Wagner conclamou a esquerda baiana a se empenhar na campanha de Dilma neste segundo turno.

O NEOCAMARADA

Diretamente do Blog do Gusmão.

TSE PODE GARANTIR MANDATO A WENCESLAU

O PCdoB baiano vive a expectativa de aumentar de 3 para 4 o número de deputados eleitos para a Assembleia Legislativa (AL-BA). Isso, porque ainda são aguardados os julgamentos dos “fichas sujas” Carlos Brasileiro (PT) e Maria Luiza Laudano (PTdoB). O veredicto será do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Caso as duas candidaturas caiam e os votos destes sejam considerados inválidos, os comunistas ficam com mais uma cadeira na AL-BA. Quarto mais  votado do partido na disputa por vagas na AL-BA, o vereador itabunense Wenceslau Júnior seria o premiado.

Na madrugada desta segunda-feira, 4, ocorreu uma situação inusitada com Wenceslau. Funcionários do Tribunal Regional Eleitoral (TRE-BA) informavam à presidência do PCdoB que o partido faria quatro deputados estaduais, mas alertavam para o fato de que ainda faltavam 2 mil votos a serem computados.

Foi o suficiente para a militância ocupar as ruas de Itabuna e fazer uma carreata. Quase uma hora depois, a notícia: a vaga era do petista Yulo Oiticica, que vai para o seu quarto mandato. Hoje à tarde, Wenceslau conversou com o Pimenta. Até brincou com a situação. “O povo naquela carreata, numa euforia, e como é que a gente diz que não mais estávamos eleitos?”.

O vereador também pode ganhar a vaga caso o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) considere válidos os 290 votos atribuídos a Wilson Ramos, o Wilson Tiba. Até agora eles não foram computados porque o também comunista apresentou problemas na documentação de registro de candidatura.

Independente de a vaga “acontecer” ou não, Wenceslau comemora o fato de ter sido o segundo mais votado entre os candidatos a deputado estadual do eixo Ilhéus-Itabuna. A candidatura que obteve mais votos (43.588) foi a de Ângela Sousa (PSC), de Ilhéus. Wenceslau foi mais bem votado que os eleitos Coronel Santana (PTN) e Augusto Castro (PSDB).

“ELEGER DILMA, PRESIDENTE”

Para o “cururu”, o momento agora é de “mobilizar a militância para eleger a primeira mulher presidente do Brasil”, numa clara referência à petista Dilma Rousseff, que disputará o segundo turno presidencial contra o tucano José Serra. “O Brasil cresceu muito com Lula e devemos eleger Dilma para dar continuidade a este projeto”, prega.

Wenceslau prefere não discutir, ainda, as eleições de 2010, mas reconhece que o PCdoB saiu das urnas com força para disputar a prefeitura de Itabuna. Seja com ele ou com o ex-vereador Luís Sena. Ou o presidente da Bahiagás, Davidson Magalhães.

O cururu desconversa sobre nomes. Prefere falar da “força do PCdoB”. Mas prega, antes de tudo, a união do campo progressista. A força do partido, diz, será vital também para acelerar ações e projetos estaduais e federais para o sul da Bahia e, principalmente, Itabuna. Noutra ponta, ele afirma que a reeleição de Jaques Wagner demonstra o acerto das políticas desenvolvidas pelo “campo progressista”.

LISTA DO DIAP APONTA REELEIÇÃO DE GERALDO E VELOSO

O Departamento Intersindical de Assessoria Parlamentar (Diap) fez um levantamento em todo o Brasil sobre quais dos 6.028 candidatos a deputado federal têm mais chances de sair vitoriosos das urnas em 3 de outubro.

Na Bahia, o Diap declinou os nomes de 51 candidatos com maiores possibilidades de “voar” para Brasília. Do sul da Bahia, estão na lista de prováveis reeleitos Veloso (PMDB) e Geraldo Simões (PT) e Uldurico Pinto (PHS), além do retorno de Josias Gomes (PT) e chegada do “calouro” Valmir Assunção (PT).

A lista foi feita, segundo o Diap, levando em conta informações qualitativas e quantitativas, incluindo desempenho individual do candidato, trajetória e popularidade do partido, recursos disponíveis, coligações e pesquisas eleitorais.

Pelos prognósticos do Diap em nível nacional, o PT terá a maior bancada na Câmara, seguido pelo PMDB e, mais distante, o PSDB. “O levantamento não possui caráter de pesquisa eleitoral”, observa. Clique no “leia mais” e confira os nomes daqueles com maiores chances de ir para Brasília (por partido).

:: LEIA MAIS »

UM COMUNISTA ATÍPICO

Antigamente, todo comunista era materialista, ateu e não queria saber de polícia. Pois o vereador itabunense Wenceslau Júnior, candidato a deputado estadual pelo PCdoB, está se tornando cada vez mais um “cururu” diferente daqueles do passado.

Além de ser apoiado por um grupo ligado à igreja Assembleia de Deus, Wenceslau também se aproximou da Polícia Militar e foi o patrono da turma de novos soldados que se formaram nesta quinta-feira, 16, no 2º Batalhão da Polícia Militar, em Ilhéus.

No palanque da solenidade, o secretário de Indústria, Comércio e Turismo de Itabuna, Carlos Leahy, não deixou escapar: “os tempos mudam, hein vereador!”, brincou Leahy.

Wenceslau, o comunista atípico e eclético, só fez confirmar.

DE CAMARADA PARA CAMARADA

Houve quem reclamasse da falta de propósito “republicano” na visita do ministro dos Esportes a Itabuna, no último sábado, 11. E de fato os supostos ganhos indiretos que a cidade sul-baiana poderá auferir com a Copa de 2014 e as Olimpíadas de 2016 não foram tão bem evidenciados por Orlando Silva.

Ministro "jogou confete" no camarada Wenceslau e também na camarada Alice Portugal

Ficou evidente, porém, a intenção óbvia da visita: jogar confetes no correligionário Wenceslau Júnior, candidato a deputado estadual pelo PCdoB, mesmo partido do ministro.

Na década de 90, Wenceslau presidiu o Diretório Central dos Esudantes da Uesc ao mesmo tempo em que Orlando Silva comandava o DCE da Universidade Católica de Salvador. Foi um período em que fizeram muitas mobilizações em conjunto, passeata, cara-pintada e por aí vai.

“Nós éramos parceiros de luta e ele foi um dos principais personagens no processo de reafirmação do movimento estudantil  nos anos 90”, afirmou o ministro, enaltecendo o camarada.

COMUNISTA COM UM PÉ NA ASSEMBLEIA DE DEUS

O vereador Wenceslau Júnior, candidato a deputado estadual pelo PCdoB, conquistou o apoio de uma corrente da igreja Assembleia de Deus que também pede votos para o Bispo Marinho (candidato a deputado federal pelo PRB). Segundo Wenceslau, a ramificação da igreja de linha pentecostal tem cerca de 600 templos em toda a Bahia.

O apoio foi selado ontem, numa reunião  em Itabuna. Wenceslau, que calcula em 40 mil o número de votos necessários para se eleger, acredita que o novo aliado tem potencial para lhe garantir quase 3 mil novos eleitores.

DAVIDSON PODERÁ CANDIDATAR-SE A PREFEITO

Presidente da Bahiagás diz que será o candidato, "se for para aglutinar" (foto Pimenta)

O presidente da Bahiagás, Davidson Magalhães, que se licenciou do cargo para integrar a coordenação política da campanha de Jaques Wagner, confirmou hoje ao Pimenta que poderá candidatar-se a prefeito de Itabuna em 2012. Esse interesse foi comentado pelo blog, em nota do dia 16 de agosto.

Pela manhã, na carreata do governador e candidato à reeleição, Magalhães afirmou que sua prioridade no momento é trabalhar pela vitória de Wagner, Pinheiro e Lídice da Mata (estes candidatos ao Senado). Vice-presidente do PCdoB no Estado, ele disse também que está trabalhando para ampliar a representação do PCdoB na Câmara e na Assembleia Legislativa.

Ultrapassando os objetivos de curto prazo, o comunista mira na Prefeitura de Itabuna. “A consequência natural desse processo que estamos construindo hoje será a conquista de novos espaços em governos municipais em 2012”, declarou, acrescentando que daqui a dois anos a população sul-baiana começará a sentir os efeitos econômicos positivos de projetos como o Complexo Intermodal e o Gasoduto.

“Estou na Bahiagás, mas sou da região e tenho grande motivação para contribuir com o projeto das forças progressistas em 2012”, enfatizou Magalhães. Sobre Itabuna, ele afirmou que, “se for para aglutinar”, unindo forças com todos os partidos de centro-esquerda e lideranças como o petista Geraldo Simões, poderá ser candidato nas próximas eleições municipais.






WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia