WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
festival chocolate


alba










julho 2019
D S T Q Q S S
« jun    
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031  

editorias






:: ‘perseguição’

PM É BALEADO APÓS PERSEGUIR HOMEM E TROCAR TIROS COM COLEGAS EM ITABUNA

Policial militar é baleado em Itabuna

Um policial militar foi baleado na mão por colegas na madrugada desta quinta-feira (9), em Itabuna, após uma tentativa de homicídio contra um homem identificado como Welton de Jesus Santos, segundo a polícia. A equipe que atendeu a ocorrência informou que o PM Elvis Cardoso Amaral Moreira estava envolvido na confusão e negou-se a baixar a arma.

De acordo com o 15° Batalhão da Polícia Militar, Elvis Cardoso foi abordado pelos colegas acionados pelo Centro Integrado de Comunicação (Cicom), que recebeu denúncias de que um homem armado tentava atirar em outro na Avenida Amélia Amado, no Centro Comercial. A viatura foi deslocada, mas não encontrou os envolvidos na confusão no local indicado.

Depois de realizar novas buscas, a equipe encontrou Elvis Cardoso com uma arma na mão atirando contra um homem que correu em direção a viatura, conforme informou a Polícia Militar. Os policiais teriam mandado que o suspeito baixasse a arma, mas não foram atendidos, no primeiro momento. Na troca de tiros, o PM Elvis Cardoso acabou atingido na mão.

O policial Elvis Cardoso reside no bairro São Caetano, em Itabuna, mas está lotado no município de Bom Jesus da Lapa. Cardoso foi levado para o Hospital de Base Luís Eduardo Magalhães e, depois do atendimento médico, conduzido para a sede do 15° Batalhão da Polícia Militar, onde aguarda audiência de custódia. Welton de Jesus não foi atingido.

CASO NADSON TEM 1ª AUDIÊNCIA HOJE

Nadson Almeida morreu em perseguição.

Nadson Almeida morreu em perseguição.

A primeira audiência do Caso Nadson Almeida será realizada hoje, no Fórum Ruy Barbosa, em Itabuna. Serão ouvidas sete testemunhas e familiares do garoto morto após perseguição policial em 16 de fevereiro deste ano, no Bairro Lomanto, em Itabuna.

O Ministério Público Estadual decidiu pela denúncia contra o policial militar Wallace Feitosa da Silva, que dirigia a viatura na perseguição ao menor. O veículo bateu no fundo da moto que Nadson pilotava, provocando a queda do menor, que faleceu no local.

A promotoria denunciou o PM por “dolo eventual”, por acreditar que o policial assumiu o risco de matar o adolescente ao manter a perseguição, chocando a picape Ford Ranger no fundo da moto para tentar pará-lo. A audiência ocorrerá na Vara do Júri, às 13h30min, no Fórum Ruy Barbosa.

A morte de Nadson detonou um clima de revolta no bairro. Vândalos aproveitaram para queimar ônibus e carros de passeio no entorno da Avenida J.S.Pinheiro, no final da manhã e início da tarde daquele domingo, 16 de fevereiro.

Nos ataques, o pátio da Settran foi invadido. Cerca de 20 carros e motos foram incendiados. Os veículos, apreendidos em blitzen, iriam a leilão.

ATO LEMBRA UM MÊS DA MORTE DE NADSON ALMEIDA

Nadson morreu após perseguição no Bairro Lomanto (Foto Álbum Familiar).

Nadson morreu após perseguição policial (Foto Álbum Familiar).

Familiares e amigos de Nadson Pereira de Almeida promovem ato na próxima sexta-feira (14) para lembrar os 30 dias da morte do adolescente. Uma missa será celebrada às 8h30min na Igreja Menino Jesus, no Lomanto, onde aconteceu a tragédia.

Nadson morreu no dia 16 de fevereiro, após perseguição policial no Bairro Lomanto, em Itabuna. Menor, ele pilotava uma moto Honda Titan e fugiu da abordagem ao, supostamente, receber ordem para parar.

Testemunhas afirmam que, durante a perseguição, uma viatura da Polícia Militar tocou no fundo da moto em que Nadson estava. O corpo do menor foi lançado ao chão e, na sequência, a viatura atropelou o garoto de 14 anos. Abaixo, vídeo mostra momento da perseguição.

Policiais que estavam na viatura negaram que tenha havido atropelamento. A versão dos militares é de que Nadson perdeu o controle da moto que pilotava, batendo no fundo de um carro que estava estacionado na Rua Jorge Amado, onde morreu. Ainda segundo os militares, Nadson perdeu o controle ao passar por um quebra-molas.

Há duas semanas, a subseção itabunense da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) reuniu-se com os comandos das polícias militar e civil em Itabuna. Durante as audiências, os dirigentes da OAB local pediram isenção e celeridade nas investigações.

PROTESTOS E DESTRUIÇÃO

Ônibus foi destruído em manifestação (Foto Pimenta).

Ônibus foi destruído em manifestação (Foto Pimenta).

O acidente ocorreu por volta das 10h de 16 de fevereiro e deu início a uma série de protestos na região do Lomanto. A comunidade interditou a Avenida J.S. Pinheiro. Um ônibus foi incendiado na BR-101 e vários veículos foram destruídos pelo fogo no pátio da Secretaria de Transporte e Trânsito (Settran), no Aeroporto Tertuliano Guedes de Pinho, no Lomanto.

Um veículo que estava na Avenida J.S. Pinheiro também foi incendiado por manifestantes. Houve confronto e 16 pessoas foram detidas pela Polícia Militar. Já no outro dia, logo após o enterro do menor, menores atearam fogo em um ônibus escolar, que ficou parcialmente destruído.

A previsão é de que o inquérito na Polícia Civil sofra atraso por causa do período de carnaval. Os cinco policiais que estavam na viatura da PM que atropelou o garoto foram afastados do serviço, segundo o comando regional da PM. Todos respondem a inquérito policial militar.

SECRETÁRIO É INTIMADO A DEVOLVER OBJETOS E DINHEIRO DO REÚNE ILHÉUS

Movimento deu queixa contra operação feita pela Prefeitura.

Movimento deu queixa contra operação feita pela Prefeitura.

A delegada titular da Furtos e Roubos em Ilhéus, Rita de Cássia Oliveira, intimou o secretário de Obras e Trânsito, Isaac Algabli, para que devolva, “com a maior brevidade possível”, objetos e dinheiro subtraído pelo município na desocupação do Reúne Ilhéus em outubro. A intimação entregue estabeleceu como data para entrega a quarta (6), às 9 horas, na própria delegacia.

De acordo com membros do Reúne Ilhéus, barracas, mesas, máquina fotográfica, notebook e mais de R$ 400,00 foram levados pelos servidores que atuaram na desocupação em frente ao Palácio Paranaguá. A desocupação ocorreu enquanto parte dos integrantes do movimento dormia.

As barracas e os pertences foram levados em um caminhão, supostamente, para uma área da Secretaria de Obras. O Reúne Ilhéus ocupou a área em frente ao Paranaguá por 97 dias, sendo expulso do local em uma ordem de reintegração obtida pelo município.

PERSEGUIÇÃO

Além da subtração dos objetos e dinheiro do movimento, há outra queixa contra a gestão municipal. O prefeito Jabes Ribeiro é acusado de perseguir Mário Schneider, integrante do Reúne Ilhéus e servidor público. O gestor municipal teria ordenado o corte de salário de Mário como retaliação ao movimento.

PT X PT, PARTE 13

Deputado estaria perseguindo correligionários que o criticam

Deputado estaria perseguindo correligionários que o criticam

Já se passaram quase cinco meses, mas a derrota eleitoral sofrida pelo PT nas últimas eleições municipais em Itabuna continua alimentando a guerra interna do partido. De um lado, os partidários do deputado federal Geraldo Simões; do outro, um grupo que questiona posicionamentos do parlamentar e põe na conta dele as duas “pancadas” que a legenda levou em Itabuna, nos anos de 2008 e 2012, quando a Juçara Feitosa, esposa de GS, foi lançada na disputa pelo governo municipal.

Essa briga entre petistas pró-GS e petistas críticos ao deputado acaba de fazer mais uma vítima, obviamente do lado mais fraco da corda. Trata-se da professora Dinalva Célia, trinta anos de partido e gestora escolar aprovada em concurso público.

Na noite desta segunda-feira, 18, Dinalva recebeu a notícia de que será exonerada do cargo de vice-diretora do Centro de Apoio Pedagógico (CAP), antigo Colégio Eraldo Tinoco. Para a petista, quem pediu sua cabeça foi o próprio Geraldo Simões.

 

RETRATO DE UM POLÍTICO PERSEGUIDOR

Filiado a um partido historicamente identificado com a luta por bandeiras democráticas, o deputado federal Geraldo Simões (PT) chega ao ocaso de sua carreira política ostentando a lamentável fama de coronel, devotado a práticas como a de perseguir jornalistas dos quais discorda. Ou seja, revela-se um tiranete da direita mais reacionária, com máscara (que já não esconde mais nada) de progressista.

O impiedoso blog O Chumbo Grosso retratou bem a figura:

NÃO APENAS ARROGANTE

Davidson Samuel | davidsonsamuel@pimentanamuqueca.com.br

As pesquisas eleitorais não andam fazendo bem ao deputado federal Geraldo Simões. O parlamentar tem gasto parte do seu tempo maquinando maldades. Como se velho carlista fosse, agora também age pedindo cabeça de profissionais que ousam discordar de seus métodos, projetos etc.

Não importa a área. Também o faz na comunicação. E quando a empresa possui fortes ligações com a política – e a mesma não age de forma profissional, o campo se torna fértil para GS executar os planos dele. Tudo para tentar evitar nova derrota em eleição que se avizinha. Nada de projetos, discussão, argumentos. Cabeças na bandeja.

Calma lá, Geraldo. O que está acontecendo? Por que trocar a empatia de ontem pela arrogância e perseguição hoje? Que ganho há nisso? Que ganho há em agir como mau caráter?

Gaste seu tempo discutindo projetos para a população, pensando em boas ações de mandato – afinal, mesmo perdendo tantos votos em Itabuna em 2008, você ainda é parlamentar federal. (Re)aprenda a ouvir e a tirar lições disso. Não faz mal. É saudável para a democracia. Arrogância, perseguição, vingança são ações típicas de político em final de carreira. Deixe o porrete de lado. Argumente, cerque-se de bons conselheiros… Antes que a vaca vá pro brejo.

Davidson Samuel é um dos blogueiros do PIMENTA.

ASSALTANTES SÃO PRESOS APÓS PERSEGUIÇÃO DE COMERCIANTE

Ricardo Santos e Roque Costa foram presos após perseguição (Foto Costa Filho).

Um comerciante perseguiu dois bandidos que assaltaram o seu supermercado, na Mangabinha, em Itabuna, e teve sorte ao não ser atingido por disparos efetuados pela dupla. Ricardo Santos da Silva, 28, e Roque Santos Costa, 23, foram presos por efetivo do 15º Batalhão da PM, da Cipe Cacaueira e Polícia Rodoviária.

Tudo aconteceu ontem à noite, por volta das 20h. Os bandidos fugiam numa moto, logo após levar todo o dinheiro do caixa do Novo Barateiro. O comerciante iniciou a perseguição à dupla e acabou tocando o carro, uma picape Ford Courier, no fundo da motocicleta Honda CG 125, placas JLS-9055.

O choque ocorreu próximo ao Jardim do Ó (em frente ao Bar do Butão). A dupla ainda conseguiu fugir, mesmo machucada, mas foi capturada pela polícia.

A dupla foi vista num ponto de espetinho, na avenida Princesa Isabel, planejando o assalto ao mercado na Mangabinha. O repórter Costa Filho entrevistou os assaltantes. Mais detalhes do crime você confere no Tribuna Livre, às 14h15min, na Rádio Jornal AM 560.

Carro do empresário e a moto usada pelos bandidos (Foto Costa Filho).

A GUILHOTINA (BURRA) PETISTA

Informa o Política Et Cetera (acesse aqui) que a guilhotina no PT de Itabuna está afiadíssima. A mãe de uma ex-petista que aceitou cargo no governo de Capitão Azevedo (DEM)  é a nova vítima da tal guilhotina. Dona Genália Araújo Santos era supervisora numa escola estadual em Itabuna e foi exonerada do cargo “a juízo da autoridade”.

A princípio, a causa da exoneração foi o fato de Dona Genália ser a mãe de Cristiane Araújo Santos. O ato de exoneração está publicado no Diário Oficial de 17 de outubro. Agora já pensou se os pais fossem responsáveis por todos os atos de seus filhos adultos e bem crescidos?

Dona Genália era conhecida na Mangabinha como “a petista”, mais de sessenta anos de vida. A maldade contra a educadora sexagenária é atribuída à diretora da 7ª Diretoria Regional de Educação (Direc), Miralva Moitinho, como ato de vingança contra a sua ex-colaboradora Cristiane Araújo.








WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia