WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
festival chocolate


alba










julho 2019
D S T Q Q S S
« jun    
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031  

editorias






:: ‘PM-BA’

POLICIAL TEVE CORPO MUTILADO ANTES DE SER MORTO POR TRAFICANTES EM SALVADOR

PM sofreu tortura e teve corpo mutilado antes de ser morto por traficantes

“O que fizeram com ele não se faz nem com um gado de abate”. A frase é de um amigo do policial militar Gustavo Gonzaga da Silva, 44 anos, assassinado na madrugada do sábado (9) por traficantes no bairro da Santa Cruz, em Salvador.

Gonzaga estava voltando para casa depois do trabalho e dava carona para um amigo de infância, identificado como “Jai”, quando foi abordado por três traficantes. Os autores do crime foram identificados como Choquito, Keka e Leno.

O PM foi torturado e teve o corpo mutilado antes de ser morto pelos criminosos, informa o Correio24h. Gonzaga ainda recebeu vários tiros na cabeça. “Eu nunca vi isso. Tem gente que tá há mais de 30 anos na polícia e nunca viu alguém ser morto dessa forma”, diz um colega do policial.

Os autores do crime chegaram a arrancar o coração da vítima e deixaram o órgão na região do Nordeste de Amaralina, em uma localidade conhecida como Boqueirão, a mais de 1 km onde Gonzaga foi morto.

‘Jai’, que estava com Gonzaga, teria fugido no momento do crime e ainda não apareceu para prestar depoimento. “Era uma grande amigo dele, a família toda conhece. Ele que tava junto. Ele tem que falar”, diz um familiar do policial.

“O cara sumiu. Abriu um buraco no chão e desapareceu”, reclama um amigo da vítima, que não aponta Jai como participante do crime, mas quer que ele preste depoimento. “Está tudo muito estranho”. Mesmo questionando o sumiço, amigos e policiais militares ouvidos pelo CORREIO acreditam que Jai não participou do crime. :: LEIA MAIS »

BAHIA CONVOCARÁ 2 MIL PMs DA RESERVA PARA FUNÇÕES DE RETAGUARDA

Rui anuncia convocação de 2 mil PMs da reserva || Foto Carol Garcia/GovBA

Rui anuncia convocação de 2 mil PMs da reserva || Foto Carol Garcia/GovBA

O governo baiano anunciou, há pouco, que encaminhará à Assembleia Legislativa da Bahia (Alba), ainda neste mês, projeto de lei criando uma remuneração especial para policiais da reserva – oficiais e soldados.

Segundo o governador Rui Costa, os profissionais da reserva serão convidados a retornar à ativa para exercer funções de retaguarda, a exemplo de monitoramento de câmeras de segurança, que exigem a presença de policiais 24 horas por dia, ao longo de sete dias na semana. “Com isso, vamos liberar quase dois mil policias de funções de retaguarda e da área administrativa, para atuar nas ruas”, afirmou.

Com os dois mil policiais e igual número de novos concursados da Polícia Militar, cujo concurso está em andamento, o governador afirmou que a Segurança Pública do Estado contará com o reforço de mais quatro mil policiais para atuar nas ruas das cidades baianas já no primeiro semestre de 2018.

VOANDO SOBRE RODAS

Esquadrão Águia PM-BA

MOLEZA? Policial militar treina em nova etapa do curso de escolta e segurança do Esquadrão Águia, da PM baiana. Foto Divulgação.

MAIS DE 141 MIL CANDIDATOS SE INSCREVEM NO CONCURSO DA PM-BA E CORPO DE BOMBEIROS

Concurso reserva 10% das vagas para Ilhéus e Itabuna.

Concurso reserva 10% das vagas para Ilhéus e Itabuna.

As inscrições para o concurso da Polícia Militar e Corpo de Bombeiros Militar encerraram no dia 21 de junho. As duas mil vagas para o cargo de soldado da PM serão disputadas por 123.812 candidatos. Já para as 750 vagas de Bombeiro Militar foram inscritas 18.066 pessoas. No total, 141.878 candidatos vão participar do concurso da segurança pública de 2017.

Os maiores números de inscritos para soldado foram registrados nas cidades de Salvador, Juazeiro e Feira de Santana. Já para Bombeiro Militar, as cidades de Salvador, Feira de Santana e Itabuna tiveram a maior quantidade de inscritos. Em 2012, o concurso da PM teve 74.702 candidatos disputando duas mil vagas, e, em 2008, foram 84.041 pessoas para 3.200 vagas.

Uma vez habilitado para o curso de formação, seja da Polícia Militar ou do Corpo de Bombeiros Militar, o candidato irá ingressar no quadro das corporações como aluno soldado. Quando tiver concluído o curso e, posteriormente, lotado na região de sua escolha, o soldado da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros Militar terão carga horária de 40 horas semanais.

O concurso contará com duas etapas, com provas objetivas e discursiva, previstas para o mês de agosto. Será apenas um dia de seleção, com duração de quatro horas e trinta minutos. O resultado obedecerá à ordem de classificação, seguindo a publicação das notas finais em ordem decrescente, observando cargo, região e sexo.

O edital de abertura de inscrições, elaborado conjuntamente pela Secretaria da Administração do Estado (Saeb) e pelos Comandos Gerais da Polícia Militar da Bahia e do Corpo de Bombeiros Militar da Bahia, foi publicado dia 10 de maio. Com validade de um ano, prorrogável por igual período, o concurso será realizado pela Saeb e pelo IBFC, que na Bahia é responsável pelos concursos públicos da Embasa e Agerba

IGREJA ESPERANÇA OFERECE CURSO GRATUITO PARA O CONCURSO DA PM-BA

Aulas do curso preparatório começam nesta segunda (Foto Lucas França).

Aulas do curso preparatório começam nesta segunda (Foto Lucas França).

Lucas França

Começou ontem (24), na sede da Esperança Igreja Batista de Itabuna, o Curso Preparatório para o Concurso da Polícia Militar da Bahia (PM-BA), com a participação de 58 futuros candidatos. Desde que o governador Rui Costa anunciou a abertura de 2.750 vagas entre soldados da PM e Corpo de Bombeiros, um grupo de soldados-professores sentiu o desejo de oferecer gratuitamente o curso àqueles que desejam ingressar no serviço público, mas não têm condições de fazer um investimento financeiro. A princípio foram disponibilizadas apenas 50 vagas.

Durante a abertura, o pastor presidente da Esperança, Rosemar Vilanova Cavalcante, Pastor Mel, falou da importância deste curso na vida da igreja. Citando Marcos, capítulo 10, versículo 45, disse que, sobretudo no ano do serviço, lembrou da vida de Jesus, que veio a este mundo não para ser servido, mas para servir e dar sua vida em favor de muitos.

Foram apresentados a ementa do curso, a didática e os professores. Entre os professores, estão Fábio Gomes, Marcelo Alves, Milena Almeida, Isabel Argolo, Caique Oliveira, Jorge Teles, Luísa Lopes, Jackson Lessa e Mark Harys.

“Essa iniciativa partiu justamente do desejo desta comunidade de fé em servir. Foi a oportunidade que eu encontrei de poder ajudar o próximo com dons e habilidades que Deus me deu. Conversei com a liderança desta igreja, convidei um grupo de soldados e amigos militantes na área da educação que disseram sim ao chamamento e aí começamos”, explicou o sargento da Polícia Militar Fábio Gomes, professor de História, Estatuto da Igualdade Racial e Legislação Estadual, além de idealizador deste curso preparatório.

Ao todo, serão 11 disciplinas ofertadas com a carga total de 230 horas, sendo Direito Penal (20h), Direito Constitucional (30h), Direito Administrativo (20h), Direitos Humanos (20h), Raciocínio Lógico-Matemático (20h), Atualidades (20h), Legislação Estadual (20h), História (20h), Geografia (20h), Português e Redação (40h). As aulas acontecem de segunda a sexta, das 19h às 21h50min. Já aos sábados, das 08h às 12h.

MANTER O FOCO
Para o professor de Direito Penal Marcelo Alves, o candidato precisará, além do preparo, conhecer algumas ferramentas que contribuirão para o sucesso de sua missão. “Conhecer a banca avaliadora é fundamental, pois, através dela, é possível ver como foram as avaliações passadas, o nível exigido nas questões, mesmo que sejam de outros Estados. É preciso neste momento manter o foco”, sinalizou Marcelo, que também é militar.

A candidata Anathália Soares, ressalta que é uma chance de ela poder, por meio do curso, ser preparada da mesma maneira como se estivesse num outro curso pagando. “Eu vejo que Deus está me proporcionando, através da Igreja Esperança, um momento de dedicação aos estudos, acreditando que vou ter grande chance de vencer as etapas que virão pela frente, com fé”, acreditou.

Já o candidato Caique Morais, 18 anos, entende esse momento como uma benção para a sua vida, já que não teria condições de custear um preparatório deste. “Esse curso realiza a primeira etapa do meu sonho em seguir na carreira militar. Vejo que os professores são preparados e o mais interessante, estou sendo beneficiado por um projeto social”, declara.

O pastor Paulo Barbosa acrescentou que a igreja é um celeiro de serviços, com o objetivo de cuidar das pessoas. “Oferecemos as instalações para que elas sejam capacitadas tanto espiritual como intelectualmente e isso independe da sua crença. Essa mesma igreja consegue atender aos anseios, juntamente com um grupo de irmãos, que diante de uma percepção quase que urgente, a uma necessidade da comunidade. Isto é chamado de Cristo para fazer a diferença na vida dessas pessoas”, sublinhou.

CORRUPÇÃO: EX-COMANDANTE DA PM-BA É LEVADO A JULGAMENTO

Coronel Santana quando foi preso em flagrante por policiais civis.

Coronel Santana quando foi preso em flagrante por policiais civis.

Antônio Jorge Ribeiro Santana, ex-comandante da Polícia Militar baiana, será julgado, nesta quinta (16), às 8h30min, por fraude e lavagem de dinheiro em contrato de locação de viaturas superfaturadas para a corporação, informa o Bocão News.

Coronel Santana é investigado pelo recebimento de propina e superfaturamento na compra de 201 viaturas. A prisão ocorreu durante as investigações da Operação Nêmesis, em 5 de março de 2009 (relembre aqui).

O policial, que está na reserva, vai a julgamento na Auditoria da Justiça Militar do Estado da Bahia, em Salvador. Além dele, outras 11 pessoas são acusadas de envolvimento no esquema. O militar foi acusado de movimentar R$ 1,2 milhão com suposta compra de gado para abate.

Santana comandou a PM baiana até 2008 e o esquema fraudulento, de acordo com as investigações à época, envolviam a empresa paulista Júlio Simões, responsável pelo fornecimento das viaturas para a corporação.

POLÍCIA SUSPENDE A BAMOR DOS ESTÁDIOS

PM proíbe a Bamor em estádios por 180 dias (Foto Reprodução).

PM proíbe a Bamor em estádios por 180 dias (Foto Reprodução). 

Ontem (7), o Bahia venceu a primeira partida fora de casa. Bateu o Goiás por 0 a 2, no Estádio Serra Dourada. O Esquadrão conquistou a terceira posição na classificação geral da Série B no dia em que a Bamor, torcida organizada, foi suspenda dos estádios por seis meses.

A suspensão foi aplicada pelo Batalhão Especializado em Policiamento de Eventos (Bepe), da Polícia Militar. Foi punição contra as cenas de violência protagonizada por alguns de seus integrantes na partida do Bahia contra o Náutico.

A briga envolveu membros da Terror Tricolor. A medida cautelar está prevista no Estatuto do Torcedor, sendo aplicada na ocorrência de “indisciplina e brigas entre torcidas”, segundo a PM.

BASE COMUNITÁRIA INICIA 4ª EDIÇÃO DO “MÃOS QUE PREVINEM”

Base comunitária do Monte Cristo executa projeto social.

Base comunitária do Monte Cristo executa projeto social.

A Base Comunitária de Segurança Monte Cristo, em Itabuna, inicia amanhã (23), às 10h30min, na Escola Municipal Verdes Campos, o  Projeto Mãos que Previnem, destinado a crianças de 5 a 9 anos. Segundo a coordenação, o objetivo é educar, conscientizar e estreitar os vínculos entre polícia e escola, conhecer a comunidade local e suas reais necessidades, bem como atenuar a incidência de jovens no mundo do crime.

O projeto Mãos que Previnem está na quarta edição e este ano atenderá três instituições situadas na área de atuação da Base Comunitária de Segurança Monte Cristo: Escola Municipal Verdes Campos, ONG Padre Tonucci e Grupo Escolar Amélio Cordier.

Durante quatro semanas, aproximadamente 120 crianças participarão de atividades educativas, lúdicas e de conscientização. Com uma linguagem apropriada para a faixa etária, serão abordados os temas Polícia Amiga, direitos fundamentais e deveres, drogas e seus efeitos, violência nas escolas, higiene e saúde e relacionamento familiar.

O projeto é executado exclusivamente por policiais militares fardados e identificados, conforme os coordenadores, levando em consideração o fascínio que este profissional exerce no imaginário das crianças, “que os veem como heróis”.

BEBETO COBRA COMANDO-GERAL DA PM SOBRE EXCESSOS CONTRA REPÓRTER EM ILHÉUS

Bebeto cobra comando geral da PM quanto a denúncia de excesso contra repórter.

Bebeto cobra comando geral da PM quanto a denúncia de excesso contra repórter.

O deputado federal Bebeto Galvão (PSB) emitiu comunicado oficial para manifestar solidariedade a todos os membros da imprensa de Ilhéus que se sentiram atingidos com o episódio em que o repórter do Blog do Gusmão, Thiago Dias, foi vítima de excessos por parte de dois oficiais da 70ª Companhia da Polícia Militar de Ilhéus, segundo denunciou o site e outros veículos da cidade.

Bebeto disse entender que o papel da imprensa na prestação de serviço e acesso à informação é fundamental para o exercício da democracia e para a construção de uma sociedade mais justa, onde não pode haver espaço para coação e censura à liberdade de expressão. “E o jornalismo é um dos principais instrumentos que nos garante esse direito constitucional”, declara o parlamentar.

O deputado disse ter encaminhado ofício ao comandante-geral da Polícia Militar, coronel Anselmo Brandão, e para o comandante do Policiamento da Região Sul, coronel Luiz Brandão Teixeira, cobrando um esclarecimento da corporação a respeito dos possíveis excessos cometidos pelos oficiais, o major Rivas Júnior e o subtenente Rômulo Rego.

No ofício, o parlamentar reitera a confiança na instituição Polícia Militar pelos serviços prestados à população baiana e, nesse sentido solicita uma manifestação da PM sobre o episódio e medidas em caso de confirmadas as denúncias de que houve tentativa de intimidação por parte dos oficiais, pois tais medidas relatadas não estão em consonância com o estado democrático de direito.

PM DE ITABUNA MORRE EM ACIDENTE NA BR-101

João faleceu em acidente na BR-101 (Foto Reprodução).

João faleceu em acidente na BR-101 (Foto Reprodução).

O policial militar João Francisco da Silva Júnior morreu em acidente, por volta das 16h deste sábado (18), na BR-101, próximo ao acesso a Jussari, no sul da Bahia. João Júnior se deslocava para trabalhar no Batalhão da PM em Porto Seguro, onde estava lotado, conforme amigos.

As primeiras informações apontam para a possibilidade de o acidente ter sido causado pelo motorista do veículo contra o qual a moto colidiu.

O carro atravessou a pista no momento em que João Júnior passava pelo trecho de acesso ao município. O motorista fugiu do local, segundo informações da Polícia Rodoviária Federal.

Formado em Economia, o policial estava há um ano e três meses na corporação, segundo a assessoria da Polícia Militar. João Júnior residia no Bairro Sarinha Alcântara, em Itabuna.

Colegas do policial morto no acidente fazem críticas ao comando da PM. “Já passou do momento do Estado destinar vagas para os policiais nas suas respectivas regiões”, critica um soldado. João Júnior trabalhava a 300 quilômetros da residência.

SAI CONVOCAÇÃO DE MAIS 2 MIL APROVADOS EM CONCURSO DA PM-BA

Estado terá reforço de mais 2 mil PMs e bombeiros.

Estado terá reforço de mais 2 mil PMs e bombeiros.

O governo estadual publicou na edição de hoje (14) do Diário Oficial do Estado a convocação de mais dois mil aprovados no concurso da Polícia Militar de 2012.

CONFIRA LISTA DE CONVOCADOS AQUI

A relação pode ser conferida na edição online (clique aqui). A convocação também inclui os aprovados para o Corpo de Bombeiros. Na última quinta (12) à noite, o governador Rui Costa havia antecipado a informação, via Twitter, de que convocaria mais dois mil PMs.

A previsão do governo é chegar a, pelo menos, 40 mil policiais militares nas ruas até 2018.

CONFRONTO NO CABULA: “SÓ NOS INTERESSA A VERDADE”, DIZ CORREGEDOR-CHEFE DA PM

Souza Neto é o novo chefe da corregedoria da PM.
Nomeado para o cargo no último sábado (28), o novo corregedor-chefe da Polícia Millitar, coronel Souza Neto, diz não levar em consideração pressões nas apurações feitas pelo órgão da PM. Assegura que a instituição age dentro da lei.

Souza Neto se considera um legalista e assim está sendo conduzido o inquérito do Confronto no Cabula, quando 12 suspeitos de assalto a banco morreram em confronto com policiais da Rondesp em Salvador.

O coronel e novo corregedor-chefe da PM concedeu entrevista ao jornalista Marival Guedes. Souza Neto, que já comandou a Guarda Municipal de Itabuna, fala também sobre o funcionamento da Corregedoria, desmilitarização e o que fazer para reduzir a criminalidade.

O novo corregedor-chefe diz ter certeza que contará com os apoios do comandante-geral e do governador Rui Costa. Ele também pretende aproximar a Corregedoria do cidadão. Confira a entrevista.

—-

BLOG PIMENTA – Como funciona a Corregedoria?

SOUZA NETO – A Corregedoria é o pilar da disciplina da PM. Tem por competência instaurar todos os procedimentos investigatórios, desde a apuração sumária, sindicância, os inquéritos policia militares, processo disciplinar e o processo administrativo militar, que é o mais formal dos nossos procedimentos.

PIMENTA – A corregedoria toma decisões ou encaminha os relatórios?

SOUZA NETO – Ela tem competência para conhecer, processar e punir todos os policiais que servem na própria Corregedoria, mas os demais feitos investigatórios, principalmente os mais importantes, são encaminhados para o comandante-geral. Todo o preparo é feito pela corregedoria, desde a instauração até a minuta de solução que é levada à apreciação do comandante geral.

PIMENTA – O senhor assume num momento de muita polêmica: as mortes no Cabula. Como está sendo conduzido este processo?

SOUZA NETO – Apesar de uma situação inusitada em razão do número de resistentes que tombaram no confronto com a PM, este assunto é corriqueiro aqui na PM, infelizmente na nossa sociedade. Nós temos aqui o Núcleo de Polícia Judiciária Militar que cuida só deste tipo de ocorrência. Quando há confronto, quando há resistência às ordens legais do servidor público policial militar no exercício da sua profissão e daí decorre qualquer situação de letalidade ou não, depois do auto de resistência que deve ser formalizado pelo policial resistido, comandante da guarnição elabora um documento e nós instauramos o Inquérito Policial Militar (IPM) baseado neste documento. E ainda vamos buscar se houve legalidade e legitimidade na ação policial.

souzaneto3

 

______________

CONFRONTO NO CABULA

Na dúvida, apura-se, porque a sociedade precisa saber da verdade. E, pra nós da PM, só interessa a verdade.

______________

 

PIMENTA – Até agora, qual a avaliação do senhor ?

SOUZA NETO – Supõe-se que o policial militar agiu em nome da lei, buscando a satisfação do interesse público que é a paz social, a ordem. Quando não se configura, o policial está sujeito a ser responsabilizado por crime de homicídio, cuja competência, de acordo a Lei 92/99 de 19996, a Lei Hélio Bicudo, passou-se a ser atribuição da Justiça Comum, através dos Tribunais do Júri. Nosso papel é investigar e submeter à apreciação do Ministério Público Militar (MPM), que pode tanto acompanhar o inquérito durante a instrução como ao final, é o seu destinatário legal. Então, este inquérito ao final não morre nas prateleiras dos nossos arquivos da Corregedoria. O IPM, uma vez instaurado, tem que chegar às mãos do MPM e, por sua vez, às mãos da Auditoria Militar, um juiz auditor da Vara da Justiça Militar Estadual. O juiz entendendo que houve homicídio, ele delega da sua competência e remete para o juiz da justiça comum do Tribunal do Júri.

PIMENTA – Nestes casos podem ocorrer pressões da população, de políticos e da PM. Há uma tendência de a Corregedoria atender os colegas por ser uma categoria corporativista?

SOUZA NETO – Veja bem, a Corregedoria age dentro dos mandamentos da lei. Temos um Código de Processo Penal Militar que rege todo este ordenamento da competência da Corregedoria. Nós instauramos o IPM e a nós só interessa a verdade. Quando a gente instaura inquérito que é dever de ofício nosso, nós estamos dizendo à sociedade, lembrando aquele brocardo latino, In dubio pro societate. Na dúvida apura-se, porque a sociedade precisa saber da verdade. E, pra nós da PM, só interessa a verdade. Não comungamos com conduta díspares da nossa realidade. Não estamos sujeitos a pressão alguma, até porque temos um Código Penal para seguir. Então, fique tranquila a sociedade, que esta é a postura da Corregedoria.

PIMENTA – O senhor é linha dura?

SOUZA NETO –  De maneira nenhuma. Somos gestores, trabalhamos com recursos humanos e buscamos o aprimoramento. Mas, na condição de corregedor, perfil que sempre me identificaram, procuro ser legalista. Em minha opinião, a atividade policial militar é a formalidade legal e o interesse público que tem sempre que prevalecer.

Clique no “leia mais”, abaixo, e confira opinião do corregedor sobre desmilitarização da PM e prioridades para o órgão.

:: LEIA MAIS »

RUI NOMEIA NOVO CORREGEDOR-CHEFE DA PM

Souza Neto é o novo chefe da corregedoria da PM.

Souza Neto é o novo chefe da corregedoria da PM.

O coronel Souza Neto foi nomeado, neste sábado (28), o novo corregedor-chefe da Polícia Militar. O governador Rui Costa optou por um nome considerado linha dura na corporação.

Souza Neto está na Corregedoria da PM há quatro anos, desde quando foi removido do comando da PM em Serrinha. À época, o oficial executava uma operação que desagradou lideranças políticas locais.

O novo corregedor-chefe já passou pelo batalhão em Itabuna e chegou a comandar a Guarda Municipal de Itabuna. Por suas ligações com a esquerda, sofreu perseguições do comando no período carlista, dentre eles o ex-deputado e militar Gilberto Santana, hoje no Detran.

CASO CABULA

Um dos primeiros desafios do novo corregedor-chefe será a apuração do Caso Cabula, quando 12 suspeitos de assalto a bancos morreram em confronto com a polícia. Apesar da defesa dos policiais feita pelo governador, movimentos sociais acusam a corporação de ter agido fora da lei no caso.

PM PROÍBE “PAU DE SELFIE” EM JOGOS DO BAIANÃO

"Pau" de selfie foi proibido nos jogos do Baianão 2015 (Foto Divulgação).

“Pau” de selfie foi proibido nos jogos do Baianão 2015 (Foto Divulgação).

A Polícia Militar proibiu o uso de “pau de selfie” nos estádios durante os jogos do Baianão 2015. A decisão foi tomada levado em conta que os bastões (selfie stick) são feitos com aço inoxidável. Por isso, se enquadram na “relação de objetos que podem ser utilizados para a prática de atos violentos dentro das praças esportivas”.

O Batalhão Especializado de Policiamento em Eventos (Bepe), da PM, baseou a sua decisão no artigo 13-A do Estatuto do Torcedor. O artigo proíbe a permanência de torcedores em estádios com “objetos, bebidas ou substâncias proibidas ou suscetíveis de gerar ou possibilitar a prática de atos de violência”.

O bastão ou pau de selfie será proibido já na rodada inaugural do Baianão 2015, segundo a Federação Bahiana de Futebol (FBF). “A Federação trabalha em conjunto com  as Polícias Militar e Civil e o Corpo de Bombeiros na segurança nos estádios. Apenas acatamos a decisão da PM de proibir o bastão de selfie e demos ciência aos clubes e administradores dos estádios”, explicou o presidente da FBF, Ednaldo Rodrigues.

CORONEL REIS ASSUME SUBCOMANDO DA PM-BA

Reis assume subcomando da PM-BA.

Reis assume subcomando da PM-BA.

O coronel Antônio José Barbosa Reis assumiu hoje (14) o subcomando geral da Polícia Militar baiana, após deixar o Comando de Policiamento Regional Sul (CPRS).

Coronel Reis trabalhou por 4 anos e 5 meses no comando do CPRS, sendo três deles como comandante.

O comando regional da PM no sul-baiano terá à frente Washington Idilceu Bastos, pelo menos, até fevereiro, quando serão decididas as mudanças nos demais cargos superiores da polícia militar no estado.

FAUSTINO PODE ASSUMIR COMANDO DA PM-BA

Coronel Paulo Faustino pode assumir comando-geral da PM.

Coronel Paulo Faustino pode assumir comando-geral da PM.

Um itabunense pode assumir o comando-geral da Polícia Militar baiana. Com 54 anos de idade e 35 anos de corporação, coronel Paulo Faustino Silva é tido como o nome mais forte para substituir Alfredo Castro.

Rui Costa anunciará somente em 31 de dezembro os nomes do comandante da PM e do chefe da Polícia Civil.

Na última semana, o governador eleito adiantou que manteria o secretário da Segurança Pública, Maurício Barbosa, mas precisava dar uma mexida no comando das duas corporações.

PM BAIANA GRADUA 401 SARGENTOS

Ontem, 401 cabos foram promovidos em toda a Bahia (Foto Elói Corrêa/GovBA).

Ontem, 401 cabos foram promovidos em toda a Bahia (Foto Elói Corrêa/GovBA).

A Polícia Militar baiana graduou nesta segunda (25), Dia do Soldado, 401 cabos como sargentos em cerimônias em Salvador, Feira de Santana, Ilhéus e Vitória da Conquista. Os novos sargentos passaram por cursos de qualificação com duração de três meses.

A promoção de policiais militares faz parte das exigências da classe em movimentos realizados nos dois últimos anos, o último deles em abril. Dos graduandos do interior, 147 foram formados em Feira de Santana, 23 em Ilhéus e 26 em Vitória da Conquista.

Para o comandante-geral da PM, Alfredo Castro, a progressão da carreira valoriza o policial e proporciona mais segurança aos baianos: – Entendemos que valorizar é também promover e fazemos isso com a certeza de que estamos elevando os nossos PMs a profissionais de excelência, prestando um serviço cada vez melhor.

APÓS PAGAR FIANÇA, PRISCO GANHA LIBERDADE VIGIADA

prisco pm-baMarco Prisco foi solto na madrugada desta quarta-feira (4) depois que os advogados do vereador pagaram a fiança do parlamentar no valor de R$ 21.720. De chinelo e bermuda, Prisco deixou Complexo Penitenciário da Papuda, no Distrito Federal, onde foi preso no dia 18 de abril, um dia após o fim da greve da Polícia Militar no estado.Prisco foi solto por volta das 2h, acompanhado por seus advogados. Ele deve retornar para Salvador ainda hoje.

Agora, Prisco não poderá sair da capital baiana sem autorização prévia e ainda vai ter que usar uma tornozeleira de monitoramento eletrônico. Além disso, ele está proibido de ter contato com pessoas ligadas às associações de PMs e de frequentar quartéis. Informações do Correio.

JUNTA DESCARTA TRATAMENTO DOMICILIAR A LÍDER DA GREVE DA PM-BA

Prisco foi preso no dia 18 de abril e encaminhado para o Distrito Federal.

Prisco foi preso no dia 18 de abril e encaminhado para o Distrito Federal.

Uma junta médica do Supremo Tribunal Federal (STF) concluiu que o ex-policial e líder das três últimas greves da Polícia Militar (PM-BA), Marcos Prisco, não precisa de tratamento domiciliar.

A defesa do vereador soteropolitano, alegando risco à vida do cliente, entrou com pedido para que Prisco cumpra prisão domiciliar. A junta foi convocada pelo relator do caso, ministro Ricardo Lewandowski.

“Após avaliação da história clínica, exame físico, exames complementares e pareceres especializados que se encontram apensos ao prontuário, concluímos que o paciente não apresenta, no momento, evidência de cardiopatia que exija tratamento hospitalar ou domiciliar”, é o que concluiu a junta médica.

Prisco está preso desde 18 de abril, menos de um dia após encerrada a greve da Polícia Militar. Logo, o policial foi transferido para o Complexo da Papuda, em Brasília, onde passou mal e foi internado em hospital de Brasília.

PM CONVOCA 595 APROVADOS EM CONCURSO

Previsão é de que novos policiais esteja nas ruas em janeiro de 2015.

Previsão é de que novos policiais esteja nas ruas em janeiro de 2015.

O Diário Oficial do Estado publica nesta sexta (25) a convocação de mais 595 aprovados no concurso da Polícia Militar da Bahia. A lista traz os nomes dos candidatos habilitados para a fase de exames pré-admissionais.

De acordo com a Secretaria Estadual de Administração, o governo totaliza, com esta convocação, alcança as duas mil vagas previstas no edital do concurso lançado em 2012. A primeira leva de aprovados (1.405 candidatos) iniciou o curso de formação em janeiro.

Após a convocação de amanhã, os aprovados precisam entregar documentação e realizar exames médicos, avaliação psicológica, teste de aptidão física e investigação social.

A previsão é de que os convocados de agora estejam nas ruas em janeiro de 2015. O curso de formação é concluído em nove meses.

Amanhã, será publicada portaria das secretarias da Administração (Saeb) e da Segurança Pública (SSP) prorrogando o concurso por mais dois anos.

PMs FAZEM PASSEATA PARA COBRAR SOLTURA DE PRISCO

Manifestação Prisco2 foto Jorge Bitencourt Blog Pimenta

Policiais militares fizeram uma passeata nesta tarde de terça (22) em Itabuna para cobrar a soltura do Vereador Prisco. A manifestação foi pacífica e levou à avenida faixas e cartazes com críticas ao governador Jaques Wagner.

Prisco está preso desde a sexta-feira (18), quando foi detido por policiais federais no litoral norte baiano e levado para o Complexo da Papuda, em Brasília.

A manifestação de hoje visou pressionar o Supremo Tribunal Federal (STF) a conceder habeas corpus para que o ex-soldado da PM responda ao processo em liberdade. O pedido de prisão foi feito pelo Ministério Público Federal (MPF), que acusa Prisco de incitação e liderar greve de militares.

dfdfdfdfd

Manifestantes cobram em cartazes liberdade de ex-PM (Foto Jorge Bitencourt).

Manifestação Prisco3 foto Jorge Bitencourt Blog Pimenta








WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia