WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
cenoe





outubro 2018
D S T Q Q S S
« set    
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031  

editorias






:: ‘polícia’

CRACKER ACUSADO DE ROUBAR MAIS DE R$ 80 MILHÕES É PRESO NA BAHIA

Acusado de vários golpes virtuais foi preso em Salvador

A polícia prendeu na Avenida Antônio Carlos Magalhães, no bairro da Pituba, em Salvador, um dos crackers mais procurados do país. O catarinense Jean Pierre Loz, de 43 anos, é acusado de ter iniciado uma série de golpes a partir de 1999. Ele responde a vários processos por diferentes tipos de golpe, já foi condenado, preso várias vezes e, em 2017, teve o nome incluído na lista de procurados da Interpol.

Jean Pierre é acusado de formação de quadrilha, lavagem de dinheiro, receptação e furto. Ele aplicou vários golpes virtuais. De acordo com a Secretaria de Segurança Pública da Bahia, um dos crimes foi cometido pelo acusado em 2003, contra a Prefeitura de Santa Helena, no Paraná. O suspeito teria conseguido roubar R$ 900 mil que seriam usados para o pagamento de salário dos servidores públicos. O cracker invadiu o sistema e desviou o dinheiro da conta bancária.

De acordo com a polícia, Jean Pierre aplicou o seu maior golpe em 2006, quando conseguiu roubar R$ 80 milhões da Companhia das Águas de Recife, em Pernambuco. Segundo o titular da 16ª Delegacia (Pituba), Ricardo Amorim, Jean Pirre ficou com R$ 8 milhões desse montante e o restante foi dividido entre outras 15 pessoas.

Jean Pierre contou que foi preso e liberado diversas vezes. A última vez, em 2013, ele foi beneficiado com a saída temporária e não mais retornou para cumprir o resto da perna na penitenciária máxima do Complexo Penitenciário do Vale do Itajaí, em Canhanduba, Santa Catarina. No ano passado, a Polícia Federal incluiu o nome do cracker na Interpol.

MÃE QUE CONFESSOU TER ESQUARTEJADO E ENTERRADO BEBÊ EM ITABUNA É SOLTA

Justiça solta mulher acusada de esquartejar filho

A mulher acusada de esquartejar o próprio filho, um bebê de um mês, e enterrar as partes embaixo de uma árvore num terreno na região da “Volta da Cobra”, próximo ao Hospital de Base, em Itabuna, foi beneficiada com a liberdade provisória concedida pela justiça. Rosemare de Oliveira, de 39 anos, estava presa no Complexo Policial de Itabuna desde sábado (25) e foi solta depois de participar da audiência de custódia na 2ª Vara Crime, na segunda-feira (27).

Foi determinado que Rosemare de Oliveira, que é ré primária, seja submetida a exame de sanidade mental, pois há suspeitas de que esteja sofrendo de depressão pós-parto. Depois do resultado do exame, a justiça decidirá se a acusada será presa no Conjunto Penal de Itabuna ou encaminhada para tratamento num hospital de custódia em Salvador.

Rosemare de Oliveira foi presa no sábado depois de ser denunciada pelos próprios familiares, que perceberam que ela tinha retornado para casa sem a criança. Pressionada, a mulher decidiu levar os policiais até o local onde enterrou cabeça, mãos, pés e pernas do bebê. Antes de enterrar as partes em uma cova rasa, a mãe tentou queimá-las, segundo o Departamento de Polícia Técnica de Itabuna.

ITABUNA REGISTRA 3 HOMICÍDIOS NO DOMINGO

Homem foi assassinado na Sombrinha do Centro Comercial || Foto Pedro Augusto

Itabuna teve um dos mais violentos domingos de 2018 com o registro de três homicídios em um intervalo de menos de dez horas, de acordo com o comando da Polícia Militar. O primeiro assassinato foi registrado em frente à sede do Tiro de Guerra, no Jardim Grapiúna, por volta das 15h40min de ontem (12). Ainda não identificada, a vítima levou tiros na cabeça.

Menos de meia hora depois, criminosos executaram Filipe Nascimento de Souza, de 24 anos, a tiros, no São Roque. Após ser baleado, na Rua José Alves Franco, Filipe correu para dentro de um imóvel, sendo perseguido pelos algozes e executado dentro do banheiro. Os criminosos fugiram em uma motocicleta, segundo a PM. O jovem era suspeito de traficar drogas.

O terceiro homicídio do domingo de Dia dos Pais ocorreu na “Sombrinha” do Centro Comercial. Abdias Max de Jesus, 38, levou vários tiros. Policiais da companhia que fica a menos de 300 metros do local do crime foram acionados e encontraram Abdias caído no chão. Equipe do Samu deslocada para atendimento ao homem constatou o óbito.

 

POLÍCIA PRENDE SUSPEITO DE ASSALTOS EM BAIRROS NOBRES DE ITABUNA

Acusado de assaltar em bairros nobres de Itabuna

A polícia prendeu, na manhã desta segunda-feira (23), um homem acusado de vários assaltos nos bairros Jardim Vitória e Góes Calmon, em Itabuna.

Jefferson Miranda Santos, de 18 anos, foi detido minutos depois de assaltar no Jardim Vitória, segundo a polícia. Foram recuperadas bolsas e celulares das vítimas.

A polícia informou que Jefferson Miranda usava um revólver para atacar às vítimas, a maioria mulheres.

Para se passar por pessoa honesta, Jefferson usava farda de uma empresa na qual nunca trabalhou. O acusado mora no bairro Califórnia já tem outras passagens pela polícia.

“VIÚVA NEGRA”: MULHER É PRESA ACUSADA DE ENVENENAR E MATAR NAMORADOS EM ITABUNA

Wane Brenda e as vítimas, Evandro e Edvaldo, mortos por envenenamento || Montagem Pimenta

Uma mulher foi presa nesta segunda-feira (11), em Itabuna, acusada de matar dois namorados por envenenamento. A polícia cumpriu o mandado de prisão preventiva contra Wane Brenda Gonçalves de Oliveira nesta tarde. As investigações das mortes de Evandro Bomfim de Sousa e Edvaldo Araújo Alves apontaram que ambos foram mortos por envenenamento por “chumbinho” e apontaram Brenda Gonçalves como autora dos crimes.

De acordo com a polícia civil, a primeira vítima da “Viúva Negra” foi Edvaldo Araújo Alves. Ele se sentiu mal no final da noite de 16 de abril do ano passado. Pálido, contorcendo-se e suando muito, Edvaldo chegou ao Hospital de Base de Itabuna em um táxi, levado pela namorada com quem vivia há um ano, acompanhada por um sobrinho e um cunhado da vítima. Edvaldo ainda foi reanimado, mas morreu pouco tempo depois no Hospital de Base.

Conforme a polícia, a família da vítima tinha dúvidas sobre a causa da morte, pois a namorada era ciumenta e possessiva. Edvaldo queria o fim do namoro. A família, informa a polícia, não tinha provas de que a morte havia sido provocada por Brenda.

Wane Brenda não demorou muito a engatar outro namoro, agora com Evandro Bomfim de Sousa, que viria a ser a segunda vítima da Viúva Negra. Evandro passou mal ao ingerir medicamento dado por Brenda em 12 de novembro do ano passado, sete meses depois da morte de Edvaldo.

Evandro passou mal e foi encaminhado para o pronto-atendimento do Hospital Calixto Midlej Filho, também em Itabuna. Chegou vomitando e suando muito, segundo testemunhas. O médico disse que Evandro apresentava sintomas de envenenamento. A vítima passou por lavagem estomacal.

Evandro deixou o Centro de Terapia Intensiva (CTI) quatro dias depois, quando foi transferido para apartamento. Próximo de receber alta médica, ele teve uma parada cardíaca. A equipe médica tentou reanimação e colocou uma sonda gástrica, “por onde saía um material escuro parecido com chumbinho”. Retornou para o CTI e teve morte cerebral confirmada no dia 28 de novembro, tendo parada cardíaca em 3 de dezembro do ano passado. O teste toxicológico confirmou o que se suspeitava. Evandro havia sido vítima de envenenamento por chumbinho.

Depois da comprovação de que Evandro faleceu por envenenamento, informa a polícia, as famílias das duas vítimas se juntaram para investigações, sendo instaurados dois inquéritos policiais para apurar as circunstâncias das mortes de Edvaldo e Evandro. Após exumação do corpo de Edvaldo e coleta de amostra, os exames deram positivo para envenenamento.

“Foi detectada a presença de Terbufós…agrotóxico pertencente ao grupo químico dos organofosforados, com ação inibidora irreversível da enzima acetilcolinesterase e está classificado como de nível toxicológico 1 (extremamente tóxico) Anvisa.”. Com os fortes indícios, Wane Brenda foi presa na tarde de hoje, após mandado de prisão expedido pela Vara do Júri da Comarca de Itabuna.

CORPO DE MUNIZ É VELADO NO SAF; ONG COBRA APURAÇÃO RIGOROSA DE ASSASSINATO

Corpo de Muniz será enterrado em Itabuna nesta terça

O corpo do ex-assessor parlamentar Antônio Muniz está sendo velado no SAF, em Itabuna, e deverá ser enterrado nesta terça (5), às 10h, no Cemitério Campo Santo. Muniz tinha 49 anos e foi assassinado no final da noite deste domingo (3), no Semianel Rodoviário, próximo ao Condomínio Jardim América.

O corpo estava ao lado do carro da vítima e apresentava sinais de estrangulamento, de acordo com a Polícia Militar, que foi comunicada por volta das 22h50min de ontem, de acordo com o comandante do 15º Batalhão da PM, Daniel Riccio. Nenhum suspeito havia sido preso até esta noite de segunda.

De acordo com testemunhas, Muniz estava em um forró promovido por uma emissora de TV local, na Avenida Manoel Chaves (Kennedy), ontem à noite, de onde saiu com destino à residência, no Jardim América. O ex-assessor pode ter sido morto por uma pessoa a quem ele deu carona.

Muniz era figura querida tanto no meio político, quando assessorou por vários anos o ex-vereador Roberto de Souza (PSD) e continuou com ele, agora sendo produtor do Programa Resenha da Cidade, antes apresentado na Difusora e hoje na Rádio Nacional. Em 2016, Muniz também foi assessor da Prefeitura de Itabuna.

ONG COBRA APURAÇÃO RIGOROSA E JUSTIÇA

Antônio Muniz também foi fundador e era membro da ONG Acari. A instituição emitiu nota lamentando a morte do administrador de empresas. A ONG cobrou “apuração rigorosa” e informou que os seus membros estão “acompanhando o caso, para que os autores sejam devidamente punidos”.

Os dirigentes da ONG Acari também lembram do cidadão e do profissional Muniz. “Vítima da crescente onda violência urbana que grassa em nosso município, Muniz foi um cidadão que – como líder estudantil, assessor parlamentar, servidor municipal e produtor radiofônico – pregou a solidariedade, o valor da dignidade humana e o respeito ao semelhante; fez da atividade profissional instrumento de transformação social e lutou por uma Itabuna mais justa, igualitária e fraterna”, manifestou-se a diretoria da Acari, por meio de nota

PRESOS RENDEM CARCEREIRO E FOGEM DE DELEGACIA EM AURELINO LEAL

Rodrigo Bispo e Bruno Almeida, os fugitivos || Montagem Ubaitaba Urgente

 

Dois presos conseguiram render o carcereiro e fugir, no início da tarde deste domingo (6), da Delegacia de Polícia Civil de Aurelino Leal, no sul da Bahia. Os fugitivos, que respondem por assalto e tráfico de drogas foram identificados como Rodrigo Bispo dos Santos e Bruno Almeida. Ambos são moradores da cidade de Aurelino Leal.

Segundo informações de um funcionário da delegacia, os presos conseguiram render o carcereiro de plantão e tomar as chaves da delegacia. Eles fugiram, tranquilamente, pela porta da frente. A policia Militar efetuou diligências na região, mas não ainda conseguiu localizar os fugitivos, informa o Ubaitaba Urgente.

CÂMERAS FLAGRAM LADRÃO QUE INVADIU CASA E ROUBOU FIAT SIENA EM ITABUNA

Ladrão é flagrado por sistema de câmeras no Santo Antõnio

Imagens de câmeras de um circuito de segurança podem ajudar a equipe do delegado Miguel Cicerelli, da Polícia Civil, a identificar e prender o assaltante que rendeu um homem e duas mulheres, na manhã de sábado (21), no Bairro Santo Antônio, em Itabuna, e roubou um Fiat Siena, branco, placa OZK-3273.

O assalto ocorreu por volta das 8h do sábado. Pouco antes, o homem era flagrado por câmeras ao longo da Rua Nelson Oliveira, onde ocorreu o assalto. Ao entrar na residência pelo portão da garagem, o ladrão, com revólver em punho, rendeu o dono do veículo e as duas mulheres.

Após roubo, ladrão foge em direção à Avenida Itajuípe

Cinco minutos depois, já às 8h05min, o assaltante, de blusa branca e calça, foge pela Nelson Oliveira em direção à Avenida Itajuípe. Além do veículo, o criminoso roubou dois celulares e R$ 290,00 das vítimas. O crime é investigado pela Delegacia de Repressão a Furtos e Roubos.

MINISTÉRIO PÚBLICO CONSEGUE MANTER PRISÃO DE DANILO DA D9 NOS EMIRADOS ÁRABES

Danilo está preso nos Emirados Árabes|| Foto Divulgação

O Ministério Público do Rio Grande do Sul (MP-RS) conseguiu com as autoridades dos Emirados Árabes reverter  a soltura de Danilo Santana. Preso no final de fevereiro no país árabe, o itabunense é acusado de chefiar um esquema de pirâmide que lesou milhares de pessoas na Bahia e no Rio Grande do Sul.

O pedido de prisão Danilo Santana tinha sido revogado por causa de problemas com a remessa dos documentos aos Emirados Árabes. Mas a decisão foi revista, como explica o promotor de Sapiranga Sérgio Cunha de Aguiar Filho. “Consegui reverter a decisão e manter a prisão, através de recurso”, conta. A decisão pela manutenção da prisão saiu na tarde de ontem (17).

Depois da primeira vitória, o promotor de Justiça estuda como garantir a manutenção da prisão de Santana nos Emirados Árabes até sua volta ao Brasil, além de dar prosseguimento ao trâmite burocrático exigido pelas leis de colaboração internacional para extraditar.

O nome de Danilo foi incluído na difusão vermelha, lista de procurados pela Interpol, devido a um pedido de prisão preventiva determinado contra ele pela Vara Criminal de Sapiranga, cidade na Região Metropolitana de Porto Alegre, onde o grupo atuava com mais força, segundo a polícia.

DOCUMENTAÇÃO

A revogação ocorreu devido a um problema nos prazos para remeter documentação sobre o processo contra Danilo à autoridade central dos Emirados Árabes. “Foi exigido, através do Ministério da Justiça, um prazo de 30 dias [a partir da prisão de Danilo] para remeter a cópia do inquérito policial e outros documentos, com tradução juramentada pro árabe”, explica Sério Cunha. Após a entrega dos documentos em Dubai, Danilo poderia ser extraditado.

Porém, esse pedido chegou à Justiça de Sapiranga somente em meados de março, quando parte do prazo já havia transcorrido, de acordo com o promotor. “O processo tem nove volumes. Somente o inquérito tem 300 páginas”, descreve. Diante da dificuldade de traduzir todo o material para o árabe a tempo, a Justiça decidiu revogar a prisão preventiva do acusado. Cunha explica que, sem o pedido de prisão, o nome de Danilo sairia da lista de procurados internacionalmente.

ESQUEMA EM ITABUNA

De acordo com a Polícia Civil da Bahia, que realizou operação em Itabuna no ano passado, o esquema de pirâmide financeira que teve como “cabeça” a D9 pode ter movimentado até R$ 2 bilhões na região sul-baiana. O esquema da D9 começou a cair depois que vítimas tentavam sacar os rendimentos prometidos. Aí, viam que a pirâmide havia ruído.

Iniciada na Delegacia de Repressão a Furtos e Roubos (DRFR), de Itabuna, pelo delegado Humberto Matos, a investigação revelou que a quadrilha aplicava um golpe classificado como de cooptação progressiva de pessoas, a famosa “pirâmide financeira”. Os investigados, para tanto, usavam a empresa de fachada D9 Clube para comercializar o serviço de treinamento de pessoas em apostas esportivas.

Para atrair as vítimas, a D9 Clube informava em seu site oficial www.d9clube.com e em redes sociais abertas que o percentual de lucro obtido com as realizações das apostas de seus clientes seria de 33 por cento sobre o valor investido, com pagamento semanal durante um ano, e ao final, ainda o valor principal investido de volta. Danilo Santana é apontado como chefe no esquema.

RIO GRANDE DO SUL

Um dos braços direitos da quadrilha era um empresário de Sapiranga, conhecido como “Cara dos Camaros”, apelido em referência aos carros que ele ostentava na cidade, como forma de demonstrar que o negócio seria rentável. Márcio Rodrigo dos Santos, de 36 anos, apresentou-se à polícia no dia 16 de agosto de 2017, quando lhe foi dada voz de prisão.

Segundo o delegado Fernando Branco, responsável pelo inquérito aberto em Sapiranga, o grupo atuava em todo o país.”Existem outras investigações no Brasil, tem gente que foi lesada em todo o país, mas tinha uma célula muito forte desse grupo criminoso aqui. Pedimos a prisão para o juiz da comarca, dele [preso em Dubai] e de outras pessoas. Após a decretação da p risão, encaminhamos o pedido para a Interpol, e o nome dele foi colocado na difusão vermelha”, explica o delegado.

O Ministério das Relações Exteriores informou que foi comunicado da prisão, e que a representação diplomática brasileira nos Emirados Árabes acompanha a situação.

O Ministério Público do Rio Grande do Sul denunciou, em setembro de 2017, 23 pessoas por envolvimento no  esquema de pirâmide financeira, organização criminosa, crime contra a economia popular, lavagem de dinheiro e estelionato.  Do PIMENTA, com informações do G1.

QUATRO ACUSADOS DE TRÁFICO MORREM EM CONFRONTO COM A POLÍCIA EM UNA

Acusados morrem em confronto com a polícia|| Fotomontagem Vermelhinho

Quatro integrantes de uma quadrilha de traficantes de drogas com envolvimento em roubos, homicídios e ameaças aos moradores morrem em confronto com polícia na terça-feira (27), em Una, segundo a Secretaria de Segurança Pública da Bahia. Durante a operação denominada de Rede Social, os policiais apreenderam armas e munições.

Polícia apreende armas usadas pelos acusados|| Foto Divulgação

A operação de combate ao tráfico e assalto foi realizada em conjunta entre a Companhia Independente de Polícia Especializado (Cipe/ Cacaueira), 71ª Companhia Independente de Polícia Militar (CIPM) e 6ª Coordenadora Regional de Polícia do Interior (Coorpin) em Itabuna.

De acordo com a polícia, os traficantes conhecidos como Fabinho, Xande, Gajão, e um quarto integrante do bando ainda não identificado, estavam escondidos em um acampamento após participarem do um roubo de um automóvel no dia anterior.Com o grupo, a polícia encontrou uma pistola calibre .40, uma calibre .22, duas espingardas e muita munição dos variados calibres.

A polícia informou que os suspeitos baleados ainda foram socorridos para o Hospital Municipal Frei Silvério,  mas não resistiram. O comandante da Cipe Cacaueira, major PM Sandro Ferreira, disse que novas ações estão sendo realizadas para encontrar outros integrantes da quadrilha. “Fabinho, líder do grupo, tinha mandado de prisão e era  conhecido por ameaçar os cidadãos”, revelou o oficial.

POLÍCIA APREENDE MALA COM 28 QUILOS DE MACONHA E COCAÍNA EM ITACARÉ

Polícia apreende mala com drogas em Itacaré

Policiais militares apreenderam, nesta terça-feira (9), no bairro da Marambaia, em Itacaré, 30 tabletes de maconha prensada, um quilo de pasta base de cocaína, além de 50 gramas de cocaína. As drogas estavam escondidas em uma mala numa casa que teria sido alugada pelos traficantes, que estão sendo procurados pela polícia.

De acordo com a Polícia Militar, a maconha prensada pesa 27 quilos.  As drogas foram levadas para Delegacia Territorial da Polícia Civil de Itacaré. Existem suspeitas de que o material iria abastecer pontos de vendas neste verão, quando o município recebe milhares de pessoas, não só famílias e amigos de férias, mas também muitos usuários.

SUSPEITOS DE ATAQUES A BANCOS EM CAMAMU MORREM EM CONFRONTO COM A PM

“Dumdum” e “Boi” são suspeitos de ataques a bancos em Camamu

Dois suspeitos de participação nos ataques a agências do Banco do Brasil e Caixa Econômica em Camamu, no sábado (2) e na segunda (4), morreram em confronto com guarnições da Cipe Cacaueira e da 72ª CIPM, ambas da Polícia Militar. De acordo com a PM, Tarcísio Leão Leitão, o Boi, e Vancleydson Rosa dos Santos, o Dumdum, receberam as guarnições a tiro, no Bairro Novo, em Itacaré.

Os policiais revidaram, atingindo os dois suspeitos de assaltos a banco. A Polícia Militar informou que os suspeitos estavam com um revólver calibre 38 e uma pistola 380. A dupla era considerada de alta periculosidade. Boi e Dumdum foram socorridos, mas morreram na emergência do hospital municipal.

Ainda de acordo com a polícia, além das armas que os dois usavam, havia 5 munições de arma calibre 12, balaclava, drogas e balança de precisão. A balaclava (capuz) reforça as suspeitas de participação dos dois suspeitos nos ataques a bancos em Camamu.

Veja também

ROSEMBERG DEFENDE REABERTURA IMEDIATA DE AGÊNCIAS BANCÁRIAS EM CAMAMU

POLÍCIA PERTO DE CONCLUIR INQUÉRITO QUE APURA AGRESSÕES A JOVENS EM ILHÉUS

Delegada deve concluir inquérito na próxima semana

A delegada Andréa Oliveira, titular do Núcleo de Homicídios da 7ª Coordenadoria da Polícia Civil de Ilhéus (Coorpin), deve concluir até a próxima semana o inquérito que investiga quatro homens acusados de atropelar, arrastar e espancar dois jovens na madrugada do dia 12 deste mês. As agressões ocorreram minutos depois de desentendimento em uma festa na Rodovia Ilhéus-Itabuna (Jorge Amado).

Os homens são suspeitos de tentar esmagar Luiz Felipe Morais Barbosa, 23 anos, e João Marcos Andrade, 24 anos. A delegada disse ao PIMENTA que já ouviu todas as testemunhas e três dos quatro acusados da tentativa de homicídio. A policial informou que o quarto suspeito é considerado foragido.

O veículo ocupado pelos acusados, cujos nomes ainda não foram divulgados pela polícia, teria colidido propositalmente com a moto em que estavam os dois jovens. A moto foi arrastada, na Avenida Itabuna, por mais de 10 metros pelo VW Gol, placa KFL 7103, de Ilhéus.

Um vídeo mostra que, mesmo com os dois jovens caídos em estado grave, os homens desceram do veículo e desferiram socos e pontapés. Em seguida, três deles fugiram do local em outro veículo, enquanto um quarto elemento seguiu no Gol, que foi apreendido pela polícia.

QUATRO HOMENS SÃO FLAGRADOS ESPANCANDO DOIS JOVENS NA AVENIDA ITABUNA, EM ILHÉUS

Câmeras flagraram sequência de agressões a jovens || Reprodução

A titular do Núcleo de Homicídios da 7ª Coordenadoria da Polícia Civil de Ilhéus (Coorpin), delegada Andréa Oliveira, instaurou inquérito para investigar o espancamento de dois homens, na Avenida Itabuna, no útlimo final de semana. Os suspeitos foram identificados, ouvidos e liberados para responder em liberdade, porque não houve flagrante.

Os acusados aparecem um vídeo publicado nesta terça-feira (14) pelo Blog do Gusmão. As imagens mostram o momento em que quatro homens descem de um veículo e espancam outros dois. Uma fonte informou ao blog que um dos homens espancados que aparecem no vídeo é Luiz Felipe, 23 anos. A outra vítima ainda não identificada seria um amigo de Luiz Felipe. Uma câmera de segurança registrou a cena na madrugada de domingo (12), por volta das 2 horas.

O motivo da agressão teria sido uma briga numa festa na noite de sábado (11), à margem da Rodovia Ilhéus-Itabuna (BR-415). Felipe e o amigo estão internados na Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) do Hospital Geral Luiz Viana Filho, ambos em estado grave.

O grupo usou o carro para atropelar a dupla agredida, informa o blog, que recebeu o vídeo de um amigo da família de Luiz Felipe. Segundo ele, os parentes do jovem estão revoltados com o fato de os agressores terem sido detidos na tarde de segunda-feira (13) e soltos no mesmo dia.

Assista ao vídeo.

CIPE CACAUEIRA GANHA BASE AVANÇADA EM IBICARAÍ

Tropa especializada da PM terá base avançada em Ibicaraí

Tropa especializada da PM terá base em Ibicaraí (Foto Arquivo)

O governador Rui Costa inaugurará, na próxima sexta (20), as instalações da Base Avançada da Companhia Independente de Policiamento Especializado (Cipe Cacaueira), em Ibicaraí, no sul da Bahia.

O município é cortado pela BR-415, ligação do sudoeste com a Costa do Cacau, onde são registradas grandes apreensões de drogas. A sede da Cipe Cacaueira fica em Ilhéus.

A solenidade no município será às 9 horas. Ainda em Ibicaraí, de acordo com o cerimonial, o governador também autoriza convênio do Programa Bahia Produtiva, voltado à agricultura familiar.

PRESO EM ITABUNA ACUSADO DE MATAR CRIANÇA PARA SE VINGAR DE RIVAIS

Polícia prende acusado de assassinar criança no "Pau Caído"|| Foto Reprodução

Polícia prende acusado de assassinar criança no “Pau Caído”|| Foto Reprodução

Policiais da Coordenadoria da Polícia Civil em Itabuna prenderam, nesta sexta-feira (18), no Condomínio Pedro Fontes I, no bairro São Roque, Marcelo Gomes de Melo, o “Gazinho”, um dos acusados de envolvimento no assassinato de Ana Ketelen Jesus Santos, que tinha quatro anos quando foi morta. A criança foi executada com tiro escopeta, no dia 15 de agosto de 2012, durante um ataque de bandidos no bairro Corbiniano Freire (Pau Caído).

De acordo com a polícia, “Gazinho” e outros 14 bandidos fortemente armados invadiram o bairro à procura de integrantes de uma quadrilha rival. Como não encontraram os inimigos, assassinaram a criança que estava em casa com um adolescente, que conseguiu escapar dos bandidos.

Depois de matar a criança, os bandidos atacaram outras casas e barracos no Pau Caído, à procura de rivais. Além de “Gazinho”, a polícia identificou Edmilson Soares de Oliveira, o “Missinho”, como integrante do bando. As investigações indicam que os homens faziam parte de uma facção criminosa, cujos integrantes são suspeitos de vários assassinatos e tráfico de drogas em Itabuna e em outros municípios do sul da Bahia.

Durante a operação policial nesta sexta-feira, “Gazinho” tentou enganar os policiais ao se identificar como Jackson de Jesus Santos, mas os agentes desconfiaram. Os policiais descobriram que, na verdade, estavam diante do homem que procuravam há muito tempo e com mandado de prisão em aberto.

ITABUNA: POLÍCIA APREENDE CARRO E SUBMETRALHADORA EM PERSEGUIÇÃO A BANDIDOS

Polícia apreende carro e armamento em Itabuna | Fotomontagem Pimenta

Polícia apreende carro e armamento em Itabuna | Fotomontagem Pimenta

Policiais de pelotões especiais da PM apreenderam uma submetralhadora Uzi e uma pistola automática com silenciador, por volta das 22h40min, deste domingo (30), no São Roque, em Itabuna. O armamento pesado estava dentro de um VW Jetta.

O veículo era usado por três criminosos, que conseguiram escapar do cerco policial. A perseguição ao trio começou no Pontalzinho. Já na região do São Roque e Antique, os bandidos abandonaram o veículo e as armas ao perceberem o cerco policial.

De acordo com o comandante do 15º Batalhão da PM, coronel Daniel Riccio, os bandidos abandonaram o Jetta e as armas durante princípio de confronto com os policiais. O motorista do carro perdeu a direção na Rua do Jenipapo, no Antique, quando o trio iniciou o confronto, atirando contra as guarnições e fugindo por um matagal. Ainda segundo a polícia, o Jetta usado pelos bandidos foi roubado no último dia 18, na Rua Duque de Caxias, em Itabuna. Atualizado.

CASAL É ASSASSINADO EM FESTA NO BANCO DA VITÓRIA, EM ILHÉUS

Fabinho e Talita foram assassinados durante briga em festa (Reprodução).

Fabinho e Talita foram assassinados durante briga em festa (Reprodução).

Um casal de namorados foi brutalmente assassinado na madrugada desse domingo (11), quando participava de uma festa no Bar da Boa, no Bairro Banco da Vitória, em Ilhéus.

Segundo as investigações, houve um principio de discussão entre dois homens no evento. Ambos saíram da festa e continuaram a briga. Uma terceira pessoa surgiu e começou atirar em um dos homens, identificado como Fabinho. A jovem, na tentativa de evitar a morte do namorado, ficou como espécie de escudo, sendo também atingida pelos disparos.

Identificada apenas como Talita, a mulher de 21 anos e o namorado, Fabinho, de idade não revelada, ainda receberam os primeiros socorros do Samu no local do crime, porém não resistiram. O corpos foram encaminhados para o Departamento de Polícia Técnica em Ilhéus.

A polícia realizou diligências na localidade, mas ninguém foi preso. Mais duas mortes trágicas que entram na estatística policial e que serão investigadas pelo Núcleo de Homicídios de Ilhéus, comandado pela delegada Andréa Oliveira.  Informações do Fábio Roberto Notícias.

unisa






WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia