WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia


alba










agosto 2019
D S T Q Q S S
« jul    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031

editorias






:: ‘política’

O PROJETO SUMIU

A Câmara de Vereadores de Itabuna realmente se tornou um caso de polícia. Na tarde desta segunda-feira, 22, durante a sessão das comissões técnicas, o líder do governo, Milton Gramacho (PRTB), pediu a palavra para anunciar o seguinte: o projeto de emenda ao Regimento Interno, que altera os pontos relativos à eleição da nova Mesa Diretora, despareceu.

Ninguém sabe, ninguém viu, nem se imagina como um projeto pode sumir assim de repente.

Diante da situação inusitada, os presentes à sessão riram desconfiados. E há quem aposte em algum acerto para jogar água fria na fervura do legislativo municipal. Ou seja, uma mão pode lavar a outra… Na lama!

MAIS UM

A casa de tolerância em que transformaram a Secretaria da Saúde de Ilhéus (que o médico Jorge Arouca consiga mudar o cenário!) venceu a memória do Pimenta. Listamos 11 secretários em cinco anos e logo apareceu um leitor, que se lembrou do médico Juliano Mattos. Agora, o amigo Gugu Hoisel traz à tona outro personagem que também se hospedou na Secretaria de alta rotatividade. Trata-se da contabilista Eliane Oliveira, que veio de Feira de Santana e passou curta temporada na pasta.

Treze é demais!

FALTOU UM

O atento leitor Pedro Paulo observou uma falha em nossa escalação dos 11 nomes convocados para a Secretaria da Saúde de Ilhéus nos últimos cinco anos. A bem da verdade, não foram 11, mas 12.

Lamentavelmente, o Pimenta esqueceu do médico Juliano Matos, que também comandou a pasta.

Nossas desculpas.

RÉUS CONFESSOS

Walmir Rosário | ciadanoticia@ciadanoticia.com.br

Pela leitura dos jornais do final de semana (20 a 22), em Itabuna, dá para se ter uma ideia dos rumos que têm tomado nossa sociedade. A manchete do Jornal Agora traz uma matéria na qual o presidente da Câmara Municipal de Itabuna, Clóvis Loiola, assume a condição de réu confesso e diz que o esquema de fraudes na instituição que dirige “tungou” mais de R$ 5 milhões dos cofres públicos.

Loiola vai além e confessa, publicamente, que existe a possibilidade de pagar por isso na cadeia, mas faz uma ameaça a seus pares: “posso ir preso, mas levo todos os vereadores comigo”, estampa a manchete das páginas centrais do Agora. Essa afirmação, por si só, já é um libelo de acusação, mas que vem passando ao largo das instituições que devem evitar os desvios de conduta da sociedade, notadamente o Ministério Público (fiscal da sociedade) e o Poder Judiciário.

Mais estranho ainda é que essas declarações têm sido feitas pelo ainda presidente da Câmara, Clóvis Loiola, na presença dos seus advogados, profissionais escolhidos “a dedo” pelos porões do Centro Administrativo Firmino Alves, onde se escondem alguns membros do Poder Executivo. Digo estranhar esse fato pela defesa, baseado no princípio constitucional de que um cidadão (qualquer) não está obrigado a produzir provas contra si.

:: LEIA MAIS »

ROBERTO DE SOUZA E A MESA DA CÂMARA

Apesar das propostas de emenda ao regimento interno da Câmara de Vereadores de Itabuna, que têm o objetivo de impedir a posse da nova mesa diretora do legislativo, o vereador Roberto de Souza (PR) afirma estar tranquilo. É ele o presidente eleito para comandar a casa a partir de 2011, numa construção que a bancada governista trabalha para implodir.

Os projetos de emenda iniciaram sua tramitação nas comissões técnicas na semana passada, em uma sessão na qual a oposição levou “bola nas costas”. Mesmo assim, Roberto de Souza diz que não há possibilidade da próxima mesa ser desfeita.

O vereador é visto como ameaça pelo governo, principalmente depois que o prefeito José Nilton Azevedo teve suas contas rejeitadas pelo TCM. O parecer do tribunal deverá ser apreciado no ano que vem pela Câmara e o prefeito mais do que nunca depende de um quadro político favorável.

A VELHA PROMESSA

O artigo escrito pelo jornalista Walmir Rosário (E o capitão criou o caos), publicado recentemente aqui no Pimenta, foi objeto de análise durante um daqueles sonolentos almoços do Grupo de Ação Comunitária  (GAC) de Itabuna. Coube a outro jornalista, Paulo Lima, fazer uma explanação sobre o texto e sua descrição fiel de como se encontra a atual gestão municipal.

Detalhe: o prefeito José Nilton Azevedo estava presente, ouviu tudo com indisfarçável mal-estar e, ao final, demonstrou concordar com o “obituário” de seu governo.

– A partir de janeiro, tudo será diferente – prometeu Azevedo, disfarçando uma convicção que não tem e repetindo uma promessa na qual ninguém mais acredita.

COMUNISTAS QUEREM TER CANDIDATO EM ITABUNA

Militantes do PCdoB se reúnem nesta sexta-feira, 19  a partir das 18 horas, na Câmara de Vereadores de Itabuna. O objetivo é avaliar o resultado das últimas eleições e já começar a discutir qual será a postura do partido em 2012, quando acontece a sucessão municipal.

A pretensão dos comunistas é ter candidatos a prefeito em diversos municípios baianos e Itabuna é um deles. Na maior cidade do sul do Estado, o nome poderá ser o do vereador Wenceslau Júnior, que por pouco não se elegeu deputado estadual este ano, ou Davidson Magalhães, diretor-presidente da Bahiagás. Ambos estarão presentes na reunião desta sexta. Além deles, também estará no encontro o presidente do diretório estadual da legenda, Daniel Almeida.

Não é demais lembrar que em anos anteriores o PCdoB fez o mesmo ensaio em Itabuna, mas na “hora H” acabou aceitando apoiar o candidato indicado pelo PT.

MOLHO DE TOMATE

O secretário da Administração de Itabuna, Gilson Nascimento, que participou das investigações que levaram à descoberta do desvio de material de construção do município, pode ter cavado a própria sepultura. Mal sabia ele que a iniciativa de desvendar um malfeito lhe custaria a ampliação do rol de inimizades no governo Azevedo, mas foi exatamente isso que ocorreu.

Coincidentemente, quem transitava nesta terça-feira, 16, pela Prefeitura, era o empresário Jorge Vasconcelos (o “Jorge Tomate”), que foi secretário da Administração no governo Fernando Gomes. Dizem que Tomate sentiu o cheiro da fritura e já chegou rapidinho para servir como molho…

RELATÓRIO DA CEI ENQUADRA LOIOLA POR AÇÃO E ROBERTO DE SOUZA POR OMISSÃO

Loiola, que detonou a CEI, termina como o principal alvo das denúncias

O relatório da Comissão Especial de Inquérito do “Loiolagate”, esquema de falcatruas que foi montado na Câmara de Vereadores de Itabuna, não trouxe grandes surpresas. Há pouco, o relator da CEI, vereador Claudevane Leite (PT) encerrou a leitura para um plenário lotado. A grande maioria dos vereadores compareceu à sessão, registrando-se apenas a ausência de Ruy Machado (PRP), que teria alegado problemas de saúde. “Ele disse que o coração dele é fraco e não aguenta essas emoções”, disse um colega de Machado, em tom de brincadeira.

Na tribuna, Claudevane Leite mencionou irregularidades em diversos contratos firmados pelo legislativo municipal, inclusive a participação, em licitações da Câmara, de empresas que sequer teriam existência formal. A assinatura de recibos pela esposa do presidente Loiola, Poliana Santos, também foi denunciada pelo petista.

O ex-chefe do Setor de RH da Câmara, Kleber Ferreira, foi citado em um caso de empréstimo irregular, mas o relator não entrou em detalhes. “Dependeríamos de dados que só podem ser obtidos a partir da quebra de sigilo bancário”, observou.

Segundo Claudevane, o presidente da Câmara está diretamente ligado aos esquemas, já que ele assinava os contratos e autorizações de pagamento. O vereador Roberto de Souza (PR), que é primeiro-secretário do legislativo, pode ser enquadrado por omissão. O relator acredita que Souza deveria ter fiscalizado as operações irregulares.

Claudevane novamente confirmou que o documento lido em plenário será encaminhado ao Ministério Público e ao Tribunal de Contas dos Municípios.

AZEVEDO ESTÁ CALADO

Com todo o buxixo gerado pelo desvio de material de construção da Prefeitura de Itabuna para uma obra particular no litoral norte de Ilhéus, era de se esperar que o prefeito José Nilton Azevedo fizesse algum pronunciamento, divulgasse uma nota oficial ou até mesmo convocasse uma entrevista coletiva.

O prefeito, para seguir o script de situações como essa, poderia endurecer o semblante e externar sua preocupação para a “torcida”, afirmar solenemente que mandaria investigar e punir os culpados, declarar que não aceita corrupção em seu governo… Mas que nada!

O prefeito nada disse, preferiu o silêncio e deve estar apostando que a ladroagem descoberta pela polícia no último sábado caia no esquecimento. Ou Azevedo simplesmente perdeu a capacidade de se espantar com os absurdos que ocorrem em seu governo. Ou…

É melhor nem comentar!

PROTESTO CONTRA A CORRUPÇÃO

Sindicatos filiados à Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil (CTB) farão uma manifestação a partir das 10h30min desta terça-feira, 16, na Praça Adami, centro de Itabuna. O objetivo é cobrar rigor nas apurações e punição dos envolvidos em irregularidades cometidas na Câmara de Vereadores local.

Participarão do protesto representantes dos sindicatos dos bancários, comerciários, operários das indústrias têxteis e calçadistas e da construção civil, das empregadas domésticas, agentes comunitários de saúde, entre outros. O Diretório Central dos Estudantes (DCE) da Uesc e a União da Juventude Socialista (UJS) também estarão presentes.

Está programada para esta terça-feira, 16, a partir das 14 horas, a leitura do relatório da Comissão Especial de Inquérito que apurou desvios cometidos no legislativo itabunense.

HORA EXTRA

Verifica-se intensa movimentação nesta tarde de segunda-feira, 15, na sede da Câmara de Vereadores de Itabuna. Já foram vistos entrando no prédio o presidente Clóvis Loiola, a secretária parlamentar Margareth Brandão, o diretor administrativo Antônio Carlos Costa (Carrero) e o advogado Allah Góes.

Nesta terça-feira, 16, deverá ser lido (se Loiola deixar) o relatório da Comissão Especial de Inquérito que apura maracutaias na Câmara.

PASCOAL SE REÚNE COM AZEVEDO E DIZ SER VÍTIMA

Pascoal é homem da estrita confiança do prefeito Azevedo

O diretor de Obras da Prefeitura de Itabuna, Pascoal de Brito, que estaria envolvido em um esquema de desvio de material de construção para uma obra particular na zona norte de Ilhéus, reuniu-se neste feriado de 15 de novembro com o prefeito José Nilton Azevedo. O prefeito é amigo do subordinado e lhe tem como homem da mais estrita confiança.

Com Azevedo, Pascoal teve mais que uma conversa. Foi, na verdade, a articulação de uma estratégia de defesa.

A partir desta terça-feira, 16, o enredo da história poderá ter uma reviravolta. Quem está esperando pela exoneração do diretor de Obras poderá surpreender-se com um Pascoal apresentando-se como vítima de perseguição. O argumento visaria, ainda, criar uma blindagem para proteger outras figuras de alta patente no governo. É que Pascoal não está sozinho no esquema de desvio de material de construção adquirido com o poder público (uma versão marginal do programa “Minha Casa, Minha Vida”).

Além do papel da vítima, também está definido quem interpretará o algoz do pobre diretor: vai ser o secretário da Administração, Gilson Nascimento, que Pascoal vê como inimigo.

E o caminhão interceptado neste sábado, 13, pela polícia, com uma carga de material de construção retirada da Adei, cujo destino seria uma megaobra na praia de Mamoan? Resta explicar essa parte, mas não duvidem que o governo afirme peremptoriamente que o bruto foi apenas uma ilusão de ótica da polícia.

GOVERNADORES MAIS RICOS À FRENTE DOS ESTADOS MAIS POBRES

Matéria publicada hoje pelo jornal o Estado de São Paulo revela que os governadores eleitos com maior patrimônio declarado ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) são, paradoxalmente, aqueles que irão comandar os estados mais pobres.

O mais robusto financeiramente é o governador reeleito de Alagoas, Teotônio Vilela Filho (PSDB), com patrimônio de 14,62 milhões. Outra milionária que governa um estado paupérrimo é Roseana Sarney (PMDB). Ela declarou patrimônio próximo de R$ 8 milhões, enquanto o Maranhão ocupa a 26ª posição no ranking do Produto Interno Bruto (PIB) per capita, de acordo com o IBGE. Alagoas também está no fim da fila, com a 25ª colocação.

LULA EM QUADRINHOS

A pouco mais de 45 dias de passar o bastão para a sua sucessora, Dilma Rousseff, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva acaba de virar personagem de história em quadrinhos. Sua biografia em HQ foi lançada pela editora Sarandi e é o primeiro número de uma série sobre personalidades que marcaram o Brasil.

“Luiz Inácio Brasileiro da Silva” (esse é o título da história) transcorre em flash back, começando com a cúpula do G-20 em 2009, quando o presidente norte-americano Barack Obama saudou Lula como “o cara”. Deste ponto, o “retrovisor” conta toda a trajetória do líder mais popular da história do Brasil, que nasceu em uma família humilde do interior de Pernambuco, seguiu para o Sudeste num “pau-de-arara”, até virar torneiro mecânico, sindicalista, fundador do Partido dos Trabalhadores e, após três tentativas frustradas, presidente da República em 2002.

Lula deixará o governo com uma aprovação superior a 80%, algo inédito na história do Brasil.

AZEVEDO X ROBERTO DE SOUZA

Charge de Marcos Maurício:

AQUI tem mais

GOVERNISTAS TENTAM DERRUBAR FUTURA MESA DA CÂMARA

O prefeito de Itabuna, José Nilton Azevedo, mobilizou sua bancada na Câmara de Vereadores para impedir a qualquer custo a posse do vereador Roberto de Souza (PR) como novo presidente da casa. Souza foi eleito em 2009, após uma mudança no regimento interno, e assumiria o posto no início do ano que vem.

A estratégia encontrada pelo governo foi a de promover nova mudança no regimento. Na tarde desta quinta-feira, 11, começaram a tramitar diversas emendas que mudam os artigos relacionados à eleição da mesa diretora. Um dos projetos determina que a eleição da mesa ocorra entre os dias 15 e 30 de novembro do ano anterior à posse.

Outro projeto de emenda anula a escolha realizada no ano passado, o que atinge diretamente Roberto de Souza, atual primeiro-secretário do legislativo. O relator da emenda é o vereador Ruy Machado (PRP).

A sessão das comissões técnicas em que os projetos começaram a tramitar foi presidida por Milton Gramacho (PRTB), líder do governo na Câmara. A oposição, que parece ter sido pega de surpresa, compareceu apenas com Ricardo Bacelar (PSB).

Um advogado ouvido pelo Pimenta afirmou que o projeto de emenda pode alterar a data da eleição da mesa, mas é inconstitucional legislar para o passado. Esse entendimento torna questionável a possibilidade de derrubar a mesa já eleita.








WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia