WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia






secom bahia








maio 2019
D S T Q Q S S
« abr    
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031  

editorias






:: ‘política’

O SAQUE DE LEO KRET

Da coluna Tempo Presente (A Tarde):

Está na Comissão de Constituição e Justiça da Câmara de Salvador (que dirá se é legal ou não) o projeto de lei de Leo Kret (PR) concedendo a Michael Jackson o título de ‘Cidadão de Salvador’. Seja qual for o resultado, no fato de ser uma homenagem post mortem talvez esteja a garantia de que o homenageador não passará decepção com o homenageado, porque o histórico de tais concessões a negros famosos na capital baiana não tem sido bom. Osório Vilas Boas, vereador, deu o título a Pelé, que nunca veio receber. O mesmo Osório fez idêntica homenagem a Nelson Mandela, que quando esteve aqui, em 1992, iria passar na Câmara, mas nunca foi. Michael Jackson também não virá, mas aí por motivo justificável em caráter irrevogável. E aí Leo Kret acertou na mosca.

ÂNGELA DEFENDE PRODUTORES

Ângela apoia manutenção dos produtores em suas terras

Ângela apoia manutenção dos produtores em suas terras

De um tom mais conciliador, a deputada estadual Ângela Sousa (PSC) partiu para um discurso mais direto e favorável aos pequenos produtores ameaçados de perder propriedades na zona rural de Ilhéus, Una, Buerarema e São José da Vitória.

Segundo a deputada, é preciso garantir os direitos dos pequenos agricultores, “que fugiram da monocultura do cacau para plantar e colher outros produtos”.

Ângela provocou a sessão que discutiu o tema na última quinta-feira (20), na Assembleia Legislativa da Bahia, e ouviu do secretário de Justiça e Direitos Humanos do Estado, Nelson Pellegrino, uma manifestação favorável à rediscussão do relatório da Funai.

DECIFRA-ME OU…

Wagner e o discurso enigmático.

Wagner e o discurso enigmático.

O discurso do governador Jaques Wagner, ontem, na posse dos novos secretários James Correia (Indústria, Comércio e Mineração) e João Leão (Infraestrutura), foi carregado de frases de efeito, mas uma delas parece ter passado despercebida de muitos. Foi, digamos, enigmática.

Wagner, numa indireta ao ministro Geddel Vieira Lima, disse não ter dúvida de qual será o seu palanque na sucessão presidencial que se aproxima. Será o escolhido pelo presidente Lula. É justamente aí que está o enigma. O governador deixou no ar uma espécie de dúvida em relação ao nome da ministra Dilma Roussef à sucessão de Lula, pelo PT.

– Eu não tenho dúvidas de onde estarei em 2010. Estarei no palanque da sucessão do presidente Luiz Inácio Lula da Silva na figura da ministra Dilma ou de quem ele [Lula] determinar.

À primeira vista, deixa transparecer que as últimas pesquisas de opinião podem ter deixado o PT em dúvida sobre a melhor opção do partido para disputar a sucessão do presidente. Antes, era a ministra da Casa Civil, Dilma Roussef. O levantamento do Datafolha revelou que ela pouco ou nada cresceu em relação à pesquisa de maio (apenas 1 ponto percentual). Numa análise mais otimista, o discurso de Wagner seria apenas para reforçar a sua lealdade ao presidente Lula.

ROSIVALDO PINHEIRO DEIXA SECRETARIA EM GANDU

O economista Rosivaldo Pinheiro desligou-se da Secretaria da Fazenda de Gandu, que comandava desde março.  Ele divulgou nota, na qual enfatiza trabalhos realizados à frente do órgão, como o pagamento de mais de R$ 1 milhão em dívidas com servidores e fornecedores da Prefeitura.

O ex-secretário, que não responde mais pela pasta desde quarta-feira (19), também menciona que, durante o período em que esteve na equipe da prefeita Doutora Irismá, conviveu “num ambiente constantantemente em disputa” e diz que, no governo de Gandu, “é necessário implantar urgentemente o espírito de equipe e melhorar o nível de profissionalismo da gestão”.

Rosivaldo, que é primeiro-suplente do PCdoB na Câmara de Vereadores de Itabuna, finaliza a nota agradecendo ao partido e aos colaboradores e, mesmo fora da Secretaria, afirma continuar disposto a colaborar com o governo ganduense.

PRESTÍGIO

.

Fortes prestigia posse do secretário João Leão, também filiado ao PP.

Que a escolha do deputado federal João Leão para a Secretaria de Infraestrutura baiana foi muito criticada, disso não há dúvida. Talvez por isso, o deputado tenha procurado mostrar força ao contar com o ministro das Cidades, Márcio Fortes, entre as autoridades presentes à sua posse.

Agora, mãos à obra…

WAGNER CITA DIÁLOGO COM JOÃO HENRIQUE

Raul Monteiro | Política Livre

Wagner diz que João revelou se sentir livre (Foto Manu Dias/Agecom).

Wagner diz que João revelou se sentir livre após rompimento (Foto Manu Dias/Agecom).

Num discurso de cerca de 30 minutos em que repetiu à exaustão palavras como humildade, lealdade e gratidão, e no qual, pela primeira vez, embora sem citar nomes, falou diretamente sobre o rompimento com o PMDB, consumado há 15 dias, o governador Jaques Wagner insinuou hoje à tarde que o prefeito João Henrique (PMDB) não se relacionava com ele por imposição do ministro Geddel Vieira Lima (Integração Nacional).

“Quanto prazer me deu receber o prefeito João Henrique para me dizer: ‘governador, não há mais obstrução, vamos conversar normalmente?’ Se eu converso com os prefeitos do DEM, porque não podia eu conversar com o prefeito da minha capital, do PMDB? E esta desobstrução aconteceu porque as coisas mudaram, porque as pessoas despertaram”, disse Wagner, durante a solenidade de posse dos secretários João Leão (Infraestrutura) e James Correia (Indústria e Comércio), no Centro de Convenções.

O governador prosseguiu sob aplausos: “Me perdoem a sinceridade, (a desobstrução ocorreu) porque o bem, o jeito de fazer política do bem, venceu o jeito de fazer política da intimidação, de acuar, de intimidar quem quer que seja”. As declarações do governador funcionaram praticamente como a confirmação de que o prefeito teria relatado a ele, em audiência na segunda-feira, ter se desentendido com o líder do PMDB baiano, dando detalhes da briga que acabaram vazando para a imprensa.

Leia mais

DISPUTA ENTRE PP E PCdoB EM JEQUIÉ

Os novos tempos (e aliados) do governador Jaques Wagner começam a causar estremecimentos ou disputas acirradas na base política pelo estado. Em Jequié, sudoeste baiano, é grande a disputa entre PP e PCdoB para ver quem fica com a indicação para a 13ª Diretoria Regional de Saúde (Dires), órgão regional ligado à Secretaria Estadual de Saúde (Sesab).

Enquanto o PCdoB quer o cargo para a ex-vice-prefeita Rita Rodrigues, o PP deseja ver Tânia Britto no comando do órgão estadual. Tânia vem a ser a ex-esposa do deputado federal Roberto Britto.

SEGUNDAS (E TERCEIRAS) INTENÇÕES

São pesadas as articulações na tentativa de colocar um famoso empresário itabunense, dono de evidente ambição política, na presidência da Emasa. A estratégia envolve um deputado federal e um advogado, que pretendem beneficiar-se mutuamente com a alternância de comando.

Detalhe: a esposa do deputado é sócia-majoritária de uma empresa que move ação judicial para receber um pagamento da Emasa. E a mudança pretendida pode favorecer os inconfessáveis interesses.

A conferir.

COMODIDADE

Piadinha que rola em Ilhéus diz que o prefeito Newton Lima não precisará mais viajar até o pequeno município de Itapé, para fazer a sua movimentação bancária.

Tudo porque, ainda ontem, o prefeito inaugurou um posto de atendimento do Banco do Brasil no anexo de secretarias do Palácio Paranaguá…

A piada, na verdade, é uma ‘apropriação’ de nota (maldosa) divulgada na imprensa local.

..

Ex-funcionário do BB, Newton posa fazendo uma operação de saque.

A SENHORA SUA MÃE

O Congresso Nacional, Senado à frente, tem produzido nos últimos meses não apenas uma sucessão de escândalos, como também uma troca de artilharia pesada e de um nível tão baixo a ponto de corar as dadivosas senhoras e senhoritas que praticam a chamada mais antiga (e nem por isso menos nobre) das profissões.

Como se fossem pouco as denúncias,  boa parte delas comprovadas, de desvios de recursos, intermediação de empréstimos consignados, farras com passagens aéreas, recebimento de verbas irregulares, nomeações de parentes e uma lista quase infindável de trambicagens, nossos nobres senadores e deputados estão se especializando em xingamentos em que não param de subir (ou baixar) o tom.

Leia mais no Blog do Thame.










WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia