WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
cenoe





dezembro 2018
D S T Q Q S S
« nov    
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031  

editorias






:: ‘PR’

PR CONFIRMA APOIO A CHAPA GOVERNISTA

Executiva estadual do PR confirma apoio à Rui Costa.

Executiva estadual do PR confirma apoio a Rui Costa.

O PR baiano deu fim às incertezas. Após a executiva nacional decidir pela coligação com a presidente Dilma Rousseff (PT), o diretório estadual confirmou apoio ao petista Rui Costa, que disputa o governo baiano, além do candidato ao Senado, Otto Alencar (PSD), por unanimidade.

O partido também teve mudanças no comando estadual. Saiu o deputado federal José Rocha e entra João Bacelar. Ambos participaram da decisão, ontem (30).

PETISTAS BAIANOS DE OLHO NO PR

Bacelar quer adiamento de convenção (Foto Gustavo Lima/Ag. Câmara).

Bacelar: adiar convenção (Gustavo Lima/Ag. Câmara).

A cúpula governista está de olho nos passos do PR na Bahia. O deputado federal João Bacelar defendeu que o seu partido adie a convenção estadual para o dia 30, após a realização da nacional.

Bacelar, acusado recentemente de atuar como “comprador de emendas”, defende o adiamento por entender que seria necessário para “esperar a decisão da executiva nacional”.

Embora o PR esteja na base governista na Bahia, é grande a possibilidade de que o partido desembarque da campanha do petista Rui Costa para apoiar o democrata Paulo Souto.

O PR poderá apoiar a reeleição de Dilma Rousseff (PT) ou até mesmo lançar candidatura própria. O senador Magno Malta é o nome do partido na disputa presidencial, pontuando com 2%, segundo a pesquisa CNI/Ibope.

DOBRADINHA ELEITORAL

Bebeto e Serpa, ainda sem partido, fecham aliança no Sul da Bahia (Foto Divulgação).

Bebeto e Serpa fecham aliança no Sul da Bahia (Foto Divulgação).

O sindicalista Bebeto Galvão (PSB) e o coronel Valci Serpa, ex-comandante do Batalhão da PM em Jequié, fecharam acordo para a disputa eleitoral de 2014. Os dois farão dobradinha em vários municípios sul-baianos, segundo o sindicalista.

Bebeto é pré-candidato a deputado federal e Serpa almeja uma vaga na Assembleia Legislativa. O policial militar ainda não definiu a qual partido se filiará. Está entre PR e PTdoB. Terá até o próximo mês, período das convenções partidárias, para tomar decisão.

ENTRE O PR E O PTdoB

Serpa está entre o PR e o PTdoB.

Serpa está entre o PR e o PTdoB.

O Coronel Serpa viverá um dilema, pelo menos, até o período das convenções partidárias, quando, legalmente, terá que se decidir a qual partido se filiar. Por enquanto, a noiva da vez é o PR, do ministro César Borges.

O convite foi feito, mas tudo dependerá das condições oferecidas para a disputa eleitoral. A depender da coligação que o PR fizer, o candidato a deputado estadual precisará de, pelo menos, 50 mil votos para ser eleito. 

O militar tem, além do PR, outras opções, inclusive o PTdoB. Uma das bases eleitorais mais fortes de Serpa é o município de Jequié, onde comandou o 19º Batalhão da PM até fevereiro passado.

Serpa, aliás, enfrenta outro dilema para além do destino partidário: é bastante conhecido no sul da Bahia e na região de Itapetinga pela patente de major. Em Jequié, é conhecido como coronel.

WAGNER NEGOCIA COM PR E PDT

Wagner entrega rodovia recuperada (Foto Pimenta).

Governador costura apoios para Rui Costa (Foto Pimenta).

Informação do site Bahia Notícias dá conta de que o governador Jaques Wagner (PT) tem encontro marcado para esta segunda-feira (6) com a cúpula estadual do PR. O tema da conversa é o apoio dos republicanos à eleição de Rui Costa para o governo e, em contrapartida, a oferta de uma Secretaria (provavelmente a do Turismo) para a legenda.

Já na quarta-feira (8), Wagner trata do mesmo assunto com o presidente nacional do PDT, o ex-ministro do Trabalho Carlos Luppi, que pleiteia novos espaços na gestão estadual.

O PDT deve anunciar o apoio à eleição de Rui Costa no próximo dia 17.

METEOROLÓGICA…

Amarildo PR e PT

12 ANOS DEPOIS

cesar borgesO ex-governador César Borges assume, hoje, 2, o Ministério dos Transportes. A posse ocorre mais de 12 anos depois de o agora ministro afirmar que água e óleo não se misturavam. Foi na eleição municipal de 2000 em Itabuna, para justificar que o governo estadual não faria concessões à oposição, à época liderada pelo deputado federal Geraldo Simões (PT). Borges apoiava o então pefelista Fernando Gomes, que disputava reeleição – e perdeu.

O tempo passou e César Borges não só participa da mistura. Se beneficia dela. O ex-governador já estava na vice-presidência do Banco do Brasil desde maio do ano passado – e em 2010 esteve próximo de ser o vice do governador Jaques Wagner. As negociações em torno de César Borges envolvem o apoio do PR à reeleição de Dilma e a participação do partido do ex-governador nas alianças governistas no Estado.

SUCESSOR DE TIRIRICA

Popó em lugar de Tiririca: pior que tá… não fica?!

O ex-boxeador e deputado baiano Acelino Popó de Freitas pode mudar de domicílio eleitoral e de partido (hoje ele é do PRB), com a missão de se tornar o substituto do palhaço Tiririca no PR de São Paulo.

Como se sabe, Tiririca decidiu abandonar a política, dizendo-se frustrado com a forma como as coisas funcionam no Congresso. Portanto, não será candidato a novo mandato em 2014.

O presidente do PR, Valdemar Costa Neto, vê em Popó o nome certo para ser um novo fenômeno eleitoral paulista, contribuindo para eleger outros menos votados.

TIRIRICA JOGA A TOALHA. VAI MUDAR DE CIRCO

Tiririca não disputará vaga no legislativo em 2014

Exame.com

Ele já vinha ameaçando fazia algum tempo, mas agora é certo: o deputado – e palhaço – Tiririca disse que não estará na Câmara em 2015. Para quem quiser ouvir, o parlamentar e artista tem dito que não tentará a reeleição em 2014 e, mais, irá se desfiliar do PR, partido que lhe serviu de abrigo no último pleito.

“Não dá para fazer muita coisa (aqui)”, disse à Folha de S. Paulo ontem, quando esteve na Câmara para a eleição que levou o peemedebista Henrique Eduardo Alves à presidência (Tiririca votou no segundo colocado, seu amigo Júlio Delgado, segundo a Folha).

Mas engana-se quem acredita que a desilusão com a política é a única razão para tirá-lo de lá: Tiririca quer voltar a fazer graça por aí. Isto é, shows.

Leia mais

 

A BIPOLARIDADE DO PR

Sandro Régis e Elmar Nascimento pretendem sair do PR

Sandro Régis e Elmar Nascimento pretendem sair do PR

Com um pé na base aliada do governo Wagner e outro na oposição, o PR deverá sofer uma baixa dentro de pouco tempo. O jornal Tribuna da Bahia anuncia nesta segunda-feira, 4, que três deputados da ala oposicionista (dois estaduais e um federal) planejam deixar o partido.

Estão de malas prontas os estaduais Sandro Régis e Elmar Nascimento, e o federal Maurício Trindade, que já ocupa cargo de secretário de Administração no governo de ACM Neto (DEM) em Salvador. Os atuais republicanos aguardam somente um respaldo jurídico para evitar futuros questionamentos de infidelidade partidária.

Situação curiosa é a do deputado estadual Reinaldo Braga, também do PR, cujo filho foi escolhido por Neto para comandar as prefeituras de bairro. Braga, que é da base de Wagner, afirma que o herdeiro tem relação pessoal com o prefeito.

PV VAI PARA O OLHO NO OLHO COM ACÁCIA E PDT

Os dirigentes do Partido Verde (PV) de Itabuna esperam assentar a poeira do forró junino e cessar a fumaça das fogueiras para, sem vaidades, conversar com a professora Acácia Pinho, pré-candidata do PDT à Prefeitura de Itabuna. O presidente do PV, Evans Maxwel, aguarda tão-somente o retorno da pré-candidata para sentar à mesa e, olho no olho, expor as razões partidárias para continuar integrando a Frente Partidária de PRB-PCdoB-PV-PDT-PSC-PP e PPS.

Em clima conturbado, a Frente lançou os vereadores Claudevane Leite (PRB), pré-candidato a prefeito, e Wenceslau Junior (PCdoB), pré-candidato a vice-prefeito, na quinta-feira, 21, embora a pesquisa de intenções de voto do instituto Dataqualy, tenha indicado em segunda colocação a pré-candidata do PDT, que se rebelou e pediu tempo para reflexões à beira da fogueira. Maxwel diz que o PV respeitará qualquer decisão de Acácia Pinho pela forma digna como se comportou e por respeitar compromissos.

Também reforça a necessidade de o PDT e sua pré-candidata continuarem integrados à Frente de sete partidos, que dispõe de projetos e iniciativas para o bem do povo de Itabuna. A maior preocupação do PV são as pré-candidaturas a vereador. A conversa deve acontecer na terça-feira um dia antes das convenções marcadas para o dia 27.

CÂMARA APROVA CONTAS DE GERALDO POR 11 A 1

Geraldo: contas aprovadas.

Se vive inferno astral com as denúncias de negociata com emendas parlamentares, o petista Geraldo Simões, pelo menos, tem algo a comemorar. Por 11 votos a 1, a Câmara de Vereadores aprovou as contas do exercício 2002 do período em que ele foi prefeito de Itabuna, Geraldo Simões (PT). A votação foi encerrada há pouco.

Apenas o vereador Raimundo Pólvora (DEM) apresentou votou contra, justificando irregularidades elencadas no parecer do Tribunal de Contas dos Municípios (TCM), que acatou pedido de reconsideração do ex-gestor.

O único ausente da sessão que votou as contas do petista foi o vereador Solon Pinheiro (DEM), que sequer apresentou justificativa ou licença médica, conforme informações da Mesa Diretora.

JULGAMENTO POLÍTICO

Mesmo em conflito político com o PT, em razão das eleições desse ano, o vereador Wenceslau Júnior (PCdoB) disse que seus pares deveriam agir como julgadores isentos e imparciais e ter discernimento de homens públicos. “O julgamento aqui é político e assim sempre será”, rebateu o vereador Roberto de Souza (PR).

NEGOCIATAS S/A: DENÚNCIAS CONTRA BACELAR ATINGEM DEPUTADOS ESTADUAIS

Jornal traz denúncias contra Deraldo Damasceno e Ângelo Coronel.

As denúncias de fraudes e de compra e venda de emendas de parlamentares pelo deputado federal João Carlos Bacelar (PR-BA), além de Geraldo Simões (PT), Marcos Medrado (PDT) e Fernando de Fabinho (PSD), agora atingem dois deputados estaduais e líderes de bairros da capital.

Segundo o jornal O Globo, edição desta segunda-feira, 18, os deputados estaduais Ângelo Coronel (PSD) e Deraldo Damasceno (PSL) receberam investimentos de Bacelar em suas campanhas além do permitido pela legislação eleitoral.

A garantia teria sido da ex-mulher do parlamentar, Isabela Suarez, a mesma que confirmou a existência do esquema de compra de emendas. A mulher diz que Damasceno teria recebido R$ 300 mil. Segundo ela, Bacelar teria gasto R$ 20 mil na campanha de Coronel. A planilha de Bacelar traz a rubrica “Boca de Urna” com previsão de mil pessoas, mas nela não consta o gasto.

Procurado pelo Globo, Ângelo Coronel confirmou a dobradinha com Bacelar, mas negou ter recebido dinheiro em sua campanha. Segundo ele, Bacelar pode ter pago material de campanha para uso dos dois. Já Damasceno, não retornou as ligações do repórter Paulo Celso Pereira.

PR ESTÁ PRÓXIMO DE JUÇARA

Irmãos Pontes de Souza vão a aniversário. Fecham aliança?

Os irmãos Saulo e Roberto Pontes de Souza são os convidados especiais do aniversário do educador Adeum Sauer, neste sábado, 9. Não será um encontro para o tradicional “parabéns” e “apagar velinhas”. Terá algo mais.

Os irmãos receberam aviso de Salvador para que deem um jeitinho de selar acordo eleitoral com o PT da prefeiturável Juçara Feitosa e do seu consorte Geraldo Simões.

A ordem partiu do vice-presidente de Governo do Banco do Brasil, o ex-senador César Borges, presidente regional do PR.

O próprio deputado federal Geraldo Simões, aquele a quem um dia Borges direcionou o “Água e óleo não se misturam”, já havia antecipado a possibilidade de acordo entre PR e PT também em Itabuna.

Hoje o PR está no governo do prefeito Capitão Azevedo (DEM). Até há pouco mais de um mês, os republicanos marchariam com o prefeito, mas as negociações em Brasília e na Bahia levaram a uma mudança de rota também em Itabuna.

Roberto de Souza é vereador e tem a esposa à frente da Fundação Itabunense de Cultura e Cidadania (Ficc), órgão ligado à Prefeitura de Itabuna e, por consequência, sob as ordens de Azevedo.

O prefeito poderá exonerar a presidente da Ficc, Sandra Ramalho, como também poderá fazer ouvido de mercador, afinal, precisa do voto de Roberto de Souza na Câmara. Fica com o voto nas contas e projetos e – possivelmente – perderá o tempo de TV (1min30s).

Fato é que, neste sábado, Roberto e Saulo – que também tem poderes no PSD – estarão no aniversário de Adeum para prosear com a turma do deputado.

A pulada de cerca está se configurando.

O CHAPÉU SUMIU

Quem estava no plenário da Câmara de Vereadores, hoje, não segurou o riso diante da “comédia” proporcionada pelos vereadores Roberto de Souza (PR) e Wenceslau Júnior (PCdoB).

Souza entrou com requerimento para que a chefia da 5ª Ciretran em Itabuna, sob o comando do cururu Gilson Nascimento, explique a exploração que há contra motoristas na vistoria e transferência de veículos. E saiu-se com essa:

– Vocês nem chegaram ao poder e já estão cobrando taxa…

Wenceslau, que sonha com a cadeira principal do centro administrativo Firmino Alves, largou:

– Vereador, o PCdoB trabalha com transparência.

Rapidinho, um gaiato lembrou do ex-ministro do Esporte, Orlando Silva, a quem foi dirigido adjetivo muito comum aos árbitros de futebol…

TIRIRICA QUER DISPUTAR ELEIÇÃO COM SERRA

O palhaço Tiririca, que é também deputado federal e foi o puxador de votos do PR no estado de São Paulo na eleição de 2010, pensa em disputar a prefeitura paulistana este ano. O Partido da República, que não sabia se apoiava Fernando Haddad (PT) ou José Serra (PSDB), optou por apresentar o folclórico pré-candidato. De acordo com a legenda, a decisão de seu a partir de sugestões recebidas de eleitores.

O PR é aliado do PT no plano federal, mas tem fortes ligações com o tucanato paulista. Sair com Tiririca seria uma maneira de evitar problemas nas duas relações… Ou aumentar o poder de barganha e garantir bons cargos no futuro.

Quem sabe Tiririca venha a desistir da candidatura para se tornar, talvez, o secretário da Educação da Prefeitura de São Paulo…






WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia