aleluia ilheus



abril 2014
D S T Q Q S S
« mar    
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
27282930  


itao

:: ‘presídio de Itabuna’

POLÍCIA ENCONTRA REVÓLVERES EM REVISTA NO PRESÍDIO DE ITABUNA

Armas encontradas no presidio (Foto Plantão Itabuna).

Armas encontradas no presidio (Foto Plantão Itabuna).

A revista feita pela Polícia Militar no Presídio de Itabuna acabou confirmando a denúncia de um dos internos de que existiam dois revólveres dentro do conjunto penal. Hoje pela manhã, a PM confirmou que foram encontrados dois revólveres Taurus, calibre 38.

É a primeira vez que a polícia encontra arma que não seja de fabricação artesanal no presídio itabunense. Além dos revólveres, foram apreendidas 14 balas e 30 facas. A polícia também divulgou o nome do detento que não havia sido identificado antes. Chama-se Manfred Wagner e passou por cirurgia no Hospital de Base de Itabuna.

Segundo o boletim da PM, quatro detentos foram ouvidos no Complexo Policial de Itabuna. Apontados como líderes da rebelião, Paulo Vieira Barbosa, Pedro Ferreira da Silva, Leandro Brito e Marcos Eduardo de Jesus Gomes disseram que o motim teria sido reação às quatro tentativas de morte e um homicídio, crimes ocorridos na noite de sexta e madrugada de ontem, dias 24 e 25.

REBELIÃO EM PRESÍDIO DE ITABUNA CHEGA AO FIM COM CINCO FERIDOS E UM MORTO

Micro-ônibus leva tropa de choque da PM para o presídio (Foto Oziel Aragão/Plantão Itabuna).

Micro-ônibus leva tropa de choque da PM para o presídio (Foto Oziel Aragão/Plantão Itabuna).

Jabes Ribeiro, Fábio Pereira da Silva, Rosinaldo Ferreira Cardoso e Juramilson Silva dos Santos são os nomes dos presos que ficaram feridos na rebelião ao final desta manhã no Presídio de Itabuna. Roberto Santos da Siva, o Papi, acabou morrendo no Hospital de Base Luís Eduardo Magalhães (Hblem).

A causa da rebelião, segundo alguns dos presos, seria a identificação de, pelo menos, dois revólveres calibre 38 em mãos de um dos internos do presídio, informa o Plantão Itabuna. A Secretaria Estadual de Administração Penitenciária (Seap) não confirma a informação. Um dos detentos feridos não havia sido identificado até o final da tarde.

MULHER É PRESA AO ENTRAR COM MACONHA NO PRESÍDIO DE ITABUNA

Verônica da Silva acabou presa em flagrante, ontem, ao tentar entrar no Conjunto Penal de Itabuna com 15 gramas de maconha. Segundo a polícia militar, a mulher entregaria a droga ao próprio filho, o detento Orlean Silva da Luiz.

Para tentar camuflar a droga, a mãe de Orlean misturou a maconha com fumo de cigarro comum já desfiado. Verônica foi levada para o Complexo Policial de Itabuna. Após depoimento, a mulher de 41 anos retornou para o presídio, onde ficará à disposição da Justiça.

FÁBIO DEIXA DIREÇÃO DE PRESÍDIO

Fábio deixa direção de presídio.

Fábio deixa direção de presídio.

O major e ex-deputado estadual Fábio Santana foi exonerado da direção do Conjunto Penal de Itabuna pelo governador Jaques Wagner. O ato está publicado na edição de hoje do Diário Oficial do Estado. O decreto informa que a exoneração foi “a pedido”.

Ainda não foram divulgados os motivos que levaram o policial militar a deixar a direção do conjunto penal.

A exoneração ocorre dias depois de o Conselho Nacional de Política Criminal e Penitenciária (CNPCP), do Ministério da Justiça, fazer inspeção no presídio itabunense.

 

CADÊ O SALÁRIO?

Agentes penitenciários, profissionais da área de enfermagem e auxiliares administrativos terceirizados que trabalham no Presídio de Itabuna ainda não receberam salário de dezembro.

As vítimas do atraso culpam a empresa Socializa, que recebe em dia do governo baiano, mas não repassa aos seus funcionários. A situação na Socializa é idêntica a de funcionários terceirizados da World Service, que trabalham na Secretaria Estadual de Educação.

63 CELULARES APREENDIDOS EM PRESÍDIO

Arsenal e celulares apreendidos (Foto A Região).

Arsenal e celulares apreendidos (Foto A Região).

Autoridades do judiciário e especialistas em segurança pública já assinalaram a quase-falência do Presídio de Itabuna. Mas há um fato revelado na edição desta semana do jornal A Região que diz muito dessa falência – ou, no mínimo, da urgência de mudanças por lá.

Numa varredura feita no conjunto penal na quarta, 12, foram encontrados nada menos que 63 celulares, 11 chips de celular, 4 baterias e 27 carregadores. Sim, tudo isso apenas numa das duas alas.

A polícia também encontrou grande quantidade de armas artesanais, fones de ouvido, maconha, cartões de memória e até mesmo balança de precisão para a pesagem de droga. O presídio itabunense tem aproximadamente sete anos. Feito para abrigar pouco menos de 500 internos, hoje possui praticamente o dobro de internos e presos temporários. Um barril.

POLÍCIA ENCONTRA DROGAS, ARMAS ARTESANAIS E 30 CELULARES EM REVISTA NO PRESÍDIO

Presídio de Itabuna, onde ocorreram as apreensões.

Mais parecia uma loja de revenda de aparelhos telefônicos celulares. Na revista que a polícia militar fez durante um dia no Conjunto Penal de Itabuna, concluída no final da tarde de segunda, 2, foram encontrados 30 aparelhos celulares com os internos.

Além disso, foi encontrada quantidade não informada de maconha e armas de fabricação artesanal, feitas com barras de ferro das próprias celas. A revista ocorreu logo após uma tentativa de fuga neste final de semana no Raio B, quando detentos escavavam tubulação do vaso sanitário de uma das celas.

O presídio de Itabuna foi construído para, no máximo, 478 internos, mas abriga cerca de 1.030, parte é preso provisório misturado à que já responde condenação.

O diretor do presídio, capitão Fábio Santana, confirmou ao PIMENTA que houve apreensão de drogas, armas artesanais e celulares, mas afirmou que a quantidade de aparelhos não seria 30. “Por questões de segurança, eu não posso revelar a quantidade”. O diretor também não informou as quantidades de drogas e armas.

Ele afirmou que o conjunto penal enfrenta problemas quanto ao grau de frequência de bloqueio de celulares, devido a várias notificações da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel). “Se colocarmos na frequência máxima, Ferradas (comunidade vizinha ao presídio) fica sem comunicação. Ficamos sempre mudando a posição do bloqueador até o dia que possamos usar no grau máximo”.

ITABUNA: REBELIÃO TEM PELO MENOS 10 FERIDOS

Familiares de internos e curiosos se concentram na entrada do presídio à espera de informação (Foto Pimenta).

A rebelião deflagrada no início da manhã deste domingo (16) no Conjunto Penal de Itabuna tem, pelo menos, 10 feridos e chovem especulações quanto ao que teria provocado o motim: falta d´água, prisão de quadrilha de assaltantes de banco no sul da Bahia na semana passada e morte de Ailton Sebastião da Silva, ex-interno do presídio, ocorrida hoje.

A primeira informação obtida com fontes da polícia apontava para uma guerra entre internos dos raios A e B, além da ala feminina do Conjunto Penal. Dezenas de familiares de internos concentravam-se na guarita do presídio à espera de informações.

Os feridos eram encaminhados para o Hospital de Base Luís Eduardo Magalhães (Hblem). Policiais militares do Tático Ostensivo Rodoviário (TOR), da Cipe-Cacaueira e do 15º BPM estão no presídio para conter a rebelião.

O conjunto penal foi inaugurado em dezembro de 2006 e enfrenta superlotação. Por volta das 10h40min, um caminhão-pipa da Empresa Municipal de Águas e Saneamento (Emasa) abastecia a unidade, localizada às margens da BR-415, trecho Itabuna-Ibicaraí.