WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
cenoe





outubro 2018
D S T Q Q S S
« set    
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031  

editorias






:: ‘presídio’

MULHERES TENTAM ENTRAR EM PRESÍDIO COM CELULARES ESCONDIDOS EM TVs

Celulares apreendidos durante revista dentro de televisores || Montagem Pimenta

Celulares apreendidos durante revista dentro de televisores || Montagem Pimenta

Cinco mulheres foram presas, há pouco, no Conjunto Penal de Itabuna. Elas tentavam entrar no presídio com celulares escondidos dentro dos televisores. As mulheres foram encaminhadas pela Companhia Independente de Policiamento de Guarda (CIPG) ao Complexo Policial de Itabuna.

A polícia contou 14 celulares, que foram colocados dentro de cinco aparelhos de televisão.

O sistema de revista no presídio foi reforçado, principalmente após ataques registrados no início do semestre em Itabuna. Líderes de facções foram levados para outros presídios. Investigações apontavam que boa parte dos homicídios no município era ordenada de dentro do conjunto penal.

DURANTE REVISTA, POLÍCIA APREENDE ARMAS E 107 CELULARES NO PRESÍDIO DE ITABUNA

Presídio de Itabuna passa por revista (Foto Pimenta/Arquivo).

Presídio de Itabuna passa por revista (Foto Pimenta/Arquivo).

Tropas especiais da Polícia Militar dão sequência, nesta sexta (20), à revista no Conjunto Penal de Itabuna. Ontem (19), policiais da Rondesp Sul apreenderam 107 telefones celulares e 70 facas artesanais no presídio, de acordo com informação obtida pelo PIMENTA. As condições de superlotação e a presença de três facções no presídio preocupam o Ministério Público Estadual (MP-BA), conforme a procuradora-geral de Justiça, Ediene Lousado.

A revista de ontem ocorreu em setores do presídio onde estão os internos ligados à facção criminosa conhecida como Raio A. Nesta manhã de sexta, tropas da Rondesp e da Cipe fazem inspeção em um dos anexos onde estão internos ligados à facção DMP. A sigla são as iniciais dos bairros Daniel Gomes, Maria Pinheiro e Pedro Jerônimo, região sob influência de criminosos ligados à DMP.

A Secretaria de Segurança Pública da Bahia (SSP-BA) deverá se pronunciar sobre as revistas feitas no presídio ainda hoje. Na última terça (17), a SSP apresentou balanço da inspeção feita em quatro dos oito módulos do conjunto penal de Jequié, quando foram apreendidos 105 celulares, drogas e armas (relembre aqui).

PRESÍDIO DE ITABUNA GANHA UNIDADE PARA REGIME SEMIABERTO

Unidade foi entregue nesta sexta (Foto Daniel Thame).

Unidade foi entregue nesta sexta (Foto Daniel Thame).

O sistema prisional em Itabuna, no sul da Bahia, foi ampliado com a entrega do Anexo III do Conjunto Penal, ontem (15). A obra, realizada pela Secretaria de Administração Penitenciária e Ressocialização (Seap), recebeu R$ 3,2 milhões em investimentos, com recursos próprios do Governo do Estado.

Além da criação de 96 vagas, as intervenções incluíram a construção de um muro de proteção com guaritas de segurança. A nova unidade será utilizada para os detentos que cumprem o regime semiaberto. O Conjunto Penal já dispunha de 574 vagas.

“Essas novas vagas permitirão a reorganização da unidade e a melhor acomodação das pessoas privadas de liberdade, garantindo a humanização no cumprimento da pena”, destaca o major Júlio César Ferreira dos Santos, superintendente de Gestão Prisional da Seap.

A construção do Anexo III em Itabuna faz parte do programa Pró-Segurança, do Governo da Bahia. Com investimentos de R$ 151 milhões, a iniciativa prevê a abertura de 4.071 vagas no sistema prisional de Salvador, Itabuna, Paulo Afonso e Juazeiro, bem como a construção de novas unidades em Vitória da Conquista, Irecê e Barreiras.

De acordo com o chefe de gabinete da Seap, Carlos Sodré, por meio de parceria com o governo federal, também serão construídas unidades nos municípios de Feira de Santana, Bom Jesus da Lapa, Luís Eduardo Magalhães e Lauro de Freitas. “A Bahia é o estado com maior ampliação de vagas no sistema prisional, além de investir em programas de ressocialização que permitam ao apenado o retorno ao convívio social”.

PRESÍDIO DE CONQUISTA FINALMENTE IRÁ FUNCIONAR

presidioConcluído há mais de um ano, finalmente o novo conjunto penal de Vitória da Conquista começará a funcionar. A previsão do governo do Estado é de que a unidade receba seus primeiros presos dentro de 20 dias.

Desde o início de 2015, quando o presídio ficou pronto, o governo vinha tentando organizar o processo licitatório para escolha da empresa responsável pela gestão do presídio. A vencedora foi a Socializa, que já administra os conjuntos penais de Itabuna e Lauro de Freitas.

O contrato de cogestão, firmado entre a Socializa e o governo baiano, terá duração de três anos e custará R$ 62 milhões aos cofres do Estado.

A nova unidade, com capacidade para 533 homens e 258 mulheres, receberá detentos do presídio Advogado Nilton Gonçalves, também de Conquista, que está superlotado. Deverá ainda abrigar internos de outras penitenciárias e presos provisórios que ainda se encontram em delegacias.

PRESO TENTA FUGIR DE PRESÍDIO EM TONEL DE LIXO

William Santos Alves cumpre pena (Foto Sinspeb-BA).

William Santos Alves cumpre pena por roubo (Foto Sinspeb-BA).

William Santos Alves sacou um plano para fugir do presídio de Vitória da Conquista. Ele tentou fugir dentro de um tonel de lixo, na manhã deste domingo (30).

Agentes penitenciários desconfiaram da “carga pesada” na hora da coleta dos resíduos. Abriram o tonel e lá estava William, coberto por uma camada de lixo. O artista voltou para a cela para cumprir pena por roubo.

NÚMERO DE ASSASSINATOS CAI 34% EM ITABUNA

Itabuna encerrou o primeiro semestre deste ano com a menor taxa de assassinatos dos últimos 10 anos. Os números são da Secretaria Estadual de Segurança Pública e foram divulgados pelo Jornal das Sete (Morena FM). A média mensal ficou em torno de 8 mortes violentas ante mais de 12 nos seis primeiros meses de 2014.

Foram 50 assassinatos no período de 1º de janeiro a 30 de junho. Ainda segundo a reportagem do programa da Morena, o número é 34% menor do que o registrado em igual período do ano passado, quando ocorreram 76 mortes violentas (homicídios e latrocínios). Junho deste ano também foi o menos violento dos últimos dez anos, com o registro de 6 execuções.

Para as autoridades de segurança pública, um dos principais fatores foi a transferência de presos perigosos para presídios de Serrinha e Lauro de Freitas.

O governo explica que diversas ordens para assassinato de pessoas partiam do presídio de Itabuna. As mortes eram determinadas pelo chamado alto escalão das facções criminosas raios A e B.

Marlos Macedo, da Homicídios (Foto Diário Bahia).

Marlos Macedo, da Homicídios (Foto Diário Bahia).

REVISTA NO PRESÍDIO

O diretor-adjunto do presídio de Itabuna, Bernardo Dutra, informou que na revista de ontem (1º), por exemplo, foram encontradas facas artesanais, chips de celular, quatro celulares e buchas de maconha.

A revista foi feita por agentes penitenciários, com acompanhamento da Polícia Militar. Bernardo reforçou que essas e outras ações têm contribuído para a queda de homicídios em Itabuna. “Sem os celulares, os detentos ficam ilhados”.

O titular da Delegacia de Homicídios de Itabuna, Marlos Macedo, afirmou que toda a ação direta do estado contribui para a queda. “As operações, principalmente em locais mais violentos, têm sido fundamentais”, disse o delegado ao Jornal das Sete. A matéria completa pode ser conferida n´A Região.

ESTADO NEGOCIA CONSTRUÇÃO DE 2 PRESÍDIOS EM ITABUNA

O Governo do Estado planeja a construção de mais dois presídios em Itabuna. O projeto para as duas novas unidades prisionais foi apresentado em Brasília ao diretor do Departamento Penitenciário Nacional, Renato Campos Vitto.

De acordo com o secretário Estadual da Casa Civil, Bruno Dauster, cada presídio custará cerca de R$ 12 milhões e terá capacidade para 385 detentos. Uma nova reunião para tratar do assunto será agendada.

Bruno Dauster afirmou que a determinação do governo do estado é obter os recursos e iniciar as obras ainda neste ano. Além de Itabuna, Lauro de Freitas deve ganhar mais vagas no sistema prisional.

A meta é criar 1.164 vagas nas três novas unidades, com investimento previsto de R$ 34 milhões. Os presídios vão desafogar o atual conjunto penal, que está superlotado. Atualmente abriga mais que o dobro da capacidade. As informações são do Jornal das Sete (Morena FM).

GREVE DE FOME EM PRESÍDIO TRAZ BOPE E CHOQUE PARA ITABUNA

Portão de acesso ao presídio de Itabuna  (Foto Pimenta/Arquivo).

Portão de acesso ao presídio de Itabuna (Foto Pimenta/Arquivo).

Tropas do Batalhão de Operações Policias Especiais (Bope) e do Choque estão em Itabuna desde as primeiras horas de hoje (27). O efetivo ficará na cidade para evitar distúrbios com a greve de fome no Presídio de Itabuna, de acordo com fonte do PIMENTA.

A greve de fome foi encerrada por volta das 13h30min, após revista no pavilhão dos grevistas, o um, onde estavam 450 detentos, sendo que 20 deles foram retirados do pavilhão, de acordo com o comando do presídio. Eram os líderes grevistas.

A greve foi iniciada na última segunda (25). Os manifestantes cobravam a transferência, para a unidade em Ferradas, de criminosos itabunenses que estão em presídios na capital baiana. Armas e celulares foram apreendidos durante a revista.

REBELIÃO EM PRESÍDIO DE FEIRA CHEGA AO FIM COM 8 MORTES

Rebelião em conjunto penal de Feira deixa oito mortos (Foto WhatsApp).

Rebelião em conjunto penal de Feira deixa oito mortos (Foto WhatsApp).

A rebelião no Conjunto Penal de Feira de Santana (BA) chegou ao fim por volta das 8h40min desta segunda (25), após 17 horas de tensão, violência e oito mortes.

A briga entre grupos rivais do pavilhão 10 do presídio deu início à rebelião. Cinco ficaram feridos. Quatro deles retornaram ao presídio e um, com ferimento mais grave, continua internado no Hospital Geral Clériston Andrade.

Dos oito mortos, um teve o pescoço degolado pelos rivais. José Silas era apontado como chefe de um dos grupos. A rebelião chegou ao fim depois de negociações e de familiares de internos terem sido mantidos como reféns. Crianças também foram usadas como reféns pelos presos.

DEPUTADO QUER EXPLICAÇÃO DA SECRETARIA DE JUSTIÇA

A atitude da diretoria do Conjunto Penal de Itabuna, que neste sábado (24) se recusou a receber uma comissão formada por membros da subseção local da OAB e da Pastoral Carcerária, mereceu repúdio nas redes sociais.

Em seu perfil no Facebook, o deputado estadual Augusto Castro (PSDB) criticou os diretores da unidade carcerária e cobrou posicionamento da Secretaria de Justiça e Direitos Humanos.

“Quero saber do governo do Estado o que ele tem a esconder no presídio de Itabuna”, alfinetou o oposicionista, que afirma ter visto o gesto do diretor Adriano Valério Jácome e do vice-diretor Bernardo Dutra como desrespeitoso.

Castro disse estar “solidário à OAB e à Comissão Carcerária”. O episódio levou a OAB a pedir o afastamento dos diretores (confira aqui).

VANE PEDE NOVO PRESÍDIO EM ITABUNA

Vane: novo presídio (Foto Pimenta).

Vane: novo presídio (Foto Pimenta).

O prefeito Claudevane Leite emitiu nota em que lamenta a rebelião ocorrida no presídio de Itabuna, nesta sexta (23), e disse que vai pedir ao governador Jaques Wagner agilidade na construção de novo conjunto penal. Vane informou que o terreno já foi doado ao governo baiano e está localizado na região de Ferradas, às margens da BR-415.

Para o prefeito, a superlotação do presídio colaborou para o que classificou como tragédia hoje. “A superlotação no presídio é um dos componentes mais fortes entre os fatores que provocam uma rebelião”, disse.

O gestor ainda destacou o empenho de profissionais do Samu e do Hospital de Base, para onde foram encaminhados os mais de 30 feridos. Vane ainda citou ações na área social como meio de oferecer a crianças e jovens opções de cultura, esporte e formação profissional, afastando-os das drogas e do crime.

FAMILIARES IMPEDEM TRANSFERÊNCIA DE PRESOS EM EUNÁPOLIS

Policiais ontem à tarde no controle da rebelião (Foto Cipe-Mata Atlântica).

Policiais ontem à tarde no controle da rebelião (Foto Cipe-Mata Atlântica).

Vinte internos do presídio de Eunápolis serão transferidos para conjuntos penais do sul da Bahia e de Salvador. A transferência deveria ocorrer nesta terça, mas um protesto de familiares de presos levou a polícia a adiar para amanhã o remanejamento.

A relação dos presos a serem transferidos foi divulgada hoje à tarde (29). Os parentes dos detentos atearam fogo em barricadas para impedir a transferência.

Os presos que serão levados para outro presídio são considerados os líderes da rebelião que destruiu o pavilhão A do conjunto penal inaugurado no final de 2012 pelo governo baiano.

Seis detentos foram mortos na rebelião de ontem (28). Acusados de homicídio e estupro, dentre outros crimes, eles foram arrancados de uma cela especial e lançados no meio do pátio do pavilhão. Na sequência, outros presos jogaram colchões e atearam fogo.

Os seis internos morreram carbonizados. Eles foram identificados como Geraldo Oliveira de Almeida, Glimarin Soriano dos Santos, Luzinê Araújo dos Santos, Melk Silva Souza, Sullivan Santos Marinho e Valdieiro Pereira Silva. Segundo a polícia, sete internos ficaram feridos no motim. Apenas dois deles continuam internados no Hospital Geral de Eunápolis, pois apresentam fraturas.

DVD ERA “EQUIPADO” COM ARMA DE FOGO

Presídio de Itabuna, onde ocorreram as apreensões.

Presídio de Itabuna, onde ocorreram as apreensões.

Uma revista realizada nesta quinta-feira, 11, em celas do Conjunto Penal de Itabuna resultou na apreensão de uma pistola 6.35. Segundo o Plantão Itabuna, a arma estava escondida no interior de uma carcaça de aparelho de DVD.  Junto à pistola, havia pequena quantidade de droga.

A apreensão foi feita por policiais militares e agentes penitenciários. O site informa que, durante esta semana, outra revista encontrou um grande volume de pólvora, que supostamente seria utilizada em armas artesanais.

FUNCIONÁRIOS DO PRESÍDIO PODEM PARAR

Um agente penitenciário do Conjunto Penal de Itabuna informou há pouco ao PIMENTA  que a categoria fará uma paralisação nesta manhã. O motivo seria um atraso no pagamento dos salários, que já chega a cinquenta dias.

O próprio agente reconheceu que, sem a presença deles, aumenta o risco de rebelião no presídio. Vale lembrar que a unidade é dividida entre duas facções criminosas, identificadas pelos nomes das alas da cadeia: os famosos raios A e B.

REBELIÃO NO PRESÍDIO DE ITABUNA

EM PRIMEIRA MÃO

Dezenas de viaturas e de policiais civis e militares do Tático Ostensivo Rodoviário (TOR), Cipe-Cacaueira e do 15º do Batalhão da PM estão no Conjunto Penal de Itabuna para tentar conter rebelião iniciada neste domingo (16).

O motim começou com o que seria uma guerra entre os internos dos raios A e B, de acordo com as primeiras informações. Uma parede que separa as duas alas do presídio teria sido destruída pelos internos.

A rebelião ocorre no mesmo dia em que Itabuna registra duas mortes violentas e atinge a triste marca de 19 homicídios em 2011 – que mal começou. Mais informações em instantes.

DESRESPEITO NO CONJUNTO PENAL

Funcionários da empresa Socialize, que presta serviços terceirizados ao Conjunto Penal de Itabuna, vão passar o Dia do Tabalhador de bolso vazio. Os salários ainda não foram pagos e nem há previsão de quando isso irá ocorrer.

Uma das características da empresa é exatamente a política da surpresa no pagamento aos funcionários, que não podem programar débitos em virtude da impontualidade dos patrões. A Socialize é a mesma empresa que já se chamou Yumatã, e desde aquela época apronta poucas e boas com seus trabalhadores.

Além da vida dura, os agentes penitenciários vinculados à Socialize ainda são submetidos à lei do silêncio. Quem reclama das péssimas condições de trabalho, é posto para fora.

WAGNER ENTREGA PRESÍDIO AMPLIADO

Wagner entrega ampliação de presídio.

O presídio de Paulo Afonso foi totalmente reformado e entregue, hoje, pelo governador Jaques Wagner. A unidade prisional ganhou 84 novas celas destinadas a presos que aguardam sentenças.

A reforma foi entregue em ato com a presença do governador e do secretário de Justiça, Cidadania e Direitos Humanos, o petista Nelson Pellegrino, que promete entregar 13 (olha só!) obras até o dia 29, quando deixa o governo para disputar a reeleição a deputado federal.

Dentre as obras está a cadeia pública de Salvador, com 752 vagas para os donos do alheio e autores de toda sorte de crime.

TERMINA REBELIÃO EM SERRINHA

Lucas Esteves | Bahia Notícias

Após dois dias de tensão extrema, a rebelião que ocorria no Presídio de Serrinha, na região nordeste da Bahia, foi encerrada agora há pouco. Segundo informações dos policiais que negociavam o fim do movimento, os presos se entregaram ao Batalhão de Choque após não conseguirem concretizar as transferências de diversos presos de volta para Salvador. Até o momento, apenas uma morte de detento foi confirmada.

unisa






WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia