WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia


alba

unesul bahia

uniftc






janeiro 2020
D S T Q Q S S
« dez    
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031  

editorias


:: ‘prevenção’

PESQUISA REVELA 14,3 MILHÕES DE DIABÉTICOS NO BRASIL

Exercícios é arma contra o diabetes (Imagem Dreamstime).

Exercícios é arma contra o diabetes (Imagem Dreamstime/Centro de Diabetes Curitiba).

Uma pesquisa encomendada pela Sociedade Brasileira de Diabetes (SBD), em parceria com um laboratório farmacêutico, mostrou que – entre diabéticos e cuidadores – 92% acreditam que atividade física e alimentação saudável são fundamentais para o controle da doença, mas 64% não praticam exercícios regularmente. O estudo indicou que no Brasil existem mais de 14,3 milhões de pessoas vivendo com diabetes, o que corresponde a 9,4% da população.

O levantamento foi feito para chamar a atenção para o Dia Mundial do Diabetes (14 de novembro) e para alertar sobre a doença. Foram entrevistadas 2.002 pessoas em 147 municípios.

O levantamento mostra, ainda, que 29% dos diabéticos não suspeitavam que tinham a doença e a descobriram em exame de rotina e que 66% acreditam que consultas médicas são a melhor forma de controlar a doença. Dos entrevistados, 39% citaram a alimentação saudável. Mesmo assim, 18% não sabem os problemas que a doença pode causar.

OBESIDADE E HEREDITARIEDADE

A pesquisa avaliou os não diabéticos e mostrou que um a cada três nunca mediu a glicemia e 32% alegaram ter pouca ou nenhuma informação sobre a doença, enquanto 28% disseram não conhecer os sintomas. Entre os entrevistados, 31% alegaram não saber quais as implicações de não tratar a doença. Segundo a pesquisa, 89% acreditam que os principais fatores de risco para o aparecimento do diabetes são a obesidade e 87% a hereditariedade.

De acordo com dados da SBD, no Brasil existem mais de 14,3 milhões de pessoas com diabetes. Entre 5% e 10% da população pertencem ao tipo 1 e 90% ao tipo 2, dos quais 70% poderiam ser prevenidos por adoção de estilo de vida mais saudável.

:: LEIA MAIS »

GENES PODERÃO AJUDAR NO TRATAMENTO E PREVENÇÃO DA ARTRITE

artriteDa Agência Brasil

Pesquisadores do Instituto Butantan identificaram os genes reguladores da intensidade de doenças inflamatórias, como a artrite reumatoide, o que poderá levar a uma prevenção mais eficaz à doença e ao desenvolvimento de novos medicamentos.

Marcelo de Franco, vice-diretor do Instituto Butantan e coordenador do estudo, explica que a artrite reumatoide é mais comum em pessoas idosas, porém os fatores que a causam não são plenamente conhecidos pela ciência. “A artrite é uma doença complexa, pois há vários fatores interagindo. Fatores ambientais, mas fatores genéticos também. A complexidade se dá pelo somatório dos dois”, disse ele.

A artrite começa como um processo inflamatório nas articulações, que pode chegar a um quadro sistêmico de febre, lúpus ou problemas renais. “É uma síndrome que evolui para vários órgãos”, explicou o pesquisador. Segundo ele, a doença pode ser desencadeada por razões diferentes como uma infecção viral, bacteriana ou até mesmo estresse.

:: LEIA MAIS »

VERÃO PEDE REFORÇO NO COMBATE À DENGUE

A chegada do verão exige atenção redobrada no combate aos focos do mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue. De acordo com o último LIRAa (Levantamento do Índice Rápido de Infestação por Aedes aegypti), Itabuna é campeã nacional em focos do vetor, com uma incidência superior a 18%. Esse índice coloca  o município em situação preocupante, com altíssimo risco de epidemia de uma doença que pode matar.

Falhas no trabalho de prevenção, como o deslocamento de agentes de controle de endemias para outras funções, levaram Itabuna a um quadro de vulnerabilidade que vem se repetindo desde 2009. Em todo o país, 77 cidades enfrentam risco de surto da doença.

Em entrevista à Agência Brasil, o coordenador do Programa Nacional de Controle da Dengue, Giovanni Coelho, citou pesquisas segundo as quais o brasileiro se sente bem informado com relação à dengue e às medidas preventivas. Ele reconhece, porém, que o grande desafio é transformar esse conhecimento em mudança de comportamento (leia mais).

JOVENS: 40% DISPENSAM CAMISINHA EM RELACIONAMENTO ESTÁVEL

Da Agência Brasil

Quatro em cada dez jovens brasileiros acham que não precisam usar camisinha em um relacionamento estável. Além disso, três em cada dez ficariam desconfiados da fidelidade do parceiro caso ele propusesse sexo seguro. A informação é da pesquisa Juventude, Comportamento e DST/Aids realizada pela Caixa Seguros com o acompanhamento do Ministério da Saúde e da Organização Pan-Americana da Saúde (Opas).

O estudo ouviu 1.208 jovens com idades entre 18 e 29 anos em 15 estados (Rondônia, Amazonas, Pará, Maranhão, Ceará, Rio Grande do Norte, Pernambuco, Bahia, Minas Gerais, Rio de Janeiro, São Paulo, Paraná, Rio Grande do Sul, Mato Grosso e Goiás) e no Distrito Federal. As mulheres correspondem a 55% da amostra e os homens, a 45%.

Leia mais

SIMPÓSIO ABORDA A SAÚDE DO HOMEM

Acontece nesta manhã na FTC de Itabuna o IV Simpósio de Enfermagem, que enfoca situações responsáveis por afetar negativamente a saúde do homem. O evento começou às 8 horas, com uma palestra sobre as “Questões psicológicas inerentes à saúde do homem”.

O simpósio prossegue até o meio-dia, abordando ainda exames preventivos, diagnóstico e tratamento das patologias masculinas.

FAXINAÇO CONTRA A DENGUE

A Secretaria de Saúde de Ilhéus realiza “faxinaço” nos bairros com maior índice de infestação pelo mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue. A estratégia visa retirar de circulação pneus velhos, garrafas, vasilhames e outros objetos que acumulem água e sirvam como criadouro para o perigoso inseto. Neste sábado, 10, serão promovidos mutirões  com essa finalidade no Alto do Coqueiro e no Banco da Vitória.

Agentes de endemias visitam as comunidades amanhã, véspera do mutirão, para entregar sacos de lixo e orientar os moradores a recolher de quintais e outras áreas das casas toda tralha que possa permitir a reprodução do mosquito.

UNIVERSO PARALELO

“PREVENTIVOS” E DISFARCES DA LINGUAGEM

Ousarme Citoaian

“Acabo de fazer meus exames preventivos de câncer – e está tudo bem”, me diz a amiga cheia de esperanças numa longa vida. É interessante como as armadilhas da linguagem se disfarçam até nas frases mais simples.  Essa impropriedade repetida pela mídia tem sido divulgada pelos profissionais da saúde, levando-a à consagração pelos leigos. Como seria bom para a humanidade que o câncer pudesse ser “prevenido”. Mas não pode. A rigor, os exames “preventivos” (câncer de mama, próstata, colo do útero, pele e outras formas) são apenas “detectivos”: vão mostrar se o indivíduo está ou não está com a moléstia – mas não há meio, pelo menos até agora, de prevenir o surgimento dela.

“PREVENÇÃO”: DENGUE, SIM;  CÂNCER , NÃO

Quando um homem faz exame de próstata, por exemplo (o folclórico toque retal, fonte de tantas piadas de mau gosto), não previne o câncer nessa glândula, somente fica sabendo se a tem doente. Com sorte, o urologista lhe dirá: “Você não está com câncer de próstata” – mas não inventaram ainda tecnologia capaz de impedir que o câncer apareça, mais tarde. Vale o mesmo para os casos de pele, útero, seios, pâncreas ou o que mais seja. É diferente da dengue: se houver combate eficiente ao mosquito transmissor (que tem gente chamando de aédes egípti – mas que é édes egípti), não haverá a doença: pode-se prevenir o surgimento da dengue; do câncer, lastimavelmente, não.

GAY TEM PRÓSTATA – E QUEM TEM, TEM MEDO

Tecnicamente, esses exames ditos preventivos, são “de detecção precoce”: visam detectar (descobrir, revelar, encontrar) a doença logo cedo, o que a faz curável – e, muitas vezes, esse exame será a diferença entre a vida e a morte. E já que adentramos o perigoso campo da medicina, é conveniente lembrar que estudos recentes apontam a alta probabilidade de que todos os homens terão câncer de próstata (desde que vivam o suficiente, até os 100anos, por exemplo). Por isso, a importância do exame de detecção precoce, para que o tratamento seja feito a tempo. E não há vantagem em ser gay: a natureza dividiu nossa espécie em dois gêneros, um deles tem próstata – e quem tem, tem medo.

A TELEVISÃO E SEU GOSTO PELAS FÓRMULAS

Fui levado a trabalhar em televisão (o que a gente não faz para pagar em dia o uisquinho com água de coco!) lá pelo fim dos anos oitenta. Naqueles tempos imemoriais, topei com uma coisa que muito me incomodava: a repetição de fórmulas na chamada linguagem televisiva. A mais enjoativa delas era, no encerramento do telejornal (e de outros programas), o redator escrever (que seria repetido pelo apresentador) “o jornal tal fica por aqui”. Esse “fica por aqui” me soava execrável – não pela expressão em si, mas pela forma como era dita a toda hora, em todas as emissoras, em diversos programas.

“FICA POR AQUI” É DO TEMPO DAS VÁLVULA

Na semana passada, passadas mais de duas décadas, ouço o impecável William Bonner encerrar o JN com estas palavras abomináveis: “O Jornal Nacional fica por aqui”. Leitores mais “ligados” em tevê saberão se foi uma recaída ou se é a permanência da antiga prática delituosa – que eu imaginava morta e sepultada. Não vejo muito televisão, a ponto de saber se isto ocorre todas as noites – se for, é lamentável que tal lugar-comum, já insuportável “no meu tempo”, seja veiculado até hoje, e na maior rede brasileira. Seria outra mostra de que o público é muito condescendente com as bobagens divulgadas pela mídia.

NÃO CONFUNDIR CLAREZA COM INDIGÊNCIA

Excesso não se comete ao lembrar que originalidade (extirpar do texto as imitações, frases repetidas, banalidades e chavões) é qualidade fundamental do estilo. Não se trata de escrever ou falar “difícil”, “bonito”, de forma hermética (o que cairia no outro extremo, que é o estilo empolado, portador do pecado contra a clareza). Qualidades de estilo que quem escreve precisa sempre manter à vista são  harmonia, correção, precisão, nobreza e naturalidade – além das duas citadas. No santo nome da clareza, a tevê sacrifica a originalidade e mergulha na indigência estilística. Parece ter sido o caso do JN.

| COMENTE! »

CANTAR A HISTÓRIA DOS HOMENS E DO MEIO

Manuel Bandeira disse (cito de memória) que “É poeta quem inventa/em boa improvisação/como faz Dimas Batista/e Otacílio, seu irmão/como faz o violeiro/bom cantador do sertão”. O Michaelis tem uma definição ótima para cantador: “Cantor popular que, cantando, narra a história dos homens e do ambiente que o cerca”. Aurélio simplifica, ao afirmar que a característica do cantador é a capacidade de improvisar, enquanto Câmara Cascudo aprofunda o tema: “o cantador  é representante legítimo de todos os bardos menestréis”. Profissional nascido da linha direta dos violeiros nordestinos (e pesquisador da cantoria), Luiz Vieira não gosta de ser chamado de cantor, mas de cantador.

PRESENÇA DA POESIA POPULAR NORDESTINA

Cantor-cantador, compositor e radialista (nascido em Caruaru, cedo se mudou para o Rio), começou cantando as coisas da moda (valsa, bolero, samba-canção), até encontrar seu próprio caminho: canções com versos de bom gosto, linguagem direta, simples e bem-humorada – tudo isso temperado com a memória da poesia popular nordestina (a que chamam “cordel”). Luiz Vieira, marcado por forte atavismo, é ele e seu passado, presente nas conversas, estórias e canções. Foi “descoberto” somente em 1953 (após muitos anos de luta), com Menino de Braçanã, uma toada que o Brasil inteiro cantarolou. Depois vieram Canção para Ninar Gente Grande, Na Asa do Vento, Guarânia da Lua Nova, Pagando o Pato e outras.

“TODA A RECOMPENSA DE UM AMOR SEM FIM”

É provável que Paz do Meu Amor seja o melhor exemplo da produção romântica a que nos referimos. Luiz Vieira faz um canto à mulher amada, à moda antiga. Ela silente, no pedestal, ele de joelhos, a lhe dirigir um panegírico que em nossos dias de pragmatismo amoroso soaria um tanto deslocado. Hoje, a coisa está mais para presa e predador – e a presa não é, necessariamente, o macho (na fórmula avant la lettre de João do Vale, “pega, mata e come!”). Paz do Meu Amor começa assim: “Você é isso, uma beleza imensa/Toda a recompensa de um amor sem fim” (ah, como era verde o meu vale de esperanças!). Dá vontade de dizer isto a alguém, mesmo com o risco de ser internado, urgentemente, como extravagante incurável.

(O.C.)

PREVENÇÃO AO CÂNCER DE MAMA

O Governo da Bahia vai deflagar uma ampla campanha de prevenção e incentivo à detecção e tratamento precoce do câncer de mama. Com o programa “Saúde em Movimento”, a administração estadual prevê a realização de um milhão de exames de mamografia nos próximos dois anos. Também serão disponibilizadas 149 mil ultrassonografias e a igual quantidade de consultas médicas.

A iniciativa é o principal assunto do programa Conversa com o Governador desta terça-feira, 04. Clique aqui e confira.

SEXO SEGURO NO DIA DOS NAMORADOS

O Núcleo Sul da Bahia do Gapa (Grupo de Apoio à Prevenção da Aids) lançou em Itabuna uma campanha para defender o uso do preservativo nas relações sexuais. A iniciativa aproveita a proximidade do Dia dos Namorados para chamar a atenção da comunidade local para a importância do sexo seguro como forma de se prevenir das DST/Aids.

O ponto alto será neste sábado, 11, quando voluntários estarão na Avenida do Cinquentenário – a principal de Itabuna – fazendo a distribuição de camisinhas. O tema da campanha, criada pela Oficina de Ideias, foi inspirado na música “Cuide bem do seu amor”, da banda Paralamas do Sucesso.

GAPA CAPACITA AGENTES COMUNITÁRIOS

Cerca de 150 agentes comunitários de saúde de Itabuna participaram de uma capacitação oferecida pelo Grupo de Apoio à Prevenção da Aids (Gapa) e se tornaram aptos a auxiliar no cuidado, bem como a multiplicar informações sobre a prevenção das DST/Aids.

A ação foi um dos projetos desenvolvidos pelo Gapa local no último bimestre, que incluíram a assistência oferecida pelo Núcleo de Assessoria Jurídica Herbert de Souza (NAJHS). Este núcleo tem promovido palestras, oficinas, encontros e atendimento jurídico aos portadores e familiares.

A presidente do Gapa, Roberta Oliveira, afirma que o grupo está empenhado em atender os portadores do vírus HIV em suas diversas necessidades e destaca a importância do envolvimento da comunidade com esse trabalho.

“É fundamental que todos se unam nessa causa e não podemos esquecer que só os atos de se prevenir e divulgar a importância da prevenção, além de combater o preconceito, já são de grande valia”, salienta a presidente.

PALESTRA

O grupo Se Toque, que oferece apoio a pacientes com câncer, agendou palestra com o tema “Câncer do colo uterino – você precisa saber”, que trará informações sobre como se prevenir da doença, assim como diagnosticá-la precocemente. O evento será realizado no próximo dia 30 (sábado), a partir das 10 horas da manhã, no auditório do Hospital Calixto Midlej Filho, em Itabuna.

Pede-se a quem for comparecer a doação de um quilo de alimento não-perecível.

CAMINHADA CONTRA A DENGUE

A comissão de articuladores da mobilização contra a dengue no bairro Santo Antônio, em Itabuna, promove caminhada nesta sexta-feira, 11, pelas ruas daquela comunidade. A atividade começa às 14 horas, com saída e término na praça do bairro. Segundo os organizadores, serão percorridas as avenidas Itajuípe e José Monstans.

O objetivo é manter o alerta na prevenção contra o mosquito transmissor da dengue.

PM BUSCA TIRAR ARMAS DE CIRCULAÇÃO EM ILHÉUS

A prevenção pode explicar porque Ilhéus tem apresentado números bem menos alarmantes do que a vizinha Itabuna quando o assunto é violência e, sobretudo, homicídios. Na cidade litorânea, a Polícia Militar tem priorizado a realização de blitzen e a retirada de armas de fogo de circulação. Outro trabalho que tem surtido efeito é a divulgação de canais de comunicação com a comunidade, a fim de tê-la como aliada na denúncia anônima de criminosos.

Segundo fontes da 69ª Companhia Independente da PM, que cobre a zona sul de Ilhéus, muitas prisões de suspeitos e apreensões de armas e drogas realizadas nas últimas semanas tiveram a colaboração de anônimos.

Foi numa situação assim que os PMs acharam, recentemente, um pequeno arsenal numa casa do bairro Ilhéus 2. No local, foram apreendidos uma espingarda calibre 20 e um revólver calibre 32 municiados, além de várias balas de outros calibres. Outras armas foram apreendidas na mesma região no último fim de semana.

Armas e munições apreendidas em uma casa na zona sul de Ilhéus

OAB SE MOBILIZA NO DIA DE LUTA CONTRA A AIDS

A subseção da OAB em Itabuna promoverá uma ação de conscientização sobre as formas de contágio da Aids e outras doenças sexualmente transmissíveis, bem como o combate ao preconceito aos portadores do vírus HIV. Esse trabalho será realizado nesta quarta-feira, 1º, que é o Dia Mundial de Luta contra a Aids.

Das 9 às 18 horas, equipes estarão mobilizadas na sede local da OAB e nas salas de apoio aos advogados no Tribunal Regional do Trabalho (TRT), Fórum Ruy Barbosa e Juizados Cíveis. Nesses locais, haverá orientação com profissionais especializados, distribuição de material informativo, vale-teste, além de preservativos e gel lubrificante.

A iniciativa da OAB é em parceria com a Comissão da Diversidade Sexual e Combate à Homofobia de Itabuna e a Coordenação Municipal em DST/Aids.

MUTIRÃO DIABÉTICO NA BEIRA-RIO

ATIVIDADES do mutirão diabético vão até as 15h deste sábado

ATIVIDADES do mutirão diabético vão até as 15h deste sábado, 14 (arquivo).

Desde o início da manhã, na praça Rio Cachoeira, estão sendo realizadas atividades educativas e ações em saúde no Dia Mundial do Diabetes. A programação começou por volta das 9h e vai até as 15h.

Num palco instalado em frente ao Hospital de Olhos Beira Rio, são realizadas palestras e quem comparece ao evento pode assistir a depoimentos de diabéticos e profissionais de saúde.

A ideia é orientar as pessoas sobre as formas de prevenção e o diagnóstico precoce da doença. O diabetes atinge, em média, 8% da população e boa parte nela não sabe que tem a doença. O público também pode fazer exames de glicemia e checar a pressão arterial, além de receber orientações física e nutricional.

PARADA GAY DEVE REUNIR 20 MIL PESSOAS

Beira-Rio é pintada com as cores da diversidade (Arquivo).

Beira-Rio é pintada com as cores da diversidade (Arquivo).

A avenida Aziz Maron vai ganhar um colorido especial no dia 30, na sexta edição da Parada da Diversidade LGBT do Sul da Bahia. A parada gay será organizada pelo Grupo Humanus e pretende reunir mais de 20 mil simpatizantes à causa.

A concentração começará às 14h, na rótula Tancredo Neves (ponte do São Caetano). O Grupo Humanus, de apoio à diversidade sexual, aproveitará o evento para divulgar informações sobre união estável, adoção, direito ao trabalho e prevenção sexual. A programação em Itabuna começa no dia 27.



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia