WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
festival chocolate






alba








junho 2019
D S T Q Q S S
« maio    
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30  

editorias






:: ‘professora’

ILHEENSE MORTA EM ACIDENTE DE CARRO É ENTERRADA

Professora ilheense (à esquerda) foi sepultada nesta sexta. À direita a motorista do carro|| Fotomontagem Correio

O corpo da professora Geovanna Alves Lemos, 41 anos, morta durante um acidente de trânsito, no bairro da Pituba, foi enterrado no Cemitério Campo Santo, na Federação, na tarde desta sexta-feira (16). Familiares, amigos, alunos e colegas de profissão da professora de balé lotaram a cerimônia para prestar as últimas homenagens à vítima de uma colisão na Avenida ACM – a motocicleta em que ela estava foi atingida pelo carro da médica Rute Nunes Oliveira Queiroz, 49.

Gigi, como era conhecida, era filha única e morava com a mãe, uma idosa de 73 anos, na Barra. Ela era de Ilhéus, no Sul do estado, e veio para a capital quando ainda era pequena. A vítima era formada em Dança pela Ebateca e pela Universidade Federal da Bahia (Ufba), e atualmente cursava os últimos períodos da graduação de Pedagogia.

A familiar disse que não tinha muitas informações do acidente e que, agora, todos estavam preocupados com a situação da mãe de Geovanna, conhecidada como Vidinha, que foi ao velório, mas não conseguiu ficar no enterro.

Autuada em flagrante por homicídio pela morte da professora de balé Geovanna, a médica Rute Nunespagou R$ 4 mil pela liberdade no mesmo dia que foi conduzida à 16ª Delegacia (Pituba). Ela dirigia o veículo Kia Sportage envolvido no acidente que matou Geovanna na Avenida ACM, bairro da Pituba, na quinta-feira (15). Leia mais

PROFESSORA DÁ O TROCO E VIRA ARTISTA

A performance da professora se encaixou nas necessidades asrtísticas da banda

A performance da professora se encaixou nas necessidades artísticas da banda

Virou artista. A professora de 28 anos que foi demitida de uma escola do ensino fundamental em Salvador após a divulgação de um vídeo em que ela aparece dançando a música ‘Todo enfiado’ já encontrou nova ocupação. Como não conseguiu emprego nas escolas da capital, ela vai virar dançarina da própria banda que revelou seus dotes para o mundo.

A estréia é hoje. “Desde o início a banda se propôs a ajudar. Ela não queria, mas como não conseguiu outro emprego e a entrega de currículos não teve êxito, ela decidiu aceitar. A proposta é muito boa”, diz a empresária da professora.

O valor da proposta não foi revelado e o tempo de contrato ainda está sendo discutido. O vídeo em que a professora aparece fazendo a coreografia da música “Todo enfiado” já teve mais de 100 mil acessos no site youtube.com. O advogado da professora ainda tenta, na justiça, tirar da web e proibir qualquer forma de exibição do vídeo em que ela apareça.

Com informações do g1.com








WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia