WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia


alba










dezembro 2019
D S T Q Q S S
« nov    
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031  

editorias






:: ‘professores’

URUÇUCA: PREFEITURA INVESTE EM FORMAÇÃO E CAPACITAÇÕES DE PROFESSORES

Educadores participam de curso de formação da rede municipal em Uruçuca

A Prefeitura de Uruçuca, no sul-baiano, investe na formação e capacitação continuada dos professores da rede municipal. Nesta última semana, a Secretaria de Educação de Uruçuca promoveu, no Salão Paroquial, uma formação direcionada aos educadores das áreas de Geografia e História.

A formação teve como foco as Regiões Brasileiras e foi ministrada pela professora Tereza Genoveva Nascimento Torezzani, coordenadora do Colegiado de Geografia da Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc). Segundo a Secretaria de Educação, a formação teve como objetivo o fortalecimento de metodologias e práticas em sala de aula e um suporte para o Projeto Cultural da Rede sobre as Regiões Brasileira, que terá a culminância em setembro.

IF BAIANO ABRE 72 VAGAS PARA TÉCNICOS E PROFESSORES; SALÁRIO CHEGA A R$ 9,6 MIL

Inscrições para as unidades em todo o estado começam no dia 17 de junho

O Instituto Federal Baiano (IF Baiano) publicou na sexta-feira (31), editais para o preenchimento de 72 vagas de técnico-administrativos e docentes para as 15 unidades da instituição no estado. São 36 vagas para professor da carreira de magistério do Ensino Básico, Técnico e Tecnológico e 36 para técnico-administrativo em educação nos níveis médio e superior.

As vagas são para as unidades do IF em todas as regiões da Bahia. As inscrições podem ser feitas no período de 17 de junho a 16 de julho via internet, através de link que será disponibilizado na página da instituição. A remuneração para docente pode chegar a R$ 9.600,92, a depender a titulação do profissional aprovado.

As vagas para o cargo de professor são para o regime de trabalho de 40 horas semanais com dedicação exclusiva, para as áreas de: Administração, Agrimensura, Agroindústria, Agronomia, Arte, Biologia, Filosofia, Informática, Letras/Libras, Educação Física, Física, Geografia, Matemática, Pedagogia, Química, Nutrição, Sociologia e Zootecnia.

Já no caso dos cargos de técnico-administrativo o regime de trabalho é de 40 horas semanais, exceto para o cargo de jornalista, com carga horária de 25 horas. As vagas são para Administrador, Contador, Jornalista, Odontólogo, Pedagogo, Técnico em assuntos educacionais, Assistente em administração, Técnico de laboratório (Biologia).

MAIS VAGAS

Além disso, há vaga para técnico de laboratório (Informática), Técnico em audiovisual, Técnico em artes gráficas, Técnico em enfermagem, Técnico em tecnologia da informação e Técnico em segurança do trabalho. A aplicação das provas para ambos os cargos está prevista para o dia 22 de setembro de 2019.

:: LEIA MAIS »

EDUCAÇÃO SELECIONA 295 PROFESSORES; 33 VAGAS SÃO PARA O SUL DA BAHIA

Educação abre vagas para professor em todo o estado

A Secretaria Estadual da Educação da Bahia abriu, nesta terça-feira (30), inscrições no processo seletivo que visa à contratação de 295 professores da educação profissional,via Regime de Direito Administrativo (REDA).A inscrição custa R$ 100 e pode ser feita até o dia 14 de maio no site de concursos da Universidade do Estado da Bahia (Uneb).

Acesse o edital aqui.

Conforme levantamento do PIMENTA, para o sul da Bahia, são 33 vagas, sendo 28 para ampla concorrência e cinco para cotas. De acordo com o edital, os candidatos devem ter formação de Nível Superior em Licenciatura Plena, Bacharelado e/ou Tecnólogo. O vencimento básico será de R$ 1.306,19, acrescido de gratificação da função temporária de R$ 407,27. Com isso, com remuneração chega a R$ 1.713,46.

As provas objetivas serão aplicadas no dia 9 de junho, no turno vespertino, das 13h às 17h, em locais e horários que serão oportunamente divulgados no Cartão Informativo, que será disponibilizado até o dia 5 de junho, no site www.selecao.uneb.br/educprofissional.

PROVAS EM ITABUNA, ITAPETINGA, EUNÁPOLIS, VALENÇA, TEIXEIRA DE FREITAS E JEQUIÉ

Os portões serão abertos às 12h20min e fechados às 12h50min. As provas serão aplicadas nas cidades de Itabuna, Irecê , Bom Jesus da Lapa, Seabra, Serrinha , Valença, Teixeira de Freitas, Itapetinga,  Amargosa,  Juazeiro, Barreiras,  Macaúbas, Caetité, Itaberaba, Ipirá, Jacobina,  Ribeira do Pombal, Alagoinhas, Feira de Santana, Vitória da Conquista, Santo Antonio de Jesus, Jequié, Santa Maria da Vitória, Paulo Afonso, Senhor do Bonfim, Salvador e Eunápolis.

:: LEIA MAIS »

CONCURSO PÚBLICO EM PORTO SEGURO TERÁ QUASE 700 VAGAS; SALÁRIO CHEGA A R$ 8 MIL

Quase 700 vagas para trabalhar em Porto Seguro

Foi publicada nesta quinta-feira (27), na edição do Diário Oficial do Município, a Lei 1457-2018 que autoriza a criação de cargos e ampliação no número de vagas, mediante a realização de concurso público pela Prefeitura de Porto Seguro, no extremo-sul do estado. A lei aprovada pela Câmara de Vereadores e sancionada pela prefeita Cláudia Oliveira prevê o preenchimento de 678 vagas em diversas áreas na administração pública. Acesse o Diário Oficial aqui e leia a partir da página 7.

De acordo com a lei, os salários variam de R$ 1.227,065 a R$ 8 mil, a depender da área e carga horária de trabalho. Será exigido certificado de formação em curso técnico para algumas áreas e curso superior para outras. Mas haverá também oferta de vagas para quem possui somente o ensino médio.

A maior oferta de vagas será para profissionais da educação, com 268 oportunidades para professor de Artes, Ciências, Biologia, Geografia, Inglês, Educação Física, História e Língua Portuguesa, Matemática e Libras, além de coordenadores pedagógicos. A remuneração inicial será de R$ 1.227,065 para 20 horas semanais de trabalho.

Na área de educação, a lei autoriza também a abertura de 210 vagas para auxiliares de classe, com remuneração de R$ 1.333,00 por 40 horas de trabalho. Na área de saúde está prevista a contratação de 11 médicos, que terão a maior remuneração para 40 horas de trabalho.

:: LEIA MAIS »

FACULDADE ABRE 16 VAGAS PARA PROFESSORES

unime marcaA Unime abriu seleção para contratar 16 professores em diferentes áreas do conhecimento. Também estão sendo contratadas pessoas portadoras de necessidades especiais para a área administrativa. As vagas para docentes são para os campi de Salvador e Lauro de Freitas.

De acordo com a instituição, estão sendo selecionados docentes para as áreas de Serviço Social, em Salvador, e Jogos Digitais, Gastronomia e Engenharias Mecânica e Elétrica para o campus de Lauro de Freitas. As pessoas portadoras de necessidades especiais vão atuar na unidade de Salvador.

Os interessados devem acessar o edital da seleção no site da Unime. O currículo e documentação exigida devem ser entregues no setor de recursos humanos da unidade para a qual deseja ser o interessado deseja ser contratado. Mais informações podem ser obtidas através do telefone (71) 3879-9100 (Salvador) e (71) 3378-8900 (Lauro de Freitas).

PREFEITOS QUEREM ADIAR NOVO PISO DO MAGISTÉRIO PARA AGOSTO

Quitéria diz que impacto na folha será grande em tempos de queda na arrecadação (Foto GovBA).

Quitéria diz que impacto na folha será grande em tempos de queda na arrecadação (Foto GovBA).

Com o argumento de que o reajuste de 11,36% no piso salarial dos professores provocará grande impacto no orçamento das prefeituras em 2016, prefeitos da Bahia e de todo o país vão a Brasília, na próxima terça-feira (19), pedir ao Ministério da Educação para adiar a vigência do novo piso. A partir de janeiro, o salário base passa de R$ 1.917,78 para R$ 2.135,64.

Presidente da União dos Municípios da Bahia (UPB), a prefeita de Cardeal da Silva, Maria Quitéria (PSB), diz que se o governo não flexibilizar em relação ao piso, que garanta, ao menos, um maior aporte de recursos para custear a educação.

“Vamos pedir que seja aumentado o valor anual por aluno no Fundeb, hoje em R$ 2.545,31, a verba da merenda, que há mais de quatro anos é de R$ 0,30 por aluno, e a cota do transporte escolar”, avisa a prefeita, criticando o governo por ter criado expectativa sobre um dinheiro novo que viria com o pré-sal, e não aconteceu.

Leia matéria completa n´A Tarde

ITABUNA: PROFESSORES MANTÊM PARALISAÇÃO; AULAS RECOMEÇARIAM NA 2ª

Professores chegaram a ocupar gabinete do prefeito durante greve (Foto Divulgação).

Professores chegaram a ocupar gabinete do prefeito durante greve (Foto Divulgação).

Os cerca de 20 mil alunos da rede municipal de ensino em Itabuna terão mais uma semana sem aula. Os professores reúnem-se em assembleia, na próxima sexta (8), para decidir quanto à paralisação iniciada na segunda (4).

A categoria cobra pagamento de retroativo para os profissionais dos níveis II e III. O decreto foi publicado em 30 de dezembro passado, mas o pagamento da diferença do reajuste salarial ainda não ocorreu.

As aulas na rede municipal foram comprometidas por cerca de 90 dias de greve e paralisações no ano passado e, a princípio, o ano letivo deve ser concluído somente em março, embora ainda exista o risco de cancelamento do ano letivo.

Professores e representantes da Prefeitura de Itabuna tiveram encontro nesta quarta (6), quando o secretário da Fazenda, Marcos Cerqueira, reafirmou as dificuldades de caixa do município. A previsão é de que o retroativo seja pago em duas parcelas, sendo a primeira no final de janeiro e a segunda em fevereiro. A proposta será votada em assembleia, na sede do sindicato.

PROFESSORES DE ITABUNA FAZEM PARALISAÇÃO CONTRA SALÁRIO “PICOTADO”

 

sem-dinheiroOs professores da rede municipal de Itabuna receberam apenas 80% do salário de outubro, com a promessa de pagamento dos 20% restantes com próximo repasse de dinheiro federal. Insatisfeitos, os professores paralisaram as atividades.

A decisão foi tomada em assembleia, onde também definiram que retornar à sala de aula somente com os 20% em conta. Fora disso, nada de trabalho. Hoje, muitos alunos ainda foram para a escola, à tarde, sendo surpreendidos com o “não vai ter aula”.

O Pimenta buscou uma resposta do governo municipal, mas o secretário da Fazenda, Marcos Cerqueira, ainda não respondeu qual a previsão de pagamento da parte que falta.

A rede municipal itabunense tem cerca de 20 mil alunos matriculados e, aproximadamente, 1,5 mil professores. Os educadores promoveram greve de 73 dias neste ano.

AULAS SÃO RETOMADAS EM ITABUNA, APÓS TST DETERMINAR FIM DE GREVE

Professores ocuparam gabinete do prefeito durante greve (Foto Divulgação).

Professores ocuparam gabinete do prefeito durante greve (Foto Divulgação).

As aulas nas mais de 100 escolas municipais de Itabuna foram retomadas nesta segunda (21), após nova decisão do Tribunal Superior do Trabalho (TST). A justiça trabalhista determinou aos professores o imediato retorno à sala de aula e impôs multa diária de R$ 50 mil, caso a decisão não fosse respeitada.

Na última sexta (18), os professores se reuniram em assembleia e foram informados da reforma da decisão que não enxergava abusividade ou ilegalidade na greve. A ministra do TST e relatora, Maria de Assis Calsing, reconhecia a legalidade do movimento, mas condenou que o fato fosse usado pela categoria para retomada de paralisação, após 73 dias de greve.

O impasse entre sindicato da categoria e governo começou ainda no primeiro semestre. Os professores reivindicam reajuste linear de 13,01%, enquanto a Prefeitura de Itabuna sinalizava somente ter como conceder 8% de reajuste, parcelado em 2 vezes.

A questão foi parar no Tribunal Regional do Trabalho da 5ª Região (TRT), em Salvador, que, ao final de julho, julgou a paralisação como “abusiva” e “ilegal”, após a prefeitura informar que havia concedido reajuste todos os anos e o percentual de 13,01% afetaria a capacidade de pagamento aos profissionais.

SEC-BA CONVOCA 6,1 MIL PROFESSORES APROVADOS EM SELEÇÃO DO REDA

Os 6.145 professores aprovados na Seleção Pública da Secretaria Estadual de Educação foram convocados hoje (8). Todos têm até o dia 15 para apresentação nas sedes dos núcleos Regionais de Educação (NRE) para os quais foram aprovados. A previsão da SEC-BA é de que os docentes iniciem atividades em sala de aula ainda neste semestre.

CONFIRA EDITAL DE CONVOCAÇÃO

Os candidatos devem comparecer munidos de original e fotocópia de documentos como diploma, devidamente registrado de conclusão do curso de nível superior para a função temporária que concorreu, expedido por instituição de ensino reconhecida pelo Ministério da Educação – MEC; carteira de identidade, CPF e certidão de nascimento ou de casamento, se for o caso.

Também devem ser apresentados, dentre outros documentos, os originais e as fotocópias do título de eleitor e dos comprovantes dos dois últimos pleitos ou certidão de quitação eleitoral fornecida pelo respectivo cartório eleitoral; declaração de bens; PIS/PASEP (caso seja inscrito); Carteira de Trabalho e Previdência Social – CTPS para comprovação da experiência profissional, conforme informado na Ficha de Inscrição Obrigatória, e (três) fotos 3×4.

AMEAÇA DE NOVA GREVE NA EDUCAÇÃO DE ITABUNA

Na primeira paralisação, foram 73 dias de greve com ocupação do gabinete do prefeito.

Na primeira paralisação, foram 73 dias de greve com ocupação do gabinete do prefeito.

Do Jornal das Sete | Morena FM

A queda de braço entre a Prefeitura de Itabuna e o sindicato dos professores da rede municipal está longe do fim e o ano letivo dos quase 20 mil estudantes está seriamente ameaçado.

Na terça (1º), o Tribunal Superior do Trabalho (TST), em Brasília, concedeu liminar suspendendo a decisão do Tribunal Regional do Trabalho da 5ª Região (TRT5), que julgou a greve dos professores abusiva.

Os ministros consideraram legal a paralisação dos profissionais da educação em Itabuna legal. Com a nova decisão, a diretoria do sindicato ameaça entrar em greve para reivindicar reajuste salarial de 13,01%.

O sindicato não informou quando será realizada assembleia para votação da proposta de uma nova greve. Na primeira, os professores paralisaram as atividades por 73 dias.

Após o fim da greve, foi elaborado um novo calendário para o ano letivo de 2015, previsto para terminar somente em 26 de fevereiro do ano que vem. Uma nova greve pode anular o ano letivo.

CAVALCANTE DIZ QUE “SEMPRE” APOIOU OS PROFESSORES

Cavalcante recua e diz que sempre apoiou professores (Foto Pimenta).

Cavalcante recua e diz que sempre apoiou professores (Foto Pimenta).

Em nota encaminhada ao Pimenta, o vereador Antônio Cavalcante (PMDB) afirma que foi mal interpretado quando se manifestou sobre a greve dos professores da rede municipal de Itabuna.

Cavalcante diz que em momento algum teria declarado que a greve da categoria perdeu o sentido a partir do momento em que a decisão passou a depender da justiça.

Uma audiência entre a Prefeitura e o Sindicato do Magistério Público Municipal de Itabuna (Simpi) está marcada para o próximo dia 29.

O vereador afirma que sempre apoiou os professores e considera “totalmente justas” as reivindicações do Simpi. O sindicato pleiteia uma reposição salarial de 13,01% para os educadores dos níveis 2 e 3.

O peemedebista lembra ainda que votou a favor da suplementação orçamentária solicitada pelo Executivo para assegurar a melhoria salarial do magistério.

PREFEITURA TEM EXPEDIENTE NORMAL, APÓS DESOCUPAÇÃO DE PRÉDIO

Prefeitura funciona normalmente, após desocupação de prédio.

Prefeitura funciona normalmente, após desocupação de prédio.

A Prefeitura de Itabuna funciona em expediente normal nesta sexta-feira (5), após a desocupação do Centro Administrativo Firmino Alves por um grupo de professores liderado pelo sindicato da categoria. As liminares da Justiça Comum e da Justiça do Trabalho foram cumpridas nesta manhã.

De acordo com a Secretaria de Comunicação, os serviços públicos fornecidos aos cidadãos foram retomados normalmente hoje. O sindicato dos professores, o Simpi, foi notificado por dois oficiais de Justiça no início da noite de ontem.

Os professores ocupavam o gabinete do prefeito Claudevane Leite desde a noite de terça (2). Na quarta, fecharam os acessos ao Centro Administrativo, impedindo o funcionamento da prefeitura. A greve, no entanto, continua. Os professores pedem aumento de 13,01%, enquanto o governo informa que somente pode conceder 8% de reajuste.

PROFESSORES FECHAM PREFEITURA DE ITABUNA

Os professores da rede municipal de Itabuna radicalizaram os protestos contra a gestão municipal. Hoje, os acessos ao Centro Administrativo Municipal foram fechados por um grupo de professores que acampa na prefeitura desde ontem, após a reunião com o prefeito Claudevane Leite.

Há um impasse. Os educadores pedem reajuste de 13,01% para os níveis II e III, enquanto o município acena com 8% para estes níveis. O prefeito alega não ter condições para conceder reajuste maior, sob pena de atrasar pagamentos.

Ontem, Vane apelou aos professores para que retornem à sala de aula. Hoje, ele sinalizou que retomaria as negociações, mas desde que os educadores desocupem a sala de reuniões do seu gabinete e liberem os acessos ao centro administrativo.

VANE OFERECE 8% DE REAJUSTE A PROFESSORES

Vane: dificuldades.

Vane: 8% de reajuste.

O prefeito Claudevane Leite apresentou nova contraproposta de reajuste salarial aos professores. O governo ofereceu 8% de reajuste, parcelado em duas vezes, sendo 5% retroativo a abril e 3% em novembro.

Antes, Vane ofereceu 6,41% parcelado em três vezes e, depois, melhorou para 7% parcelado em duas vezes. As duas propostas foram rejeitadas pelos professores. A categoria faz paralisação de 72 horas, que será encerrada nesta quarta-feira. As aulas serão retomadas na quinta (14).

Os professores cobram reajuste linear de 13,01%. O percentual é o oferecido aos professores que recebem piso básico. A nova contraproposta do governo municipal será analisada pela categoria amanhã, na Câmara de Vereadores.

PROFESSORES ANUNCIAM PARALISAÇÃO DE 72H EM ITABUNA

Professores aprovam paralisação de 3 dias (Foto Jeremias Barreto).

Professores aprovam paralisação de 3 dias (Foto Jeremias Barreto).

Os professores da rede municipal de Itabuna aprovaram paralisação de três dias, a partir da próxima segunda-feira (11). A decisão foi tomada em assembleia realizada nesta sexta (8), no estacionamento do Centro Administrativo Firmino Alves.

A categoria rejeitou uma nova proposta do governo municipal – reajuste de 7% parcelado em duas vezes. Anteriormente, o governo formalizou oferta de reajuste de 6,41%, mas parcelado em três vezes.

A direção do sindicato da categoria, o Simpi, cobra reajuste linear de 13,01%, o mesmo percentual oferecido aos professores que recebem o piso nacional, de R$ 1.917,78.

– O governo saiu de um reajuste de 0%, passou para 6,41% e agora chegou a 7%. Nossa luta é pela linearidade, 13,01%. Nós não somos mercadoria de pouco valor – disse a presidente do Simpi, Carminha Oliveira.








WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia