WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
cenoe





novembro 2018
D S T Q Q S S
« out    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
252627282930  

editorias






:: ‘PROS’

EDSON PIMENTA ASSUMIRÁ PHS

Pimenta no controle do PHS

Pimenta no controle do PHS

O ex-deputado federal Edson Pimenta deverá assumir nesta quinta (19) o comando do PHS na Bahia. Quem perdeu a presidência da legenda no estado é Júnior Muniz, ex-assessor do deputado federal Luiz Caetano, que gostou da novidade…

Pimenta aguarda apenas a oficialização da mudança no Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

O ex-parlamentar era do PCdoB e, ultimamente, passou pelo PSD e PROS. Agora, terá o PHS sob o seu comando.

CARLETTO NO CONTROLE DO PROS

Carletto: controle do PROS.

Carletto: controle do PROS.

O PROS está mudando de mãos na Bahia. O empresário e deputado federal Ronaldo Carletto (PP), que sonha em disputar vaga ao SenadO, está assumindo o controle da legenda. Fabrício Figueiredo deverá deixar o comando do partido. O nome de Carletto para a presidência estadual do PROS está sendo decidido.

Ao assumir o controle do PROS, Carletto busca se cacifar para a disputa de 2018 e, também, abocanhar mais cargos na estrutura do governo baiano. Para o PROS, o parlamentar sonha levar dissidentes do PSL, a exemplo dos deputados estaduais Reinaldo Braga e Manassés.

ROBERTO JOSÉ NO PROS?

Roberto José de olho no PR (Foto Thiago Pereira).

Roberto José de olho no PR (Foto Thiago Pereira).

Diz o semanário A Região, em sua Malha Fina, que o presidente da Fundação Itabunense de Cultura e Cidadania (FICC), Roberto José, está de malas prontas para o PROS. A decisão teria sido tomada ao saber (definitivamente) que o seu partido, o PSD, não terá candidato a prefeito no município, por decisão do senador Otto Alencar.

Verdade ou não, o PROS é o partido que foi para a base (?) do Governo Vane para, justamente, garantir uns dois minutos de televisão ao projeto de candidatura do deputado federal Davidson Magalhães (PCdoB). E, claro, assegurou uma secretaria, exatamente a então ocupada por Roberto, a de Transporte e Trânsito (Settran).Fi

PARTIDOS DA BASE ASSINAM MANIFESTO EM DEFESA DE DILMA

Da Agência Brasil

Picciani: "Dilma 100% no cargo".

Picciani: “Dilma 100% no cargo”.

PMDB, PCdoB, PP, PSD e PROS assinaram hoje (15), durante café da manhã na Câmara dos Deputados, um manifesto em defesa do mandato da presidenta Dilma Rousseff. O documento será entregue pessoalmente a Dilma na reunião que ocorre nesta manhã no Palácio do Planalto com líderes da base aliada.

Líder do PMDB na Câmara, Leonardo Picciani (RJ) disse que a presidenta está “100% forte no cargo” e criticou movimentos da oposição que, desde o início do segundo mandato, vêm buscando fundamentos para abertura de um processo de impedimento do governo.

Há cinco dias, quatro partidos de oposição lançaram um manifesto virtual a favor da saída de Dilma. “Tenho a percepção de que eleição se disputa até as 17h do dia do pleito, após isso tem que se respeitar o resultado das urnas, pode se fazer oposição e críticas, mas tem que respeitar o mandato.”

O deputado ainda afirmou que a tramitação, no Congresso, das últimas medidas anunciadas pelo Planalto, incluindo a possibilidade de recriação da Contribuição Provisória sobre Movimentação Financeira (CPMF), não será simples. Ele classificou as propostas de “tema espinhoso”, mas disse que o Legislativo não pode abrir mão de discutir uma solução para a situação econômica do país. “As medidas são no intuito de reorganizar as finanças públicas e fazer com que o país volte a crescer. A economia, neste momento, estagnou-se e é preciso esse movimento para que retome sua trajetória de crescimento.”
:: LEIA MAIS »

COELHO ASSUME LIDERANÇA DO GOVERNO

Carlos Coelho assume liderança do Governo na Câmara (Foto Pedro Augusto).

Carlos Coelho assume liderança do Governo na Câmara (Foto Pedro Augusto).

Por meio de mensagem ao legislativo, o prefeito Claudevane Leite confirmou o nome de Carlos Coelho (Pros) para a liderança do Governo na Câmara. O médico e vereador ocupará a função de forma interina. César Brandão (PPS) recupera-se de cirurgia.

Ao assumir a função de representante do governo no legislativo, o membro do Pros afirmou esperar “corresponder à confiança demonstrada pelo prefeito Vane com zelo na defesa dos interesses da administração junto aos vereadores”.

RUY MACHADO REAPARECE NA CÂMARA

ruy-machadoDesde que foi derrotado na disputa pela presidência da Mesa Diretora da Câmara de Itabuna, o vereador Ruy Machado (PTB) não aparecia na sede do legislativo. O retorno ocorreu ontem, vinte e três dias após a eleição.

Ruy, que está de licença médica, correu para a Câmara quando soube da adesão da bancada do Pros ao grupo do presidente Aldenes Meira (PCdoB). Ele ficou irado quando soube do discurso do vereador Carlos Coelho, que fazia parte de seu grupo e agora está ao lado do comunista.

O vereador do PTB não foi ao plenário, onde acontecia a votação do orçamento. No gabinete, recebeu a visita do colega Ronaldo Geraldo (Ronaldão), do DEM, que lhe cobrou o pagamento de R$ 2 mil, fruto de uma aposta em torno do resultado da eleição da Mesa.

Ruy se esquivou da dívida, alegando que houve fraude na eleição. Ele afirmou que só paga a aposta se perder no STF, até onde pretende chegar na tentativa de reverter sua derrota.

PROS, PSD E PP OFICIALIZAM APOIO A DILMA

Três partidos confirmaram apoio ao projeto de reeleição da presidente da República, Dilma Rousseff (PT). Após o PROS ontem (24), hoje o PP e o PSD ratificaram a aliança eleitoral. O PSD confirmou apoio à presidente com a aprovação de 94% dos convencionais.

Já o PP definiu o apoio em reunião fechada e relâmpago. De acordo com o presidente da sigla, deputado Ciro Nogueira, apenas os diretórios de Minas Gerais e Rio Grande do Sul foram contrários. Estes defendiam a neutralidade da sigla na disputa presidencial. Os diretórios poderão decidir quem apoiar nas eleições estaduais.

PP E PROS FORMAM BLOCO NA CÂMARA

O PP e o PROS formalizaram nesta quarta-feira (6) a criação de um bloco partidário na Câmara dos Deputados. Batizado de Agenda Programática, o novo bloco terá a terceira maior bancada da Câmara, com 63 deputados, ficando atrás apenas do PT, que tem 88 representantes, e do PMDB, que tem 76.

O bloco terá como líder o deputado Eduardo da Fonte (PP-PE), atuará na base do governo e defenderá 11 pontos. Entre eles, estão a reforma tributária, “capaz de coibir a evasão, a corrupção fiscal, a sonegação”, a defesa do Sistema Único de Saúde (SUS), a questão da mobilidade urbana e uma nova política sobre drogas, conforme diz a carta de apresentação da Agenda Programática.

“Esse bloco irá contribuir muito com debates importantes para o Brasil, para que se possa trazer a sociedade brasileira para a Câmara dos Deputados “, disse Eduardo da Fonte. De acordo com o deputado, a principal missão do bloco será “dar governabilidade à presidenta Dilma Rousseff”. Informações da Agência Brasil






WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia