WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia




alba



bahiagas





novembro 2019
D S T Q Q S S
« out    
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930

editorias






:: ‘PT’

SUCESSÃO ESTADUAL

Marco Wense

OS CONCORRENTES: Souto, Wagner e Geddel (Foto Google).

Paulo Souto e Geddel Vieira Lima, respectivamente candidatos ao governo da Bahia pelo DEM e PMDB, tem a mesma opinião em relação ao horário eleitoral que começa no próximo dia 17.

O ex-governador e o ex-ministro acham que vão crescer nas pesquisas de intenção de voto com o início da propaganda no rádio e na TV. Geddel diz que vai se aproximar de Souto, que, por sua vez, diz que vai se afastar mais ainda do peemedebista.

As últimas consultas populares, incluindo a do instituto Datafolha, apontam o candidato do PT, Jaques Wagner (reeleição), na dianteira. E mais: seria reeleito logo no primeiro round.

A turma de Wagner também acha que o ex-ministro das Relações Institucionais do governo Lula, que passou incólume pelo escândalo do mensalão, vai crescer nas pesquisas.

Como é improvável que Wagner, em um eventual segundo turno, fique de fora da disputa pelo Palácio de Ondina, a briga entre Souto e Geddel promete muitas emoções e, quem sabe, a depender do andar da carruagem, uma troca de farpas.

Souto versus Geddel. A expectativa fica por conta de quem vai dar a primeira alfinetada no esperado horário eleitoral.

DOBRADINHAS

O já descrente eleitor fica sobressaltado com as tais das “dobradinhas” que aparecem em época eleitoreira e, depois, como num passe de mágica, desaparecem para sempre.

Aliás, a “dobradinha” mais esperta da eleição de 2010 é, sem dúvida, a que Geraldo Simões fez com Ângela Souza (PSC).  A deputada, que busca sua reeleição para o Parlamento estadual, vai apoiar o petista em Ilhéus.

O petista, no entanto, além de não pedir um só voto para Ângela no seu principal reduto, que é Itabuna, não faz nenhum esforço para que geraldistas ilheenses votem na candidata evangélica.

É a dobradinha do “toma-lá” sem o “dá-cá”. Da ingenuidade enfrentando a esperteza.

FERNANDO GOMES

Se não fosse José Serra, a chapa completa do ex-prefeito Fernando Gomes seria a mesma de Geddel, candidato ao governo da Bahia pelo Partido do Movimento Democrático Brasileiro, o pragmático PMDB.

O ex-prefeito de Itabuna e o ex-ministro da Integração Nacional vão votar em Renato Costa (deputado estadual), Lúcio Vieira Lima (federal), os dois senadores da chapa majoritária e o próprio Geddel para o cobiçado Palácio de Ondina.

O voto diferente fica por conta da sucessão presidencial, já que Geddel vota na petista Dilma Rousseff e Fernando Gomes no tucano José Serra.

Marco Wense é articulista do Diário Bahia.

LÍDICE E PINHEIRO EM ILHÉUS

Militantes de esquerda consideram um sucesso o evento realizado na manhã desta sexta-feira, 13, em Ilhéus, onde foi inaugurado o comitê da chapa majoritária da coligação “Pra Bahia Seguir em Frente”. Estiveram na cidade os dois candidatos ao Senado, Lídice da Mata (PSB) e Walter Pinheiro (PT), além de candidatos a deputado federal e estadual.

O candidato a vice-governador na chapa, Otto Alencar, era esperado em Ilhéus, mas não compareceu. Já os presentes fizeram caminhada por algumas ruas do centro, sob chuva, e encerraram a programação inaugurando o comitê na Avenida Dois de Julho, vizinho ao Bataclan.

Lídice e Pinheiro, tendo ao lado um Josias Gomes com cara de bravo

PROTESTO NO TRE PEDE “A CABEÇA” DE IONÁ

Cerca de 100 manifestantes protestaram hoje em frente ao Tribunal Regional Eleitoral (TRE) contra a demora no julgamento do pedido de cassação da prefeita de Camamu, Ioná Queiroz (PT), que já dura quase três semanas.

Segundo os manifestantes, apesar de cinco julgadores já terem se manifestado a favor da cassação, um dos juízes pediu vistas ao processo e não o devolve, dificultando a apreciação da ação contra a prefeita. Informações do Política Livre.

PT NÃO DARÁ RESPOSTA A ESCRITOR GRAPIÚNA

A direção do PT itabunense decidiu que não dará resposta à provocação do escritor Antônio Júnior. Estabelecido na capital do Rio Grande do Norte, ele distribuiu texto em que afirma ter se afastado do PT e do grupo do deputado federal Geraldo Simões ao ver que, no partido, o que existe é uma “guerra permanente, cobra engolindo cobra”.

Um dos membros do diretório petista classificou a atitude do escritor de oportunista. Antônio Júnior filiou-se à legenda em 2008. Ele também acusou o deputado Geraldo Simões de defender apenas interesses pessoais.

As críticas aos petistas foi feita pelo escritor enquanto informava que passou a integrar o marketing da campanha ao Senado da ex-governadora potiguar Wilma de Faria.

PIMENTA DO DIA

É verdade que raros são os políticos que merecem crédito, mas gente, esse sujeito aí merece?

Maria de Castro Luna, em comentário à nota ESCRITOR ALFINETA GERALDO, JUÇARA E PT

DILMA FALA DE ALIANÇAS E ENFRENTA AS “FERAS” NO JN

Confira como foi o desempenho da ex-ministra Dilma Roussef, do PT, na estreia da série de entrevistas do Jornal Nacional (TV Globo) com os candidatos a presidente da República. A entrevista, ao vivo, ocorreu nesta segunda. Hoje, será a vez de Marina Silva (PV). Já a sabatina com José Serra (PSDB) está marcada para a quarta-feira.

PT MELHOR NO NORDESTE DA BAHIA

Enquanto no sul do Estado o PT sustenta uma maioria não muito confortável (de acordo com o Ibope), na região nordeste da Bahia o partido, como se diz, “nada de braçada”. Para se ter uma ideia, em Inhambupe Dilma tem 96% das preferências à sucessão presidencial.

A situação é tão boa para os petistas por lá, que os eleitores de Serra (PSDB) são todos conhecidos. E contados nos dedos.

LUZ VERMELHA PISCA PARA SOUTO

Acendeu a luz vermelha (ops!) entre seguidores do democrata Paulo Souto. A pesquisa Ibope com o ex-governador baiano pontuando abaixo da casa dos 20% (deu 19%) reacendeu o temor de que ele ou fique de fora de um eventual segundo turno – e seja ultrapassado pelo peemedebista Geddel Vieira Lima (PMDB) – ou veja a fatura sendo liquidada por Jaques Wagner (PT) no “primeiro tempo”, em 3 de outubro. Isso, apesar do recall de ter comandado a Bahia por dois mandatos.

Não foi por acaso que, ontem, Souto apareceu defendendo a continuidade do nome de Bassuma (PV) na disputa pelo Palácio de Ondina. Como se sabe, a Justiça Eleitoral indeferiu o pedido de registro de candidatura de Bassuma. A luz vermelha no DEM piscou já na pesquisa Datafolha, na semana passada.

Como pesquisa quantitativa na Bahia não é coisa levada a sério desde o advento das urnas eletrônicas e da vitória inesperada de Wagner em 2006, os democratas ainda nutrem esperança de reversão de quadro.

PATRULHAMENTO

Marco Wense

(foto Duda Lessa)

O vereador de Itabuna, Claudevane Leite (Vane), nunca teve um bom relacionamento político com o seu partido, o PT do ex-prefeito Geraldo Simões e da professora Miralva Moitinho.

Alguns petistas, só para citar um exemplo bem recente, não gostaram da declaração do edil sobre o governo do Capitão Azevedo, quando Vane disse que “o governo está acertando os passos”.

É esse patrulhamento idiota, essa tentativa de enquadrá-lo de acordo com os interesses de quem se considera dono da legenda, que provoca o distanciamento do vereador com o Partido dos Trabalhadores.

É bom lembrar, até mesmo por uma questão de justiça, que Vane é um bom parlamentar, digno da Casa Legislativa. Não anda participando de conchavos políticos, de politicagem e, muito menos, de coisa suja.

MALAS

A expressão “arruma a mala aí”, que marcou a disputa pela prefeitura de Itabuna entre Fernando Gomes e Geraldo Simões, também esteve presente na carta do então prefeito Ubaldino Brandão para Gileno Amado.

Na íntegra, para o caro leitor, os dois últimos parágrafos da missiva, escrita em 30 de setembro de 1950.

“Por isto eu lhe aconselho me deixar em paz, senão outras verdades surgirão. Arrume as suas malas e vá-se embora daqui, porque você, como chefe político, em Itabuna, morreu”.

“Quanto ao mais, que o povo itabunense julgue a mim e a você e veja qual de nós é o melhor para ele e qual dentre nós dois tem sido mais útil”.

AUGUSTO CASTRO

Correligionários de Augusto Castro, candidato a deputado estadual pelo PSDB, estão eufóricos com o sucesso eleitoral do tucano. Acreditam em uma votação, aqui em Itabuna, acima dos oito mil votos.

Pesquisas de intenção de voto, segundo pessoas próximas do candidato, já apontam Augusto na quarta posição, atrás de Renato Costa (PMDB), Coronel Santana (PTN) e do Capitão Fábio (PRP).

Marco Wense é articulista do Diário Bahia.

NA BAHIA, DILMA TEM 56% E SERRA, 23%

A pesquisa Ibope/TV Bahia divulgada ontem à noite traz números que, se confirmados nas urnas, podem trazer uma bela vantagem para a ex-ministra Dilma Rousseff (PT) no cenário nacional, principalmente quando se leva em conta que o seu principal adversário, José Serra (PSDB), quase não sai daqui. Ainda ontem, o tucano visitou Bom Jesus da Lapa.

Vamos ao levantamento: ouviu 1.008 pessoas, de 3 a 5 de agosto, e apresentou Dilma com 56% dos votos contra 23% de Serra. A ex-ministra do Meio Ambiente Marina Silva (PV) aparece com 5%. Os demais candidatos não pontuaram.

Na espontânea, Dilma aparece com 39% e Serra pontua com 12% e Marina, 3%. Em um cenário de segundo turno, quando confrontados Dilma versus Serra, a petista impõe 61% a 26%. A margem de erro do levantamento é de 3 pontos percentuais.

IBOPE/ESTADO: DILMA MANTÉM VANTAGEM

A presidenciável Dilma Rousseff manteve os cinco pontos de vantagem sobre o tucano José Serra em uma nova pesquisa Ibope/Estado/TV Globo, divulgada há pouco. Dilma tem 39% e Serra manteve os 34% registrados no levantamento divulgado na semana passada.

Marina Silva (PV) alcançou 8%, sendo 7% na pesquisa anterior. Os demais candidatos não pontuaram, sendo que o percentual de indecisos atingiu 12% e o de intenções de votos brancos e nulos ficou em 7%.

O Ibope apresentou cenário de segundo turno entre Serra e Dilma. A petista bate o tucano por 44% a 39%.

Confira mais da pesquisa

PARA 47,1%, DILMA VENCE ELEIÇÃO

A pesquisa CNT/Sensus divulgada nesta quinta-feira, 5, aponta que 47,1% dos entrevistados creem que a ex-ministra Dilma Rousseff (PT) vencerá as eleições presidenciais de 2010. Para outros 30,3% o vencedor será o ex-ministro e ex-governador paulista José Serra (PSDB). Segundo o instituto, 2,2% acreditam na vitória de Marina Silva (PV).

CRIANÇAS CANTAM “LULA, LULA” PARA SERRA EM SP

Em Heliópolis, na capital de São Paulo, crianças foram contratadas para recepcionar o presidenciável José Serra (PSDB). A claque infantil, no entanto, “falhou”. Nada saiu como combinado e o tucano teve de ouvir “Lula, Lula”. Confira no vídeo abaixo.

VANE DIZ QUE FICA NO PT

Vane fica no PT (Foto Duda Lessa).

Na entrevista que concedeu ao radialista Cacá Ferreira (leia mais aqui), o vereador Claudevane Leite disse que sua relação com o PT voltou aos bons tempos e que os dirigentes municipais entenderam que a sua ausência de alguns eventos do partido se deve às atribuições tanto do mandato como da direção do Instituto Renascer.

“Vane do Renascer” garantiu que continuará no PT, apesar do assédio de outras legendas. “É o melhor partido”, definiu. Além de avaliar a gestão da presidência da Câmara, Vane analisou o governo do prefeito Capitão Azevedo (DEM).

Ele fez críticas à gestão por gastar mais de R$ 500 mil para a contratação de atrações musicais que se apresentaram na Festa do Centenário. Mas, para ele, o governo está acertando os passos, depois do traumático primeiro ano. O vereador, que cultiva ótima relação com Azevedo, deu nota 5 à gestão do democrata.

SUL DA BAHIA FORA DO MAPA DE PRESIDENCIÁVEIS

O jornal A Tarde passou uma lupa nos programas eleitorais protocolados por Dilma Rousseff (PT) e José Serra (PSDB) e constatou que a dupla, digamos, tá nem aí para esse pedacinho de Brasil chamado Bahia. A estratégia dos principais candidatos, observa o diário soteropolitano, é “tratar os temas regionais apenas nas visitas que realizam nos estados”.

Foi assim que o presidenciável José Serra falou de resolver o problema do aeroporto de Ilhéus quando enfrentou dificuldades para pousar no município sul-baiano. Ou falou de cacauicultura quando esteve em Itabuna. “No documento, eles tratam de suas propostas no atacado, expondo as principais linhas dos programas sem particularizar as ações locais, nos estados e dos municípios”.

Diz ainda a publicação que “Serra gosta de tratar do tema da violência quando passa na Bahia, pois sabe que esse é um dos principais problemas do Estado. Dilma, nos discursos em solo baiano, enfatiza o que pretende fazer aqui: a ampliação dos programas sociais, os projetos de irrigação e a conclusão das obras do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) em especial a Ferrovia Oeste-Leste, e o Porto Sul”. Já Marina Silva (PV), fala em seu programa de forma genérica e recorre ao termo “desenvolvimento sustentável”.

PROFESSOR DA UEFS MORRE NA ARGENTINA

O advogado e professor itabunense Kleber Luís da Costa Leitão foi encontrado morto, ontem à noite, na Argentina. Inicialmente, a informação era de que ele teria sofrido um infarto fulminante, mas o blog O Trombone (confira aqui) levanta a suspeita de que Kleber Leitão tenha morrido por envenenamento.

(Às 10h 02/08 – A família do professor nos informa que a morte foi provocada por uma hemorragia digestiva aguda por cirrose hepática).

O corpo do advogado e professor da Universidade Estadual de Feira de Santana (Uefs) está retido naquele país para que possam ser aprofundados os trabalhos de investigação, principalmente os da polícia técnica.

Leitão era filiado ao PT itabunense e comandou a Guarda Municipal de 1993 a 1996, período em que deixou a Polícia Militar por sofrer perseguições do comando local.

Faleceu essa noite, na Argentina, o advogado e professor itabunense Kleber Luís da Costa Leitão. Apesar de terem sido disponibilizadas poucas informações sobre o ocorrido, sabe-se, até agora, que ele foi envenenado.

Há suspeitas de que Kleber Luís tenha sido assassinado. Autoridades policiais daquele país determinaram que o corpo permaneça retido até que as investigações avancem.

Militante-símbolo do PT itabunense, Kleber Leitão foi o comandante da Guarda Municipal no primeiro governo de Geraldo Simões, de 1993 a 1996.

Nesse período ainda cursava Direito na Uesc e servia na Polícia Militar, onde era aspirante a tenente e sofreu perseguições do carlismo por fazer parte do governo petista. Preferiu ficar no governo e deixou a PM.

Professor da Uefs, Kleber Leitão estava na Argentina fazendo mais um mestrado. Era defensor de um sistema penitenciário mais humano e produtivo, entre outras bandeiras que sempre empunhou.

Faleceu essa noite, na Argentina, o advogado e professor itabunense Kleber Luís da Costa Leitão. Apesar de terem sido disponibilizadas poucas informações sobre o ocorrido, sabe-se, até agora, que ele foi envenenado. Há suspeitas de que Kleber Luís tenha sido assassinado. Autoridades policiais daquele país determinaram que o corpo permaneça retido até que as investigações avancem.

Militante-símbolo do PT itabunense, Kleber Leitão foi o comandante da Guarda Municipal no primeiro governo de Geraldo Simões, de 1993 a 1996.

Nesse período ainda cursava Direito na Uesc e servia na Polícia Militar, onde era aspirante a tenente e sofreu perseguições do carlismo por fazer parte do governo petista. Preferiu ficar no governo e deixou a PM.

Professor da Uefs, Kleber Leitão estava na Argentina fazendo mais um mestrado. Era defensor de um sistema penitenciário mais humano e produtivo, entre outras bandeiras que sempre empunhou.

OS REJEITADOS

Marco Wense

Quando o assunto é fugir de quem não anda bem nas pesquisas de intenção de voto, os políticos, com algumas raríssimas exceções, filiados a partido A, B ou C, são igualzinhos. A sabedoria popular costuma dizer que são todos “farinhas do mesmo saco”.

A sobrevivência política, quase sempre assentada nos interesses pessoais, fala mais alto. O fim justifica os meios. A luta passa a ser de “murici”, com cada um cuidando do seu próprio quintal.

Em decorrência da disputa desenfreada, obsessiva, sem escrúpulos e sem limites pelo poder, surge a figura do político rejeitado, o patinho feio do movediço, perverso e traiçoeiro processo eleitoral.

No estado de São Paulo, por exemplo, a candidata ao Senado pelo PT, Marta Suplicy, faz de tudo para descolar de Aloizio Mercadante, seu companheiro de partido e candidato a governador.

Pesquisa recente do instituto Datafolha, além de apontar uma frente de 33 pontos de Alckmin (PSDB) sobre o petista, sinaliza que 30% do eleitorado do tucano (4,5 milhões de votos) estariam dispostos a votar na ex-prefeita de São Paulo.

Marta, pensando exclusivamente na sua eleição, evita fazer qualquer crítica ao candidato do PSDB. Aliás, só falta dizer que o tucano é o melhor nome para comandar o cobiçado Palácio dos Bandeirantes.

Outro “patinho feio” é José Serra, candidato à presidência da República pelo tucanato. O ex-governador Paulo Souto, que quer retornar ao governo da Bahia pelo Partido do Democratas (DEM), evita falar que seu candidato é Serra.

A ex-ministra da Casa Civil, Dilma Rousseff, candidata do PT e do “patinho” mais bonito da lagoa sucessória, o popular e carismático Luiz Inácio Lula da Silva, tem o dobro de votos de Serra na Bahia.

Agora, no quarto colégio eleitoral do país, pela pesquisa do Datafolha, surge o mais novo patinho feio da eleição de 2010: o prefeito de Salvador João Henrique (PMDB), filho do senador João Durval, eleito pelo PDT do saudoso Leonel Brizola.

João Henrique, para o desespero de Geddel Vieira Lima, candidato ao Palácio de Ondina pelo peemedebismo, foi o pior prefeito do Brasil entre os que foram avaliados pelo Datafolha.

O patinho feio de hoje pode se transformar no mais bonito dos patinhos e vice-versa. O ex-prefeito de Itabuna, Fernando Gomes, só para citar um exemplo bem tupiniquim, já não é tão rejeitado como antes.

Marco Wense é articulista do Diário Bahia.

IBOPE: DILMA APARECE 5 PONTOS À FRENTE DE SERRA

A primeira pesquisa Ibope/Rede Globo após o início da corrida eleitoral aponta Dilma Rousseff (PT) cinco pontos percentuais à frente de José Serra (PSDB). De acordo com o instituto, Dilma tem 39% das intenções de voto e Serra, 34%. Já a ex-ministra Marina Silva (PV) tem 7%. Os demais candidatos têm menos de 1% das intenções de voto, cada.

Em relação à última pesquisa Ibope/Rede Globo, realizado no final de junho, Dilma ganhou três pontos. Serra perdeu dois pontos e Marina, um.

A pesquisa divulgada nesta sexta foi feita de 26 a 29 de julho e ouviu 2.506 pessoas em 174 cidades. O levantamento tem margem de erro de dois pontos percentuais.Votos em branco ou nulo representam 7% e indecisos, 12%.

2º TURNO

O Ibope também fez simulações de segundo turno entre Serra e Dilma. A petista bateria o tucano por 46% a 40%. Brancos e nulos somam 6% e indecisos, 8%.

“EU ME FILIEI”, AFIRMA DILMABOY

O Pimenta entrou em contato há pouco com o estudante Paulo Henrique Reis, o Dilmaboy. Ele disse que se filiou ao partido e que houve mal-entendido na entrevista concedida a veículos do Sudeste.

– Eu me filiei, sim, ao PT. O que ocorreu é que uma jornalista me perguntou se eu já estava filiado ao partido. Disse a ela que, tecnicamente, ainda não. Há um processo para isso [por parte da legenda].

Na conversa por telefone, Dilmaboy disse que não “precisava ter acontecido este mal-entendido” e observou que a entrevista polêmica foi concedida quando ainda descia do avião, em Goiás, no seu retorno da Bahia, ontem. “Expliquei que eu não era prioridade e minha [confirmação de] filiação não poderia passar na frente dos outros”.








WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia