WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
cenoe





novembro 2018
D S T Q Q S S
« out    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
252627282930  

editorias






:: ‘Real Madrid’

RÚSSIA E ARÁBIA SAUDITA ABREM COPA DO MUNDO NESTA QUINTA EM MOSCOU

Estádio de abertura da Copa 2018|| Foto Divulgação da Fifa

Começa nesta quinta-feira (14), às 12 horas (horário de Brasília), a 21ª edição da Copa do Mundo, com a partida entre as seleções da Rússia e Arábia Saudita.O jogo de abertura da competição esportiva será no Estádio Luzhniki, em Moscou. As duas equipes nunca se enfrentaram em Copa do Mundo.

Os gêmeos Anton e Alexei Miranchuk, que jogam  no meio campo, são os destaques dos donos da casa, que contam ainda com o lateral-direito Mário Fernandes, um brasileiro naturalizado russo. O time mais provável de hoje será: Akinfeev, Mário Fernandes, Granat, Ignashevich e Kudryashov, na defesa; Zobnin, Golovin, Zhirkov e Samedov, no meio de campo; e Miranchuk; Smolov, no ataque.

A Arábia Saudita disputa a sua quinta Copa do Mundo,já tendo participado das edições de 1994, 1998, 2002 e 2006. A equipe saudita conseguiu a classificação para a Copa da Rússia, disputando as eliminatórias asiáticas na mesma chave de Austrália e Japão.

:: LEIA MAIS »

ESPANHA DEMITE TÉCNICO A 2 DIAS DA ESTREIA NA COPA DO MUNDO

O presidente da Federação Espanhola de Futebol (RFEF), Luis Rubiales, anunciou a demissão do técnico da seleção do país, Julen Lopetegui, nesta quarta-feira, a apenas dois dias da estreia na Copa do Mundo, contra Portugal.

“Nós nos vimos obrigados a prescindir do técnico nacional”, declarou o dirigente em entrevista coletiva concedida na concentração da campeã mundial de 2010, na cidade russa de Krasnodar.

A decisão tomada por Rubiales foi anunciada apenas um dia depois de Lopetegui ter sido anunciado como treinador do Real Madrid para a próxima temporada, substituindo Zinedine Zidane, que pediu demissão após ter conquistado o título da Liga dos Campeões pela terceira vez seguida. Da Agência Brasil.

MANCHESTER CITY E REAL MADRID LIDERAM LISTA DE CLUBES COM MAIS JOGADORES NA COPA 2018

Gabriel Jesus é do Manchester City e da Seleção Brasileira || Foto Lucas Figueiredo/CBF

O Manchester City da Inglaterra é o clube com o maior número de jogadores na Copa do Mundo da Rússia. Ao todo são 16 atletas distribuídos em oito seleções. São eles: Otamendi e Aguero (Argentina); Kompany e De Bruyne (Bélgica); Ederson, Danilo, Fernandinho e Gabriel Jesus (Brasil); Mendy (França); Guendogan (Alemanha); Bernardo Silva (Portugal), David Silva (Espanha) e Delph, Stones, Walker e Sterling (Inglaterra).

Depois do City, lidera a lista o Real Madrid da Espanha, com 15 jogadores. Em seguida vem o Barcelona, também da Espanha, com 14; Chelsea e Tothenham, da Inglaterra; e o Paris Saint Germain, da França, com 12 jogadores cada; Bayern Munich, da Alemanha, Juventus, da Itália, e Manchester United, da Inglaterra, com 11 jogadores cada.

Os 15 atletas do Real Madrid que estarão na Rússia são: Casemiro e Marcelo (Brasil), Navas (Costa Rica), Kovaciv e Modric (Croácia), Varane (França), Kroos (Alemanha), Hakimi (Marrocos), Cristiano Ronaldo (Portugal), Nacho, Asensio, Sergio Ramos, Isco, Carvajal e Lucas Vazques (Espanha).

Os dados da Federação Internacional de Futebol (Fifa) mostram ainda que 310 clubes estarão representados na Copa da Rússia, sendo cinco deles brasileiros. O Corinthians com 2 jogadores (Cássio e Fagner), o Grêmio com 1 (Geromel), o Flamengo, 2 jogadores, os peruanos Paolo Guerrero e Miguel Trauco; o Vasco com 1, o uruguaio Martin Silva; e o Cuzeiro com 1, o também uruguaio Giorgian De Arrascaeta.

PRINCIPAIS MERCADOS DO FUTEBOL IGNORAM TÉCNICOS BRASILEIROS

Scolari deixou o comando do Grêmio e vai comandar time chinês.

Scolari deixou o comando do Grêmio e vai comandar time chinês.

De uns anos pra cá, treinadores brasileiros não figuram dirigindo equipes em praças importantes no mundo do futebol. Os últimos profissionais que treinaram equipes importantes da Europa foram Felipão, de 2003 a 2008 na seleção de Portugal e de 2008 a 2009 no Chelsea, e Vanderlei Luxemburgo que comandou o Real Madrid no ano de 2005.

Mas por que os “professores” não vingam ou sequer despertam interesse, mesmo de equipes pequenas daquele continente? Um dos motivos é a metodologia utilizada pela grande maioria deles. O famoso “rachão”, abolido dos treinamentos no futebol europeu há anos, ainda é muito usado como preparação dos times. Na Europa, a prioridade são treinos táticos, muitas vezes por setores, defesa e ataque, e as atividades em campo reduzido para aperfeiçoar posicionamento e toque de bola. Por aqui, se o técnico não der o tal rachão é criticado por dirigentes e também por jogadores. Outra razão é a falta de inovação e de conceitos de jogo, a pobreza tática e a mesmice nos jogos são evidentes.

Ao contrário, os técnicos argentinos, chilenos, uruguaios e colombianos, vêm cada vez mais ganhando espaço nos principais mercados da bola, como Espanha, Itália, Inglaterra, França e agora no Brasil. Esses treinadores são considerados mais estudiosos e mais atualizados em relação aos brasileiros. Conseguem fazer times de pouca força financeira e de elencos limitados, equipes competitivas e fortes, é o que vemos por exemplo em muitos times na Libertadores da América, ao passo que os comandantes daqui não conseguem fazer tal proeza, existem as exceções, logicamente, porém, a grande parte chamam a atenção por não mostrarem nada de arrojado nas suas equipes.

O fato é que os sul-americanos agradam e são muito procurados pelos cartolas do outro lado do Atlântico. São treinadores que superam os brasileiros tanto na quantidade como na qualidade de seus trabalhos. Diego Simeone saiu da Argentina para o Catânia da Itália, por lá fez trabalho razoável e seguiu para o Atlético de Madrid, time em que atuou como jogador. Simeone faz esplêndido trabalho por lá, foi campeão espanhol, já faturou Copa do Rei e neste ano garantiu seu time em mais uma edição da Uefa Champions League.

Confira artigo completo no Futebol e Prancheta

 

RANKING APONTA CORINTHIANS COMO TIME MAIS VALIOSO DAS AMÉRICAS

Ranking divulgado pela revista britânica FC Business, hoje, traz o Corinthians entre os 25 mais valiosos do mundo. O time paulista é o único não-europeu a figurar  na lista da publicação. Aparece lá pela primeira vez – na 24ª posição, valendo aproximadamente R$ 161,45 milhões.

Confira o ranking completo

O líder do ranking é o Manchester United. Pela avaliação da F.C. Business, o time inglês vale R$ 1,7 bilhão. Vice-campeão da Liga dos Campeões deste ano, o alemão Bayern de Munique aparece em segundo no ranking, avaliado em R$ 1,51 bilhão. Chelsea, campeão da liga, é apenas o quinto nesse quesito R$ 833,65 milhões.

Os espanhóis Real Madrid (R$ 1,25 bi) e Barcelona (R$ 1,21 bi) figuram, respectivamente, em 3º e 4º no ranking.






WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia