WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
jau


jamile_yamaha

sintesi17

novembro 2017
D S T Q Q S S
« out    
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
2627282930  

editorias


:: ‘rede Globo’

TV SANTA CRUZ DEMITE 9 FUNCIONÁRIOS

Emissora demitiu nove profissionais das áreas administrativa e comercial

Emissora demitiu nove profissionais das áreas administrativa e comercial

Afiliada da Rede Globo no sul da Bahia, a TV Santa Cruz demitiu nove funcionários nesta terça (1º). As demissões atingiram as áreas comercial e administrativa. De acordo com fonte da Rede Bahia em Salvador, as demissões estão ocorrendo em toda a rede de afiliadas da Família Magalhães devido à crise econômica.

O jornalismo da emissora itabunense foi preservado, mas uma repórter se desligou da emissora em julho – Valeska Lippel, hoje na RBS de Santa Catarina – e empresa não fez nova contratação para o setor.

RECORD AFIRMA QUE DELAÇÃO DE PALOCCI ENVOLVE A GLOBO

Palocci envolve a Rede Globo em delação, segundo a Record || Foto Agência Brasil

Palocci envolve a Rede Globo em delação, segundo a Record || Foto Agência Brasil

Do Comunique-se

A Record TV dedicou 16 minutos de sua revista eletrônica semanal, o Domingo Espetacular, à exibição da matéria que tem como personagens centrais o ex-ministro da Fazenda e da Casa Civil Antonio Palocci e a maior emissora de televisão em audiência do país, a TV Globo.

Com reportagem de Luiz Carlos Azenha, o conteúdo levado ao ar nesta noite garante que as informações guardadas pelo político podem levar à investigação de denúncias envolvendo sonegação fiscal, criação de empresa de fachada no exterior e negócios fraudulentos para aquisição dos direitos de transmissão da Copa do Mundo de 2002.

Com a marcação de “exclusivo” na televisão e no R7, braço da Record na internet, a reportagem exibe na tela a nota publicada pela coluna Radar On-line no último dia 8. O espaço vinculado ao site da revista Veja e editado pelo jornalista Mauricio Lima garantiu que a delação de Palocci, que estaria “prestes a ser concluída”, conta com anexo relacionado a “questões fiscais” envolvendo a Globo. Na televisão, a reportagem do Domingo Espetacular diz que a emissora da família Marinho “quase quebrou” no início dos anos 2.000 por causa de “maus negócios”. Na época, segundo o material apresentado, o canal “montou um esquema” para adquirir os direitos de exibição da Copa do Mundo de 2002.

Sobre o assunto da transmissão do mundial de futebol realizado na Coreia do Sul e no Japão, Azenha se baseia em documentos da Receita Federal. De acordo com o repórter, os arquivos informam que “a Globo conseguiu comprar os direitos de transmissão da Copa do Mundo sem pagar impostos no Brasil”.

O jornalista ressalta que isso caracteriza uma “operação fraudulenta” — que ocorreu por meio da criação de uma empresa chamada Empire. A matéria destaca, contudo, que as investigações por parte da Receita Federal só começaram em 2005 e repercutiram na imprensa oito anos depois, em 2015, graças ao jornalista Miguel do Rosário — que falou do tema no blog O Cafezinho.

“A Globo deveria simplesmente ter comprado os direitos de transmissão e pago os impostos. E ela não fez isso. Ela criou uma série de empresas para que uma dessas empresas herdasse os direitos e esses direitos passem para a Globo como que por osmose”, disse Miguel do Rosário à equipe de produção da Record TV.

Com a declaração do jornalista, a matéria do Domingo Espetacular afirma que a emissora carioca usou “empresas de papel” para enviar capital a quatro países: Uruguai, Antilhas Holandesas, Países Baixos e Ilhas Virgens Britânicas (onde havia sido criada a empresa Empire). A Empire oficialmente comprou a exibição da Copa de 2002, sendo dissolvida após a negociação e tendo repassado seus bens à Globo. “Com essa manobra, a família Marinho deixou de pagar mais de R$ 170 milhões em impostos no Brasil”, enfatiza Azenha. Leia na íntegra.

ANITTA, ELIANA E PAOLA OLIVEIRA N´A HORA DA VENENOSA


A estratégia sensual de Anitta para divulgar novo clipe e a carreira internacional da cantora são alguns dos assuntos abordados por Silmara Sousa e Tom Ribeiro, A Hora da Venenosa, do Balanço Geral (TV Cabrália/Rede Record). O quadro aborda o mundo dos famosos.

Os apresentadores também comentam a batalha jurídica da jornalista Fabíola Reipert e a atriz Paola Oliveira, a Major Jeiza, da novela A força do querer (Rede Globo). Tom e Silmara ainda falam do drama da apresentadora Eliana, do SBT. A Hora da Venenosa vai ao ar todas as segundas, às 13h, no Balanço Geral.

ITABUNA COMO ROTA DO TRÁFICO DE DROGAS EM “A FORÇA DO QUERER”

Realidade e ficção se misturam. Itabuna vai aparecer como uma das rotas do tráfico internacional de drogas no capítulo de hoje (16) da novela A força do querer, da Rede Globo, na faixa das 21h.

A personagem Major Jeiza, interpretada por Paola Oliveira, surge apontando a rota de uma carga de drogas. O produto entra no Brasil pela Amazônia, passa pelo Tocantins e chega a Itabuna (confira chamada no vídeo acima).

O tráfico de drogas é um dos temas abordados na novela. O município sul-baiano não entra no capítulo por acaso. Itabuna é cortada pelas BRs-415 e 101, e 80% dos homicídios possuem alguma ligação com o tráfico de drogas.

ITABUNA NO FANTÁSTICO

Sami Storch é titular da 2ª Vara da Família em Itabuna desde o ano passado.

Sami Storch é titular da 2ª Vara da Família em Itabuna desde o ano passado.

Ilhéus e Itabuna estarão no Fantástico, da Rede Globo, neste Domingo das Mães. Por motivos distintos. Ilhéus será alvo de reportagem sobre o golpe que rendeu R$ 25 milhões a um grupo acusado de fraudar licitações e até servir, na merenda escolar, carne com data de validade vencida há dois anos.

Já Itabuna, aparecerá por outro motivo, a adoção das Constelações Familiares, que envolve mediação de conflitos entre familiares. A iniciativa, no município, é coordenada pelo juiz Sami Storch, titular da 2ª Vara da Família da Comarca de Itabuna.

A reportagem falará dos resultados obtidos pelo projeto, que também atende adolescentes em conflito com a lei. Storch foi um dos primeiros magistrados brasileiros a levar para o Judiciário a iniciativa que pretende humanizar as práticas no âmbito da Justiça.

Sami Storch começou a adotar a prática em 2012, na Comarca de Castro Alves, também na Bahia. Já ali, o índice de conciliação chegava a 91%, quando uma das partes participou da dinâmica. Nas audiências simples, sem a prática, cai a 73%.

Os processos chegaram a 100% de resultado positivo quando as partes participaram do Constelação, segundo o magistrado, que anunciou a dinâmica também para processos de inventários, que são mais demorados. Redação com CNJ.

NO FANTÁSTICO: CARNE VENCIDA HÁ 2 ANOS ERA FORNECIDA PARA A MERENDA ESCOLAR EM ILHÉUS

Pelo título, até parece a Operação Carne Fraca. Porém, não. É a Citrus, de Ilhéus, deflagrada em março deste ano e responsável por desmantelar esquema que movimentou, ilegalmente, mais de R$ 25 milhões no município sul-baiano, de 2009 a 2016, segundo o Ministério Público Estadual da Bahia (MP-BA).

As investigações da promotoria ilheense e da Polícia Civil detectaram que empresas forneciam carne vencida há mais de dois anos para a merenda escolar na rede municipal de Ilhéus. Quem fez a revelação foi o promotor público Frank Ferrari em entrevista que vai ao ar no próximo domingo (14), Dia das Mães,  no Fantástico, da Rede Globo. É o quadro Cadê o dinheiro que tava aqui?.

No último dia 13 de abril, o PIMENTA antecipou que Eduardo Faustini, o “repórter secreto”, preparava reportagem especial sobre o esquema de corrupção que levou para trás das grades o vereador Jamil Ocké, ex-secretário de Desenvolvimento Social de Ilhéus, além do empresário Enoch Andrade e o também ex-secretário Kácio Brandão, que comandou a secretaria quando Jamil retornou à Câmara. Outras três pessoas presas já estão livres.

Kácio, Jamil e Enoch continuam no Presídio Ariston Cardoso, em Ilhéus. O trio foi preso na Operação Citrus no dia 21 de março. Segundo o MP, o esquema movimentou o dinheiro com licitações fraudulentas, compras superfaturadas e, sabe-se agora, entregando mercadorias vencidas há dois anos.

A matéria do Fantástico, além de mostrar todo o esquema de corrupção, também revela as condições de escolas municipais de Ilhéus. Estruturas de madeira e em ruína e móveis velhos, com a rede oferecendo péssimas condições de aprendizagem para os alunos.

OPERAÇÃO CITRUS PÕE ILHÉUS NO FANTÁSTICO

Jamil Ocké e Kacio Brandão (Imagem Blog do Gusmão).

Jamil Ocké e Kacio Brandão (Imagem Blog do Gusmão).

O maior esquema de corrupção já revelado em Ilhéus será tema de reportagem do Fantástico, da Rede Globo). Equipe comandada pelo jornalista Eduardo Faustinni está no município, onde já entrevistou investigadores e outros personagens da Operação Citrus, deflagrada pelo Ministério Público da Bahia (MP-BA) e pela Polícia Civil.

A operação colocou na cadeia o vereador Jamil Ocké e Kácio Brandão, ambos ex-secretários de Desenvolvimento Social de Ilhéus no período 2013-2016, além do empresário Enoch Andrade. Outras três pessoas presas em março já estão em liberdade.

De acordo com o MP, o esquema de corrupção movimentou em torno de R$ 20 milhões desde 2009 por meio de fraudes em procedimentos licitatórios. As investigações recaem sobre a prefeitura e a Câmara de Vereadores. Jamil, Kácio e Enoch continuam presos, preventivamente, no Presídio Ariston Cardoso, em Ilhéus. São apontados como os líderes do esquema, de acordo com investigação do MP.

TEOLOGIA DA LIBERTAÇÃO

daniel_thameDaniel Thame | danielthame@gmail.com

 

Atlético Paranaense x Coritiba pelo Youtube pode ter sido a Sierra Maestra da libertação dos clubes. Ou pode ter sido apenas um daqueles momentos que, embora históricos se perdem nos desvãos da História, porque nascem e morrem como uma intenção que não se transformou em ação efetiva e continuada.

 

Coritiba e Atlético Paranaense protagonizaram um jogo histórico na quarta-feira. Não pela qualidade do futebol, que futebol de qualidade é artigo raro nos campos brasileiros, mas pelo fato de que, pela primeira vez, um dos mais tradicionais clássicos do país não teve transmissão por uma emissora de tevê, aberta ou fechada, mas pelo Youtube, o canal de vídeos do cada vez mais onipresente Google.

O resultado, 2×0 para o Atlético, é o que menos importa, já que o Campeonato Paranaense, a exemplo dos demais estaduais, perdeu qualquer relevância.

O verdadeiro significado deste já histórico embate é que os clubes brasileiros podem estar dando o primeiro passo para se livrar das amarras das federações, verdadeiras sanguessugas e não raro antro das mais deslavadas negociatas, e da Rede Globo, emissora que detém os direitos de transmissão e praticamente monopoliza o futebol, dos jogos da Seleção Brasileira ao torneiozinho mais chinfrim.

É a Rede Globo quem determina quanto vai pagar aos clubes, os horários dos jogos e as partidas que vai transmitir, tudo de acordo com a sua grade de programação. O que implica, por exemplo, em jogos de meio de semana no obsceno horário das 22 horas, impraticável num país onde o transporte público funciona mal e a violência faz com que, à noite, não apenas todos os gatos sejam pardos, como também todo torcedor/cidadão seja uma vítima em potencial.

Ressalte-se que a Rede Globo está no direito de pagar quanto acha que deve pagar (e as vezes paga muito por um futebol de quinta categoria, vide o medonho Brusque 0x0 Corinthians na quarta-feira, pela Copa do Brasil) e transmite (ou não transmite) o que acha conveniente, ainda que num sábado de Carnaval, opte por transmitir Fluminense 0x0 Madureira (outro show de horror), privando o torcedor de assistir ao Flamengo x Vasco, com futebol igualmente horrendo, mas com muito mais apelo.

Posto que a Globo pode pagar o que quer e transmitir o que quer, desde que os clubes aceitem e assinem os contratos de transmissão. Aos que não aceitam buscar outros caminhos, cabe romper o status quo que impera desde que a bola é redonda.

E é ai que está a importância histórica do Atletiba. O jogo, segundo os dois clubes que o transmitiram em seus canais no Youtube, atraiu cerca de 3 milhões de pessoas.

Imagine-se o potencial de um Palmeiras x Corinthians, São Paulo x Corinthians, Flamengo x Vasco, Cruzeiro x Atlético Mineiro, Inter x Grêmio, Bahia x Vitória.

Os próprios clubes poderão negociar cotas de patrocínio, placas publicitárias nos estádios e uma infinidade de possibilidades de arrecadação que a internet, acessada do celular ao aparelho de tevê, permite. Isso sem as amarras e as intermediações das federações e sem as imposições de horário e de tabela das tevês.

É um longo e difícil caminho, mas é também uma revolução.

E como todo caminho longo e difícil, como toda revolução, exige perseverança, união, luta, paciência e resistência a forças poderosas.

Atlético Paranaense x Coritiba pelo Youtube pode ter sido a Sierra Maestra da libertação dos clubes. Ou pode ter sido apenas um daqueles momentos que, embora históricos se perdem nos desvãos da História, porque nascem e morrem como uma intenção que não se transformou em ação efetiva e continuada.

Cabe aos clubes brasileiros, com o caminho foi sinalizado e o primeiro passo dado, decidir se querem seguir em frente ou se contentar com um bolo que é dividido de forma desigual e em que a maioria tem que se contentar apenas com migalhas.

Recorramos a um simbolismo, esse sim inegavelmente Histórico: de Sierra Maestra a La Habana não é fácil, mas `si, se puede`.

Daniel Thame é jornalista e edita o Blog do Thame.

“FORA, TEMER” FOI O GRITO DO CARNAVAL NO PAÍS, SEGUNDO A GLOBO

O “Fora, Temer” não reverberou apenas no Campo Grande, em Salvador, quando a Banda Baiana System puxou o grito da multidão. Segundo o Jornal Nacional (Rede Globo), o protesto contra o presidente da República, Michel Temer, tomou conta do país neste carnaval. O telejornal de maior audiência da emissora viu até um pedido de “Volta, Dilma”…

Veja o vídeo abaixo.

SÓ ROLA A GLOBO

Forte ventania derrubou torre há mais de dois meses (Foto Marcelo JG Drone/Arquivo).

Forte ventania derrubou torre há mais de dois meses (Foto Marcelo JG Drone/Arquivo).

Grande parte da população de Ilhéus está tendo acesso apenas à programação da Rede Globo desde 16 de novembro passado, quando uma forte chuva derrubou a torre de transmissão de sinal do SBT, Record, Record News e TVE, no Alto da Conquista. Só quem tem TV por assinatura ou parabólica consegue assistir às outras programações.

Como diria Silmara Sousa, do Balanço Geral, da TV Cabrália, a população está na bronca.

Atualizado às 12h23min.

EM SALVADOR, LEONARDO BOFF DEFENDE “MUDANÇA DE CONSCIÊNCIA”

Observado por PHA, Boff defende mudança de consciência (Foto Jonas Santos).

Observado por PHA, Boff defende mudança de consciência (Foto Jonas Santos).

Vitor Fernandes

Uma mesa inusitada marcou o primeiro dia de debates do Encontro Estadual da Esquerda Popular Socialista (EPS), tendência interna do PT, na Faculdade de Arquitetura da Ufba, em Salvador, com a presença do jornalista Paulo Henrique Amorim (PHA) e do teólogo Leonardo Boff.

Quebrando o protocolo e chamando para compor a mesa, o comunicólogo uniu dois distintos discursos interligados pela dinâmica socialista em um evento com representantes de cerca de 100 municípios da Bahia. PHA salientou a importância do encontro com a participação de Boff para a esquerda brasileira e apontou a saída para vencer o golpe, a crise política e restaurar a democracia.

– A saída é montar uma aliança do centro para a esquerda, que reúna toda a sociedade num trabalho que tenha o interesse do povo em primeiro lugar, no centro do problema e lutar de modo que isso se concretize na campanha presidencial do Lula, que é quem tem as condições para liderar esse movimento.

Já o teólogo Leonardo Boff, com explanação sobre a existência, conceito de socialismo, defesa da unidade como início de um processo de revitalização, fez uma profunda análise da situação atual e defendeu que todas as políticas tenham que incluir um momento ecológico.

– Porque se não tem a terra que produz vida, não adianta as igrejas, não adianta os partidos, não adianta a nossa civilização, vamos desaparecer. Eu acho que a gente tem que manter isso como horizonte, não é que a gente vá deixar de trabalhar no concreto, fazer nossas políticas necessárias, nós temos que tomar consciência da nova responsabilidade dos seres humanos e que as políticas verdadeiras têm que incluir formas de educação para uma nova consciência, como sempre acentua o deputado Valmir [Assunção], uma nova mente um novo coração, para captar essa realidade e dar a nossa contribuição para evitar esta catástrofe – sintetiza Boff.

:: LEIA MAIS »

BRENA GONÇALVES NA SEMIFINAL DO “THE VOICE”

Brena Gonçalves avança à fase semifinal do The Voice (Reprodução).

Brena Gonçalves avança à fase semifinal do The Voice (Reprodução).

Brena Gonçalves avançou à semifinal do The Voice Brasil (Rede Globo), há pouco, ao interpretar Ainda bem, de Liminha e Vanessa da Mata. Era a fase remix. Dos 17 candidatos, 12 foram escolhidos para a próxima etapa.

Ao interpretar Ainda bem, Brena não chegou a ser escolhida de primeira. Ficou para o finalzinho, quando cada um dos jurados poderia fazer a última escolha. Carlinhos Brown disse que seguia o coração. Brena vai para a próxima fase compondo o Time Brown. O cantor baiano ainda fez menção a Ilhéus.

PAPO COM O MAGO

Hans Donner e Rui Carvalho, da RCM Propaganda, no Espírito Santo (Foto Reprodução).

Hans Donner e Rui Carvalho, da RCM Propaganda, no Espírito Santo (Foto Reprodução).

O publicitário Rui Carvalho, da RCM Propaganda, participou do lançamento da nova programação visual da Viação Águia Branca, no Espírito Santo. O novo design foi criado pelo mago Hans Donner, da Rede Globo, com quem Rui bateu papo e posou para foto aí acima. A nova programação da Águia Branca tem impacto sobre a logomarca, que foi reestilizada, dando espaço apenas à cor branca, abandonando o tradicional vermelho.

PAULO HENRIQUE AMORIM, SÍLVIO SANTOS, ROBERTO MARINHO E ADOLPHO BLOCH

marivalguedesMarival Guedes | marivalguedes@gmail.com

 

A outra história aconteceu com o próprio autor, quando estava desempregado. Ele conta que recebeu ligação telefônica de Hebe Camargo, “com quem sempre manteve relações afetuosas”.

 

O jornalista Paulo Henrique Amorim deu um show de conhecimento, ironia e criatividade no lançamento do seu novo livro, O Quarto Poder – Uma Outra História

Com maestria, relatou acontecimentos. Alguns estão no livro, escolhi dois, independente do grau de importância em relação aos outros.

Quando Brizola se elegeu governador, construiu o sambódromo e decidiu escolher a emissora que faria a cobertura do carnaval por meio de licitação. Boni, diretor da Globo, num vacilo, não participou e a Manchete ganhou a exclusividade.

Roberto Marinho ficou retado com Brizola e com Boni e com o dono da Manchete, Adolpho Bloch. Tentando reduzir os danos, telefonou para Bloch, com o objetivo de propor um pool para a transmissão. Mas não era atendido. Bloch mandava dizer que não estava.

Anos depois, a Manchete “quebrou”. Adolpho Bloch foi à Globo pedir ajuda. Esperou duas horas e, quando atendido, foi logo adiantando:

– Roberto, a Manchete faliu e só você pode me salvar.

– Adolpho, há dez anos estou esperando você retornar aqueles telefonemas. Passar bem.

E Bloch foi conduzido para a saída pela secretária de Roberto Marinho.

A outra história aconteceu com o próprio autor, quando estava desempregado. Ele conta que recebeu ligação telefônica de Hebe Camargo, “com quem sempre manteve relações afetuosas”.

– Paulo Henrique, estou aqui na sala do Silvio. Estou dizendo a ele que você topa vir pra cá. Você toparia?

– Claro Hebe, estou desempregado. A vida é dura.

-Viu Silvio, ele topa! Fala com ele, Silvio.

Silvio pega telefone:

– Olá, Paulo Henrique, eu gosto muito do seu trabalho. Muito mesmo. Mas eu gosto do seu trabalho na televisão dos outros.

Caso semelhante aconteceu no jornal A Tarde na década de 80. Os jornalistas Benedito Simões, Marcos Luedy e Luiz Guilherme Tavares faziam free-lance. Em função da qualidade, o chefe de redação sugeriu a contratação do trio.

O diretor Jorge Calmon, “direitista até a medula”, foi curto e sincero com eles:

– Aqui vocês jamais serão contratados.

Marival Guedes é jornalista e escreve crônicas aos domingos no Pimenta.

DESTAQUE DO SUPERSTAR, ZAÍRA FARÁ SHOW EM ITABUNA

Dona ZaíraForró temperado com tudo, do rock ao jazz, mas sem perder a pisada genuína do ritmo. Esse é o som da Banda Dona Zaíra, destaque da última edição do programa Super Star, da Rede Globo, que se apresenta no dia 2 de novembro, no Espaço de Lazer O Bosque, em Itabuna.

Formada por Rafael Beibi (zabumba e vocal), André (sanfona), Diego (triângulo), Rafinha (cavaco), Matheus (contrabaixo) e Maicon (percussão e viola), a banda de Piracicaba, interior de São Paulo, completa 10 anos de estrada em 2015.

Seguindo a turnê do disco Antenas e raízes, a apresentação em Itabuna será inédita no interior da Bahia. Antes, o grupo se apresenta somente em Salvador, no mesmo final de semana.

A turnê Antenas e Raízes simboliza a mistura da raiz com a modernidade. Em seu repertório, a banda faz uma releitura de clássicos da música brasileira, com influências de Luiz Gonzaga, Jackson do Pandeiro, Adoniran Barbosa, Chico Science.

O repertório também sofre influência de ritmos que vão além do forró, como música eletrônica, iê-iê-iê, carimbó, cúmbia, rock´n´roll, jazz, MPB, tropicalismo, hip hop, catira, maracatu, coco-de-roda. “A sonoridade de Antenas e Raízes é um convite a vivenciar o forró fora dos salões de dança, com uma perspectiva diferente e livre de preconceitos”.

Falando um pouco sobre o CD, o triangulista Diego expressa de forma objetiva a proposta da banda. “Queremos mostrar que o forró é para todos. Você não precisa saber dançar para curtir o nosso som. A nossa proposta é provocar as pessoas para que elas dancem de acordo com a reação do corpo, independentemente de ser com outra pessoa ou sozinho”, explica.

Modernidade sem perder a raiz, alegria e juventude. A banda Dona Zaíra convida todos a viajarem juntos pelo som. Texto de Diego Melo.

CAROL NAKAMURA, DO FAUSTÃO, ATACA DE REPÓRTER EM ILHÉUS

Carol Nakamura grava matérias de entretenimento para o Faustão (Foto Reprodução).

Com o Morro de Pernambuco ao fundo, Carol Nakamura posa para foto antes de reportagens (Foto Reprodução).

O programa Domingão do Faustão virou sócio de Ilhéus. A bailarina e repórter Carol Nakamura, que grava para a atração da Rede Globo, está em Ilhéus desde ontem (6).

Por aqui, gravou com atores que interpretam personagens das obras de Jorge Amado no Bataclan, visitou a casa de cultura Jorge Amado e o bar Vesúvio e lotou o facebook de selfies com populares.

No dia 28 de junho, aniversário da cidade, o programa de Fausto Silva veiculou um vídeo com imagens das praias e pontos turísticos da cidade.

PROSA COM LUCAS E ORELHA

Lucas e Orelha serão recebidos pelo governador, hoje à tarde (Reprodução).

Lucas e Orelha serão recebidos pelo governador, hoje à tarde (Reprodução).

Vencedores da edição do SuperStar (Globo) deste ano, os músicos baianos Lucas e Orelha serão recebidos pelo governador Rui Costa, nesta quinta (23), às 17h, no Centro Administrativo da Bahia, em Salvador.

Soteropolitanos de Brotas, Lucas Arcanjo, de 19 anos, e Rick Orelha, de 17, conquistaram o Brasil cantando vários estilos musicais e obtiveram 64% dos votos no programa da Rede Globo. Ambos se conheceram na escola, em um projeto musical.

BAIANOS LUCAS E ORELHA FATURAM O SUPERSTAR

Lucas e Orelha faturam segunda edição do SuperStar, da Globo (Reprodução Pimenta).

Lucas e Orelha (à direita) faturam segunda edição do SuperStar, da Globo (Reprodução Pimenta).

Os baianos Lucas e Orelha foram os campeões da segunda edição do SuperStar, da Rede Globo. A finalíssima ocorreu há pouco. A dupla de Salvador venceu a banda brasiliense Scalene por 64% a 55%. Os baianos faturaram a edição 2015 do programa cantando Menina Nerd.

VIDA DE BAILARINO ITABUNENSE NO BOLSHOI É DESTAQUE NO GLOBO REPÓRTER

Bailarino Pedro Pires foi destaque no Globo Repórter de hoje (Reprodução Globo).

Bailarino Pedro Pires foi destaque no Globo Repórter de hoje (Reprodução Globo).

A história de vida e a persistência do itabunense Pedro Pires por uma vaga no Ballet Bolshoi foi um dos destaques do Globo Repórter desta sexta-feira (14). Foram dez minutos de reportagem em que a repórter Isabele Assumpção mostrou como a família do bailarino batalhou para a realização do adolescente da luta por uma vaga até a aprovação em 2011.

O amor pelo balé começou cedo. Aos 3 anos, já acompanhava a irmã, Annanda Pires. A mãe, Luciana Pires, falou do preconceito sofrido pelo bailarino do Bolshoi. Pelo sonho de Pedro, a família tomou decisões como a venda da casa para custear parte das despesas em Joinville (SC), a mais de 2 mil quilômetros de Itabuna.

“Eu estou feliz mesmo assim, porque, daqui um dia isso vai passar e a gente compra tudo de novo”. Ele mora em Santa Catarina com uma das avós. O pai, Nildo Pires, lamenta a distância. E a saudade. A reportagem também mostra a emoção de Seu Nildo ao reencontrar o filho, lá em Joinville. A reportagem com esta história de vida do itabunense no Bolshoi pode ser conferida clicando aqui.

AURIANA BACELAR CONCORRE A PRÊMIO DE REVELAÇÃO DA TV

Auriana Bacelar ao lado do cantor e entrevistado Geraldo Azevedo (Foto Arquivo Pessoal).

Auriana Bacelar ao lado do cantor e entrevistado Geraldo Azevedo (Foto Arquivo Pessoal).

A jornalista itabunense Auriana Bacelar está entre as três concorrentes ao prêmio de Revelação da TV no Destaque Imprensa – Juazeiro 2014. Após brilhar na telinha da TV Cabrália, Auriana mudou-se para a TV Grande Rio (Rede Globo), na vizinha Petrolina (PE), em outubro do ano passado.

Os vencedores do prêmio Destaque Imprensa serão escolhidos pelo internauta em votação no Facebook. A enquete pode ser acessada aqui.

Para votar, o internauta precisa curtir a fanpage. O voto só é válido quando escolhidos os melhores em cada categoria. A enquete termina nesta segunda (15).

Auriana formou-se em Jornalismo pela Unime Itabuna, após cursar Comunicação Social pela Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc), onde também fez pós em Audiovisual. Além da formação profissional, a repórter itabunense é reconhecida pela criatividade nas reportagens e perfil ético.

alba



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia