WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia




alba










novembro 2019
D S T Q Q S S
« out    
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930

editorias






:: ‘rodoviários’

RODOVIÁRIOS DE ITABUNA ENTRAM EM GREVE NESTA SEGUNDA

Greve de ônibus em Itabuna começa nesta segunda || Foto Pimenta/Arquivo

Arlensen preside o Sindicato dos Rodoviários || Foto Reprodução

Os rodoviários de Itabuna entrarão em greve nas primeiras horas desta segunda-feira (3). As empresas, que cobram aumento do valor da passagem, hoje em R$ 3,00, se recusaram a conceder reajustes de salário e do tíquete refeição. A greve foi decidida na última quinta (30) e não houve avanço até a noite deste domingo (2).

Os rodoviários querem reajuste salarial de 5% e aumento de 9% no tíquete alimentação. “Não tivemos proposta alguma das empresas em cinco rodadas de negociação. Não saímos do zero”, afirmou Arlensen Nascimento ao PIMENTA.

Segundo o dirigente, as empresas apontam alto índice de gratuidade e a tarifa como fatores que impediriam o reajuste salarial. A tarifa de ônibus em Itabuna, proporcionalmente, seria a mais baixa do Estado, na versão das empresas.

A greve afeta todas as linhas urbanas e rurais de Itabuna. A negociação avançou apenas com as empresas de transporte rodoviário semiurbano e intermunicipal (Rota e Águia Branca), que concederam 5% de reajuste salarial e 10% de reajuste no valor do tíquete alimentação. “Conseguimos fechar [com a Águia Branca e a Rota] na sexta-feira”, afirmou Arlensen ao site.

Para o presidente do Sindicato dos Rodoviários, esta tem sido a mais difícil das negociações dos últimos anos. Ele está à frente da entidade há sete anos. “Nunca encontrei um ano que não se falasse, pelo menos, em reposição da inflação”, disse, enfatizando que até aqui as empresas do transporte urbano não têm sinalizado para concessão de nenhum percentual de reajuste. “Nem reposição da inflação os patrões quiseram conversar”, completou ele em entrevista ao PIMENTA.

Com a decisão de greve, os rodoviários devem decidir, até as 8h desta segunda, se a categoria colocará em circulação ao menos 30% da frota enquanto perdurar a paralisação. “Vamos colocar isso para a categoria [decidir]”, afirmou Arlensen.

——

GREVE DOS RODOVIÁRIOS DEIXARÁ ITABUNA SEM ÔNIBUS; PARALISAÇÃO EM ILHÉUS COMEÇA NA 5ª

Greve dos rodoviários começará à 0h desta terça

As negociações entre patrões e empregados não avançaram e o itabunense amanhecerá sem ônibus urbano nesta terça-feira (29). A greve atingirá também o transporte intermunicipal, pois o movimento teve a adesão dos rodoviários das empresas Rota e Viação Águia Branca.

Os rodoviários pediam 6% de reajuste salarial e 10% no valor do tíquete refeição, mas as empresas ofereceram 1,78% de reajuste no salário e 0,78% no tíquete refeição na semana passada. Porém, pediram prazo até esta segunda para apresentação de nova proposta. Sem avanço nas negociações, a categoria entrou em greve. Ulisses Santos, dirigente do Sindicato dos Rodoviários de Itabuna, conformou o início do movimento a partir da 0h desta terça.

GREVE EM ILHÉUS

Também nesta segunda, os rodoviários de Ilhéus decidiram entrar em greve. A paralisação começará na próxima quinta (31). Os rodoviários pedem 5% de reajuste salarial e as empresas acenaram com 2,5%, o que foi rejeitado pelos rodoviários.

Atualização às 7h10min (29/05) – Os rodoviários das empresas Águia Branca e Rota Transportes, que operam linhas intermunicipais e interestaduais, fizeram acordo e retornaram ao trabalho nesta manhã. Eles aceitaram reajuste de 2,7% no salário e 4,6% no tíquete refeição.

RODOVIÁRIOS FAZEM PARALISAÇÃO EM ITABUNA

Rodoviários da empresa São Miguel fazem paralisação por salário (Foto Divulgação).

Rodoviários da empresa São Miguel fazem paralisação por salário (Foto Divulgação).

Funcionários da Viação São Miguel, que detém parte das linhas de ônibus de Itabuna, fizeram duas paralisações de duas horas, cada uma, nesta segunda-feira (16) de carnaval. Os rodoviários cobram o pagamento de salários atrasados. A empresa será notificada, segundo o secretário de Transporte e Trânsito, Roberto José. Ele conversou com funcionários da São Miguel na sede da empresa e no centro comercial.

RODOVIÁRIOS PARAM EM PROTESTO CONTRA ASSALTOS A ÔNIBUS EM ITABUNA

Ônibus não vão circular em Itabuna das 8h30min às 10h30min.

Ônibus não vão circular em Itabuna das 8h30min às 10h30min.

Os rodoviários de Itabuna cruzarão os braços por duas horas nesta sexta-feira (15), das 8h30min às 10h30min, para protestar contra o aumento do número de assaltos a ônibus. A paralisação foi comunicada há pouco pela diretoria do Sindicato dos Rodoviários de Itabuna (Sindirod) em nota à imprensa.

De acordo com a direção do sindicato, os assaltos estão ocorrendo com maior frequência e a violência dos bandidos é ainda maior. Na terça-feira, um assaltante tomou ônibus na Avenida Juracy Magalhães e menos de um quilômetro depois, no ponto da AFI, na Avenida Amélia Amado, sacou a arma e obrigou os passageiros a passar dinheiro e celulares. Dois dos passageiros resistiram e ele ameaçou atirar. Na sequência, saiu caminhando.

As linhas mais distantes do centro da cidade são as mais visadas pelos vagabundos. Passageiros contam cenas de terror vividas em linhas como as que ligam o centro aos bairros da região da Nova Itabuna e Ferradas. Os rodoviários cobram melhor policiamento para inibir os assaltos.

GREVE DE ÔNIBUS EM ITABUNA

Sindicato anunciou greve com paralisação de toda a frota (Foto Pimenta/Arquivo 2011).

Sindicato anunciou greve com paralisação de toda a frota (Foto Pimenta/Arquivo 2011).

Os mais de 2,5 mil rodoviários de Itabuna podem parar a partir da zero hora desta sexta-feira (23). As negociações com as empresas de ônibus do transporte urbano (São Miguel e Expresso Rio Cachoeira) não avançaram. Nesta tarde, representantes do sindicato da categoria e das empresas intermunicipais (dentre elas Rota e Águia Branca) voltaram a negociar.

Os trabalhadores pedem reajuste de 11% e passe livre. As empresas oferecem 7%. Os rodoviários fizeram uma contraproposta às empresas, após ter a pedida de 16% de reajuste rejeitada pelas empresas. Reduziram para 11% e incluíram a cláusula social que resgata o passe livre.

Espera-se que, até as 20h, o presidente do Sindicato dos Rodoviários, Arlensen Souza, comunique qual a decisão da categoria. A greve foi decidida na última terça (20).

ITABUNA, DE NOVO, SEM ÔNIBUS. RODOVIÁRIOS COBRAM HORAS EXTRAS

Questão dos rodoviários está sendo julgada no Fórum Humberto Machado.

Questão dos rodoviários está sendo julgada no Fórum Humberto Machado.

Após duas paralisações por questões de segurança, no domingo e ontem, os rodoviários voltaram a cruzar os braços nesta manhã de terça (18). A paralisação afeta apenas as linhas servidas pela Expresso Rio Cachoeira, o que representa metade dos ônibus recolhidos.

Metade dos veículos da empresa está parada próximo ao Fórum Humberto Machado , no São Caetano. Os rodoviários cobram da empresa o pagamento de horas extras. A reivindicação é antiga e foi parar na Justiça do Trabalho.

Sindicalistas negociam para que os funcionários da outra concessionária do transporte público em Itabuna, a São Miguel, também pare, já que a ação destes também será julgada em breve.

ÔNIBUS CIRCULAM NORMALMENTE EM ITABUNA

Ônibus circulam normalmente em Itabuna (Foto Arquivo).

Ônibus circulam normalmente em Itabuna (Foto Arquivo).

Hoje é mais um dia de mobilização nacional de movimentos sociais e sindicatos (reveja aqui), mas, ao contrário do 11 de julho, o itabunense que depende do sistema de transporte público pode ir à rua sem medo. Nestas primeiras horas, os ônibus estão circulando normalmente.

Não há alerta dos rodoviários para a paralisação de atividades. No mês passado, a categoria parou pela manhã e os ônibus retornaram às ruas somente na parte da tarde.

Já quem mora em Salvador terá um dia daqueles. Os profissionais prometem atrasar a saída de ônibus em protesto pela redução da jornada semanal para 40 horas. Eles são contrários ao projeto de lei 4330, que regulamenta a terceirização. A promessa é de busão circulando somente a partir das 9h.

ACABA GREVE DOS RODOVIÁRIOS

Os rodoviários de Itabuna se reuniram em assembleia nesta tarde e decidiram encerrar greve iniciada há 17 dias. As empresas concordaram em acabar com o expediente das “duas pegadas” e não descontar os dias parados de motoristas e cobradores.

Com as duas pegadas, os rodoviários eram obrigados a trabalhar em praticamente dois turnos, mas com intervalo de menos de uma hora e sem desconto na jornada. Amanhã, 100% da frota já estará nas ruas.

PSB EMPLACA PRESIDENTE DOS RODOVIÁRIOS

Bebeto procura fortalecer sua base nos sindicatos da regiao

Nem Pezão, nem Pé de Rato. O futuro presidente do Sindicato dos Rodoviários de Itabuna (Sindrod) será Arlensen Nascimento Antero de Souza, ligado à Força Sindical, que contou com apoio do ex-candidato a deputado federal Bebeto (PSB), presidente do Sindicato dos Trabalhadores da Indústria Pesada (Sintepav).

A eleição aconteceu esta semana e foi precedida por um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC), firmado junto ao Ministério Público do Trabalho, no qual as três chapas que participaram do pleito se comprometeram a evitar turbulências.

Um detalhe interessante é que Bebeto tentou eleger também o presidente do Sindicato dos Rodoviários de Ilhéus. Formou uma chapa competitiva, mas, faltando poucos dias para o pleito, o candidato a presidente “pipocou”. Segundo se diz, depois de ouvir “bons argumentos” das empresas.

ADVOGADO DIZ QUE EMPRESAS TENTARAM USAR RODOVIÁRIOS COMO “MASSA DE MANOBRA”

O advogado do Sindicato dos Rodoviários de Itabuna, Iruman Contreiras, disse ao PIMENTA que as empresas de ônibus urbanos têm desrespeitado o que foi definido em dissídio coletivo, no Tribunal Regional do Trabalho (TRT), em maio, quando fixou-se jornada diária de 7 horas e 20 minutos de trabalho para cobradores e motoristas.

Segundo Iruman, as empresas São Miguel e Expresso Cachoeira queriam implantar escala de serviço que obrigava os trabalhadores a jornada diária de 7 horas e 20 minutos. As empresas, no entendimento do advogado, não cumprem o determinado na Justiça por alegar “aumento de custos”. O advogado diz que as empresas tentam usar os rodoviários como massa de manobra.

– Na verdade, “aumentar a jornada de trabalho” foi uma estratégia das empresas (locaute) para levar a categoria à greve e, com isso, pressionar o governo a conceder reajuste de tarifa para “fazer frente ao aumento de custos” com a implantação da jornada de 7 horas fixada pelo TRT – afirma Iruman.

CONFUSÃO SINDICAL DEIXA TRABALHADOR A PÉ

Ônibus parados, trabalhadores e estudantes a pé – esse foi o cenário hoje em Ilhéus (foto Blog Rumas)

Um verdadeiro rebu envolvendo a disputa pelo comando do Sindicato dos Rodoviários de Ilhéus deixou grande parte da população da cidade a pé nesta segunda-feira, 12. O motivo foi um protesto coordenado por integrantes de uma chapa que não conseguiu participar da eleição da entidade, ocorrida hoje.

Apesar de contar com apoio maciço da categoria, a chapa 3 foi alvo de uma operação que teria sido articulada pelas empresas do setor de transporte coletivo. A estratégia utilizada foi incentivar a renúncia do próprio candidato a presidente pela chapa, que desistiu de participar da eleição alegando manipulação política no grupo, que tem por trás o vereador Jailson Nascimento (PMN) e o sindicalista e ex-candidato a deputado federal Bebeto (PSB). As outras duas chapas que disputaram o pleito são ligadas à União Geral dos Trabalhadores e à Força Sindical.

Quem acabou sofrendo as consequências dessa briga foi o usuário do transporte, já que os membros da chapa 3 articularam uma paralisação geral do serviço. Nas ruas, o que se via eram filas de ônibus parados, trabalhadores e estudantes a pé e muita confusão no trânsito. Com informações do blog Rumas.

RODOVIÁRIOS PRESTAM HOMENAGEM A SÃO CRISTOVÃO E PEDEM PAZ NO TRÂNSITO

Imagem do santo na procissão deste ano (Foto Pimenta).

Os rodoviários de Itabuna promoveram homenagens ao santo padroeiro da categoria, São Cristovão, nesta quarta, 25. Os profissionais circularam em dezenas de ônibus, caminhões, táxis e veículos de passeio pelas principais avenidas da cidade exibindo a imagem de São Cristovão.

A data do padroeiro é tradicionalmente festejada pelo Sindicato dos Rodoviários (SindRod) com muitos fogos de artifício e atividades religiosas como tema missão “Tempo de Graça”. Os festejos de São Cristovão na cidade foram iniciados no final da década de 60 pela radialista Edna Silva e seu falecido marido e também radialista Germano Lopes da Silva.

Neste ano, a exemplo das edições anteriores, a procissão saiu da catedral de São José, onde o padre Moisés deu a benção aos veículos, em direção à paróquia Santa Maria Madalena, no bairro Emanoel Leão. Lá, o Sindicato dos Rodoviários de Itabuna e região mandou celebrar a missa festiva.

ITABUNENSE AMANHECE SEM ÔNIBUS

Greve mantém 100% da frota de ônibus na garagem em Itabuna (Foto Pimenta).

Os mais de 40 mil itabunenses que utilizam ônibus diariamente tiveram que recorrer a transporte alternativo ou bater perna para chegar ao trabalho ou se deslocar para outras atividades. A greve dos rodoviários paralisou todas as linhas urbanas. Motoristas e cobradores cruzaram os braços e as frotas das empresas São Miguel e Expresso Cachoeira não deixaram as respectivas garagens nesta terça, 29.

Os rodoviários exigem reajuste de 16,5%, tíquete refeição, aumento de 60% para 70% do valor da hora extra e passe livre. Até ontem, a categoria dizia que não havia obtido retorno da Associação das Empresas de Transporte Urbano (Aetu). As negociações começaram com duas das empresas de transporte intermunicipal (Rota e Águia Branca), mas rodoviários ligados às duas empresas também deflagraram greve.

TRT DETERMINA FIM DA GREVE DOS RODOVIÁRIOS

O Tribunal Regional do Trabalho da 5ª Região (TRT 5) julgou os dissídios coletivos da greve envolvendo os rodoviários de Salvador e dos que trabalham em linhas intermunicipais na Bahia. A desembargadora Graça Boness, relatora dos dissídios, determinou reajuste de 7,5% à categoria, além de quinquênios, e o fim imediato da greve.

A relatora também declarou ilegal a paralisação iniciada na quarta, 23. E aplicou multa de R$ 150 mil para o Sindicato dos Rodoviários e de R$ 75 mil para o sindicato patronal. Os valores foram bloqueados imediatamente no sistema Sistema Bacen/JUD.

Com a determinação judicial de fim da greve dos rodoviários em linhas intermunicipais, a Viação Águia Branca chegou a anunciar a normalização das 59 linhas intermunicipais entre o interior e a capital baiana a partir desta tarde, mas acabou mantendo a suspensão, pois os rodoviários decidiram continuar em greve.

Atualizado às 17h25min.

PASSE-LIVRE

A greve dos rodoviários, ontem, afora o reajuste salarial de 8%, registrou avanço para a categoria na discussão sobre passe-livre. As empresas que operam linhas urbanas mantiveram a gratuidade para os funcionários e as intermunicipais reduziram a 3% o desconto no contracheque. A paralisação durou 13h em Itabuna e teve adesão de 100% da categoria.

RODOVIÁRIOS DEVEM PARAR AMANHÃ

Se o itabunense que precisa de ônibus sentiu alívio hoje, é bom se preparar para a manhã desta terça (24). O Sindicato dos Rodoviários de Itabuna (Sindirod) deu mais um tempinho para que as empresas apresentem nova contraproposta. A última foi de 6,3% de reajuste e fim da gratuidade para motoristas e cobradores. A categoria rejeitou a proposta e, na última quinta, anunciou paralisação para o início desta semana.

A “surpresa” para os usuários pode vir nesta terça, logo cedinho, caso a proposta não seja “melhorada”. A manifestação vai atingir as linhas urbanas e intermunicipais.

RODOVIÁRIOS AMEAÇAM PARAR NO DOMINGO

Do Política Etc

A partir deste domingo (22), os trabalhadores nos transportes intermunicipais e urbanos de Itabuna vão cruzar os braços por 72 horas. A decisão foi tomada durante assembleia realizada na noite de quinta-feira.

O anúncio foi feito pelo presidente do Sindicato dos Rodoviários de Itabuna e Região, Joselito Paulo dos Santos (Pé de Rato), acrescentando que caso não haja avanço nas negociações entre os empresários do setor e a categoria, os trabalhadores vão deflagrar greve por tempo indeterminado.

“Pé de Rato” informou ainda que os empresários ofereceram 6,3% para o reajuste salarial e exigem que os motoristas e cobradores das próprias empresas paguem passagem. “Mas existe gratuidade em grande escala. Não pagam passagem os policiais militares (sem farda) e civis e funcionários os Correios e da Prefeitura de Itabuna. E é um absurdo”.

ÔNIBUS PARADOS

O Sindicato dos Rodoviários realiza assembleias nos pátios das empresas de ônibus em todo o Estado e, por essa razão, o transporte intermunicipal está paralisado nesta manhã de terça-feira na Bahia. Segundo o jornal A Tarde, a ação vai atrasar em pelo menos quatro horas a saída dos veículos nas rodoviárias de Salvador, Feira de Santana, Itabuna, Juazeiro, Senhor do Bonfim, Valença e Itaparica.








WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia