WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
unime


fevereiro 2017
D S T Q Q S S
« jan    
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728  

editorias


:: ‘Rui Costa’

A FESTA DOS POLÍTICOS

marcowenseMarco Wense

 

Tia Eron (PRB) até que aceita continuar no Parlamento, mas impõe que Marcos Medrado (PR) mantenha todo seu staff político na SEMPS. Medrado, por sua vez, quer colocar os seus correligionários.

 

A disputa pelo governo da Bahia, que já começou e só tem dois nomes competitivos, o governador Rui Costa (PT) e o prefeito ACM Neto (DEM), faz a festa dos senhores políticos.

O petista e o democrata fazem de tudo para agradar as lideranças, mais especificamente quem tem mandato, aí incluindo prefeitos, deputados – estadual e federal – e vereadores.

É um verdadeiro pega-pega, solta-solta que ele é meu. Lembra aquela música que diz “a nêga é minha, ninguém tasca, eu vi primeiro…”, salvo engano de Pedrinho Rodrigues.

Pois é. O governador, que busca o segundo mandato via reeleição, e o chefe do Executivo soteropolitano, que corre atrás do seu legítimo sonho, não medem esforços para conquistar apoios. O toma-lá-dá-cá fica cada vez mais acirrado.

Marcos Medrado, que é o superintendente do PROCON na Bahia, vem sendo assediado pelos netistas para ocupar o lugar da deputada federal tia Eron no comando da SEMPS (Secretaria de Promoção Social e Combate à Pobreza de Salvador).

Tia Eron deixou o comando da secretaria para votar em Rodrigo Maia na eleição para a presidência da Câmara dos Deputados, que foi realizada em 2 de fevereiro.

Rodrigo Maia, do mesmo partido de ACM Neto, o Democratas, quer que tia Eron permaneça na Casa e coordene um projeto de valorização das mulheres.

Tia Eron (PRB) até que aceita continuar no Parlamento, mas impõe que Marcos Medrado (PR) mantenha todo seu staff político na SEMPS. Medrado, por sua vez, quer colocar os seus correligionários.

Confusão, confusão, confusão, diria o polêmico e inquieto radialista Roberto de Souza.

Marco Wense é articulista do Diário Bahia.

PAULO BICALHO NA SESAB

Bicalho foi nomeado para cargo na Sesab.

Bicalho foi nomeado para cargo na Sesab.

Elogiado pelo trabalho desenvolvido no Hospital de Base e na Secretaria de Saúde de Itabuna, o médico Paulo Bicalho acaba de ser nomeado diretor de Gestão da Rede Própria da Secretaria Estadual de Saúde (Sesab) pelo governador Rui Costa.

O cargo está na estrutura da Superintendência de Atenção Integral à Saúde da Sesab. A nomeação foi publicada na edição desta quinta (16) do Diário Oficial do Estado.

GOVERNO REAJUSTA DIÁRIA DE POLICIAIS NO CARNAVAL E ALTERA LEI DE PREMIAÇÃO

Rui fez anúncio por meio do Facebook (Foto Mateus Pereira).

Rui fez anúncio por meio do Facebook (Foto Mateus Pereira).

As diárias dos plantões de Carnaval deste ano que serão pagas aos policiais militares e civis, bombeiros e técnicos do Departamento de Polícia Técnica (DPT) até o próximo dia 24 serão reajustadas em 6,29% com base na variação do Índice de Preços ao Consumidor Ampliado (IPCA) de 2016.

O anúncio foi feito pelo governador Rui Costa, hoje (9), na sua página do Facebook, onde também informou que nos próximos dias encaminhará à Assembleia Legislativa da Bahia projeto de lei que estabelece novos critérios para a concessão do Prêmio por Desempenho Policial (PDP).

Segundo o governo, a nova lei do PDP estabelece novas faixas de premiação aos policias que atingem a meta de redução dos índices de violência, amplia os critérios de premiação e busca valorizar os policiais que trabalham no combate à violência no estado baiano.

– As duas medidas têm como objetivo estimular o desempenho dos policiais, melhorando os índices de segurança pública na capital e no interior – afirmou Rui Costa em seu perfil na rede social.

BAHIA USARÁ JOVENS EM FUNÇÕES ADMINISTRATIVAS DA PM

Governo baiano quer mais policiais nas ruas.

Governo baiano quer mais policiais nas ruas.

Jovens selecionados no Programa Primeiro Emprego, do Governo Estado, vão substituir policiais militares em funções administrativas da corporação, segundo anunciou o governador Rui Costa. A ideia da gestão é retirar estes policiais das atividades burocráticas e colocá-los na rua.

– Queremos liberar esses policias para fazer o trabalho para que eles fizeram concurso – disse Rui, conforme o Correio24h.

Além disso, ele vai dar continuidade ao processo de retirada dos policiais militares de órgãos públicos, como prefeituras, Assembleia Legislativa, ministério público, etc. “Nós queremos os policiais na rua. Queremos reduzir ao mínimo o número de quem está fora da desse serviço”, falou Rui. Alterado às 10h47min.

DE VENTO EM POPA

marco wense1Marco Wense

FG é uma angustiante dúvida, não em relação à sua saída do DEM, já dada como favas contadas, mas com quem fica em uma eventual disputa entre Rui Costa e Otto Alencar pelo governo da Bahia.

O barco do senador Otto Alencar, autoridade-mor do PSD da Bahia, desliza com mais velocidade em decorrência de bons ventos que começam a soprar na parte posterior.

O parlamentar, que nasceu em Ruy Barbosa, cidade da Chapa Diamantina, médico ortopedista, deixa de lado as fraturas e fissuras ósseas para tratar exclusivamente de traumatismos políticos.

Otto vive o seu melhor momento na vida pública. Pilota seu avião em céu de brigadeiro, sem nuvens cinzentas que possam atrapalhar seu legítimo e democrático sonho: ser novamente governador da Bahia.

Até os que procuram prejudicar, agindo nos bastidores, na calada da noite, de maneira sorrateira, terminam ajudando, como Cícero Monteiro e Josias Gomes, homens de confiança do governador Rui Costa (PT).

Monteiro e Gomes, respectivamente o atual e o ex-secretário de Relações Institucionais, trabalharam para manter Marcelo Nilo (PSL) na presidência da Assembleia Legislativa do Estado.

O prefeito soteropolitano ACM Neto, o fiel da balança, o comandante da oposição, caminhava no sentido de liberar os deputados para que cada um votasse de acordo com sua vontade.

Para o demista Neto, era o mesmo que trocar seis por meia dúzia. Ou seja, tanto faz Marcelo Nilo, do PSL, como Ângelo Coronel, do PSD. Ambos integrantes da base aliada do governismo.

Quando o democrata percebeu que a articulação política do Palácio de Ondina estava pedindo votos para Marcelo Nilo, queimando o Coronel, tomou a decisão de apoiar o candidato do senador Otto Alencar.

Cícero Monteiro e Josias Gomes só fizeram o que não deveriam fazer. Sem dúvida, os responsáveis pelo apoio decisivo da oposição à candidatura do Coronel, o que levou Nilo a desistir de conquistar o sexto mandato.

Fica agora a obrigação de arrumar uma vaga para Marcelo Nilo na chapa majoritária da reeleição do governador Rui Costa, como candidato a vice ou a senador. Vale lembrar que já defenestraram Nilo na sucessão de 2014.

Ora, ora, até as freiras do Convento das Carmelitas sabem que existe uma preocupação com a ascensão do senador Alencar, que vai ocupando os espaços políticos de maneira inteligente e sem fazer oba-oba.

:: LEIA MAIS »

DEFINIDA LISTA TRÍPLICE PARA CHEFE DA DEFENSORIA PÚBLICA ESTADUAL

Clériston, Mônica e Ussiel foram os mais votados na disputa pelo comando da DPE (Fotos Alessandra Lori).

Clériston, Mônica e Ussiel na lista tríplice pelo comando da DPE (Fotos Alessandra Lori).

Definidos os nomes que constarão da lista tríplice para escolha do próximo defensor público geral do Estado da Bahia. A lista a ser encaminhada para o governador Rui Costa é composta pelo atual gestor da Defensoria, Clériston Cavalcante de Macedo, que obteve 157 votos; por Mônica Christianne Soares de Oliveira, com 106 votos; e Ussiel Elionai Dantas Xavier Filho, com 92 votos.

Na votação cada defensor público pode votar em até três candidatos. Em quarto lugar na votação ficou Maria Auxiliadora Teixeira, com 83 votos. A lista com o resultado da eleição será enviada pelo defensor público geral em exercício, Rafson Saraiva Ximenes, ao governador, Rui Costa, que terá o prazo de 15 dias para escolher um nome; caso não escolha, o mais votado pela classe será investido automaticamente no cargo, conforme prevê o Artigo 99, §4° da LC 132/09. :: LEIA MAIS »

NOVO PRESIDENTE DA UPB VISITA GOVERNADOR

Eures e Rui Costa, ambos ao centro, durante visita ao final da tarde de ontem (Foto Amanda Oliveira).

Eures e Rui Costa, ambos ao centro, durante visita ao final da tarde de ontem (Foto Amanda Oliveira).

O novo presidente da União dos Municípios da Bahia (UPB), Eures Ribeiro, prefeito de Bom Jesus da Lapa, visitou o governador Rui Costa, na tarde desta quinta-feira (26). Segundo Eures, o gestor baiano “tem se mostrado um grande aliado dos municípios”, destacando ações como a construção das policlínicas e o incentivo à formação dos consórcios de saúde. “É uma das provas de que ele aposta no fortalecimento dos municípios”.

A comitiva do novo presidente da UPB foi integrada por membros da diretoria executivo e da ex-presidente Maria Quitéria, que apoiou a eleição de Eures. “Municípios valorizados significam população atendida nos seus anseios. O Governo e a UPB manterão a forte parceria, que tem por objetivo melhorar a vida dos cidadãos baianos”, afirmou Rui.

RUI DÁ POSSE A NOVOS SECRETÁRIOS; MACHADO RETORNA À CONDER

Rui empossa novos secretários hoje, sem Abal (Foto Mateus Pereira).

Rui empossa novos secretários hoje, sem Abal (Foto Mateus Pereira).

Os novos secretários estaduais, nomeados pelo governador Rui Costa, tomam posse em solenidade, hoje (23), no auditório da Fundação Luís Eduardo Magalhães (Flem), no Centro Administrativo da Bahia. A cerimônia está marcada para as 16 horas.

Dos nomes, quem chega ao secretariado são Jaques Wagner (Desenvolvimento Econômico), Fernando Torres (Desenvolvimento Urbano), Julieta Palmeira (Políticas para as Mulheres) e Vivaldo Mendonça (Ciência e Tecnologia).

Os demais foram remanejados de pastas. Carlos Martins deixa a Sedur e assume a Pasta da Justiça e Direitos Humanos, antes comandada por Geraldo Reis, que assume Meio Ambiente. Substituída por Julieta, Olívia Santana comandará agora a Secretaria do Trabalho, Emprego e Renda (Setre).

ANTIPETISTA NA EQUIPE

Após anunciar as mudanças no secretariado, Rui Costa precisou rever a nomeação de Abal Magalhães para a poderosa Conder, ligada à Sedur. Na madrugada de sábado (22), descobriu-se que Abal detonava o PT, partido do governador, Jaques Wagner, Lula e companhia. Um antipetista. Rui, então se viu obrigado a cancelar a nomeação. Convocou José Lúcio Machado para voltar ao cargo.

RUI MEXE NO TIME E PÕE WAGNER NA SDE

Ex-governador Wagner ocupará a SDE no governo de Rui.

Ex-governador Wagner ocupará a SDE no governo de Rui.

O governador Rui Costa anunciou, ontem à noite (20), o novo time para a segunda metade da sua gestão. O ex-governador Jaques Wagner assumirá a Secretaria de Desenvolvimento Econômico (SDE) em lugar de Jorge Hereda, que comandará a BahiaInvest. Deputado federal pelo PSD, Fernando Torres é o novo titular da Pasta de Desenvolvimento Urbano (Sedur), substituindo Carlos Martins.

As mudanças também atingem a Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação. Sai Manoel Mendonça, entra o sul-baiano Vivaldo Mendonça. Olívia Santana deixa a Secretaria de Políticas para as Mulheres (SPM) para assumir a Secretaria do Trabalho, Emprego e Renda (Setre). Na SPM, chega Julieta Palmeira.

A reforma administrativa ainda não foi concluída. Outras pastas ainda passarão por mudanças. Rui Costa ainda não definiu o novo secretário de Meio Ambiente. Eugênio Spengler pediu exoneração, justamente há pouco menos de um mês do anúncio de início das obras do Porto Sul. Outra mudança já sacramentada no governo se dá na Conder, vinculada à Sedur. José Lúcio Machado dá lugar a Abal Magalhães. As mudanças estão publicadas no Diário Oficial de hoje.

OLHO NO OLHO

O governador Rui Costa usou uma rede social para afirmar dizer que fez questão falar, “olho no olho”, antes de anunciar a reforma.

– Montamos um grande time, mas às vezes as trocas são necessárias pois servem como instrumento de motivação para todos. Com esta nova equipe vamos continuar trabalhando duro, dia a dia, visando cumprir com os compromissos que assumimos com a Bahia. Avançamos muito nestes primeiros dois anos e vamos avançar ainda mais até 2018 – disse Rui.

ESTADO AUTORIZA CONSTRUÇÃO DE MAIS DUAS POLICLÍNICAS

Governador autoriza construção de mais duas policlínicas (Foto Carol Garcia).

Governador autoriza construção de mais duas policlínicas (Foto Carol Garcia).

O governador Rui Costa autorizou a construção de mais duas policlínicas, uma na Região Metropolitana de Salvador (RMS), que será implantada em Simões Filho, e outra na região de Alagoinhas. Os novos equipamentos vão atender mais de 1,7 milhão de baianos de 33 municípios baianos. Atualmente, quatro policlínicas regionais de saúde estão em construção e com obras aceleradas em Jequié, Teixeira de Freitas, Irecê e Guanambi.

As policlínicas são resultado da formação de consórcios de saúde. “Estamos construindo um novo marco da saúde pública na Bahia, pensada, planejada e executada de forma coletiva, por cada região, garantindo qualidade de atendimento e rapidez a um custo mais baixo para os municípios”, afirmou Rui. Segundo ele, até o ano que vem, mais de cinco milhões de baianos já estarão sendo atendidos em policlínicas regionais.

A unidade em Simões Filho atenderá a 15 municípios da RMS, com exceção da capital, e será construída em um terreno na via marginal à BR-324. Já a policlínica em Alagoinhas abrangerá 18 municípios (cerca de 553,4 mil habitantes) e será erguida em um terreno atrás da Câmara de Vereadores.

Cada policlínica custará cerca de R$ 20 milhões, entre obras e equipamentos, que serão assumidos integralmente pelo Governo do Estado. A manutenção será compartilhada entre o Estado, que financiará 40% dos custos, e os municípios consorciados, que vão cobrir os 60% restantes, proporcionalmente à sua população.

GOVERNADOR SE EMOCIONA AO FALAR DE TRATAMENTO CONTRA CÂNCER NO HOSPITAL DA MULHER

Rui Costa cumprimenta pessoas durante inauguração do hospital (Foto Mateus Pereira).

Rui Costa cumprimenta pessoas durante inauguração do hospital (Foto Mateus Pereira).

A inauguração do Hospital da Mulher e o histórico familiar emocionaram o governador Rui Costa. “Chega a arrepiar. A emoção é grande. Minha mãe morreu de câncer de mama e naquela época havia muita dificuldade para diagnóstico e tratamento. Estou vindo aqui na esperança de que, em breve, nenhuma mulher morra mais de câncer de mama por não ter tido onde se cuidar, se tratar e fazer a cirurgia”. A unidade leva o nome de Maria Luiza Costa dos Santos.
O hospital foi inaugurado ontem, no Largo de Roma, em Salvador. Segundo Rui, os prefeitos e prefeitas poderão encaminhar as mulheres que tenham diagnóstico de câncer para confirmar a suspeita no novo hospital do Governo do Estado. “Confirmando a suspeita, a ideia é que elas possam operar imediatamente, aumentando com isso a expectativa de vida e dando qualidade de vida a essas mulheres”, assegurou. O hospital é o segundo maior do Brasil e o maior do Norte e Nordeste especializado no atendimento à mulher.
Hospital terá capacidade para

Hospital terá capacidade para realizar 9 mil consultas e mil cirurgias por mês.

GERALDO, JOSIAS E O PT

marco wense1Marco Wense 

A certeza de Josias de que Fernando Gomes sairia vitorioso no Tribunal Regional Eleitoral deixou muita gente com a pulga atrás da orelha. Essa sua, digamos, premonição, foi festejada no staff fernandista.

Em decorrência de novas farpas trocadas, o relacionamento de Geraldo Simões e Josias Gomes fica cada vez mais complicado. Caminha para um inevitável rompimento.

A briga vem de muito tempo. E o pior é que tende a ficar mais intensa, já que ambos não querem levar desaforos para casa. Se pela imprensa tem esse pega-pega, imagine nos bastidores, longe dos holofotes.

O ex-prefeito de Itabuna criticou, de maneira veemente e firme, sem titubear, a iniciativa de Josias de fazer uma aliança com Fernando Gomes sem consultar o PT de Itabuna.

Sobre o apoio do democrata à reeleição do governador Rui Costa, Geraldo aproveitou o clima natalino para dizer que Josias “está acreditando em papai Noel”, que “Fernando Gomes não vai subir no palanque de Rui na eleição de 2018”.

Josias Gomes se defende dizendo que as conversas com o prefeito diplomado, adversário e inimigo histórico do petismo, “são em função da governabilidade, da aproximação dos governos estadual e municipal”.

Ora, ora, só que essa súbita paixão política do secretário de Relações Institucionais começou no dia seguinte do resultado das urnas. Ou seja, bem antes do julgamento do TRE sobre a inelegibilidade do demista.

A desculpa esfarrapada para camuflar a verdadeira intenção de Josías, sem dúvida o apoio de Fernando à sua reeleição para deputado federal, era de que o candidato do PDT, o médico Antônio Mangabeira, teria participado do “Fora, Dilma”.

A certeza de Josias de que Fernando Gomes sairia vitorioso no Tribunal Regional Eleitoral deixou muita gente com a pulga atrás da orelha. Essa sua, digamos, premonição, foi festejada no staff fernandista.

O que ainda não se sabe é a posição de ACM Neto diante do novo cenário político de Itabuna, principalmente em relação ao DEM, que tem na presidência a incansável Maria Alice, fiel escudeira de FG.

O alcaide soteropolitano, mais cedo ou mais tarde, vai ter que cobrar um posicionamento do diretório municipal do Democratas diante da sucessão estadual, sob pena de intervenção e mudança no comando da legenda.
Geraldo Simões, que foi um dos fundadores do PT grapiúna, afastou qualquer possibilidade de deixar a legenda, mesmo com o forte argumento da inusitada, sorrateira, traiçoeira e escabrosa aliança.

PS – Como o alcance do “pressentimento” de Josias Gomes é estadual, os eleitores de Mangabeira esperam o julgamento no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) com bastante otimismo.

Marco Wense é articulista do Diário Bahia.

JOSIAS REBATE GERALDO SOBRE PT NO GOVERNO DE FERNANDO: “NÃO HÁ ABSOLUTAMENTE NADA DISSO”

Geraldo citou suposta negociação e foi rebatido por Josias.

Geraldo citou suposta negociação e foi rebatido por Josias.

O secretário estadual de Relações Institucionais, Josias Gomes, negou que esteja negociando a participação do PT no governo do prefeito eleito de Itabuna, Fernando Gomes (DEM). “Não há absolutamente nada disso”, disse ao PIMENTA ao rebater críticas feitas por Geraldo Simões. “As conversas que tenho [com Fernando] são em função da governabilidade, da aproximação dos governos [estadual e municipal]”, completou.

Eventual participação do Partido dos Trabalhadores na gestão de Fernando, observou Josias, teria que, necessariamente, passar pelo Diretório Municipal, hoje comandado pelo grupo geraldista. “O PT tem direção municipal e qualquer discussão seria feita ouvindo, obviamente, a direção estadual. Não há essa negociação do partido ir para o governo. Não houve essa consulta ao prefeito”, disse.

“DIÁLOGO FÁCIL” COM FERNANDO

Josias reforçou a importância de Itabuna para os projetos que estão sendo desenvolvidos pelo estado no sul da Bahia. Dentre os projetos, citou a duplicação da Rodovia Ilhéus-Itabuna, o Hospital da Costa do Cacau, o novo aeroporto internacional (“estamos trabalhando para que ele aconteça”) e investimento na área de saneamento em Itabuna.

Para executar os projetos, diz Josias, as boas relações com os governos municipais de Ilhéus e Itabuna são imprescindíveis. E confessou: “o prefeito eleito, [Fernando Gomes], tem se mostrado de diálogo muito fácil conosco e com o governador [Rui Costa]”, disse na entrevista ao blog.

O ponto discordante nos diálogos entre o governo estadual e o prefeito eleito é o saneamento básico. O Estado quer a transferência dos serviços de água e esgoto da Emasa para a Embasa. Fernando resiste à ideia. Sobre este ponto, Josias diz que os dois lados ainda conversam e há uma busca pelo entendimento.

BASE ALIADA

A ida de Fernando para a base aliada é quase ponto pacífico, porém não há, até aqui, uma decisão quanto ao partido para o qual o prefeito eleito deva ir. Desde o entrevero entre o prefeito de Salvador, ACM Neto, e Fernando, o governo estadual dialoga com o prefeito eleito de Itabuna.

No fechar das urnas, em 2 de outubro, aventou-se a possibilidade de Fernando ir para o PSD, puxado pelo deputado federal Paulo Magalhães. Como antecipado pelo PIMENTA, outro destino pode ser o  PSL, comandado pelo presidente da Assembleia Legislativa, Marcelo Nilo (relembre aqui).

FERNANDO, DEM E O PT

marco wense1Marco Wense

 

O silêncio do PT de Itabuna diante da inusitada aliança entre Fernando Gomes e Josias Gomes é ensurdecedor.

 

Um escancarado pessimismo tomou conta do staff fernandista assim que Geddel Vieira Lima deixou de ser ministro de Temer. Sem dúvida, a prova inconteste de que o ex-lulista era o braço direito de Fernando Gomes nas suas andanças por Brasília.

Pessoas bem próximas do ex-alcaide chegaram até a comentar que “as coisas” ficariam complicadas sem Geddel por perto, obviamente se referindo as pendências jurídicas de FG na capital federal do Brasil.

Ali no tradicional Café Pomar, onde se misturam políticos de todos os partidos, era comum o comentário de que a saída de Geddel da secretaria de Governo poderia dificultar o caminho de Fernando rumo à elegibilidade.

Enquanto homem forte do governo Temer, o presidente estadual do PMDB foi muito atencioso com o candidato do DEM ao centro administrativo Firmino Alves, não lhe negando apoio toda vez que solicitado.

Não se contentando com um braço direito, Fernando procurou um “esquerdo” protagonizado por Josías Gomes, secretário de Relações Institucionais do governador Rui Costa (PT).

Coloquei aspas na palavra “esquerdo” porque essa dicotomia de esquerda e direita é coisa do passado. O balaio de gato é um só. Tudo movido por interesses pessoais em detrimento do coletivo. Farinha pouca meu pirão primeiro.

Aliás, a disputa hoje, com as raríssimas exceções, é pelo troféu de quem roubou menos, quem menos surrupiou o dinheiro público, o dinheiro meu, seu, de dona Maria, senhor José, enfim, de todos nós eleitores-cidadãos-contribuintes.

Josías, deputado federal licenciado, aproveitando a birra entre Fernando e ACM Neto, virou um ferrenho defensor da elegibilidade do ex-prefeito, que, como contrapartida, deve sair do DEM para se filiar a um partido da base aliada do governo Rui.

Sem nenhum tipo de constrangimento, agindo de maneira silenciosa e sorrateira, Josías transformou-se em um neofernandista de carteirinha, mais entusiasmado do que Raimundo Vieira, sem dúvida o fernandista-mor, o mais fiel de todos.

Não sei qual a posição de Geddel em relação a essa inusitada aproximação entre Fernando Gomes e o PT. Alguns peemedebistas de Itabuna acham que o ex-ministro não vai ficar calado diante de tamanha ingratidão e inominável traição.

E o que pensa o deputado federal José Carlos Aleluia, presidente estadual do Democratas, sobre toda essa articulação? É bom lembrar que Aleluia sempre foi correto com Fernando Gomes. Fez questão de ficar do seu lado no imbróglio entre o ex-alcaide, ACM Neto e Augusto Castro.

Setores do demismo soteropolitano, chateados com o namoro entre Fernando e o PT, já defendem o uso do instituto da fidelidade partidária como instrumento para provocar a perda do seu mandato de prefeito.

:: LEIA MAIS »

MARCELO NILO DESTACA REFORÇO NA SEGURANÇA NA TEMPORADA DE VERÃO

Nilo, ao centro, destaca reforço na segurança com a Operação Verão.

Nilo, ao centro, destaca reforço na segurança com a Operação Verão.

O presidente da Assembleia Legislativa da Bahia, Marcelo Nilo (PSL), participou, nesta quarta (14), ao lado do governador Rui Costa, do lançamento da Operação Verão na Bahia. A solenidade de lançamento da Operação ocorreu no Jardim de Alah, em Salvador, e contou com deputados estaduais, representantes das polícias civil, militar e corpo de bombeiros.

A partir de hoje até o carnaval, o policiamento será ostensivo nos principais pontos turísticos de Salvador e em 25 municípios do interior do estado
A Polícia Militar vai atuar com um efetivo de 22 mil PMs durante a operação. Serão entregues 19 bases móveis e 480 viaturas. A Polícia Civil vai receber 365 viaturas e o Corpo de Bombeiros irá atuar de forma preventiva com ações para evitar ocorrências.

Marcelo Nilo elogiou a iniciativa salientando a necessidade de intensificar a segurança em um período de grande movimentação de turistas no estado. “Mais de 25 cidades baianas vão receber investimentos e reforço policial, garantindo a segurança dos baianos e dos que visitam nossa terra no verão”, afirmou Marcelo Nilo.

O governador Rui Costa disse que, nos últimos anos, a Operação Verão tem tido bons resultados “Contamos com a cobertura de mais de mil e cem quilômetros do litoral baiano, rodovias, aeroportos, terminais marítimos e rodoviários, além de grandes eventos e festas populares em todo o estado”, disse o governador.



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia