WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia


alba










agosto 2019
D S T Q Q S S
« jul    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031

editorias






:: ‘Rui Costa’

MP NEGA QUE HAJA “ACUSAÇÃO OU INVESTIGAÇÃO” CONTRA RUI COSTA

Certidão emitida pelo MP (clique para ampliar).

Certidão emitida pelo MP (clique para ampliar).

Uma certidão emitida pela promotora Rita Tourinho nega que o candidato ao governo baiano, Rui Costa (PT), seja alvo da ação civil pública que investiga desvio de dinheiro público via Instituto Brasil. A entidade já presidida por Dalva Sele Paiva teria desviado, segundo a própria denunciante, R$ 6 milhões para petistas ou campanhas eleitorais.

A certidão do Ministério Público informa não existir qualquer acusação ou investigação contra o deputado federal e candidato ao governo, “ainda que por citação de seu nome por terceira pessoa, em processo relacionado à Dalva Sele Paiva e ao Instituto Brasil”.

A denúncia de desvio de dinheiro foi publicada na edição do final de semana da revista Veja. Dalva, que responde a 17 processos judiciais, acusa, além de Rui, políticos como Afonso Florence e Walter Pinheiro.

Dalva diz que não denunciou os políticos antes porque passava por sérios problemas de saúde, entre 2011 e 2014. Ela não compareceu ao Ministério Público estadual quando foi convidada, segundo a promotora Rita Tourinho em entrevistas.

Apesar de estar em dificuldades financeiras e com bens bloqueados, ela teria quitado dívida superior a R$ 15 mil em condomínio e viajou no início do mês para Barcelona, Espanha, logo após a entrevista à revista. Como ela teve contratos com o governo Paulo Souto, entre 2005 e 2006, petistas acreditam que algum político financiou a denunciante. Para o governador Jaques Wagner, a matéria de Veja foi comprada, mas ele não cita nomes de quem pagou a publicação.

O candidato Rui Costa disse achar estranho que a menos de 15 dias da eleição Dalva faça denúncia. E insiste: “Misteriosamente, antes da publicação da reportagem essa senhora, que responde a 17 processos e acumula dívidas depois que seus bens foram bloqueados pela Justiça, consegue quitar todas seus atrasos financeiros e ainda ter dinheiro para viajar para a Europa. O suposto crime eleitoral deve ser urgentemente apurado pela Justiça – disse ele.

Ontem (23), Rui oficializou ao Ministério Público Estadual e à Polícia Federal pedido para acelerar a investigação e para que Dalva seja extraditada ao Brasil para comprovar as denúncias.

RUI PEDE QUE PF APRESSE RETORNO DE DALVA SELE “PARA PROVAR DENÚNCIA”

Rui pede que PF apresse retorno de Dalva Sele ao Brasil (Foto Vaner Casaes).

Rui pede que PF apresse retorno de Dalva Sele ao Brasil (Foto Vaner Casaes).

Rui Costa, candidato petista ao governo baiano, disse em comício em Santo Amaro, no recôncavo baiano, que a oposição contratou pessoas para atingi-lo com mentiras e calúnias. Para ele, os ataques de agora, um deles envolvendo o seu nome com recebimento de mensalinho, via Instituto Brasil, são evidência do seu crescimento nas pesquisas.

“Meus pais me ensinaram que a única coisa que o pobre não pode perder é a vergonha na cara. Esse aprendizado eu tive”, disse ele ao lembrar do seu passado na Liberdade, bairro pobre de Salvador. Rui disse que pedirá à Polícia Federal para apressar a chegada de Dalva Sele Paiva, ex-presidente do Instituto Brasil ao país. Ela viajou para Barcelona, Espanha, logo após conceder entrevista à Revista Veja.

Rui diz ser vítima de uma farsa montada pela oposição e Dalva e o apoio da revista da Editora Abril. Para ele, “as coisas no Brasil precisam ser tratadas com seriedade”. E, na sequência, completou: “Não é admissível que uma revista publique acusações tão graves feitas por uma mulher sem que ela apresente nenhuma prova documental e a denunciante ainda viaje para o exterior antes mesmo da publicação, impedindo que lhe sejam cobradas as provas do que afirmou”.

O candidato apelou a um tom mais emocional para dizer que não se verga. “O que me empurra para frente é que nessas veias corre sangue de gente que nasceu na encosta, superou todas as dificuldades enfrentadas pelo povo pobre. Povo que eles esqueceram Se acham que me atacar através da televisão vai me esmorecer, estão enganados. Não vai não”, concluiu.

Sem deixar de lado o tom emocional, Rui, acompanhado da esposa, Aline, e da filha de um ano, Marina, disse que a família o motiva.”A única coisa que quero é chegar no fim do governo e olhar para meus três filhos e dizer: vocês podem se orgulhar do pai que têm. É isso que vou levar comigo como patrimônio”

BABESP APONTA SEGUNDO TURNO NA BAHIA

Rui Costa, Paulo Souto e Lídice da Mata: 28%, 37% e 9% em pesquisa.

Rui Costa, Paulo Souto e Lídice da Mata: 28%, 37% e 9% em pesquisa.

Nova pesquisa do Instituto Babesp aponta que a eleição na Bahia poderá ser decidida apenas no segundo turno. Levantamento feito de 16 a 21 de setembro traz Paulo Souto (DEM) com 37%, Rui Costa (PT) com 28% e Lídice da Mata (PSB) com 9%.

O percentual dos candidatos Renata Mallet (PSTU), Marcos Mendes (PSOL) e Da Luz (PRTB) não foi divulgado. Como a soma dos candidatos Rui e Lídice dá, exatamente, o percentual de Souto (37%), haveria segundo turno, levando-se em conta intenções de voto nos demais adversários.

Na modalidade espontânea, Souto aparece com 20,1% e Rui com 14%. Lídice tem 2,1%, segundo o Babesp.

SEGUNDO TURNO

O instituto testou cenário de segundo turno entre Paulo Souto e Rui Costa. O democrata venceria por 42% a 36%.

O Babesp também aferiu intenções de voto à disputa presidencial. Dilma Rousseff (PT) aparece com 53% e Marina Silva (PSB) com 26%. Aécio Neves (PSDB) atinge 10%. Pastor Everaldo (PSC) soma 1%, enquanto Luciana Genro, Rui Pimenta e Eduardo Jorge têm, cada um, menos de 1%.

A pesquisa ouviu 2 mil eleitores e foi registrada sob protocolo BA-00021/2014.

RUI: “PEÇO AJUDA AO MINISTÉRIO PÚBLICO E À JUSTIÇA PARA ESCLARECER ESSA FARSA”

 

Rui Costa diz querer ajuda do MP e Justiça (Foto Vaner Casaes).

Rui Costa diz querer ajuda do MP e Justiça (Foto Vaner Casaes).

Citado pela presidente do Instituto Brasil, Dalva Sele Paiva, como beneficiário no esquema de construção de moradias na Bahia, o candidato ao governo pelo PT, Rui Costa, disse que tem pressa na apuração das denúncias. Ele comentou a disposição do Ministério Público Estadual, por meio da promotora Rita Tourinho, de ouvir imediatamente a Dalva Sele.

– É preciso que esta senhora prove tudo o que disse. Ela citou o meu nome. Agora, peço ajuda ao Ministério Público e à Justiça para que esclareçam toda esta farsa que tem motivações eleitorais – reforçou.

Rui ainda lembrou da sua indignação diante da denúncia.

– Antes de ser político, sou filho, sou esposo, sou pai. Todos na minha família estão sofrendo e indignados. Todos nós sabemos exatamente de onde partiu a maldade, fruto da ganância eleitoral. Mas confiamos na justiça.

Para o candidato petista, a matéria é “inescrupulosa e a serviço do velho coronelismo baiano”. E pediu “severa investigação” por parte das autoridades.

– Eu quero muito ser governador e no final do mandato quero que meus filhos olhem nos meus olhos e me digam que se orgulham do pai ter ocupado cargos públicos com máxima integridade e dignidade. Envolver meu nome neste assunto faz parte de uma estratégia leviana e suja. Agora, eu quero que provem o meu o envolvimento nesta caso. É um desafio.

O candidato considera estar claro que adversários decidiram usar uma revista aliada, a Veja, “para fazer denúncias caluniosas, com único objetivo de repercutir no horário eleitoral gratuito”.

DONA DE ONG SOB INVESTIGAÇÃO DEIXA O PAÍS E SÓ RETORNA APÓS ELEIÇÕES

Dalva deu entrevista à Veja e sumiu do país (Reprodução).

Dalva deu entrevista à Veja e sumiu do país (Reprodução).

O site da Rádio Metrópole, de Salvador, revela que a presidente da ONG Instituto Brasil, Dalva Sele Paiva, está fora do Brasil. Viajou para Barcelona, Espanha, em 4 de setembro.

A passagem foi comprada no dia 1º deste mês, após conceder entrevista à Veja e relatar um suposto esquema que teria desviado R$ 6 milhões de programas habitacionais na Bahia. A denúncia é de 2010. Mas, agora, Dalva adicionou um nome à lista dos denunciados, o do candidato a governador Rui Costa. Dalva será convocada para prestar depoimento ao Ministério Público baiano ainda nesta semana. O foco será a revelação feita à publicação da Editora Abril.

Diz o site da Rádio Metrópole: “Paiva, que passava por dificuldades financeiras, comprou passagem para Barcelona no dia 1º de setembro e viajou três dias depois, na quinta-feira (4)”.

Apesar de investigada, Dalva Sele Paiva ficará por mais de um mês fora do país. O retorno da viagem está previsto apenas para 11 de outubro, uma semana depois da eleição.

Se Dalva estava em dificuldades financeiras, como informa a Metrópole, quem bancou a viagem da dirigente da ONG?

EVERALDO APONTA RELAÇÕES DE DALVA COM PSDB E DEM

Ainda sobre a denúncia da presidente do instituto, o presidente do PT baiano, Everaldo Anunciação, diz que a denúncia de Dalva é, dentre outras coisas, inconsistente. A ONG, ao contrário do que ela diz, não foi criada no período petista (2007), reforça Everaldo.

O Instituto Brasil teve antes como seus clientes, no âmbito governamental, a Prefeitura de Salvador, em 2003, contratada pela gestão de Antônio Imbassahy (PSDB), e o governo baiano, em 2005, quando o então governador, Paulo Souto (DEM), contratou-0 para atuar na área habitacional na Secretaria de Combate à Pobreza.

Everaldo sustenta que “a raiva de Dalva” cresceu quando os pagamentos ao Instituto Brasil foram suspensos por causa de suspeitas de irregularidades. As acusações a petistas, principalmente a Rui Costa, candidato ao governo, seriam uma espécie de vingança. Dos seis pagamentos previstos, apenas dois ocorreram, conforme Everaldo.

ROSEMBERG DEFENDE RUI E DIZ QUE SOUTO PRECISA EXPLICAR CASO ILHA DO URUBU

Rosemberg defende Rui Costa.

Rosemberg defende Rui Costa.

Líder do PT na Assembleia Legislativa, o deputado Rosemberg Pinto afirmou que já estava demorando a oposição baiana tentar alguma “jogada eleitoral suja” nesta campanha, referindo-se à reportagem publicada pela Revista Veja, envolvendo o Instituto Brasil.

– Isto, além de uma denúncia eleitoreira, apenas para ser usada na propaganda eleitoral, é a mais clara demonstração do desespero de quem está vendo que vai perder mais uma eleição no primeiro turno – disse Rosemberg.

O parlamentar disse que conhece Rui Costa há mais de 30 anos e por isto mesmo a bancada aliada não teme a ameaça de criação de uma CPI, como foi dito pelo deputado estadual Elmar Nascimento.

– Nós não temos medo de CPI, porque Rui é uma pessoa limpa, honesta e que nunca teve seu nome envolvido em denúncias, ao contrário do ex-governador Paulo Souto, que tem no seu histórico o caso da Ilha do Urubu (extremo sul da Bahia), que nunca foi devidamente explicado.

REVISTA ACUSA PT BAIANO. RUI DESAFIA A PROVAR ENVOLVIMENTO

A edição da Revista Veja desta semana traz matéria em que a presidente do Instituto Brasil, Dalva Sele, revela ter desviado dinheiro da entidade para campanhas do PT e mesadas a políticos. O desvio seria superior a R$ 6 milhões por meio de programa habitacional. O instituto foi contratado pelo governo baiano no Governo Paulo Souto, em 2004.

rui costa2Dalva envolve políticos  petistas, dentre eles o candidato ao governo baiano, Rui Costa, que receberia mesada mensal de R$ 3 mil a 5 mil, segundo publicado na revista. Outros nomes envolvidos são os do senador Walter Pinheiro e do deputado federal Afonso Florence.

A matéria não traz provas, apenas o relato da presidente do Instituto Brasil. Dalva diz ter havido desvio de R$ 280 mil para a campanha de Walter Pinheiro à Prefeitura de Salvador, em 2008.

Rui Costa disse que acionará, judicialmente, a revista. “É uma iniciativa suja e leviana da revista que, às vésperas da eleição, está nitidamente a serviço dos partidos de oposição. A denúncia mostra o desespero dos partidos de oposição com o crescimento da nossa candidatura. Desafio qualquer um a provar minha relação com o caso”.

Costa promete interpelar, na Justiça, nesta semana, a revista e a acusadora.

CONTRATADA POR SOUTO, DIZ EVERALDO

O presidente do PT baiano, Everaldo Anunciação, considera a denúncia eleitoreira “e que se aproveita de uma pessoas que ficou com toda raiva justamente porque o governo do PT não deu cobertura às falcatruas que seu instituto estava cometendo”. Everaldo enfatiza que o instituto foi contratado pelo governo baiano em 2004, na gestão de Paulo Souto.

– Foi Paulo Souto quem trouxe este instituto para o governo, por meio de contrato firmado em 2004 com a Secretaria de Combate à Pobreza. Na verdade, foi o governo Wagner que tomou a iniciativa de suspender os pagamentos das prestações do contrato firmado entre a Secretaria de Desenvolvimento Urbano (Sedur) e o instituto – disse o dirigente petista.

Ainda de acordo com o presidente do diretório estadual, “de um total de seis, só foram pagas as duas primeiras prestações e o restante foi bloqueado a partir do momento em que foram constatadas irregularidades na execução do objeto do contrato, que era a construção de casas populares”.

IMAGEM DE SOUTO FICA POR MAIS DE 24H NO AR NA TV OESTE

Emissora da família de ACM Neto exibe imagem positiva de Paulo Souto, congelada, por quatro dias (Reprodução/Folha).

Emissora da família de ACM Neto exibe imagem positiva de Paulo Souto, congelada, por quatro dias (Reprodução/Folha).

A TV Oeste (afiliada da Rede Globo na Bahia) ficou ao menos um dia com exibindo imagem congelada do candidato ao governo baiano pelo DEM, Paulo Souto. A Rede Bahia diz que a falha ocorreu entre terça (16) e a tarde de quarta (17), período em que a imagem de Souto foi exibida ininterruptamente, informa a Folha de São Paulo.

Porém, adversários reclamam que a imagem congelada ficou no ar quatro dias. Conforme posicionamento da emissora, ocorreu falha técnica no equipamento receptor de sinal de satélite em Bom Jesus da Lapa.

A falha teria sido corrigida ontem à tarde, quando equipe da TV Oeste deslocou-se ao município. O sinal atinge, ainda, o município de Sítio do Mato.

O caso ganhou contornos políticos porque a Rede Bahia é da família do prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM). O gestor soteropolitano é o principal cabo eleitoral de Paulo Souto.

O PT, de Rui Costa, e o PSB, de Lídice da Mata, informaram que acionarão a Rede Bahia na justiça eleitoral. Carlos Medrado, advogado do PSB baiano, disse à Folha que o fato de a imagem ficar por tanto tempo no ar, congelada, não foi equívoco, mas ação deliberada. Confira vídeo.

PARA NILO, RUI VENCE NO PRIMEIRO TURNO

Marcelo Nilo, de camisa clara, durante carreata em Buerarema, ontem.

Ao lado de João Bacelar, Elio Almeida e Guima Barreto, Nilo (dir.) participa de carreata.

O deputado estadual e presidente da Assembleia Legislativa, Marcelo Nilo (PDT), crê em vitória de Rui Costa (PT) ainda em primeiro turno. O deputado conversou com o PIMENTA durante visita a Buerarema, ontem. A sua crença está baseada, segundo ele, no crescimento do candidato ao governo baiano nas recentes pesquisas e na resposta das ruas.

A Babesp, também conhecida como DataNilo, trouxe, na semana passada, Rui com 27% das intenções de voto, enquanto no Ibope o petista teve crescimento de nove pontos percentuais.

A situação é de empate técnico quando os nomes dos candidatos ao governo são vinculados aos apoios nacionais. Rui salta para 32% com Lula e Dilma e Paulo Souto aparece com 37%, na Babesp, ao obter apoio de Aécio Neves e ACM Neto.

Além da pesquisa, outro parâmetro, diz Nilo, é a rua. Para ele, a campanha petista tem conseguido mobilizar as massas em várias regiões do estado, embora reconheça dificuldades no Sul da Bahia. Nilo ainda aposta em vitória de Otto Alencar. “Historicamente, desde os anos 60, o governador eleito faz o senador”, observa.

PRESIDÊNCIA DA ASSEMBLEIA

Nilo também falou da disputa à Assembleia Legislativa. “Estou trabalhando, andando muito. Estou em 51 municípios, temos Buerarema aqui no Sul da Bahia”, disse.

O deputado diz ser difícil, mas afirma trabalhar para repetir a votação de 2010, quando obteve mais de 140 mil votos. O parlamentar não descarta disputar, pela quinta vez consecutiva, a presidência da Assembleia, algo ainda mais real caso o PT ganhe a disputa ao governo baiano.

PREFEITOS DE OPOSIÇÃO ANUNCIAM APOIO A RUI COSTA

Rui e Almir Melo, prefeito de Canavieiras.

Rui e Almir Melo, prefeito de Canavieiras.

Do Blog do Thame

Prefeitos filiados a legendas de oposição na Bahia declararam apoio a Rui Costa (PT), candidato da Coligação Pra Bahia Mudar Mais. Três são do PSDB e onze do PMDB. Entre eles, está o peemedebista histórico Almir Mello, prefeito de Canavieiras,  que afirma ser “muito importante dar continuidade ao projeto atual de governo”.

Melo destaca os benefícios que o governo de Jaques Wagner promoveu na Bahia. “Na minha região, o asfaltamento e recuperação de várias rodovias, a implantação da Universidade Federal do Sul da Bahia, a construção de Ferrovia Oeste Leste e o Porto Sul desenham um novo horizonte de oportunidades”.

Para ele, o programa de governo de Rui registra o compromisso em avançar no desenvolvimento. “Para Canavieiras, a recuperação da rodovia BA-270, que liga Canavieiras à BR 101, no trecho entre Canavieiras e Santa Luzia será de grande importância para a economia local, tanto no que se refere ao turismo, quanto à circulação de mercadorias produzidas”, afirma. “Rui demonstra ser o candidato mais preparado e com propostas mais consistentes para promover os avanços necessários”.

Os colegas prefeitos peemedebista de Almir que estão na campanha petista são os de Boa Nova, Aete Meira;  Dom Basílio, João Dias Pereira;  Mansidão, Ney Borges de Oliveira; Olindina, Bianca Menezes; Piraí do Norte, Heráclito Menezes; Santa Rita de Cássia, Joaquim Mendes; São Desidério, Ademilton Barbosa dos Santos; Teolândia, Lázaro Andrade de Oliveira; Terra Nova, Francisco Hélio; e Nova Viçosa, Marvio Lavor Mendes. Do PSDB, marcham com Rui o prefeito de Cafarnaum, Euilson Joaquim da Silva; de Capim Grosso, José Sivaldo e Pindaí, Ladeia Pereira Prado.

CRESCIMENTO DE RUI COSTA LEVA PAULO SOUTO A AMPLIAR ATAQUES AO PETISTA

Paulo Souto reforça ataques a Rui Costa (Foto Valter Pontes).

Paulo Souto reforça ataques a Rui Costa (Foto Valter Pontes).

A menos de 20 dias para as eleições, Paulo Souto (DEM) aumentou a carga de críticas e ataques ao candidato do PT ao governo baiano, Rui Costa. A mudança de estratégia ficou ainda mais evidente após os números mais recentes das pesquisas Babesp e Ibope que apontam crescimento de até nove pontos percentuais do petista. Os ataques se dão em entrevistas a emissoras de rádio e TV, comícios e caminhadas pelo interior do Estado.

Ontem, Souto fez críticas à qualidade dos serviços públicos no estado, principalmente segurança pública, saúde e até mesmo o Serviço de Atendimento ao Cidadão (SAC). “O SAC vai voltar a ter padrão de qualidade e excelência de quando foi criado em 1995”, disse em entrevista à Rádio Sociedade, ontem. Souto vê decadência no SAC sob a gestão petista.

O ex-governador critica a gestão na saúde, mas insiste em modelo que entrega o serviço à gestão privada. Para isso, ele defende a compra de vagas em hospitais filantrópicos e privadas, reforçando a central de regulação.

– As pessoas estão com verdadeiro pavor da central de regulação. Para a urgência do problema, é preciso gerir com mais eficiência os leitos dos hospitais estaduais, assim como comprar vagas nos estabelecimentos hospitalares filantrópicos e privados, porque a construção de novos hospitais demanda tempo – diz o democrata.

O candidato fala em recuperar a confiança dos policiais com o governo e assumir a integração das polícias, “com a formação de forças-tarefas para o combate ao crime organizado”. Os ataques também vão para a política de atração de indústrias. Souto ainda fala em guerra fiscal, que foi extinta pelas novas normas na área tributária. Confira matéria da Tribuna da Bahia

CÁLCULO ELEITORAL

urna_ELEIÇÕESO candidato petista ao governo baiano conseguiu reduzir a vantagem de Paulo Souto (DEM) nas intenções de voto na capital baiana, mas, ao mesmo tempo, Rui Costa ligou o sinal de alerta. Isso, porque parte do crescimento se deve à migração de votos de Lídice da Mata (PSB) para o candidato governista. Essa migração é, relativamente, ruim para quem espera forçar um segundo turno, pois ele precisava fisgar dos indecisos ou das intenções de voto ainda não consolidadas do adversário mais direto.

Como isso não ocorreu, o temor é de que Lídice vá ainda mais firme para cima de Rui, repetindo estratégia do Debate da Band, em agosto, quando a senadora deixou Souto surfando e preferiu atacar o ex-aliado. O outro temor é desidratar demais Lídice. Neste cenário, Rui teria de crescer o suficiente para levar no primeiro turno – uma tarefa árdua.  Não por acaso, o petista vai reforçar a estratégia de regionalizar a campanha na TV, mostrando o que Wagner fez (e as promessas do candidato) em cada macrorregião. O sul do estado é um dos principais focos.

MP INTIMA RUI COSTA APÓS CANDIDATO ALERTAR SOBRE CAIXA 2 NAS ELEIÇÕES

Ladeado por ministra e Otto, Rui diz que não fala de caixa 2 em eleições (Foto Pimenta).

Ladeado por ministra e Otto, Rui diz que não fala de caixa 2 em eleições (Foto Marcos Souza/Pimenta).

O candidato ao governo baiano pelo PT, Rui Costa, disse em Ilhéus, neste final de semana, que foi intimado pelo Ministério Público Eleitoral, após ter chamado atenção e insinuar  existência de Caixa 2 na campanha deste ano. “Eu não acusei ninguém”, respondeu ao PIMENTA, completando que apenas apelava ao bom senso do eleitor.

Rui disse ter questionado, em entrevista à Rádio Metrópole (Salvador), na última quarta, se há candidato que tem três vezes mais placas, carros de som e tempo de TV do que o declarado nas parciais ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE). “Não é função minha denunciar, fiscalizar. Minha função é ser candidato. Espero que todos [os candidatos] cumpram a lei. Para fiscalizá-los, existem as instituições”, completou.

“NÃO VOU ME INTIMIDAR”
Ao afirmar que foi intimado pelo MPE, Rui ironizou: “Fui intimado, mas, por enquanto, não passei em concurso do Ministério Público [para fiscalizar os candidatos]. Eu  não estou proibido de chamar a atenção [do eleitor para o caixa 2]. Se [o MPE] quis me intimidar, eu não vou me intimidar”.

O petista ainda repetiu que é bom observar candidatos que nunca pisaram os pés em determinada cidade e, apesar disso, obter 2 mil, 3 mil votos naquela localidade. Para ele, esta seria evidência de compra de votos.

Acompanhado do vice João Leão (PP), do candidato ao Senado Otto Alencar (PSD) e da ministra do Desenvolvimento Social, Tereza Campelo, Rui ainda abordou a necessidade de punição mais rigorosa para quem comete crime em financiamento de campanha.

Para ele, se o financiamento privado de campanha virar crime, deve-se também punir o político criminalmente. “Vai abrir estrada para quem quer fazer política de forma correta”. Poderia, para ele, haver um sistema misto, em que as empresas doaria o dinheiro a um fundo nacional com distribuição do dinheiro conforme critérios estabelecidos em lei.

E fez um alerta: – A continuar esse modelo, só vamos mudar o personagem. As campanhas estão cada dia mais caras.

RUI CUTUCA ADVERSÁRIO, AFAGA VANE E PROMETE SANEAMENTO PARA ITABUNA

João Leão, Vane, Rui Costa e Otto Alencar em carreata pelo centro de Itabuna (Foto Pimenta).

João Leão, Vane, Rui Costa e Otto Alencar em carreata pelo centro de Itabuna (Foto Pimenta).

Do PIMENTA

Rui Costa (PT), candidato a governador da Bahia, disse ontem (11) em Itabuna que a Bahia não pode ter um governador que “pensa pequeno” e que a Região Cacaueira “quer sonhar e voar mais alto”. O ex-secretário da Casa Civil exaltou projetos para assegurar a retomada do crescimento da região, como a duplicação da Rodovia Ilhéus-Itabuna, o novo aeroporto, a Ferrovia Oeste-Leste e a chegada da Universidade Federal do Sul da Bahia (UFSB).

– Entre todas as regiões do estado [o sul da Bahia é] a que tem maior potencial de crescimento. Planejamos isso com muito carinho. Muitos investimentos estão acontecendo aqui – disse ele, informando que, a partir da próxima semana, a sua campanha parte para propaganda regionalizada na TV, “para mostrar o que já foi feito na região”.

AFAGO
Rui prometeu a Claudevane Leite ontem (12), caso eleito, investir em esgotamento sanitário em Itabuna, “como gratidão” ao apoio do prefeito, que ignorou a orientação do PRB e decidiu apoiá-lo a governador. “Já fizemos muita coisa juntos. Antes de eu sair, deixei o asfalto da cidade e nós temos outros desafios. Eu quero, dia 1º de janeiro, enfrentar grandes desafios, a exemplo do esgotamento sanitário da cidade de Itabuna e tantos outros”

Ele ressaltou a necessidade de avanços e de não ter “a cabeça de um governador do passado”. No discurso na praça principal da Califórnia, um dos bairros mais populosos de Itabuna, Rui disse que, ao contrário de Souto, que criticou a atração de universidades federais para a Bahia, ele buscará mais.

“Pergunte a Ilhéus, Itabuna e região: foi bom receber universidade federal aqui?”, questionou, ao que o público respondeu com um “sim”. O candidato completou:  “Nós queremos mais e vamos ter mais. Aqui não vai ter governador que fica perguntando à Secretaria da Fazenda se tem ou não dinheiro. A gente faz o projeto, vê a necessidade do povo e corre atrás de Dilma para fazer a duplicação da BR, novo hospital, novo aeroporto, ponte.

Apenas Rui, Vane e Otto discursaram em um evento rápido devido à agenda à noite, em Camacan. O prefeito defendeu o voto em Rui e em Otto, que é candidato ao Senado. Vane reafirmou seu voto em Otto pela necessidade de ter alguém que defenda o pacto federativo como ele, além de ressaltar qualidades da chapa majoritária.

SOUTO DIZ QUE SEGUIRÁ MODELO DE NETO

Souto em comício ontem à noite em Itaparica (Foto Valter Pontes).

Souto em comício ontem à noite em Itaparica (Foto Valter Pontes).

Concorrendo pela quinta vez ao Palácio de Ondina, o ex-governador Paulo Souto disse que vai se inspirar na gestão do prefeito ACM Neto em Salvador para, se eleito, comandar a Bahia.

Para o candidato do DEM, o povo baiano está decepcionado e frustrado com o governo petista. Souto diz que a gestão de Wagner deixa como legado problemas na saúde, na segurança pública e na educação. Ontem à noite, Souto fez comício em Itaparica.

Segundo ele, o PT não foi capaz de dinamizar a Bahia e denuncia suposto caos nas contas estaduais.  “Muito pelo contrário. Botou o estado no buraco. Além do desequilíbrio financeiro que causou, não correspondeu na saúde, segurança e educação, os três setores que mais infelicitam as vidas dos baianos atualmente”.

Orientado por pesquisas de opinião, Souto decidiu colar o seu nome ao de ACM Neto também em seus eventos no interior do Estado. A avaliação é de que esta ação poderá segurar as intenções diante da crescida, nas pesquisas, do petista Rui Costa.

BARRA: RUI PROMETE NOVA PONTE SOBRE O SÃO FRANCISCO

Costa, ao centro, promete ponte ligando Barra a Xique-Xique e Estrada do Feijão.

Costa, ao centro, promete ponte ligando Barra a Xique-Xique e Estrada do Feijão.

A construção de uma nova ponte sobre o Rio São Franco em Barra foi prometida pelo candidato ao governo baiano pelo PT, Rui Costa, em comício que reuniu, segundo a organização, cerca de 5 mil pessoas ontem à noite (11).

– Essa é uma obra prioritária para Barra e se o estado não tiver condição de fazer sozinho, vamos atrás de recursos junto ao Governo Federal – disse Rui, reconhecendo que a ponte é uma demanda da região e facilitará o acesso a Xique-Xique e à Estrada do Feijão.

Barra é um dos municípios beneficiados com a chegada de uma nova universidade federal naquela região, a Universidade Federal do Oeste da Bahia (Ufob). Barra passou a ter campus da instituição que entrou, agora, no segundo semestre letivo.

Nesta tarde de sexta, Rui Costa participa da carreata da Caravana 13 em Itabuna, juntamente com o candidato a vice-governador, João Leão (PP), e o candidato ao Senado pelo PSD, Otto Alencar.

A carreata sairá da Vila Olímpica. A concentração começa às 15h. A atividade será encerrada com comício na praça principal da Califórnia. À noite, às 20h, o petista terá compromisso em Camacan. Amanhã, às 8h, concede coletiva em Ilhéus e, na sequência, participa de caminhada pelas ruas centrais.

ALDENES APOSTA NA VITÓRIA DE RUI

Candidato a deputado reforça mobilização pela vitória do petista (foto Marcos Souza)

Candidato a deputado reforça mobilização pela vitória do petista (foto Marcos Souza)

Vereador e candidato a deputado estadual pelo PCdoB, Aldenes Meira é daqueles que apostam na vitória do petista Rui Costa na disputa pelo governo baiano. Pela última pesquisa do Ibope, Costa apresenta forte crescimento nas intenções de voto, numa tendência que pode levar a eleição para o segundo turno.

“Estamos certos de que Rui Costa será o futuro governador e de que Otto Alencar vence a eleição para o Senado, pois o povo baiano reconhece os avanços conquistados nos últimos anos com Wagner, em todas as áreas”, afirma Aldenes. Como exemplos, o candidato a deputado afirma que hoje a Bahia tem melhores estradas, mais apoio à agricultura familiar e uma visão de desenvolvimento que contempla o interior do Estado”.

Aldenes e outros candidatos a deputado federal e estadual do campo governista estão empenhados na mobilização para acelerar a decolagem do petista. A ação se intensifica nesta sexta-feira (12), com uma carreata em Itabuna, e segue nos próximos dias com mobilizações em praticamente todas as cidades.








WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia