skip to Main Content
16 de fevereiro de 2020 | 08:02 pm

RUI QUER FALAR DE ELEIÇÕES SÓ EM 2020 E VÊ “DEBATE FALSO” NA REFORMA DA PREVIDÊNCIA

Tempo de leitura: 2 minutos

Rui diz que déficit na Previdência dos estados é mais grave || Divulgação/Arquivo

A inclusão ou não de estados e municípios na proposta de reforma da Previdência é um debate falso, na opinião do governador da Bahia, Rui Costa. Para ele, não se deve pensar numa reforma do governo federal, mas para o Brasil. Nesta linha, diz, é necessário pensar nas medidas necessárias para reduzir o déficit da Previdência dos Estados, que enfrenta uma situação mais grave, na avaliação dele.

– Eu diria que temos a Previdência geral, que responde por 90% dos trabalhadores, temos a previdência do servidor público federal e a previdência dos servidores estaduais. Das três, a situação mais grave, onde há maior volume de déficit, são as previdências estaduais – afirmou Rui durante visita aos municípios de Itajuípe e Coaraci, no sul da Bahia, nesta sexta-feira (7).

Ainda, na opinião do governador baiano, qualquer ajuste deverá pensar, antes, no saneamento das contas da Previdência estadual. “E o que está lá, [no Congresso], em muitos aspectos, em vez de resolver as contas estaduais, vai piorar. Então, precisamos dialogar sobre qual é a saída, seja do ajuste, seja do cofinanciamento ou do financiamento temporário para socorrer os estados e os municípios”.

“CAPITALIZAÇÃO É MUITO RUIM”

O gestor também condenou a reforma previdenciária por itens como a capitalização. “Ajustes são necessários na Previdência”, afirmou, para complementar que, no entanto, a proposta em debate no Congresso poderá fazer com que os mais pobres acabem pagando o preço.

“O modelo de capitalização é muito ruim. É tão ruim que nenhum país importante do mundo adotou esse modelo”. E acrescentou: “O Brasil deve seguir os melhores exemplos no mundo. Nós queremos e estamos dispostos a dialogar, buscar sanear as contas públicas estaduais”.

ELEIÇÕES 2020

Na viagem ao sul da Bahia, o governador Rui Costa evitou discutir qual será o comportamento dele em municípios onde a base aliada contar com mais de um nome. Prometeu tratar de eleições municipais somente em 2020. “Tomei posição pessoal de não responder nem comentar sobre eleição do ano que vem. Eu preciso trabalhar”, respondeu a questionamento do repórter Oziel Aragão, da Interativa FM, durante visita a Itajuípe e a Coaraci.

Provocado pelo PIMENTA sobre unificação das eleições, Rui disse considerar que o problema não é a quantidade de eleições, mas o custo elevado do processo eleitoral no país. “Acho que não é só unificação. Tem que ser debatido o custo do processo eleitoral brasileiro. Por exemplo, a maioria dos países não tem justiça eleitoral. Então, só isso [a justiça eleitoral] já é um custo bastante elevado”, apontou.

ITACARÉ: TONHO DE ANÍZIO ASSEGURA APOIO DO GOVERNO DO ESTADO PARA O RÉVEILLON N1

Tempo de leitura: 2 minutos

Tonho de Anízio, segundo à esquerda, foi a Salvador pedir apoio do Estado para o Réveillon N1 || Foto Divulgação

O prefeito Antônio de Anízio pediu o apoio do governador da Bahia, Rui Costa, para a realização do Réveillon N1 em Itacaré. A festa com atrações nacionais e internacionais, dentre elas Ivete Sangalo, está programada para os dias 28, 29, 30 e 31 de dezembro e 2 de janeiro.

No encontro o prefeito de Itacaré destacou a importância do evento para o turismo não somente do município, como também para toda a Bahia, reforçando a necessidade do apoio do Governo do Estado para criar as condições adequadas para o Réveillon N1. Rui Costa, segundo o prefeito, parabenizou o município pela iniciativa de atrair mais eventos, fortalecendo o turismo e consolidando Itacaré como um destino completo e garantiu que todas as medidas serão tomadas para que o Réveillon seja de fato um dos maiores do Brasil.

Ivete Sangalo será uma das atrações da festa de Réveillon em Itacaré

O encontro contou com as presenças do secretário estadual de Turismo, Fausto Franco; do deputado estadual e líder do Governo, Rosemberg Pinto, do secretário de Turismo de Itacaré, Júlio Oliveira, e do diretor da Holding Clube, empresa realizadora do evento, Victor Oliva. Eles explicaram ao governador Rui Costa todos os detalhes da festa.

O Réveillon Número 1 será realizado pelo Holding Clube, grupo que reúne seis empresas de comunicação e marketing promocional, um das maiores do Brasil no ramo de eventos, com o apoio da Prefeitura de Itacaré e do Governo do Estado, e contará com uma grande estrutura e segurança para garantir o sucesso da festa.

O prefeito de Itacaré, Antônio de Anízio, agradeceu ao governador Rui Costa e aos diretores da empresa pela escolha da cidade para sediar o evento e ressaltou o quanto o município avançará com a realização de um dos maiores réveillons do Brasil.

De acordo com o prefeito, além de todas as melhorias que a cidade receberá para sediar a festa, o réveillon também divulgará a cidade em nível internacional, contribuindo com o desenvolvimento, com a geração de emprego e renda e com a profissionalização do turismo. “A cidade com certeza sairá ganhando com esse grande evento”, complementou. A cidade também vai contar com o tradicional réveillon aberto ao público, realizado pela Prefeitura de Itacaré, com grandes atrações locais e nacionais.

GOVERNO ASSINA DECRETOS E CONTRATOS PARA FORTALECER A GESTÃO AMBIENTAL NA BAHIA

Tempo de leitura: 2 minutos

Rui assina decretos e convênios para fortalecer o meio ambiente

O governador Rui Costa assinou, no Dia do Meio Ambiente, comemorado nesta quarta-feira (5), uma série de atos para o fortalecimento da gestão ambiental na Bahia. Durante solenidade no Centro Administrativo da Bahia (CAB), em Salvador, foram assinados nove documentos, entre decretos, acordos de cooperação e contratos. O conjunto de ações faz parte das atividades da Semana do Meio Ambiente, organizada pelo Estado.

Uma das iniciativas é o lançamento do edital de chamada pública para seleção de subprojetos socioambientais que sejam voltados para a conservação e o uso sustentável da biodiversidade. Serão investidos R$ 22,5 milhões no edital, distribuídos entre os 75 projetos socioambientais que serão selecionados.

“Mesmo dentro de todas as limitações orçamentárias e financeiras, assinamos um conjunto de ações para colocar a agenda do meio ambiente na ordem do dia, na Semana do Meio Ambiente. São ações de várias naturezas, com o objetivo de ajudar na preservação do meio ambiente”, afirmou Rui.

Leia Mais

RUI ALTERA AGENDA E INAUGURA BA-262 EM ITAJUÍPE

Tempo de leitura: < 1 minuto

Trecho Itajuípe-Coaraci da BA-262 será inaugurado nesta quinta || Foto Divulgação

O governador Rui Costa alterou a agenda de compromissos no sul da Bahia nesta quinta-feira (6). Com a mudança, a inauguração da trecho reformado da BA-262 será em Itajuípe, às 9h. Antes, a agenda estava toda concentrada em Coaraci, o que gerou ciúmes na base aliada (relembre aqui). Itajuípe é governada pelo aliado Marcone Amaral (PSD).

Após entregar o trecho de 26,8 quilômetros da rodovia em Itajuípe, o governador se deslocará para Coaraci, onde inaugura a reforma e ampliação do pronto socorro do Hospital Geral e visita colégios das redes municipal e estadual. Pela agenda, também entregará uma ambulância e lançará licitação para recuperar a Barragem de Serra da Palha.

INSATISFEITO, RUI DIZ QUE VAI DAR “APERTO” NA OAS PARA CONCLUIR PONTE EM ILHÉUS

Tempo de leitura: < 1 minuto

Rui Costa, ao centro, durante visita à obra, em 2018 || Foto Manu Dias/Arquivo

Nesta semana, Rui Costa voltou a criticar a lentidão da empreiteira OAS na execução das obras da ponte estaiada que ligará o centro e a zona sul de Ilhéus. Durante bate-papo, ele respondeu a internauta dizendo que iria dar um aperto na OAS para a construtora definir a data de inauguração.

O atraso na obra chega a quase um ano. O prazo inicial de entrega era setembro do ano passado. Até agora, o projeto está 65% executado, conforme dados apresentados pela própria empreiteira.

– Estou marcando uma reunião com a empresa, semana que vem, para dar um aperto e ela possa cravar, aí, a data de inauguração – disse o governador.

Após falar em apertar a OAS, Rui mostrou imagens do pilar principal de sustentação dos estaios (cabos de aço) da nova ponte. Os cabos vão sustentar as placas de concreto, que, segundo ele, começam a ser colocadas nos próximos dias.

EXCLUSÃO

A insatisfação com o andamento da obra não é de agora. Durante visita técnica no início do ano passado, Rui cobrou mais celeridade. Já no segundo semestre de 2018, chegou a ameaçar com a exclusão da OAS da obra (relembre aqui). Passados 10 meses, a obra avançou de 50% para 65% de estágio de conclusão. As previsões mais otimistas falam em entrega em dezembro deste ano.

RUI COBRA DO GOVERNO FEDERAL APOIO PARA PPPs E CONCESSÕES NOS ESTADOS

Tempo de leitura: < 1 minuto

Rui defende PPPs e cobra apoio do governo federal || Foto Divulgação

O governador Rui Costa participou, na manhã desta terça-feira (28), em São Paulo, de um fórum sobre Parceria Público-Privada (PPP) e concessões, promovido pela revista Exame, com a participação de 11 governadores do Brasil. Rui salientou que a Bahia é exemplo de PPPs bem sucedidas, citando o metrô, hospitais do Subúrbio e Couto Maia, diagnóstico por imagem e Fonte Nova, entre outros.

Segundo Rui, o Estado da Bahia “continuará neste caminho, buscando novos investimentos privados”. Ainda na mesa de debate, Rui voltou a citar o VLT do subúrbio e a ponte Salvador/Itaparica como projetos que despertam a atenção da iniciativa privada.

– É importante destacar, no entanto, que os desafios enfrentados pelos Estados para alcançar esses resultados passam, principalmente, por ofertar fundos garantidores para atrair mais investimentos. Penso que o Governo Federal deve apoiar os Estados nesses projetos – ressaltou.

PROGRAMA CONVOCA MAIS DE 1,4 MIL ESTAGIÁRIOS NA BAHIA

Tempo de leitura: 2 minutos

Governador anuncia convocação de mais de 1,4 mil para o Partiu Estágio

O governador Rui Costa anunciou na noite desta terça-feira (21), durante o #PapoCorreria, a convocação de 1.410 universitários para integrar o Partiu Estágio. Os estudantes, inscritos nos dois editais lançados pelo programa em 2019, deverão se apresentar na primeira semana de junho. “Esse é um grande programa socioeducacional, pois complementa a formação dos universitários e tem como foco os alunos oriundos da rede pública”, afirmou Rui.

Nesta quarta (22), a convocação será encaminhada ao candidato por e-mail, o mesmo cadastrado no sistema de inscrição do Partiu Estágio. Os selecionados para o primeiro edital do programa, com vagas para toda a administração pública, têm até o dia 4 de junho para se apresentar.

Já os convocados para o segundo edital, específico para atuação na rede estadual de ensino, terão até 6 de junho para se apresentar. Os prazos estão estipulados nos editais correspondentes, disponíveis no site da Secretaria da Administração do Estado (www.saeb.ba.gov.br).

Para o primeiro edital, serão chamados 645 candidatos: estudantes de cursos presenciais de instituições estaduais, federais e privadas da Bahia, que irão atuar em 62 órgãos de 49 municípios. Já a convocação para o segundo edital – destinada a alunos de cursos presenciais e EAD de Letras, Matemática e Educação Física – irá selecionar 765 universitários para a Secretaria da Educação do Estado, com atuação no reforço escolar em todo o estado.

Leia Mais

GREVE NAS UNIVERSIDADES ESTADUAIS FOI PARTIDARIZADA, AFIRMA RUI COSTA

Tempo de leitura: < 1 minuto

Rui diz que greve nas universidades estaduais baianas foi partidarizada || Foto Tácio Moreira

O governador Rui Costa classificou a greve das universidades estaduais baianas como “partidarizada”. Ex-sindicalista, Costa disse que “nunca viu” uma greve começar antes mesmo da primeira rodada de negociação.

“A greve começou antes da primeira reunião. Fui sindicalista 15 anos. Nunca vi isso na minha vida. A condução não é para chegar a solução. A solução que querem encontrar é se firmar no movimento, está claro”, acusou, durante entrevista à Rádio Metrópole hoje (20).

Rui disse ainda que não liga para as ofensas que vem sofrendo na internet. “Isso não vai me fazer perder o equilíbrio”. “Quando veja que na Uefs [Universidade Estadual de Feira de Santana], se gasta o dobro de vigilância do que nas outras universidades. Só tem um campi. Gasta mais que Conquista, que tem três. Gastar o dobro com empresa de vigilâncias melhora educação? Isso pra mim é desperdício de dinheiro público”, classificou.

O petista sinalizou que deve nomear o reitor da Uefs. “O documento [que mandaram] não está de acordo com a lei. O MP respeita a lei, a Defensoria respeita, a Justiça respeita e o processo estava todo errado. Pedi que refizesse, em conformidade com a lei, com lista tríplice. Primeira vez na história que não se fez de acordo com a lei. Um governador não pode ser cúmplice de processo ilegal. Hoje devemos despachar [e nomear]”.

COM RUI E LEÃO EM VIAGEM, NELSON LEAL ASSUMIRÁ GOVERNO BAIANO NO DIA DAS MÃES

Tempo de leitura: < 1 minuto

Nelson Leal e João Leão assinam termo de transmissão de cargo || Foto Divulgação

O presidente da Assembleia Legislativa da Bahia, Nelson Leal (PP), assumirá o governo baiano no próximo domingo (12), após assinar o termo de transmissão do exercício do cargo de governador, na manhã de hoje (10). Terceiro na cadeira sucessória do Estado, ele assume o posto com a viagem ao exterior de João Leão (PP), governador em exercício desde o início da semana.

O governador Rui Costa está em missão nos Estados Unidos e só retorna à Bahia no próximo dia 17, pois ainda terá missão na China. Leão terá compromisso em Lisboa, Portugal, e em Londres, na Inglaterra, com produtores de uva e de vinho. Leal ficará no comando do Estado por uma semana. “É uma honra muito grande e uma responsabilidade ainda maior. Oportunidade única. Nunca pensei que um dia um catingueiro de Livramento de Nossa Senhora pudesse ser governador”, disse, Nelson Leal.

No início desta tarde, ainda no gabinete da presidência da Alba, Nelson Leal e o 1º vice-presidente da Casa, deputado Alex Lima (PSB), assinaram o termo de transferência da chefia do Legislativo baiano, pelo mesmo período, para o parlamentar pessebista. Leal ressaltou a honra em transmitir a direção da Alba para Alex Lima, “um deputado combativo, presente, que domina o regimento e bem votado pelos baianos”.

A BASE ALIADA E O PDT DE MANGABEIRA

Tempo de leitura: 2 minutos

Marco Wense

 

 

Como o governador petista Rui Costa é aliado do alcaide Fernando Gomes, os partidos da base de sustentação política ficam com receio de magoar o chefe do Palácio de Ondina. Alguns até temem um puxão de orelha.

 

Das legendas que integram a base aliada do governador Rui Costa, só o PDT, sob o comando do médico Antônio Mangabeira, faz oposição declarada ao governo Fernando Gomes, ainda sem partido depois que rompeu com ACM Neto (DEM).

PCdoB de Davidson Magalhães, PSB de Renato Costa, PR, PP, PSD e outras legendas de menor expressão, estão silenciosas em relação a gestão municipal. Os senhores dirigentes fogem da crítica como o diabo da cruz.

Como o PCdoB tem seu representante na Câmara de Vereadores, o edil Jairo Araújo, que faz oposição ao governismo municipal, termina amenizando o cruzar dos braços e a inércia do comunismo tupiniquim.

O PSB fica sem saber o que fazer, já que tem figuras importantes do partido no primeiro escalão do governo estadual, hoje aliado de Fernando Gomes, que em priscas eras era um ferrenho inimigo do petismo.

Mais cedo ou mais tarde, o eleitorado vai querer saber qual é a posição dos comunistas e socialistas no tocante ao governo FG. O limite para o atucanismo, obviamente ao modo PSDB, tem um prazo. Ou seja, não se consegue ficar em cima do muro por muito tempo.

Essa indefinição, que atinge quase todas as agremiações partidárias de Itabuna, é que faz Mangabeira crescer nas pesquisas de intenções de voto, ficando em uma situação confortável em relação ao segundo colocado.

Queiram ou não, o PDT é, pelo menos até agora, o único partido de oposição escancarada ao governo Fernando Gomes, sem fazer arrodeios e sem adotar a política do assopra pelo dia e morde pela noite.

Como o governador petista Rui Costa é aliado do alcaide Fernando Gomes, os partidos da base de sustentação política ficam com receio de magoar o chefe do Palácio de Ondina. Alguns até temem um puxão de orelha.

O prefeiturável Antônio Mangabeira, que em duas eleições – prefeito e deputado federal – obteve 20 mil votos em Itabuna, com essa escassez de oposição a FG, só faz ficar cada vez mais favorito na sucessão de 2020.

Marco Wense é articulista do Diário Bahia.

Back To Top