julho 2014
D S T Q Q S S
« jun    
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031  




:: ‘Santa Cruz da Vitória’

“O INOMINADO”

Jackson discursa em solenidade com o governador (Foto Pimenta).

Jackson discursa em solenidade com o governador (Foto Pimenta).

Provocou risos, ontem, o contorcionismo de políticos como o deputado federal Geraldo Simões e o prefeito de Santa Cruz da Vitória, Jackson Bonfim, para falar do candidato governista ao Palácio de Ondina sem citar o seu nome.

Geraldo abordava os “novos tempos democráticos” e de como prefeitos, sejam governistas ou oposicionistas, são recebidos pelo governador, ao contrário do tempo dele, quando carlistas estavam no poder. Em determinado momento, foi elogiar o candidato Rui Costa.

- Posso falar o nome dele? – perguntou, ouvindo um rápido “não” de Wagner.

Na sequência, veio o prefeito Jackson Bonfim, dizendo que torcia para “aquele que o senhor está apoiando”.

São as preocupações e os rigores da legislação eleitoral.

FIM DE GREVE EM SANTA CRUZ DA VITÓRIA

Professores da rede municipal em Santa Cruz da Vitória encerraram greve de 20 dias, após aceitarem 4% de aumento. A negociação foi concluída ontem (10). Os profissionais começaram a retornar às aulas de aula nesta sexta (11).

Os professores pediam reajuste linear de 7%, mas o prefeito Jackson Bonfim (PP) disse que o município não teria condições de bancar a proposta. Os educadores começam a planejar a reposição dos dias parados.

DESCASO EM SANTA CRUZ DA VITÓRIA

Veículos da educação é depenado e abandonado em via pública (Foto de leitor).

É impressionante o que os políticos fazem com a coisa pública. Um exemplo ocorre em Santa Cruz da Vitória, pequeno e pobre município situado no sul da Bahia: por lá, o governo faz das vias públicas um “cemitério” da frota de veículos paga com dinheiro público. A VW Kombi que aparece na foto acima tem poucos anos de uso e já se encontra em estado deplorável. A comunidade se queixa das dificuldades que alunos fora da zona rural têm para frequentar as aulas. O veículo “depenado” está numa rua ao lado da Secretaria da Educação de Santa Cruz da Vitória.

Veículo foi adquirido com recursos federais.

MARACUTAIA EM SANTA CRUZ DA VITÓRIA

A Prefeitura de Santa Cruz da Vitória, no sul da Bahia, repete prática delituosa que já foi denunciada em outras administrações municipais da região. No contracheque dos servidores, são religiosamente descontados valores referentes a empréstimos consignados, mas o dinheiro não é repassado à instituição financeira. Resultado: o barnabé paga, mas continua inadimplente.

No Código Penal, isso se chama peculato e, na teoria, dá cadeia. O problema é que o costume da impunidade estimula o crime.

FERIADÃO COM MORTE EM ESTRADA SUL-BAIANA

As polícias rodoviárias Estadual e Federal registraram 19 acidentes em rodovias que cortam o sul do Estado e uma morte no Feriadão de Finados contra 15 acidentes e duas mortes no ano passado.

A Polícia Rodoviária Estadual (PRE) informa que o acidente com morte ocorreu ontem no quilômetro 20 da BA-130, trecho Santa Cruz da Vitória-Ibicuí, quando um veículo capotou. As estradas estaduais registraram dez acidentes.

Já a Polícia Rodoviária Federal (PRF) computou nove acidentes no trecho sul-baiano da BR-101 entre os dias 29 de outubro e 2 de novembro. Três pessoas ficaram feridas e não houve morte.

A PRF prendeu duas pessoas por embriaguez. Elmar de Jesus Santos, 27, trafegava de moto quando foi abordado no quilômetro 312 da BR-101. Elmar foi reprovado no teste do bafômetro, assim como Ivan Penha de Jesus, 56, flagrado no trevo de acesso à avenida Manoel Chaves, em Itabuna. As informações são do repórter Costa Filho, do programa Tribuna Livre, da rádio Jornal.

VEREADOR INSCRITO NO BOLSA FAMÍLIA

.

De acordo com informações obtidas pelo Pimenta e devidamente confirmadas no site Portal da Transparência, o vereador Alex Lopes Sousa, de Santa Cruz da Vitória, encontrava-se, até maio deste ano, na lista de  beneficiados pelo programa Bolsa Família.

O programa federal, braço do Fome Zero, contempla famílias com renda mensal de até R$ 140,00 por pessoa. Não é, obviamente, o caso do vereador.

Quando disputou a eleição no ano passado, Alex Lopes Sousa declarou à Justiça Eleitoral um patrimônio de R$ 121 mil e bens como casa residencial, terreno edificado e dois carros. Hoje, é primeiro-secretário da Câmara de Santa Cruz, tendo como atribuição administrar os recursos financeiros daquele legislativo.

Assim que a sua inscrição no Bolsa Família veio à tona, Alex se apressou a solicitar o cancelamento do benefício. Mas os registros continuam no Portal da Transparência, a revelar como a fiscalização do programa ainda é bastante deficiente e permite desvios absurdos.