WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia


alba



policlinica





outubro 2019
D S T Q Q S S
« set    
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031  

editorias






:: ‘saúde’

MP-BA ACIONA ESTADO E MUNICÍPIO APÓS SUSPENSÃO DE TRATAMENTO ONCOLÓGICO EM ITABUNA

Promotor Patrick Pires, do MP-BA, elaborou a ação civil  || Foto Robson Mendes

A ausência de medicamentos, falta de agendamento de cirurgias e interrupção no tratamento de quimioterapia para pacientes oncológicos por meio do Sistema Único de Saúde (SUS), em Itabuna, são os problemas apontados em ação civil pública ajuizada pelo Ministério Público Estadual (MP-BA) contra o Município e o Estado da Bahia. A promotoria local ingressou com a ação contra estado e município na última sexta (27).

Segundo a ação, elaborada pelo promotor de Justiça Patrick Pires da Costa, oito pacientes relataram ao MP, em agosto e setembro deste ano, a interrupção nestes meses do fornecimento, pela Secretaria Estadual de Saúde (Sesab), dos medicamentos citrato de tamoxifeno e anastrozol e a ausência de agendamento dos procedimentos de retossigmoidectomia e de laparotomia diagnóstica (colectomia em oncologia).

Na ação, o promotor solicita à Justiça que determine ao Município e ao Estado, em decisão liminar, a regularização em 15 dias dos serviços de oncologia (fornecimento de medicação, quimioterapia, cirurgias, consultas e exames) prestados por meio das redes pública e conveniada do SUS e, em última instância, da rede particular. Foi pedido também liminar para que sejam disponibilizados em dez dias os procedimentos cirúrgicos, o tratamento quimioterápico e a medicação necessários aos pacientes que relataram os problemas ao MP.

ITABUNA: PADARIA E DISTRIBUIDORA VENDIAM PRODUTOS IMPRÓPRIOS PARA O CONSUMO

Vigilância Sanitária vendia produtos impróprios para o consumo

Fiscais da Vigilância Sanitária de Itabuna (Visa) apreenderam produtos com prazo de validade vencido ou que apresentavam outras irregularidades, a exemplo de falta de registro nos órgãos de vigilância sanitária. Dentre os produtos impróprios para o consumo humano estavam refrigerantes em garrafas pet, pacotes de queijo mussarela, presuntos e biscoitos.

Parte da mercadoria foi apreendida numa padaria na Avenida Bionor Rebouças, no bairro São Roque, e outra metade estava numa distribuidora de bebidas no bairro Jaçanã. Os produtos foram encontrados durante visitas rotineiras dos fiscais da Vigilância Sanitária de Itabuna (Visa) a estabelecimentos, como restaurantes, lanchonetes, farmácias, salões de beleza, mercados, lojas e  barracas de comidas, inclusive nas feiras livres de Itabuna.

O coordenador da Visa, Manoel Matos, explicou que a mercadoria apreendia é descartada em área especifica e incinerada, o que evita que pessoas possam pegar para comer ou usar. “Com isso, evitamos que as pessoas enfrentem alguma complicação de saúde”, disse o coordenador.

Manoel Matos pediu aos consumidores que, quando forem comprar qualquer que seja o produto, observem rótulos, condições dos potes, em especial, os embalados em latas de alumínio que enferrujam com facilidade. As denúncias podem ser feitas pelo telefone (73) 3617-9169 ou diretamente na sede da unidade, na Avenida Manoel Chaves, 2373, bairro São Caetano.

SÃO PAULO REGISTRA MAIS DUAS MORTES POR SARAMPO

Vacina é medida eficaz contra o sarampo || Foto Marcelo Camargo/AB

Mais duas mortes por sarampo foram confirmadas hoje (25) na capital paulista, de acordo com a Secretaria de Saúde de São Paulo. As vítimas são uma mulher de 31 anos sem histórico de vacinação e um bebê do sexo masculino de 26 dias.

Até o momento, foram confirmadas cinco mortes provocadas doença no estado. No final de agosto, foram confirmadas três vítimas: um homem de 42 anos, da capital, sem histórico de imunização contra a doença, e dois bebês – uma menina de 4 meses, de Osasco, e um garoto de 9 meses, também da cidade de São Paulo.

O Centro de Vigilância Epidemiológica estadual monitora a circulação do vírus. Este ano, até o momento, 5.139 casos foram confirmados em São Paulo, sendo que, desses, 56,3% se concentram na capital, onde foram contabilizados 2.897 casos.

Segundo a secretaria, o Programa Estadual de Imunização prevê que crianças e adultos com idade entre 1 ano e 29 anos recebam duas doses da vacina contra o sarampo. Acima dessa faixa etária, até 59 anos, é preciso receber uma dose. Não há indicação para pessoas com mais de 60 anos porque considera-se que esse público potencialmente teve contato com o vírus no passado. :: LEIA MAIS »

EQUIPE DO COSTA DO CACAU É HOMENAGEADA POR CIRURGIA INÉDITA NO INTERIOR DA BAHIA

Costa do Cacau é o primeiro hospital público a fazer cirurgia cardíaca no interior do Estado

Gil Gomes foi o autor da moção

Durante sessão realizada essa semana, a Câmara de Vereadores de Ilhéus aprovou por unanimidade uma monção de aplausos em referência à equipe médica do Hospital Regional Costa do Cacau (HRCC). A homenagem foi proposta pelo vereador Gil Gomes (PV).

A iniciativa é um reconhecimento, após o HRCC realizar a primeira cirurgia cardíaca da rede de hospitais públicos do interior do estado. “Uma grande conquista para a população de toda região sul da Bahia, razão pela qual todos os profissionais envolvidos merecem o reconhecimento e gratidão da comunidade”, justificou Gil Gomes.

No último dia 27 de agosto, um paciente, de 70 anos, foi submetido a um procedimento de revascularização do miocárdio, popularmente conhecido como ponte de safena, a primeira cirurgia desse tipo em um hospital público do interior do Bahia (relembre aqui).

COMISSÕES DA CÂMARA DEBATEM O CAOS NA SAÚDE PÚBLICA DE ITABUNA

Câmara debaterá o caos na saúde pública de Itabuna

Duas Comissões Técnicas do Legislativo itabunense uniram-se para discutir, em audiência pública, o caos na saúde pública de Itabuna. A audiência está prevista para as 10h desta quinta (12), na Sala Filemon de Souza Brandão, e deve contar com a participação de membros do Conselho Municipal de Saúde.

Os presidentes Enderson Guinho, da Comissão de Saúde, e Jairo Araújo, da Comissão de Direitos Humanos, ressaltam que a proposta é oportunizar ao Conselho o espaço para apresentação do diagnóstico traçado sobre a saúde itabunense.

Ainda segundo os presidentes das duas comissões, a partir do diagnóstico, o legislativo terá condições para sugerir alternativas de superação do quadro crítico da saúde no município. No âmbito da Prefeitura de Itabuna, a Pasta enfrenta sucessivas crises com sucessivas trocas de comando. Desde o início do Governo Fernando Gomes, em janeiro de 2017, o município já teve seis secretários de Saúde. O último, Uildson Nascimento, tomou posse na semana passada (veja aqui).

BAHIA: 5,3 MIL SERVIDORES DA SAÚDE OBTÊM PROGRESSÃO FUNCIONAL; CONFIRA A LISTA

Servidores estaduais da Saúde obtêm progressão funcional || Foto Divulgação

O governo baiano concedeu progressão funcional a 5.309 servidores da área da Saúde. A portaria garantindo a progressão foi publicada no Diário Oficial do Estado do último final de semana. Médicos e reguladores da assistência em saúde não estão neste grupo.

CLIQUE E CONFIRA LISTA COMPLETA

Segundo o secretário da Saúde do Estado da Bahia, Fábio Vilas Boas, a portaria beneficia as carreiras de nível superior, técnicas e de auxiliar em serviços de saúde.

A medida beneficia enfermeiros, assistentes sociais, farmacêuticos, sanitaristas, auditores em saúde, técnicos em radiologia, dentre outros, segundo o secretário. O impacto mensal na folha chega a R$ 2,2 milhões. :: LEIA MAIS »

APÓS SEGUNDA INTERNAÇÃO, JOÃO LEÃO RECEBE ALTA

João Leão recebe alta após segunda internação em 10 dias || Foto Divulgação

Após três dias internado, o vice-governador João Leão recebeu alta na tarde desta sexta (16). É a segunda internação em dez dias do político que também comanda a Secretaria de Desenvolvimento Econômico da Bahia.

João Leão ficou internado, de acordo com a assessoria, para reavaliação do quadro de infecção urinária, motivo da internação por cinco dias na semana passada.

Ainda conforme a assessoria, o vice-governador passa bem e retornou para casa após a alta médica. Ele estava internado no Hospital Aliança, em Salvador.

FACULDADE DE ILHÉUS FAZ PRIMEIRA CIRURGIA DE PACIENTE COM FISSURA LABIOPALATINA

O anestesista Paulo de Tarso, as estudantes Larissa Emily e Iana Midlej, e o professor David Moreira

O curso de Odontologia da Faculdade de Ilhéus realizou a primeira cirurgia resultante do projeto de atendimento a pacientes com fissura labiopalatina, serviço pioneiro na região sul e extremo-sul da Bahia. O procedimento ocorreu no Hospital Manoel Novaes, em Itabuna, que mantém convênio com a instituição de ensino superior.

A primeira paciente foi K.A.S.O, de 2 anos, de Itajuípe, submetida a uma palatoplastia realizada pelo cirurgião-dentista bucomaxilofacial David Moreira, acompanhado pelo anestesista Paulo de Tarso. O projeto conta a colaboração gerencial das estudantes do 8º semestre do curso de Odontologia Larissa Emily e Iana Midlej, sob a orientação e supervisão do professor David Moreira.

Segundo o coordenador do curso, Fábio Silveira, o principal objetivo do projeto é restabelecer não só a estética, mas a autoestima dos pacientes, além de corrigir problemas na fala ou na ingestão de alimentos que possam causar algum constrangimento. Silveira informa ainda que o projeto abrange municípios como Ilhéus, Itabuna, Camacan, Canavieiras, Itajuípe, Itororó, Uruçuca e Itacaré, entre outros.

Fissura labiopalatina atinge uma em cada 550 crianças

De acordo com o professor David Moreira, coordenador do projeto, este é um momento mágico do curso de Odontologia. “Foi a realização de um sonho, pois esse serviço na Bahia é realizado pela UFBA (Universidade Federal da Bahia) e agora também pela Faculdade de Ilhéus. Gostaria de dividir com todos essa realização e o momento de enorme satisfação para nosso curso”, comemorou o professor juntamente com os alunos.

O Projeto de Extensão Fissurados, aprovado pelo Núcleo de Iniciação Cientifica Pesquisa e Extensão (NICPEX) da Faculdade de Ilhéus, em 2018, promove atendimento especializado odontológico, e cirúrgico, a adultos e crianças com fissuras labiopalatinas, e mantém ações conveniadas com hospitais de Ilhéus e de Itabuna.

Ele acrescenta que há mais três cirurgias agendadas para este mês e adiantou que, a partir de agora, será intensificado o processo de interdisciplinaridade com os cursos da área de saúde – Nutrição, Enfermagem e Psicologia – a fim de aprimorar a necessária assistência a esses pacientes.

A fissura labial é a separação do lábio superior em duas partes, algo que atinge um em cada 550 bebês no Brasil. Tal como a fissura palatina, a fissura labial é causada pela junção inadequada dos dois lados da face quando o bebê ainda está no útero. Embora ninguém saiba ao certo o porquê desta deficiência, ela tende a ser hereditária. A fissura palatina ocorre quando há uma abertura direta entre o palato, ou céu da boca, e a base do nariz.

Os pacientes que procuram esse tipo de cirurgia devem manter contato com a Clínica de Odontologia da Faculdade de Ilhéus, pelo telefone (73) 3201.1720, para agendamento. O atendimento acontece às sextas-feiras, pela manhã, das 8h às 11h30min, quando é feito o exame clínico, pedidos de exames complementares e procedimentos odontológicos necessários para a realização das cirurgias, que são totalmente gratuitas.

ITABUNA: PACIENTE BATE O SINO E COMEMORA FIM DO TRATAMENTO CONTRA O CÂNCER

Gildo e a esposa comemoram o fim do tratamento contra o câncer || Foto Karina Lins

Após seis meses de tratamento, o paciente Gildo do Sacramento Cunha pôde bater o sino no setor de Quimioterapia da Santa Casa de Misericórdia de Itabuna. O soar do sino significa o fim do tratamento contra o câncer.

Gildo iniciou o tratamento de colo retal em 8 de janeiro e foi liberado em 16 de julho. Ao lado da esposa, o paciente agradece a toda a equipe no período em que ficou em tratamento.

– A fé em Deus foi muito grande. Fui muito bem recebido e quero agradecer a toda equipe do hospital que me acolheu – disse Gildo, emocionado.

Logo após bater o sino, Gildo recebeu o abraço coletivo de toda a equipe da Quimioterapia. Os profissionais ressaltam que são histórias com a de Gildo que levam a instituição a cumprir a missão de servir, com excelência, a experiência do cuidar.

VICE-GOVERNADOR RECEBE ALTA, APÓS 5 DIAS INTERNADO

João Leão recebe alta após cinco dias internado

Após cinco dias internado com quadro de infecção urinária, o vice-governador e secretário de Desenvolvimento Econômico da Bahia, João Leão (PP), recebeu alta nesta sexta (9) do Hospital Aliança.

A infecção foi agravada pela agenda corrida do vice-governador e pelo cansaço, conforme nota. No período em que esteve internado, Leão passou por check up geral, segundo a assessoria. Ele estava internado no hospital de Salvador desde o último domingo (4).

POLICLÍNICAS REGIONAIS SÃO POLÍTICA DE SAÚDE DIGNA DE APLAUSOS, AFIRMA NELSON LEAL

Leal, à esquerda de Rui, diz que políticas na área de saúde já surtem efeito || Foto Divulgação

O presidente da Assembleia Legislativa da Bahia, Nelson Leal, considera acertada a decisão do governador Rui Costa de investir na construção e consolidação das policlínicas regionais. Após se recusar a participar da inauguração do Aeroporto de Conquista, na semana passada, em solidariedade a Rui e aos nordestinos, nesta quinta Leal foi a Vitória da Conquista participar da inauguração da Policlínica Regional no município do sudoeste baiano.

– O esforço do governador Rui Costa e do seu secretário Fábio Vilas-Boas pela regionalização do sistema público de saúde é uma verdadeira revolução na Bahia. São equipamentos completos, para diagnósticos complexos, com tecnologia de ponta, antes só acessíveis nas clínicas privadas ou em Salvador – apontou.

Ainda segundo ele, as ações em saúde nos últimos anos e a chegada das policlínicas, a de Conquista é a 11ª, reduziram as queixas e os pedidos nesta área feitas no interior do Estado, “principalmente para tratamento em hospitais em Salvador. “Porque, de fato, as comunidades interioranas estão sendo atendidas. É uma política de saúde digna de aplausos”, disse o presidente da Assembleia Legislativa.

A Policlínica de Vitória da Conquista conta com 93 médicos, enfermeiros, psicólogo, farmacêutico, nutricionista, ouvidor, assessores técnicos, assistente social, técnicos em enfermagem, técnicos em radiologia e assistentes administrativos para dar assistência a pacientes – potencial de 618 mil habitantes – de 28 municípios do sudoeste.

MUTIRÃO DO DIABETES DE ITABUNA JÁ É REFERÊNCIA PARA 30 CIDADES BRASILEIRAS

Rafael, ao centro, e participantes do congresso em São Paulo

O Mutirão do Diabetes de Itabuna, maior do gênero em todo o país, já é referência para eventos de prevenção e tratamento da doença em 30 outros municípios brasileiros, segundo o médico Rafael Andrade. Presidente da ONG Unidos pelo Diabetes, de Itabuna, o médico apresentou o modelo do mutirão no 24º Congresso Brasileiro Multidisciplinar de Diabetes, em São Paulo, no final do de julho.

O mutirão itabunense já integra o calendário da Federação Internacional do Diabetes. O congresso em São Paulo, promovido pela Federação Nacional das Associações e Entidades de Diabetes (Fenad) e a Associação Nacional de Atenção ao Diabetes, reuniu oftalmologistas e equipes de saúde de vários estados brasileiros, que realizam ou querem realizar mutirões inspirados no modelo Itabunense. A iniciativa itabunense tem foco principal na prevenção, com exames do olho, pé e rim diabético e ações educativas.

Rafael Andrade foi um dos coordenadores do congresso em São Paulo. Segundo ele, o mutirão em Itabuna realiza cerca de 15 mil procedimentos ao ano, entre ações de prevenção na Praça Rio Cachoeira e atendimento médico no Hospital de Olhos Beira Rio, reunindo cerca de mil voluntários e envolvendo diversos segmentos da sociedade organizada.

– O modelo Itabunense já foi implantado em cerca de 17 cidades brasileiras e que com o apoio da Fenad está sendo possível multiplicar o projeto a cada ano já se encaminhando para 30 cidades – disse Rafael.

Entre as cidades que já realizam mutirões, estão São Luís, Petrolina, Fortaleza, Belém, Porto Velho, Itabuna, Vitória da Conquista, Belo Horizonte, Janaúba, Uberlândia, Goiânia, Cuiabá, Curitiba, Florianópolis, Blumenau, Joinville, São Gonçalo, São Paulo, Presidente Prudente, Sorocaba, Ribeirão Preto, Araçatuba e Aracaju. Criada em 2018, a ONG Unidos pelo Diabetes está disponibilizando o know-how do projeto Itabunense em vários estados brasileiros, contribuindo para prevenir uma doença com elevado índice de letalidade e amputação de órgãos.

HOSPITAL PROMOVE CURSO DE EDUCAÇÃO CONTINUADA E APERFEIÇOAMENTO MÉDICO

Costa do Cacau conta com 30 leitos de UTI || Foto Divulgação

O Hospital Regional Costa do Cacau (HRCC) promoverá, nos próximos dias 27 e 28, o curso de ecocardiografia e ultrassonografia em UTI. De acordo com o médico Almir Gonçalves, cardiologista, intensivista, ecocardiografista, coordenador da UTI 3 do HRCC, destinada a atender pacientes com doenças cardiovasculares e neurológicas, o treinamento busca aprimorar a assistência ao paciente e consolidar o protocolo assistencial.

Segundo Almir, será curso básico no início. “No segundo momento, teremos o curso avançado, sempre pensando na qualificação e atualização dos nossos profissionais. Posteriormente, a equipe de enfermagem será envolvida no aprendizado de manipulação do aparelho de ultrassonografia na UTI, unificando e otimizando a conduta com os nossos pacientes”, disse Almir Gonçalves.

A direção do HRCC sinaliza que ações nesse sentido serão intensificadas. “A qualidade na assistência deve ser encarada como prioritária, principalmente no que tange aos aspectos gerenciais e de capacitação que, a curto e longo prazos, promovem a melhoria no atendimento aos usuários do SUS”. Atualmente o Hospital Regional Costa do Cacau conta com 30 leitos de UTI.

SANTA CASA DE ITABUNA VIABILIZA 14 DOAÇÕES DE CÓRNEAS EM 2019

Equipe trabalha na captação de doadores em hospitais da Santa Casa

Os hospitais da Santa Casa de Misericórdia de Itabuna registraram 28 doações de córneas desde o início de 2019, segundo a Comissão Intra-Hospitalar de Doação de Órgãos e Tecidos para Transplante (CIHDOTT) da instituição. Os números foram divulgados nesta segunda (8) pela Santa Casa.

Foram 14 doadores contabilizados no período. A doação mais recente ocorreu na semana passada, de acordo com a instituição. Só na última semana de junho, oito pessoas foram contempladas. A última doação, ocorrida na primeira semana deste mês, veio de uma família indígena.

A força tarefa, realizada em parceria com a enfermagem e o serviço social da instituição, traz como slogan “Seja luz nos olhos de alguém! Diga SIM!” e integra a campanha “Rumo à Fila Zero”. O objetivo é zerar a fila de doação de córneas no estado da Bahia, por meio de ações e atividades educativas.

Patrícia Betyar, enfermeira da Comissão de transplantes da Santa Casa, explica que a equipe de enfermagem e o serviço social buscam sempre sinalizar e informar sobre a doação. “É um trabalho constante de conscientização da importância da doação de órgãos e tecidos para transplante por parte da nossa equipe”, diz.

MÃE RASPA A CABEÇA PARA APOIAR A FILHA COM LEUCEMIA

Marleide Rosa com a filha Sophia: lição de amor

Karina Lins

Há dois anos a rotina da dona de casa, Marleide Rosa Filha, é de idas e vindas entre as cidades de Una e Itabuna por conta do tratamento da filha, Maylla Sophia Rosa dos Santos. A pequena, de apenas 5 anos, foi diagnosticada com leucemia linfoide aguda (LLA), após a mãe perceber manchas roxas pelo seu corpo e sangramento no nariz.

Desde então, mãe e filha ficam na Casa de Apoio do GACC em Itabuna, de segunda a sexta, por conta das sessões de quimioterapia que são realizadas no Hospital Manoel Novaes, e vão para casa aos finais de semana. “Se não fosse a equipe médica e a casa de apoio, não sei o que seria da gente”, comenta Marleide.

Por conta da quimioterapia, o cabelo de Maylla voltou a cair e a menina fez um pedido especial à mãe: “Se o meu cabelo cair de novo você tira o seu também?”

Marleide atendeu ao pedido da filha e raspou a cabeça. “Na hora nem pensei na minha vaidade, só pensei em fazer a vontade dela. Só vou deixar o meu cabelo crescer quando o dela começar a crescer e eu ver que não vai mais cair”, diz.

Maylla não faz questão de colocar enfeites na cabeça, nem as perucas que ganhou. “Ela diz confiante que o cabelo dela vai crescer novamente e que o bem vai vencer o mal”, destaca.

A mãe relata que a menina é tranquila, positiva, alegre, brincalhona, inteligente, facilita o tratamento, toma os remédios e não reclama de nada. “Às vezes fico desanimada e ela me fortalece. Ela chega para mim, dá um sorriso e diz: mãe não fica assim não, vai ficar tudo bem”, declara.

Marleide torce para que em breve a filha volte a ter uma vida normal e retome a sua rotina escolar. “Eu deixo Deus trabalhar na vida dela. Confio em Deus que tudo dará certo”, conclui.






WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia