WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia





março 2019
D S T Q Q S S
« fev    
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31  

editorias






:: ‘saúde’

ITABUNA DEFINE ESTRATÉGIA PARA CONTROLE DA MICROCEFALIA

Com 15 notificações de microcefalia oficialmente registradas, Itabuna busca implementar mecanismos para controlar o surto desta doença, além do zika vírus, dengue e chikungunya, todos relacionados ao mosquito Aedes aegypti.

As ações reúnem técnicos do estado e do município, que atuam na Sala de Coordenação e Controle da Microcefalia, instalada na sede do Núcleo Regional Sul de Saúde (antiga 7ª Dires).

Além de monitorar as medidas de combate, o grupo tem como foco a mobilização social, envolvendo a comunidade e instituições no controle de focos do Aedes. A equipe também se propõe a prestar assistência a gestantes, haja vista a possível relação entre o zika e a microcefalia em bebês.

MOSQUITO JÁ É RESPONSÁVEL POR 90% DOS PACIENTES DO BASE

Direção do Hospital de Base é acusada de fraude.

Apesar de ser referenciado para traumas, urgências e emergências, o Hospital de Base de Itabuna acabou se tornando o destino da grande maioria das pessoas acometidas por doenças relacionadas ao mosquito Aedes aegypti.

Um médico da unidade afirma que aproximadamente 90% dos atendimentos no Base atualmente são de pessoas com zika e dengue.

A expectativa é de que essa demanda seja em grande parte absorvida pelo chamado “QG de Combate ao Mosquito”, que realizará atendimento ambulatorial na Avenida do Cinquentenário, nº 1370.

A promessa da Secretaria Municipal da Saúde é de que o QG estará em funcionamento na próxima semana.

CAMPANHA DA FRATERNIDADE FOCA EM SANEAMENTO E SAÚDE

Campanha foca saneamento e saúde.

Campanha foca saneamento e saúde.

A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) e o Conselho Nacional de Igrejas Cristãs (Conic) lançam hoje (10) a Campanha da Fraternidade Ecumênica 2016. O tema deste ano é Casa Comum, Nossa Responsabilidade e o lema “Quero ver o direito brotar como fonte e correr a justiça qual riacho que não seca”, com foco no saneamento básico, no desenvolvimento, na saúde integral e na qualidade de vida.

Dados divulgados pelo Conic mostram que, mesmo figurando entre as maiores economias do mundo, o Brasil tem mais de 100 milhões de pessoas sem saneamento básico. “O Estado brasileiro tem deficiência na prestação de serviços relacionados ao tratamento da água e do esgoto e à coleta de lixo”, informou a CNBB.

A abertura oficial da campanha ocorre hoje (10), Quarta-feira de Cinzas, às 10h30, na sede da CNBB, em Brasília, e será transmitida ao vivo por emissoras católicas de rádio e televisão. A cerimônia será presidida pelo bispo da Igreja Anglicana do Brasil e presidente do Conic, dom Flávio Irala. Participam ainda diversas autoridades religiosas e civis, como o arcebispo de Brasília e presidente da CNBB, dom Sergio da Rocha, e o ministro das Cidades, Gilberto Kassab.

CAMPANHA ECUMÊNICA

A primeira campanha da fraternidade ecumênica foi realizada em 2000, com o tema Dignidade Humana e Paz e lema “Novo milênio sem exclusões”. A segunda, em 2005, teve como tema Solidariedade e Paz e lema “Felizes os que promovem a paz”. A campanha de 2010 tratou de Economia e Vida, a partir do lema “Vocês não podem servir a Deus e ao dinheiro”. Agência Brasil.

ZIKA ULTRAPASSA DENGUE EM ITABUNA. SECRETARIA FARÁ MAPEAMENTO DIÁRIO

População deve evitar os focos de reprodução do mosquito, como tanques descobertos

População deve evitar os focos de reprodução do mosquito, como tanques descobertos

Há algum tempo já se sabe que o Aedes aegypti não é mais o “mosquito da dengue”, mas um infernal e versátil inseto que transmite ao menos três doenças: dengue, chikungunya e zika, sendo que esta é apontada como responsável pelo nascimento de bebês com microcefalia.

Em Itabuna, o mosquito faz vítimas no atacado. De acordo com a Secretaria Municipal da Saúde, o número de notificações relacionadas ao Aedes a cada semana  chega a 500. E a novidade é que a zika não chegou para ser coadjuvante.

Com mais de 2 mil casos registrados, a doença ultrapassou a dengue em Itabuna. A cidade também contabiliza 15 bebês com suspeita de microcefalia, sendo quatro confirmados.

Já a chikungunya tem seis notificações, quatro delas confirmadas.

ESTATÍSTICA – Na tentativa de frear a epidemia, a Secretaria Municipal da Saúde pretende intensificar as ações de controle com base no mapeamento das ocorrências. Um QG na Avenida Cinquentenário, no centro da cidade, vai abrigar técnicos do setor de epidemiologia do órgão, que fará levantamentos e produzirá estatísticas diárias sobre os casos.

Por enquanto, o que se sabe é que o bairro São Caetano lidera com 600 notificações, mas na última semana o Santo Antônio apresentou uma explosão de novos casos, principalmente de zika. O município tem trabalhado com número de ocorrências suspeitas, já que as confirmações são feitas pela Sesab (exceto no caso da dengue).

“Como se trata de uma epidemia, não dá para esperar as confirmações, pois precisamos agir com rapidez”, afirma o secretário Paulo Bicalho.

ARMADILHA (HUMANA?) NO BUZU

Alfinete em poltrona de ônibus na linha Ilhéus-Itabuna (Foto Jamario Souza/Facebook).

Alfinete em poltrona de ônibus na linha Ilhéus-Itabuna (Foto Jamario Souza/Facebook).

O relato de um usuário da linha Ilhéus-Itabuna revela o risco – e a maldade humana (?) – ao qual estão expostos passageiros do transporte público. Alfinete retorcido e com a ponta para cima foi encontrado em assento de ônibus da Rota, na última quinta (4).

“Somente percebi a armadilha quando passei a mão sobre ela”, disse Jamario Souza em uma rede social. Segundo ele, o alfinete é três vezes mais grosso que o de agulhas usadas para aplicar vacina. Contra este tipo de absurdo, resta ao passageiro verificar a poltrona antes de sentar.

JUSTIÇA AUTORIZA COMBATE AO AEDES AEGYPTI EM CASAS FECHADAS EM ITABUNA

Foto aérea da região central de Itabuna com o Cachoeira em destaque (Foto Pedro Augusto).

Foto aérea da região central de Itabuna com o Cachoeira em destaque (Foto Pedro Augusto).

O juiz da 1ª Vara da Fazenda Pública de Itabuna, Ulisses Maynard Salgado, concedeu autorização à prefeitura para combater focos do mosquito Aedes aegypti em imóveis fechados ou desabitados. O magistrado acatou ação do Ministério Público estadual (MP-BA), provocado pela Secretaria de Saúde do município. O Aedes aegypti é o transmissor de chikungunya, vírus zika e dengue.

Os agentes de combate a endemias serão acompanhados por chaveiros e pela Polícia Militar, sempre, quando for executar o serviço em imóveis vazios ou fechados ou até mesmo naqueles em que o dono se negar a permitir o acesso do profissional de saúde. Para isso, também apresentará alvará judicial com a autorização.

– Não haverá prejuízos para os donos de imóveis, pois as fechaduras serão recolocadas após inspeção, limpeza e tratamento de com possíveis focos de larvas – afirmou o secretário da Saúde, Paulo Bicalho

FORÇA-TAREFA

Paulo Bicalho voltou a lembrar da atual gravidade da situação do Aedes aegypti no município com o aumento de casos da zika vírus, chigunkunya e dengue. O secretário destaca que esta é mais uma estratégia na luta para por fim ao mosquito, que se transformou no inimigo da população em geral.

– Estamos programando uma mega campanha de conscientização e mobilização da população, faxinaço visando descobrir e eliminar focos de larvas e o combate propriamente dito do mosquito adulto – disse Bicalho.

ZIKA FAZ MONTADORA MUDAR NOME DE CARRO

Tata Motors lançaria carro com nome semelhante ao de vírus (Foto Divulgação).

Tata Motors lançaria carro com nome semelhante ao de vírus (Foto Divulgação).

A Tata Motors decidiu mudar o nome do carro Zica, lançamento mundial, por causa da semelhança com o vírus que está fazendo milhares de vítimas no Brasil, o zika. “Em solidariedade com as dificuldades causada pelo recente surto do vírus zika em muitos países, a Tata Motors, como uma empresa socialmente responsável, decidiu renomear o carro”, informou em nota. O modelo da montadora indiana tem como garoto-propaganda o craque argentino Leonel Messi.

O vírus é apontado como principal indutor do aumento de casos de microcefalia no Brasil. A previsão da Organização Mundial de Saúde (OMS) é de que até 4 milhões de pessoas sejam infectadas pelo vírus zika somente no continente americano. Itabuna já vive surto epidêmico do zika, transmitido pelo mesmo mosquito da dengue, o Aedes aegypti. Com informações da Folha.

“QG” ATENDERÁ VÍTIMAS DE EPIDEMIA CAUSADA PELO AEDES AEGYPTI EM ITABUNA

Central para atendimento a pacientes funcionará próximo ao Jardim do Ó.

Central para atendimento a pacientes funcionará próximo ao Jardim do Ó (Imagem em perspectiva).

Itabuna registra média diária superior a 300 casos suspeitos de doenças causadas pelo mosquito Aedes aegypti, principalmente a zika. O Hospital de Base está lotado e a rede ainda se prepara para atender a pacientes vítimas de zika, dengue e chikungunya. A perspectiva é ainda mais preocupante para o período que vai de março a maio.

A Secretaria de Saúde de Itabuna informou hoje (2) que os atendimentos a pacientes com sintomas destas viroses serão centralizados em uma unidade na Avenida do Cinquentenário. Apelidado de “QG”, a unidade funcionará na antiga Oduque Veículos, próximo ao Jardim do Ó.

O espaço, de acordo com o secretário Paulo Bicalho, terá capacidade para até mil atendimentos diários. Visa, também, desafogar unidades como o Hospital de Base. Dentre os sintomas causados pela dengue, chikungunya e zika estão febre, dor de cabeça, mal estar e erupções na pele. Quando o QG estiver funcionando, somente os casos graves serão atendidos na rede hospitalar.

SONO MELHOR, VIDA MELHOR

AdilzeAdilze de Mendonça Rodrigues

 

Existem tratamentos específicos para distúrbios do sono como o ronco e a apneia. Os tratamentos podem variar de simples mudanças de hábitos a procedimentos cirúrgicos.

 

 

Dormir bem não é apenas uma necessidade de descanso mental. É muito mais além.  Durante esse momento, ocorrem processos metabólicos essenciais para garantir um bom desempenho funcional e uma boa qualidade de vida. E isso só é possível se tivermos uma boa noite de sono.

Existem tratamentos específicos para distúrbios do sono como o ronco e a apneia. Os tratamentos podem variar de simples mudanças de hábitos a procedimentos cirúrgicos. O que vai determinar esse tratamento são as causas do ronco e/ou apneia, tipo e intensidade dos sintomas, alterações anatômicas, a gravidade da doença, dados antropométricos, presença de doenças associadas e outros.

:: LEIA MAIS »

FUNCIONÁRIOS DA SANTA CASA ENTRAM EM GREVE NA SEGUNDA; MUNICÍPIO É DENUNCIADO

Santana: denúncia contra o município.

Santana denuncia município.

Durante assembleia realizada ontem (21) à noite, os funcionários da Santa Casa de Misericórdia de Itabuna decidiram entrar em greve na próxima segunda (25). A paralisação afetará o atendimento nos hospitais Calixto Midlej Filho, Manoel Novaes e São Lucas.

A instituição ainda não pagou o salário de dezembro dos mais de 1,7 mil funcionários. O atraso está relacionado ao não pagamento de dezembro por parte da Secretaria de Saúde de Itabuna.

MUNICÍPIO DENUNCIADO

Ontem, o Sindicato dos Trabalhadores em Saúde de Itabuna e Região (Sintesi) denunciou o município por ter recebido, do Ministério da Saúde, R$ 8 milhões – sendo R$ 2 milhões antecipados ainda em dezembro, mas ter atrasado o pagamento aos fornecedores da alta e média complexidade.

– Os prestadores de serviços esperavam que o pagamento das faturas também fosse antecipado. Entretanto, isso não ocorreu. Dia 15 de janeiro chegou mais R$ 6 milhões, completando o repasse dos serviços da média e alta complexidade, e apenas alguns valores pré-fixados foram pagos para as instituições – afirma Raimundo Santana, presidente do Sintesi.

Santana desconfia que parte do dinheiro tenha sido usado “indevidamente” pelo município. “Há prestadores sem receber, essa situação cria transtornos porque os trabalhadores não recebem salários e fornecedores não são pagos”.

No último final de semana, o secretário de Saúde de Itabuna, Paulo Bicalho, disse que a Pasta aguardava a sanção do orçamento de 2016 – o que ocorreu no último dia 20 – para iniciar o processo de pagamento aos fornecedores. O quadro demonstrativo de despesas do orçamento deste ano teria sido enviado com atraso da Câmara para a prefeitura.

ETTINGER JÚNIOR ASSUME PROVEDORIA DA SANTA CASA DIA 28

Ettinger Júnior assume provedoria no dia 28.

Ettinger Júnior assume provedoria no dia 28.

O médico cirurgião Eric Ettinger Júnior será o novo provedor da Santa Casa de Misericórdia de Itabuna. Ele toma pose na próxima quinta (28), quando a instituição comemora 99 anos. A Santa Casa mantém os hospitais Calixto Midlej Filho, Manoel Novaes e São Lucas.

Ettinger Júnior foi eleito ontem (20) à noite, tendo o também médico Sílvio Porto como vice-provedor. O publicitário Silvio Roberto será o primeiro secretário da instituição.

A provedoria terá ainda Edmar Margotto Junior como 2º secretário, Ronaldo Abude como 1º tesoureiro, Peter Deveris Lemos como 2º tesoureiro, 18 membros do Conselho Deliberativo, 3 suplentes e 18 membros das Irmãs Auxiliadoras.

QUEM É
Filho do ex-provedor da Santa Casa e ex-secretário de Saúde de Itabuna, Eric Ettinger, o novo provedor da Santa Casa é especialista em cirurgias do aparelho digestivo e possui MBA Executivo em Saúde pela Fundação Getúlio Vargas (FGV).

Ettinger Júnior também atuou como diretor técnico do Hospital São Lucas entre outubro de 2012 e agosto de 2014. Ultimamente, era diretor médico do Plansul, o plano de saúde da instituição.

Os membros da nova provedoria da Santa Casa a partir do dia 28 (Foto Manu Berbert).

Os membros da nova provedoria da Santa Casa a partir do dia 28 (Foto Manu Berbert/Divulgação).

REDE CONVENIADA DO SUS RECLAMA PAGAMENTO EM ITABUNA

Santana aponta risco para a rede pública em Itabuna.

Santana aponta risco para a rede pública em Itabuna.

A rede conveniada do SUS em Itabuna está em alerta. Até ontem (15), os prestadores de serviço ainda não haviam recebido, da Secretaria de Saúde de Itabuna, a ordem para faturamento dos serviços do último mês. O risco é de desassistência e caos na rede, que tem entre os prestadores hospitais como o Manoel Novaes.

Raimundo Santana, presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Saúde de Itabuna (Sintesi), diz que o risco vai além da desassistência. “O prestador de serviço fica sem dinheiro e perspectivas. O que soubemos é que, até o momento, só foi pago o Hospital de Base, que é municipal”, disse. A expectativa é para que a ordem ocorra na próxima semana.

A justificativa do financeiro da Saúde era a falta de dotação orçamentária para, assim, iniciar os pagamentos. O orçamento municipal deste ano foi aprovado em dezembro. Santana afirma que a situação registrada neste início de ano ameaça o pagamento de funcionários da rede conveniada e afeta – principalmente – os usuários do SUS.

OUTRO LADO

O secretário de Saúde, Paulo Bicalho, informou que a sua Pasta “está aguardando apenas a abertura do orçamento 2016” para pagar os prestadores de serviço. A previsão é de que isso ocorra a partir do dia 20, “como sempre foi em anos anteriores no serviço público”.

De acordo com ele, “tudo está pronto para liquidar e repassar os recursos devidos aos prestadores de serviço do SUS em Itabuna”. Ao contrário do que afirmou o presidente do Sintesi, a secretaria nega que já tenha havido pagamento ao Hospital de Base, o que somente deve ocorrer a partir do dia 20, juntamente com os demais prestadores de serviço.

Atualizado às 18h47min

PLANTAS DA CAATINGA PODEM AJUDAR A COMBATER O AEDES AEGYPTI

Pesquisa revela que umburana é uma das espécies que podem ajudar no combate ao mosquito (Foto Ag. Brasil).

Pesquisa revela que umburana é uma das espécies que podem ajudar no combate ao mosquito (Foto Embrapa).

Maiana Diniz | Agência Brasil

Duas plantas comuns na Caatinga – a cutia e a umburana – estão sendo estudadas por um grupo de pesquisadores do Instituto Nacional do Semiárido por terem compostos que funcionam como biopesticidas no combate ao Aedes aegypti, mosquito transmissor da dengue, do vírus Zika e da chikungunya. Os testes mostraram que os compostos dessas plantas são capazes de exterminar até 50% das larvas dos mosquitos, valor de referência para que sejam classificados como eficazes.

O coordenador da pesquisa, Alexandre Gomes, contou que desde 2011 um grupo de pesquisadores do Núcleo de Bioprospecção e Conservação da Caatinga vem estudando plantas desse bioma em busca de substâncias com propriedades larvicidas contra o mosquito. “Já sabíamos que os compostos aromáticos, ou terpenoides, reconhecidos a partir do cheiro forte de certas plantas, são inseticidas. Se eu pegar a folha da pitanga e amassar, por exemplo, vou sentir o cheiro da pitanga. O mesmo ocorre com o cravo da índia. Essas plantas têm uma quantidade boa desses compostos chamados terpenóides”, explicou. Os óleos essenciais da cutia e da umburana também são obtidos por meio do sumo da folha.

Os pesquisadores testaram os óleos essenciais de diversas plantas, seguindo o modelo definido pela Organização Mundial da Saúde (OMS). “A gente pega um recipiente, no caso, um copo descartável, faz uma solução do óleo essencial com água e, em cada copinho, coloca 50 ml de líquido e 10 larvas do mosquito. Após 24h, averiguamos quantas larvas morreram e se o resultado foi satisfatório.”

Alexandre Gomes explicou que a grande vantagem de usar pesticidas vegetais, orgânicos, é que essas substâncias são mais seletivas e agem em pragas específicas. Os resultados dos testes mostraram que os óleos matam mais de 50% das larvas, número de referência na biologia para saber se um composto funciona. “Um produto é considerado eficaz quando mata 50%”, ressaltou.

TESTES

Agora, para que esses óleos essenciais possam se tornar produtos comerciais, os pesquisadores estão investigando se só fazem mal aos mosquitos. “Apesar de ser um produto natural, precisamos saber até que dose podemos utilizar, até que ponto não fazem mal. Estamos em fase de teste de toxicidade para saber se não causam danos a células humanas e a outros organismos”, explicou. Segundo ele, os testes de toxicidade vão permitir que saibam a dose exata. “Ainda no primeiro semestre teremos os resultados”, acrescentou.

:: LEIA MAIS »

ANVISA APROVA REGISTRO DE PRIMEIRA VACINA CONTRA A DENGUE NO BRASIL

Mosquito da dengueSaiu hoje (28) a aprovação do registro da primeira vacina contra a dengue no Brasil: a Dengvaxia, da francesa Sanofi Pasteur. Embora liberada para comercialização pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), ainda falta a Câmara de Regulação do Mercado de Medicamentos definir o valor de cada dose, processo que dura em média três meses, mas não tem prazo máximo.

Inicialmente, o medicamento será disponibilizado para a rede particular de laboratórios. Definido o preço, a Comissão Nacional de Incorporação de Tecnologias no SUS vai avaliar se vale a pena incorporar o produto ao sistema público de imunizações. O governo vai avaliar custo, efetividade e impactos epidemiológico e orçamentário da incorporação da vacina ao Sistema Único de Saúde.

A vacina é indicada para pessoas entre 9 e 45 anos e protege contra os quatro tipos do vírus da dengue. A promessa do fabricante é de proteção de 93% contra casos graves da doença, redução de 80% das internações e eficácia global de 66% contra todos os tipos do vírus. O medicamento deve começar a ser vendido no país no primeiro semestre de 2016 e a capacidade de produção do laboratório é de 100 milhões de doses por ano.

O imunizante deve ser aplicado em três doses, com intervalos de seis meses, porém, de acordo com a diretora médica da Sanofi, Sheila Homsani, a partir da primeira dose o produto protege quase 70% das pessoas. “A vacina tem eficácia a partir da primeira dose, protegendo em torno de 70% dos imunizados. A necessidade das outras doses vem porque a proteção vai caindo com o tempo, não se mantém sem as outras duas. A proteção só se mantém por muitos anos quando se tomam as três doses”, explicou Sheila.

:: LEIA MAIS »

REABERTURA DA FARMÁCIA POPULAR

Bicalho negocia com a Fiocruz.

Bicalho negocia com a Fiocruz.

O secretário de Saúde de Itabuna, Paulo Bicalho, iniciou contato com a Fiocruz para evitar o fechamento definitivo da Farmácia Popular do Brasil. A unidade farmacêutica pública suspendeu atendimento (“temporariamente”) desde a semana passada. Ao Pimenta, o secretário disse que a unidade enfrentava problemas no abastecimento de água – houve negociação com a Emasa – e necessidade de reformas.

Segundo Bicalho, o município está disposto a reformar a unidade, mas precisa obter, da Fiocruz, a garantia de que a Farmácia Popular do Brasil em Itabuna será reaberta. O atendimento é feito no térreo do Edifício Aracaju, na Praça Santo Antônio, no centro.

De acordo com o secretário, há um temor de um fechamento em definitivo, como ocorreu com mais de 40 unidades na Bahia. “Queremos saber o que será feito com a farmácia para, daí, fazermos o que for necessário”, disse.

A Farmácia Popular do Brasil foi inaugurada em Itabuna em dezembro de 2004, na gestão do ex-prefeito Geraldo Simões. À época, o secretário de Saúde era Paulo Bicalho. “Nós negociamos para que os funcionários fossem contratados pela Fiocruz, garantindo o pleno funcionamento da farmácia, independente do governo municipal”, relembrou.

A RINOPLASTIA VAI ALÉM DA ESTÉTICA

dr gustavo2Gustavo Leal Tavares

 

Quando a rinoplastia é executada por um cirurgião experimentado e qualificado, complicações são raras e normalmente menores.

 

A rinoplastia, que é a modificação da forma do nariz, é um dos procedimentos mais comuns em cirurgia plástica. Ela pode diminuir ou aumentar o tamanho do nariz, pode mudar a forma da ponta e mudar abaulamentos no dorso do nariz. Quando o paciente também tem alterações da respiração por um problema interno, estas podem ser corrigidas ao mesmo tempo.

Existe um equilíbrio estético entre o nariz e a face, equilíbrio este que o cirurgião deve observar, a fim de preservar a naturalidade e autenticidade dessa face. Cada caso é estudado minuciosamente, a fim de que se possa dar ao nariz a melhor forma possível, dentro das exigências da face. Se a sua escolha coincidir com aquele tipo de nariz planejado, sem dúvida seu desejo será atendido. Cirurgião e paciente deverão estar de acordo com o resultado possível de se obter.

A rinoplastia, além de melhorar a aparência, aumenta a autoconfiança e autoestima do paciente. Você continua sendo “você”, porém “você” melhor! Antes de decidir pela cirurgia, pense sobre suas expectativas e as discuta com seu cirurgião.

Quando a rinoplastia é executada por um cirurgião experimentado e qualificado, complicações são raras e normalmente menores. Porém, como com qualquer operação, há riscos associados com a cirurgia e complicações específicas associadas com este procedimento.

Boa comunicação entre você e seu médico é essencial. Em sua consulta inicial, o cirurgião perguntará sobre a forma que você gostaria que tivesse seu nariz e vai avaliar a estrutura do seu nariz e rosto, e discute as possibilidades com você, dentro do que a medicina pode oferecer, esperando que a sua expectativa se adapte a realidade do possível.

O médico também explicará os fatores que podem influenciar o procedimento e os resultados. Estes fatores incluem a estrutura de seus ossos nasais e cartilagem, a forma de seu rosto, a espessura da sua pele, sua idade, e suas expectativas. Ele também lhe dará instruções específicas em como se preparar para cirurgia, que incluem orientações em relação à alimentação, bebidas, fumo, e evitar certas vitaminas e medicamentos e manter o uso de outras. Siga cuidadosamente as instruções que ajudarão sua cirurgia a correr perfeitamente.

Gustavo Leal de Lucena Tavares é otorrinolaringologista, cirurgião plástico facial e diretor técnico da Otoclin  – Centro Avançado de Otorrinolaringologia e Instituto do Sono.

REMÉDIO CONTRA O CÂNCER TERÁ 1ª FASE DE TESTES CONCLUÍDA EM 7 MESES, DIZ MINISTRO

Pílula contra o câncer terá fases de testes concluída em 7 meses (Foto Marcello Casal Jr.)

Pílula contra o câncer terá fases de testes concluída em 7 meses (Foto Marcello Casal Jr.)

A fosfoetanolamina, substância que vem criando polêmica nos últimos meses por ter sido anunciada como cura para o câncer, terá sua primeira fase de testes pré-clínicos – aqueles feitos em cobaias, antes de a substância ser usada em humanos – concluída em sete meses.

O anúncio foi feito hoje pelo Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI), Celso Pansera, que explicou que os testes serão feitos a partir de duas amostras da molécula. Uma, que será requisitada à Universidade de São Paulo (USP), e outra, que será manufaturada com base na descrição do composto registrado no pedido de patente apresentado ao Instituto Nacional de Propriedade Industrial (Inpi).Segundo o MCTI, depois da primeira etapa de análises, estão previstas as fases seguintes do estudo em humanos.

O composto gerou controvérsia após sua distribuição ter sido aprovada, por decisão judicial, para alguns pacientes em tratamento contra o câncer. No último dia 12, no entanto, o Tribunal de Justiça de São Paulo proibiu o fornecimento da substância, mas os debates em torno da eficácia da substância continuam.

“Existe uma polêmica provocada por decisões judiciais no sentido de mandar a Universidade de São Paulo distribuir essa molécula. Não existe informação, por parte da Anvisa, nem de nenhum outro órgão, que certifique o uso desse remédio no Brasil ou no mundo; não há ninguém que tenha certificado essa molécula como remédio de combate a doença”, afirmou hoje o ministro Pansera, em entrevista coletiva.

A molécula foi sintetizada pela equipe de pesquisadores chefiada por Gilberto Chierice, do Instituto de Química da Universidade de São Paulo, em São Carlos, há cerca de 20 anos, e ficou conhecida nas redes sociais como “pilula do câncer”. Isso ocorreu antes de a sbstância ter passado oficialmente pelas etapas de pesquisa exigidas pela legislação, que prevê uma série de estudos antes de um medicamento ser usado por seres humanos.

:: LEIA MAIS »

SÁBADO DE PEDALADA AZUL EM ITABUNA

Pedalada Azul mobiliza dezenas de ciclistas em Itabuna.

Pedalada Azul mobiliza dezenas de ciclistas em Itabuna.

Será realizada neste sábado (14), em Itabuna, a Pedalada Azul, evento de mobilização para o Mutirão do Diabético de Itabuna, promovido pelo Hospital de Olhos Beira Rio e Asdita, dia 21 de novembro. Também em Ilhéus ocorrerá a Pedalada Azul, neste final de semana.

A Pedalada  Azul, que conta com o apoio dos grupos  Pedal Bom, Ciclo Bike Grapiúna, Amigos das Trilhas e Pé de Cana, será iniciada às 8h, na Praça Rio Cachoeira (Beira-Rio), percorrendo ruas e avenidas do centro e bairros da cidade.

O percurso inclui as avenidas Princesa Isabel, Kennedy, Jardim do Ó, Cinquentenário, Juracy Magalhães, Praça do Califórnia, Rua Santa Rita (Fátima), retornando pelas avenidas Ilhéus e Amélia Amado, Praça Camacan, Aziz Maron, Mario Padre e, novamente, Praça Rio Cachoeira, onde haverá o encerramento com atividades culturais e recreativas.

ITABUNA AZUL

Além da Pedalada Azul, desde o início do mês está sendo realizada a Campanha Itabuna Azul, com casas, prédios, estabelecimentos comerciais e espaços público iluminados de azul, a cor mundial da prevenção ao diabetes. Estudantes da Unime, FTC e Uesc e jovens da Ordem DeMolay estão se mobilizando para atuar no mutirão.

– Toda essa mobilização mostra que Itabuna está unida para que possamos realizar o maior evento de prevenção e tratamento do diabetes do Brasil. Isso só se tornou possível porque temos a cidade e a região unidos em torno dessa causa, que melhora a qualidade de vida de milhares de pessoas – destaca o médico Rafael Andrade, coordenador do Mutirão do Diabético de Itabuna.

MUNICÍPIOS DO EXTREMO-SUL FORMAM PRIMEIRO CONSÓRCIO DE SAÚDE DO ESTADO

Governador Rui Costa e prefeitos do extremo-sul assinam protocolo de intenções (Foto Pedro Moraes/GovBA).

Governador Rui Costa e prefeitos do extremo-sul assinam protocolo de intenções (Foto Pedro Moraes/GovBA).

Treze municípios do Extremo Sul baiano avançam na criação do primeiro consórcio de saúde do estado. O compromisso foi formalizado a partir da assinatura do protocolo de intenções para a constituição da entidade, na tarde desta quinta-feira (5), em cerimônia realizada no Salão de Atos da Governadoria, com a participação do governador Rui Costa e do secretário estadual da Saúde, Fábio Vilas-Boas.

Os consórcios propõem um novo modelo de financiamento e gestão dos serviços de saúde com o objetivo de ampliar e descentralizar a assistência, ajudando a reequilibrar as finanças municipais. “É um marco histórico na saúde pública da Bahia, um passo importante para inverter a lógica do ‘cada um por si e Deus por todos’ nos serviços de saúde do estado. Estamos substituindo este modelo pelo planejamento que permite enxergar a saúde [de modo] estadual e regionalmente”, disse Rui

Os municípios de Teixeira de Freitas, Caravelas, Ibirapuã, Itamaraju, Itanhém, Jucuruçu, Lajedão, Vereda, Prado e Nova Viçosa, Alcobaça, Medeiros Neto e Mucuri formam o consórcio do Extremo Sul. A implantação depende agora de aprovação em Assembleia Geral, do regimento e da eleição do Presidente. Depois, serão firmados os contratos de programa e de rateio.

REGIONALIZAÇÃO

Regulamentados por meio de lei estadual sancionada pelo governador em setembro, os consórcios passam a ficar responsáveis pela gestão regionalizada de serviços, como unidades de pronto atendimento, laboratórios regionais e, eventualmente, o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu 192), além de hospitais municipais.

No modelo, o Estado fica responsável pela construção e aquisição dos equipamentos das unidades, além de cofinanciar até 40% da manutenção, enquanto os municípios consorciados irão ratear o restante. Os consórcios vão ficar responsáveis pela gestão das 28 policlínicas construídas pelo Governo do Estado, com até 13 especialidades, 32 serviços e equipamentos – a exemplo de tomógrafos e de ressonância magnética – para rastreamento de câncer de mama e outros exames. A primeira policlínica será construída em Teixeira de Freitas, na antiga área do Derba.

BICALHO É CONFIRMADO NA SAÚDE; SILVANE CHAVES ASSUME HOSPITAL DE BASE

Após avaliação, Bicalho assume a Secretaria da Saúde  (Foto Elói Correia/Secom-BA).

Após avaliação, Bicalho assume a Secretaria da Saúde (Foto Elói Correia/Secom-BA).

O médico Paulo Bicalho foi sacramentado como o novo secretário da Saúde de Itabuna, após reunião com o prefeito Claudevane Leite nesta manhã de quarta (4). Substituirá o bioquímico Eric Ettinger, que deixou o cargo após divergências com Vane. O nome do substituto de Ettinger foi anunciado em primeira mão pelo Pimenta (relembre).

Há pouco, o repórter Fábio Sousa (Rádio Difusora), informou que o nome para o lugar de Bicalho no Hospital de Base será o do médico Silvane Chaves, ex-diretor da extinta Sétima Diretoria Regional de Saúde (7ª Dires).

O secretário de que sai, Eric Ettinger, reassumirá os seus negócios na área privada. Ao PIMENTA, Ettinger descartou participar do processo sucessório na Santa Casa de Misericórdia de Itabuna, que elege nova provedoria até o início de dezembro, até mesmo por causa do período de quarentena exigido para quem comanda órgãos públicos.






WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia