WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia


alba

workshop










setembro 2019
D S T Q Q S S
« ago    
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
2930  

editorias






:: ‘saúde’

LUIS FERNANDO VERISSIMO É INTERNADO COM INFECÇÃO RESPIRATÓRIA

Verissimo está internado com infecção respiratória (Foto GGN).

Verissimo está internado com infecção respiratória (Foto GGN).

O escritor Luis Fernando Verissimo, 79 anos, está internado desde a última sexta-feira no Hospital Pró-Cardíaco, em Botafogo, na zona sul do Rio, e seu estado de saúde é estável. De acordo com o boletim médico divulgado hoje (28) pelo hospital, o escritor permanecerá internado para tratamento de infecção respiratória e arritmia cardíaca.

Em 2013, o escritor foi internado no Hospital Moinhos de Vento, em Porto Alegre, após apresentar sintomas de angina (dores no peito). Ele chegou a ficar internado no Centro de Terapia Intensiva, mas seu estado clínico melhorou. Verissimo foi transferido para um apartamento e dias depois, liberado do hospital.

EMENDA DE R$ 1 MILHÃO ASSEGURA OBRAS E EQUIPAMENTOS PARA O HOSPITAL DE BASE

Vane, Davidson, vereadores e superintendente da Caixa assinaram convênio (Foto Lucas França-Secom).

Vane, Davidson e superintendente da Caixa assinaram convênio (Foto Lucas França-Secom).

O Hospital de Base de Itabuna ganhará mais 22 leitos nos próximos dias, elevando para 184 a sua capacidade de internações simultâneas de pacientes, anunciou o prefeito Claudevane Leite (Vane do Renascer). O novo espaço de atendimento será utilizado para desafogar o pronto socorro.

A obra será tocada com recursos próprios e inclui, segundo Vane, reforma completa do espaço que está sendo preparado para os novos leitos, a instalação de um sistema central de climatização e de equipamentos de última geração que garantam mais segurança no acompanhamento clínico dos pacientes.

O hospital também adquiriu dois aparelhos para hemodiálise. São seminovos e vieram do Hospital Ana Nery, em Salvador, por meio de uma parceria da Secretaria de Saúde da Bahia com a Prefeitura de Itabuna. “Agora passaremos a fazer aqui o atendimento a pacientes renais crônicos, com um dos aparelhos ficando na UTI do hospital”, disse o prefeito. Antes, o paciente precisava ser encaminhado para hospital da Santa Casa ou para Salvador para o tratamento.

Bicalho, Nascimento, Vane e Davidson assinam convênio (Foto Lucas França).

Bicalho, Nascimento, Vane e Davidson assinam convênio (Foto Lucas França).

EMENDA ASSEGURA R$ 1 MILHÃO PARA HOSPITAL

Ainda ontem, o prefeito, acompanhado de vereadores, secretários e do deputado Davidson Magalhães (PCdoB-BA), participou de assinatura de convênio que destina R$ 750 mil para reforma da UTI ou do centro cirúrgico do Hospital de Base, além de R$ 250 mil para aquisição de novos equipamentos.

A verba total de R$ 1 milhão foi obtida por meio de emenda do deputado Davidson Magalhães. O superintendente regional da Caixa Econômica, Marcus Vinícius Nascimento, disse que o governo federal “tudo fará para agilizar a licitação da obra”, principalmente por este se tratar de um setor sensível.

EX-SECRETÁRIO CONSEGUE VAGA NA UTI DO SÃO JOSÉ

Macedo sofre de cardiomiopatia de grau 4

Macedo sofre de cardiomiopatia de grau 4

O ex-secretário de Assistência Social de Ilhéus, Augusto Macedo, que sofre de cardiomiopatia de grau 4 e necessita ser submetido a transplante do coração, conseguiu vaga ontem (17) na UTI do Hospital São José. Antes, ele ficou durante dois dias na enfermaria da unidade da Santa Casa de Misericórdia de Ilhéus, apesar de apresentar estado de saúde muito delicado.

O caso do ex-secretário foi relatado pelo PIMENTA na quarta-feira (16) – confira. A nota informa que, enquanto aguarda na fila do transplante, Macedo precisa implantar um ressincronizador cardíaco, cirurgia que na Bahia somente é realizada pelo SUS no Hospital Ana Nery, de Salvador.

Logo após a publicação da nota no blog, alguns políticos procuraram a família do ex-secretário. Entre os que se mostraram solidários, estão o deputado federal Bebeto Galvão (PSB) e a deputada estadual Ângela Sousa (PSD), com quem Macedo já trabalhou. Antes, apenas o vereador Fábio Magal lhe prestava auxílio.

Em nota, a deputada Ângela afirma que somente na última quarta-feira teve conhecimento de que seu ex-assessor estava internado. “A partir de então, entrei em contato com o secretário de Saúde, Fábio Vilas Boas, solicitando seu apoio na transferência para Salvador”, diz a nota. A deputada também colaborou, junto à Central de Regulação do SUS, para que Macedo conseguisse uma vaga em UTI.

ILHÉUS: EX-SECRETÁRIO TEM QUADRO DE SAÚDE DELICADO E PRECISA DE TRANSPLANTE

Augusto Macedo, quando era secretário de Assistência Social de Ilhéus em um período do governo Newton Lima

Augusto Macedo, quando era secretário de Assistência Social de Ilhéus em um período do governo Newton Lima

É muito grave o estado de saúde do ex-secretário de Assistência Social de Ilhéus, Augusto Macedo. Portador de cardiomiopatia dilatada, de grau 4, ele necessita ser submetido a um transplante de coração.

Macedo enfrenta dificuldades financeiras para arcar com os custos de seu tratamento. Sem encontrar vaga na UTI do Hospital Geral Luiz Viana Filho, ele acabou sendo internado na enfermaria do Hospital São José, setor que não tem estrutura adequada para um paciente com um quadro de saúde tão delicado.

Fragilizado pela doença, o ex-secretário depende de respirador mecânico e utiliza cadeira de rodas. Para aumentar sua chance de sobrevida enquanto aguarda na fila do transplante, Macedo precisa de um ressincronizador cardíaco (espécie de marcapasso). Pelo SUS, o hospital credenciado na Bahia para instalar o aparelho é o Ana Nery, de Salvador.

De acordo com Macedo, o Ana Nery realiza apenas seis cirurgias desse tipo por semana. O ex-secretário tenta uma vaga para receber o implante e segue sua luta pela vida, contando com poucos amigos que ainda o apoiam, a exemplo do vereador Fábio Magal. Outros políticos aos quais ele serviu o abandonaram no momento mais difícil de sua vida.

PREFEITURA DIZ QUE “CEMITÉRIO DE ÔNIBUS” RECEBE VISTORIA SISTEMÁTICA

A respeito da nota publicada há pouco pelo PIMENTA, sobre uma área que seria potencial foco do mosquito Aedes aegypti na Rua Alício de Queiroz, a Prefeitura de Itabuna informou que tem ciência do problema e desde janeiro realiza um monitoramento sistemático do terreno.

De acordo com a Secretaria de Comunicação, as vistorias ocorrem a cada quinze dias, desde que o governo recebeu denúncia de moradores do condomínio Jorge Amado, situado na mesma rua.

Além da área onde estão abandonadas sucatas de ônibus e entulho, os agentes da Vigilância Epidemiológica têm vistoriado outros terrenos na mesma vizinhança, que também representariam ameaça de se tornar criadouros do mosquito transmissor da dengue, da zika e da febre chikungunya.

Informações e denúncias sobre possíveis focos podem ser transmitidas à Vigilância por meio do telefone 3612-8324.

PARQUE DE DIVERSÕES DO AEDES AEGYPTI

A gravíssima epidemia de arboviroses associadas ao mosquito Aedes aegypti tem causado intenso sofrimento a muitos itabunenses. Basta ir a ao “QG de Combate ao Mosquito” ou ao pronto-atendimento do Hospital Calixto Midlej Filho para se ter uma ideia do estrago que o inseto está provocando.

Apesar dessa situação calamitosa, a cidade ainda convive com exemplos absurdos de descaso e falta de respeito com a saúde pública.

As fotos abaixo são de um enorme terreno situado na Rua Alício de Queiroz, vizinho ao Centro Integrado Oscar Marinho Falcão (Ciomf). No local, ônibus velhos, verdadeiras sucatas, juntam-se ao mato e montes de entulho, com diversos focos do mosquito que transmite dengue, zika e a terrível chikungunya.

Uma pessoa que contraiu essa última doença compara a dor que sente à de alguém que teve todos os ossos do corpo esmigalhados. Uma agonia que pode acompanhar o portador do vírus durante meses, fingindo desaparecer e voltando quando se menos espera, como uma tortura.

Ouvir relatos como esse e ver imagens hediondas como as da foto é de causar indignação. Que a Prefeitura adote as devidas providências para coibir esse descaso criminoso!

foco aedes

foco aedes2

Imagens do descaso e da falta de respeito com a saúde pública

Imagens do descaso e da falta de respeito com a saúde pública

PROJETO PREVÊ AUMENTO DE PENA PARA ABORTO EM CASO DE MICROCEFALIA

Proposta já foi aprovada na Câmara (foto Ana Nascimento - MDS/Portal Brasil)

Proposta já foi aprovada na Câmara (foto Ana Nascimento – MDS/Portal Brasil)

Autor do projeto do Estatuto da Família, já aprovado na Câmara dos Deputados, o deputado federal Anderson Ferreira (PR-PE) apresentou outra proposta polêmica à Casa. O projeto aumenta a pena no caso de aborto cometido em razão da microcefalia ou outra anomalia do feto.

Para o deputado, não é o aborto que resolve os problemas da sociedade, mas sim o Estado dar condições para uma vida digna. “Sou autor do projeto Estatuto da Família, que já foi aprovado na Câmara dos Deputados. A intenção foi justamente criar um instrumento para as famílias poderem cobrar e ter acesso às políticas públicas. Quando uma criança nasce tem direito à saúde, educação, segurança, alimentação. Está na Constituição”, diz Ferreira.

O Projeto de Lei 4.396/2016, que altera o artigo 127 do Código Penal, prevê o aumento da pena em um terço até a metade quando o aborto for cometido em razão da microcefalia ou qualquer outra anomalia do feto, provocado ou consentido pela própria gestante ou por terceiros, com ou sem o aval da mulher. Da Agência Brasil

BANCO DE SANGUE PRECISA DE DOADORES DO SEXO MASCULINO

Epidemia pressiona demanda no Banco de Sangue da Santa Casa de Itabuna

Epidemia pressiona demanda no Banco de Sangue da Santa Casa de Itabuna

A alta demanda por transfusões de sangue em Itabuna, pressionada pelo atendimento de pacientes com suspeita de dengue hemorrágica, torna ainda mais dramática a situação do Banco de Sangue da Santa Casa de Misericórdia.

De acordo com a instituição, apesar da campanha por doações, o número de doadores ainda está distante do ideal para fazer frente à epidemia de viroses transmitidas pelo mosquito Aedes aegypti. Quem pega dengue, zika ou chikungunya fica impedido de doar sangue por, pelo menos, 30 dias após o desaparecimento dos sintomas.

Outro complicador é o aumento da demanda pelo concentrado de plaquetas, um dos componentes do sangue, normalmente utilizado no controle de sangramentos de pacientes em tratamento da leucemia e outros tipos de câncer, os que são submetidos a transplante de medula óssea, cirurgias cardíacas e as vítimas de trauma, além dos casos suspeitos de dengue hemorrágica. Para o aproveitamento das plaquetas, o doador precisa ser do sexo masculino.

Segundo a biomédica Raquel Gois, coordenadora do Laboratório do Banco de Sangue de Itabuna, o sangue coletado das mulheres não é indicado para a produção das plaquetas, pois está associado a um tipo de reação que pode causar lesões pulmonares, entre outros problemas.

A quantidade de doadores do sexo masculino para a produção de plaquetas também é grande. Para cada transfusão de plaquetas, são necessárias de seis a oito bolsas de sangue. “Por isso é importante que as pessoas continuem realizando doações de sangue, encorajando principalmente os homens”, apela o enfermeiro Adelson Bispo, coordenador do Banco de Sangue.

GOVERNO REALIZA MOBILIZAÇÃO NACIONAL CONTRA O AEDES

Governo busca eliminar focos do mosquito em prédios públicos

Governo busca eliminar focos do mosquito em prédios públicos

O governo federal promove nesta sexta-feira (11) nova mobilização com servidores em prédios públicos federais e de empresas estatais em todo o país. O objetivo é eliminar possíveis criadouros do mosquito Aedes aegypti, que transmite os vírus da dengue, da febre chikungunya e da zika. A ação envolve ministros e presidentes de empresas, bancos públicos e autarquias.

Segundo o Ministério do Planejamento, o objetivo é reforçar a atenção da sociedade, em especial do funcionalismo público federal, para o combate ao Aedes aegypti e assegurar que todos os servidores estejam informados e engajados de forma permanente em ações para eliminação dos criadouros do mosquito.

De acordo com a pasta, a ação intensifica as vistorias nos imóveis federais e serve para que os gestores públicos verifiquem a regularidade das ações executadas e se estão sendo realizadas de forma adequada, além de reforçar a continuidade do trabalho. Os gestores também deverão fazer um balanço das atividades de combate ao mosquito desenvolvidas até o momento. Da Agência Brasil

SAÚDE CONFIRMA 745 CASOS DE MICROCEFALIA EM 18 ESTADOS

microcefaliaBoletim divulgado nesta quarta-feira (09) pelo Ministério da Saúde confirmou 745 casos de microcefalia e outras alterações do sistema nervoso sugestivas de infecção congênita, distribuídos por 18 estados do país. Por enquanto, 88 foram confirmados para relação com a infecção pelo vírus Zika, mas, de acordo com o Ministério da Saúde, este número não representa adequadamente a totalidade de casos relacionados ao vírus. Os dados são de outubro do ano passado a 5 de março.

“Só um pequeno número dessas confirmações deve ser por outras causas”, disse o diretor de Vigilância das Doenças Transmissíveis do Ministério da Saúde, Cláudio Maierovitch em coletiva à imprensa. Para ele, perto do aumento de casos da malformação ocasionados pelo vírus Zika, as outras causas estão em número irrelevante. A microcefalia pode ser causada por outras infecções, como sífilis, rubéola e citomegalovírus, entre outros fatores.

Mais 4.231 casos em que há suspeita das malformações estão sendo investigados para confirmação ou não do quadro. Semana passada eram 641 confirmados.

Desde outubro do ano passado foram notificados 6.158 casos suspeitos de microcefalia no Brasil. Destes, 1.182 foram descartados. As investigações começaram em novembro, mas há registros de crianças nascidas com a malformação antes disso. Da Agência Brasil

APÓS 13 DIAS, GILBERTO GIL DEIXA HOSPITAL

Gilberto Gil recebe alta após 13 dias internado (Foto Fernando Frazão/Agência Brasil).

Gilberto Gil recebe alta após 13 dias internado (Foto Fernando Frazão/Agência Brasil).

O cantor, compositor, músico e ex-ministro da Cultura Gilberto Gil recebeu alta hoje (9), após permanecer internado desde o dia 25 de fevereiro no Hospital Sírio-Libanês, na região central da cidade de São Paulo. Ele estava em tratamento clínico para controle de um quadro de hipertensão arterial.

O hospital não divulgou boletim médico. Por meio de uma rede de relacionamento social, Gilberto Gil agradeceu as manifestações de carinho do público durante o período em que ficou hospitalizado.

“Obrigado a todos pelo carinho demonstrado aqui nas redes. Já estamos a caminho de casa. Aquele abraço!”. Na mesma página, ele postou uma foto ao lado de um dos médicos que o acompanhou, o cardiologista Roberto Kalil Filho. Informações da Agência Brasil.

QUANDO O ESTRESSE REQUER ATENÇÃO

Daniela Borges psicólogaDaniela Borges

Todos nós precisamos de um pouco de estresse para funcionar. O problema é quando ele se torna excessivo ou prolongado, resultando em baixa imunidade e dificuldade do organismo em lutar contra doenças, tornando o indivíduo vulnerável.

 

O estresse surge da necessidade do corpo de se adaptar a situações de tensão, desencadeando componentes psicológicos, físicos e hormonais. É a tentativa do corpo de restabelecer o equilíbrio diante do evento estressor.

Ele pode ser positivo quando nos ajuda a atingir metas e objetivos, quando nos impulsiona à ação e nos tira da zona de conforto. Torna-se negativo em situações em que o indivíduo permanece “ligado” por muito tempo, sem desfrutar dos momentos de lazer, incapaz de relaxar mesmo após ter vencido seus desafios, trazendo dano à qualidade de vida, podendo resultar no adoecimento.

O que determina o bom enfrentamento do estresse é a nossa capacidade de resiliência, de lidar com os eventos estressores e retornar ao estado inicial de relaxamento.  O quanto algo é estressante depende da maneira pela qual o indivíduo interpreta as situações e as estratégias que dispõe para lidar com o evento estressor.

Alguns acontecimentos considerados positivos também podem ser geradores de estresse, a exemplo do nascimento de um filho, o casamento, o ingresso na universidade, uma promoção no trabalho, pois todos estes fatos exigem adaptação e uma reorganização de vida.

Confira alguns sintomas que são indicativos de estresse:

:: LEIA MAIS »

DIFERENÇA ENTRE ZIKA, DENGUE E CHIKUNGUNYA É SUTIL, DIZ ESPECIALISTA

As três viroses que mais assustam o Brasil no momento – dengue, Zika e chikungunya – são doenças infecciosas agudas transmitidas pelo mesmo vetor, o mosquito Aedes aegypti. As semelhanças não param por aí: todas elas podem provocar febre, dor e manchas pelo corpo. “A diferença é sutil e o diagnóstico precisa ser clínico e epidemiológico, levando em conta a situação de infecções naquela localidade”, explicou a infectologista e epidemiologista Helena Brígida.

Em entrevista à Agência Brasil, a integrante do Comitê de Arboviroses da Sociedade Brasileira de Infectologia destacou que, no caso da dengue, o sintoma de maior destaque é a febre, sempre alta e de início súbito. Já a característica mais marcante na infecção por chikungunya são as dores nas articulações, bem mais intensas que nas outras duas doenças. Por fim, o Zika tem como principal manifestação manchas pelo corpo bastante avermelhadas e que coçam muito, além de joelhos e tornozelos inchados.

“A gente tem que perguntar ao paciente se coça muito, se ele teve febre, se a febre passa quando ele toma remédio, se há dor nas juntas, se o pé está inchado. Não dá pra dizer logo de cara o que é. O médico tem que ouvir todo o conjunto de sintomas para definir a melhor conduta”, destacou Brígida. A especialista contou ainda que, em seis horas de plantão em um único dia, se deparou com quatro casos de Zika em seu consultório. A colega que atendia na sala ao lado, segundo ela, registrou outros quatro casos da mesma doença.

A infectologista também ressaltou que o tratamento para as três doenças é sintomático, ou seja, estabelecido com base nos sintomas apresentados pelo paciente e não muda diante de um resultado laboratorial positivo ou negativo. A confirmação por teste, segundo ela, é importante sobretudo entre gestantes, diante da possível associação de microcefalia com o vírus Zika, e entre pacientes com quadro de complicações neurológicas também possivelmente associadas à infecção.
aedes arte EBC

SOLDADO NO QG QUER TRABALHO

Pacientes e acompanhantes que frequentam o chamado QG de Combate ao Moquito, em Itabuna, se acostumaram a ver o secretário da Saúde, Paulo Bicalho, participar diretamente do atendimento aos enfermos. O esforço do médico chega a impressionar até mesmo profissionais de imprensa que fazem cobertura no local.

A verdade é que no QG, que chega a atender mais de mil pacientes por dia, há um clima de colaboração no ar. Até quem chega para uma visita se sente convidado a ajudar de alguma maneira. Isso inclui profissionais de saúde de outros municípios, que vão ao local para conhecer seu modelo de funcionamento e muitas vezes também “colocam a mão na massa”.

A estrutura regular do serviço conta com nove médicos, dos quais cinco atendem pela manhã e quatro atuam no plantão noturno. A equipe, que tem um total de 120 pessoas, é formada ainda por enfermeiros, técnicos em enfermagem e coordenadores de diversos departamentos da Secretaria Municipal da Saúde.

GRUPO ALIVIA O SOFRIMENTO DAS VÍTIMAS DO AEDES

Paciente do QG contam com apoio dos voluntários (foto Oziel Aragão)

Paciente do QG contam com apoio dos voluntários (foto Oziel Aragão)

As dores intensas de quem contraiu dengue, zika ou chikungunya podem ser aliviadas pela solidariedade. Em Itabuna, um grupo de voluntários, mobilizados pela Igreja Batista Teosópolis, trabalha todos os dias para dar apoio e algum alento aos pacientes.

No chamado QG de Combate ao Mosquito, que recebe a maior parte das pessoas infectadas na cidade, os voluntários distribuem alimentos aos enfermos. “Em alguns dias, são mais de mil pessoas, entre pacientes e acompanhantes”, afirma Gilson Pinheiro, que coordena o Ministério de Ação Social da IBT.

O grupo também tem colaborado com o Banco de Sangue da Santa Casa de Itabuna, contribuindo com o lanche fornecido aos doadores. É a solidariedade que se multiplica, envolvendo gente simples e empresas, cada um se dispondo a ajudar de alguma forma.

Quem se dispuser a ajudar nesse trabalho ou fazer uma doação (pode ser alimento, água mineral, suco, polpa de frutas etc) deve se dirigir à Secretaria da igreja. O endereço é Avenida Félix Mendonça, 75, Bairro da Conceição.

DOAÇÃO DE SANGUE

Paciente internado no Hospital Calixto Midlej Filho, em Itabuna, precisa com urgência de sangue do tipo O negativo ou A negativo. As doações devem ser feitas no Banco de Sangue da Santa Casa de Misericórdia, em nome de Leonardo Ortega.

ITABUNA: AEDES AEGYPTI FAZ 14,3 MIL VÍTIMAS

"QG" concentra maioria dos atendimentos de vítimas do mosquito em Itabuna (Foto Pimenta).

“QG” concentra maioria dos atendimentos de vítimas do mosquito em Itabuna (Foto Pimenta).

Itabuna registrou 14.350 casos suspeitos de vítimas do Aedes aegypti no período de 1º de janeiro a 29 de fevereiro. Os números foram divulgados no início desta tarde pelo Departamento de Vigilância Epidemiológica de Itabuna.

No período, foram diagnosticados, clinicamente, 7.129 casos de dengue, 5.492 de zika e 1.729 de chikungunya. A própria Secretaria de Saúde de Itabuna reconhece que “apesar de altos, os números ainda não condizem com a realidade”. O secretário de Saúde de Itabuna, Paulo Bicalho, explica o porquê: “muitas pessoas ainda recorrem ao velho hábito de se automedicarem”.

Bicalho explica que a central de atendimento a vítimas das arboviroses do Aedes aegypti serve, estatisticamente, como termômetro para saber desde origem a faixa etária das vítimas de dengue, zika e chikungunya. Ainda de acordo com ele, os dados servem para que o município defina as ações de controle do mosquito e de larvas.

VIGILÂNCIA APREENDE 2,3 TONELADAS DE PRODUTOS VENCIDOS OU CLANDESTINOS

Alimentos e produtos de higiene pessoal foram apreendidos pela vigilância (Foto Gabriel Oliveira).

Alimentos e produtos de higiene pessoal foram apreendidos pela vigilância (Foto Gabriel Oliveira).

Cerca de 2,3 toneladas de produtos impróprios para consumo humano foram apreendidas em fevereiro em Itabuna, de acordo com o coordenador da Divisão de Vigilância Sanitária, Antônio Carvalho. Do total, a vigilância apreendeu 374 quilos de carne bovina abatida clandestinamente.

De acordo com o coordenador, uma mercearia, na Califórnia, e uma fábrica de salgados que funcionava inadequadamente no bairro Santo Antônio foram interditadas. “Os dois estabelecimentos descumpriram normas sanitárias e de higiene”, disse ele.

Carvalho anuncia intensificação de fiscalização em centro terapêuticos e de reabilitação de dependentes químicos e em academias de ginástica. Os centros de reabilitação deverão prestar assistência apenas aos dependentes químicos em tratamento e não a pacientes psiquiátricos. “Além disso, vamos fiscalizar as condições físicas e de higiene desses locais”, acrescenta Carvalho. Já as academias, serão fiscalizadas quanto à presença de profissionais de educação física durante o horário de expediente.

Também estão no alvo da Vigilância Sanitária as farmácias e drogarias e as distribuidoras de água e gás de cozinha. As farmácias devem ter um farmacêutico-bioquímico para aviar as receitas médicas em horário de expediente. As distribuidoras de água e gás deverão prestar atenção aos locais de estocagem dos produtos, credenciamento junto à vigilância, qualidade dos vasilhames e selo da Secretaria Estadual da Fazenda (Sefaz).

ILHÉUS: COSTUREIRA MORRE COM SUSPEITA DE DENGUE HEMORRÁGICA

dengue1Ilhéus registrou, na última terça (23), a primeira morte suspeita por dengue hemorrágica. A vítima foi internada no dia anterior, no Hospital Geral Luiz Viana Filho, com quadro suspeito da forma mais letal da doença.

A costureira Elisângela da Cruz Pereira faleceu às 16h40min da última terça. Apesar da Secretaria de Saúde de Ilhéus não se posicionar quanto ao caso, o titular da Pasta, Antonio Ocké, esteve no velório da costureira, na tarde da última quarta, conforme amigos da vítima.

O secretário foi procurado. O diretor de Vigilância à Saude, Antônio Firmo, respondeu. Por meio da assessoria de comunicação, limitou-se a informar ao Pimenta que o caso está “sob investigação”.

EPIDEMIA

Ilhéus é um dos municípios baianos que enfrentam epidemia de doenças transmitidas pelo Aedes aegypti. A Secretaria de Saúde local montou estrutura com capacidade para até 300 atendimentos, por dia, a vítimas do mosquito. Atualizada para acréscimo de informação.

CONSELHO QUER MAIOR PARTICIPAÇÃO DA SOCIEDADE NO COMBATE AO AEDES

mosquito-da-dengueÓrgãos que têm representação de vários setores da comunidade, os conselhos de saúde defendem a participação e o envolvimento de todos como única maneira de se promover um combate eficiente ao Aedes aegypti, mosquito transmissor de dengue, zika e chikungunya.

Estratégias para ampliar a participação da sociedade civil nesse trabalho serão apresentadas nesta segunda-feira (29), em Itabuna, pelo presidente do Conselho Nacional de Saúde, Ronald Ferreira dos Santos. Às 14 horas, no Centro de Cultura Adonias Filho, ele aborda o tema com autoridades locais e representantes comunitários.

O encontro é aberto a dirigentes de clubes de serviço, associações de moradores e outras instituições.






WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia