WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
festival chocolate






alba










junho 2019
D S T Q Q S S
« maio    
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30  

editorias






:: ‘saúde’

QUEM DESEJA PAZ, CULTIVA JUSTIÇA

Davidson Magalhães

 

Na pedra fundamental da sede da OIT, erguida às margens do Lago Léman, na Suíça, está grafada uma frase em latim que bem orienta nossos passos por um trabalho centrado no bem-estar do ser humano, cujo benefício é a paz mundial: “Si vis pacem, cole justiciam” (Se deseja paz, cultive justiça).

 

Imagine o mundo do trabalho sem folga nos finais de semana, sem jornada diária de oito horas ou mínimas condições de saúde e segurança, com exploração de trabalho escravo ou infantil, sem a mínima proteção para trabalhadores vulneráveis ou grávidas.

Estas e outras conquistas sociais são resultado de 100 anos de ações da Organização Internacional do Trabalho (OIT), agência multilateral da Organização das Nações Unidas (ONU), criada em 28/06/1919, por ocasião da assinatura do Tratado de Versalhes, que encerrou oficialmente a I Grande Guerra.

A Bahia também comemora com extensa programação (dia 11, 15 h, Teatro Castro Alves) o centenário da instituição que norteia nossa jurisprudência, com status supralegal e validade jurídica submetida à Constituição da República; cujo texto conduz à centralidade do trabalho como direito social umbilicalmente ligado à salvaguarda da dignidade humana.

Na Bahia, o Trabalho Decente tornou-se uma estratégia de desenvolvimento. A redução das disparidades, o combate a condições laborais degradantes e a inserção de grupos vulneráveis em ocupações de qualidade motivaram o Governo da Bahia, por meio da Secretaria do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte (Setre), a mobilizar trabalhadores, empregadores e sociedade civil para a criação da Agenda Bahia do Trabalho Decente (ABTD), em 2007.

O Trabalho Decente é alicerce básico para a superação da pobreza e redução das desigualdades, garantia da
governabilidade democrática e o desenvolvimento sustentável. O conceito inclui não apenas o trabalho formalizado, mas igualmente o subcontratado, terceirizado ou autônomo, em domicílio ou na informalidade, em cooperativas ou associações.

A Setre criou, em 2011, o Fundo de Promoção do Trabalho Decente (Funtrad) para captação de recursos que implementem os nove eixos prioritários: Erradicação do Trabalho Infantil, Erradicação do Trabalho Escravo, Saúde e Segurança do Trabalhador, Promoção da Igualdade da Pessoa com Deficiência, Promoção da Igualdade de Gênero e Raça, Trabalho Doméstico, Juventude, Serviço Público e Empregos Verdes. De lá para cá, já foram investidos R$ 10,4 milhões beneficiando milhares de pessoas.

O Funtrad é um dos instrumentos de resistência à pauta trabalhista regressiva dos anos mais recentes. Tivemos a
Reforma Trabalhista e o fim do Ministério do Trabalho, e a recente MP 873 que, no mesmo compasso desastroso, enfraquece os sindicatos.

Para piorar o que já está ruim, bate à porta do Brasil a Reforma da Previdência, com reflexos fatais na vida de todos, particularmente dos mais necessitados. Alguns dos direitos e garantias laborais universais conquistados ao longo de décadas correm o risco de descarte oficial no país.

Por outro lado, 100 anos após a criação da OIT, estamos diante de um novo e inusitado desafio no mercado de trabalho, qual seja o de enfrentar as mudanças provocadas pela revolução da indústria 4.0 no limiar do século XXI.

O Governo da Bahia sinaliza claramente a intenção de enfrentamento dessa nova era. Por isso, a Agenda Bahia do Trabalho Decente se fortalece e amplia suas ações, em busca de melhores condições, qualidade e renda; para uma vida mais digna, com saúde, segurança, educação, alimentação, lazer e moradia, para todos os baianos.

Torna-se oportuno, neste momento de centenário da OIT, uma profunda reflexão sobre os seus postulados de origem, que o Brasil sempre assimilou: a salvaguarda dos direitos sociais como o caminho mais seguro para a paz duradoura.

Na pedra fundamental da sede da OIT, erguida às margens do Lago Léman, na Suíça, está grafada uma frase em latim que bem orienta nossos passos por um trabalho centrado no bem-estar do ser humano, cujo benefício é a paz mundial: “Si vis pacem, cole justiciam” (Se deseja paz, cultive justiça).

Davidson Magalhães é secretário do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte e suplente de senador pela Bahia.

TRF1 MANTÉM CONDENAÇÃO E SUSPENDE DIREITOS POLÍTICOS DO PREFEITO DE EUNÁPOLIS

Robério teve condenação mantida pelo TRF1 || Foto Divulgação

O prefeito de Eunápolis, no extremo-sul da Bahia, José Robério Batista de Oliveira (PSD), teve a apelação negada pelo Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF1) no caso em que foi condenado por improbidade administrativa por uso de verba do Ministério da Saúde para abastecer veículos particulares e um trio elétrico da empresa do gestor.

O acórdão com a decisão do TRF1 foi publicado no último dia (29) e mantém na íntegra a decisão da Justiça Federal de Eunápolis, que em 15 de dezembro de 2011 condenou Oliveira a perda dos direitos políticos por cinco anos, sentença válida também para o secretário de Saúde à época, Josemar Marinho Siquara.

No TRF1, Oliveira tem como defensor o advogado Alexandre Kruel Jobim, para quem “a decisão foi equivocada”. O advogado informou que “haverá recurso contra a decisão, já que o Prefeito José Robério não teve nenhuma participação, direta ou indireta, nos fatos tidos como ímprobos nem houve qualquer dano ao erário público”. Oliveira continua no cargo.

Na mesma sentença, fruto de uma ação de improbidade administrativa de autoria do Ministério Público Federal (MPF), a empresa GPM Mercantil Derivados de Petróleo (Posto Maioral, pertencente a Geraldo Brito Nunes) foi condenada a proibição de contratar com o poder público por cinco anos.

No Posto Maioral, os veículos, conforme observou o juiz federal José Alexandre Franco, relator do acórdão e cujo voto foi acompanhado em unanimidade pelos juízes da 3ª Turma do TRF1, eram abastecidos sem seguir o procedimento correto pela Prefeitura, com emissão de requisições, nota fiscal e em veículos credenciados.

“Todavia, verifica-se do compulsar dos autos que não havia uma obediência ao regramento de controle de aplicação da verba pública. Eram emitidos bilhetes de próprio punho [inclusive pelo próprio gestor], sem nenhum timbre ou formalidade, determinando o abastecimento de determinado veículo”, escreveu o juiz. Confira a íntegra no Correio24h.

AÇÕES EM ITABUNA LEMBRAM CUIDADOS COM A SAÚDE DOS RINS

O Setor de Hemodiálise da Santa Casa de Misericórdia de Itabuna promoverá, nesta quinta (14), ações para lembrar o Dia Mundial do Rim, uma ação interna no Hospital Calixto Midlej Filho. O “Bloquinho dos Rins“ fará a panfletagem de setor em setor do hospital, levando informações e conscientizando os colaboradores sobre os cuidados com a saúde dos rins.

Após a panfletagem na manhã desta quinta, o bloquinho passará pela Unidade de Saúde Ubiratan Moreira, na Vila de Itamaracá. A programação será encerrada na parte da tarde, com a Caminhada Renal, marcada para as 15h, com saída do Jardim do Ò, centro de Itabuna. A Santa Casa de Misericórdia é referência em serviços de diálise e transplante renal da nossa região.

De acordo com a Sociedade Brasileira de Nefrologia (SBN), cerca de 850 milhões de pessoas tem algum tipo de problema renal. A Doença Renal Crônica (DRC), de acordo com a entidade, causa, pelo menos, 2,4 milhões de mortes por ano, com uma taxa crescente de mortalidade.

MORTALIDADE

A Injúria Renal Aguda (IRA), um importante fator de risco para DRC, afeta mais de 13 milhões de pessoas no mundo, sendo que 85% desses casos ocorrem em países de baixa e média renda. Estima-se que cerca de 1,7 milhão morram anualmente por causa da IRA no mundo.

É importante considerar que a DRC e a IRA são condições impactantes para o aumento da morbidade e mortalidade de outras doenças, em função dos seus fatores de risco, como diabetes e hipertensão, e da presença de infecções por hepatites, HIV, malária e tuberculose presente em muitos lugares do mundo. Em crianças, a DRC e a IRA também implicam em uma morbidade e mortalidade significativas.

“OLHO PREGUIÇOSO”: AMBLIOPIA PODE AFETAR VISÃO DA CRIANÇA, MAS TEM TRATAMENTO

Bernardo Almeida: ambliopia tem tratamento

A ambliopia é uma redução da visão que ocorre porque o cérebro ignora a imagem recebida de um dos olhos. É um caso muito comum, que geralmente acomete crianças a partir dos quatro anos de idade. Também conhecido como olho preguiçoso, a redução causa um desvio ou desalinhamento de um olho e pode provocar alguns problemas de visão, como rápida perda de acuidade visual, perda de visão binocular, provocando incapacidade de medir a profundidade, e risco aumentado de perda de visão no olho mais forte.

Bernardo Almeida, médico especialista em oftalmologia geral e catarata do Hospital DayHorc, do Grupo Opty em Itabuna, diz que a perda da visão causada pela ambliopia pode ser permanente, “caso o distúrbio não seja diagnosticado e tratado antes dos oito anos de idade”.

Uma causa comum desse tipo de problema é um erro refrativo (miopia/hipermetropia ou astigmatismo) que seja maior em um dos olhos. “Ocorre uma informação descombinada, sendo que a precedência de um dos olhos faz com que o cérebro ignore a informação do outro”, conta.

De um modo geral, tudo o que cause algum tipo de desequilíbrio visual pode também provocar ambliopia, como as cataratas na infância, lentes turvas, diferenças de forma ou de tamanho e outras anomalias anatômicas ou estruturais. O médico Bernardo Almeida alerta que, quanto mais cedo se descobre e trata um olho preguiçoso, as chances de sucesso são melhores.

Para tratar o problema, o primeiro passo é corrigir o olho preguiçoso, ou seja, corrigir problemas de visão. “O tratamento é feito através de óculos com lentes específicas para corrigir o foco do olho mais fraco. O mais provável é que seja necessário tapar o olho saudável por algum tempo, de modo a fortalecer o olho afetado”, explica o especialista do Hospital DayHorc, de Itabuna.

Ainda segundo ele, depois é preciso treinar a ligação olho-cérebro. Na maioria dos casos, os oftalmologistas bloqueiam o olho mais forte para treinar o cérebro para começar a reconhecer a imagem do olho amblíope ou preguiçoso.

A correção da ambliopia, observa Bernardo Almeida, não corrige problemas de estrabismo, o que mantém os olhos desalinhados. Neste caso, é indicada a cirurgia dos músculos do olho.

NA UNIME, ESPECIALISTAS DEBATEM SOBRE CORRIDAS E HÁBITOS SAUDÁVEIS

Yukio, Jan, Gabriella, Vinícius e Marcelo participam do simpósio na Unime

Yukio fará palestra e lançará obra durante simpósio

Com palestra, debates e o lançamento do livro Corrida, planejamento e propósito, a Unime Itabuna promove, nesta quarta-feira (27), a partir das 19h, simpósio com especialistas em Medicina, Nutrição e Ciências da Saúde. O evento será realizado no auditório do Campus II, na Avenida J.S. Pinheiro, no Lomanto, com entrada gratuita.

O debate sobre corridas e hábitos saudáveis terá como palestrantes e debatedores o médico cardiologista Jan Reinel de Castro, a nutricionista Gabriella Barreto de Santana, que é especialista em clínica metabólica e esportiva e o mestre em Ciências da Saúde Vinicius Eça, além do maratonista e fundador e presidente da Associação Itabunense de Atletismo (AIA), Marcelo Marques.

A programação será encerrada com o lançamento do livro Corrida, planejamento e propósito, do professor Yukio Takada. Ele também fará a palestra da noite, quando aborda a sua trajetória do sedentarismo à experiência com maratona. “O livro conta como saí do sedentarismo para me tornar maratonista, além de [dar] muitas dicas de organização do tempo e planejamento”, afirmou o professor ao PIMENTA.

PREFEITURA DE ILHÉUS E FACULDADE DE MEDICINA EM ITABUNA ASSINAM CONVÊNIO

Dirigentes da Santo Agostinho e o prefeito Marão assinam convênio || Foto Clodoaldo Ribeiro

O prefeito de Ilhéus, Mário Alexandre, assinou convênio com o curso de Medicina da Faculdade Santo Agostinho, na tarde desta segunda-feira (25), com o objetivo de abrir as portas de todas as unidades de saúde – de atenção básica, especializada e de alta complexidade – para que estudantes possam fazer atendimentos no município. Estiveram presentes no ato, os empresários Mércio Coelho e Eunápio Augusto, a diretora da Média e Alta Complexidade, Érika de Jesus, e a enfermeira Cláudia Patrícia, técnica do setor de Planejamento da Secretaria Municipal da Saúde (Sesau).

“A maior parte da nossa população é carente e precisa desse contato com os profissionais. Nossa rede de saúde pública está avançando a cada dia e, certamente, o estudante vem com a disposição de atender de forma humanizada. Essa parceria garante o aprendizado, fortalece as instituições e promove mais saúde para a população”, disse Mário Alexandre.

Os estudantes, orientados por seus professores, virão a Ilhéus acompanhar os pacientes nas unidades de saúde, na UPA 24h, no SAMU e até mesmo em atendimentos domiciliares. A iniciativa fará com que o aluno esteja em contato com a comunidade, abrindo um caminho para maior aprendizado e melhor formação profissional. Já para o município, cria a possibilidade de ampliar o atendimento humanizado na saúde.

O secretário municipal de Saúde, Geraldo Magela, exaltou a assinatura do convênio como um importante passo na consolidação de uma saúde pública mais humana e mais próxima do paciente. “A parceria gerará frutos que vão além do convênio assinado. A prefeitura tem buscado alternativas criativas para melhorar o serviço público, fomentar o desenvolvimento e levar mais saúde à população”, afirmou o secretário.

PRORROGADO PRAZO DE INSCRIÇÃO DE MUNICÍPIOS NO PROGRAMA SAÚDE NA ESCOLA

Prorrogado o prazo para inscrição no Saúde na Escola

O Ministério da Saúde prorrogou, desta sexta-feira (15) para o próximo dia 28, o prazo para inscrição no Programa Saúde na Escola (PSE). Cerca de 1.100 municípios ainda não indicaram escolas que vão realizar, por dois anos, atividades de educação em saúde. Acesse aqui o site para adesão ao programa.

Ao participar do PSE, os municípios recebem incentivos financeiros da União para realizar ações de prevenção de doenças e promoção da saúde com estudantes de escolas públicas. “O mínimo de recurso financeiro a ser recebido é R$ 5.676,00 após a adesão ao PSE, se for pactuado entre 1 e 600 educandos”, afirma Micheline Luz, da equipe do PSE no Ministério da Saúde.

Ela explica que, “a cada acréscimo entre 1 e 800 estudantes, é adicionado R$ 1.000,00 ao valor total a ser recebido pelo Município. Cabe lembrar que, no mínimo, 50% das escolas prioritárias (quilombolas, indígenas, rurais e maioria Bolsa Família) devem ser pactuadas. Então já dá um enfoque para as populações vulneráveis. O município não perde em momento algum ao aderir ao PSE”.

:: LEIA MAIS »

POLICLÍNICA DE CONQUISTA ABRE INSCRIÇÕES PARA PROCESSO SELETIVO COM 68 VAGAS

Inscrições para processo seletivo estão abertas

O Consórcio Interfederativo de Saúde da Região de Vitória da Conquista e Itapetinga abriu, nesta terça-feira (12), inscrições no processo seletivo para a contratação de profissionais para diversos cargos. No total, são 68 vagas para assistente administrativo, assessor técnico, assistente social, médico, enfermeiro, psicólogo, farmacêutico, nutricionista, ouvidor, técnico em enfermagem e técnico em radiologia, além de cadastro de reserva. Para acessar o edital, clique aqui.

O candidato tem até o dia 3 de março para se inscrever mediante ao pagamento de taxa que varia de R$ 50,00 a R$ 90,00, a depender do cargo pretendido e carga horária de trabalho semanal. As provas objetivas serão aplicadas pela Fundação de Apoio a Educação e Desenvolvimento Tecnológico (Fundação Cefet Bahia) no dia 7 de abril.

O processo seletivo terá duas etapas, sendo a primeira a prova objetiva de caráter classificatório e eliminatório todos os cargos. A segunda etapa da seleção será a prova de títulos de caráter classificatório. Os candidatos ao cargo de assistente administrativo não passam por essa etapa.

O resultado final do processo será será publicado no dia 23 de maio e as contratações devem ser feitas até junho. O salário varia de R$ 1.188,13 a R$ 5 mil. O contrato de serviço terá validade de dois anos, podendo ser prorrogado por igual período. Clique aqui para se inscrever.

CASOS DE CONJUNTIVITE AUMENTAM NO VERÃO; SAIBA COMO SE PROTEGER

Casos de conjuntivite são mais comuns no verão, segundo médico

O verão está bem próximo. A estação mais aguardada do ano também é quando há registro de aumento de casos de conjuntivite. A inflamação da conjuntiva (membrana que envolve o globo ocular e a parte interna das pálpebras) deixa os olho vermelhos e provoca irritação e ardência.

Médico alerta para medidas de proteção contra a conjuntivite

O médico oftalmologista Antônio Nogueira, diretor do Cenoe-Hospital de Olhos, explica o motivo do aumento de casos da doença nesse período do ano. “Com a chegada do verão as pessoas costumam a estarem mais ao ar livre. O contato e o mergulho em praias e piscinas contaminadas são formas importantes de transmissão”, destaca.

Nogueira ainda ressalta que, para o contágio, é necessário o contato com o vírus, seja pela secreção ou por pertences pessoais de quem já está infectado, tais como óculos, maquiagem e toalhas.

A prevenção, ressalta Antônio Nogueira, deve ser feita com a adoção de medidas de higiene simples, como lavar as mãos e evitar coçar os olhos. Segundo Nogueira, deve-se evitar compartilhar objetos de uso pessoal, como óculos e toalhas.

Segundo o médico, a infecção tem duração de aproximadamente duas semanas e, normalmente, acomete os dois olhos. Nesse período Nogueira aconselha sempre a trocar roupas de cama e tolhas diariamente.

Vale lembrar que ao sinal dos primeiros sintomas um medico oftalmologista deverá ser consultado para diagnosticar o tipo de conjuntivite e conduzir o paciente a um melhor tratamento.

ALEJANDRO E O OUTDOOR

Cláudio Rodrigues

 

Mas o que Alejandro e os 18 milhões de meninos e meninas desse Brasil desejam é não serem privados de direitos básicos como moradia digna, educação, informação, água, saneamento e proteção contra o trabalho infantil.

 

“O futuro de seu filho começa aqui!”. O outdoor com a chamada de uma escola para o início de matrículas para o próximo ano letivo é uma ironia para Alejandro, de 6 anos, e outras 13 crianças que há duas semanas montaram abrigo na Avenida Contorno, em Feira de Santana, tendo como base para a instalação de suas tendas, a placa de publicidade que vende a educação como futuro.

Alejandro e a placa de outdoor em Feira || Foto Reginaldo Tracajá Pereira

Futuro esse que Alejandro e as demais crianças que ali “habitam” sabem que é incerto. O espaço é dividido por oito famílias que saíram do interior da Paraíba, fugindo da fome e falta de emprego. As famílias ali instaladas ilustram os gráficos da pesquisa Síntese de Indicadores Sociais (SIS) 2017, do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), segundo a qual 50 milhões de brasileiros – 25 por cento da população – vivem abaixo da linha de pobreza, com renda familiar de US$ 5,5 por dia, sendo que 43 por cento desse contingente está na região Nordeste.

No País em que seis em cada dez crianças vivem na pobreza, conforme estudo inédito do Fundo das nações Unidas para a Infância (Unicef), divulgado no último dia de novembro 14, a futura ministra da Mulher, Família e Direitos Humanos, pastora Damares Alves, em mais uma declaração ideológica sobre gênero, afirmou que vai tratar meninas como princesas e meninos como príncipes. Mas o que Alejandro e os 18 milhões de meninos e meninas desse Brasil desejam é não serem privados de direitos básicos como moradia digna, educação, informação, água, saneamento e proteção contra o trabalho infantil.

Na semana em que se comemora os 70 anos da proclamação da Declaração Universal dos Direitos Humanos (DUDH), o que a família de Alejandro e tantas outras na mesma situação desejam é que o Brasil faça valer seu o Artigo 25:

I) Todo homem tem direito a um padrão de vida capaz de assegurar a si mesmo e a sua família saúde e bem-estar, inclusive alimentação, vestuário, habitação, cuidados médicos e os serviços sociais indispensáveis, e direito à segurança em caso de desemprego, doença, invalidez, viuvez ou casos de perda de meios de subsistência em circunstâncias fora de seu controle.

II) A maternidade e a infância tem direito a cuidados e assistência especiais. Todas as crianças, nascidas dentro ou fora do matrimônio, gozarão da mesma proteção social.

A pastora e futura ministra – que durante uma pregação em um culto evangélico disse ter visto Jesus Cristo quando estava em cima de uma goiabeira e impediu que o mesmo subisse na árvore para não se machucar – talvez consiga, num milagre ou passe de mágica, tratar meninos como príncipes e meninas como princesas. Porém, se ela fizer valer o Artigo 25 da Declaração Universal dos Direitos Humanos, os milhões de Alejandros desse país já se darão por satisfeitos.

Cláudio Rodrigues é consultor de empresas.

OFTALMOLOGISTA ALERTA PARA SINTOMAS E COMO TRATAR CERATOCONE

Ceratocone tem sintomas parecidos com os de outras doenças oculares

Médica Solange Cunha alerta para os sintomas e efeitos do ceratocone

O ceratocone pode surgir entre os 10 e 25 anos, mas pode progredir até os 40 anos ou estabilizar-se com o tempo. Começa com a dificuldade para enxergar de perto e a sensibilidade à luz. Segundo, a médica Solange Cunha, especialista em córnea e lentes de contato do DayHorc, em Itabuna, isso ocorre devido à deformação da membrana do olho, que acaba desfocando os raios de luz dentro dele.

Embora os sintomas do ceratocone sejam muito semelhantes aos de outros problemas nos olhos, a médica explica que a piora na visão tende a ser mais rápida, fazendo com que o paciente troque de óculos e lentes com mais frequência. Os sintomas vão de visão embaçada, hipersensibilidade à luz, enxergar imagens fantasmas, visão dupla, dor de cabeça e coceira no olho.

O diagnóstico tem como base o histórico clínico do paciente e é feito quando o oftalmologista percebe alguma alteração na forma do olho. “Utilizamos um computador para avaliar o grau da curvatura da córnea, ajudando a adequar o tratamento”, explica. Exames complementares como a topografia computadorizada da córnea, paquimetria corneana e a tomografia computadorizada também ajudam a confirmar o diagnóstico, avaliar a progressão da doença e o grau de comprometimento da área afetada.

O tratamento é iniciado com o uso de óculos e lentes rígidas para correção do grau de visão (graus 1 e 2). Já nos casos mais graves (graus 3 e 4), quando há piora e a córnea sofre mais alterações, é indicada a cirurgia.

Existem dois tipos de procedimento: o Crosslinking consiste na aplicação de vitamina B12 diretamente no olho e exposição à luz UV-A, para promover o enrijecimento da córnea, evitando que continue a mudar de forma. “Essa técnica pode ser usada em conjunto com as lentes ou óculos, desde que o diagnóstico seja feito”, informa.

O outro método é o implante de um anel na córnea. A cirurgia dura cerca de 20 minutos, na qual o oftalmologista coloca um pequeno anel no olho que ajuda a tornar a córnea mais plana, evitando o agravamento do problema. “As técnicas de cirurgia não curam o ceratocone, mas ajudam a evitar o seu agravamento.

Nesse caso, é bem provável a necessidade de o paciente continuar a usar óculos ou lentes para melhorar a sua visão”, afirma. Em casos mais graves, nos quais o pacientes deixa de responder às formas de tratamento acima apresentadas, é indicado o transplante de córnea. “Substituímos a córnea comprometida por uma saudável disponibilizada por um doador do banco de olhos”, acrescenta.

Pessoas portadoras da doença devem evitar esfregar os olhos, pois tal ação pode acelerar a deformação da córnea. “Se houver coceira ou queimação frequente, recomenda-se procurar o oftalmologista para iniciar o tratamento
com algum colírio”, conclui a oftalmologista.

MAIS DE MIL CICLISTAS SÃO ESPERADOS NA 6ª PEDALADA AZUL DE ITABUNA

Pedalada será domingo (25), saindo da Praça Rio Cachoeira || Foto Pedro Augusto Benevides

Mais de mil ciclistas são esperados para mais uma edição da Pedalada Azul, ação que faz parte do Mutirão do Diabetes de Itabuna. A pedalada será neste domingo (25), com largada às 8h, na Praça Rio Cachoeira, no Góes Calmon, e tem percurso de cerca de 10 quilômetros, com carros de apoio com água mineral para hidratar os ciclistas. O encerramento será, novamente, na Praça Rio Cachoeira, com confraternização dos participantes.

A Pedalada Azul deste ano tem patrocínio da Caixa Econômica Federal e Águia Branca e contará com a participação de grupos de ciclismo como Pedal Bom, Amigos das Trilhas, Pedal Livre, Ciclo Bike Grapiúna e Pé de Cana. O evento se tornou momento de amigos e famílias se unirem à causa de prevenção e combate ao diabetes e vem sendo realizada anualmente pela ONG Unidos pelo Diabetes, HOBR e Associação dos Diabéticos de Itabuna (Asdita).

ITABUNA: PROJETO DE ALUNOS DO CIOMF É SELECIONADO EM OLIMPÍADA DA FIOCRUZ

Colégio Ciomf, de Itabuna, teve projeto de estudantes selecionado pela Fiocruz || Foto Pimenta

Cinco projetos desenvolvidos em unidades da rede estadual de ensino estão entre os 35 trabalhos selecionados na etapa regional da 9ª Olimpíada Brasileira de Saúde e Meio Ambiente (Obsma), promovida pela Fiocruz. Em todo o Brasil, foram inscritos 1.228 trabalhos nas categorias Produção Audiovisual, Produção de Texto e Projeto de Ciências. A relação dos projetos selecionados foi divulgada nesta terça-feira (16).

Estudantes do Ensino Fundamental do Centro Integrado Oscar Marinho Falcão (Ciomf), em Itabuna, desenvolveram um trabalho de conscientização da comunidade escolar e do entorno da unidade. O projeto “Homem x Água. Atitudes negativas e corretivas: CIOMF cuidando das águas” levou os estudantes para as feiras livres da cidade para levar informação sobre desperdício e contaminação das águas.

A estudante Jhuly Borges Oliveira, 12, do 7º ano do Ensino Fundamental, aponta benefícios do projeto. “Aprendi durante todo o processo com meus colegas e com a comunidade que devemos colaborar com o nosso planeta. A água é a nossa vida”, concluiu a estudante. O projeto teve a orientação da professora Gracileide Silva Guimarães Sousa.

A professora Karine Brandão, do Centro Juvenil de Ciência e Cultura (CJCC), de Vitória da Conquista, desenvolveu, com estudantes do Ensino Médio, o projeto “Árvore Digital do Centro Juvenil de Ciência e Cultura”. “Fizemos um estudo das árvores localizadas no terreno da escola e colocamos QRCode em cada uma para que a comunidade escolar acesse, do celular, informações e curiosidades sobre elas”, afirmou a professora, que pretende ampliar o projeto para as outras escolas da Rede Estadual em Vitória da Conquista. O trabalho foi selecionado na categoria Produção de Textos. :: LEIA MAIS »

UTI PEDIÁTRICA DO NOVAES FECHA 1º ANO COM 360 ATENDIMENTOS

UTI Pediátrica do Novaes começou a atender há um ano || Foto Divulgação

Nesta segunda (1º), a Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Manoel Novaes, em Itabuna, completa um ano em operação e, de acordo com a Santa Casa de Misericórdia de Itabuna, atinge a marca de 360 atendimentos. A unidade é estratégica para assegurar a integralidade na atenção a crianças em serviços de oncologia pediátrica, principalmente Onco Hematologia da Santa Casa, que atende a 50% dos municípios baianos, conforme a instituição.

O serviço assegura melhor assistência às emergências e cirurgias pediátricas e neuropediátricas no sul da Bahia. Dos casos mais conhecidos, está o menino Rian Santos Silva de 8 anos, da cidade de Santa Luzia, que teve um espeto de churrasco cravado no crânio, após uma queda. Com a estrutura hospitalar encontrada, com neurocirurgiões e a UTI Pediátrica totalmente equipada, a criança teve o espeto removido, no Hospital Materno Infantil Manoel Novaes, sem que perdesse a visão e a equipe preservando a vida da criança.

Para os pacientes e familiares, a chegada da unidade tem trazido mais conforto e tranquilidade. O vendedor Clóvis dos Santos Silva, pai do pequeno Miguel Silva, do município de Jequié, no sudoeste baiano, é só elogios à equipe. “Meu filho precisou ficar internado na UTI por um período longo. Fiquei um mês e 15 dias com meu filho internado na UTI e fiquei impressionado com o cuidado, carinho, a atenção e o amor dispensado ao meu filho por toda a equipe. Não tenho palavras para descrever este momento, apenas reforço o meu sentimento de gratidão a todos”, contou emocionado.

Para a diretora técnica do Hospital Manoel Novaes e também médica da UTI pediátrica, Fabiane Chavez, os números além de agregarem a parte técnica emocionam, pois fazem parte da concretização de um sonho que tem ajudado a salvar muitas vidas na região. “Hoje é preciso celebrar e agradecer pelo aniversário da nossa UTI. Com ela as crianças que precisavam de um serviço de unidade intensiva não contam mais com a obrigatoriedade da transferência para outra unidade hospitalar da capital”, observa.

A médica também aponta que a UTI pediátrica eleva as chances de vida de muitos pacientes que antes precisavam ir para a capital ou outro município para ter este atendimento. “Quero agradecer especialmente, a equipe de profissionais do nosso setor, que assumiram esse desafio e que junto à direção fizeram e fazem esse sonho se concretizar a cada dia. Um esforço recompensado diariamente com vidas que ganham uma nova oportunidade de permanecer entre nós”.

MARÃO ANUNCIA CONCURSO PARA CONTRATAÇÃO DE MÉDICOS E ENFERMEIROS

Ao lado do titular da Sesab, Marão anunciou concurso na saúde || Foto Clodoaldo Ribeiro

O prefeito Mário Alexandre anunciou que o município está preparando concurso público para contratar profissionais para a área de saúde, principalmente médicos e enfermeiros. “O objetivo é fortalecer a atenção básica e a média complexidade, a fim de desafogar o fluxo de pacientes no Hospital Regional Costa do Cacau”, disse ele. O prefeito não estipulou data para lançamento do edital para definir banca organizadora do certame nem início das inscrições.

O anúncio do concurso foi feito durante inauguração da Unidade de Pronto Atendimento (PA) da Conquista, que passa a funcionar nesta segunda (17). A unidade, na Avenida Brasil, funcionará 24h, com serviços de urgência e emergência, tendo capacidade para 150 atendimentos por dia. De acordo com o prefeito, a meta é chegar ao final do governo com 70% de cobertura da atenção básica. “Encontramos [o município] com o vergonhoso índice de 16% [de cobertura] em janeiro de 2017”, assinalou.

A abertura da unidade 24h é resultado de ação do município e do estado para reforçar a atenção básica e de média complexidade. Durante a inauguração do PA da Conquista, o secretário estadual de Saúde, Fábio Vilas-Boas, disse que os trâmites estão adiantados, com o Ministério da Saúde, para a construção da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Malhado, além da instalação de mais 16 equipes do Programa Saúde da Família (PSF) no município.

“Liberamos o anexo do antigo Hospital Luiz Viana Filho para a instalação de um PSF e a sede do Samu”, revelou. A meta do Governo do Estado, segundo Vilas Boas, é transformar a região de Ilhéus e Itabuna em uma referência de atendimento público de saúde para todo o Brasil.

SOBRE O FECHAMENTO DO CEMEPI

Raimundo Santana | jrsantana13@gmail.com

 

O Sintesi requereu ao Ministério Público Estadual que promova uma mediação com o Município de Itabuna e a direção do CEMEPI, com vistas a tentar encontrar uma saída negociada em que os mais afetados não sejam os usuários do SUS, sobretudo os mais carentes.

 

Há uma guerra de versões sobre o fechamento do CEMEPI. A direção da unidade hospitalar alega que os recursos pagos pelo Município de Itabuna são insuficientes para manter a instituição, que funciona com 100% SUS com portas abertas, com pronto-socorro funcionando 24 horas. Afirma que só está em funcionamento, ainda, por causa do repasse mensal de um subsídio de R$ 100.000,00 que as duas gestões municipais anteriores faziam – e levantou o repasse ideal para abrir uma negociação, que já se arrasta, faz bom tempo, sem encaminhamento concreto.

Por sua vez, o secretário de Saúde, Isaac Nery, alega que já paga além do faturado pelo hospital e a direção da unidade hospitalar foi inflexível e precipitada no processo, não deixando margem para negociação que viabilize a manutenção do funcionamento do hospital. O secretário prometeu buscar uma alternativa com outro prestador que propicie a manutenção dos leitos que eram utilizados pelo CEMEPI. O hospital fazia cerca de 470 consultas/mês e cerca de 100 internamentos/mês.

Na verdade, o que está em jogo é a manutenção ou não de uma importante parcela do atendimento pediátrico em Itabuna e região com o fechamento de uma unidade hospitalar com 50 anos de serviços prestados, que emprega diretamente 46 funcionários.

Quando se fala em buscar alternativa de internamento para absorver essa demanda, não é tão simples assim. A Maternidade Ester Gomes encontra-se à beira da falência, com cerca de 7 meses de salários atrasados deixados pela gestão anterior e cerca de 3 meses de salários atrasados da atual gestão, problema com pagamento de folha médica, etc.

Já o hospital Manoel Novaes tem um papel importante no atendimento de pediatria, atendendo SUS e convênios de Itabuna e região, com uma considerável sobrecarga. A UPA chegou a ser um alento no atendimento de pediatria em nossa cidade, contudo o Município renegociou o contrato com o instituto que administra a unidade alterando de R$ 900 mil para R$ 500 mil o contrato e reduzindo os serviços. Porém, já no pagamento da primeira fatura, quitou-se apenas R$ 350 mil. Como ato final, os médicos pediram demissão coletiva.

O financiamento da SUS deveria ser tripartite (União, Estado e Município). Todavia, o gestor municipal não leva esse fato em consideração. Essa inobservância está transformando Itabuna e demais cidades da região em cemitérios de hospitais.

A partir dessa realidade, o Sindicato dos Trabalhadores em Saúde de Itabuna (Sintesi) requereu ao Ministério Público Estadual que promova uma mediação com o Município de Itabuna e a direção do CEMEPI, com vistas a tentar encontrar uma saída negociada em que os mais afetados não sejam os usuários do SUS, sobretudo os mais carentes.

Raimundo Santana é dirigente do Sintesi.

UBAITABA FAZ VARREDURA PARA VACINAR CRIANÇAS CONTRA PÓLIO E SARAMPO

Crianças de um ano a menos de cinco anos devem ser vacinadas

Equipes de saúde de Ubaitaba fazem varredura de casa em casa, a chamada busca-ativa, para identificar e vacinar contra poliomielite (paralisia infantil) e sarampo crianças de um ano e menos de cinco ainda não imunizadas. Os profissionais da Secretaria de Saúde do município sul-baiano estão pedindo aos pais e responsáveis que apresentem o cartão de vacinação de crianças nessa faixa etária.

De acordo com a Secretaria de Saúde de Ubaitaba, o município vacinou 67,02% destas crianças que deveriam ser imunizadas contra as duas doenças. Mas o percentual está abaixo dos 95% preconizados pelo Ministério da Saúde, daí a iniciativa da Diretoria de Vigilância Epidemiológica de ir em domicílios para reforçar a necessidade da vacinação.

A poliomielite e o sarampo são doenças de notificação obrigatória. Por isso, os responsáveis pelas crianças devem levar os menores nesta faixa etária para que sejam vacinadas, principalmente depois de novos registros destas doenças no país. Profissionais de saúde alertam para a reintrodução do vírus selvagem da poliomielite, bem como a circulação do vírus do sarampo no país.

MODELO DO MUTIRÃO DO DIABETES DE ITABUNA É ADOTADO POR 16 MUNICÍPIOS BRASILEIROS

Mutirão em Itabuna é adotado por 16 municípios brasileiros

Rafael Andrade é o idealizador do mutirão || Foto Pedro Augusto

O modelo do Mutirão do Diabetes de Itabuna, que terá sua 14ª edição no dia 10 de novembro, está sendo adotado em vários estados brasileiros. Sucesso em ações de prevenção e tratamento, o evento itabunense já foi apresentado no Congresso Mundial de Diabetes no Canadá, como exemplo a ser seguido por outros países.

O idealizador e coordenador do Mutirão e presidente da ONG Unidos Pelo Diabetes, o médico Rafael Andrade, tem participado de seminários e teleconferências nos quais expõe o projeto, focado principalmente na prevenção da doença. O modelo do mutirão já foi adotado por cidades como Curitiba (PR), Belém (PA), Feira de Santana (BA), Petrolina (PE), Ribeirão Preto (SP) e Joinville (SC).

A partir deste ano, haverá mutirões do diabetes em Blumenau (SC), Florianópolis (SC), Uberlândia (MG), Betim (MG), Goiânia (GO), Rio de Janeiro (RJ), Presidente Prudente (SP), Sorocaba (SP), Campo Grande (MS) e São José dos Pinhais (PR), todos com o apoio da ONG Unidos Pelo Diabetes de Itabuna.

Criada em 2017 para ampliar as ações do Mutirão, a ONG Unidos pelo Diabetes, vem fornecendo transferência do know-how para diversas instituições, além de investir na capacitação de profissionais de saúde e na conscientização da população, para os riscos e cuidados na prevenção e tratamento do diabetes.

Para Rafael Andrade, a promoção de mutirões em várias cidades brasileiras vai se multiplicando a cada ano contribui para amenizar a deficiência e desigualdade, combatendo uma das doenças que mais fazem vítimas fatais e deixam sequelas no país.

URUÇUCA VACINA 68,19% DAS CRIANÇAS CONTRA SARAMPO E PARALISIA INFANTIL

Vacinação contra sarampo e paralisia infantil vai até dia 31

A Secretaria de Saúde de Uruçuca informou que o município sul-baiano está próximo de cumprir a meta da campanha de vacinação contra a poliomielite e o sarampo. Devem ser imunizadas 1.245 crianças de 1 ano a menores de 5 anos de idade. Até a última segunda (20), 68,19% das crianças já tinham sido vacinadas contra a paralisia infantil e o sarampo, de acordo com o município.

Preocupadas, as autoridades de saúde do município fazem novo alerta sobre os riscos que elas correm caso não recebam as vacinas que estão sendo disponibilizadas no Centro de Saúde, e nas Unidades de Saúde da Família (USFs) Dr. Edson Rosa, Everaldo Argolo e Independência, além do distrito de Serra Grande.

Michelle Fernandes, técnica responsável pelo Departamento de Vigilância em Saúde de Uruçuca, disse que o município continua com a campanha de vacinação contra a poliomielite e sarampo. “É importante lembrar que os pais ou os responsáveis devem levar seus filhos de 1 ano a menores de 5 anos de idade aos postos de saúde para que sejam imunizadas, pois ainda tem tempo. Procurem as salas de vacina até o dia 31 de agosto, levando sempre a carteira de vacinação para que sejam atualizadas por nossos vacinadores. Onde tem infância, tem vacinação”, destacou.








WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia