WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia


alba

unesul bahia

uniftc






janeiro 2020
D S T Q Q S S
« dez    
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031  

editorias


:: ‘Sesab’

HOSPITAL COSTA DO CACAU É PIONEIRO NO IMPLANTE DE STENT FARMACOLÓGICO PELO SUS

Costa do Cacau é primeiro a fazer implante de stent farmacológico pelo SUS na Bahia

O Hospital Regional Costa do Cacau (HRCC) é o primeiro hospital da Bahia a implantar o stent farmacológico em pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS), por meio de angioplastia, conforme indicação médica norteada pelas diretrizes da Sociedade Brasileira de Cardiologia (SBC). O dispositivo possui um medicamento que reduz de forma significativa a oclusão (obstrução, fechamento), ao longo do tempo, da artéria do coração.

O secretário de Saúde da Bahia, Fábio Vilas-Boas destacou a importância do HRCC na atuação da saúde pública do Estado. “O Hospital Regional Costa do Cacau é pioneiro em procedimentos cirúrgicos de alta complexidade, como implantação de marcapasso CDIR e revascularização do miocárdio (ponte de safena). Agora, a meta é intensificar a realização de cirurgias cardíacas pelo interior da Bahia”.

De acordo com o diretor assistencial do HRCC, médico Almir Gonçalves, essa intervenção era somente realizada na rede particular e por convênios privados. “A implantação desse procedimento na saúde pública baiana, aqui no hospital, tem modificado a vida de muita gente. Uma decisão acertada do governador Rui Costa e do secretário Fábio Vilas-Boas, em conseguir empreender, iniciando pelo Hospital Regional Costa do Cacau, essa oferta para pacientes do SUS, os quais não têm plano de saúde”, disse.

O diretor assistencial assegura a qualidade e eficiência da implantação do stent farmacológico no HRCC. “Hoje oferecemos serviços equiparados a grandes centros, pela nossa estrutura, equipe e materiais”, disse.

Segundo Almir, muitos pacientes eram tratados com stents não farmacológicos, principalmente diabéticos. Quando o paciente era submetido a revisão depois de seis meses, um ano, o stent já estava fechado, comprometendo a saúde. “Hoje, a gente utiliza o stent farmacológico, que é diferenciado, tem maior custo, porém eleva a qualidade de vida do paciente, isso é um grande avanço para rede pública e para a população usuária do SUS”, enfatizou.

SESAB ABRE VAGAS EM RESIDÊNCIA MÉDICA NO HOSPITAL DE BASE DE ITABUNA

Sesab abre vagas para residência no Hospital de Base de Itabuna

A Secretaria de Saúde da Bahia (Sesab) abriu quatro vagas para residência médica em clínica geral no Hospital de Base de Itabuna. Os novos contratados devem começar a trabalhar a partir de março, após seleção feita pela Sesab.

A chegada dos novos residentes é considerada um passo importante para que o Hospital de Base seja reconhecido como Hospital-Escola pelo Ministério da Educação, o que significa mais recursos para pesquisa, extensão e capacitação de profissionais de saúde.

O hospital já conta com quatro médicos residentes na área de cirurgia-geral e mantém convênios com a Universidade Federal do Sul da Bahia (UFSB), Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc), UniFTC e Unime.

De acordo com o diretor médico do Hospital de Base, médico Eduardo Kowalsky, os novos residentes contribuirão para melhorar o atendimento na área de clínica geral, que tem uma demanda crescente e hoje é responsável por 80% dos procedimentos da instituição, que atende pacientes de cerca de 170 municípios.

EM 2020, HOSPITAL COSTA DO CACAU QUER ATINGIR MARCA DE 12 CIRURGIAS CARDÍACAS POR MÊS

Hospital Costa do Cacau quer ampliar número de cirurgias cardíacas

O Hospital Regional Costa do Cacau (HRCC), em Ilhéus, já realizou mais de 50 procedimentos cardíacos de alta complexidade nos últimos 10 meses. Entre março 2019 e janeiro 2020, foram implantados 38 marcapassos, além de 22 cirurgias cardíacas de agosto do ano passado até este mês, sendo troca valvares e revascularização miocárdica (ponte de safena).

Pacientes com quadro clínico de angina ou infarto agudo do miocárdio geralmente chegam ao hospital pelo setor de Emergência, são submetidos ao cateterismo e, posteriormente, com o resultado dessa intervenção, a equipe médica discute o caso, constatada a necessidade, direciona o enfermo para angioplastia, tratamento clínico ou revascularização do miocárdio.

A unidade hospitalar também atende pacientes encaminhados por meio do Sistema Nacional de Regulação (Sisreg) ou Sistema de Regulação de Urgência e Emergência (Surem). A equipe de cirurgia cardíaca do hospital regional conta com dois médicos cirurgiões cardíacos, Décio Cardoso e Vinícius Augusto, anestesia sob coordenação do médico anestesista Levi Ramos e um perfusionista, Geraldo Ruas.

Além desses profissionais, o hospital dispõe também de uma equipe de cardiologia clínica, com os médicos cardiologistas Ademir Medeiros, Beatriz Setenta, Carolina Santana, Marisa Bastos e Milena Cristina Vieira. Para o médico Almir Gonçalves, diretor assistencial do HRCC, a unidade conta com estrutura de ponta, similar a dos grandes centros da capital e São Paulo, com equipe experiente e capacitada.

TAXA MENOR QUE A NACIONAL

O diretor assistencial afirmou que os óbitos no hospital, em decorrência de cirurgias cardíacas, é bem menor do que a média no país. “A mortalidade geral nacional destas cirurgias, reconhecida pela Sociedade Brasileira de Cardiologia está em 8,3 %, aqui no HRCC 4,5 %, 1 óbito. Nossa perspectiva é ampliar o número de cirurgias para 12 ao mês, contribuindo para redução das filas e restabelecer a saúde física e laboral dos pacientes”, assegurou.

O paciente Leonardo Silva Santos, de 36 anos, morador de Ibirataia, submetido a uma revascularização no miocárdio, veio regulado pelo sistema de saúde e gostou da recepção no HRCC. “Fui atendido em minha cidade, depois fui para o hospital em Ipiaú e de lá vim pela regulação aqui para o Costa do Cacau, fiz a cirurgia aqui e estou evoluindo bem, estou me sentindo melhor, tive um tratamento muito bom aqui”, disse.

José Antônio Sousa, presidente do instituto que faz a gestão da unidade, garante que o Governo da Bahia tem uma atenção especial com a Saúde. “Os investimentos do Governo da Bahia na área da Saúde estão sendo intensificados a cada dia, e é notório os avanços no Hospital Regional Costa do Cacau”.

POLICLÍNICAS REGIONAIS ATINGEM 1 MILHÃO DE ATENDIMENTOS, SEGUNDO A SESAB

Policlínica de Itabuna é uma das 15 unidades já implantadas no estado || Foto Pedro Augusto

As 15 Policlínicas Regionais de Saúde em funcionamento na Bahia atingiram a marca de 1 milhão de atendimentos. São consultas médicas com especialistas e diversos exames como ressonância magnética e tomografia. As unidades estão disponíveis para os 7,8 milhões de cidadãos de 285 municípios das regiões de Guanambi, Jequié, Irecê, Alagoinhas, Feira de Santana, Valença, Santo Antônio de Jesus, Teixeira de Freitas, Paulo Afonso, Juazeiro, Vitória da Conquista, Jacobina, Itabuna, Senhor do Bonfim e Simões Filho, onde estão instaladas as unidades.

Um dos pacientes que foram atendidos em uma policlínica foi o servidor público Marcos Nunes. Morador de Jitaúna, ele teve exames e consultas agendadas para a unidade instalada em Jequié. “Antes da policlínica era muito difícil passar por um especialista. Agora o atendimento é rápido e com qualidade. Fui muito bem acolhido das vezes que estive lá”, conta ele.

Nas unidades, que foram construídas com recursos estaduais, os pacientes têm acesso a uma variedade de especialidades médicas, a exemplo de angiologia, cardiologia, endocrinologia, gastrenterologia, neurologia, ortopedia, oftalmologia, otorrinolaringologia, ginecologia/obstetrícia, mastologia e urologia. Também serão oferecidos diversos exames, como ressonância magnética, tomografia, mamografia, ultrassonografia com doppler, ecocardiografia, ergometria, mapa, holter, eletroencefalograma, eletromiografia, raio-X, eletrocardiograma, endoscopia, colonoscopia, entre outros.

As policlínicas são geridas numa parceria do Governo do Estado e municípios que integram os consórcios. Os municípios cobrem 60% dos custos de operação, sendo que o valor é dividido proporcionalmente ao número de habitantes de cada um deles, e o Estado fica responsável pelos 40% restantes.

De acordo com o secretário estadual da Saúde, Fábio Vilas-Boas, essa marca alcançada mostra a consolidação deste modelo de equipamento. “O conceito dos consórcios regionais tem mudado a maneira de enxergar o sistema de saúde estadual. É um modelo que tem se tornado cada vez mais uma referência de sucesso em todo o Brasil. É referência porque muda o paradigma entre os municípios, diminui os atritos e cria uma nova visão do sistema de saúde, em que todos se sentem parte do processo”, afirma.

O prefeito de Alcobaça, Leo Brito, avalia positivamente o modelo de atendimento nas policlínicas. “Além de suprir demandas na área de saúde, os pacientes têm acesso a mais informações e diagnóstico precoce, desta forma o tratamento pode ser mais eficiente”, destaca ele ao falar dos moradores de seu município que são atendidos na Policlínica em Teixeira de Freitas, no extremo-sul do Estado.

NOVAS UNIDADES

Além das 15 policlínicas que já estão em funcionamento, outras quatro unidades estão em construção nos municípios de Salvador (duas unidades), Barreiras e São Francisco do Conde. Também estão previstas para ter a construção iniciada no próximo ano outras cinco policlínicas nos municípios de Itaberaba, Brumado, Eunápolis, Serrinha e Ribeira do Pombal.

GOVERNOS ASSINAM ORDEM DE SERVIÇO PARA TRANSFORMAR O REGIONAL EM MATERNIDADE

Perspectiva da unidade materno-infantil de Ilhéus que funcionará no antigo Regional

Governos estadual e municipal assinam na próxima sexta (6), em Ilhéus, ordem de serviço para início das obras de transformação do Hospital Geral Luiz Viana Filho em unidade materno infantil de alta complexidade.

A ordem será assinada pelo prefeito Mário Alexandre e pelo secretário estadual de Saúde, Fábio Vilas-Boas, em horário ainda não divulgado. A ordem de serviço será assinada com quase dois anos de atraso. A transformação do Regional em maternidade foi prometida para 2018, o que não ocorreu.

O investimento anunciado para a obra de reforma e ampliação da estrutura do antigo Regional, transformando-o em maternidade, é de R$ 34 milhões. A verba, conforme o governo estadual, contempla também a aquisição de equipamentos para a unidade de saúde na Conquista. A maternidade terá 90 leitos, UTIs neonatal e pediátrica e centro cirúrgico e obstétrico, segundo o secretário estadual de Saúde, Fábio Vilas-Boas.

CRISE NO ATENDIMENTO MATERNO-INFANTIL

Ilhéus e Itabuna, principais municípios do sul da Bahia, vêm enfrentando séria crise no atendimento pediátrico, ginecológico e obstétrico, com registro de mortes de recém-nascidos e crianças. Na semana passada, foram registradas mortes por falta de estrutura de atendimento ou omissão de socorro na Maternidade Ester Gomes e Hospital Manoel Novaes, em Itabuna, e na Maternidade Santa Helena, em Ilhéus.

Familiares do pequeno Levi protestaram em Itabuna neste sábado || Imagem TV Santa Cruz

Ontem (30), familiares de uma das vítimas, Levi Messias Nonato Alves, de 9 meses, fizeram protesto no Centro de Itabuna. No início da semana passada, a criança faleceu após problemas no primeiro atendimento, em Pau Brasil. A via-crúcis continuou na Maternidade Ester Gomes, de onde foi encaminhado para o Hospital Manoel Novaes, falecendo após espera de mais de meia hora no hospital mantido pela Santa Casa de Misericórdia.

HOSPITAL MANOEL NOVAES VOLTARÁ A ATENDER PELO SUS SEM RESTRIÇÕES, DIZ SECRETÁRIO

Rui diz que atendimento pediátrico será normalizado || Foto Pimenta

Atendimento no Manoel Novaes será normalizado

O governador Rui Costa e o secretário de Saúde da Bahia, Fábio Vilas-Boas, asseguraram que o atendimento pediátrico no Hospital Manoel Novaes, em Itabuna, não terá mais as restrições impostas pelo município em agosto. A garantia foi dada durante a inauguração da Policlínica Regional de Saúde, em Itabuna, hoje (20).

Desde o mês passado, partos e atendimentos de baixa e média complexidade na área pediátrica têm sido feitos apenas na Maternidade Ester Gomes (Mãe Pobre), por decisão da Secretaria de Saúde de Itabuna. Apenas os de alta complexidade eram direcionados, pela Central de Regulação, para o Hospital Manoel Novaes. Essa restrição cairá, de acordo com Rui e Fábio Vilas Boas.

Durante a coletiva, Rui Costa enfatizou que alguns municípios – caso de Itabuna – têm a gestão plena da Saúde e autonomia para agir, porém o governo estadual, via Sesab, está dialogando em busca de soluções. “O secretário Fábio Vilas-Boas fez reunião com toda a rede hospitalar da região [para tratar dos atendimento]”, disse em resposta a pergunta do blog.

REUNIÃO COM A REDE HOSPITALAR

O secretário estadual da Saúde, Fábio Vilas Boas, disse que, durante a reunião, ficou decidido que o atendimento na rede hospitalar será normalizado. “Nós fizemos uma reunião ontem com todos os diretores de hospitais e com o secretário de Saúde de Itabuna, Uildson Nascimento. E chegamos a um entendimento que vai viabilizar o retorno ao funcionamento normal da rede”, disse ele ao PIMENTA.

Governador e secretário inauguraram, nesta manhã de sexta, a 13ª Policlínica Regional de Saúde do Estado. A nova policlínica atenderá pacientes do SUS de 29 municípios do sul e centro-sul da Bahia em Itabuna.

Veja também

RUI SE NEGA A FALAR SOBRE LULA E POLÍTICA NA INAUGURAÇÃO DE POLICLÍNICA EM ITABUNA


———–

POLICLÍNICA DE CONQUISTA ABRE INSCRIÇÕES PARA PROCESSO SELETIVO COM 68 VAGAS

Inscrições para processo seletivo estão abertas

O Consórcio Interfederativo de Saúde da Região de Vitória da Conquista e Itapetinga abriu, nesta terça-feira (12), inscrições no processo seletivo para a contratação de profissionais para diversos cargos. No total, são 68 vagas para assistente administrativo, assessor técnico, assistente social, médico, enfermeiro, psicólogo, farmacêutico, nutricionista, ouvidor, técnico em enfermagem e técnico em radiologia, além de cadastro de reserva. Para acessar o edital, clique aqui.

O candidato tem até o dia 3 de março para se inscrever mediante ao pagamento de taxa que varia de R$ 50,00 a R$ 90,00, a depender do cargo pretendido e carga horária de trabalho semanal. As provas objetivas serão aplicadas pela Fundação de Apoio a Educação e Desenvolvimento Tecnológico (Fundação Cefet Bahia) no dia 7 de abril.

O processo seletivo terá duas etapas, sendo a primeira a prova objetiva de caráter classificatório e eliminatório todos os cargos. A segunda etapa da seleção será a prova de títulos de caráter classificatório. Os candidatos ao cargo de assistente administrativo não passam por essa etapa.

O resultado final do processo será será publicado no dia 23 de maio e as contratações devem ser feitas até junho. O salário varia de R$ 1.188,13 a R$ 5 mil. O contrato de serviço terá validade de dois anos, podendo ser prorrogado por igual período. Clique aqui para se inscrever.

ILHÉUS AMPLIA CAPACITAÇÃO PARA PREVENÇÃO AO SARAMPO

Capacitação envolveu profissionais da área de saúde || Foto Clodoaldo Ribeiro/GovIlhéus

Técnicos da Secretaria Estadual de Saúde (Sesab) promoveram capacitação, em Ilhéus, sobre manejo clínico do sarampo para todos profissionais das redes pública e privada do município, ontem (26). O treinamento, mediado pelo Departamento de Vigilância em Saúde, da Secretaria de Saúde de Ilhéus, teve como público alvo enfermeiros e médicos clínicos.

Segundo o diretor do Departamento de Vigilância em Saúde de Ilhéus, Gleidson Santana Souza, a capacitação abrange profissionais de várias esferas da saúde. “É preciso que os casos com suspeita da doença, ou confirmadas, tenham todas as medidas de controle realizadas. Esse paciente não pode ser encaminhado de volta pra casa sem ter passado, de imediato, pelas ações de bloqueio epidemiológico”, explicou.

Segundo a enfermeira técnica da Vigilância Epidemiológica e do Núcleo Regional de Saúde da Sesab, Marisa Susmaga, é preciso haver um esforço conjunto para que o surto da doença não ocorra na cidade. A capacitação contou com palestras do médico Gustavo Cunha, sobre o manejo clínico do sarampo e da técnica Cássia Virgínia, que falou sobre a vigilância epidemiológica voltada ao sarampo.

VACINAÇÃO

O sarampo ocorre uma vez na vida, e se a pessoa já teve a doença não precisa vacinar outra vez. A imunização acontece de forma normal para crianças até os cinco anos. Acima dessa idade até aos 29 anos, é preciso duas doses de a tri viral para o indivíduo ser imunizado. Pelo protocolo do Ministério da Saúde, dos 30 aos 49 anos, com apenas uma dose do tríplice viral já conta como imunizado.

VILAS-BOAS E FG INSPECIONAM OBRAS DA POLICLÍNICA REGIONAL DE ITABUNA

Fábio Vilas-Boas fará inspeção de obras nesta sexta || Foto Mateus Pereira/GOVBA

O prefeito Fernando Gomes e o secretário estadual de Saúde, Fábio Vilas-Boas, vão inspecionar as obras de construção da Policlínica Regional de Saúde, nesta sexta (10). A unidade de saúde está sendo construída na Avenida J.S. Pinheiro, no Lomanto, em Itabuna.

Da inspeção, também participa o prefeito de Itacaré e presidente da Amurc, Tonho de Anízio. A visita está marcada para as 9h30min. Quando estiver em funcionamento, a policlínica atenderá pacientes de 31 municípios sul-baianos em várias especialidades.

COSTA DO CACAU

Vilas-Boas deverá visitar, ainda, o Hospital Regional Costa do Cacau, que deverá mudar de gestão nos próximos meses. Uma licitação está sendo feita. Hoje, o hospital é administrado pelo Instituto Gerir.

PEDIATRIA DO HOSPITAL DE ILHÉUS ATENDERÁ PELO SUS; PREFEITURA E SESAB SELAM ACORDO

Autoridades e servidores em negociação de acordo com o Hospital de Ilhéus

Ainda neste mês, o Hospital de Ilhéus, entidade privada, oferecerá atendimento pediátrico pelo SUS, segundo acordo fechado pela Prefeitura de Ilhéus e a Secretaria Estadual de Saúde (Sesab), ontem (17). As negociações envolveram o titular da Sesab, Fábio Vilas-Boas, e o prefeito Mário Alexandre (Marão).

De acordo com o diretor do Hospital de Ilhéus, Jorge Viana, o contrato será assinado nesta semana e a unidade passará a ofertar consultas ambulatoriais e de urgência, além de internação em enfermarias.

O investimento anual em custeio será da ordem de R$ 5,2 milhões. Para o secretário estadual da Saúde, Fábio Vilas Boas, esse contrato garantirá segurança e qualidade no atendimento pediátrico durante o período em que o Hospital Regional Luiz Viana estiver sendo reformado para tornar-se uma unidade materno-infantil de alta complexidade.

ROSEMBERG DIZ QUE LUTARÁ POR MANUTENÇÃO DO HOSPITAL DE CAMACAN

Reunião na Sesab discutiu manutenção do Hospital de Camacan

O deputado estadual Rosemberg Pinto (PT) se reuniu, nesta terça-feira (30), com o secretário de Saúde do Estado da Bahia, Fábio Villas-Boas, parlamentares federais, prefeitos e vereadores do Litoral Sul para discutir a manutenção e ampliação do atendimento da Fundação Hospitalar de Camacan.

Com a ampliação do número de leitos e atendimentos à região, após a inauguração, em dezembro último, do Hospital Regional Costa do Cacau, em Ilhéus, houve uma redução do número de atendimentos na unidade médica de Camacan.

Visando a manutenção da saúde financeira da Fundação, a Sesab orientou que o hospital amplie procedimentos de obstetrícia e ortopedia. Além disso, as prefeituras da região deverão indicar os pacientes prioritários para atendimento em Camacan.

O deputado Rosemberg informou que vai lutar para buscar recursos para adequar e melhorar a Fundação Hospitalar de Camacan com equipamentos necessários aos procedimentos solicitados pela Sesab. “É de fundamental importância manter em funcionamento um equipamento de saúde tão importante para toda a região”, defendeu o parlamentar petista.

Também participaram da audiência os deputados federais Davidson Magalhães e Antônio Brito, além dos prefeitos de Camacan, Oziel Bastos (Oziel da Ambulância); de Santa Luzia, Antônio Guilherme, que preside o Consórcio Intermunicipal da Mata Atlântica (Cima); a prefeita de Pau Brasil, Babi de Prado; e de Itaju da Colônia, Djalma Duarte; além dos vereadores Acácio Miranda e Nego Elder, ambos de Pau Brasil.

NOVO HOSPITAL DE ILHÉUS DIVULGA LISTA DE APROVADOS; 45 SÃO CONVOCADOS

Hospital divulgou lista de aprovados em seleção pública

Com um dia de atraso, o Instituto Gerir divulgou neste domingo (10) a lista de aprovados em seleção pública para vagas no Hospital Regional Costa do Cacau, em Ilhéus. Os profissionais deverão ser contratados imediatamente. O hospital estadual será inaugurado na próxima sexta (15) e deverá entrar em funcionamento no dia 18.

Os aprovados são para as vagas de Almoxarife, Assistente de Departamento Pessoal, Assistente Farmácia, Assistente Social, Auxiliar Administrativo, Biomédico, Enfermeiro, Enfermeiro do Trabalho, Enfermeiro Especialista em Terapia Intensiva e Farmacêutico.

A lista de profissionais aprovados tem, ainda, Faturista, Fisioterapeuta, Especialista em PGRS, Técnico em Imobilização Ortopédica, Técnico em Enfermagem, Técnico em Informática e Técnico em Segurança do Trabalho. O processo seletivo também serviu para formar cadastro de reserva.

HOSPITAL CONVOCA 45 APROVADOS

Já para esta segunda (11), estão sendo convocados 45 aprovados para as vagas de Almoxarife, Assistente de Farmácia, Farmacêutico e Enfermeiro. A lista completa pode ser acessada no link de lista dos convocados. A apresentação com os documentos para a contratação deverá ser no horário das 9h às 11h, no setor de Recursos Humanos do Hospital da Costa do Cacau, na Rodovia Ilhéus-Itabuna, no Banco da Vitória.

1 — CONFIRA A LISTA DOS APROVADOS E CADASTRO RESERVA

2 — CONFIRA LISTA DOS CONVOCADOS (11.DEZ)

 

________

________

ESTADO MANTERÁ FUNCIONÁRIOS EFETIVOS E CONTRATADOS DO REGIONAL, DIZ VILAS-BOAS

Secretário diz que Estado manterá efetivos e contratados || Foto Mateus Pereira/GOVBA

Após reunião mantida com o governador Rui Costa e o prefeito de Ilhéus, Mário Alexandre Sousa, o secretário de Saúde da Bahia, Fábio Vilas-Boas, disse que não há motivo para apreensão por parte dos servidores estaduais lotados no Hospital Geral Luiz Viana Filho. A unidade serão transformada em hospital unidade pediátrica com a inauguração do Hospital do Cacau.

De acordo com o secretário, “uma parte dos atuais servidores lotados no Hospital Luiz Viana Filho será realocada para o Hospital Costa do Cacau e outra parte ficará na unidade, que permanecerá aberta, com atendimento pediátrico, até o início da reforma que vai transformar o atual hospital em unidade materno-infantil municipal.”

Fábio Vilas-Boas explicou que durante o período de obras no Hospital Luiz Viana Filho, os servidores que não forem transferidos para o Costa do Cacau serão cedidos às unidades municipais da rede de saúde de Ilhéus. “Ao fim do período de realização da obra, que será custeada pelo governo do Estado, esses servidores retornarão ao Luiz Viana, já transformado em hospital materno-infantil”, acrescentou.

No caso dos servidores de áreas administrativas do Hospital Geral Luiz Viana, eles podem espontaneamente optar pela transferência para outras unidades do Governo do Estado da Bahia instaladas no município ou na Região Sul. O secretário confirmou que a Superintendência de Recursos Humanos (SUPERH) da SESAB coordenará o processo de transição dos funcionários a partir desta semana.

TERCEIRIZADOS

No caso dos funcionários terceirizados que prestam serviços ao Hospital Geral Luiz Viana, o secretário Fábio Vilas-Boas afirmou que “serão readmitidos, majoritária e preferencialmente, nas vagas disponibilizadas no Hospital Regional Costa do Cacau.”

ESTADO E PREFEITURA EXPLICAM COMO SERÁ TRANSIÇÃO DO REGIONAL PARA HOSPITAL COSTA DO CACAU

Hospital Regional passará por reformas para ser transformada em maternidade

– Reforma do Hospital Regional deve durar 9 meses e custar R$ 8 milhões

– Perguntas e respostas esclarecem dúvidas

– Hospital Regional permanecerá aberto, com atendimento exclusivo de pediatria, até ser transformado em unidade materno-infantil

O secretário estadual de Saúde, Fábio Vilas-Boas, e o prefeito de Ilhéus, Mário Alexandre, firmaram compromissos para garantir a assistência à saúde no período de reforma do Hospital Geral Luiz Viana Filho. Com a inauguração do Hospital Costa do Cacau em dezembro, no Banco da Vitória, o Regional será transformado no Hospital Materno Infantil de Ilhéus. A previsão é de que a reforma dure nove meses.

O prefeito se comprometeu em reabrir postos de saúde (ampliando a rede de atenção básica), abrir dois ambulatórios de pediatria e ampliar, imediatamente, o atendimento de urgências clínicas e ortopédicas 24 horas no Hospital São José e na Clínica Coci. Outro compromisso foi o de credenciar serviços de urgência e internação pediátricas 24 horas na sede do município, além de incrementar e renovar serviços de obstetrícia com a Maternidade Santa Helena por mais um ano.

O compromisso do estado será viabilizar a manutenção do funcionamento do Hospital Luiz Viana Filho de forma complementar ao Hospital Costa do Cacau (HRCC) até o início das obras de reforma da unidade, além de ceder servidores do grupo saúde para atuarem no novo hospital-maternidade municipal.

Dentre as obrigações do Estado, também está a cessão temporária de equipamentos para a Maternidade Santa Helena qualificar leitos de UTI e semineonatal. O governo baiano também deverá fazer a transferência mensal para o fundo municipal de saúde de Ilhéus de recurso financeiro de aproximadamente de R$ 400 mil para apoiar o contrato da Maternidade e o credenciamento de serviço de pediatria.

Quanto aos atuais servidores lotados no Hospital Luiz Viana Filho, parte será realocada no HRCC e parte permanecerá na nova estrutura hospitalar materno-infantil municipal que surgirá após a reforma da unidade. Já os funcionários terceirizados serão avaliados pela Organização Social que administrará o HRCC a fim de preencher, se possível, as vagas na unidade.

Durante o período de reforma do Hospital Luiz Viana Filho, os servidores que não forem transferidos para o HRCC permanecerão cedidos às unidades municipais de Ilhéus, ao fim do qual retornarão ao Luiz Viana, já transformado em hospital materno-infantil.

Abaixo, clique no link “leia mais” e confira uma sequência de perguntas e respostas de nota conjunta da Secretaria Estadual de Saúde e da Prefeitura de Ilhéus sobre o período de transição do Luiz Viana para o Hospital do Cacau. :: LEIA MAIS »

“BALEIA AZUL”: SESAB INDICA MEDIDAS DE PROTEÇÃO E ORIENTAÇÃO DE ADOLESCENTES

Villas Boas: medidas de proteção a jovens e adolescentes (Foto Alfredo Filho).

Villas Boas: medidas de proteção a jovens e adolescentes.

A Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab) determinou a adoção de medidas necessárias para proteger e orientar adolescentes devido a suspeitas de tentativas de suicídio estimuladas pelo jogo virtual Baleia Azul. O secretário da saúde Fábio Vilas-Boas anunciou força-tarefa para investigar casos de jovens que procuraram assistência hospitalar nos últimos dias por causa de atos de automutilação e outros ferimentos autoprovocados.

“A orientação aos pais e educadores dos jovens é que se registre a ocorrência, seja preservado o material (celular e/ou computador) e prestado atendimento médico imediato”, disse Vilas-Boas. A Sesab determinou que hospitais, prontos socorros, unidades de saúde e demais serviços de atendimento médico na Bahia redobrem a atenção em situações de automutilação e uso inadequado de medicamentos por crianças e adolescentes.

Para a família, a recomendação é que, ao identificar algum comportamento suspeito, leve a criança ou adolescente para a unidade de saúde mais próxima. “A situação é delicada e os pais devem ficar atentos ao comportamento de seus filhos. Trata-se de um jogo criminoso que tomou conta das redes sociais e está vitimando crianças”, observa.

Uma nota técnica da secretaria vai orientar a conduta dos profissionais de saúde frente a este tipo de situação. Além disso, uma rede de serviços esta à disposição para dar suporte aos casos que forem registrados, tanto com assistência clínica quanto psicológica, em unidades como os Centros de Atenção Psicossocial (CAPS) e o Núcleo de Prevenção ao Suicídio do Centro Antiveneno da Bahia.

Caso haja algum sinal de automutilação, o encaminhamento deve ser feito para o pronto socorro, de um hospital ou de uma Unidade de Pronto Atendimento 24h (UPA). Órgãos de saúde, educação e segurança pública estão trabalhando em conjunto para dar uma resposta à sociedade frente a este grave problema.

SINAIS DE ALERTA

Adolescentes saudáveis também podem ser atraídos pelo jogo por curiosidade ou pela sedução do proibido e acabar se colocando em perigo. Por isso, é importante ficar atento aos sinais de que os filhos possam estar entrando na brincadeira ou estejam precisando de ajuda.

baleia azul2

 

Importante é manter as crianças e adolescentes protegidos e com a assistência necessária. Em casos de identificação de comportamentos suicidas, deve-se ligar para Centro de Informações Antiveneno (0800 284 4343), que funciona 24 horas, ou para o telefone 141, para receber orientações de como proceder.

PAULO BICALHO NA SESAB

Bicalho foi nomeado para cargo na Sesab.

Bicalho foi nomeado para cargo na Sesab.

Elogiado pelo trabalho desenvolvido no Hospital de Base e na Secretaria de Saúde de Itabuna, o médico Paulo Bicalho acaba de ser nomeado diretor de Gestão da Rede Própria da Secretaria Estadual de Saúde (Sesab) pelo governador Rui Costa.

O cargo está na estrutura da Superintendência de Atenção Integral à Saúde da Sesab. A nomeação foi publicada na edição desta quinta (16) do Diário Oficial do Estado.

HOSPITAL PEDE SOCORRO EM IBICARAÍ

Prefeito pediu ajuda à Sesab, mas resposta foi negativa (Foto Marcos Japu).

Prefeito pediu ajuda à Sesab, mas resposta foi negativa (Foto Marcos Japu).

Com dificuldades financeiras, o Hospital Arlete Maron, de Ibicaraí, terá que reduzir os atendimentos. A expectativa é do prefeito Lenildo Santana (PT), que na segunda-feira (4) foi até Salvador para pedir ajuda ao Governo do Estado, na tentativa de evitar o colapso da unidade de saúde.

Segundo Lenildo, a dificuldade de atender os pacientes se acentuou com o avanço dos casos de zika, dengue e chikungunya no município de 24 mil habitantes. O prefeito alega que o hospital não tem recebido o suporte necessário da Secretaria de Saúde do Estado.

Lenildo pediu a intervenção do secretário de Relações Intitucionais, Josias Gomes, junto à Sesab, mas a resposta foi desanimadora. Ao site Bahia Notícias, o prefeito declarou que a Sesab disse não ter condições de oferecer ajuda no momento.

De acordo com o gestor de Ibicaraí, o Hospital Arlete Magalhães tem uma despesa mensal de R$ 120 mil e acumula dívidas no valor de R$ 250 mil. A unidade, segundo Lenildo, atende cerca de 300 pessoas por dia.



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia