WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
alba


jamile_yamaha

sintesi17

novembro 2017
D S T Q Q S S
« out    
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
2627282930  

editorias


:: ‘sul da Bahia’

ACUSADO DE TRÁFICO NO SUL DA BAHIA MORRE EM CONFRONTO COM PMs EM IBICARAÍ

Dênis comandava “boca de fumo”, segundo polícia || Montagem Pimenta

Um homem com passagens por tráfico de drogas e homicídios em pelo menos três municípios do sul da Bahia foi baleado, na manhã desta sexta-feira (10), durante operação policial para combater a criminalidade em Ibicaraí. Valdenir de Jesus dos Santos, o Dênis, 30 anos, foi internado no Hospital Municipal de Ibicaraí, mas não resistiu aos ferimentos.

Com o traficante, policiais da Rondesp Sul e do Pelotão de Emprego Tático Operacional (Peto) apreenderam um revólver e 145 buchas de maconha que eram comercializadas num imóvel no Bairro Bela Vista. Além de apontado como dono de “boca de fumo”, Dênis é acusado de, pelo menos, dois assassinatos nos municípios de Itacaré e Una. De acordo com os policiais, os comparsas de Dênis conseguiram fugir do cerco.

SEMANA DO EMPREENDEDORISMO OFERECE CURSOS GRATUITOS NO SUL DA BAHIA

Michel Lima, do Sebrae no sul da Bahia || Foto Maurício Maron/Agência Sebrae

Michel Lima, do Sebrae no sul da Bahia: empreendedorismo || Foto Maurício Maron/ASN

Durante as comemorações pela Semana Global do Empreendedorismo 2017, o Sebrae promoverá oficinas e capacitações gratuitas. As atividades começam amanhã (7) e se encerram na sexta (10). As inscrições já estão disponíveis na loja virtual do Sebrae Bahia, ou pelos telefones (73) 3613-9734, em Itabuna, (73) 3634-4068, em Ilhéus, ou ainda pela Central de Relacionamento Sebrae, pelo 0800 570 0800.

O aumento no número de pessoas em busca do próprio negócio, em função do desemprego, tem elevado a preocupação sobre a preparação desses empreendedores na condução dos empreendimentos.

“Por isso, o objetivo dessas atividades visa chamar a atenção dessas pessoas sobre o processo necessário de preparação para empreender em qualquer negócio. Por um lado, a ideia é reduzir o índice de mortalidade das empresas e, por outro, incentivar o empreendedorismo mais responsável”, destacou o gerente adjunto do Sebrae em Ilhéus, Michel Lima.

PROGRAMAÇÃO

Em Itabuna, a semana inicia com a Oficina Sei Controlar Meu Dinheiro, na terça-feira, 7, das 18h às 22h, na sala de Treinamento Sebrae Itabuna, na Rua Paulino Vieira, 175, Centro. Com uma carga horária de quatro horas, os microempreendedores individuais terão acesso a conteúdos sobre controle de caixa, contas a receber, contas a pagar e caixa futuro. :: LEIA MAIS »

UNIDADE MÓVEL DA DEFENSORIA PÚBLICA ATENDERÁ EM ITAPÉ NA SEXTA

Unidade Móvel da Defensoria Pública atenderá em Itapé na sexta (10)

Unidade Móvel da Defensoria Pública atenderá em Itapé na sexta (10)

Moradores do município de Itapé receberão orientação jurídica e terão a oportunidade de resolver extrajudicialmente os mais diversos tipos de conflitos e realizar exames de DNA, para investigação de paternidade, de forma gratuita, no dia 10 de novembro. O atendimento será feito pela Defensoria Pública do Estado da Bahia (DPE-BA) em sua Unidade Móvel, na Praça Fenelon Santos, no centro da cidade, das 8h às 12h e das 13h30min às 16h da próxima sexta.

Entre os documentos básicos que precisam ser apresentados no atendimento estão RG, CPF, comprovante de residência, certidão de nascimento dos filhos (se tiver) e todos os documentos necessários para a resolução da demanda. Em caso de dúvidas, o cidadão pode ligar para o Disque Defensoria, através do telefone 129, de um telefone fixo, ou baixar o aplicativo Defensoria Bahia para Android ou iOS.

Segundo o defensor público Márcio Marcílio, “a proposta da Unidade Móvel é ampliar o atendimento da Defensoria Pública e fazê-la chegar à população das comarcas que ainda não têm um defensor público ou intensificar o trabalho que é feito em comarcas que já possuem unidade defensorial, buscando sempre a pacificação e a resolução extrajudicial dos casos”. Márcio é coordenador da Unidade Móvel.

“Durante a nossa visita, que acontece pela primeira vez na cidade de Itapé, além de orientações jurídicas, vamos tentar a resolução extrajudicial de casos de alimentos, regulamentação de visitas e guardas dos filhos, divórcio consensual, regularização de débito de pensões alimentícias e conflitos de direito de vizinhança. Nosso objetivo é aproximar a Defensoria da população e fazer com que cada um tenha acesso aos seus direitos”, acrescentou o subcoordenador da 4ª Regional da Defensoria, que fica em Itabuna, Walter Nunes Fonseca Junior.

:: LEIA MAIS »

YRERÊ LANÇA NOVA LINHA DE CHOCOLATES FINOS NO SALÃO DE PARIS

Yrerê lança nova linha de produtos no Salon du Chcolat, em Paris || Foto Divulgação

Yrerê lança nova linha de produtos no Salon du Chcolat, em Paris || Foto Divulgação

A Fazenda Yrerê lançou nova linha chocolates e derivados do cacau (nibs e amêndoas caramelizadas) durante o Salão do Chocolate, em Paris, no último final de semana.

A nova linha da Yrerê conta agora com seis produtos, que vão de chocolates com 55% e 72% de cacau, em formatos de oitenta e trinta gramas e caixas de duzentos gramas de amêndoas de cacau caramelizadas com açúcar demerara orgânico e nibs de cacau.

Os produtos da Fazenda Yrerê são feitos com cacau colhidos na fazenda, elaborados no sistema cacau fino de pós-colheita e fabricados da Bahia Cacau. Além de produtora da chocolates e derivados, a Fazenda Yrerê trabalha também com turismo rural e está localizada na Rodovia Jorge Amado (BR-415), em Ilhéus, no sul da Bahia.

A participação da fazenda Yrerê no Salão do Chocolate em Paris, segundo Gerson Marques, é resultado da parceria da Associação dos Produtores de Chocolates do Sul da Bahia (Chocosul) com a Secretaria de Desenvolvimento Rural da Bahia (SDR) e Federação da Indústria do Estado da Bahia (Fieb).

SHOPPING JEQUITIBÁ OBTÉM CERTIFICAÇÃO ISO 9001:2015

Equipe comemora obtenção da ISO 9001:2015

Manoel Chaves Neto (a esq) comemora com a equipe a obtenção da ISO 9001:2015

O Shopping Jequitibá, de Itabuna, conquistou a ISO 9001-2015, principal referência de excelência de sistema de gestão de qualidade para produtos e serviços. A obtenção do certificado foi comemorada pela equipe nesta semana.

Para o shopping, o certificado significa que “a empresa mantém seus processos e ações voltados para a satisfação dos interesses internos e externos”. A abordagem baseia-se em gestão por processo, padronização, capacitação, abordagem de riscos, tratamento de não conformidades e melhoria do Sistema de Gestão da Qualidade (SGQ).

Dentre os benefícios obtidos com a certificação, a direção do Shopping Jequitibá aponta equipe ainda mais motivada, a satisfação do cliente como foco principal do negócio e a conquista de novos negócios aliada à consolidação de imagem perante o mercado.

NOVOS NEGÓCIOS E IMAGEM

Há 17 anos no mercado, o shopping observa que obter a certificação ISO 9001 “demonstra que a empresa se preocupa com a forma como é vista pelos clientes, que deseja melhorar continuamente e está aberta a novas oportunidades e parcerias”.

Na visão do empreendimento, de forma geral, a nova versão 2015 da ISO oferece múltiplos benefícios não apenas como uma ferramenta de gestão da qualidade, mas como um fator potente para melhoria dos negócios, dos processos, dos produtos/serviços e das pessoas.

EQUIPE MOTIVADA E SATISFAÇÃO DO CLIENTE

Ao implementar a Isso 9001, observa a direção do centro de compras, a organização evidencia ao colaborador o que pensa e o que quer para o futuro, que quer melhorias contínuas e que não quer ficar estagnada no mercado. “Isso, com certeza, é um fator motivador para que se queira trabalhar melhor, rever conceitos, e abraçar as mudanças que a certificação acarreta, além de promover um melhor entendimento dos seus processos e suas interrelações”.

Outro ponto é a satisfação do cliente. O foco não é o produto ou o serviço, mas a satisfação do cliente. “Para tanto precisamos entender os sentimentos dos nossos clientes e buscar a sua satisfação e como criar valor para eles”.

ITACARÉ SEDIA CAMPEONATO BAIANO DE STAND UP

Itacaré sedia etapa do Campeonato Baiano de St

Itacaré sedia etapa do Campeonato Baiano de Stand UP

Começa nesta quarta-feira (18), em Itacaré, a 6ª Etapa do Campeonato Baiano de Stand Up Paddle. A competição reunirá cerca de 150 atletas baianos distribuídos nas categorias Kids, Júnior, Fun Race, Race Amador, Race Pro 12 e 14 e Paddle Board. O evento será encerrado no próximo sábado (21) na Praia da Concha.

De acordo com a programação, nesta quarta-feira começam a chegar os atletas, com a abertura oficial do evento prevista para as 20 horas. No dia seguinte acontecerá o início da Clínica de Sup Race e a entrega dos kits. Na sexta-feira prosseguem a Clínica de Sup Race e a entrega dos kits durante todo o dia e às 19 horas será a vez do congresso técnico.

As disputas começam no sábado às 8 horas da manhã, na Praia da Concha, com a abertura da arena. Às 10 horas da manhã acontecem as largadas das categorias Kids e Júnior. Às 11 horas será a vez das largadas das categorias Fun Race e Race Amador. Às 13 horas disputam as categorias Rece Pro 12’6, Race 14’ e Poddle Board. O fechamento da arena será às 15 horas, seguindo com a premiação e festa para os atletas e amantes do esporte.

:: LEIA MAIS »

CEPLAC BUSCA NOVAS FONTES PARA FOMENTAR CACAU

Ceplac busca recursos externos e recuperar autonomia || Foto Divulgação

Ceplac busca recursos externos e recuperar autonomia || Foto Divulgação

Do Valor

A Comissão Executiva do Plano da Lavoura Cacaueira (Ceplac), que atualmente responde à secretaria-executiva do Ministério da Agricultura, está dando os primeiros passos para recuperar sua autonomia de gestão e de financiamento. O objetivo da Ceplac é acessar recursos externos ao orçamento federal, como de fundos internacionais de fomento.

Em pouco mais de um mês, uma consultoria será contratada por licitação para definir o novo modelo jurídico da Ceplac para permitir que ela receba esse tipo de recursos. A expectativa dentro do órgão é que a consultoria elabore esse modelo até fevereiro ou março.

Ainda não estão definidas quais fontes de financiamento a comissão poderá acessar, mas já foi sinalizada a possibilidade de buscar doações internacionais através dos projetos Fundo Verde para o Clima – submetido às Nações Unidas – e World Cocoa Foundation (WCF) – financiado pelas maiores companhias que atuam na produção de chocolate, tais como a suíça Nestlé e a americana Mars. Os detalhes constam de um relatório produzido por um grupo de trabalho do Ministério da Agricultura e que foi obtido pelo Valor.

A autonomia administrativa e financeira já foi uma realidade para a Ceplac, mas em setembro de 2016 ela foi subordinada ao Ministério da Agricultura, e desde então passou a ser financiada diretamente pelo orçamento da Pasta.

Juvenal Maynart, diretor geral da Ceplac

Juvenal Maynart, diretor geral da Ceplac

A restrição orçamentária da Ceplac, porém, data de mais tempo. Há quase 30 anos, o órgão não realiza concurso público para contratar novos funcionários. Nesse meio tempo, a comissão enfrentou a pior crise do setor cacauicultor, provocada pela vassoura-de-bruxa no sul da Bahia.

A Ceplac já chegou a ter 4,2 mil funcionários, mas hoje o quadro tem 1,7 mil, sendo que 1,2 mil já têm idade e tempo de serviço suficientes para se aposentar. A falta de novos concursos também impediu a entrada das novas gerações, mais familiarizadas com ferramentas digitais.

O enxugamento do orçamento aprofundou-se nos últimos anos. Em 2012, foi fixado um orçamento de R$ 25,2 milhões para a comissão, mas a execução ficou em R$ 22,2 milhões. No ano passado, o valor orçado foi de R$ 22,7 milhões, mas somente R$ 17,3 milhões foi empenhado. Para este ano, o orçamento caiu para R$ 17,1 milhões.

Uma fonte externa de financiamento é vista dentro do órgão como uma saída para garantir o apoio da Ceplac para o fomento do cultivo de cacau pelo sistema agroflorestal. Nesse sistema, os cacaueiros são plantados junto à floresta nativa, um modelo que já é adotado no Pará. :: LEIA MAIS »

FTC PRESTA HOMENAGEM A 22 EDUCADORES SUL-BAIANOS

Durval França Filho, de Canavieiras, é um dos homenageados desta noite

Durval França Filho, de Canavieiras, é um dos homenageados desta noite

Durante solenidade na noite de hoje (17), a FTC Itabuna concederá o Mérito Educacional FTC para 22 professores que contribuíram para o desenvolvimento da Educação no Sul da Bahia. A iniciativa da FTC visa recuperar a história de homens e mulheres que, nas últimas décadas, dedicaram suas vidas a educar gerações “visando transformar para melhor a sociedade”.

A solenidade de entrega de placas acontece a partir das 19 horas, no espaço Terceira Via Hall. Esta é a 5ª edição do Mérito Educacional FTC, que já contemplou 139 professores de Itabuna e de outros nove municípios da área de abrangência da Faculdade no Sul da Bahia.

Muitos dos educadores homenageados trazem em suas biografias histórias de superação de desafios no exercício do magistério que foram trazidas à luz a partir da iniciativa da FTC.

HOMENAGEADOS 2017

1. Aldaci Santos dos Reis
2. Durval França Filho
3. Eliane Nascimento Souza
4. Enedilse Santos de Oliveira
5. Iolanda Maria Guedes
6. Janaína de Souza Almeida
7. Lídia Maria Bomfim Lima
8. Lúcia Vitória Braitte Carmo Kruschewisky Rehem
9. Manuel Pazos Garrido
10. Maria da Conceição Santos de Oliveira
11. Maria Jovelina Oliveira dos Santos
12. Maria Olívia Lisboa Almeida
13. Maria Rita Cerqueira de Oliveira
14. Maria Selma Teixeira
15. Marlinda Monteiro de Araújo
16. Mery Kalid
17. Miriam Ferreira Santos Araújo
18. Norma Lúcia Tavares de Oliveira
19. Ofélia Gomes Campos
20. Sônia Maria Fonseca Santos
21. Valeriano Hora Amaral Júnior
22. Zaíde Magalhães Kalid

UESC PROMOVE CURSO DE CRIAÇÃO E REGISTRO DE MARCAS PARA MICROCERVEJARIAS

Neca, da Uesc, promove curso de criação de marcas e registro de cervejas

Neca, da Uesc, promove curso de criação de marcas e registro de cervejas

Encorajando ações empreendedoras e formação qualificada no setor de microcervejarias na Costa do Cacau, o Núcleo de Estudos sobre Cervejas Artesanais (Neca), da Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc), promove capacitação gratuita sobre criação, desenvolvimento e registro de marcas para cervejas artesanais. O curso será ministrado no próximo sábado (21), a partir das 8h, no Pavilhão Pedro Calmon. Inscrições antecipadas e gratuitas podem ser feitas pelo email neca@uesc.br

A capacitação é direcionada a todos os atores sociais envolvidos com a produção de cervejas artesanais. O curso possui metodologia 100% prática, abordando estratégias de posicionamento e design para construção de marcas para cervejas artesanais. Ainda serão apresentados os principais casos de sucesso e as etapas de registro no INPI.

Com duração de 4 horas, o curso será ministrado por Gustavo da Cruz, professor de Marketing e Transferência de Tecnologia do Departamento de Administração da Uesc em conjunto com Lais Viana, advogada e ex-integrante do Núcleo de Inovação e Tecnologia (NIT) da universidade.

Segundo o professor Gustavo, o curso tem como objetivo gerar reflexões e estímulos nos produtores de cervejas artesanais para a construção de marcas fortes e protegidas por meio da geração de vantagens competitivas para as microcervejarias da região.

CAMACAN DEVERÁ GANHAR CAMPUS DO IFBA

Consórcio defende instalação de campus do IFBA em Camacan

Consórcio defende instalação de campus do IFBA em Camacan

Municípios membros do Consórcio Intermunicipal da Mata Atlântica (Cima) vão se reunir, na próxima segunda-feira (16), em Salvador com a reitoria do Instituto Federal da Bahia (IFBA), para implantação do Campus Cima em Camacan, no sul da Bahia. “Queremos trazer este equipamento de ensino, para fortalecer a educação nos municípios consorciados”, pontuou o presidente do CIMA e prefeito de Santa Luzia, Antônio Guilherme dos Santos.

Para garantir a instalação do IFBA, um terreno foi doado pelo advogado Frederico Manoel Borges de Barros. O campus será instalado em Camacan, e, além do município-sede, atenderá Santa Luzia, Una, Canavieiras, Pau Brasil, Jussari, Arataca, Mascote, Itaju do Colônia e São José da Vitória. A previsão é de que em 2018 tenham início as aulas de cursos de educação a distância (EAD).

REGULARIZAÇÃO FUNDIÁRIA

Outro projeto atualizado, e discutido pelos prefeitos do Consórcio na quarta (11), foi o de regularização fundiária. Existem atualmente 600 requerimentos de regularização. Desse total, 90 áreas já foram medidas no município de Mascote. Os processos de regularização fundiária serão encaminhados para a Coordenação de Desenvolvimento Agrário (CDA), órgão da Secretaria de Desenvolvimento Rural do Governo do Estado da Bahia.

Participaram da reunião os prefeitos de Santa Luzia e presidente do Consórcio, Antônio Guilherme dos Santos; de Camacan, Oziel Rodrigues Bastos (Oziel da Ambulância); Pau Brasil, Barbara Suzete de Souza Prado; Jussari, Antonio Valete; e Mascote, Arnaldo Lopes da Costa; além dos técnicos Alda Sobral e Maria Aparecida Oliva Souza e o secretário executivo do CIMA , Maciel Azevedo Santos.

DE PROTAGONISTA A FIGURANTE

claudio_rodriguesCláudio Rodrigues | aclaudiors@gmail.com

 

A missão de Geraldo é deixar o papel de figurante e ao menos ganhar o papel de coadjuvante nas eleições do próximo ano.

 

Todos que acompanham filmes, séries e novelas sabem que existe o artista principal. Era assim que minha avó chamava os protagonistas das tramas. Mas, no mundo do entretenimento dos filmes e novelas, não existe apenas o protagonista. Há, também, os atores coadjuvantes. E os figurantes, aqueles que fazem parte da cena apenas na figuração, entram mudos e saem calados. Ou seja, o papagaio de pirata.

Na política, também existem os protagonistas e os figurantes. Isso ficou registrado na última segunda-feira (9), quando o governador Rui Costa esteve em Itabuna para assinar o contrato para a construção da duplicação da Rodovia Jorge Amado (BR 415), que liga as duas principais cidades do sul do Estado, a Rodovia Ilhéus/Itabuna. A imagem do prefeito Fernando Gomes, neoaliado do governador Rui Costa e, consequentemente do PT, o prefeito de Itabuna era o protagonista da solenidade, recebendo todos os afagos dos políticos “capas-pretas” presentes.

No mesmo evento, o ex-prefeito e ex-deputado Gerado Simões não passava de um mero figurante no palanque armado na avenida Juracy Magalhães. Sentado nas fileiras ao fundo, Simões era apenas mais um, na cena onde Gomes, ao lado de Rui, era o artista principal, o protagonista.

Ceplaqueano e líder sindical, um dos fundadores do Partido dos Trabalhadores em Itabuna, Geraldo surgiu para a política da Bahia como o novo e viveu seus momentos de protagonista. Nas eleições municipais de 1988, foi o candidato a vereador mais votado, porém não assumiu o mandato em função do coeficiente eleitoral. Na eleição seguinte, assume o mandato de deputado estadual.

Eis que, em 1992, contrariando todos os prognósticos, Simões vence a eleição para prefeito de Itabuna, numa verdadeira “zebra”. De uma tacada, derrota o então imbatível Fernando Gomes, seu candidato Oduque Teixeira e, de quebra, o ex-prefeito e também candidato Ubaldo Dantas.

Durante sua gestão, Geraldo e seu grupo político sofrem perseguição implacável por parte do todo-poderoso ACM. Mesmo com todo tipo de boicote, faz uma boa administração, o que lhe garante o primeiro mandato para a Câmara Federal nas eleições de 1998. As portas estavam abertas para a volta ao comando do município no ano 2000.

Em sua segunda passagem no comando do município, Geraldo estava no ápice do sucesso político. Coordenou a campanha vitoriosa de Lula à presidência da República, em 2002, e nos bastidores era cotado para compor uma chapa majoritária ao Senado ou ao Governo da Bahia.

Derrotado na campanha pela reeleição, dois anos depois, em 2006, consegue um novo mandato de deputado federal e é convidado a assumir a Secretaria de Agricultura da Bahia, pelo então governador Jaques Wagner. Em 2008, contrariando a tudo e a todos, lança a esposa como candidata a prefeita, é derrotado. Tempos depois, não consegue renovar o mandato de deputado federal e no último pleito municipal como candidato a prefeito sofre uma derrota acachapante, obtendo pouco mais que oito mil votos.

Hoje, Geraldo Simões está sem grupo político, sem credibilidade com profissionais do mercado de comunicação e, acima de tudo, sem carisma e prestígio junto à cúpula de seu partido. A missão de Geraldo é deixar o papel de figurante e ao menos ganhar o papel de coadjuvante nas eleições do próximo ano. Uma missão quase impossível.

Cláudio Rodrigues é consultor.

CONSELHO DE TURISMO DE ITACARÉ TOMARÁ POSSE DIA 24

Conselheiros de Turismo de Itacaré tomarão posse dia 24 || Foto Divulgação

Conselheiros de Turismo de Itacaré tomarão posse dia 24 || Foto Divulgação

A diretoria do Conselho Municipal de Turismo de Itacaré (Comtur), eleita para o biênio 2017/2018, tomará posse no próximo dia 24, às 14h, no Auditório do Villa Ecoporan Hotel. A cerimônia de posse terá palestra do consultor do Sebrae, Ricardo Cerqueira, que abordará “Desafios e Possibilidades ao bom funcionamento do Comtur”.

Também haverá a apresentação da Pesquisa de Demanda Turística do município de Itacaré 2016/2017, realizada pelo Sebrae, e a apresentação da pesquisa do 5º Itacaré Moto Fest. A Prefeitura apresentará resultados da participação de Itacaré na 45ª ABAV Expo Internacional de Turismo & 48º Encontro Comercial Braztoa.

De acordo com o prefeito de Itacaré, Antônio de Anízio, a criação do conselho e a eleição de forma consensual da diretoria demonstra o compromisso das entidades em formular, debater e implementar políticas públicas para o setor turístico, gerando mais desenvolvimento, profissionalização, emprego e renda para o município. :: LEIA MAIS »

DUPLICAÇÃO DA BR-415 ENFRENTA DESCONFIANÇA REGIONAL; PARA RUI, “PESSIMISMO FICOU PARA TRÁS”

Rui durante ato de assinatura de contrato com a OAS || Foto PIMENTA

Rui durante ato de assinatura de contrato com a OAS || Foto PIMENTA

A desconfiança dos sul-baianos quanto ao início e entrega das obras de duplicação do trecho Ilhéus-Itabuna da BR-415 será algo a ser superado pelo governador Rui Costa. O pessimismo é mais que natural. São 40 anos de promessas, algumas assinaturas de ordem de serviço e formulação de projetos e nada saiu do papel.

Hoje, antes da assinatura de contrato da obra, o gestor baiano foi questionado quanto à garantia de que a obra será concluída.

E assim respondeu: – [Vai sair, porque] Dessa vez, o governador é Rui Costa. E eu tô entregando hospital [da Costa do Cacau] em novembro, a ponte [em Ilhéus], já podem tirar foto da barragem [do Rio Colônia, em Itapé]. Então, esse pessimismo que existia na região, depois de Rui Costa, ficou para trás. Não é mais projeto, não é mais power point.

Perspectiva mostra como será a nova pista a ser construída || Reprodução

Perspectiva mostra como será a nova pista, com ciclovia e acostamento || Reprodução

Para fazer a duplicação sair do papel, o governo recorreu ao Regime Diferenciado de Contratação (RDC), do qual a OAS saiu vencedora. A obra será tocada pelo governo baiano e os recursos deverão ser liberados pelo Dnit, órgão federal. Hoje, há em caixa R$ 8 milhões, conforme o governador, que elogiou o ministro dos Transportes, que é do PR.

INÍCIO EM FEVEREIRO

A obra deverá ser concluída em 24 meses. De acordo com cronograma ao qual o PIMENTA teve acesso, a duplicação começará em 20 de fevereiro do próximo ano, após ações de desapropriação e elaboração do projeto executivo por parte da OAS. Mas o governo baiano e a construtora poderão antecipar prazos.

“Espero que em 60 ou 90 dias, no máximo, seja entregue o projeto executivo. Nós vamos construir essa obra com a força do trabalho e a força de Deus”, disse. Rui ainda citou que a ausência do ministro dos Transportes foi por causa de atitudes não republicanas de adversários do governo baiano. Segundo ele, o ministro dos Transportes, Maurício Quintela, “foi correto, rápido na tomada de posições”.

Por enquanto, impera a desconfiança. E o “la garantia soy yo” do governador.

UM NOVO TEMPO PARA O SUL DA BAHIA

Josias GomesJosias Gomes 

 

Hoje, ainda que o processo da completa recuperação regional ainda demande tempo e esforço, podemos afirmar que o sul da Bahia caminha para um novo e duradouro ciclo de desenvolvimento.

Durante décadas, o sul da Bahia, tendo Ilhéus e Itabuna como as duas maiores cidades, foi uma espécie de locomotiva do Estado, com a lavoura do cacau gerando receitas suficientes para impulsionar o desenvolvimento de outras regiões, chegando a representar 60% do PIB baiano.

Sucessivas crises, que culminaram no final da década de 80 e início dos anos 90 com a chegada e expansão da vassoura de bruxa, que em seu período mais crítico dizimou cerca de 80% da lavoura, fizeram com que a região mergulhasse numa profunda crise, com a explosão do desemprego e queda acentuada em todos os índices socioeconômicos.

Durante quase duas décadas, justamente no momento em que a região mais precisou de apoio para se reerguer, governantes insensíveis e sem compromisso com o sul da Bahia, se mostraram omissos, agravando ainda mais a situação e afetando milhões de pessoas. Práticas equivocadas de renovação da lavoura, por exemplo, levaram produtores a um endividamento brutal, tornando-os incapazes de investir na retomada da produção.

Hoje, ainda que o processo da completa recuperação regional ainda demande tempo e esforço, podemos afirmar que o sul da Bahia caminha para um novo e duradouro ciclo de desenvolvimento. E isso se deve, em grande parte, ao apoio efetivo do Governo do Estado, iniciado na gestão de Jaques Wagner e que vem se consolidando com o governador Rui Costa.

O início das obras de duplicação da Rodovia Ilhéus-Itabuna, sonho de décadas que se torna realidade, é um exemplo da presença marcante do Governo do Estado. Mas não é o único. Outras obras importantes como o Hospital Regional da Costa do Cacau, as duas primeiras em fase de conclusão, a terceira em ritmo acelerado, terão impactos positivos em toda a região. A viabilização da construção do Porto Sul e da Ferrovia Oeste Leste, já garantida por meio de parcerias com empresários chineses, permitirá a atração de grandes empreendimentos e geração de milhares de empregos.

O Governo do Estado também tem investido na cadeia produtiva do cacau, com o cultivo de amêndoas de qualidade e a produção de chocolates, e fortalecido a agricultura familiar e os pequenos produtores, que hoje representam 80% da produção rural na região.

São obras e ações que garantirão a retomada do desenvolvimento, tendo como resultado principal a melhoria da qualidade de vida da população e tornando o sul da Bahia novamente protagonista do Estado.

É necessário destacar o papel do governador Rui Costa nesse novo momento da região e, mais do que isso, reconhecer a necessidade de que esse modelo de gestão democrática e com foco no desenvolvimento de todas as regiões do Estado e não apenas da capital, deve ser mantido.

Josias Gomes é secretário de Relações Institucionais da Bahia e deputado federal pelo PT.

 

É TEMPO DE COLHER

rosivaldo-pinheiroRosivaldo Pinheiro | rpmvida@yahoo.com.br

 

Entramos no ano 2000 com a energia da luta, buscamos diversificar a produção agrícola, implantar serviços de educação, melhorar a prestação dos serviços de saúde, começamos a investir em indústrias de pequeno porte e outras iniciativas.

 

Vivemos numa região que possui um dos biomas mais importantes do Brasil, a mata atlântica – muito rica em fauna e flora. Essa conservação só foi possível devido ao sistema de produção cabruca, que consiste em consorciar exploração econômica e conservação ambiental.

A produção do cacau permitiu reconhecimento social e poder político-econômico para os produtores do fruto. Se cacau era sinônimo de dinheiro, proprietário rural nessa região ganhava destaque social em qualquer lugar do país e até internacionalmente. As obras de Jorge Amado trazem esse retrato histórico.

A quebra da bolsa de Nova Iorque, em 1929, afetou o comércio mundial e estabeleceu dificuldades na nossa economia até o final da década de 1950. Nesse período, após uma intensa luta junto aos poderes da República, a região viu nascer a Ceplac, em 1957, e recebeu uma atenção diferenciada a partir de 1961, quando foi implantada a taxa de retenção de exportação do cacau que formou o orçamento da Ceplac, o que permitiu que a instituição implantasse a extensão rural e investisse no escoamento da produção. A taxa era de 15% sobre a amêndoa e 5% sobre os derivados de cacau.

Em 1970, o cacau representou 60% da arrecadação estadual. Financiou, inclusive, a folha de pagamento do estado da Bahia e fomentou a construção do Centro Industrial de Aratu e do Polo Petroquímico de Camaçari. A partir de 1972, a taxa de retenção foi unificada em 10% – tanto amêndoas como derivados. Em 1980, uma série de fatores influenciaram negativamente na cadeia produtiva do cacau: perdemos importância na pauta de arrecadação do estado frente aos produtos de alta tecnologia produzidos no Polo Petroquímico de Camaçari, o fortalecimento da concorrência dos países africanos e nosso peso na pauta de exportação brasileira foi reduzido.

Todos esses acontecimentos propiciaram ao governo brasileiro cortar a taxa de retenção. Além disso, tivemos uma superprodução de cacau na safra 1984/1985, forçando ainda mais a queda dos preços e empurrando os produtores de cacau para a crise. Como se não bastasse tudo isso, em 1989 surgia em Uruçuca um fungo capaz de dizimar a lavoura, a vassoura-de-bruxa. Diante daquelas circunstâncias, e após muitas cobranças e críticas por parte da comunidade da região sul, o governo estadual, em resposta, criou o Instituto Biofábrica de Cacau em 1997. O IBC nasceu com o objetivo de produzir mudas melhoradas geneticamente e servir de estrutura de apoio permanente à lavoura.

Chegamos a 1990, década em que a região cacaueira conheceu a sua maior queda econômica: mergulhamos num estado de penúria, o que gerou o quase abandono das propriedades por parte dos fazendeiros e demissão em massa dos trabalhadores rurais. Estima-se que mais de 250 mil trabalhadores trocaram o campo pelas cidades. Um grande contingente de homens, mulheres e crianças chegaram sem perspectivas às cidades, buscando sobreviver àquele estado de caos social. As cidades não estavam preparadas, principalmente Itabuna, Ilhéus e Porto Seguro: saúde, educação, segurança, mobilidade e urbanização foram afetados.

Não existia capacidade de atendimento do fluxo, nem capacidade financeira para prover ações de acolhimento para essas pessoas. Esse contingente humano ficou à margem e teve que se estabelecer nas periferias das cidades. Entramos no ano 2000 com a energia da luta, buscamos diversificar a produção agrícola, implantar serviços de educação, melhorar a prestação dos serviços de saúde, começamos a investir em indústrias de pequeno porte e outras iniciativas.

Nos últimos anos, uma articulação dos governos estadual e federal trouxe a esperança de entrarmos num novo ciclo econômico. A construção da barragem do Rio Colônia, um novo hospital regional, prestes a ser inaugurado, a Ferrovia Oeste-Leste, que está parada com quase 70% concluída, o Porto Sul – ainda travado por questões burocráticas, um novo aeroporto, que está para ter obras iniciadas, uma universidade federal já em funcionamento e a duplicação da rodovia Ilhéus-Itabuna, cuja ordem de serviço será assinada na próxima segunda-feira pelo governador Rui Costa, um sonho que a região espera há quase 50 anos. O governo Rui vem se esforçando e realizando as obras que estavam na expectativa da região.

Como tudo na vida, a crise, apesar de negativa, também deixou legados importantes: uma região mais forte para enfrentar as turbulências, a estadualização da UESC – sem a crise econômica o estado não absorveria a instituição no seu orçamento, e o acesso à terra, algo antes difícil e que trouxe à tona o movimento da agricultura familiar nessa região. A produção de chocolate surge como um novo pensar, fruto da chegada de novos agricultores para a cadeia do cacau, o incremento de novos modos de produção e beneficiamento do cacau, e o uso de tecnologias através do melhoramento genético fazem parte dessa mudança.

Precisamos estruturar novas lutas: ampliar e melhorar a nossa representação política em nível estadual e federal, fortalecer a Ceplac, fazer o governo do estado dotar a Biofábrica de condições financeiras para a manutenção do seu quadro técnico e do cumprimento do seu papel de fortalecimento da agropecuária do Sul e Extremo Sul da Bahia. Um novo ciclo está por vir, dele, depende a nossa energia e luta. Nossa região irá se superar e os seus filhos vencerão o dilema identificado pelo saudoso professor Selem Rachid: “a pobre região rica”. Avante!

Rosivaldo Pinheiro é economista e especialista em Planejamento de Cidades pela Uesc.

CANAVIEIRAS GANHA CENTRO DE TREINAMENTO DE KETTLEBEL

Kettlebell começa a se popularizar na paradisíaca e pequena Canavieiras

Kettlebell começa a se popularizar na paradisíaca e pequena Canavieiras

Esporte de nome estranho, o kettlebell começa a ganhar espaço no sul da Bahia. Com maior interesse e número de adeptos do esporte, o kettlebell terá espaço de treinamento na paradisíaca Capital do Caranguejo, Canavieiras. Os professores João Rosário e Joyce Araújo, da Academia Arte Suave, abriram turmas e horários e já projetam ampliar espaço na academia para o início de 2018.

O objetivo, afirmam, é torná-lo o primeiro centro de treinamento em Kettlebell Sport da região. Atualmente são treinadas turmas com três aulas semanais (segundas, quartas e sextas-feiras) às 7 ou às 12 horas. Com a ampliação do espaço, serão abertas mais três turmas para atender demanda.

Atleta multipremiada nas artes marciais, Joyce Araújo também é treinada por João Rosário e já se destaca no Kettlebell Sport com três medalhas de ouro, em sua participação no GP Mundial, em Salvador. Formada em Educação Física, Joyce ministra aulas de judô, jiu-jitsu, funcional e boxe na Academia Arte Suave, e vê no Kettlebell Sport um treinamento complementar também na melhora do desempenho nessas modalidades. Para ela, é uma alternativa prática e completa para os que querem sair do sedentarismo, melhorar o condicionamento físico ou se desafiar no esporte.

QUEIMA DE 300 CALORIAS EM 30 MINUTOS

Segundo João Rosário, treinar com o kettlebell é como ter todos os benefícios de uma academia em uma única ferramenta. “O kettlebell não direciona seus movimentos nem faz esforço por você como nas máquinas tradicionais. É você que o move, trabalhando todos os músculos do corpo numa intensidade forte, tanto do ponto de vista aeróbico, quanto do fortalecimento muscular, num treino dinâmico e divertido”.

Atleta, professor de Educação Física e uma das maiores autoridades em kettlebell no mundo, João Rosário diz que é possível queimar 300 calorias em apenas 30 minutos de kettlebell. Ele enumera outros ganhos com o esporte: aumenta a massa muscular e queima as gorduras localizadas, melhora o condicionamento físico e toda a resistência muscular e cardiovascular com resultados aparentes em apenas 6 semanas de treino, durante 3 vezes na semana. :: LEIA MAIS »

GOVERNO ACELERA DEFINIÇÃO DE NOVO MODELO DA CEPLAC; “É UMA VIRADA”, FESTEJA JUVENAL

Sede regional da Ceplac, na rodovia Ilhéus-Itabuna.

Sede regional da Ceplac, na rodovia Ilhéus-Itabuna.

Juvenal Maynart, diretor geral da Ceplac

Juvenal Maynart, diretor geral da Ceplac

O ministro em exercício da Agricultura, Eumar Novacki, assinou portaria que acelera a contratação de consultoria especializada para formatar o novo modelo organizacional da Ceplac. Edital para contratar a consultoria será definido, conforme a Portaria 2.088, pela comissão de implantação de grupo de trabalho.

A comissão será composta pela Coordenação-Geral de Desenvolvimento Institucional (CGDI) e diretoria da Ceplac, tendo 45 dias para conclusão dos trabalhos, conforme a Portaria assinada pelo ministro.

O plano está sendo definido dentro de um acordo de cooperação técnica do governo com o Instituto Interamericano de Cooperação para a Agricultura (IICA).

“Vai pintar uma modelagem bacana para a Ceplac”, afirma o diretor geral do Departamento, Juvenal Maynart, em entrevista ao PIMENTA.

A formatação jurídica da Ceplac é um dos dez pontos de relatório do Grupo de Trabalho da Ceplac. Dentre os outros pontos, o relatório aponta como urgências a pesquisa da situação do Banco de Germoplasmas do Departamento e detalhamento do Plano de Crescimento Sustentável da cadeia produtiva do cacau.

O relatório também toca em pontos importantes para o órgão e para a lavoura cacaueira, a exemplo da adequação do planejamento estratégico da Ceplac 2012-2022 e o estudo para reedição do Fungecacau, com a finalidade de financiar programa de biossegurança para a cadeia produtiva.

Juvenal acredita que a criação do grupo de trabalho e contratação de consultoria especializada são passos importantes na definição do futuro da Ceplac. “É uma virada para a região, para a Ceplac, pois define um novo modelo [para o departamento]”, reforça.

MAIOR PRODUÇÃO DE CACAU E CHOCOLATE

Ainda na entrevista ao PIMENTA, o diretor geral do Departamento ressalta a importância da lavoura cacaueira para a economia, principalmente com estudos apontando que pode faltar cacau no mundo. Um dos seus derivados, o chocolate, registrou alta produção em 2016, alcançando 13%, segundo a Associação Brasileira da Indústria de Chocolates, Cacau, Amendoim, Balas e Derivados (Abicab).

MILTON CERQUEIRA COBRA ASFALTAMENTO DO TRECHO ALMADINA-FLORESTA AZUL DA BA-262

Milton Cerqueira é recebido por Josias Gomes na Serin || Foto Divulgação

Milton Cerqueira é recebido por Josias Gomes na Serin || Foto Divulgação

Durante audiência concedida pelo secretário de Relações Institucionais da Bahia (Serin), Josias Gomes, o prefeito de Almadina, Milton Cerqueira, pediu o asfaltamento do trecho da BA-262 que liga o município a Floresta Azul. O trecho da rodovia possui 18 quilômetros de extensão.

Cerqueira foi recebido por Josias Gomes, titular da Serin, em audiência na qual estava acompanhado do secretário de Administração de Almadina, Tarcísio Cardoso, e pelo assessor do deputado estadual Rosemberg Pinto, Vital Bento.

O prefeito sul-baiano solicitou a reforma do estádio municipal, uma ambulância – por meio de emenda parlamentar do deputado estadual Rosemberg Pinto –, um ônibus escolar e um trator com implementos agrícolas.

“Também pedi a perfuração de dois poços artesianos, um na Fazenda Pancadinha e o outro no Vale do Amaral. Nesse encontro produtivo com o secretário Josias Gomes – que reforça a nossa parceria com o governo do Estado -, também solicitei a visita do governador Rui Costa para inaugurar obras em nosso município”, afirmou Milton Cerqueira, prefeito de Almadina.

EM ILHÉUS, EX-CAPITÃO DO BOPE FALA DE CONSTRUÇÃO DE EQUIPES DE ELITE

Storani fala sobre construção de equipes de elite no mundo corporativo || Foto Keiny Andrade

Storani fala sobre construção de equipes de elite no mundo corporativo || Foto Keiny Andrade

Palestra do ex-capitão do Batalhão de Operações Especiais (Bope) do Rio de Janeiro, Paulo Storani, abrirá a programa especial da Semana Sebrae em Ilhéus, hoje (2), das 19h às 21h, no Centro de Convenções de Ilhéus. “Construindo uma tropa de elite” busca despertar profissionais e equipes para superação de desafios no ambiente competitivo de trabalho e o exercício da liderança.

As inscrições gratuitas podem ser feitas na Loja Virtual do Sebrae (clique aqui). As vagas são limitadas. Mais informações estão disponíveis pelos telefones 73-3634.4068, em Ilhéus, ou ainda pela Central de Relacionamento do Sebrae (0800.570.0800).

Consultor do filme Tropa de Elite, Paulo Storani, coordenador do curso de Operações Especiais, retratado no longa-metragem, é um dos oficiais que serviu de inspiração para o personagem Capitão Nascimento, interpretado pelo ator Wagner Moura.

Ao utilizar suas experiências no Bope, o palestrante busca estabelecer a relação entre a realidade da equipe de alta performance da Polícia Militar e as equipes executivas do mundo corporativo. O foco da abordagem está no compromisso com a empresa, no resultado do trabalho em equipe, na superação de limites, nas metas, na liderança mútua e a na auto realização do cumprimento da missão tarefa. :: LEIA MAIS »

SEMANA SEBRAE OFERECE CURSOS GRATUITOS PARA PEQUENOS E MICROEMPRESAS

Semana é voltada para micro e pequenas empresas

Evento para micro e pequenas empresas

A terceira edição da Semana Sebrae de Capacitação Empresarial começa nesta segunda (2), em todo Estado, e prossegue até o próximo sábado (7). No sul da Bahia, a programação inclui uma série de atividades voltadas para micro e pequenos negócios. Há oportunidades gratuitas e pagas, com investimentos a partir de R$ 10, em Itabuna, Ilhéus e outros municípios da região.

Estão previstos seminários, oficinas e palestras sobre os mais diversos aspectos do universo do empreendedorismo, como inovação, marketing e vendas, planejamento, finanças, atendimento, gestão de estoque, liderança, gestão de pessoas, gestão estratégica, produtividade, processos, empreendedorismo feminino, modelo de negócio, startups, acesso a crédito e financiamento coletivo, entre outros.

Para participar, a pessoa precisa estar vinculada a um CNPJ, a exemplo de empresários, sócios de empresas e empregados. As inscrições estão sendo feitas no site do evento (www.semanasebrae.com.br), onde também é possível ter acesso à programação completa.

Mais informações estão disponíveis pelos telefones: 73-3613-9734 (em Itabuna) e 73-3634.4068 (Ilhéus) ou, ainda, pelo 0800.570.0800 (Central de Relacionamento do Sebrae).

alba



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia