WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
festival chocolate


alba










julho 2019
D S T Q Q S S
« jun    
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031  

editorias






:: ‘sul da Bahia’

CEPLAC COM NOVO NOME E AUTONOMIA

Sede da Ceplac no sul da Bahia || Foto Pimenta

A sigla permanecerá, mas a Ceplac mudará de nome.

Deixará de ser Comissão Executiva do Plano para se tornar Centro de Excelência das Políticas para a Lavoura Cacaueira (Ceplac).

Mais importante que a não mexida na “sopa de letras”: a Ceplac voltará a ter autonomia.

Agora, é esperar o Diário Oficial cantar.

O SUCESSO DE UM ASSENTAMENTO SUL-BAIANO QUE PRODUZ CHOCOLATE PREMIUM

Joelson Ferreira, do Terravista, em Arataca, no sul da Bahia || Foto Daniel Thame/GovBA

Chocolate produzido por assentados ganhou Paris

O Assentamento Terra Vista, criado em 1994, foi uma das primeiras áreas de reforma agrária no sul da Bahia, surgido no auge da crise provocada pela vassoura-de-bruxa, que dizimou 80% da produção de cacau na região. Hoje é exemplo de projeto de agricultura familiar com foco na sustentabilidade e na educação.

Com 910 hectares, sendo 300 hectares de cacau e 313 hectares de Mata Atlântica, o Terravista possui 55 famílias. Elas produzem cerca de 5 mil arrobas de cacau 100% orgânico, por ano. A produtividade alcança cerca de 70 arrobas por hectares, que, aliados ao cultivo de frutas, verduras e hortaliças, garantem uma renda média de 2,5 salários mínimos por família. Do cacau, 10% é destinado à produção do Chocolate Terra Vista, um produto premium que já foi apresentado no Salão do Chocolate de Paris.

“A produção de cacau e a conservação da natureza são práticas indissociáveis nesse novo modelo de desenvolvimento”, explica o coordenador do Terra Vista, Joelson Ferreira. “O cuidado com a terra, a melhoria das amêndoas a produção orgânica e um modelo educacional focado nas necessidades do setor rural estão contribuindo para que os assentados tenham uma vida digna, sem necessidade de migrar para as incertezas dos centros urbanos”, diz.

A educação é uma prioridade no assentamento. Funcionam no local o Centro Integrado Florestan Fernandes e o Centro de Educação Profissional Milton Campos. O primeiro oferece o Ensino Fundamental I e II e atende alunos de 11 municípios, enquanto o segundo oferece os cursos profissionalizantes de Agroecologia, Meio Ambiente, Agroindústria, Agroextrativismo, Informática, Zootecnia e Segurança do Trabalho, além de um curso de nível superior em Agronomia, com especialização em Agroecologia. Os universitários são oriundos de assentamentos de todas as regiões da Bahia.

CHEF PERUANO É ESTRELA DO FESTIVAL SABORES DE ITACARÉ

Brict Perez é uma das atrações entre os chefs do Festival de Sabores em Itacaré, agora em julho || Foto Deguste

A famosa cozinha peruana terá presença garantida no principal evento gastronômico do sul da Bahia. O chef Brict Perez participará do Festival Sabores de Itacaré, marcado para o período de 12 a 15 de julho. Brict Perez é formado em gastronomia peruana e alta cozin​h​a nas Universidades Libertador e Gastrotur do Peru e tem restaurante de grande sucesso em Trancoso, em Porto Seguro.

Na passagem pelo município sul-baiano, a promessa é a de ensinar o verdadeiro sabor da cozinha tradicional. Apresentará pratos como lomo saltado, arros chaufa, planchas de polvo, sudado de peixe, além de pisco sour e chilcanos.

Brict participa do intercâmbio gastronômico com o apoio do Escritório Comercial do Peru no Brasil. O Festival Sabores de Itacaré chega à 5ª edição. Neste ano, segundo a organização, 40 restaurantes participarão do evento, que devem utilizar ingredientes produzidos por agricultores familiares.

MINISTÉRIO DA INTEGRAÇÃO E CEPLAC ASSINAM ACORDO PARA ESTRUTURAR A “ROTA DO CACAU”

Juvenal: iniciativa inovadora

A Ceplac e o Ministério da Integração Nacional assinaram acordo de cooperação técnica para estruturação da Rota do Cacau. A iniciativa é mais um passo para promover o desenvolvimento regional por meio da inclusão produtiva, segundo o diretor-geral da Ceplac, Juvenal Maynart, que considera a Rota do Cacau projeto inovador, tendo os produtores de cacau e chocolate como um dos atores principais de sua gestão.

Com a assinatura do acordo com o Ministério da Integração Nacional, a Ceplac associa a Rota do Cacau às Rotas de Integração Nacional. O acordo de cooperação terá vigência de 36 meses, conforme o contrato assinado pelo diretor-geral da Ceplac, Juvenal Maynart, e o secretário substituto da Secretaria de Desenvolvimento Regional do Ministério da Integração Nacional, Wilfrido Tiradentes da Rocha Neto.

Já em maio passado, a Ceplac promoveu oficina para discutir a Rota do Cacau com produtores sul-baianos, quando começaram a ser definidos área de abrangência do polo regional e a visão de futuro. A oficina teve apoio do Ministério e, também, do Governo da Bahia, da Federação da Agricultura do Estado da Bahia (Faeb), do Sebrae e do Centro de Inovação do Cacau (CIC), da Uesc.

SINEBAHIA OFERECE VAGAS DE EMPREGO EM ITABUNA, IPIAÚ E JEQUIÉ NESTA QUINTA

Confira todas as oportunidades de emprego em Itabuna e em Jequié

As unidades do SineBahia oferecem cerca de 20 vagas de emprego nos municípios de Itabuna e Ipiaú, no sul do Estado, e Jequié, na região sudoeste, nesta quinta-feira (28). Os interessados podem fazer o cadastro para disputar vaga na sede do SineBahia em Itabuna ou Jequié – confira lista completa com as vagas em cada unidade.

Para o cadastro, o SineBahia exige do candidato apresentação de carteiras de Trabalho e de Identidade, CPF e comprovantes de residência e de escolaridade. O cadastro para a vaga em Ipiaú é feito no SineBahia de Jequié.

O candidato pode manifestar interesse por vaga por meio do aplicativo de celular SineFácil, caso já tenha cadastro. Abaixo, no “leia mais”, confira todas as vagas disponíveis. :: LEIA MAIS »

ADESÃO AO REFIS DO SIMPLES TERMINA DIA 9; VEJA COMO OBTER ORIENTAÇÕES DO SEBRAE

Michel Lima: orientações do Sebrae para os pequenos negócios || Foto Maurício Maron

O prazo para os empresários de micro e pequenos negócios aderirem ao Refis termina em 9 de julho em todo o país. O programa garante o refinanciamento de dívidas tributárias para empresas optantes do Simples em até 180 meses e abrange débitos vencidos até novembro de 2017. De acordo com dados da Receita Federal, somados, os valores das dívidas de pequenos negócios de 27 municípios no sul da Bahia alcançam R$ 149.525.492,39, que podem ser refinanciados.

Em Itabuna e em Ilhéus, os donos de micro e pequenas empresas receberão orientações do Sebrae sobre as formas de parcelamento, conforme as regras do Comitê Gestor do Simples Nacional, até o dia 9 de julho. Em Ilhéus, o atendimento será no edifício Premier Business Center, na Avenida Osvaldo Cruz, 74, Cidade Nova. Já em Itabuna, o atendimento é feito na Rua Paulino Vieira, 175, Edifício Lizete Mendonça, Centro.

Além de orientação no local, os microempreendedores individuais (MEI) já poderão aderir ao programa no atendimento. Já as micro e pequenas empresas serão orientadas e direcionadas para os seus contadores pessoais, que poderão realizar o refinanciamento.

O gerente adjunto do Sebrae em Ilhéus, Michel Lima, explica que o débito total da região pode ser negociado individualmente, por cada município. O devedor terá um prazo de até 15 anos (180 meses) para a liquidação dos valores cobrados. Já a parcela mínima será de R$ 50 para o MEI, e R$ 300 para os demais negócios de pequeno porte inscritos no regime simplificado.

De acordo com o gestor do Sebrae que acompanha o atendimento de Refis na região, Lucas Guerra, para ter acesso às parcelas, o MEI precisa comparecer à sede do Sebrae, munido dos documentos pessoais (RG, CPF e título de eleitor) e da empresa, para depois fazer a adesão ao programa. Para o promotor de vendas Antônio Gonçalves, que é microempreendedor individual, “o parcelamento do débito em 27 vezes foi a solução encontrada para regularizar a situação financeira”, declarou.

Para refinanciar as dívidas, os empresários precisam fazer o pagamento de, no mínimo, 5% do valor total, sem descontos, em até cinco parcelas mensais e sucessivas. O restante pode ser quitado em até 175 parcelas (totalizando os 180 meses), com redução de 50% dos juros, 25% das multas e 100% dos encargos legais. Mais informações podem ser obtidas pelos telefones (73) 3634-4068 e (73) 99974-2263 (Ilhéus), ou (73) 3613-9734 e (73) 99974-2262 (Itabuna).

UBAITABA: SUKA PROMETE MAIS ATRAÇÕES E ESPAÇO NO “ARRAIÁ DAS CANOAS” DE 2019

Prefeita promete edição do Arraiá das Canoas com mais atrações e espaço

O Arraiá das Canoas deverá ter espaço maior e mais atrações em 2019, segundo a prefeita de Ubaitaba, Suka Carneiro (PSB), após avaliar os três dias de festejos juninos no município sul-baiano. A festa de São João atraiu cerca de 30 mil pessoas à Beira-Rio em três noites, segundo a organização do Arraiá das Canoas.

Na última noite da festa, Suka comemorava os números do Arraiá e afirmava que a iniciativa “fez ressurgir o mais tradicional evento da nossa história e cultura”. Mais de dez atrações se apresentaram na Beira-Rio, dentre eles Norberto Curvelo, Larissa Gomes, A Vingadora e Silvânia e Paulinha, além de quadrilhas que deram brilho especial ao Arraiá das Canoas.

UESC E MADRE THAÍS CRIAM GRUPO DE ESTUDOS E PESQUISAS SOBRE ENVELHECIMENTO

Grupo de estudo das instituições desenvolve pesquisas sobre o envelhecimento

A Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc) e a Faculdade Madre Thaís (FMT), de Ilhéus, criaram um grupo de estudos e pesquisas sobre o envelhecimento. O Grepe envolve os cursos de Fisioterapia e Enfermagem das duas instituições e se propõe a discutir, quinzenalmente, temas relacionados ao envelhecimento para subsidiar novas pesquisas na área.

De acordo com as duas instituições de ensino superior, o Grepe ofereceu aos voluntários um curso de metodologia científica, especialmente na elaboração de problema de pesquisa e busca em fontes de dados. O curso, ministrado pela professora e mestre Carla Daiane (UESC), promoveu três encontros, com carga horária total de 12 horas, que será certificado pelo Núcleo de Educação em Enfermagem (Neenf), da Uesc.

Grupo desenvolve estudos sobre envelhecimento || Divulgação

Segundo a coordenadora do curso de Fisioterapia da FMT, Karla Gresik, essa parceria fortalece a Iniciação Científica da FMT. “Principalmente pelos resultados alcançados até o momento”, ressaltou. Segundo ela, cinco projetos de pesquisa foram desenvolvidos nesse semestre e serão submetidos ao Comitê de Ética em Pesquisa com Seres Humanos (CEP), “para posterior execução”.

GUILHERME BOULOS NO SUL DA BAHIA

Boulos debaterá perspectivas para o Brasil em evento na Uesc || Foto Revista Fórum

O candidato a presidente da República pelo PSOL, Guilherme Boulos, participará de debate no sul da Bahia. Na manhã de 3 de julho, o presidenciável participará de debate sobre os desafios e alternativas para o Brasil. O evento está programado para ocorrer na Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc), na Rodovia Ilhéus-Itabuna.

ARRAIÁ DAS CANOAS, EM UBAITABA, COMEÇA NESTA SEXTA

Catedral de São João é portal de acesso à área do arrasta-pé || Foto Divulgação

O arrasta-pé em Ubaitaba, no sul da Bahia, começará nesta sexta (22), com atrações como Silvânia e Paulinha, Norberto Curvelo (ex-Cangaia de Jegue), Vingadora e Marcos e Pablo.

O “Arraiá das Canoas”, local da festa, ganha forma e cores com a decoração tendo como temas família e natureza. De acordo com a artista plástica Rosely Goulart, o projeto valoriza aspectos da cultura do interior, “onde ainda é forte o sentimento de fé, a religiosidade e a unidade familiar e o meio ambiente pode ser preservado”.

Balões gigantes coloridos e iluminados vão dar beleza e realçar a margem do Rio de Contas, enquanto bonecos gigantes serão colocados com cestos para o recolhimento diário de lixo. “As pessoas vão ver bons shows enquanto poderão andar na Beira-rio”, disse Rosely Goulart.

“Como o Rio de Contas é belíssimo, na Avenida Beira-Rio, a gente relocou os toldos destinados à comercialização de bebidas e comidas típicas para que as pessoas observem o rio e valorizem ainda mais a natureza”, disse Rosely.

Área do arraiá vai ganhando as cores e o clima de São João

Carpinteiros, pintores, marceneiros, eletricistas e outros profissionais estão envolvidos, desde o final da semana passada, na montagem das estruturas, o que inclui uma igrejinha, muitos toldos, iluminação, bandeirolas, balões, bonecos e cestos. O colorido toma conta de todo o sítio da festa.

“O São João mexe com a cultura da nossa gente. E nosso projeto deseja resgatar os valores da família, da fé o do meio ambiente e natureza. Isso nos enriquecerá mais e à cultura do interior baiano como um todo e nos dará mais emoção”, disse a artista plástica e decoradora de ambientes Rosely Goulart.

PROGRAMAÇÃO

SEXTA – 22 | Ivanildo Conceição, Zefa di Zeca, Marcos e Pablo e Cupim de Ferro

SÁBADO – 23 | Tia Zefa, Binho Alves, Silvânia e Paulinha, Norberto Curvelo e Boteco das Amigas.

DOMINGO – 24 | Chama na Catraca, Marly Brasil, A Vingadora e Larissa Gomes.

CONSÓRCIO SUL-BAIANO É CONTEMPLADO COM MÁQUINAS PARA INFRAESTRUTURA

Prefeito de Coaraci recebe máquinas para conservação de estradas

O prefeito de Coaraci, Jadson Albano, representou o Consórcio de Desenvolvimento Sustentável – Litoral Sul (CDS-LS), em Salvador, durante a entrega de um trator e uma motoniveladora. As máquinas irão atender o projeto de recuperação de estradas vicinais que será executado em parceria com a Secretaria de Infraestrutura do Estado da Bahia (Seinfra).

De acordo com o secretário executivo do Consórcio, Luciano Veiga, os equipamentos possibilitarão melhorias das estradas vicinais dos municípios que integram o Território Litoral Sul. “A proposta visa a melhoria das estradas [para] escoamento da produção agrícola e o transporte das pessoas”, destacou.

SINEBAHIA DIVULGA 25 OPORTUNIDADES PARA ESTA SEGUNDA EM ITABUNA E JEQUIÉ

SineBahia divulga ofertas de vagas para esta segunda-feira em Itabuna e Jequié

A semana de São João começa com mais de 20 oportunidades de emprego com carteira assinada em Jequié, no sudoeste, e Itabuna, na região sul do Estado. As vagas têm intermediação do SineBahia e o cadastro pode ser feito no Serviço de Atendimeto ao Cidadão (SAC) de um dos dois municípios.

Os interessados em vagas oferecidas pelo SineBahia devem procurar o serviço de intermediação de emprego, munidos de carteiras de Identidade (RG) e Trabalho, CPF e comprovantes de residência e escolaridade. Para vaga destinada a pessoa com deficiência também é exigida apresentação de laudo médico. Confira todas as vagas no “leia mais”, no link a seguir. :: LEIA MAIS »

ENCONTRO DEFINE AÇÕES DE FORTALECIMENTO DO NÚCLEO DA ABRH NO SUL DA BAHIA

Profissionais envolvidos no fortalecimento do núcleo da ABRH se reuniram no Sesi, em Ilhéus

Profissionais de gestão de pessoas participaram da primeira reunião de planejamento do núcleo sul-baiano da Associação Brasileira de Recursos Humanos (ABRH), na unidade do Sesi, na Rodovia Ilhéus-Itabuna. Os profissionais discutiram ações para fortalecer a ABRH na região, como evento de apresentação do núcleo.

Entidade não governamental sem fins lucrativos, a ABRH “tem como missão fomentar uma comunidade inovadora e colaborativa, que conecte diferentes atores do cenário das relações do trabalho, com o objetivo de difundir as melhores práticas em gestão de pessoas”.

No sul da Bahia, a entidade é formada por gestores de recursos humanos de grandes empresas. De forma voluntária, os profissionais se empenham em trazer às organizações locais ações que alertem para a importância da gestão de recursos humanos como diferencial competitivo.

MUDANÇAS NA PM ATINGEM COMANDO DA CIPE CACAUEIRA

Ferreira Lopes deixa a Cipe Cacaueira

A Dança das Cadeiras na Polícia Militar atingiu o comando da Companhia Independente de Policiamento Especializado (Cipe) da Região Cacaueira, antiga Caerc. O major Sandro Ferreira Lopes deixará a Cipe para assumir a 7ª Companhia Independente da PM em Eunápolis, no extremo-sul do Estado.

Ferreira Lopes estava à frente da Cipe Cacaueira desde março de 2015. Ele será substituído pelo major Ricardo José Sousa e Silva, que deixa a 37ª Companhia Independente da PM, da Liberdade, em Salvador.

APÓS PARECER DO CEE, CURSO DE ENGENHARIA CIVIL DA UESC OBTÉM RECONHECIMENTO

Uesc obtém reconhecimento para o Curso de Engenharia Civil

O Curso de bacharelado em Engenharia Civil da Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc) acaba de obter reconhecimento. Assinado pelo governador Rui Costa, o Decreto 18.430 foi publicado na edição desta terça-feira (5), no Diário Oficial do Estado.

O reconhecimento, conforme a publicação, tem validade de seis anos e já havia obtido parecer favorável do Conselho Estadual de Educação (CEE), em 16 de maio deste ano. O curso foi autorizado pelo Conselho Superior de Ensino, Pesquisa e Extensão (Consepe) em 4 de agosto de 2010, abrindo as primeiras turmas no segundo semestre de 2011.

INVESTIMENTOS

O professor Gesil Sampaio Amarante participou do projeto de criação do curso de Engenharia Civil da Uesc, além de outros três cursos na área de Engenharia. Ao PIMENTA, ele disse que o reconhecimento dá maior segurança aos estudantes. Gesil falou da ousadia da Universidade, à época, para aumentar o quadro de professores. Quando a instituição pôde contratar, 80% dessas vagas foram para as Engenharias (Civil, Elétrica, Mecânica e Química).

“Na época [início desta década], o Brasil crescia bastante e tínhamos carência de profissionais em Engenharia. A gente foi nessa direção”, lembra, ressaltando que a Uesc investiu para viabilizar os cursos, mas, na outra ponta, não houve investimento do governo. “A gente nunca teve, do governo, reconhecimento com aumento de recursos para premiar a universidade”. Atualizado às 12h11min.

CABRUCA E CACAU CABRUCA, MELHOR SAÍDA PARA O RURAL SUL-BAIANO

Wallace Setenta || catongo70@gmail.com

 

O “novo preconizado” [repetindo a forma original de plantio] tinha agora como método predominante para sua expansão a “derruba total da mata nativa” para o plantio dos novos cacauais, mas numa perspectiva monocultural, produtivista e hierarquizada voltada unicamente para produção em escala [grandes volumes] visando apenas a exportação de bagas.  

 

Construímos o mundo em que vivemos durante as nossas vidas. Por sua vez, ele também nos constrói ao longo dessa viagem comum. Assim, se vivemos e nos comportamos de um modo que trona insatisfatória a nossa qualidade de vida, a responsabilidade cabe a nós. (Maturana, H. R.). 

A história das chamadas relações entre sociedade e natureza é, em todos os lugares habitados, a da substituição de um meio natural, dado a uma determinada sociedade, por um meio cada vez mais artificializado, isto é, sucessivamente instrumentalizado por essa mesma sociedade (Santos, M.). As modalidades dessas relações estabelecidas no sul da Bahia deram origem à CABRUCA, designação como é conhecido o Sistema Agrícola Tradicional Cabruca [SAT Cabruca], principiado e constituído há mais de 250 anos num ambiente natural de Mata Atlântica.

“Não foram os efeitos de braços estranhos, não o ouro de abastadas bolsas, não foi o amparo de governos fortes, mas a constância de modestos homens, a intrepidez do trabalhador patrício, cujo o único capital constituía nos seus braços, quem a fez triunfante”. (Bondar, G.)

Muitas outras denominações da Cabruca são habitualmente empregadas em função das especificidades locais onde se assentam: cabroca; cacau no brocado; brocado; cacau tradicional; cacau do jupará; cacau na mata; mata produtiva; agrossistema tradicional; cacau sob mata raleada, e mais recente como cacau cabruca ou como sistema agroflorestal tipo cabruca.

A evolução dinâmica desse processo de trabalho [cabruca] inovador, em permanente construção, continua sendo reinventado progressivamente frente às constantes mudanças nos contextos sociais e econômicos, técnicos e ambientais possibilitado pelo entrelaçamento harmônico em meio a cabruca [como processo trabalho]; o Bioma Mata Atlântica [meio natural]; e a sociedade local [como indutora e de forte conotação de conteúdo coletivo]. O conceito cabruca [conservação produtiva] concilia e viabiliza portanto as relações de produção, da “roça ao chocolate”, tendo como protagonista principal o produtor de cacau [como agente social] – sobre os ombros do qual a crise se avoluma.

Clique no “leia mais”, a seguir, para conferir o artigo na íntegra: :: LEIA MAIS »

A REDE GIGASUL ESTÁ PARA NASCER

Gesil Sampaio Amarante Segundo

 

Além da pesquisa científica e tecnológica, esta rede poderá oferecer conexão de qualidade para as escolas, uma melhor interligação dos serviços de saúde, a viabilização de vigilância eletrônica para a segurança pública, e, melhor ainda, maior cooperação e sinergia entre todos estes serviços.

 

Em novembro de 2010 a Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC) lançou a proposta da Rede GigaSul, uma infraestrutura de banda larga baseada em fibra ótica para prover a região Sul da Bahia (iniciando pela microrregião Costa do Cacau) de comunicação eficiente entre suas instituições de ensino superior, pesquisa e inovação, demais serviços públicos (em particular saúde, educação básica e segurança) e prefeituras. Aderiram imediatamente à proposta as prefeituras de Ilhéus, Itabuna e Uruçuca, a Associação dos Municípios da Região Cacaueira (AMURC), a CEPLAC, o CEPEDI, os Institutos Federais (IFBA e IFBaiano) e a Santa Casa de Misericórdia. Outras parcerias vieram com o tempo, em particular a recém criada Universidade Federal do Sul da Bahia e o Sindicato das empresas do Pólo de Informática de Ilhéus.

ANEL DA FASE 1 DO GIGASUL 

O custo total desta infraestrutura com trajeto de 130km foi estimado em 5 milhões de Reais (fibra+equipamentos), destacando que apenas a UESC é obrigada a investir aproximadamente 700 mil reais por ano para o transporte do sinal de internet de Salvador, a uma velocidade abaixo de sua necessidade. Ficaria barato e traria inúmeras vantagens à região. 

Ao longo destes últimos oito anos houve várias tentativas de obter investimentos para este projeto, que ajudou Itabuna e Uruçuca a serem agraciados com investimentos federais no Programa Cidades Digitais (em 2012). Em 2015 houve sinalização positiva da Secretaria Estadual de Ciência, Tecnologia e Inovação (SECTI), que não se confirmou, mas ajudou a acelerar a criação do Parque Científico e Tecnológico do Sul da Bahia (PCTSB), envolvendo a quase totalidade das instituições parceiras do GigaSul e várias outras.

A criação da UFSB, que usa intensamente a internet para suas atividades nos três campi (Itabuna, Porto Seguro e Teixeira de Freitas) e nas diversas cidades que abrigam sua rede de Colégios Universitários, acabou por cristalizar o desenho da Fase 2 da Rede, com extensão total de 1300km, sendo 400km ao longo da BR 101. 

FASE 2 DA REDE GIGASUL

Na última semana (no dia 23/05), a Rede Nacional de Ensino e Pesquisa (RNP), OS ligada ao Ministério de Ciência, Tecnologia, Inovação e Comunicações (MCTIC) responsável pela criação de diversas redes metropolitanas nas capitais e outros polos de desenvolvimento no país, anunciou em reunião com representantes de instituições parceiras do GigaSul o investimento em uma parte do seu traçado, unindo UFSB, Itabuna, CEPLAC, UESC e IFBA a 1GBit/s, o que deve ocorrer num prazo máximo de um ano. O anúncio renova os ânimos das instituições, que voltam a sonhar com diversos projetos e serviços à comunidade da região e com a melhoria das condições de execução de suas funções de ensino, pesquisa e inovação para o desenvolvimento do Sul do Estado. 

TRAJETO ANUNCIADO PELO RNP EM MAIO DE 2018

Há também a esperança de que o governo estadual oficialize a adesão do Estado da Bahia ao acordo entre RNP e a CHESF, o que daria acesso aos órgãos do Estado da Bahia e demais instituições servidas pela RNP a uma estrutura central (backbone) superior a 1.100km, chegando a Barreiras a oeste, Juazeiro a norte  e Teixeira de Freitas ao sul, viabilizando as Fase 2 do GigaSul (complementado por meio de parcerias com provedores locais) não a 1, mas a 100GBit/s. O investimento total do Estado neste acordo seria da ordem de 24 milhões de reais (20 vezes menos do que custaria a criação de rede própria com esta mesma abrangência), ao longo de três anos, valor que pode ser compensado pela diminuição de custos da própria administração estadual neste período e que trarão imensas vantagens à população e à competitividade da Bahia.

Além da pesquisa científica e tecnológica, esta rede poderá oferecer conexão de qualidade para as escolas, uma melhor interligação dos serviços de saúde, a viabilização de vigilância eletrônica para a segurança pública, e, melhor ainda, maior cooperação e sinergia entre todos estes serviços. Também poderão ser viabilizadas parcerias com a iniciativa privada, favorecendo o empreendedorismo em áreas estratégicas portadoras de futuro.

Se todos fizermos nossa parte, este projeto pode representar uma pequena revolução para nossa gente.

Minha única dúvida é quanto à palavra “pequena”. 

Gesil Sampaio Amarante Segundo é professor da Uesc

UESC SUSPENDE ATIVIDADES DA SEGUNDA (28)

Uesc não funcionará nesta segunda (28) por causa da greve dos caminhoneiros

A Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc) suspendeu as aulas e atividades administrativas para esta segunda-feira (28) devido à paralisação dos caminhoneiros e das transportadoras. Estão mantidas apenas as atividades “que se façam inadiáveis” de acordo com o comunicado, dentre elas “as provas didáticas e demais atividades das bancas instaladas do concurso para professor (Edital 15/2018), conforme cronogramas apresentados pelas Bancas Examinadoras”.

A reitoria justifica a decisão “pelas dificuldades de mobilidade e a escassez de insumos, resultantes do cenário nacional de protestos e crise”. A reitoria deverá voltar a se pronunciar nesta segunda, caso haja necessidade de manter a suspensão das atividades.

PONTE EM ILHÉUS DEVE FICAR PRONTA SÓ EM 2019

Obras da nova ponte atingem 55% de conclusão || Imagem GovBA

As obras da nova ponte que ligará o centro de Ilhéus e a zona sul do município atingiram 55% de conclusão, segundo o governo baiano. A ponte semiestaiada terá 533 metros de comprimento por 24,6 metros de largura. As obras são tocadas pela OAS.

A ponte contará com passeio, canteiro central, pistas duplas nos dois sentidos e ciclovia. O projeto viário, segundo o governo baiano, terá 2,74 quilômetros de extensão, e contempla área de estacionamento. O investimento previsto é R$ 99,6 milhões.

ATRASOS

A previsão ainda não oficial é de que a obra fique pronta em maio de 2019. O cronograma era de entrega no final deste ano, mas a greve dos trabalhadores da construção civil pesada em toda a Bahia, por duas semanas, e a lentidão na obra tornaram difícil a conclusão dentro deste prazo.

JOANA GUIMARÃES É NOMEADA REITORA DA UFSB

Professora Joana Guimarães é nomeada reitora da UFSB

Seis meses e meio depois de ter vencido a eleição, a professora Joana Angélica Guimarães da Luz foi nomeada reitora da Universidade Federal do Sul da Bahia (UFSB). A nomeação está publicada na edição desta quinta-feira (24) do Diário Oficial da União.

Joana Guimarães enfrentou Fabiana de Lima Peixoto, vencendo-a com 64,9% dos votos válidos em 8 de novembro do ano passado. A legislação determina envio de lista tríplice ao presidente da República, que define, entre os mais votados, o novo reitor. Michel Temer acabou nomeando a escolhida pela comunidade acadêmica. O mandato tem duração de quatro anos.

Embora ainda não estivesse nomeada, Joana já despachava como reitora em exercício há alguns meses. Ela substituiu o reitor pro tempore Naomar Almeida, que renunciou ao cargo cerca de dois meses antes do pleito em um processo tumultuado e com acusações ao grupo que assumiu a UFSB.

Campus e reitoria da UFSB em Itabuna, no sul da Bahia

A universidade sul-baiana tem campi em Porto Seguro, Teixeira de Freitas e Itabuna, onde fica a reitoria, e colégios universitários em vários municípios no sul e extremo-sul do Estado. Embora em ritmo lento, a reitoria e o novo campus Jorge Amado estão sendo construídos numa região limítrofe de Itabuna e Ilhéus, nos arredores da Ceplac.

TASSO CASTRO LANÇA “OXENTE, SOMOS FLU!”


Tasso Castro lançará, nesta quarta (23), às 18h30min, no Shopping Jequitibá, o livro Oxente, somos Flu! O lançamento será no mall Conceição Lopes do shopping.

No livro, Tasso presta homenagem aos baianos que se destacaram jogando pelo Fluminense e
apresenta torcedores do tricolor carioca na Costa do Cacau.








WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia