WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia


alba










setembro 2019
D S T Q Q S S
« ago    
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
2930  

editorias






:: ‘Teatro Municipal de Itabuna’

TOM RIBEIRO OUVE RUI COSTA E NÃO DESCARTA CANDIDATURA A PREFEITO DE ITABUNA

Tom Ribeiro: conselhos de Rui Costa e estímulo de possíveis eleitores

Líder de audiência na faixa das 12h às 14h na televisão local, o apresentador e jornalista Tom Ribeiro disse analisar com carinho a possibilidade de concorrer à Prefeitura de Itabuna em 2020. “Agora é a fase dos pré a pré-candidatos”, brinca, falando dos balões de ensaio. Ao PIMENTA, ponderou que seu grupo tem nome já posto, o do líder comunitário Lourival Vieira, do PRB.

Provocado, lembrou de bate-papo com o governador Rui Costa, na Governadoria, há duas semanas, e do que vem sentindo nas ruas, particularmente na visita feita às obras do Teatro Municipal, ontem (12), quando foi ovacionado pelos operários.

– Eu fiquei surpreso com [a aclamação dos] operários, o pessoal que está trabalhando lá no teatro. Cumprimentavam como se eu fosse o prefeito, diziam que eu deveria sair candidato. Sou muito de ficar em casa. E tem sido assim, quando saio (pedido para que dispute a prefeitura). Essa é uma decisão que não depende apenas de mim. Temos grupo e precisamos avaliar conjuntura – disse ele.

O apresentador do Balanço Geral (TV Cabrália/Rede Record) foi a Salvador, há cerca de 20 dias, entrevistar o governador Rui Costa. Enquanto a equipe da emissora preparava a estrutura para a entrevista, houve inversão de papéis. Com faro político, Rui jogou como entrevistador. “E aí, vai sair?”, perguntou a um Tom que ficou entre surpreso e paralisado.

E do principal mandatário baiano, recebeu conselhos e estímulo para a disputa de 2020.

O conselho: faça caravana [pelos bairros], ouça pessoas que entendem da máquina pública, conheça de perto a situação da Prefeitura e vá em frente.

E, ainda de Rui, ouviu algo que o deixou surpreso: “você é filho de Itabuna, tem visão ampla das coisas, fala da sua terra com brilho nos olhos. Conheça o sistema. Tá difícil [gerir a coisa pública]. Mas se tem sonho, execute”…

As palavras de Rui, governador reeleito com mais de 75% dos votos em 2018, acenderam a chama no apresentador que chegou a ter o nome ventilado para a disputa em 2016, mas preferiu continuar ajudando a comunidade em outro posto, o de apresentador do Balanço Geral.

– O carinho das pessoas é enorme – exulta, para completar falando do carinho por onde passa.

Jornalista, radialista, apresentador de televisão e estudante de Direito na FTC, Tom afirma que o momento é de serenidade, de ouvir as pessoas, ouvir seu grupo político. “Não tenho vaidade e peço orientação a Deus, sempre, sobre qual melhor caminho a trilhar”, disse ele.

Ao PIMENTA, Tom ainda falou não só da aclamação nas ruas, mas também do assédio de partidos, alguns da base aliada. E lembrou ter ouvido de ex-prefeitos conselho para que não deixe a chance passar em 2020.

Lá em 2016, Vane do Renascer foi dos nomes que estimularam a candidatura de Tom. A conversa em Brasília flui, mas o PRB baiano tratou de botar água no chopp. O momento era interessante, porém não muito diferente de 2020, pelo menos, a julgar a partir da fotografia de junho de 2019, quando a cidade lamenta mais uma gestão municipal com muito mais desacertos que êxitos.

PREFEITURA LANÇA EDITAL DO TEATRO; ESTADO LIBERA R$ 24,8 MILHÕES PARA OBRA

Obras do Teatro foram paralisadas em outubro de 2006 || Foto Pedro Augusto

A Prefeitura de Itabuna lançou edital para contratar empresa que concluirá as obras do centro de convenções e teatro municipal. Pelo projeto, o teatro terá 700 lugares, além de equipamentos de som, iluminação e de segurança, conforme as normas técnicas internacionais. Os recursos para as obras serão garantidos pelo Governo do Estado.

O valor de referência para a obra será R$ 24,8 milhões. A licitação está prevista para as 9 horas do dia 19 de fevereiro, no Centro Administrativo Firmino Alves. A empresa vencedora terá prazo de oito meses para conclusão da obras.

As obras do Teatro Municipal e Centro de Convenções de Itabuna estão paralisadas desde outubro de 2006, quando o então governador Paulo Souto sofreu derrota eleitoral. O sucessor, Jaques Wagner, não deu continuidade às obras. Alegava que havia inconsistências e erros de engenharia. Parte dos R$ 24,8 milhões será utilizada na atualização do projeto.

R$ 17 MILHÕES JÁ GASTOS, SEGUNDO MP

Segundo levantamento do Ministério Público do Estado (MP-BA), a obra já consumiu R$ 17 milhões (reveja aqui). O MP-BA moveu ação civil pública, em 2013, quando foram levantados os recibos que apontaram os gastos milionários na obra inacabada.

O prefeito Fernando Gomes chegou a ser alvo da ação. À época, ele negou que os gastos tivessem alcançado a cifra informada pela promotoria. Pelas contas do prefeito, município e estado aplicaram, respectivamente, R$ 800 mil e R$ 2,9 milhões na obra (relembre aqui).

OBRAS DO TEATRO RETOMADAS EM FEVEREIRO

Fernando: obras em fevereiro

As obras do centro de convenções e do Teatro Municipal de Itabuna podem ser retomadas ainda em fevereiro, na avaliação do prefeito Fernando Gomes. O governo municipal trabalha com previsão de que as obras sejam concluídas em agosto do próximo ano, de acordo com o gestor.

A conclusão do centro de convenções e do teatro será tocada pelo município por meio de convênio com o Governo do Estado. O governador Rui Costa assegurou cerca de R$ 14 milhões para a conclusão das obras. A licitação deverá ser lançada, no máximo, no início de janeiro.

FG DIZ QUE FORAM GASTOS SÓ R$ 3,7 MILHÕES NO CENTRO DE CONVENÇÕES

Andirlei, a atriz Eva Lima e o ex-prefeito em reunião ocorrida ontem (Foto Divulgação).

Andirlei, a atriz Eva Lima e o ex-prefeito em reunião ocorrida ontem (Foto Divulgação).

O ex-prefeito de Itabuna, Fernando Gomes, rebateu informação de que tenham sido aplicados cerca de R$ 17 milhões na fase de terraplenagem e fundação do Centro de Convenções e do Teatro Municipal de Itabuna.

– Nunca foram investidos esse montante ali (sic). O dinheiro gasto foram R$ 800 mil da prefeitura [de Itabuna] e R$ 2 milhões e 900 mil do Estado. Digo isso por que a obra toda foi orçada, na época, em R$12 milhões e 900 mil. Se já gastaram R$ 17 milhões e não concluíram, então alguém pegou esse dinheiro – disse ele.

Ontem, o ex-prefeito participou de reunião com o presidente da OAB local, Andirlei Nascimento, e comissão de artistas no Palace Hotel. O ex-prefeito considera serem necessários, para a conclusão da obra, R$ 15 milhões.

Fernando, o ex-prefeito Capitão Azevedo (DEM), a ex-procuradora Juliana Burgos e o ex-secretário de Governo Carlos Burgos são réus em um processo contra a reversão de propriedade do terreno no Loteamento Nossa Senhora das Graças (entenda melhor clicando aqui). A ação civil pública é movida pelo Ministério Público da Bahia (MP-BA).

Ontem, Fernando se comprometeu a devolver a área ao município, segundo os participantes da reunião. Ele teria, no entanto, exigido que Estado ou município dê garantia de conclusão da obra. A OAB e a Associação Cultural dos Amigos do Teatro (Acate) deflagraram mobilização para que a obra seja concluída.






WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia