WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
festival chocolate






alba










junho 2019
D S T Q Q S S
« maio    
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30  

editorias






:: ‘Teatro Popular de Ilhéus’

ILHÉUS: TPI PROMOVE MOSTRA DE CORDEL E FEIRINHA DE PRODUTOS REGIONAIS


No próximo dia 29 (sexta-feira), a partir das 19h, o Teatro Popular de Ilhéus realizará a Mostra de Poesia Popular de Cordel, evento que tem o objetivo de incentivar a expressão da literatura popular e de cordel no sul da Bahia. Aberto ao público, o encontro será na área externa da Tenda. Haverá encontro de poetas cordelistas em performances declamadas de poemas de cordel para o público. No prelúdio da mostra e durante toda a noite também ocorre a Feirinha Popular de Produtos Regionais, com abertura marcada para as 18 horas.

A mostra contará com a presença do professor e poeta Lourival Piligra numa exposição oral sobre o reconhecimento da Literatura de Cordel como Patrimônio Cultural Imaterial Brasileiro. Na sequência, ocorrerá uma homenagem a Minelvino Francisco dos Santos, grande nome do cordel. A noite também será de lançamento do cordel O Encontro de Helena com o Sereio, de Alessandra Simões e Franklin Costa.

A atração musical da noite ficará por conta do Grupo 4° Compasso, formado por jovens oriundos da Filarmônica Capitania dos Ilhéos e que tem a proposta de resgatar gêneros brasileiros tradicionais e principalmente nordestinos como o Chorinho, o Baião, o Xote, o Maxixe, o Frevo, o Maracatu e misturar tudo isso com gêneros urbanos.

Outra atração especial será a dupla de dança, composta por Aldenor Garcia e Fernanda Carolina, que apresentará um número de forró ao som de um solo de sanfona. Em seguida, o casal segue a noite acompanhando o som do Grupo 4º Compasso.

A Feirinha Popular de Produtos Regionais também é parte da programação da noite, e será montada para oferecer vários produtos feitos por pequenos comerciantes da região. O público terá a possibilidade de consumir itens como artesanatos diversos, produtos de beleza, moda e saúde, além de variedades gastronômicas a preços populares. O TPI sugere que os visitantes procurem trazer seus próprios copos, canudos e sacolas reutilizáveis a fim de diminuir a produção de lixo e assim contribuir para a preservação do meio ambiente. :: LEIA MAIS »

“OS FUZIS DA SENHORA CARRAR” ESTREIA SÁBADO, NO TPI

Tânia Barbosa interpreta a personagem Senhora Carrar (Foto Lucas Vitorino).

Tânia Barbosa interpreta a personagem Senhora Carrar (Foto Lucas Vitorino).

Estreia no próximo sábado (27), às 20h, na Tenda do Teatro Popular de Ilhéus (TPI), na Avenida Soares Lopes), Os fuzis da senhora Carrar, com classificação indicativa de 12 anos. O espetáculo é uma produção do grupo teatral do TPI.

Da obra do alemão Bertolt Brecht, o espetáculo conta a história de Teresa Carrar (personagem interpretada pela atriz Tânia Barbosa), uma mãe que tenta manter a integridade dos filhos em meio à guerra civil espanhola.

Os ingressos para a estreia podem ser adquiridos, em horário comercial, na Papirus Livraria (Shopping It’art) e na bilheteria da Tenda, a partir das 19h do sábado.

O texto, escrito em 1937, durante o conflito, provoca o público a pensar sobre a estupidez das guerras, a desumanização e impotência a que são submetidas as sociedades. Este é o primeiro espetáculo da ‘Trilogia da Guerra’, projeto cênico do TPI, que apresentará ainda mais dois espetáculos nos próximos meses.

Os fuzis da senhora Carrar tem música ao vivo e utiliza recursos audiovisuais, tornando o espetáculo ainda mais atrativo. A montagem contou com o financiamento do próprio público, a partir da campanha on-line “sua contribuição vale um espetáculo”, desenvolvida pelo TPI e com a mobilização de artistas de diversas regiões do Brasil.

Uma das contrapartidas da campanha foi a doação de ingressos para estudantes da rede pública de ensino de Ilhéus, que através de um trabalho de mediação, também foram convidados pelo grupo ilheense a desenvolverem atividades sobre o contexto da história apresentada no espetáculo. O material desenvolvido pelos estudantes terá publicação online.

TENDA

A Tenda é administrada pelo Teatro Popular de Ilhéus, uma das instituições apoiadas pelo programa Ações Continuadas a Instituições Culturais, iniciativa da Secretaria de Cultura do Estado da Bahia (SecultBA) através do Fundo de Cultura da Bahia (FCBA).

DEBATE SOBRE ECONOMIA CRIATIVA REÚNE AUTORIDADES EM ILHÉUS

Claudiana, Alexandre Simões, Marão, Bebeto e Vivaldo participam de debate.

Claudiana, Alexandre Simões, Marão, Bebeto e Vivaldo participam de debate.

No mês em que o Teatro Popular de Ilhéus (TPI) comemora quatro anos de atividades na Tenda, localizada na Avenida Soares Lopes, a economia criativa é o foco das discussões no projeto Improviso, Oxente!, no próximo sábado (8), às 19h. O TPI apresentará em seu palco um diálogo sobre o tema: “A economia criativa como propulsora do desenvolvimento social e econômico”.

O Improviso, Oxente! é gratuito e aberto ao público. Especialmente nesse sábado, durante o evento, atores do Teatro Popular de Ilhéus realizarão intervenções com músicas que integram a trilha sonora de seus espetáculos teatrais.

Para participar do bate-papo, foram convidados Claudiana Figueiredo, coordenadora regional do Sebrae; Mário Alexandre, prefeito de Ilhéus; José Vivaldo Mendonça, secretário de Ciência, Tecnologia e Inovação da Bahia); Bebeto Galvão, deputado federal; e Alexandre Simões, superintendente de Promoção Cultural da Secretaria de Cultura do Estado da Bahia.

Durante esta edição do Improviso, Oxente! também serão apresentados números dos quatro anos de funcionamento da Tenda e detalhes do projeto Parque Cultural Aldeia das Artes, espaço multilinguagem com foco no desenvolvimento das novas tecnologias e economia criativa, idealizado pelo Teatro Popular de Ilhéus, com auxílio do arquiteto e urbanista alemão, Carl Van Hauenschild. :: LEIA MAIS »

TPI COMEMORA 10 ANOS DE “TEODORICO MAJESTADE” COM APRESENTAÇÃO NA SEXTA

Teodorico em cena: sucesso de público e crítica (Foto Karoline Vital).

Teodorico em cena: sucesso de público e crítica (Foto Karoline Vital).

O grupo Teatro Popular de Ilhéus (TPI) comemora, na próxima sexta-feira (16), os dez anos de cartaz da peça Teodorico Majestade – As últimas horas de um prefeito, escrita pelo dramaturgo e diretor, Romualdo Lisboa, em 2006. A festa terá apresentação da peça, na tenda do TI, na Avenida Soares Lopes, próximo ao Colégio São Jorge. O ingresso será no estilo “pague quanto quiser”. Ou seja, o espectador define o valor que quer pagar.

No final do mês de novembro deste ano, a peça foi apresentada pelo grupo ilheense ao público pernambucano, no encerramento da 18ª edição do Festival Recife do Teatro Nacional, realizado em Recife, que reuniu grupos de seis estados brasileiros.

O TPI foi o único grupo a representar o estado da Bahia no Festival, apresentando ainda o espetáculo “Medida Por Medida”, baseado na obra de William Shakespeare. As duas peças agradaram tanto o público quanto a crítica especializada local (confira depoimento no vídeo abaixo).

Em Teodorico Majestade, uma sátira política em linguagem de cordel, é contada a história do prefeito beberrão e corrupto da fictícia cidade de Ilha Bela, que está prestes a ser expulso do cargo pela população. Na tentativa de se livrar, ele realiza uma negociação que é garantia de bons risos.

DOAÇÃO DA BILHETERIA

O valor arrecadado com a apresentação de Teodorico Majestade, nesta sexta, será doado pelo Teatro Popular de Ilhéus ao grupo Aguadeiro, do Acre, que viajava pelo país abordo de um ônibus realizando apresentações teatrais e desenvolvendo sua pesquisa na área.

O veículo teve perda do motor nas proximidades da Chapada Diamantina. Anteriormente, o grupo Aguadeiro integrou, com seus espetáculos, a programação da Tenda Teatro Popular de Ilhéus durante os meses de setembro e outubro de 2016, realizando também apresentações em praças, feiras, escolas e comunidades de Ilhéus, através do projeto “Caravana Mundo Palco”.

NOVO SITE

Também na sexta-feira, o TPI lançará sua nova página na internet, que configura um dos principais canais de comunicação do grupo. A nova página tem objetivo de trazer, de forma mais objetiva, informações sobre as atividades do Teatro Popular de Ilhéus, além de dados e  programação mensal da Tenda, espaço que administra há três anos.

ELEIÇÕES 2016: “IMPROVISO” DISCUTE GOVERNANÇA EM ILHÉUS

TPI e Nossa Ilhéus promovem debates sobre indicadores do município (Foto Divulgação).

TPI e Nossa Ilhéus promovem debates sobre indicadores do município (Foto Divulgação).

A edição do Improviso, Oxente! desta terça (12), na Tenda do Teatro Popular de Ilhéus, debaterá o tema Governança. O evento reúne a sociedade civil e terá como palestrante a promotora regional de Meio Ambiente da Costa do Cacau Leste, Aline Valéria Salvador.

Dentre as abordagens desta terça, acessibilidade nos espaços públicos, acesso à justiça, combate à corrupção, participação de mulheres e negros no governo e de jovens e adolescentes em instâncias deliberativas. Pré-candidatos ao legislativo e ao executivo ilheenses também podem participar das discussões.

Este é o segundo de uma série de 13 debates semanais promovidos pelo Instituto Nossa Ilhéus em parceria com o Teatro Popular de Ilhéus, sempre às terças-feiras. De acordo com os organizadores, o objetivo é promover a discussão sobre as necessidades prioritárias da cidade a partir de indicadores, baseados nos 12 eixos Programa Cidades Sustentáveis.

Os indicadores de 2012 – que podem ser acessados em nossailheus.org.br/indicadores – servem como ponto de partida para a discussão. Ainda segundo a organização, “o debate sobre o eixo Governança parte da ideia de que uma gestão moderna e democrática deve combinar as diretrizes político-partidárias do governante com mecanismos de atuação direta da sociedade nas decisões administrativas, sempre respeitando a diversidade e construindo instrumentos que fomentem a igualdade em diferentes níveis”.

TPI TRAZ MÚSICA, TEATRO E DEBATE EM JULHO

Banda Verbo & Juízo é uma das atrações de julho da Tenda do TPI.

Banda Verbo & Juízo é uma das atrações de julho da Tenda do TPI.

A Tenda Teatro Popular de Ilhéus, espaço cultural localizado na Avenida Soares Lopes, divulgou a sua programação para o mês de julho. Ao todo, serão 13 dias de eventos, que variam desde debates a show musicais. A programação tem início já neste sábado (2), às 16h, com o Café na Ágora, que traz o professor Antônio Moreno para debater sobre a construção do autoconhecimento.

Ainda neste mês, a Tenda apresenta o Festival da Música Independente, com as bandas Verbo&Juízo (Salvador), A Unidade (Salvador) e Crime Organizado (Ilhéus), no dia 9, além do Improviso, Oxente!, que vai discutir a “Gestão pública sustentável e os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável”, todas as terças-feiras, sempre às 19h.

Para quem gosta de uma boa comédia, o grupo Teatro Popular de Ilhéus sobe ao palco no dia 28, com Medida Por Medida, peça inspirada na obra de William Shakespeare e dirigida por Romualdo Lisboa.

A programação completa com mais detalhes pode ser conferida no site www.teatropopulardeilheus.com.br, ou ainda através do aplicativo “Tenda Teatro Popular de Ilhéus”, disponível para download gratuito no Google Play Store.

TENDA DO TPI DIVULGA PROGRAMAÇÃO DE MARÇO

 

Calando Deu é uma das atrações do TPI em março (Foto Elisa Mendes).

Calando Deu é uma das atrações do TPI em março (Foto Elisa Mendes).

Música, teatro, dança, circo, oficinas, literatura e cinema fazem parte da programação para o mês de março na Tenda Teatro Popular de Ilhéus. O espaço cultural, localizado na Avenida Soares Lopes, em Ilhéus, conta com uma programação mensal.

Dentre as atrações deste mês estão os eventos musicais De todas as periferias (dia 5), com a participação de 10 grupos de rap de Ilhéus e Itabuna, e o Metal Crushers (dia 6), que traz a banda mineira de metal Veneral Sickness, além de bandas da região.

A Tenda ainda recebe, em março, o premiadíssimo monólogo Calango deu! Os causos de Dona Zaninha (dias 12 e 13), com a atriz Suzana Nascimento.

Haverá também apresentações de Medida por medida (da obra de William Shakespeare)” (dia 18) e Teodorico Majestade – As últimas horas de um prefeito (dia 31), peças teatrais imperdíveis do grupo Teatro Popular de Ilhéus, que apresenta, gratuitamente, no dia 19,  o Conto&Cantigas, seguido pela Cia. Circo da Lua.

A programação completa da Tenda pode ser visualizada por meio de um link no blog oficial do Teatro Popular de Ilhéus, ou pelo aplicativo Tenda Teatro Popular de Ilhéus, disponível de graça na Google Play Store. Para outras informações: (73) 4102-0580.

O espaço é administrado pelo grupo Teatro Popular de Ilhéus, uma das 15 instituições apoiadas pelo programa Ações Continuadas a Instituições Culturais, iniciativa da Secretaria de Cultura do Estado da Bahia (SecultBA) através do Fundo de Cultura da Bahia (FCBA).

AOS 20 ANOS, TEATRO POPULAR RELEMBRA MONTAGENS NO “3 ENCENA”

20anos_tpi​As comemorações pelos 20 anos do grupo Teatro Popular de Ilhéus (TPI) prosseguem nesta semana com a apresentação, na próxima quinta-feira (20), às 19h, do “3 Encena”, na  tenda localizada na Avenida Soares Lopes. A proposta é que grupos de três atores relembrem, no palco da Tenda, cenas de montagens feitas pelo TPI ao longo desses anos.

Serão relembrados trechos das peças “O Fiscal e a Fateira” (2002), “Sgnarello, o Corno Imaginário (2002)”, “O Quadro” (2003), “Os Fuzis da Senhora Carrar” (2005), “Vida de Galileu” (2011), “O Inspector Geral” (2011) e “1789 – Ópera Afro-Rock” (2013).

A classificação indicativa é livre e o ingresso individual pode ser adquirido na bilheteria da Tenda ao valor de R$ 10,00 (inteira) e R$ 5,00 (meia)

Fundado em 1995, por Équio Reis, o grupo nasceu com o anseio de dialogar com as comunidades de Ilhéus, excluídas do processo de produção e consumo de bens culturais. Suas montagens já circularam pelo Brasil, caindo no gosto da crítica especializada.

Inaugurada há dois anos, a Tenda do TPI é administrada pelo Teatro Popular de Ilhéus. A programação (http://goo.gl/raAgxB) é mantida através do Programa de Apoio a Instituições Culturais de Ações Continuadas do Fundo de Cultura da Bahia.

“TEODORICO MAJESTADE” EM ILHÉUS E ITABUNA

Teodorico Majestade nos palcos de Ilhéus e Itabuna (Foto Karoline Vital).

Teodorico Majestade nos palcos de Ilhéus e Itabuna (Foto Karoline Vital).

Um dos grandes sucessos do Teatro Popular de Ilhéus está de volta. A peça teatral Teodorico Majestade – As últimas horas de um prefeito será apresentada na próxima sexta-feira (17), às 20h, na Tenda Teatro Popular de Ilhéus, localizada na Avenida Soares Lopes.

Já no sábado (18) e domingo (19), no mesmo horário, é a vez do itabunense assistir à peça, no Teatro Zélia Lessa, ao lado da Escola Profissionalizante Zélia Lessa, no centro da cidade.

Em Teodorico Majestade, uma sátira política em cordel, o público pode conferir o drama do prefeito da fictícia cidade de Ilha Bela, acuado em seu gabinete, cercado pela população revoltada com suas trapaças.

Boca-suja e beberrão, o alcaide se vê abandonado pelos seus comparsas e, em um ato de desespero para se manter no poder, tenta negociar com o povo.

Com dramaturgia e direção de Romualdo Lisboa, Teodorico Majestade tem classificação indicativa de 14 anos. Os ingressos podem ser adquiridos na bilheteria da Tenda (R$ 20,00 e R$ 10,00) e do Teatro Zélia Lessa (R$ 14,00 e R$ 7,00).

O Teatro Popular de Ilhéus é uma das 15 instituições apoiadas pelo programa Ações Continuadas a Instituições Culturais, iniciativa da Secretaria de Cultura do Estado da Bahia (Secult-BA), por meio do Fundo de Cultura da Bahia (FCBA).

TPI OFERECE AULÃO GRATUITO DE ZUMBA FITNESS

Teatro Popular de Ilhéus oferecerá aulão de zumba fitness (Foto Divulgação).

Teatro Popular de Ilhéus oferecerá aulão de zumba fitness (Foto Divulgação).

Na próxima terça-feira (7), às 6h30min, haverá “aulão” de Zumba Fitness, gratuito, na Tenda Teatro Popular de Ilhéus, na Avenida Soares Lopes (próximo ao Colégio São Jorge), em Ilhéus.

A aula será comandada por Márcio Oggo, instrutor oficial de Zumba Fitness, e convidados. O evento é indicado para o público em geral. Recomenda-se que o interessado vá com roupas leves, apropriadas para a prática de exercícios físicos. Entre os benefícios estão a queima de gordura e a melhoria do sistema cardiorrespiratório.

Márcio é  o único instrutor ilheense que possui quatro licenças para dar aulas de Zumba (licença básica 1 e 2, Zumba Kids e Zumba Step), com validade internacional. O perfil do instrutor pode ser consultado no site oficial da Zumba.

O “aulão” de Zumba dará início à formação de turmas para aulas regulares de Zumba Fitness na Tenda. Os detalhes serão repassados no dia do evento.

CINECLUBE ÉQUIO REIS EXIBE “OS FILHOS DA MATA”

Cineclube exibe "Os filhos da mata" nesta quinta.

Cineclube exibe “Os filhos da mata” nesta quinta.

A Tenda Teatro Popular de Ilhéus (localizada na Avenida Soares Lopes) recebe uma sessão especial do Cineclube Équio Reis, nesta quinta-feira (18), às 19h, com a exibição do documentário Konehõpe Upu Ibá – Os Filhos da Mata. O filme foi produzido pelo coletivo “En Cleta Vamos”, composto por jovens argentinos que viajam pela América do Sul de bicicleta, exibindo filmes gratuitamente.

O documentário teve as imagens gravadas entre os meses de fevereiro e março deste ano, quando os integrantes do coletivo moraram, por um mês, na Reserva Pataxó da Jaqueira, localizada a 13 km de Porto Seguro, no sul da Bahia. Trinta famílias da etnia Pataxó vivenciam a sua cultura e preservam 827 hectares de mata atlântica na localidade.
O documentário aborda assuntos como as consequências do massacre de 1951; o processo de homologação e demarcação do território indígena; a criação de uma escola com educação diferenciada; as tradições e costumes dos Pataxós, e o etnoturismo. Além disso, o filme também enfatiza a importância das mulheres na construção da história daquela comunidade.
Após a exibição, os integrantes do coletivo “En Cleta Vamos” vão falar um pouco sobre a produção deste documentário e responder possíveis questionamentos do público. A classificação é livre e a entrada é gratuita.

SHOW DE ROCK E MPB ABRE PROGRAMAÇÃO DE MARÇO DO TPI

Crime Organizado abre programação do TPI em março.

Crime Organizado abre programação do TPI em março (Foto Karoline Vital).

Karoline Vital

Com letras autorais questionando as contradições da vida, a banda Crime Organizado e Ayam Ubraus Barco se unem em um show único de rock and roll e Música Brasileira Progressiva (MBP). A apresentação acontece às 19 horas do próximo domingo (15), na Tenda Teatro Popular de Ilhéus (TPI). As entradas custam R$ 20 inteira e R$ 10 meia para estudantes, idosos, titulares do Cartão TPI ou na compra antecipada. O show, com classificação 14 anos, será a primeira atração do mês realizada no espaço cultural, que segue com apresentações teatrais, música, cinema e debates.

Depois de circular por bairros ilheenses, o Cineclube Équio Reis segue vinculado ao projeto Cine Incidental levando curtas-metragens de Chaplin, com trilha sonora executada ao vivo pelos músicos Elielton Cabeça e Pablo Lisboa. No dia 16, fará apresentação na Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC), às 19 horas. No mesmo horário, nos dias 17 e 24, a atração acontece em frente à Tenda TPI, com entrada franca e classificação livre.

As bandas independentes da região trazem  rap, hip hop e reggae, na terceira edição do Consciência Alternativa. Já estão confirmadas a poesia de Favela, Ogiva MC, Coletivo Rap de Rua, Grupo Kgonbola. O encontro será no dia 21, às 19 horas, com ingressos a R$ 10 e R$ 5. A classificação indicativa é 12 anos.

:: LEIA MAIS »

FINAL DE SEMANA RECHEADO NO TPI

Casa de Farinha é atração desta sexta na Tenda do TPI.

Casa de Farinha é atração desta sexta na Tenda do TPI.

A Tenda Teatro Popular de Ilhéus (TPI) terá duas atrações neste final de semana. Hoje (22), a Cia de Dança Sôanne Marry apresenta Casa de Farinha, às 20h. Neste sábado (23), MCs e DJs participam do encontro Consciência Alternativa, a partir das 17h.

O espetáculo de dança Casa de Farinha é inspirado nos livros Farinha, Madeiras e Cabotagem: a capitania de Ilhéus no antigo sistema colonial, do historiador Marcelo Henrique Dias, e Tambores de Angola, de Robson Pinheiro.

O encontro Consciência Alternativa terá dez apresentações de grupos de jovens talentos sul-baianos. Para cada espetáculo, o ingresso custa R$ 20,00 e R$ 10 para estudantes e idosos. A meia vale também para titulares do cartão fidelidade TPI.

CULTURA: CARTÃO TPI OFERECERÁ ATÉ 15% DE DESCONTO EM LIVRARIA ILHEENSE

Karoline Vital, do TPI, e Bruno Vita, da Papirus, exibem termo de parceria.

Karoline Vital, do TPI, e Bruno Vita, da Papirus, exibem termo de parceria.

Quem possui Cartão do Teatro Popular de Ilhéus (TPI) terá 10% de descontos em livros e 15% de descontos nos demais produtos da Papirus Livraria, em Ilhéus, que se tornou a mais nova parceira do programa de descontos e de incentivo à cultura.

– Nossa intenção é aumentar a rede de parceiros para oferecer ainda mais benefícios aos nossos associados, que já têm direito a pagar meia-entrada durante um ano em todos os espetáculos da Tenda, além de abatimento nas mensalidades de cursos e oficinas – disse o coordenador administrativo do TPI, Antônio Melo.

O Cartão TPI tem, ainda, como parceiros a Pizzaria Pinocchio e a Lanchonete Praça do Mestre, que concedem desconto de 5% em refeições e lanches a titulares do cartão. O benefício é garantido com a apresentação do cartão e de documento de identidade com foto.

O termo de parceria do Teatro Popular de Ilhéus com a Papirus foi assinado pelo gerente da loja, Bruno Vita, e a coordenadora de comunicação do TPI, Karoline Vital. A loja fica no Shopping It´Art, no calçadão da Dom Pedro II, no centro histórico de Ilhéus.

Para ter direito ao benefício, o associado deverá apresentar o Cartão TPI e um documento de identidade com foto. Para se associar, é preciso preencher um cadastro e pagar a taxa anual de R$ 25,00.

Karoline explica que as empresas parceiras do Cartão TPI ganham espaço para expor suas marcas no espaço cultural, além do nome do estabelecimento ser incluído na mensagem de serviço, antes dos espetáculos. Em contrapartida, podem oferecer descontos ou brindes para os titulares do Cartão TPI. Informações pelo telefone (73) 4102-0580.

TEATRO POPULAR CRIA O “FREEBOI”

O Teatro Popular de Ilhéus (TPI) utiliza também as redes sociais para atrair público para os seus espetáculos na tenda na Avenida Soares Lopes, centro. Redes sociais, criatividade e bom humor nas mensagens para cativar plateia.

Sábado (31), às 17h, por exemplo, a encenação do Auto do Boi da Cara Preta será gratuita, 0800, free. Ou, como dizem seus idealizadores, Freeboi! Não, não é merchandising para os cortes finos daquele frigorífico que tem Roberto, o Carlos, como garoto-propaganda, o Friboi. É um Boi free, gratuito, de diversão assegurada e que – lembrando aquela bandeira de cartão de crédito – não tem preço. Outro merchan. Involuntário.

auto do boi da cara preta free boi

A turma convocou até o Toni Ramos para chamar gente (Reprodução Facebook).

A propósito: o Auto do Boi da Cara Preta é daqueles espetáculos que valem para qualquer idade – da criança ao pai, mãe, tio, tia, avó, avô… E, sendo “freeboi”, não haverá desculpa para deixar de assistir. É na rua, fora da tenda. É free, para o leitor não perder o Boi. Até Toni Ramos “apareceu”.

E, para não perder a viagem, curta o bom humor e a criatividade que transborda das tendas do TPI para a página no Facebook (é só clicar aqui).

TPI LANÇA CAMPANHA QUE MOSTRA COMO DOAR E RECEBER RESTITUIÇÃO DO IR

lll

Tenda do Teatro Popular de Ilhéus, na Avenida Soares Lopes (Foto TPI).

O Teatro Popular de Ilhéus (TPI) lançou campanha para captar doações e patrocínios para manutenção do grupo e da tenda cultural na Avenida Soares Lopes. Sou Parceiro busca captar doadores pessoas físicas que optam pelo modelo completo de declaração do Imposto de Renda.

Os doadores podem aplicar até 6% do valor pago e recebê-lo, integralmente, na próxima declaração. Sendo pessoa jurídica, se a empresa for tributada em lucro real, o limite do percentual é de 4% do imposto devido e o investimento pode ser abatido ou deduzido.

LEI ROUANET

A campanha do TPI foi aprovada pela Secretaria de Fomento à Cultura do Ministério da Cultura, por meio da Lei Rouanet, autorizando a captação de R$ 1,9 milhão para dinamização do grupo e apresentações de cinco espetáculos do seu repertório em Ilhéus.

O valor a ser captado também financiará remontagem, ensaios abertos e apresentação de A estória engraça e singela de Fuscão – o quase capão – e o cabo eleitoral, de Équio Reis;  turnê da ópera afro-rock 1789 em Salvador e no Rio de Janeiro; além de cursos e oficinas. Ao todo, serão 66 apresentações para um público estimado de mais de 13 mil pessoas.

– Qualquer valor pode ser depositado. A pessoa escolhe o destino do seu imposto e ainda colabora com a cultura brasileira – afirma  o diretor artístico do TPI, Romualdo Lisboa.

Os interessados devem efetuar depósito identificado com o valor desejado na conta bancária do projeto, aberta e supervisionada pelo Ministério da Cultura. O doador receberá comprovante de renúncia e será ressarcido no ano seguinte, seja como restituição ou abatimento no valor do IR a ser pago.

BRINDES A DOADORES

As pessoas físicas que doarem a partir de R$ 15 receberão brindes do Teatro Popular de Ilhéus. Há um kit de presentes diferenciados para cada valor, que podem incluir cartão postal, livros, Cartão TPI, DVDs e entradas gratuitas.

No caso de pessoas jurídicas, a empresa patrocinadora do projeto terá sua logomarca divulgada em material gráfico, releases, mídias digitais, CDs e DVDs. Para mais informações, os interessados podem ir à Tenda Teatro Popular de Ilhéus, na Avenida Soares Lopes, ou ligar para (73) 4102-0580, em horário comercial.

“TEODORICO MAJESTADE” EM CARTAZ NO TPI

Teodorico estará em cartaz todas as sextas neste mês (Foto Karoline Vital).

Teodorico estará em cartaz todas as sextas neste mês (Foto Karoline Vital).

Nesta sexta (21) tem comédia na Tenda do Teatro Popular de Ilhéus (TPI), na Avenida Soares Lopes, com a sátira Teodorico Majestade – as últimas horas de um prefeito. A sessão começa às 20 horas e as entradas custam R$ 20 e R$ 10 para estudantes, idosos e sócios do Cartão TPI. A classificação indicativa é 14 anos.

A montagem já foi apresentada em várias cidades da Bahia, incluindo a capital, além de Rio de Janeiro, São Paulo, Curitiba e Alagoas. “Por onde passamos, alguém diz que Teodorico se parece com algum político local. Infelizmente, ele representa um modelo negativo, comum em nosso país, e que devemos lutar para virar exceção”, disse o autor e diretor Romualdo Lisboa.

O espetáculo foi montado a partir de pesquisas sobre a literatura de cordel, xilogravura e cancioneiro nordestino. Teodorico surgiu como protesto à série de escândalos políticos que aconteceu em Ilhéus no ano de 2006, mas continua atual. Assim, a história se passa na fictícia Ilha Bela, onde o prefeito desonesto, boca-suja e beberrão se vê abandonado pelos seus comparsas. Acuado em seu gabinete, ele tenta negociar com o povo, que pede sua cassação imediata.

TPI FAZ CAMPANHA DE IMPACTO POR PLATEIA

A criatividade é uma das marcas do Teatro Popular de Ilhéus (TPI). A última do grupo teatral é uma campanha em vídeo para a formação de plateia no sul da Bahia. “O rapto” mostra traz uma pessoa entendiada com a televisão.

Interpretado por Felipe de Paula, o personagem é sequestrado e encapuzado por um bando. O doce cativeiro é o teatro, mais exatamente a Tenda do TPI, na Avenida Soares Lopes. Confira a sacada da turma.

“BOI DA CARA PRETA” EM CARTAZ NO TPI

(Foto Karoline Vital).

Espetáculo revela o grande talento de artistas sul-baianos (Foto Karoline Vital).

O musical infantojuvenil Auto do Boi da Cara Preta está em cartaz na Tenda do Teatro Popular de Ilhéus, na Avenida Soares Lopes,  hoje e amanhã (dias 18 e 19), sempre a partir das 19 horas. O ingresso custa R$ 20,00 a inteira e R$ 10,00 para estudantes, idosos e sócios do Cartão TPI.

O musical tem texto de Romualdo Lisboa e direção musical de Elielton Cabeça, além de Tânia Barbosa na direção geral, que deu nova roupagem ao espetáculo a partir de novembro do ano passado.

O espetáculo narra as aventuras do vaqueiro Mateus para tentar agradar sua mulher Catarina, que está grávida e desejando a língua do boi do austero coronel Firmino. Para alcançar seu objetivo, acaba encontrando diversas figuras do universo nordestino. É espetáculo para todas as idades.

SERVIÇO
Auto do Boi da Cara Preta
Quando: Dias 18 e 19
Horário: 19h
Ingresso: R$ 20 inteira e R$ 10,00 para estudantes
e idosos e sócio do Cartão TPI
Local: Tenda do TPI, na Avenida Soares Lopes

TPI APRESENTA TEODORICO E O INSPETOR GERAL EM ITABUNA

Criações do TPI, Teodorico e O Inspetor são garantia de riso e reflexão.

Criações do TPI, Teodorico e O Inspetor são garantia de riso e reflexão.

Nesta quinta-feira (12) será a primeira vez que a peça Teodorico Majestade – as últimas horas de um prefeito entra em cartaz no Centro de Cultura Adonias Filho. A criação do Teatro Popular de Ilhéus (TPI) é sucesso de público e crítica. Em 2008, teve duas indicações ao Prêmio Braskem de Teatro nas categorias Melhor Texto e Melhor Ator.

É a mais pura demonstração da inteligência e da qualidade do teatro produzido no sul da Bahia. A sátira social e política, uma crítica ao modo de fazer político no interior do Brasil, terá apresentação única, às 20 horas, no CCAF.

A trupe do Teatro Popular de Ilhéus, no entanto, retorna ao palco do centro de cultura itabunense nas outras duas noites seguintes. Na sexta e no sábado (13 e 14), sempre às 20h, o TPI apresenta O Inspetor Geral.

Trata-se de outro sucesso de público. O Inspetor… é sátira que teve indicação ao Prêmio Shell de Teatro de 2012 na categoria Especial e ganhou os palcos do sul e sudeste do País. Apesar do sucesso lá fora, as duas peças são inéditas em Itabuna. As peças fazem parte do projeto itinerante do TPI.

SERVIÇO

Teodorico Majestade – as últimas horas de um prefeito
Quando: 12/09, às 20h
Local: Centro de Cultura Adonias Filho
Ingresso: R$ 10,00 e R$ 5,00 (meia)

O Inspetor geral
Quando: 13 e 14/09, às 20h
Local: Centro e Cultura Adonias Filho
Ingresso: R$ 10,00 e R$ 5,00 (meia)

DE PEDRADAS AOS APLAUSOS – 18 ANOS DO TPI

Karoline VitalKaroline Vital | karolinevital@gmail.com

O Teatro Popular de Ilhéus, que sempre se preocupou em levar ações para a periferia ilheense e a zona rural, consegue alçar voos mais longos.

A força do Teatro Popular de Ilhéus (TPI) vai além da plasticidade dos seus espetáculos. É um grupo que resiste bravamente às intempéries econômicas, políticas e sociais. O primeiro espetáculo do grupo criado por Équio Reis em 1995 (a data exata ninguém se lembra com exatidão) colocou à prova os artistas sociais. Apresentando A estória engraçada e singela de Fuscão – o quase capão – e o cabo eleitoral, o elenco precisou fugir da “plateia” enfurecida, no bairro Teotônio Vilela.

A primeira peça do grupo era encenada na rua, entre os transeuntes desavisados que estavam em meio ao palco. O enredo era baseado no drama de um homem passando mal que não recebia atendimento porque um puxa-saco de político queria promover seu candidato. O “público” enfurecido reagiu à situação esdrúxula dando uma carreira nos atores, atirando pedras e concedendo predicados impublicáveis. A provocação do espetáculo surtiu efeito, já que o povo demonstrou saber como reagir às injustiças.

Desde então, é impossível assistir aos espetáculos do Teatro Popular de Ilhéus e não sentir a pulsação da essência do grupo em cada cena: a arte como instrumento de transformação social. Mas é assistir de verdade, saboreando com os sentidos cada fala, movimento, música, luz, etc. A valorização da cultura popular, o discurso crítico que coloca o povo como protagonista, a provocação sobre as posturas da comunidade, o sonho de um mundo mais justo. Esses são os temperos básicos de cada montagem, independente da idade do público.

O Teatro Popular de Ilhéus é formado por uma turma que carrega ideais acima de vaidades. No TPI, não há espaço para estrelas ou vedetes e, com modéstia, todos trabalham para promover o conteúdo das montagens. Capitaneados com a ousadia de Romualdo Lisboa, desde o falecimento de Équio em 2001, seguem remando contra a maré do entretenimento vazio, da alienação ideológica e desvalorização das riquezas da nossa terra, da falta de apoio financeiro.

É incrível ver como o Teatro Popular de Ilhéus, mesmo com recursos limitados, mantém o único espaço cultural da região com programação regular não só de espetáculos, mas que oferece cursos e oficinas artísticas. Um grupo do interior da Bahia que possui cinco peças em seu repertório atual e mais de 20 produções em seu currículo, todas escritas, produzidas e executadas com alta qualidade técnica. Cada montagem é uma gestação e um parto, embasada em pesquisas científicas, apoio técnico de acadêmicos, preparação de corpo e voz com profissionais, além de muita inventividade.

Mesmo primando pela excelência, nem sempre o TPI conta com a atenção do público local ou de agentes financiadores que desejem investir em um produto cultural tão vivo e instigante. Os apoios financeiros dos governos Estadual e Federal garantem a estrutura básica para execução das ações. Através dos editais, conseguem financiar algumas atividades, escrevendo e submetendo mais de 20 projetos por ano. Porém, a falta de visão e interesse da iniciativa privada não permite a ampliação dos projetos planejados para beneficiar toda uma região, agregando diferentes grupos, artistas, linguagens e fortalecendo a nossa identidade cultural.

O Teatro Popular de Ilhéus, que sempre se preocupou em levar ações para a periferia ilheense e a zona rural, consegue alçar voos mais longos. Já pousou em outras cidades do interior baiano e até do sertão de Alagoas e deixou sua marca nos palcos de grandes capitais como Salvador, São Paulo, Rio de Janeiro e Curitiba. Mas, ao invés de despertar vaidade pelos aplausos e reconhecimento nacional, o amadurecimento reforçou o sentimento de responsabilidade sociocultural com sua terra mãe.

Eu sou muito feliz por fazer parte de um grupo que não carrega um discurso individualista. Em cada pequena revolução que promove, o Teatro Popular de Ilhéus lança sementes de ideias por um mundo melhor. E isso me enche de orgulho.

Karoline Vital é jornalista e coordenadora de Comunicação do Teatro Popular de Ilhéus.

“AUTO DO BOI DA CARA PRETA” NOS 18 ANOS DO TPI

Auto do Boi da Cara Preta fica em cartaz até sábado na Tenda do TPI (Foto Karoline Vital).

Auto do Boi da Cara Preta fica em cartaz até sábado na Tenda do TPI (Foto Karoline Vital).

As comemorações pelos 18 anos do Teatro Popular de Ilhéus (TPI) têm hoje, amanhã e sábado (8 a 10) o musical infanto-juvenil Auto do Boi da Cara Preta. O espetáculo será encenado na Tenda do TPI, na Avenida Soares Lopes, sempre às 20 horas. A entrada custa R$ 20,00 e R$ 10,00 (meia) e pode ser paga com cartão de crédito ou débito.

O espetáculo musical estreou em 2007 e ganhou nova roupagem, no final do ano passado, com a inclusão de mais personagens e canções. A inspiração para o Auto do Boi… é o bumba meu boi de seu Oreco, de Urucutuca. A histórica escrita pelo ator Romualdo Lisboa traz cantigas das lavadeiras, o aboio dos vaqueiros, o xaxado e o coco se misturam ao rock e ao blues, sob a direção musical de Elielton Cabeça. O espetáculo traz as desventuras de um homem para satisfazer os desejos da esposa, que está grávida.

Tânia Barbosa, diretora geral, diz que o Auto do Boi da Cara Preta é uma celebração da cultura popular que agrada todas as idades. “A montagem uma homenagem às tradições, mostrando ao público jovem como os pais, avós e bisavós se divertiam. E os mais velhos podem matar a saudade dos folguedos que participavam”.

SERVIÇO
Auto do Boi da Cara Preta
Onde: Tenda do TPI (Soares Lopes)
Quando: Dias 8, 9 e 10, às 20 horas
Quanto: R$ 20,00 e R$ 10,00 (meia)
Pagamento em cartão de crédito ou débito








WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia