WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia


alba










dezembro 2019
D S T Q Q S S
« nov    
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031  

editorias






:: ‘Tel Centro de Contatos’

TEL CRITICA PEDIDO DO MPT E APONTA RISCO DE 2 MIL DEMISSÕES EM ITABUNA

Unidade da Tel em Itabuna sofreu pedido de interdição por parte do MPT

A direção da empresa de telemarketing Tel Centro de Contatos reagiu ao pedido do Ministério Público do Trabalho de interdição da sua unidade em Itabuna (relembre aqui). Em contato com o PIMENTA, a empresa informou que preza “em cumprir rigorosamente as normas trabalhistas” para salvaguardar a qualidade de vida dos 15 mil colaboradores no país, classificou o pedido como absurdo e apontou risco de 2 mil desempregos no município sul-baiano, com fechamento da unidade.

A empresa ainda acusa o MPT de ter omitido a existência de laudo do Corpo de Bombeiros “atestando que as instalações estão em condições de segurança necessárias para o pleno funcionamento de suas atividades”. A documentação do Corpo de Bombeiros, de acordo com a direção da empresa, já foi apresentada. O processo em que é ré, reforça, segue em fase de instrução na Justiça Trabalhista.

“Nesse cenário, a Tel entende ainda que a ação irrefletida do MPT poderia ocasionar prejuízos à população itabunense com o desemprego de mais de 2.000 pessoas por uma medida que carece de fundamentação e prudência, colocando em xeque o sustento de milhares de famílias que dependem da unidade, assim como a vida econômica da região, nesse momento de tanta dificuldade e crise instalada”.

A empresa já sofreu uma interdição em outubro de 2017 em Itabuna. O ato foi revogado no mesmo dia pela justiça do Trabalho. Abaixo, clique em Leia Mais e confira a íntegra do posicionamento em resposta à matéria veiculada pelo PIMENTA, ontem à tarde. :: LEIA MAIS »

MPT PEDE INDENIZAÇÃO DE R$ 20 MILHÕES DA TEL TELEMÁTICA EM ITABUNA

MPT acusa empresa em Itabuna de várias irregularidades|| Foto MPT

O Ministério Público do Trabalho (MPT) na Bahia está movendo ação civil pública contra a operadora Oi e a Tel Telemática, empresa que presta serviços de telemarketing, pela prática de um grande conjunto de irregularidades trabalhistas. A ação está sendo apreciada pela 1ª Vara do Trabalho de Itabuna, onde fica a filial da empresa de telemarketing contratada pela Oi.

Além de pedir a correção imediata das práticas ilegais listadas, o MPT-BA requer que as empresas sejam condenadas a pagar indenização de R$ 20 milhões. O pedido de liminar feito pelo órgão para obrigar a Tel a corrigir as ilegalidades no ambiente de trabalho ainda não foi apreciado pela Justiça, apesar de ter sido ajuizada em julho do ano passado.

O procurador Ilan Fonseca, autor da ação, se diz preocupado com a falta de um posicionamento da Justiça acerca das inúmeras situações levantadas durante o inquérito aberto no MPT e relatadas na ação. “O meio ambiente de trabalho na unidade da Tel Telemática é degradado e são registrados muitos afastamentos por doenças ocupacionais e denúncias de assédio moral”.

Ele acresce que “cada dia que passamos sem que a empresa seja obrigada a corrigir essas práticas representa risco de mais pessoas serem vitimadas”. O inquérito que deu origem à ação foi aberto a partir de uma série de denúncias de empregados da Tel Telemática se queixando de que estavam sendo submetidos situações de esgotamento físico e mental.

PRESSÃO PSICOLÓGICA

De acordo com o MPT, entre as denúncias estão a pressão psicológica que os funcionários recebem para entregar resultados e resolver as reclamações feitas por clientes da Oi. O tempo de cada ligação era rigorosamente cronometrado por um supervisor e o intervalo entre uma chamada e outra dura poucos segundos, aumentando o nível de estresse dos operadores.

:: LEIA MAIS »

TEL ABRE 15 VAGAS PARA PESSOAS COM DEFICIÊNCIA

Tel abre 15 vagas para pessoas com deficiência

A Tel Centro de Contatos abriu 15 vagas de emprego para pessoas com deficiência (PCD) para a unidade de Itabuna, no sul da Bahia. De acordo com a empresa, são 10 vagas par operador de telemarketing PCD e 5 vagas para supervisor de telemarketing PCD.

Para vaga de operador de telemarketing, o candidato deve ser maior de 18 anos e ter nível médio completo. Já para supervisor, o candidato deve ter mais que 18 anos e ter concluído ou estar cursando nível superior e possuir experiência em gestão de pessoas.

Os interessados nas vagas devem entregar currículo na recepção da Tel em Itabuna. Caso prefira, o interessado pode enviar o currículo pelo site da empresa, na seção contatos – http://www.tel.inf.br/contato/.

SINEBAHIA OFERECE 88 VAGAS DE EMPREGO EM ITABUNA

Maioria das vagas no Sinebahia é para operador de telemarketing (Foto Reprodução).

Maioria das vagas no Sinebahia é para operador de telemarketing (Foto Reprodução).

Sistema de intermediação de emprego, o Sinebahia está cadastrando pessoas para 88 oportunidades de emprego para esta quinta (20), em Itabuna. O atendimento é feito na unidade no segundo piso do Shopping Jequitibá, no Serviço de Atendimento ao Cidadão (SAC), na Avenida Aziz Maron.

A maioria das vagas não exige experiência em carteira. Oitenta das oportunidades são oferecidas pela Tel Centro de Contatos. As vagas nesta empresa são para operador de telemarketing.

Os interessados nas vagas devem comparecer munidos dos documentos exigidos para contratação (ou os respectivos números), além dos comprovantes de escolaridade e de residência. Confira todas as oportunidades no “leia mais”. Clique no link. :: LEIA MAIS »

SINEBAHIA OFERECE 65 VAGAS EM ITABUNA

Sinebahia disponibiliza vagas de emprego e estágio em Itabuna..

Sinebahia disponibiliza vagas de emprego e estágio em Itabuna..

A unidade do Sinebahia no Shopping Jequitibá, na Avenida Aziz Maron (Beira-Rio), está intermediando 64 vagas de emprego e 1 de estágio em Itabuna. As oportunidades são para esta quinta (13).

Das oportunidades, 50 delas são para operador de telemarketing na Tel Centro de Contatos. Algumas das vagas são reservadas para pessoas com deficiência (PCD).

O interessado deve comparar à unidade do Sinebahia com carteira de trabalho, RG, CPF, comprovante de residência e certificado de escolaridade.

O atendimento começa às 8h, no segundo piso do Jequitibá (estacionamento superior).

Clique no “leia mais”, abaixo, e confira as vagas disponibilizadas na unidade itabunense do Sinebahia.

:: LEIA MAIS »

ITABUNA GERA NOVOS EMPREGOS EM 2016; ILHÉUS FECHA 1,1 MIL POSTOS DE TRABALHO

Oportunidades na área de telemarketing puxaram resultado positivo (Foto Reprodução).

Oportunidades na área de telemarketing puxaram resultado positivo (Foto Reprodução).

Puxado pelos setores de serviços e indústria de transformação, Itabuna fechou 2016 com saldo positivo de empregos com carteira assinada. O município criou 165 novos postos de trabalho no período, de acordo com o Ministério do Trabalho. O cenário difere de 2015, quando houve corte de 1.788 vagas de emprego.

O setor de serviços criou 803 novas vagas, maior saldo em 2016, seguido pela indústria de transformação, com 449 novos postos de trabalho. A área de serviços poderia fechar o ano ainda melhor se não fosse dezembro, porém encerrou com saldo negativo de 157 vagas.

Individualmente, a empresa campeã em geração de novos empregos no ano passado foi a Tel Centro de Contatos, empreendimento da área de call center que começou a se instalar em Itabuna no segundo semestre de 2015. A Tel abriu cerca de 1,3 mil empregos somente em 2016 em suas bases na região do São Caetano e na Avenida J.S. Pinheiro.

Reflexo ainda da crise na economia nacional, o comércio itabunense fechou 592 postos de trabalho. Nos últimos dois anos, este setor cortou 1.097 vagas de emprego com carteira, sendo 505 em 2015.

Outros setores também fecharam 2016 com saldo negativo – construção civil (-272) e agropecuária (-186).

Encerrar 2016 no azul no item geração de empregos faz com que Itabuna se insira em grupo de poucos municípios baianos que conseguiram este feito no período. Juazeiro criou mais de 1,9 mil empregos no ano passado. Além deles, Eunápolis também encerrou período no azul, conforme levantamento feito pelo PIMENTA.

ILHÉUS CORTA 1,1 MIL EMPREGOS

empregoO desempenho da economia ilheense no ano passado foi em direção oposta à de Itabuna. Houve corte de 1.143 vagas com carteira assinada. No período de 12 meses, o segundo maior município sul-baiano gerou 6.980 empregos e registrou 8.123 desligamentos.

Todos os principais setores da economia de Ilhéus fecharam no negativo, com destaque para a área de serviços, com o saldo negativo de 495 vagas.

O comércio fechou 177 postos de trabalho e a indústria cortou outros 174. A indústria, que sempre teve forte peso no Produto Interno Bruto (PIB) ilheense, apresentou saldo negativo de 111 vagas.

A retração no setor industrial na Terra de Gabriela nos últimos 10 anos fez com que Itabuna a ultrapassasse em relação ao PIB.

DESEMPENHO DOS 15 MAIS POPULOSOS DA BA

Juazeiro | + 1.956 vagas

Eunápolis | + 336 vagas

Itabuna | + 165 vagas

Porto Seguro | -78 vagas

Jequié | -308 vagas

Santo Antônio de Jesus |-521 vagas

Teixeira de Freitas | -586 vagas

Vitória da Conquista |  – 1.080 vagas vagas

Ilhéus | -1.143 vagas

Barreiras | -1.347 vagas

Simões Filho | -1.699

Camaçari | -5.437 vagas

Feira de Santana | -5.924 vagas

Lauro de Freitas | -13.918 vagas

Salvador | -25.000 vagas

TEL ANUNCIA EXPANSÃO COM GERAÇÃO DE 3 MIL EMPREGOS EM ITABUNA

Grupo passa por avaliação técnica para contratação em nova unidade em Itabuna (Foto Pimenta).

Grupo participa de avaliação técnica para contratação em unidade em Itabuna (Foto Pimenta).

A Tel Centro de Contatos espera gerar até 3 mil empregos diretos em Itabuna, quando concluir a sua planta definitiva no Bairro Conceição. Nesta quinta (21), o presidente da Tel, Bartolomeu Brito, conferiu as instalações da segunda unidade provisória no município sul-baiano, na Avenida J.S. Pinheiro, no Centro Comercial.

Somente nesta unidade na J.S. Pinheiro, o contact center empregará 1,5 mil funcionários, de acordo com o diretor de Recursos Humanos da Tel, Rodrigo Neri. Atingirá total de 1,8 mil com os 300 já empregados em Itabuna desde agosto do ano passado. Avaliações técnicas já começaram para seleção dos novos funcionários.

As obras da planta definitiva, de acordo com Bartolomeu Brito, começarão até setembro. A empresa terá até o final do ano para concluir a obra. O terreno de 3 mil metros quadrados foi doado pelo município.

Os planos da empresa são ambiciosos. Quer se tornar a quinta maior no setor de contact center do país. “Já estamos chegando entre as cinco maiores”, disse Rodrigo Neri ao PIMENTA.

A Tel possui centrais de contatos em Itabuna, Feira de Santana, Lauro de Freitas, Madre de Deus e Salvador, na Bahia, além de São Paulo (SP), Brasília (DF) e Palmas (TO). Com a expansão em Itabuna, chegará a cerca de 14 mil funcionários, conforme Neri.

FORMAÇÃO SURPREENDE EXECUTIVOS

Bartolomeu Brito, da Tel, e o prefeito Vane em visita à unidade na J.S. Pinheiro (Foto Gabriel Oliveira).

Bartolomeu Brito, da Tel, e o prefeito Vane em visita à unidade na J.S. Pinheiro (Foto Gabriel Oliveira).

Neri disse que surpreendeu o nível de formação dos profissionais selecionados para trabalhar na empresa em Itabuna. “Temos pessoas com graduação em diversas áreas, pós, MBA e até doutorado”, disse.

Acompanhando a visita dos executivos da Tel, o prefeito Vane do Renascer brincou: “eu avisei que eles iriam se surpreender. Estamos numa região com várias faculdades”, observou.

Especialista na área de RH, Neri considera a área de call center a mais democrática (“inclusiva”) possível. “Temos pessoas do mais variado nível de formação, graduação em áreas diversas e que oferece possibilidade real de ascender, crescer na empresa”, afirma ele, que começou como operador de telemarketing na própria Tel há pouco mais de 12 anos. “É um mercado com muitas oportunidades de crescimento”, completa.

GERAÇÃO DE EMPREGOS

O prefeito Vane disse que a consolidação da filial da Tel em Itabuna é “ótima notícia” em momento de crise nacional e quando o país tem aproximadamente 12 milhões de desempregados. “É uma felicidade poder gerar mais de 3 mil empregos”, disse, incluindo os 300 indiretos que o negócio atrai, segundo o gerente nacional de RH da empresa.

Vane visitou as instalações da Tel na J. S. Pinheiro, onde funcionava filial da D&D Material de Construção, acompanhado de secretários municipais Gilvan Rodrigues (Comunicação), Cleide Oliveira (Governo), Marco Cerqueira (Fazenda), Oton Matos (Controladoria) e José Humberto Martins (Indústria e Comércio). Titular da Fazenda, Marco Cerqueira ressaltou o trabalho do município para atrair a Tel. Para isso, doou área (a antiga feira livre do Conceição).






WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia