WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia


alba

workshop










setembro 2019
D S T Q Q S S
« ago    
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
2930  

editorias






:: ‘Teodorico Majestade – as últimas horas de um prefeito’

TPI PARTICIPA DO FESTIVAL DE TEATRO DA CAATINGA

Teodorico Majestade é uma sátira política de grande sucesso no sul da Bahia

O Teatro Popular de Ilhéus está a caminho de Irecê, onde participará do IV Festival de Teatro da Caatinga. O evento começa nesta sexta (19) e será encerrado no próximo dia 27. É a primeira vez que o grupo ilheense se apresenta na cidade.

O espetáculo do TPI que participará do festival será Teodorico Majestade – As últimas horas de um prefeito. Sucesso desde 2006, a montagem é uma sátira política em cordel.

Assinada e dirigida pelo dramaturgo Romualdo Lisboa, a obra é uma das atrações do evento que, além do grupo baiano, conta com projetos nacionais e internacionais.

A apresentação do Teatro Popular de Ilhéus será neste sábado (20), às 20 horas, no auditório do Colégio Modelo de Irecê. No elenco de Teodorico…, os atores Aldenor Garcia, Cabeça Isidoro, Ely Izidro, Tânia Barbosa e Takaro Vítor.

TPI COMEMORA 10 ANOS DE “TEODORICO MAJESTADE” COM APRESENTAÇÃO NA SEXTA

Teodorico em cena: sucesso de público e crítica (Foto Karoline Vital).

Teodorico em cena: sucesso de público e crítica (Foto Karoline Vital).

O grupo Teatro Popular de Ilhéus (TPI) comemora, na próxima sexta-feira (16), os dez anos de cartaz da peça Teodorico Majestade – As últimas horas de um prefeito, escrita pelo dramaturgo e diretor, Romualdo Lisboa, em 2006. A festa terá apresentação da peça, na tenda do TI, na Avenida Soares Lopes, próximo ao Colégio São Jorge. O ingresso será no estilo “pague quanto quiser”. Ou seja, o espectador define o valor que quer pagar.

No final do mês de novembro deste ano, a peça foi apresentada pelo grupo ilheense ao público pernambucano, no encerramento da 18ª edição do Festival Recife do Teatro Nacional, realizado em Recife, que reuniu grupos de seis estados brasileiros.

O TPI foi o único grupo a representar o estado da Bahia no Festival, apresentando ainda o espetáculo “Medida Por Medida”, baseado na obra de William Shakespeare. As duas peças agradaram tanto o público quanto a crítica especializada local (confira depoimento no vídeo abaixo).

Em Teodorico Majestade, uma sátira política em linguagem de cordel, é contada a história do prefeito beberrão e corrupto da fictícia cidade de Ilha Bela, que está prestes a ser expulso do cargo pela população. Na tentativa de se livrar, ele realiza uma negociação que é garantia de bons risos.

DOAÇÃO DA BILHETERIA

O valor arrecadado com a apresentação de Teodorico Majestade, nesta sexta, será doado pelo Teatro Popular de Ilhéus ao grupo Aguadeiro, do Acre, que viajava pelo país abordo de um ônibus realizando apresentações teatrais e desenvolvendo sua pesquisa na área.

O veículo teve perda do motor nas proximidades da Chapada Diamantina. Anteriormente, o grupo Aguadeiro integrou, com seus espetáculos, a programação da Tenda Teatro Popular de Ilhéus durante os meses de setembro e outubro de 2016, realizando também apresentações em praças, feiras, escolas e comunidades de Ilhéus, através do projeto “Caravana Mundo Palco”.

NOVO SITE

Também na sexta-feira, o TPI lançará sua nova página na internet, que configura um dos principais canais de comunicação do grupo. A nova página tem objetivo de trazer, de forma mais objetiva, informações sobre as atividades do Teatro Popular de Ilhéus, além de dados e  programação mensal da Tenda, espaço que administra há três anos.

“TEODORICO MAJESTADE” EM ILHÉUS E ITABUNA

Teodorico Majestade nos palcos de Ilhéus e Itabuna (Foto Karoline Vital).

Teodorico Majestade nos palcos de Ilhéus e Itabuna (Foto Karoline Vital).

Um dos grandes sucessos do Teatro Popular de Ilhéus está de volta. A peça teatral Teodorico Majestade – As últimas horas de um prefeito será apresentada na próxima sexta-feira (17), às 20h, na Tenda Teatro Popular de Ilhéus, localizada na Avenida Soares Lopes.

Já no sábado (18) e domingo (19), no mesmo horário, é a vez do itabunense assistir à peça, no Teatro Zélia Lessa, ao lado da Escola Profissionalizante Zélia Lessa, no centro da cidade.

Em Teodorico Majestade, uma sátira política em cordel, o público pode conferir o drama do prefeito da fictícia cidade de Ilha Bela, acuado em seu gabinete, cercado pela população revoltada com suas trapaças.

Boca-suja e beberrão, o alcaide se vê abandonado pelos seus comparsas e, em um ato de desespero para se manter no poder, tenta negociar com o povo.

Com dramaturgia e direção de Romualdo Lisboa, Teodorico Majestade tem classificação indicativa de 14 anos. Os ingressos podem ser adquiridos na bilheteria da Tenda (R$ 20,00 e R$ 10,00) e do Teatro Zélia Lessa (R$ 14,00 e R$ 7,00).

O Teatro Popular de Ilhéus é uma das 15 instituições apoiadas pelo programa Ações Continuadas a Instituições Culturais, iniciativa da Secretaria de Cultura do Estado da Bahia (Secult-BA), por meio do Fundo de Cultura da Bahia (FCBA).

“TEODORICO MAJESTADE” EM CARTAZ NO TPI

Teodorico estará em cartaz todas as sextas neste mês (Foto Karoline Vital).

Teodorico estará em cartaz todas as sextas neste mês (Foto Karoline Vital).

Nesta sexta (21) tem comédia na Tenda do Teatro Popular de Ilhéus (TPI), na Avenida Soares Lopes, com a sátira Teodorico Majestade – as últimas horas de um prefeito. A sessão começa às 20 horas e as entradas custam R$ 20 e R$ 10 para estudantes, idosos e sócios do Cartão TPI. A classificação indicativa é 14 anos.

A montagem já foi apresentada em várias cidades da Bahia, incluindo a capital, além de Rio de Janeiro, São Paulo, Curitiba e Alagoas. “Por onde passamos, alguém diz que Teodorico se parece com algum político local. Infelizmente, ele representa um modelo negativo, comum em nosso país, e que devemos lutar para virar exceção”, disse o autor e diretor Romualdo Lisboa.

O espetáculo foi montado a partir de pesquisas sobre a literatura de cordel, xilogravura e cancioneiro nordestino. Teodorico surgiu como protesto à série de escândalos políticos que aconteceu em Ilhéus no ano de 2006, mas continua atual. Assim, a história se passa na fictícia Ilha Bela, onde o prefeito desonesto, boca-suja e beberrão se vê abandonado pelos seus comparsas. Acuado em seu gabinete, ele tenta negociar com o povo, que pede sua cassação imediata.

TPI ESTREIA EM ITABUNA COM “TEODORICO” E “O INSPETOR GERAL”

Teodorico Majestade é um dos sucessos do Teatro Popular de Ilhéus (Foto Karoline Vital).

Teodorico Majestade é um dos sucessos do Teatro Popular de Ilhéus (Foto Karoline Vital).

O segundo final de semana de setembro será recheado de boas atrações teatrais no Centro de Cultura Adonais Filho, em Itabuna. Além do Comício Gargalhada, com o global Rodrigo Sant´anna, o palco do CCAF receberá duas peças do Teatro Popular de Ilhéus (TPI).

Teodorico Majestade – as últimas horas de um prefeito será encenada no dia 13 no palco do centro de cultura. No sábado (14), é a vez d´O Inspetor geral, outra grande criação do Teatro Popular de Ilhéus.

Teodorico… contra as desventuras de um prefeito de vários esquemas, enquanto O Inspetor… traz a saga de um vice-prefeito que ganha o poder com a cassação de Teodorico. As duas peças são inspiradas na crise política vivida em Ilhéus no último período da década passada.

A qualidade do texto, direção, produção e elenco fez com que as produções fossem indicadas a prêmios nacionais como o Braskem. Apesar de grande sucesso em temporadas em outros estados, as peças não tinham entrada em cartaz na vizinha Itabuna.

O “reparo” ocorre justamente no período em que o Teatro Popular de Ilhéus entra na “maioridade”: está completando 18 anos neste mês de agosto. Para comemorar a data, há programação especial na Tenda do TPI sempre de quinta a sábado, a partir das 20h. A partir de hoje e até sábado (15 a 17), a peça em cartaz é 1789, a mais nova produção ilheense.

“TEODORICO MAJESTADE” NA TENDA DO TPI

Peça do Teatro Popular fica em cartaz até este sábado (3) na Tenda do TPI (Foto Karoline Vital).

Peça do Teatro Popular fica em cartaz até este sábado (3) na Tenda do TPI (Foto Karoline Vital).

Cena de Teodorico Majestade... (Foto Karoline Vital).

Cena de Teodorico Majestade… (Foto Karoline Vital).

O Teatro Popular de Ilhéus (TPI) entra na maioridade. Revolução na linguagem e no fazer teatro no sul da Bahia, o TPI completa 18 anos de atividades neste mês. A “maioridade” é comemorada com programação especial que inclui peças que foram sucesso nacional.

A festa começou ontem (1º) e vai até o final de agosto. Na abertura, Teodorico Majestade – as última horas de um prefeito, a partir das 20 horas, na Tenda do TPI. O ingresso para a sátira custa R$ 20,00 e R$ 10,00 (meia) e tem classificação indicativa de 14 anos. A peça fica em cartaz até amanhã (3).

Na próxima semana, o público poderá assistir ao Auto do Boi da Cara Preta, de 8 a 10, com classificação livre. É espetáculo para todas as idades. Na sequência, o TPI traz a 1789, que estreou com sucesso em julho e retrata a revolta de escravos de Rio de Engenho, em Ilhéus (dia 15, 16 e 17).

A sequência tem Lendas da Lagoa Encantada, de 22 a 24, encerrando com a comédia O Inspetor Geral, dias 29, 30 e 31. Os ingressos para assistir às produções do TPI podem ser pagos com cartão de crédito ou débito. A tenda fica na Avenida Soares Lopes, ao lado do Centro de Convenções de Ilhéus.

SUCESSO NO TEATRO, TEODORICO MAJESTADE VAI PARAR NA TELINHA

Gravação das primeiras cenas do documentário em Ilhéus (Foto Karoline Vital).

Gravação das primeiras cenas do documentário em Ilhéus (Foto Karoline Vital).

Teodorico Majestade, as últimas horas de um prefeito está entre as maiores peças já produzidas pelo teatro regional. Depois de ganhar os palcos regionais e encantar plateias no sudeste do País, o espetáculo vai parar na telinha em um documentário do diretor ilheense Elson Rosário,que já atuou como diretor de produção de filmes como Eu, tu eles, Tieta do Agreste e A coleção invisível.

O documentário pretende mostrar como Teodorico Majestade influenciou o processo de cassação do então prefeito de Ilhéus,Valderico Reis, em agosto de 2007. A política ilheense fervia e Teodorico Majestade, escrita pelo ator e diretor teatral Romualdo Lisboa, era luz na consciência ilheense.

Seus personagens se apresentavam em qualquer lugar. Até mesmo ali nas escadarias do Palácio Paranaguá, de onde o prefeito e sua equipe saíram enxotados pela voz das ruas e a pressão dos políticos – e sob escolta da polícia.

Teodorico em cena: sucesso de público e crítica.

Teodorico em cena: sucesso de público e crítica.

De acordo com o script do documentário, o curta-metragem de 15 minutos terá, além de entrevistas com políticos, jornalistas, sindicalistas e artistas, imagens dos protestos à época. Pronto, o documentário será exibido em vários espaços e a ideia é que atinja, também, público variado, desde movimetnos sociais e culturais a instituições de ensino e TVs, além de ficar disponível na internet.

Para o diretor do documentário, a difusão do filme irá “estimular debates e reflexões críticas sobre cidadania, mobilização social, cultura popular e exercício democrático”. O filme foi selecionado em edital do Ministério da Cultura e tem coprodução do Núcleo de Produção Audiovisual do Teatro Popular de Ilhéus.

GRAVAÇÃO NA PRAÇA DO TEATRO

A cena final do documentário será gravada nesta sexta-feira, às 10h, em frente ao Teatro Municipal de Ilhéus. Teodorico, em suas últimas horas no cargo, fará um discurso. O público terá a oportunidade de participar como figurante do documentário de um dos períodos políticos mais ricos da história ilheense.

O FIM DA TURNÊ DE “TEODORICO” EM ASSENTAMENTOS

Teodorico Majestade encenada no Assentamento Dom Hélder (Foto Karoline Vital).

A turnê de Teodorico Majestade, as últimas horas de um prefeito será encerrada no assentamento rural Bom Gosto, em Ilhéus, na tarde deste domingo, 5. O encerramento ocorre, justamente, por onde tudo começou, como explica o diretor do Teatro Popular de Ilhéus (TPI), Romualdo Lisboa. “Vimos [no Bom Gosto] que seria possível a circulação por assentamentos”, informou o diretor Romualdo Lisboa.

A turnê passou por 22 assentamentos de Ilhéus, Una, Canavieiras, Santa Luzia e Itacaré, financiado pela Funarte. A proposta da peça é falar sobre corrupção e consciência política, quando a peça mostra a força do povo para cobrar dos políticos eleitos. A experiência de levar a peça aos assentamentos tem sido experiência das mais ricas para o TPI, segundo Lisboa:

– É uma troca de experiências e impressões. Contamos nossa história e também ouvimos os assentados, que muito batalharam para conseguir suas terras e ainda lutam por melhorias diárias.

TEATRO E CONSCIÊNCIA POLÍTICA EM ASSENTAMENTOS RURAIS

Teatro Popular leva Teodorico... às comunidades rurais.

Pelo menos mil famílias dos assentamentos de reforma agrária do Incra nos municípios de Ilhéus, Itacaré, Una e Santa Luzia, no Sul do Estado, terão a oportunidade de assistir à comédia Teodorico Majestade – as últimas horas de um prefeito. A turnê começa a partir das 14 horas deste domingo, 27, pelo assentamento agrário de Canaã II, em Canavieiras. Será o primeiro de 22 localidades a receber o espetáculo.

O projeto não ficará restrito à encenação da peça, que mostra o lado cômico da corrupção. Destaca também a responsabilidade do povo em eleger e fiscalizar os políticos. O grupo teatral ministrará oficinas sobre o processo criativo de Teodorico Majestade, literatura de cordel e xilogravura.

Para as crianças até 10 anos haverá exibição de filmes infantis. “Será uma troca de experiências, ampliando o diálogo entre o urbano e o rural. Falaremos e aprenderemos muito sobre mobilização social”, explica o diretor do Teatro Popular de Ilhéus, Romualdo Lisboa.

O projeto contemplado pela Fundação Nacional de Artes (Funarte), através do Prêmio Procultura de Estímulo ao Circo, Dança e Teatro. A turnê conta com apoio da Assessoria Técnica Social e Ambiental (Ates), vinculada ao Ministério do Desenvolvimento Agrário, Coopercentrosul, EBDA e Incra.






WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia