WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia


alba










setembro 2019
D S T Q Q S S
« ago    
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
2930  

editorias






:: ‘tombamento’

CONSTRUÇÕES HISTÓRICAS DE MORRO DE SÃO PAULO SERÃO TOMBADAS PELO IPAC

Fortaleza de Morro de São Paulo será tombada pelo Ipac

O Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural da Bahia (Ipac) prepara processo de tombamento de edificações históricas do Morro de São Paulo, no município de Cairu.A localidade é um dos destinos turísticos de destaque na Costa do Dendê.

Entre os equipamentos a serem tombados pelo Governo do Estado está a Fortaleza do Morro de São Paul, que foi reaberta em janeiro de 2018, após minucioso trabalho de requalificação. O conjunto a ser reconhecido inclui ainda o portaló, igreja de Nossa Senhora da Luz e o farol.

“O tombamento valoriza os atrativos de Morro de São Paulo, cuja história e características naturais atraem visitantes do mundo inteiro, e chama atenção para a necessidade de preservação”, disse o secretário estadual do Turismo, Fausto Franco, durante reunião com o diretor-geral do Ipac, João Carlos Oliveira, e a secretária de Turismo de Cairu, Diana Farias.

Reuniu debateu detalhes para o tombamento de construções históricas em Morro

MUDANÇA DE ADMINISTRAÇÃO

Durante o encontro, a gestão da Fortaleza do Morro também foi discutida. A ideia é que a Setur transfira para o Ipac a administração da fortificação do século XVII, construída para evitar aproximação de embarcações inimigas, durante o período do Brasil Colônia.

“Foram investidos R$ 14,4 milhões na requalificação, com o objetivo de fortalecer o destino turístico Morro de São Paulo e agora podemos passar a administração e manutenção do patrimônio para o Ipac”, assinalou o subsecretário estadual do Turismo, Benedito Braga.

O farol e um dos símbolos históricos de Morro de São Paulo.

De acordo com João Carlos Oliveira, o Ipac trabalha na elaboração de um modelo de gestão para o equipamento, em parceria com a prefeitura de Cairu, que mantém no local o serviço de atendimento ao turista. “Além da visitação turística, o forte deve abrigar restaurante, cafeteria e eventos culturais do Governo do Estado, bem como do município”, afirmou.

A requalificação da Fortaleza do Morro de São Paulo foi feita sob a responsabilidade do Instituto de Desenvolvimento Sustentável do Baixo Sul (Ides), com o apoio do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), do Governo da Bahia e do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) e de empresários locais.

A reunião para debater o processo de tombamento contou com a participação de representantes do Ipac, do município de Cairu e do líder do governo na Assembleia Legislativa, Rosemberg Pinto

SIDENILTON É O PAI DO “DESTOMBAMENTO”

Sidenilton Pereira trabalha pela demolição do colégio

O advogado José Sidenilton Pereira, diretor do Procon de Itabuna, é o mais entusiasmado defensor da anulação do tombamento do prédio onde funcionou o Colégio Divina Providência. Segundo foi apurado pelo PIMENTA, empresários planejam demolir a construção para que no terreno sejam instaladas uma unidade das Lojas Americanas e outra da Silva Calçados.

Pereira preside a comissão designada pelo prefeito de Itabuna, José Nilton Azevedo, com a finalidade de proceder aos estudos e, em seguida, à “retificação dos atos de tombamento” do prédio do Divina. Os outros membros da comissão são o secretário de Indústria, Comércio e Turismo, Carlos Leahy, e a advogada Veneranda Andrade Santos.

Pereira, segundo informações de dentro do governo, tem mostrado elevadíssimo interesse no “destombamento”. Nesta quarta-feira, 20, às 15 horas, uma audiência pública vai debater o assunto na Casa do Educador. A convocação da Prefeitura para esta reunião foi discretíssima.






WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia