black friday buriti
novembro 2014
D S T Q Q S S
« out    
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30  



:: ‘Uesc’

AMURC E INSTITUTO NATURA TERÃO CONVÊNIO EM GESTÃO EDUCACIONAL

Lenildo destaca convênio e 30 anos de Amurc.

Lenildo destaca convênio e 30 anos de Amurc.

A Associação dos Municípios do Sul, Extremo Sul e Sudoeste Baiano (Amurc) fará convênio com o Instituto Natura com foco na gestão pública e educação, conforme proposta apresentada no Fórum de Secretários de Educação (Forsec).

Segundo a coordenadora de projetos do Instituto Natura, Márcia Ferri, o convênio visa permitir aos municípios da região o acesso às tecnologias disponíveis pelo Instituto, principalmente na implementação de tecnologias de melhorias da qualidade da educação.

O presidente da Amurc e prefeito de Ibicaraí, Lenildo Santana, explica que o convênio é firmado com a entidade e o município interessado nesse conjunto de propostas adere ao plano. “O Instituto irá formular a proposta oficial à Amurc. Esperamos estar, em janeiro de 2015, trabalhando nesse contexto de implantação dessas ações”, destacou.

O Instituto Natura promove e apoia projetos que se complementam e estruturam a organização da Rede de Apoio à Educação, programa concebido pela instituição, que integra projetos e comunidade na execução de políticas educacionais, potencializando compromissos e resultados. De acordo com o relatório de 2013, na Bahia, 10.261 escolas de 417 municípios já estão sendo beneficiados.

Para o Pró-Reitor de Extensão da Uesc, Alessandro Santana, a proposta será uma oportunidade para alinhar o diálogo e fortalecer as relações entre as entidades envolvidas, inclusive com a participação da Universidade, para trabalhar de forma coletiva, visando o desenvolvimento social. Nesse contexto, “é um momento importante para que as soluções para os problemas individuais sejam alcançados de forma coletiva”, afirmou.

AMURC 30 ANOS

Na sexta (21), a Amurc completou 30 anos de fundação. Para Lenildo, hoje a entidade se consolidou como uma das mais importantes do Estado da Bahia, com “voz ativa” no cenário nacional e estadual.

MACHISMO, VIOLÊNCIA MORAL E IMPRENSA

nátaliNátali Mendes

Não quero tomar ninguém ‘’pra cristo’’ e nem ‘’ferir a honra de um homem’’ como se tem dito. Só insisto na apuração da atitude e no seu registro formal, para que a Uesc tenha eficiência em inibir e advertir de forma adequada esse tipo de ação.

Desde a semana passada circulam nos corredores da Uesc, em blogs e sites de relacionamento notícias sobre o episódio lamentável que ocorreu comigo no dia 05 de novembro: a violência moral e psicológica causada por um professor diante da minha mãe e de uma plateia. Gostaria de esclarecer alguns pontos:

-Nós mulheres, militantes e feministas, não somos contrárias a receber elogios e sabemos diferenciá-los daquilo que nos ofende e nos constrange.

– O machismo é um sistema de opressão que estrutura a sociedade em que vivemos, logo, o que aconteceu comigo é um exemplo de práticas diárias que, na maioria das vezes, são silenciadas.

– As medidas tomadas por minha pessoa estão dentro das conformidades legais que me são garantidas por direito. A representação formal foi feita à administração da universidade. Aguardo o retorno da instituição.

Quero registrar, também, minha indignação para com determinados veículos de comunicação que veicularam o ocorrido de maneira deturpada. Nenhum blog entrou em contato comigo para pedir informações a respeito do caso. Ao meu ver, o que caracteriza irresponsabilidade é expor uma situação tão delicada sem investigar. Eu, que milito por uma comunicação democrática e acessível para todos, repudio o jornalismo sensacionalista, capaz de publicizar a imagem de pessoas sem ao menos averiguar as informações com exaustão, o que considero um dever ético do ofício.

Para as pessoas que querem se informar melhor sobre o que aconteceu, sugiro a leitura da Nota de Repúdio, elaborada pelos movimentos, grupos e pessoas que também discordam da atitude do professor e que contém o meu breve relato. Peço humanidade e sensibilidade para que possam compreender que, além do que foi escrito por mim, existe todo um contexto da ação que as palavras não são capazes de demonstrar: a entonação da voz, o olhar, a reação… Por isso, peço cautela e, acima de tudo, respeito.

Peço também o respeito dos que não me conhecem, não conhecem a minha história, minha luta e minha trajetória em busca do fim de tantas opressões. Não, eu não tenho vontade e tampouco necessidade de aparecer. Aliás, a frase que mais tenho dito ultimamente é ‘‘eu não queria estar passando por isso’’, e não queria mesmo! Comentários maldosos não ajudarão em nada!

Agradeço a todas as pessoas, que conheço e que não conheço, que têm mandado mensagens de apoio e encorajamento. Cada mensagem me faz perceber que estou tomando a atitude correta em não silenciar diante de uma ofensa que não atinge somente a mim, mas a todas as mulheres que precisam conviver com um cotidiano de violência simbólica e física.

Infelizmente, não sou a primeira e nem a última mulher a passar por esse tipo de situação, e o professor não é o primeiro e nem o último homem a reproduzir o machismo presente em nossa sociedade. Não quero tomar ninguém ‘’pra cristo’’ e nem ‘’ferir a honra de um homem’’ como se tem dito. Só insisto na apuração da atitude e no seu registro formal, para que a Uesc tenha eficiência em inibir e advertir de forma adequada esse tipo de ação. No mais, estou aguardando um retorno da administração da instituição e levando minha vida acadêmica na correria de sempre, afinal, o fim do semestre não quer saber se estou estabilizada emocionalmente, então, a luta continua.

Peço força e permissão às guerreiras ancestrais. Nenhum passo atrás!

Nátali Mendes é graduanda em Comunicação Social (Uesc), militante da Executiva Nacional dos Estudantes de Comunicação Social (GET Combate às Opressões) e integrante do Movimento Mulheres em Luta- Sul BA.

ILHÉUS: SIMPÓSIO DE INDICAÇÕES GEOGRÁFICAS COMEÇA HOJE

III SIIGO III Simpósio Internacional de Indicações Geográficas (III SIIG) começa nesta terça (18), no Centro de Convenções de Ilhéus, e oferece um panorama econômico e social mundial de indicações geográficas, além de discutir sustentabilidade. O simpósio terá, ainda, dois eventos paralelos, a Feira Interativa de Indicações Geográficas e a Feira de Origem Bahia.

Coordenadora geral dos eventos, a professora Ana Paula Trovatti Uetanabaro, da Uesc, explica que a Indicação Geográfica (IG) “é uma proteção de direito relativo à propriedade industrial que produtores ou prestadores de serviços podem requerer quando determinada região geográfica é reconhecida por seus produtos ou serviços de reputação, qualidade ou características intrínsecas à origem”.

Um produto artesanal ou agroindustrial, observa, pode estar intimamente relacionado com atributos geográficos (clima, solo e métodos de cultivo) e ou de conhecimento (saber fazer).

A programação começa às 9h desta terça com minicursos sobre a legislação brasileira, internacionalização e outros temas relacionados. A palestra de abertura está prevista para as 19h, com a Maria Antonieta Quinta-Queimada (Portugal), que abordará “A economia das Indicações Geográficas protegidas”.

:: LEIA MAIS »

NOTA DE REPÚDIO A PRÁTICAS DE ASSÉDIO MORAL E SEXUAL NA UESC

99,6% das cerca de 8 mil mulheres participantes de uma pesquisa online realizada em 2013 pela jornalista Karin Hueck afirmaram que já sofreram algum tipo de assédio sexual ou verbal enquanto estavam na rua, no transporte público, no trabalho e na balada.

A pesquisa, amplamente divulgada na época, revela mais uma das faces do machismo presente em nossa sociedade, e que é reproduzido desde a educação infantil nas escolas, nas instituições religiosas, nas propagandas de TV e revistas, e nos seios familiares.

O machismo submete a mulher à autoridade masculina e a coloca como objeto de desejo passivo ao homem. Por outro lado, é o homem também vítima deste processo, vez que é incentivado desde cedo a reafirmar sua virilidade, e naturalizar o assédio, considerando-o um “simples elogio”.

Atitudes machistas também estão presentes na universidade, como ocorrido no dia 05/11, ultimo, na Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC-BA), quando Nátali Mendes, estudante de Comunicação Social dessa instituição, foi constrangida em público pelo Prof. Dr. André Rosa (DFCH-UESC), conforme ela mesmo relata:

:: LEIA MAIS »

IRRESPONSABILIDADE CRIMINOSA

Ricardo artigo2Ricardo Ribeiro | ricardo.ribeiro10@gmail.com

Um professor da Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc) enfrenta uma via crúcis depois de ter cometido um “crime” absurdo, que não passou de mero galanteio a uma estudante do curso de Comunicação Social.

O professor se aproximou da estudante e disse que a mesma era “linda”. Em seguida, deu-lhe um cartão de visita. Pelo que consta, o ato não passou disso.

Foi o suficiente para a moça que recebeu a “cantada” iniciar uma campanha contra o galanteador, agora elevado à categoria de assediador sexual. A acusação circulou em panfletos, Facebook e em pelo menos um blog de Ilhéus, onde o professor é exposto como bandido. Como de praxe, não ouviram o acusado.

O autor da investida pode ter sido imprudente, mas não cometeu crime algum. O assédio exigiria ação reiterada, insistente, com algum viés de ameaça, mas seu ato se resumiu a elogiar uma estudante. E elogio, até o momento, só é delito na cabeça de gente desequilibrada.

Toda a situação poderia ser classificada como um grande exagero, porém é mais que isso. Há um misto de atitude desproporcional, espalhafatosa, gosto pelo escândalo midiático e uma inconsequência absurda, visto que se age sem a menor ponderação diante do resultado de um ataque leviano à honra alheia.

A essa altura, os prejuízos morais, materiais e emocionais sofridos pelo acusado chegam a ser irreversíveis. E quem paga por isso?

Ricardo Ribeiro é advogado e blogueiro.

PROFESSOR DA UESC SOFRE TRAUMATISMO CRANIANO EM ACIDENTE NO PONTAL

Fábio Flores sofreu acidente quando caminhava pelo Pontal (Reprodução Blog de Ilhéus).

Fábio Flores sofreu acidente quando caminhava pelo Pontal (Reprodução Blog de Ilhéus).

Do Blog de Ilhéus

Fábio Flores Lopes, docente do curso de biologia da UESC, foi atropelado por um veículo na noite de ontem (quarta, 01), no Pontal, zona sul de Ilhéus. Segundo informações do SAMU, o professor fazia sua caminhada noturna quando foi atropelado por um motoboy.

Ele sofreu um traumatismo craniano e foi amparado por pessoas que passavam pelo local. Fábio não tem família na cidade, pois é do Rio Grande do Sul.

Ainda ontem, o professor foi transferido para o Hospital Calixto Midlej Filho, em Itabuna, para ser acompanhado por um neurocirurgião, já que, no primeiro atendimento, foi constatado um sangramento na parte interna do crânio. No entanto, no momento da transferência, segundo o estudante Thiago Pacheco, que o acompanhou, o estado de saúde era estável.

UESC É 61ª EM RANKING DAS MELHORES UNIVERSIDADES BRASILEIRAS

A Região

A Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc) aparece em segundo lugar na Bahia e 61º no Brasil no ranking das melhores universidades e centros de ensino superior brasileiros – o Ranking Universitário Folha (RUF).

De acordo com o ranking, a Uesc fica atrás apenas da Ufba, a Universidade Federal da Bahia, no estado. Líder na Bahia, a Ufba aparece em 14º lugar no ranking nacional.

O levantamento anual é elaborado de acordo com itens como produção científica, inovação, pesquisa, internacionalização e mercado.

A posição da Uesc é ainda melhor no ranking quando são analisados itens como internacionalização, no qual aparece em 26º lugar, ou produção científica, item em que aparece em 47º.

O ranking é divulgado anualmente, desde 2012, pelo jornal Folha de São Paulo. A melhor universidade brasileira, de acordo com o estudo, é a USP, de São Paulo.

WAGNER E MINISTRO LANÇAM LICITAÇÃO DE OBRAS DA ILHÉUS-ITABUNA

 

Pista atual da rodovia terá ações de preservação ambiental e recuperação (Foto Pimenta/Arquivo).

Rodovia Ilhéus-Itabuna terá licitação lançada nesta segunda (Foto PIMENTA).

EM PRIMEIRA MÃO

Wagner: licitação via RDC (Foto Pimenta).

Wagner: licitação via RDC (Foto Pimenta).

O governador Jaques Wagner e o ministro dos Transportes, Paulo Sérgio Passos, lançam amanhã, às 17h, o edital de licitação para a obra de duplicação da Rodovia Ilhéus-Itabuna. A licitação será pelo Regime Diferenciado de Contratações (RDC). Por este regime, a empresa vencedora poderá ser conhecida em até 45 dias e a obra começar em até dois meses.

Conforme apurou o PIMENTA, a autorização será assinada durante a entrevista que Wagner concederá a veículos de comunicação do sul da Bahia, nesta segunda (8), no Príncipe Hotel, em Itabuna. A estimativa é de que a duplicação custe R$ 180 milhões.

As licenças para a obra já foram concedidas pelo Instituto de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Inema), órgão ambiental do governo baiano. Parte dos recursos para a obra já está assegurada no Programa de Aceleração do Crescimento (PAC 2).

A nova pista será construída à margem direita do Rio Cachoeira. Três pontes serão construídas nas proximidades da Ceplac, da Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc) e do Banco da Vitória para interligar a nova pista coma atual. A extensão do novo trecho da Ilhéus-Itabuna será pouco menor que vinte quilômetros, atingindo o Banco da Vitória.

Após o governo federal delegar a obra ao Estado, a duplicação será executada com a supervisão do Departamento de Infraestrutura de Transporte da Bahia (Derba), hoje comandado pelo itabunense Saulo Pontes.

Plotagem aponta o traçado da nova pista (Projeção Projeção traz o traçado da nova pista (confira seta) da Rodovia Ilhéus-Itabuna (Projeção Pablo Joaquim e Wallace Silva).

Plotagem aponta o traçado da nova pista (Projeção Pablo Joaquim e Wallace Silva / PIMENTA).

AULA INAUGURAL DA UFSB

A assinatura ocorrerá momentos antes da aula inaugural da Universidade Federal do Sul da Bahia (UFSB). A aula será proferida pelo ministro da Educação, José Henrique Paim, no campus Jorge Amado, em Ferradas (trecho Itabuna-Ibicaraí da BR-415), às 18 horas.

A UFSB funcionará, inicialmente, com 1.050 alunos, sendo 720 nos campi de Itabuna, Porto Seguro e Teixeira de Freitas e 330 em unidades que integrarão a rede de Colégios Universitários (CUNIs). A reitoria foi instalada em Itabuna em setembro do ano passado.

A estimativa é de que a universidade ofereça 36 cursos de graduação e tenha cerca de 11,1 mil alunos até 2020.

Aulas na UFSB começam nesta segunda-feira (Foto Gabriel Oliveira).

Aulas na UFSB começam nesta segunda-feira (Foto Gabriel Oliveira).

SEMINÁRIO DEBATE PLANEJAMENTO DE CIDADES

planejamento de cidades seminárioA Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc) sedia o I Seminário de Planejamento de Cidades, de 25 a 27 de agosto, no campus da instituição. O seminário discutirá governança e desenvolvimento em minicursos e oficinas durante três dias.

A inscrição pode ser feita no site http://www.uesc.br/eventos/plancidades/. O seminário é volta a pesquisadores, estudantes, professores e gestores públicos e tem inscrição gratuita.

Segundo a professora Aline Souza, coordenadora da Especialização, na programação estão previstos, palestras e mesa redonda para discutir sobre Consórcios Públicos na gestão de cidades como também minicursos e oficinas para o público-alvo.

Os minicursos e oficinas abordarão conteúdos como as Ferramentas Digitais do IBGE, Licenciamento Urbano e Ambiental, Planejamento Regional e Cidades Criativas e Elaboração de Planejamento Plurianual Municipal (PPA-M)”, além do cenário atual do Litoral Sul.

O curso é promovido pelo curso de Especialização em Planejamento de Cidades. Mais informações pelo telefone (73) 3680-5215 ou facebook.com.br/poscidades.uesc

“SARGENTO GETÚLIO” COM ENTRADA FRANCA E BATE-PAPO NA UESC

Betão em "Sargento Getúlio", monólogo em cartaz amanhã e domingo, na Uesc.

Betão em “Sargento Getúlio”, monólogo em cartaz amanhã e domingo, na Uesc.

Premiada nas categorias melhor espetáculo e melhor ator no Braskem de Teatro de 2011, a peça Sargento Getúlio será apresentada às 20h deste sábado (16) e às 16h e 20h do domingo (17), no auditório central da Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc). Somente neste ano, mais de 20 mil pessoas já assistiram à peça.

O monólogo Sargento Getúlio é encenado pelo ator Carlos Betão, um dos grandes nomes revelados pelo teatro itabunense. A direção é de Gil Vicente Tavares, com produção do grupo Teatro NU, de Salvador.

Após as encenações, haverá bate-papo com a equipe do monólogo adaptado de livro homônimo do escritor baiano João Ubaldo Ribeiro. A entrada é gratuita e classificação 14 anos.

A peça é sucesso de crítica e público do Sul ao Sudeste e Nordeste do País. O monólogo leva ao palco Getúlio Santos Bezerra, personagem, que tem a missão de levar um prisioneiro político de Paulo Afonso (BA) a Aracaju (SE). Ao receber ordem para retornar, ele mantém-se a caminho da capital sergipana.

O diretor e dramaturgo Gil Vicente Tavares diz que optou por adaptar a obra de João Ubaldo Ribeiro, transformando-a em um monólogo, ainda na sua primeira leitura. Segundo ele, “interessava imaginar esse homem, sozinho, contra a história, contra a plateia, defendendo sua ideia, sua honra, sua missão”.

:: LEIA MAIS »

RONDON REGIONAL INICIA OPERAÇÃO JUPATI

Projeto vai atender comunidades dos municípios de Maraú e Pau Brasil

Projeto vai atender comunidades dos municípios de Maraú e Pau Brasil

O Núcleo Rondon Uesc iniciou nesta segunda-feira (21) a Operação Jupati, com o objetivo de atender os municípios de Pau Brasil e Maraú. As localidades foram escolhidas em função da presença de comunidades tradicionais, indígenas e quilombolas.

Na operação, serão prestados serviços nas áreas de saúde, educação, promoção dos direitos humanos e acesso à justiça, além de ações ligadas à preservação ambiental, entre outras. Serão duas semanas de atividades.  De acordo com os coordenadores do projeto, um dos principais objetivos é fortalecer cada vez mais a relação entre universidade e sociedade.

O Projeto Rondon é a mais antiga atividade de extensão universitária em curso no país, levando estudantes universitários a vivenciar a situação das comunidades e aplicar junto às populações atendidas o aprendizado da sala de aula. Nacionalmente, é coordenada pelo Ministério da Defesa, que estimula as universidades a implantarem operações regionais nas suas áreas de influência geográfica. O Núcleo Rondon UESC foi formalizado em 2013 e realizou sua primeira Operação (chamada Capicongo) em janeiro de 2014.

As operações regionais são realizadas em parceria com as prefeituras, Colegiado Territorial, Amurc, Seplan/Ba e com outras instituições de ensino superior ou tecnológico. Da Operação Jupati, participarão alunos da Uesc, FTC, Unime, Faculdade de Ilhéus e Faculdade Madre Thaís, além de uma estudante da Universidade Federal de Pernambuco. Para o pró-reitor de Extensão da Uesc, Alessandro Fernandes, “a universidade cumpre uma função estratégica de interação com as comunidades de seu entorno e também com as instituições parceiras”, pensamento compartilhado por Luciano Veiga, representando a Amurc, Carlos Alberto (Garotinho), coordenador do Colegiado Territorial e Marcos de Souza um dos coordenadores do projeto e representante da Seplan/Ba.

Para os coordenadores do Núcleo, professores Guilhardes Júnior e Amarildo Morett, o Rondon tem a grande possibilidade de transformação de vidas, tanto dos estudantes quanto das pessoas atendidas.  Nos municípios de Pau Brasil e Maraú, as atividades serão coordenadas pelas professoras Kelly Bomfim, Lara Kauark, Viviane Cerqueira e pelo professor Rodrigo Cardoso.

OBRA DA EDITUS RETRATA ECONOMIA REGIONAL

capa_mosaico economico.inddA professora Aline Conceição Souza organizou uma coletânea dos resultados de monografias e projetos de pesquisa do curso de Economia da Universidade Estadual de Santa Cruz. O trabalho está condensado em Mosaico econômico – do global ao regional. O trabalho possibilita uma compreensão da realidade sul-baiana. A obra é o mais novo lançamento da Editus Editora, da Uesc.

De acordo com ela, os trabalhadores reunidos trazem importantes reflexões sobre o desenvolvimento de diferentes atividades econômicas” em níveis mundial, nacional e estadual, “com recorte especial para os municípios do eixo Itabuna- Ilhéus”.

A obra trata de temas como caracterização do turismo internacional na Bahia, indicadores de desenvolvimento da região e comportamento de preços de alimentos e seus impactos na cesta básica. A obra ainda traça as características das mulheres empreendedoras que vivem da informalidade. Mosaico econômico… também propõe análise inovadora do mercado de cosméticos étnicos e sua segmentação estratégica.

– O livro é resultado do esforço conjunto de professores e ex-alunos, no sentido de valorizar e difundir as produções acadêmicas do curso, oferecendo aos leitores um conteúdo de qualidade sobre temas que representam a realidade onde vivem – diz a pesquisadora .

Mosaico econômico pode ser adquirido na Livraria da Editus, no Centro de Artes e Cultura da Uesc, ou por meio de email ( vendas.editus@uesc.br) ou pelo telefone 73 3680-5276/5240. Para quem busca mais, há ainda o site www.uesc.br/editora, onde estão disponíveis todas as obras publicadas pela Editus.

AOS 63 ANOS, MORRE PROFESSORA MARIETE MOTA

Professora Mariete MotaA professora Mariete Mota Nascimento Souza faleceu ontem à noite (9), aos 63 anos, após ser internada no Hospital Calixto Midlej Filho com insuficiência respiratória provocada por broncopneumonia grave, na última terça. A educadora integrava o quadro docente da Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc).

O corpo da professora Mariete está sendo velado no SAF, na Rua Juca Leão, em frente ao Grapiúna Tênis Clube. O sepultamento será às 16h, no Cemitério Campo Santo.

Mariete deixa esposo, o também professor Eduardo dos Anjos Souza, seis filhos – dentre eles Eric Souza, da Ficc, e Elio David – e sete netos. Ela atuou por muito tempo atuou no colegiado do curso de Filosofia da instituição, onde conquistava a todos pela doçura e atenção aos alunos.

SEMINÁRIO DE MARKETING COMEÇA NESTA QUINTA

Salume, da Wine, é dos mais aguardados para o seminário.

Salume, da Wine, é dos mais aguardados para o seminário.

A edição 2014 do Seminário de Marketing da Bahia começa em instantes, no auditório central da Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc), na Rodovia Ilhéus-Itabuna. Cláudio Goldberg, da Fundação Getúlio Vargas, abre o ciclo de conferências com a palestra “A magia dos grandes vendedores”, às 20h.

A programação do evento contará com workshop para agências de publicidade sul-baianas, nesta manhã de sexta (30). Na sequência, palestras vão abordar temas como marketing esportivo.

Uma das atrações mais esperadas para esta edição do seminário é a palestra do itabunense Rogério Salume, que criou a maior webstore de vinhos da América Latina e a segunda do mundo, a Wine, com sede em Serra (ES). Salume falará desta experiência na palestra “Wine.com.br: um sonho e várias pessoas motivadas resultam no sucesso”.

O Seminário de Marketing é promovido pela Associação Comercial de Itabuna e pela MVU Eventos, com patrocínio da Caixa, da Prefeitura de Itabuna e Bahiagás, além do Governo Federal e Sebrae. O Pimenta apoia o evento.

Confira a programação completa

PROFESSORES DAS UNIVERSIDADES ESTADUAIS PARAM

Paralisação afeta todas as universidades estaduais baianas.

Paralisação afeta todas as universidades estaduais baianas.

Os professores das universidades estaduais baianas aderiram ao Dia Nacional de Luta em Defesa das Instituições Estaduais e Municipais de Ensino Superior, nesta quarta (28). As aulas foram suspensas e haverá manifestações nesta manhã e à tarde na Assembleia Legislativa e na Secretaria Estadual de Educação, em Salvador.

Os docentes das universidades estaduais de Santa Cruz (Uesc), Sudoeste da Bahia (Uesb), de Feira (Uefs) e da Bahia (Uneb) cobram aumento de repasse de 5% para 7% das receitas líquidas do Estado. Também denunciam queda de R$ 12 milhões nos repasses de custeio das universidades.

Por meio de nota da Secretaria Estadual de Educação, o governo nega queda no repasse às universidades. Ainda em nota, a SEC sustenta que os repasses para as universidades dobraram nos últimos anos, saindo de R$ 460.726.000,00 em 2007 para uma previsão de R$ 1.021.537.000,00 em 2014.

ENEM JÁ TEM MAIS DE 7,7 MILHÕES INSCRITOS. PRAZO ACABA HOJE

Uesc oferece mais de 1,6 mil vagas pelo Enem em cursos de graduação.

Uesc oferece mais de 1,6 mil vagas pelo Enem em cursos de graduação.

O Ministério da Educação divulgou, há pouco, que mais de 7,7 milhões de estudantes já se inscreveram para a edição de 2014 do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). O prazo acaba às 23h59min desta sexta (23).

O exame é importante para acesso aos cursos de graduação de universidades públicas (Uesc e UFSB, no sul da Bahia) e cursos técnicos profissionalizantes, além de bolsas integrais ou parciais em faculdades privadas e de estudos em instituições de nível superior fora do país.

As provas do Enem deste ano estão previstas para os dias 8 e 9 de novembro e serão aplicadas em 1,6 mil cidades, dentre elas Itabuna e Ilhéus, no sul da Bahia.

Alunos que estão concluindo o Ensino Médio neste ano em escolas públicas estão isentos do pagamento da taxa de inscrição de R$ 35,00, o que também vale para quem tem renda familiar de até um salário mínimo e meio.

A taxa deve ser paga até dia 28 em qualquer agência do Banco do Brasil. O boleto é disponibilizado quando é concluída a inscrição.

INSCRIÇÃO NO ENEM TERMINA AMANHÃ

Sede provisória da UFSB, que seleciona estudantes por meio do Enem (Foto Gabriel Oliveira).

Sede provisória da UFSB, que seleciona estudantes por meio do Enem (Foto Gabriel Oliveira).

Da Redação

O prazo de inscrição no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2014 termina às 23h59min desta sexta-feira (23). Até ontem à noite, 6.221.875 candidatos já estavam inscritos para o exame. Neste ano, as provas serão aplicadas nos dias 8 e 9 de novembro.

A inscrição deve ser feita somente pela internet, no endereço http://enem.inep.gov.br/.

Estudantes de escolas públicas ou com renda familiar até 1,5 salário mínimo estão isentos do pagamento da taxa de R$ 35,00. Para os não isentos, vale o lembrete de que o boleto deve ser quitado até dia 28.

Recomenda-se ao interessado inscrever-se o quanto antes, evitando congestionamentos e riscos de não garantir participação do exame. O Enem é porta de entrada para instituições como Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc), em Ilhéus, e Universidade Federal do Sul da Bahia (UFSB), em Itabuna, por meio do Sistema de Seleção Unificada (Sisu).

Além de acesso a universidades públicas, o que depende do rendimento no exame, também são oferecidas vagas em cursos profissionais técnicos, em instituições como Ifbaiano (Uruçuca) e Ifba (Ilhéus) e bolsas integrais ou parciais em faculdades particulares, por meio do Programa Universidade para Todos (Prouni).

O estudante também pode concorrer a vagas no Ciências sem Fronteiras, que oferece bolsas de estudos em universidades fora do país, bem como financiamento do estudo em instituições privadas de nível superior.

INSCRIÇÕES AO ENEM COMEÇAM HOJE

Uesc oferece mais de 1,6 mil vagas pelo Enem em cursos de graduação.

Uesc oferece mais de 1,6 mil vagas pelo Enem em cursos de graduação.

As inscrições no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2014 começam nesta segunda (12) e vão até o próximo dia 22. As provas do exame foram marcadas para os dias 8 e 9 de novembro. A inscrição para não isentos custará R$ 35,00.

CLIQUE AQUI PARA ACESSAR SITE DO ENEM

O Enem, além de avaliar a qualidade da ensino médio, também é exigido para acesso a universidades públicas e institutos federais de educação, a exemplo das universidades Estadual de Santa Cruz (Uesc) e Federal do Sul da Bahia (UFSB) e dos institutos federais como o Ifba, em Ilhéus.

O exame também funciona como meio de acesso para obtenção de bolsas integrais ou parciais do Programa Universidade para Todos (Prouni) em faculdades particulares. Para isso, o candidato depende do rendimento nas provas do exame.

O estudante pode tirar dúvidas relacionadas ao Enem no site do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Anísio Teixeira (Inep). Neste ano, há opção de leitura do edital em sistema para pessoas com deficiência visual ou em Libras para deficiência auditiva.

COM O ENEM “NA PORTA”, PROGRAMA UNIVERSIDADE PARA TODOS SOFRE ATRASO

Atividades de programa estadual ainda não começaram.

Atividades de programa estadual ainda não começaram.

Alunos contemplados no curso preparatório do Programa Universidade para Todos, no sul da Bahia, reclamam que até agora não foram convocados para a matrícula nem há previsão de quando as aulas começam.

As aulas serão ministradas por monitores selecionadas pela Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc). Apesar do calendário informar que as aulas começariam na última segunda (5), a instituição havia informado, na semana passada, que não havia previsão de início das atividades do programa.

A queixa maior dos alunos é que, enquanto o programa sofre atraso, o Ministério da Educação já divulgou o calendário do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) deste ano. As inscrições começam na segunda (12) e encerram-se no dia 23. Já as provas, serão aplicadas dias 8 e 9 de novembro.

INSCRIÇÕES NO ENEM COMEÇAM DIA 12

UFSB terá Enem como método de seleção de alunos (Foto Gabriel Oliveira).

UFSB terá Enem como método de seleção de alunos (Foto Gabriel Oliveira).

As inscrições no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) deste ano começam na próxima segunda-feira (12) e vão até 23 de maio. O ministro da Educação, José Henrique Paim, confirmou a data de realização das provas do exame: 8 e 9 de novembro.

O Enem é indispensável para quem quer disputar vagas em universidades públicas ou instituições de ensino federal por meio do Sistema de Seleção Unificada (Sisu). O exame também oferece bolsas integrais ou parciais em faculdades particulares por meio do Programa Universidade para Todos (Prouni). A obtenção de vagas ou bolsas depende do desempenho do candidato no exame.

O Enem é importante, ainda, para quem busca crédito educacional superior pelo Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) e vagas em cursos técnicos federais ou bolsa no Programa Ciência sem Fronteiras.

SUL DA BAHIA

No sul da Bahia, a Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc) utiliza o Enem como meio de seleção de estudantes para os cursos de graduação. A Universidade Federal do Sul da Bahia (UFSB), cujas aulas começam em setembro, também utiliza o Enem. A vaga é disputada por meio do Sisu.

CONGRESSO NA UESC DEBATE DESENVOLVIMENTO DE PEQUENOS NEGÓCIOS

Ribeiro preside a Ampesba.

Ribeiro preside a Ampesba.

Maurício Maron | Agência Sebrae

Incentivar espaços para articulação e promoção de políticas públicas favoráveis ao desenvolvimento das micro e pequenas empresas é o principal objetivo do V Congresso Norte e Nordeste da Pequena Empresa e do Empreendedor Individual, que acontece no auditório da Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc), em Ilhéus, nos dias 8 e 9 de maio.

O evento é promovido pela Ampesba e conta com o apoio do Sebrae. De acordo com estimativas da entidade, cerca 600 pessoas, entre estudantes, empreendedores, técnicos, consultores contabilistas e lideranças de diversas entidades representativas do segmento de pequenos negócios deverão participar do congresso.

– Apoiar eventos deste porte é a garantia de novas discussões que servirão para ampliar os horizontes dos nossos empreendedores, dando também voz aos seus anseios e reivindicações – explicou o gestor no projeto Território da Cidadania Litoral Sul do Sebrae, José Carlos Oliveira.

Na solenidade de abertura, às 19h, a técnica em Projetos e Consultora Associada ao Centro de Orientação e Dirigentes de Empresas (Code), Márcia Cardim, vai ministrar uma palestra sobre a Lei de Incentivo a Cultura e Faz Cultura. A legislação, que ficou mais conhecida como Lei Rouanet, tem como finalidade possibilitar que empresas (6%) e cidadãos (4%) apliquem parte do seu imposto de renda em ações culturais.

– O congresso permitirá a troca de conhecimentos, sobretudo, o entendimento acerca das políticas de incentivos fiscais que possibilitam as empresas e cidadãos aplicarem uma parte do IR (imposto de renda) devido em ações culturais – afirmou o presidente da Ampesba, Valdir Ribeiro.

PROGRAMAÇÃO

No dia 9, os trabalhos serão abertos às 8h30, com o painel sobre Linhas de Crédito, com a participação de representantes do Banco do Nordeste, Desenbahia, Caixa Econômica e Banco do Brasil. Às 9h30, será a vez da palestra de Gabriel Rizza Ferraz, especialista em Direito Empresarial e Analista da Unidade de Políticas Públicas do Sebrae Nacional, que falará sobre “Desenvolvimento Municipal e Pequenos Negócios”. Às 11h30, o tema a ser debatido é “A importância do Marketing para o crescimento da empresa”, tendo como palestrante o gerente de Marketing dos Correios na Bahia, Agnaldo Gomes.

:: LEIA MAIS »

SAI LISTA DE APROVADOS NO UNIVERSIDADE PARA TODOS

São 576 vagas ainda em aberto nos cursos de graduação.

São 576 vagas ainda em aberto nos cursos de graduação.

A Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc) divulgou a lista de alunos contemplados no projeto Universidade para Todos no Sul da Bahia. A lista completa está disponível no site da instituição (www.uesc.br).

A universidade ainda anunciará a data de início de aulas do curso preparatório para vestibulares e para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem).

As aulas serão ministradas em unidades escolares já previamente divulgadas. Organizado pela Secretaria Estadual de Educação, o Universidade para Todos oferece 2.750 vagas na área da Uesc, sendo 690 em Itabuna e 700 em Ilhéus.

Além das duas maiores cidades, são atendidos alunos dos municípios de Almadina, Barro Preto, Buerarema, Camacan, Canavieiras, Coaraci, Floresta Azul, Gandu, Ibicaraí, Itacaré, Itajuípe, Itapé, Itapitanga, Jussari, Pau Brasil, Santa Luzia, São José da Vitória, Ubaitaba, Una e Uruçuca.