WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
alba





abril 2018
D S T Q Q S S
« mar    
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
2930  

editorias






:: ‘Uesc’

ESTUDANTES DE COMUNICAÇÃO DA UESC FAZEM PROTESTO

Os estudantes do curso de Comunicação Social da Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc) farão protesto nesta quinta, 31. Eles exigem melhorias na estrutura do curso e processo seletivo para contratação de professores. A manifestação será às 13h, no campus da Uesc.

Segundo carta aberta dos estudantes, a reitoria não tem contratado professores substitutos para preencher vagas abertas por docentes que se afastam para cursos de mestrado e doutorado. Resultado: diversas disciplinas obrigatórias estão sendo suspensas.

Os alunos denunciam ainda que disciplinas básicas são oferecidas como cursos de férias, professores dão aula em áreas para as quais não estão habilitados e há inchaço no número de aluno por matéria. Tudo isso tem levado a atraso na formação dos alunos.

Em 2009, os alunos fizeram vários protestos por estarem impedidos de cursar matérias práticas. Àquela época, o problema era falta de técnicos.

ALUNOS DE ENGENHARIA CIVIL DA UESC FAZEM GREVE POR PROFESSORES E ESTRUTURA

Estudantes denunciam falta de estrutura e docente... e deflagram greve.

Os alunos do curso de Engenharia Civil da Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc) decidiram em assembleia entrar em greve por tempo indeterminado.

A paralisação foi a forma encontrada para forçar a reitoria da universidade a contratar professores e equipamentos necessários para o curso.

Eles emitiram nota pública em que denunciam falta de docente para as principais disciplinas dos semestres iniciais do curso, a exemplo de Cálculo Diferencial e Integral I, e de laboratório para as atividades práticas.

Outra queixa é a falta de material essencial, como pranchetas de desenho, projetores, réguas, transferidores e esquadros. A falta de software licenciado também impede que os alunos dos semestres iniciais tenham aula da disciplina Programação.

O presidente do Centro Acadêmico de Engenharia Civil, Thiago Pacheco, cita que o curso precisa de, pelo menos, 30 horas de aula prática nesta disciplina para ser considerado de excelência.

BAHIA TEM MAIS INSTITUIÇÕES DE ENSINO SUPERIOR COM COTA

A Bahia é a unidade federada do Nordeste do País com o maior número de universidades públicas ou institutos federais de educação, ciência e tecnologia com vagas nos sistemas de cotas. Ao todo são nove instituições de ensino superior (IES) de acordo com a ONG Educafro que nesta terça-feira, 1º lançou estudo interativo abrangendo todos estados e o Distrito Federal.

Entre as estaduais, a Universidade Estadual da Bahia (Uneb) mantém, desde 2002, a reserva de 40% das cotas para estudantes afrodescendentes do ensino público. A Universidade Estadual de Feira de Santana (Uefs) passou a reservar 50% a candidatos de escolas públicas e, dessas, 80% para negros mais vaga adicional em cada curso para indígena e quilombolas, a partir de 2005.

Em 2006, a Universidade Estadual de Santa Cruz  (Uesc) decidiu reservar 50% a candidatos do ensino médio público. Dessas, 70% para negros e duas vagas para índios ou quilombolas em cada curso. A partir de 2008, a Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (Uesb) iniciou a reserva de 50% para candidatos de escolas públicas, destes 70% para negros mais cota adicional para quilombolas, indígenas e pessoas com deficiência.

A Universidade Federal da Bahia (Ufba)  desde 2004 reserva de 45% para candidatos de ensino médio público, sendo 2% para indígenas, 37,5% para negros e 5,5% para outros candidatos de ensino médio público mais 2 vagas/curso para indígena e/ou quilombolas. Já a Universidade Federal do Recôncavo Baiano (UFBR), também mesmo ano, reserva de 45% para candidatos de ensino médio público, sendo 2% para indígenas, 37,5% para negros e 5,5% para outros candidatos de ensino médio público.

:: LEIA MAIS »

PREFEITO VÊ DECISÃO DO CMS COMO QUESTÃO PARTIDÁRIA

O prefeito de Itabuna, Capitão Azevedo (DEM), mais uma vez apontou influência da questão partidária nos posicionamentos do Conselho Municipal de Saúde. Dessa vez, a observação do gestor se tem a ver com decisão do CMS de não acatar o retorno da gestão plena da saúde para o município.

A deliberação foi tomada ontem, por 14 votos a 9, com base em relatório produzido por uma comissão especial formada por representantes do CMS, do Conselho Estadual da Saúde, Uesc, prestadores de serviço e usuários do SUS. O documento condenou o sistema de gestão da saúde em Itabuna.

Sem referir-se a nomes ou a partidos específicos, Azevedo disse que “as questões político-partidárias devem ser deixadas de lado quando se trata de (salvar) vidas”.

UESC PROMOVE SEMANA DE AGRONOMIA

A Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc) promove, de 16 a 20 de abril, a V Seagro (Semana de Agronomia). O evento é organizado pelo Colegiado e Diretório Acadêmico do curso de Agronomia, e tem apoio da Secretaria de Desenvolvimento e Integração Regional e Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional do Estado (CAR).

O tema da Seagro neste ano são os “Desafios da produção agropecuária regional frente ao novo Código Florestal”. A proposta, de acordo com os organizadores, é discutir, dentro desse contexto de mudanças na legislação, como assegurar melhoria da qualidade, inovação e competitividade.

“MARCHA DOS FAMINTOS” PROTESTA CONTRA VALOR DA REFEIÇÃO NA UESC

Estudante protesta em frente ao Restaurante Universitário (Fotos Marcelo Sena).

Estudante protesta contra política assistencial.

Após os protestos da última terça, 27, os estudantes da Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc) aguardam da reitora Adélia Pinheiro providências quanto ao preço e à qualidade da refeição servida no Restaurante Universitário da instituição. Embora subsidiada, a refeição no RU saltou de R$ 4,50 para R$ 5,20, o que levou estudantes a promoverem a Marcha dos Famintos.

Durante a marcha, os estudantes tiveram audiência com a reitora Adélia Pinheiro, no auditório da Torre Administrativa, e manifestantes cobraram o cumprimento de itens do programa de campanha à Reitoria em novembro do ano passado.

À época, a candidata teria prometido aumento do subsidio, funcionamento do RU nos três turnos e preço mais barato. A professora Adélia Pinheiro lamentou não poder rever o aumento concedido, já que trâmites burocráticos e a renovação do contrato em fevereiro por mais um ano a impediam. Também não soube dizer o valor do contrato do locatário.

As solicitações feitas pelos centros acadêmicos da Uesc sobre qualquer situação contratual da universidade nunca obtiveram resposta. Mas a reitora se comprometeu em abrir “mesas de diálogo”.

MELHORA O RANGO AÍ!

Estudantes da Uesc (Universidade Estadual de Santa Cruz) farão protesto nesta terça-feira, 27, a partir das 10 horas da manhã, por melhorias no Restaurante Universitário. Na pauta de reivindicações, os principais itens são a melhoria da qualidade da comida que o estabelecimento fornece e a ampliação de subsídios para diminuir o preço das refeições.

Para boa parte dos estudantes, o cardápio do restaurante anda um tanto indigesto…

O IMBRÓGLIO DA UFESBA

Em comentário sobre a Ufesba (Universidade Federal do Sul da Bahia), o peemedebista Ewerton Almeida, bastante ligado às questões da cacauicultura e ex-candidato a deputado estadual, coloca o dedo na ferida. Ou melhor, aborda um ponto delicado em torno do tema, que é a localização da futura instituição de ensino.

Segundo Almeida, a proposta original de instalação da universidade partiu do deputado federal Uldurico Pinto, que – como tem base no extremo-sul – sugeria a sede em Teixeira de Freitas ou Porto Seguro.

“Segundo se comenta nos bastidores, a escolha pelo Governo Dilma para transferir a sede para Itabuna foi pensando no aproveitamento da infraestrutura já existente na sede da Ceplac ,uma decisão politica, mas uma ideia perfeitamente aceitável. Entretanto descobriu-se que a sede da Ceplac fica no município de Ilhéus. Daí o imbróglio!” – escreveu Almeida.

De repente, uma saída seria investir na ideia do deputado Gilberto Santana (PTN), que já defendeu a ampliação do território itabunense até os domínios do Salobrinho, abarcando não só a Ceplac como também a Uesc. Assim, Itabuna se tornaria a sede de uma universidade federal e, de quebra, também de uma estadual.

O que os ilheenses acham da ideia?

SELEÇÃO DE TÉCNICOS NA UESC

A Universidade Estadual de Santa Cruz publicou edital que visa à contratação de três técnicos para atuar na implantação do “Centro Regional em Referência  para formação permanente sobre intervenção ao uso do crack e outras drogas”.

A seleção se dará por meio do Reda (Regime Especial de Direito Administrativo) e os candidatos deverão ter graduação nas áreas de psicologia, enfermagem ou assistência social. Os salários, para uma carga horária de 30 horas semanais, serão de R$ 1.746,90.

As inscrições para o processo seletivo estão abertas. Os interessados devem dirigir-se ao Protocolo-Geral da Uesc até as 12 horas do dia 15 de março.

Atualizado  dia às 10h15min de 11.03.2012

 

ILHÉUS: MULHERES SE DESTACAM NA ZONA RURAL

A trabalhadora Maurina ao lado da pesquisadora Carla Burda: reconhecimento

Neste Dia da Mulher, a equipe da Uesc envolvida com o Diagnóstico Mercadológico Participativo nas comunidades ilheenses, divulga uma informação interessante: até mesmo em áreas da zona rural, as mulheres passaram a exercer um papel preponderante nas famílias, comunidades e na produção.

A pesquisa é uma iniciativa da empresa Bahia Mineração (Bamin), que fez parceria com a Uesc para descobrir vocações produtivas em 15 comunidades, entre elas Aritaguá, Sambaituba, Itariri, Vila Olímpio e Valão. “Em praticamente todas, as mulheres aparecem como responsáveis diretas ou indiretas pela atividade produtiva e são líderes formais ou informais”, afirma a pesquisadora Carla Burda.

Segundo a equipe da Uesc, os dados do diagnóstico ainda não estão fechados, mas já é possível identificar esse protagonismo feminino. Ao longo desta semana, os pesquisadores prestaram uma homenagem às mulheres das comunidades, a exemplo de Dona Maurina de Jesus, agricultora familiar de 72 anos, do povoado do Itariri, que ficou emocionada com a lembrança. “Hoje as mulheres têm que trabalhar, lutar pela vida, ser fortes, ajudar os maridos e ser felizes”, comentou Dona Maurina.

UNIVERSIDADE DA TERCEIRA IDADE

A Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc) abriu inscrições para os cursos da Universidade Aberta da Terceira Idade, que terá aulas e atividades complementares no período de 20 de março a 22 de junho. Qualquer pessoa com mais de 40 anos pode participar e os que se envolverem em pelo menos 75% das atividades terão direito a certificado. Não é exigida escolaridade mínima.

As inscrições podem ser feitas até esta sexta-feira, dia 9, no horário das 8 às 12 horas e das 13 às 16h. Os interessados devem se dirigir à Secretaria da Universidade da Terceira Idade, que fica no térreo do Pavilhão Jorge Amado.

UESC TESTA BEBIDA FEITA COM LACTOBACILOS DO CACAU

Pesquisadores da Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc) elaboram uma bebida semelhante ao iogurte, que é feita com leite de soja e utiliza lactobacilos obtidos no processo de fermentação do cacau. Os lactobacilos são uma espécie de bactéria cuja ingestão traz benefícios à saúde, principalmente à flora intestinal.

A criação dessa bebida é fruto de um projeto de mestrado do Programa de Pós-Graduação em Biologia e Biotecnologia de Microorganismos, da nutricionistaVerônica Saito, sob orientação das professoras Ana Paula  Trovatti Uetanabaro e Carla Romano, da Uesc, em colaboração com o professor Gabriel Vinderola, do Instituto de Lactologia Industrial da Argentina.

O “iogurte” com lactobacilos do cacau teve a adição do sabor de frutas vermelhas e foi degustado por 90 voluntários, nos dias 18 de janeiro e 9 de fevereiro. O produto da Uesc mereceu notas superiores às de iogurtes já comercializados, o que provou sua viabilidade para o mercado.

BAMIN E UESC FAZEM PESQUISA EM COMUNIDADES

Pesquisadores da Uesc entrevistam moradores do Itariri

Uma pesquisa promovida por iniciativa da empresa Bahia Mineração pretende identificar o potencial produtivo de 15 comunidades ilheenses. O trabalho é realizado por uma equipe da Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc), com quem a Bamin faz parceria.

O levantamento, que leva o nome de Diagnóstico Mercadológico Participativo, tem como objetivo, “além de saber o que cada comunidade produz, apurar as técnicas utilizadas e otimizar a produção, buscando maior retorno financeiro para as atividades”, afirma o professor William Figueira, que coordena o trabalho. Figueira é mestre em Responsabilidade Social e Desenvolvimento Humano e dirige na Uesc o Grupo de Pesquisa em Gestão, Inovação e Sustentabilidade.

As comunidades contempladas pela iniciativa ficam no entorno da área onde serão instalados o Porto Sul e o Terminal Privativo da Bamin. São elas: Aritaguá, Vila São João, Vila Olímpio, Urucutuca, Carobeira, Itariri, Valão, Juerana, Campinhos, Castelo Novo, Joia do Atlântico, Sambaituba, Assentamento Bom Gosto, e  povoados de São José e Ribeira das Pedras.

De acordo com Aildo Fonseca, diretor de Logística da Bamin, “é importante conhecer a realidade de cada uma dessas comunidades que estarão próximas ao nosso empreendimento, e esse diagnóstico nos dará uma visão mais detalhada do potencial dessas localidades”.

 

SUSTO COMUNISTA

Ninguém está livre do clima de tensão que se instalou nas ruas com a greve da Polícia Militar. Quem passou por uma experiência nada agradável na noite de quinta-feira, 2, foram os comunistas Davidson Magalhães, presidente da Bahiagás, e Wenceslau Júnior, vereador em Itabuna.

Os dois políticos vinham da Uesc, onde participaram da posse da reitora Adélia Pinheiro, com destino a Itabuna. Ao passar pela avenida Juracy Magalhães, foram interceptados por policiais à paisana, que confundiram o carro da Bahiagás com uma viatura da PM. Somente quando chegaram bem perto é que foram reconhecidos e, por um triz, liberados pelos grevistas.

EXAME DA OAB NESTE DOMINGO

A primeira fase do 6º Exame de Ordem Unificado acontece neste domingo, 5, a partir das 14 horas, em todo o país. Os bacharéis terão cinco horas para responder às 80 questões da prova, elaborada pela Fundação Getúlio Vargas (FGV).

A previsão é de que os resultados dessa fase serão divulgados no próximo dia 15. Os aprovados passarão ainda pela segunda etapa – a prova prático-profissional – programada para o dia 25 de março, e o resultado final do exame deverá ser divulgado no dia 3 de maio.

No último exame de ordem, apenas 24,5% dos inscritos obtiveram aprovação. A Bahia foi o Estado que teve o maior índice de aprovados (30,64%) e a Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc) teve desempenho ainda melhor, com 48% de êxito entre os que se submeteram à prova (confira aqui)

POSSE DE ADÉLIA

A médica Adélia Pinheiro toma posse nesta quinta-feira, 2, como nova reitora da Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc). Ela sucede o professor Joaquim Bastos.

A cerimônia de posse será presidida pelo secretário estadual da Educação, Osvaldo Barreto, e está marcada para as 19h30min, no auditório do Centro de Arte e Cultura da universidade.

Adélia afirma ter compromisso com uma maior participação da Uesc em projetos nas comunidades de sua área de abrangência. Diz também que estará comprometida com o aprofundamento dos valores da “autonomia, democratização e ética, com foco na excelência e sempre aliado à sustentabilidade institucional”.

MATRÍCULA DE APROVADOS NO SISU COMEÇA HOJE

Uesc tem horário especial para atender aprovados no Sisu (Foto Jonildo Glória).

Os aprovados em segunda chamada no Sistema de Seleção Unificada (Sisu) têm hoje e amanhã (30 e 31) para matrícula nas universidades para as quais se inscreveram. Na Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc), são 371 convocados para os curso de graduação.

O horário de atendimento na Uesc será das 8h às 12h e das 13h às 16h no colegiado do curso para o qual foi inscrito. A instituição abriu metade das vagas para quem fez o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2011 e se inscreveu no Sisu.

Quem não foi convocado nas duas primeiras chamadas ainda pode concorrer a vagas remanescentes, bastando acessar o Boletim de Acompanhamento e clicar no botão de confirmação de interesse em participar da Lista de Espera do Sisu. O endereço do site é o http://sisu.mec.gov.br/. O prazo para manifestar interesse vai até o dia 1º de fevereiro.

RESULTADO DO VESTIBULAR 

A Uesc pode divulgar ainda hoje o resultado do vestibular 2012. Pelo menos essa foi a promessa da Aocp ao final das provas do exame, no dia 10 de janeiro.

Trata-se do último vestibular da instituição. A partir de 2013, todas as vagas da graduação na Uesc serão preenchidas somente com alunos que fizerem o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem).

A universidade não fará mais vestibular a partir de 2013, quando todas as vagas dos cursos de graduação serão preenchidas via Enem/Sisu.

FALTOU COMBINAR COM WAGNER

Wagner foi anunciado como "chamariz" (clique para ampliar).

O pré-candidato a prefeito de Ilhéus, Joaquim Bastos (PDT), despede-se do cargo de reitor da Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc) no próximo dia 2. No início da semana, o magnífico distribuiu convites anunciando que o governador Jaques Wagner viria à universidade para, junto com ele, inaugurar um novo anexo de construções.

O compromisso, porém, nunca esteve na agenda do mandatário baiano. A assessoria confirma que o Galego estará na Uesc, sim, mas no dia 2, quando toma posse a reitora eleita, Adélia Pinheiro.

BAHIA É O MELHOR NO EXAME DA OAB. UESC APROVA 48% DOS ALUNOS

A Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) divulgou ranking das faculdades de Direito que mais aprovaram alunos no V Exame de Ordem. Proporcionalmente, a Bahia foi o estado que mais aprovou alunos: 30,64% dos inscritos no exame foram aprovados.

Outro dado interessante é que o curso da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (Uesb), de Vitória da Conquista, obteve um dos mais altos percentuais de aprovação dentre os cursos em todo o Brasil. Ao aprovar 73,81% dos alunos, o curso de Direito da Uesb foi o sétimo melhor em todo o Brasil.

No outro extremo, duas faculdades de Direito da Bahia apresentaram aprovação zero no V Exame, a Faculdade Cidade do Salvador (FCS) e a Faculdade de Ilhéus. A sulbaiana Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc) aprovou 48% dos alunos inscritos, segundo a OAB. 51 alunos da Uesc se inscreveram no exame, dos quais 24 conseguiram passar no exame.

Confira aqui o desempenho de cada curso

BALCÃO DE JUSTIÇA E CIDADANIA

Foi inaugurado hoje em Ilhéus o Balcão de Justiça e Cidadania, que irá oferecer atendimento gratuito à população local. A unidade resulta de cooperação técnica entre a Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc) e o Tribunal de Justiça da Bahia e funciona no SAC, que é parceiro do projeto.

O Balcão de Justiça atenderá de segunda a sexta, das 8h às 18 horas, com alunos do curso de Direito da Uesc atuando como colaboradores. A coordenação será do juiz Helvécio Giudice Argollo, da 1ª Vara de Família de Ilhéus.






WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia