WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia


conlar

banner-site-150x300px

jamile_yamaha

sintesi

setembro 2017
D S T Q Q S S
« ago    
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930

editorias


:: ‘Unime Itabuna’

PSICÓLOGO APONTA TABUS E MITOS EM ABORDAGENS SOBRE O SUICÍDIO

Psicólogo Fernando Berbert, do Núcleo de Atendimento em Psicologia da Unime || Foto Pimenta

Psicólogo Fernando Berbert, do Núcleo de Atendimento em Psicologia da Unime || Foto Pimenta

Setembro é o mês de intensificação de atividades de prevenção ao suicídio em todo o país. As ações no mundo foram iniciadas pela Associação Internacional para Prevenção do Suicídio (Iasp). No Brasil, Associação Brasileira de Psiquiatria, Conselho Federal de Medicina (CFM) e Centro de Valorização da Vida (CVV) coordenam as atividades neste mês.

De acordo com o coordenador de estágio em Psicologia da Unime, professor Fernando Berbert,  a campanha Setembro Amarelo é um passo para enfrentar um tema complexo e que envolve fatores biológicos, genéticos, psicológicos, sociais e culturais. O professor critica a falta de atendimento gratuito para as pessoas que perderam o interesse pela vida e reclama da insuficiência de profissionais especializados em Itabuna.

Fernando Berbert diz que tabus e mitos sobre o assunto suicídio só fazem agravar uma situação que já é crítica. Ele alerta familiares para ficarem atentos às mudanças de comportamento, principalmente quando a pessoa apresentar desinteresse pelas coisas que sempre foram prazerosas, sentimento de inutilidade, cansaço extremo e despreocupação com a falta de higiene.

A seguir, trechos da entrevista concedida por Berbert ao PIMENTA.

Blog Pimenta – Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), o Brasil registra média de 12 mil suicídios por ano. É uma taxa alta?

Fernando Berbert – Quando analisado a quantidade de ocorrências, principalmente as envolvendo pessoas com idade na faixa de 14 a 29 anos, o número parece pequeno, mas não é, porque existe uma subnotificação de casos.

Pimenta – Por que ocorre essa subnotificação?

Fernando – Enfrentamos um  grande tabu quando o assunto é suicídio. Pesquisas apontam que, historicamente, as famílias sentem vergonha, quando um dos seus membros comete o ato.  Por isso, acabam não notificando a causa mortis corretamente às secretarias de Saúde dos municípios. Muitas vezes, até solicitam aos médicos que coloquem em seus relatórios algum tipo de doença que justifique a morte.

Pimenta – O assunto é complexo e pouco abordado, não?

Fernando – Existem alguns quadros sobre mitos e verdades. Há quem acredite, por exemplo, que falar sobre o assunto é uma forma de propagação e incentivo à prática do suicídio. Isso é uma inverdade. Os estudos mostram que, quanto mais se fala e se debate sobre o assunto, a população fica mais ciente e, consequentemente, aumenta as chances de redução das taxas.

Pimenta – Há um aumento do número de brasileiros que abrem mão da própria a vida?

Fernando – A taxa de suicídios entre os jovens aumentou em torno de 10% ao ano no Brasil. De 2004 a 2012 foi verificado aumento substancial de ocorrências, principalmente entre os homens. E temos um ponto a ser esclarecido: embora o índice de suicídio seja maior entre as pessoas do sexo masculino, as mulheres fazem mais tentativas. As mulheres quase sempre tentam usando medicamentos; enquanto os homens recorrem, na maioria das vezes, a arma de fogo.

______________

As mulheres conseguem participar de redes sociais, vão mais ao médico para falar sobre o assunto e fazem o tratamento. Já o homem não tem essa iniciativa. A cultura nos coloca que temos que ser fortes.

______________

Pimenta – Essa seria a única justificativa?

Fernando – Não. As mulheres conseguem participar de redes sociais, vão mais ao médico para falar sobre o assunto e fazem o tratamento. Já o homem não tem essa iniciativa. A cultura nos coloca que temos que ser fortes. A pessoa do sexo masculino já faz a tentativa e comete o ato em um estágio bem avançado de algum transtorno. Por isso, a taxa de suicídios entre homens é maior.

Pimenta – Há como descobrir que a pessoa desistiu de viver?

Fernando – Nem a medicina nem a psicologia têm como determinar e antecipar que uma determinada pessoa vai cometer suicídio. O que sabemos é que quem tentou uma vez e não conseguiu tem 50% de chance de fazer uma nova investida. Mas, infelizmente, as pessoas não dão a devida atenção porque se apegam ao mito de que uma nova tentativa não será feita. A segunda tentativa acaba sendo concretizada em 50% dos casos, segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS).

Pimenta – O que leva a pessoa desistir do mundo?

Fernando – Mais de 90% dos casos de suicídio têm relação com transtornos mentais. As ocorrências estão relacionadas com a depressão, transtorno bipolar, esquizofrenia e uso substâncias psicoativas, que vão potencializar para que a pessoa cometa o suicídio. :: LEIA MAIS »

FACULDADE EM ITABUNA ABRE 16 VAGAS PARA PROFESSOR

unimeitabunadtA Unime abriu seleção para contratar 16 professores para os cursos de Engenharia Elétrica, Engenharia Civil, Pedagogia, CST em Radiologia, Ciências Contábeis, Odontologia e Arquitetura e Urbanismo. As vagas são para lecionar na unidade de Itabuna.

Das vagas, 6 são para o curso de Engenharia Elétrica, 5 para Engenharia Civil, 1 para CST em Radiologia, 1 para Ciências Contábeis, 1 para Odontologia, 1 para Arquitetura e Urbanismo e 1 para Pedagogia. O processo seletivo ocorrerá entre os dias 3 e 14 de julho. O processo seletivo tem validade de um ano.

Para concorrer a uma das 16 vagas ofertadas, os candidatos deverão acessar o edital, disponível no portal www.unime.edu.br, conferir os requisitos e a documentação exigida.

Interessados deverão entregar os documentos no setor de Recursos Humanos da instituição até o dia 30 de junho, das 16h às 20h. Outras informações podem ser obtidas pelo telefone (73) 2102-3030.

ITABUNA: SANTA CASA RECEBE COMPUTADORES E NOVO SISTEMA DE EMERGÊNCIA

Doação foi entregue nesta terça.

Doação foi entregue nesta terça.

A Santa Casa de Misericórdia de Itabuna acaba de receber doações realizadas pela Unime Itabuna a partir de uma parceria interinstitucional na área de formação profissional. A instituição de ensino superior entregou, nesta quarta-feira (14), três computadores Dell e um sistema de chamada de emergência Sincron/Salutem. O equipamento de chamadas será instalado no Hospital Manoel Novaes para agilizar a comunicação entre pacientes internados e a equipe de enfermagem.

Atualmente, os hospitais da Santa Casa de Itabuna são campo de estágio curricular para uma média de 280 estudantes da Unime, a cada semestre, nas áreas de Enfermagem, Psicologia, Fisioterapia e Farmácia. Toda formação profissional prática é definida na matriz curricular do curso e a atuação no estágio é realizada mediante acompanhamento obrigatório do supervisor de estágio e do profissional orientador.

Para a coordenadora de Gestão de Pessoas da Santa Casa de Itabuna, Eneila Cerqueira, a parceria é positiva e com ganhos múltiplos. “Ganham a Unime e a Santa Casa, mas, principalmente, o graduando que tem no estágio a possibilidade de aprimorar suas competências, habilidades e atitudes, melhor se preparando para o mercado de trabalho e, por vezes, sendo absorvido pela própria instituição”, declarou Eneila.

FEIRA NA UNIME OFERECE 100 VAGAS DE EMPREGO E ESTÁGIO

empregoVárias empresas da região participam, neste sábado (18), da Feira Conecta da Empregabilidade, realizada pela Unime Itabuna, na Avenida J.S. Pinheiro, 1191. A feira é gratuita e aberta ao público, de acordo com a instituição de ensino superior.

Das 9h às 17h, os participantes poderão participar da seleção e recrutamento para emprego e estágio Aproximadamente, 100 vagas estarão disponíveis para estudantes e profissionais formados em diversas áreas.

O evento, segundo os organizadores, busca aproximar quem procura trabalho ou estágio de quem oferece vagas no mercado.

O evento também terá programação voltada ao desenvolvimento da carreira e ascensão profissional. O interessado em participar deve comparecer à unidade da Unime, amanhã, com documentos pessoais e currículo profissional impresso.

UNIME OFERECE FORMAÇÃO PEDAGÓGICA PARA GRADUADOS

Campus da faculdade.

Campus da faculdade.

A Unime Itabuna oferece o curso de Formação Pedagógica para profissionais graduados com interesse em iniciar a carreira como docente. O curso, de acordo com a instituição, oferece as habilidades para que o aluno possa ministrar aulas em diversas áreas do conhecimento no Ensino Fundamental II e no Ensino Médio.

A oferta visa atender a carência de aproximadamente 245 mil professores no Brasil, segundo o Conselho Nacional da Educação. Para ingressar, não é necessário participar do processo seletivo, basta comparecer na instituição com uma cópia autenticada do diploma do curso superior concluído, devidamente registrado e contendo o número do ato de reconhecimento do curso.

É necessário, também, a via original ou cópia autenticada do histórico escolar oficial do curso superior concluído e solicitar a análise dos documentos para a inscrição e obter mais informações sobre a oferta. As aulas ocorrem na modalidade a distância, com datas previamente agendadas para as avaliações presenciais. Mais informações pelo (73) 2102-3023

PALESTRA ABORDA BENEFÍCIOS DO COACHING

Jaciara Santos profere palestra.

Jaciara Santos profere palestra.

Palestra sobre os benefícios do coaching no desenvolvimento de líderes marcará a aula inaugural do MBA em Liderança e Coaching da Unime Itabuna. Será ministrada pela master coach Jaciara Souza, coordenadora do curso.

O evento, que é aberto ao público, será na próxima sexta (22), às 19h, no auditório da faculdade, na Avenida J.S. Pinheiro, 1119, no Lomanto. Outras informações podem ser obtidas pelo telefone (73) 2102-3040.

Segundo a instituição, o MBA em Liderança e Coaching busca aprofundar o estudo teórico e prático sobre liderança e coaching, possibilitando o desenvolvimento de competências técnicas e comportamentais capazes de despertar e inspirar talentos e líderes. Informações sobre o processo seletivo podem ser obtidas no portal www.voceespecialista.com.br.

UNIME EMPREENDEDOR ATRAI MAIS DE 3,2 MIL PESSOAS

Unime Empreendedor deste ano atraiu mais de 3,2 mil pessoas (Foto Divulgação).

Unime Empreendedor deste ano atraiu mais de 3,2 mil pessoas (Foto Divulgação).

Cerca de 3,2 mil pessoas participaram da 4ª edição do Shopping Unime Empreendedor 2016, evento promovido pelo curso de Administração da faculdade em Itabuna. De acordo com os organizadores, a edição deste ano buscou desenvolver o potencial empreendedor dos alunos, estimulando a inovação e a criatividade.

Durante o evento, os acadêmicos apresentaram seus planos de negócio para as oito empresas que criaram, desde o início do semestre, com a orientação dos supervisores e orientadores das turmas. O evento teve o apoio de empresas como o Shopping Jequitibá, Conlar, Morena FM, e Gávea, além do Sebrae e Prefeitura de Itabuna.

Para a coordenadora do curso de Administração da Unime Itabuna, Tatiane Moraes, a ação superou todas as expectativas. “Percebemos que quando o desafio é maior, cresce também a capacidade empreendedora dos nossos estudantes. Aliar teoria e prática é uma grande tarefa”, afirma.

O Unime Empreendedor também atraiu autoridades, apoiadores e empresas interessadas em inovação e criatividade, além de alunos de escolas do ensino médio e de unidades de ensino técnico do sul da Bahia.

KARIM, O MÁGICO

Karim alia técnicas do ilusionismo para motivar equipes (Foto Divulgação).

Karim alia técnicas do ilusionismo para motivar equipes (Foto Divulgação).

O itabunense Karim Harfush abandonou os negócios na área de telefonia e hoje faz sucesso como ilusionista no meio corporativo. As habilidades ele emprega em palestras motivacionais voltadas a corporações tanto no estado como pelo país. Durante a última semana, Karim reuniu um time da Unime de Itabuna, que já se prepara para realizar novo vestibular e receber alunos para o segundo semestre deste ano.

Karim associou as suas técnicas para motivar a equipe nas novas estratégias da faculdade. Líderes da instituição, consultores de mercado e coordenadores de curso participaram de uma imersão. A fase precedeu, segundo a direção da instituição, às ações no meio corporativo. Empresas de Itabuna receberão visita de profissionais para apresentação dos cursos da Unime e efetivar parcerias.

ITABUNA TERÁ CURSOS DE ODONTOLOGIA E MEDICINA EM 2016

Curso será oferecido na Unime Itabuna.

Curso será oferecido na Unime Itabuna.

O primeiro curso superior de Odontologia será oferecido por uma faculdade particular em Itabuna em 2016. A Unime anunciou o lançamento do curso, além da oferta de vagas em Biomedicina, antes disponível apenas na Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc) e Madre Thaís na região cacaueira.

Serão 320 vagas anuais no campus itabunense da faculdade com as primeiras turmas formadas já no primeiro semestre.

Os dois cursos de bacharelado integrarão a área de saúde. A faculdade oferece, na mesma área, cursos de Enfermagem, Fisioterapia, Psicologia, Educação Física e Farmácia da instituição.

FACULDADE DE MEDICINA

O número de vagas de ensino superior na área de saúde, no município, aumentará ainda mais em 2016, quando Itabuna ganha primeira faculdade de Medicina.

Serão 80 vagas por semestre, oferecidas pelas Faculdades Santo Agostinho, que venceu o edital do Programa Mais Médicos. Das vagas, dez por cento serão reservadas a bolsistas.

PROTESTO CONTRA TCC ONLINE

Alunos protestam em frente à Unime (Reprodução Plantão Itabuna).

Alunos protestam em frente à Unime (Reprodução Plantão Itabuna).

Alunos dos cursos de Enfermagem e Farmácia da Unime Itabuna fizeram novo protesto, hoje (24), contra as mudanças no sistema de ensino da instituição. Portando cartazes, eles criticavam a implantação do sistema on-line de TCC (Trabalho de Conclusão de Curso).

Com a adoção do sistema on-line, estudantes que já iniciaram trabalho afirmam que seriam obrigados a refazer monografia. Conteúdos essenciais são repassados apenas pela internet. Para chamar a atenção pública, eles atearam fogo em pneus em frente a um dos campus da faculdade.

A Unime, em nota, sustenta que o sistema implantado incorpora modernos sistemas de ensino já aplicados no ensino superior em todo o mundo, principalmente nos Estados Unidos, e preparariam o aluno para o mercado, além de habituá-los ao uso de recursos tecnológicos no ensino-aprendizagem. Redação com informações do Plantão Itabuna.

UNIME E AMURC RENOVAM CONVÊNIO

Lenildo e Odília em renovação de convênio na Unime (Foto André Evangelista).

Lenildo e Odília em renovação de convênio na Unime (Foto André Evangelista).

Dirigentes da Unime e Amurc renovaram convênio hoje (26) que permite concessão de 20% de desconto em mensalidade para servidores públicos e parentes em primeiro grau em cursos de graduação. O presidente da Amurc e prefeito de Ibicaraí, Lenildo Santana, e a diretora da Unime Itabuna, Odília Moliterni, assinaram contrato de renovação.

Hoje, cerca de 500 servidores e parentes de 25 municípios associados à Amurc são beneficiados pelo convênio, de acordo com Odília. Para ter acesso ao desconto, o servidor ou parente deve apresentar contracheque e documento de identidade na sede da Amurc, no centro de Itabuna. Informações pelo telefone 73-3613.5114.

UNIME PROMETE À OAB SANAR DEFICIÊNCIAS DO CURSO DE DIREITO

OAB e UnimeO superintendente da Regional Norte/Nordeste da Unime, Edemilson Marques, prometeu soluções para deficiências apontadas no curso de Direito da instituição em Itabuna. Durante encontro, o presidente da OAB Itabuna, Andirlei Nascimento, e o tesoureiro da entidade, Ariovaldo Barboza, expuseram questões como superlotação de sala de aula e falta de condições de trabalho docente e higienização dos banheiros.

Edemilson disse que a superlotação vinha ocorrendo porque muitos dos alunos assistiam à aula, mas não estavam matriculados no curso. As mudanças, segundo ele, teriam sido aprovadas pelo Ministério da Educação (MEC), conforme relato do presidente da OAB itabunense. Andirlei Nascimento sugeriu melhoria o acervo da biblioteca de Direito.

A reunião, realizada na quarta, teve também a participação de Carlos Alan Lima, representante dos alunos, além da gerente de contencioso do grupo Kroton, Priscila Duarte, e da advogada do grupo, Rosana Macedo.

Segundo o presidente da OAB, Andirlei Nascimento, a Ordem aguardará relatório da Unime, previsto para ser entregue em 60 dias, e observará se as melhorias foram implementadas. Caso contrário, disse ele, irá tomar as medidas institucionais e judiciais cabíveis, que garantam o acesso do estudante a um ensino de qualidade.

DIRETOR DA UNIME DE ITABUNA É DEMITIDO APÓS MANIFESTAÇÕES

Manifestações derrubaram diretor do cargo em Itabuna.

Manifestações derrubaram diretor do cargo em Itabuna.

Luiz Brogiatto, diretor da Unime de Itabuna, foi demitido do cargo nesta sexta-feira (27) depois de três dias de manifestações de estudantes nos campus da faculdade, segundo o Plantão Itabuna.

Brogiatto cai após insatisfações de professores e alunos de cursos como Direito e Serviço Social. Ainda não foi anunciado o nome do novo titular do cargo. Brogiato era funcionário da Kroton e da Anhanguera há vários anos.

A situação do ex-diretor ficou insustentável após as manifestações. Há menos de duas semanas, o presidente da OAB de Itabuna, Andirlei Nascimento, após ouvir docentes e alunos do curso de Direito classificou como graves as denúncias.

OAB DIZ QUE DENÚNCIAS CONTRA UNIME “SÃO GRAVES”

Presidente da OAB considera graves denúncias contra a Unime Itabuna.

Presidente da OAB considera graves denúncias contra a Unime Itabuna.

Andirlei Nascimento, presidente da subseção da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), classificou como graves as denúncias contra a Unime de Itabuna, principalmente as relacionadas ao Curso de Direito da faculdade particular. “As denúncias apresentadas são graves e atentam contra a saúde ocupacional dos professores e a qualidade do ensino prestado pela instituição”, disse o presidente da OAB local.

A Unime, segundo o presidente da OAB, negou as acusações que incluem falta de estrutura, superlotação de salas de aula e queda na qualidade do ensino. Uma reunião, no próximo dia 23, uma segunda-feira, tratará das denúncias contra a instituição de ensino superior. O encontro reunirá representantes da OAB, Ministério da Educação, alunos e professores.

Os problemas enfrentados pelos alunos e professores serão tratados em sessão especial na Câmara de Vereadores, segundo o vereador Jairo Araújo. Alguns cursos, como Serviço Social, chegam a reunir 80 alunos por sala, o que dificulta o aprendizado e provoca queda na qualidade de ensino.

UNIME TORNA-SE ALVO DA OAB E CÂMARA POR FALTA DE ESTRUTURA

Alunos da Unime fazem protestos desde a quarta (11) no campus II (Foto Divulgação).

Alunos da Unime fazem protestos desde a quarta (11) no campus II (Foto Divulgação).

A falta de estrutura para atender os seus alunos colocou a Unime de Itabuna no alvo da subseção itabunense da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) e da Câmara de Vereadores local. A OAB Itabuna discute com a direção da faculdade alternativas para a superlotação de salas de aula do curso de Direito. Turmas têm até 80 alunos.

Hoje, o vereador Jairo Araújo anunciou sessão especial para tratar de problemas como superlotação de salas, falta de estrutura e escuridão no estacionamento do campus II da faculdade. Para o vereador, é um absurdo o que os alunos estão passando”.

O vereador lembra que a Unime é parte do maior grupo de ensino do país. “Não justifica a completa falta de estrutura, prejudicando a aprendizagem dos estudantes e comprometendo a segurança dos que trabalham aqui”.

Desde a quarta-feira (11), alunos da Unime promovem manifestações na entrada do campus II da faculdade, na Avenida J.S. Pinheiro. Outra queixa dos alunos é contra a lentidão no atendimento a alunos que buscam financiamento dos estudos pelo Fies.

MEC AUTORIZA 5 NOVOS CURSOS NA MADRE THAÍS E UNIME

Madre Thaís oferecerá três novos cursos.

Madre Thaís oferecerá três  novos cursos.

O Ministério da Educação autorizou três novos cursos na Faculdade Madre Thaís, de Ilhéus. A instituição oferecerá bacharelado em Fisioterapia e os cursos tecnológicos de Gestão Comercial e de Gestão de Recursos Humanos.

As portarias com as autorizações foram publicadas no Diário Oficial da União do dia 28.

Segundo o diretor-geral da Madre Thaís, os novos cursos serão oferecidos após análise das características regionais e da realidade socieconômica de Ilhéus e municípios de influência.

UNIME

O MEC também autorizou novos cursos superiores em Itabuna. A Unime já pode oferecer vagas para os cursos de Logística e Gestão de Recursos Humanos. As autorizações para a Unime foram publicadas na edição de sexta do DOU.

ESTUDANTES E FARMACÊUTICOS PROTESTAM CONTRA O MPF-BA EM ITABUNA

Com faixas, cartazes e nariz de palhaço, estudantes e profissionais protestam em Itabuna (Foto Pimenta).

Com faixas, cartazes e nariz de palhaço, estudantes e profissionais protestam em Itabuna (Foto Pimenta).

Farmacêuticos e estudantes do curso superior de farmácia participaram de manifestação na Cinquentenário, em Itabuna, contra o Ministério Público Federal na Bahia. O MPF ingressou com ação civil pública para que o Conselho Regional de Farmácia conceda registro a técnicos em farmácia.

Com nariz de palhaço, apitos, faixas e cartazes, cerca de 200 estudantes e farmacêuticos criticaram a ação do MPF. A coordenação do movimento informa que existem cerca de 230 farmacêuticos em Itabuna e a faculdade particular que oferece o curso de Farmácia, a Unime,  possui quase 500 alunos, além de já ter formado mais de 100 profissionais.

Manifestação estudantes e farmacêuticos2 Foto PimentaA manifestação, também, visou reforçar a importância do farmacêutico, segundo Vanusa da Glória, uma das líderes do movimento. “Nós estamos aqui enquanto profissionais e estudantes de farmácia para mostrar à população que o profissional farmacêutico tem que estar dentro da farmácia, sim, seja ela comunitária, hospitalar”, disse.

Os estudantes ressaltam que o farmacêutico tem nível superior, mais de 4 mil horas de aula, contado com seis disciplinas de farmacologia clínica, e patologias. “São cinco anos de estudos. Aprendemos todos os mecanismos de ação dos medicamentos e todas as reações adversas”, diz Vanusa, frisando que o técnico não tem essa preparação.

Um dos embates dos alunos é interno. A própria Unime poderá abrir espaço para aulas do curso técnico em farmácia, de nível médio, oferecido pelo Pronatec, do Governo Federal.

Manifestação estudantes e farmacêuticos3 Foto Pimenta

JUSTIÇA AUTORIZA ALUNO DA UNIME A COLAR GRAU ANTES DE CONCLUIR CURSO

Pavilhão da Unime em Itabuna.

Pavilhão da Unime em Itabuna.

Um aluno da Unime Itabuna conseguiu, na Justiça, o direito a participar da colação de grau, embora ainda não tenha concluído o curso de Fisioterapia. Em sua decisão, a juíza federal Maizia Carvalho Pamponet autorizou a colação simbólica.

A Unime até apresentou recurso à decisão, mas foi entendido como medida protelatória. O mandado de segurança foi impetrado pelo estudante Jeudes Alves de Oliveira. A decisão da juíza restringiu a participação de Jeudes à colação de grau.

No recurso, a direção da Unime apontava que a sentença não informava da obrigação do aluno de concluir o curso, mesmo participando da colação.

Disse a magistrada que o pedido de Jeudes era pela “participação simbólica na colação de grau sem qualquer efeito legal daí advindo, e neste sentido foi concedida a liminar por este Juízo”.

SEMINÁRIO DISCUTE POLÍTICAS PÚBLICAS NA ASSISTÊNCIA SOCIAL

Professora Saskya Lopes é conferencista do seminário na Unime (Foto Divulgação).

Professora Saskya Lopes é conferencista do seminário na Unime (Foto Divulgação).

Direito, políticas públicas e perspectivas contemporâneas na área da assistência social serão discutidos no seminário promovido pelos estudantes do 8º semestre de Serviço Social da Unime-Itabuna e Formandus Formaturas. O evento está programado para o dia 31, no auditório do campus II da faculdade, na Avenida J.S. Pinheiro, reunindo especialistas como Saskya Lopes e Guilhardes Júnior.

O seminário será aberto, às 19 horas, com palestra da psicóloga Maria Inês da Costa, que apresentará as atividades desenvolvidas no Centro de Humanização e Ação Social (Cehas) de Vila Nazaré, em Ilhéus. Na sequência, a mestre em Ciências Sociais Saskya Lopes falará sobre direitos, políticas públicas e perspectivas contemporâneas. Saskya atua em projetos de pesquisa e extensão sobre os temas de gênero, raça e geração e é vice-coordenadora do SER-Mulher

O professor e coordenador do curso de Direito da Uesc, Guilhardes Júnior, encerra a programação de palestras ao abordar a violência doméstica contra a mulher e a aplicação do violentômetro. Guilhardes é mestre em Desenvolvimento Regional e Meio Ambiente e coordenador dos projetos de extensão Núcleo do Observatório Nacional dos Direitos da Criança e do Adolescente (Nobeca) e Centro de Referência dos Direitos da Mulher (SER-Mulher).

As inscrições no seminário são limitadas e informações podem ser obtidas na Unime ou pelo fone 73-2102.3031.

APENAS 2 CURSOS CONSEGUEM NOTA 4 NO ENADE EM ILHÉUS E ITABUNA

Uesc teve um curso com conceito 4 no Enade 2012.

Uesc teve um curso com conceito 4 no Enade 2012.

A maioria dos cursos superiores avaliados na edição 2013 do Exame Nacional de Desempenho de Estudantes (Enade) em Ilhéus e Itabuna obteve nota satisfatória (3) e somente dois conseguiram conceito 4, numa escala que vai de 0 a 5. Os dados foram divulgados pelo Ministério da Educação (MEC).

Os cursos com conceito 4 foram os de Psicologia, da Unime Itabuna, e Ciências Contábeis, da Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc). O levantamento feito pelo PIMENTA leva em conta apenas os cursos das duas maiores cidades sul-baianas.

Quando avaliados por áreas, três dos cinco cursos de Administração obtiveram conceito médio e os demais registraram média 2 (insatisfatória). Uesc, FTC e Unime registraram nota 3 e Madre Thaís e Faculdade de Ilhéus, 2.

O curso de Direito, da Uesc, obteve 3, assim como os da Unime e Faculdade de Ilhéus. A FTC ficou com 2. A Uesc oferece o único curso de Economia na modalidade presencial, ficando com conceito 2.

Os dois cursos de Psicologia no eixo são oferecidos em Itabuna: o da Unime obteve 4 e o da FTC, 3. A Faculdade de Jornalismo da Unime foi avaliada e ficou com conceito 3. Já os cursos de Ciências Contábeis da Unime e Faculdade de Ilhéus ficaram com 3 e o da Uesc atingiu 4.

Desempenho das faculdades de Ilhéus e Itabuna no Enade 2012

Enade – Administração
Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc) – 3
FTC Itabuna – 3
Faculdade de Ilhéus – 2
Faculdade Madre Thaís – 2
Unime – 3

Enade – Direito
Uesc – 3
FTC – 2
Unime – 3
Faculdade de Ilhéus – 3

Enade – Economia
Uesc – 2

Enade – Psicologia
FTC Itabuna – 3
Unime Itabuna – 4

Enade – Ciências Contábeis
Uesc – 4
Faculdade de Ilhéus – 3
Unime Itabuna – 3

Enade – Jornalismo
Unime Itabuna – 3

 

CURSOS DA FTC E UNIME SÃO RECONHECIDOS

O Ministério da Educação (MEC) divulgou nesta quinta, 27, relação de 4.370 cursos de nível superior que tiveram reconhecimento renovado. Na lista, estão cursos de instituições privadas de Itabuna. Os cursos são os de licenciatura em Educação Física, oferecido pela Unime, e de Sistema de Informação, da FTC.

A portaria 286/2012 determina que a FTC pode oferecer até 100 vagas por ano neste curso. Já a Unime, foi autorizada a ofertar o máximo de 400 vagas em Educação Física.

MEC RECONHECE CURSO DE JORNALISMO DA UNIME

Depois de quase quatro anos, a Secretaria de Regulação e Supervisão da Educação Superior do Ministério da Educação (MEC) publicou portaria reconhecendo o curso de Comunicação Social com habilitação em Jornalismo da Unime em Itabuna.

O curso oferece 100 vagas por ano. Cerca de 100 bacharéis aguardavam o reconhecimento para registrar seus diplomas. A primeira turma do curso foi formada no segundo semestre de 2009.

ALUNOS DO CURSO DE FARMÁCIA DA UNIME FAZEM PROTESTO

Faixa exibida por estudantes de Farmácia da Unime em protesto contra condições do curso.

Alunos do curso de Farmácia da Unime-Itabuna iniciaram protesto contra as condições oferecidas pela faculdade. Eles exigem ampliação do número de docentes e revisão dos valores cobrados nas chamadas “salas especiais”. Segundo a estudante Ruth Apóstolo, um professor leciona sete disciplinas diferentes no curso e o índice de reprovação nestas matérias é superior a 70%. “Não está havendo preocupação com a qualidade, a formação profissional”, queixa-se a estudante.

Outros estudantes reclamam da “fábrica de dinheiro” em que se transformaram as reprovações no curso de Farmácia. Ruth cursa o oitavo semestre e afirma que de uma mensalidade de R$ 800,00 teve que pagar R$ 1.410,00 no mês passado, por causa dos métodos da faculdade.

A Unime rebate queixas de alunos contra a alta concentração de disciplinas nas mãos de um só professor. A diretoria da instituição diz aos alunos que o curso é complexo e aponta a formação deficitária da maioria como causa do alto índice de reprovação.

Os estudantes rebatem ao afirmar que “a peneira” ocorre já nos primeiros semestres. Para eles, a faculdade está falhando. “Nada justifica estarmos nesta situação. Temos casos de colega de oitavo semestre reprovado seis vezes em disciplinas ministrados por este professor”, diz um dos alunos.

alba



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia