WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia


alba










dezembro 2019
D S T Q Q S S
« nov    
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031  

editorias






:: ‘Unime’

UNIME RECONHECE EQUÍVOCO EM CHAMADA DE VESTIBULANDOS DE MEDICINA

unime marcaA Unime reafirmou hoje (17) ter cometido equívoco no envio de mensagem de celular a todos os classificados para o curso de Medicina em Lauro de Freitas, mas reforça que encaminhou, na sequência, outro SMS para que desconsiderassem o aviso. O posicionamento da instituição já havia sido publicado em matéria reproduzida pelo PIMENTA. Hoje a empresa encaminhou nota de esclarecimento (confira no “leia mais”).

A faculdade ressalta, em nota de esclarecimento, “que os candidatos classificados nas posições que excederem o número de vagas disponíveis somente poderão ser convocados para matrícula em caso de desistências”.

A instituição particular de ensino superior reforça a validade da lista de aprovados publicada na sexta (12) tanto em seu portal como no site da empresa que aplicou as provas, a Consultec.

:: LEIA MAIS »

BARBEIRAGEM DA UNIME FRUSTRA VESTIBULANDOS DE MEDICINA

SMS foi enviado por engano para (Reprodução)

SMS foi enviado por engano para todos os vestibulandos classificados (Reprodução).

A Tarde

Vestibulandos que realizaram a prova na Faculdade Unime para medicina, em Lauro de Freitas, na Região Metropolitana de Salvador (RMS), tiveram nesta terça-feira, 16, uma grande frustração. De acordo com um dos estudantes, que preferiu não se identificar, a mensagem de texto enviada ao celular de cada um avisando da aprovação no curso, não passou de um erro no sistema.

Em nota, a Unime informou que foi uma inconsistência sistêmica no envio de mensagem via SMS nesta terça, que acionou equivocadamente todos os candidatos classificados no processo seletivo de Medicina 2015, para efetuar matrícula, sem seguir a ordem de classificação e a limitação do número de vagas.

“Foi um descaso total, na faculdade apenas nos informaram que tinha sido um erro no sistema. Como assim? O computador só faz o que alguém manda, ele não faz nada sozinho”, argumentou o estudante.

Ele ainda relatou que muitas pessoas estavam tristes com a situação. “Eles mexeram com os sonhos de muitos, pessoas que tentam a anos passar em medicina”.

Uma comissão de pais e estudantes já foi montada para em conjunto entrarem na Justiça contra a instituição, informou o estudante.

Leia mais

TRÊS FACULDADES DISPUTAM CURSO DE MEDICINA EM ITABUNA

Itabuna terá curso de Medicina oferecido por instituição privada (Foto José Nazal).

Itabuna terá curso de Medicina oferecido por instituição privada (Foto José Nazal).

Além da FTC e da Unime, outra instituição de ensino superior com atuação no sul da Bahia disputa a habilitação para oferecer o curso de Medicina em Itabuna. De acordo com fonte do mercado, trata-se da Faculdade Madre Thaís, de Ilhéus.

Os termos de autorização do curso em Itabuna foram assinados no mês passado, em Itabuna, por autoridades dos governos municipal, estadual e federal.

Itabuna foi selecionada para receber um curso privado, após avaliação feita pelo governo federal. Alagoinhas, Eunápolis, Guanambi, Jacobina e Juazeiro também foram selecionados. Após a autorização dada aos municípios, começa a fase de seleção da faculdade que poderá oferecer o curso.

ALUNOS DE ARQUITETURA E URBANISMO ANUNCIAM PROTESTO NA UNIME

Campus II da Unime em Itabuna.

Campus II da Unime em Itabuna.

Alunos do Curso de Arquitetura e Urbanismo da Unime Itabuna prometem parar a instituição amanhã (16). Reclamam de salas superlotadas e da falta de coordenador e de professores para o curso.

Há duas semanas, dizem, tentam marcar audiência com o diretor da faculdade, Luiz Brogiatto, mas o professor não os recebe. O protesto, previsto para o final da tarde de amanhã (16), será suspenso apenas se o diretor “abrir as portas do seu gabinete”.

Um dos alunos disse ao PIMENTA que o cargo de coordenação está vago devido às dificuldades enfrentadas pelo curso e à falta de diálogo com a direção da faculdade.

– As nossas salas estão superlotadas com 80 ou até 120 alunos. Não temos mais coordenadora e tudo isso foi o estopim para que ela deixasse [a direção do curso]. Nem ela estava tendo voz, não estava sendo ouvida – disse um dos alunos da faculdade que pede anonimato para evitar retaliações.

OUTRO LADO

O diretor da Unime Itabuna, Luiz Brogiatto, defendeu-se. Disse ao PIMENTA que seu gabinete está sempre aberto. “Só não atendo se estiver em reunião”, observou. Ele anunciou encontro com os líderes de turmas do curso de Arquitetura e Urbanismo para as 16h de hoje (15) e afirmou que o contato foi feito na tarde da última sexta.

Reforçando ser “muito aberto aos alunos”, Brogiatto reconhece existência de “problemas pontuais” no curso, mas, segundo ele, as salas superlotadas foram divididas, após autorização da Kroton-Anhanguera. A faculdade, assegurou Brogiatto, contratou mais professores.

O diretor disse que a coordenadora do curso é a professora Débora Santa Fé, que se encontra em licença-maternidade. Adriana Batata, segundo ele, pediu para deixar a coordenação interina, mas o cargo não está vago. Ele negou que não haja diálogo com alunos e professores.

POLÍCIA PRENDE ACUSADO DE VÁRIOS ASSALTOS A ÔNIBUS EM ITABUNA

Alberto foi preso ontem à noite, após assaltar ônibus próximo à Unime.

Alberto foi preso ontem à noite, após assaltar ônibus próximo à Unime.

A polícia militar prendeu, ontem à noite, Alberto Santos Ferreira, acusado de cometer vários assaltos a ônibus em Itabuna.

Alberto foi preso por volta das 21h30min, após assaltar um ônibus entre a Unime, na Avenida J.S Pinheiro, e o centro comercial. O assaltante levou R$ 72,15, além de um celular do cobrador.

A prisão foi efetuada por uma guarnição que estava na região do centro comercial, segundo o comando do 15ª Batalhão da PM. Alberto foi preso próximo ao Grapiúna Tênis Clube e acabou sendo reconhecido pela vítima. O assaltante disse que mora em Ubaitaba.

Os policiais da guarnição 1507 encaminharam o assaltante para o Complexo Policial. A Polícia Civil acessou os dados de Alberto.

O bandido, segundo a civil, tem as mesmas características de suspeito de cometer vários assaltos a ônibus na região do centro comercial, Nova Itabuna e Nova Ferradas.

ALUNOS DA UNIME COBRAM MAIS SEGURANÇA

Alunos da Unime Itabuna estão assustados com a onda de assaltos na área da instituição de ensino, na Avenida J.S. Pinheiro. O último deles ocorreu na entrada do campus I. Após roubar uma estudante, o bandido retornou e entrou armado no campus.

– Foi o maior desespero. Até os guardas [que estavam na guarita] saíram correndo – descreve um dos alunos.

Os alunos reclamam ronda policial e dizem que o mato toma conta do ponto de ônibus em frente ao campus I. “Não temos segurança, mas pagamos caro na mensalidade”.

CADE APROVA FUSÃO ENTRE ANHANGUERA E DONA DA UNIME

Pavilhão da Unime em Itabuna.

Pavilhão da Unime em Itabuna.

O Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) aprovou com restrições a fusão entre a Anhanguera Educacional e a Kroton Educacional, por meio da assinatura de um Acordo em Controle de Concentração (ACC) determinando a venda de ativos.

As restrições envolvem “soluções estruturais e comportamentais” e atingem principalmente o mercado de ensino a distância, considerado pela relatora do caso, a conselheira Ana Frazão, “o mais delicado”.

A empresa resultante da fusão deverá vender o Centro Universitário Leonardo da Vinci (Uniasselvi). Além disso, nos mercados onde essa solução não for suficiente e a Kroton e a Anhanguera possuírem cursos, deverá haver a cessação das atividades da maior instituição e o congelamento de matrículas por parte da segunda até que a concorrência seja suficiente.

Outra restrição impõe metas “substanciais” de qualidade para a empresa. Uma delas pede que a instituição tenha 80% dos seus docentes com título de mestre ou doutor. No mercado presencial, o Cade também pede a venda de ativos. Com informações do Valor Econômico.

PROUNI OFERECE 657 BOLSAS EM ITABUNA E ILHÉUS. INSCRIÇÃO JÁ COMEÇOU

Prouni 2014

______________________________________________

Arquitetura e Urbanismo, Enfermagem, Farmácia
Logística e Odontologia estão entre opções de curso

As inscrições no Programa Universidade para Todos (Prouni), do Ministério da Educação, começaram nesta madrugada de segunda (13) com a oferta de 657 bolsas  integrais e parciais em faculdades privadas em Ilhéus e Itabuna. O prazo de inscrição encerra-se na sexta (17). O resultado da primeira chamada está previsto para dia 20.

O programa federal oferece 590 bolsas integrais e 67 parciais em faculdades das duas maiores cidades do sul da Bahia. As bolsas parciais são oferecidas apenas por instituições de ensino superior em Ilhéus.

A maioria das vagas está em Itabuna, onde são disponibilizadas 439 bolsas, todas elas integrais e divididas por 21 cursos nas faculdades Unime, Unopar, Uniasselvi e Unisa, de acordo com levantamento feito pelo PIMENTA com base nos dados do MEC. As instituições privadas ilheenses oferecem total de 218 bolsas, boa parte na modalidade ensino a distância, em 20 cursos.

CLIQUE AQUI PARA INSCRIÇÃO NO PROUNI

Para a inscrição, o MEC solicita o número de inscrição no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) do ano passado, além da senha.

Além de ter participado do Enem 2013, o candidato precisa ter obtido nota média igual ou superior a 450 para poder se inscrever no Prouni. Outra condição é ter cursado o ensino médio em escola pública ou ter sido bolsista em escola particular e ainda não ter curso superior completo.

BOLSA INTEGRAL OU PARCIAL?

O candidato pode disputar bolsa integral no Prouni caso a renda bruta familiar mensal por pessoa seja igual ou inferior a um salário mínimo e meio (R$ 1.086,00). Já para concorrer à bolsa parcial, a renda bruta familiar deve ser de, no máximo, três salários mínimos (R$ 2.172,00) por pessoa. No leia mais, confira a oferta de cursos e de vagas em Ilhéus e Itabuna. :: LEIA MAIS »

CADE PODE BARRAR A FUSÃO DE EMPRESAS DONAS DA UNIME E UNOPAR

Pavilhão da Unime em Itabuna.

Pavilhão da Unime em Itabuna.

A agência de notícias Reuters divulgou que a Superintendência Geral do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) recomendou barrar a fusão da Kroton e Anhanguera, respectivamente, donas das universidades Unime e Unopar. A fusão, de acordo com informações do mercado, está avaliada em R$ 13 bilhões e foi anunciada em abril deste ano, mas ainda aguarda aprovação do Cade.

O órgão de defesa econômica teme prejuízos à concorrência com a concentração dos dois gigantes do ensino superior no Brasil. As duas empresas informaram que vão buscar uma solução negociada com o Cade, que avaliará “eventuais remédios, impostos ou via de acordo com as partes, que solucionem os problemas concorrenciais identificados”.

EVANDRO TEIXEIRA NO WORKSHOP DE FOTOJORNALISMO DA UNIME

O baiano Evandro Teixeira, um dos monstros do fotojornalismo brasileiro, abre o workshop (Foto Divulgação).

O baiano Evandro Teixeira, um dos monstros do fotojornalismo brasileiro, abre o workshop (Foto Divulgação).

Um dos principais repórteres fotográficos de todos os tempos, o baiano Evandro Teixeira é o convidado da primeira edição do Workshop de Fotojornalismo da Unime Itabuna. O evento vai de 18 a 20 de outubro, no auditório do campus 2 da faculdade, e será aberto com palestra de Teixeira, às 19h do dia 18.

No dia 19, Teixeira comanda workshop com saída fotográfica para Vila Juerana, em Ilhéus, às 7h. Para esta saída, as vagas são limitadas a 40 e o custo de inscrição é de R$ 200,00 (clique aqui para inscrição). Segundo a professora Anabel Mascarenhas, organizadora do workshop, haverá ônibus, saindo da Unime, para um passeio por Ilhéus, tendo a vila como destino para a aula de fotografia com o mestre Evandro Teixeira.

Logo na abertura do workshop, haverá exposição fotográfica do convidado. Fotos históricas serão autografadas pelo autor e sorteadas entre os participantes. A inscrição para a palestra de abertura custará apenas R$ 10,00. Contatos podem ser mantidos com alunos e professores do curso de Jornalismo da Unime. Informações também podem ser obtidas pelo fone (73) 2102-3031.

FURTOS EM SALA DE AULA NA UNIME

Estudantes do curso de Jornalismo da Unime Itabuna andam preocupados com a série de furtos em sala de aula neste semestre. Na semana passada, aluno da turma de calouros foi a vítima, perdendo uma máquina fotográfica para o larápio ainda não identificado.

Hoje à noite, o desconforto ganhou novos contornos. Uma aluna do sexto semestre do curso teve furtado um notebook também em sala de aula.

A direção da faculdade prometeu aos alunos instalar sistema de monitoramento para inibir a ação do amigo do alheio.

PROJETO SOLIDÁRIO BENEFICIA ABRIGO DE ITABUNA

Ação de estudantes busca mudar realidade de abrigo.

Ação de estudantes busca mudar realidade de abrigo.

Estudantes de Jornalismo da Unime, em Itabuna, estão engajados em ação social para construir a “Praça Recanto do Aconchego” no Abrigo São Francisco de Assis. A iniciativa faz parte do projeto Imprensa Solidária e envolve os alunos do 4º semestre do curso.

A praça permitirá um espaço confortável aos idosos para banho de sol, atividades fisioterapêuticas e de reabilitação e lazer. Hoje, o abrigo não possui local adequado para estas atividades.

De acordo com João Vidal, coordenador de comunicação das ações do Imprensa Solidária, o projeto estrutural da praça foi feito pelos alunos de Arquitetura da Unime. Os estudantes de jornalismo conseguiram captar parcerias importantes também foram da faculdade, para a construção da praça. Dentre os parceiros, estão Rotary Clube Itabuna e as empresas Pai Mendonça e EHM Construtora.

Segundo a estudante Clícia Marinho, o desafio agora é estabelecer novas parcerias, doações e patrocínios para o abrigo. Para a construção da praça, são necessários 60 sacos de cimento.

Peças publicitárias e projetos de apoio foram apresentados a empresários e há uma página no Facebook (www.facebook.com/abrigosaofranciscoitabuna) para divulgar as ações e atrair parceiros. As ações são coordenadas pela professora da disciplina Assessoria de Imprensa, Pricila Andrade.

SHOW NESTE SÁBADO
O projeto solidário vai promover neste sábado (27),  a partir das 9 horas, show com participação da banda Forró do Karoá durante entrega de donativos já arrecadados em campanha.

De acordo com João Vidal, o abrigo necessita de utensílios de cozinha, fraldas geriátricas nos tamanhos M e G, produtos de limpeza, leite em pó, alimentos e artigos de higiene pessoal.

VEJA COMO COLABORAR

Contatos para doação de materiais para o projeto da praça ou de utensílios e alimentos ao abrigo podem ser feitos pelos telefones (73) 3211.5762/ 9131.4470. Há, ainda, a opção depósito em conta (Banco do Brasil | Agência 3175 | Conta corrente: 18.096-3).

DONA DA UNIME, KROTON ANUNCIA FUSÃO COM ANHANGUERA

Pavilhão da Unime em Itabuna.

Pavilhão da Unime em Itabuna.

A Kroton, dona das faculdades Unime, anunciou fusão com a Anhanguera. As duas marcas vão formar o maior grupo educacional do mundo, com valor de R$ 12 bilhões, conforme estimativa de mercado. Juntas, elas possuem 45% do número de alunos de cursos a distância.

O faturamento anual da nova gigante do setor atinge R$ 4,3 bilhões. São 800 faculdades em todo o país e, aproximadamente, 1 milhão de alunos, envolvendo os cursos presenciais e a distância.

Pelo divulgado, 57,48% dos acionistas do novo negócio são da Kroton e o restante, da Anhanguera. A fusão ainda será submetida ao Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade).

NENHUMA UNIVERSIDADE BAIANA OBTÉM CONCEITO MÁXIMO NO IGC DO MEC

A sul-baiana Uesc teve bom desempenho no IGC do MEC ao obter conceito 4.

O Ministério da Educação divulgou o índice que mede a qualidade do ensino superior no País, o IGC (Índice Geral de Cursos). Nenhuma universidade baiana conseguiu atingir o conceito máximo, 5, mas quatro delas estão obtiveram conceito 4, considerado bom.

São elas as universidades federais da Bahia (Ufba) e do Recôncavo Baiano (UFRB) e a Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc), além da Unime, que é privada. A FTC de Itabuna obteve conceito 3, considerado satisfatório pelo MEC. A escala vai de 1 a 5.

Foram avaliados  8.665 cursos em todo o País. Os índices são obtidos por meio de avaliações de estrutura e formação do corpo docente e a média dos alunos dos semestres iniciais e dos finais.

De acordo com análise do ministro da Pasta, Aloizio Mercadante, “houve evolução na qualidade da educação superior brasileira nos últimos anos”.

UNIME OFERECE APOIO À APAE DE ITABUNA

A Unime de Itabuna doou dez computadores à Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae), cujos alunos também terão acesso a aulas de informática num projeto de inclusão digital realizado nos laboratórios da faculdade.

A entrega das máquinas aconteceu nesta quinta-feira, 29, na sede local da Apae, onde houve confraternização com a presença do professor Alfredo Omena, diretor da Unime, e da coordenadora pedagógica,  Ana Lúcia Lima.

Somado à proposta de inclusão digital, a instituição de ensino colocou suas clínicas de psicologia e fisioterapia à disposição das crianças e adolescentes assistidos pela Apae.

USO INDEVIDO DO ENADE GERA INSATISFAÇÃO NA UNIME

Alunos do curso de Direito da Unime, em Itabuna, reclamam de uma medida que consideram inusitada, por parte da coordenação.

No próximo dia 25, os futuros bacharéis farão o Exame Nacional de Desempenho de Estudantes (Enade), aplicado pelo MEC. Por sua vez, a faculdade determinou que os alunos, ao final da prova, entreguem o caderno de questões, pois o mesmo será conferido pelos professores da Unime e valerá como crédito.

Estudantes veem a medida como arbitrária, considerando que a prova é do Ministério da Educação e não da Unime. Para eles, a faculdade não pode utilizar o Enade como parâmetro de avaliação.






WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia