WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia


alba










setembro 2019
D S T Q Q S S
« ago    
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
2930  

editorias






:: ‘urbanização’

PREFEITURA DE URUÇUCA INVESTE EM URBANIZAÇÃO DE SERRA GRANDE

Obras de urbanização beneficiam moradores de várias ruas de Serra Grande

A Prefeitura de Uruçuca está pavimentando mais de 2,7 mil metros de ruas de Serra Grande, balneário que atrai milhares de turistas todos os anos. As obras são executadas pela Secretaria de Infraestrutura e estão beneficiando, diretamente, moradores das ruas Osmar Simões, do Céu (trechos 1 e 2), da Alegria (trechos 1 e 2) e Travessa Itacaré (trechos 1, 2, 3 e 4). De acordo com a secretário da Pasta, Luciana Ferreira, conhecida como Lalu, as obras agora se encontram em fase de acabamento das calçadas, totalizando 2.765 m de ruas com o calcetamento concluído.

Segundo o administrador de Serra Grande, Duda Porfírio,  ainda no primeiro semestre de 2019 serão entregues mais de 10,8 mil metros de ruas calçadas no distrito. Em várias das ruas, já há meio-fio e logo começa a fase de calcetamento, a exemplo das ruas Nossa Senhora de Fátima e São João.

“Mais do que um novo visual, as obras trarão mais qualidade de vida aos cidadãos, colocando um fim ao convívio diário com a poeira e a lama na frente das suas casas. Há, ainda, o ganho econômico, uma vez que os imóveis passarão a ser mais valorizados”, observou o prefeito Moacyr Leite Júnior, que tem acompanhado com frequência as melhorias em todo município.

REQUALIFICAÇÃO DA RUI BARBOSA É RETOMADA APÓS DOIS ANOS

Obras da Rui Barbosa são retomadas quase dois anos depois (Foto Gabriel Oliveira).

Obras da Rui Barbosa são retomadas dois anos depois (Foto Gabriel Oliveira).

As obras do Calçadão Rui Barbosa foram retomadas pela prefeitura, ontem (13). Iniciada em junho de 2012, a requalificação foi paralisada após a derrota eleitoral do ex-prefeito Capitão Azevedo, provocando prejuízo para lojistas e consumidores.

De acordo com a Secretaria de Desenvolvimento Urbano, o município investirá R$ 140.332,25 para concluir a obra de uma das vias mais famosas do comércio regional. A requalificação seguirá os moldes da primeira etapa, mas com piso tátil para deficientes visuais (baixa visão) e cegos.

A obra é comemorada pelos lojistas. “Essa obra vai mudar tudo por aqui. Até o ânimo dos comerciantes vai melhorar. Espero um movimento significativo nas vendas depois de tudo pronto”, diz o comerciante Antônio Azevedo.

A prefeitura não informou se a Câmara de Dirigentes Lojistas de Itabuna (CDLI) prestou contas dos recursos destinados à obra, relativa ao período inicial, de 2012, quando foi paralisada. Naquele período, para dar celeridade à requalificação, a CDLI assumiu a responsabilidade da obra.

GOVERNOS INVESTEM R$ 16 MILHÕES EM BAIRROS

Os governos federal e municipal iniciam nesta semana a segunda etapa das obras de infraestrutura, urbanização e habitação dos bairros Maria Pinheiro e Daniel Gomes, em Itabuna. Os investimentos somam R$ 16 milhões, dos quais R$ 1,2 milhão em contrapartida do município. O prazo de execução das obras, segundo a prefeitura, é de 12 meses.

Por meio do Ministério das Cidades e recursos liberados pela Caixa Econômica Federal, são construídas 280 moradias na região, uma das mais pobres de Itabuna. O prefeito Capitão Azevedo diz que as obras representam “efetiva melhoria da qualidade de vida” para as duas comunidades.

REUNIÃO NO CASTÁLIA

A Associação de Moradores do bairro Castália, em Itabuna, promove reunião nesta sexta-feira, 22, a partir das 19h30min, na sede do Centro Espírito Casa de Guará (Rua Major Dórea, 86). Estarão presentes representantes da Polícia Militar e o secretário  municipal do Desenvolvimento Urbano, José Alencar.

De acordo com o presidente da Associação, Helder Dantas, serão discutidas no encontro questões relacionadas à segurança e sobre projetos de urbanização para o bairro.

RUA DO ABRIGO SÃO FRANCISCO “AFUNDA”

Chuvas e tráfego intenso de caminhões provocou cenário de "terremoto" na José Coelho.

Quem trafega pela rua José Coelho, no Santo Antônio, em Itabuna, tem sofrido riscos com o estado crítico do calçamento da via. A rua dá acesso ao Abrigo São Francisco de Assis. O calçamento está afundando devido às chuvas de 10 dias atrás e o tráfego intenso de caminhões das obras do residencial Colina Park.

O paralelepípedo começou a destravar (soltar) com a erosão do solo e o tráfego de veículos pesados. Carros de pequeno porte enfrentam dificuldades para circular pela via. Uma enorme cratera “ganha corpo”.

A rua José Coelho, além de acesso à obra do Colina Park e ao Abrigo São Francisco, também abriga empresa gráfica e trata-se, ainda, de uma via usada por estudantes de cursos preparatórios para concursos. As pedras de paralelepípedo soltas são também um risco para quem por lá trafega.

Lá vai o calçamento "descendo a ladeira" e levando aflição a moradores e pedestres.

SONHAR NÃO CUSTA NADA

Moradores do loteamento Monte Líbano, bairro São Roque, em Itabuna, há muito tempo esperam que a Prefeitura realize obras de urbanização no local. Não são poucos os que investiram em imóveis no loteamento há mais de 20 anos, na expectativa de que as melhorias chegassem.

O tempo passou e, até hoje, casas de alto padrão permanecem construídas em “ruas” que não podem ser escritas sem aspas.  Algumas têm buracos capazes de engolir um carro.

Pois esta semana, os moradores do Monte Líbano ficaram com uma pontinha de esperança, quando viram máquinas da Prefeitura patrolando as ruas. Uma fonte do governo afirma que, em breve, virá a pavimentação asfáltica da principal via de acesso e algumas transversais.

Como já se cansou de ouvir promessas, a comunidade do loteamento fica com o pé atrás. Mas torce para que dessa vez seja verdade.

CAIXA ESTUDA ‘FINCAR’ BANDEIRA EM ITACARÉ

Anízio assina contrato para obras (Foto Marcos de Souza).

Na solenidade de assinatura de contrato de obras de urganização, nesta sexta (11), o gerente-geral da Caixa em Ilhéus, José Bonfim Bitencourt, anunciou estudos para instalar uma agência da instituição no município e a construção de unidades habitacionais com recursos do Minha Casa, Minha Vida.

A notícia foi comemorada pelo prefeito Tonho de Anízio (PCdoB). Ele e o gerente-geral assinaram contrato para construção de seis praças na sede e em um distrito de Itacaré. As obras começam a sair depois que o cururu tirou o município da lista dos inadimplentes com a União.

As obras terão verba oriunda de emenda de autoria da deputada federal Alice Portugal (PCdoB) e garantirá a construção das praças São Miguel, da Bandeira, praça do Hospital, Padre Edgar, 26 de Janeiro e Marambaia.

São R$ 712 mil captados no Ministério do Turismo para as obras que têm projetos arquitetônico e paisagístico assinados por Ademar Sá.

OBRA DA PONTE INCLUIRÁ SISTEMA VIÁRIO

Em resposta à nota sobre a ampliação da Ponte Lomanto Júnior, em Ilhéus (leia), o assessor de comunicação do município, Walmir Rosário, afirma que o projeto, em fase de conclusão, não inclui apenas a intervenção na ponte. Trata-se, de acordo com o assessor, de um novo sistema viário que contemplará mudanças em outras vias.

Segundo Rosário, o projeto conceitual já foi concluído e está sendo analisado por diversos setores do governo, que vão propor eventuais alterações antes de ser finalizado o projeto executivo.

“Em épocas de recursos cada vez mais escassos, o projeto conceitual se ateve à facilidade de prospecção de verbas federais  de urbanização”, explica o assessor.

:: LEIA MAIS »

CREA REPROVA OBRA DA CINQUENTENÁRIO E MULTA PREFEITURA

O Conselho Regional de Engenharia e Arquitetura e Agronomia (Crea-BA) multou a prefeitura de Itabuna por várias irregularidades constatadas nas obras de revitalização da avenida do Cinquentenário, noticia o jornal A Região.

“A obra está sendo executada de forma irregular”, afirma o engenheiro e inspetor do Crea-BA, Manoel Ramos.

Tanto a prefeitura como a empresa responsável pela execução da obra, a PHDB Construções e Transportes Ltda, de Salvador, foram multadas.

Além da falta de responsável técnico pela obra, a prefeitura escolheu um piso que, na avaliação do Crea, prejudica pessoas com necessidades especiais ou até mesmo mulheres que usam salto.

“PISO É DE MAU GOSTO”

[O piso] está confuso e as senhoras só podem andar de chinelo. Ninguém pode mais andar de salto alto porque vai quebrar a ponta dos saltos. Os carrinhos de bebê são outro problema”. Segundo o inspetor Manoel Ramos, o piso é condenado por engenheiros da própria prefeitura. “É de mau gosto, não deveria ter sido colocado ali”.

Por conta de irregularidades anotadas desde o início da obra, a Caixa Econômica Federal negou, num primeiro momento, a liberação de R$ 1,152 milhão à prefeitura. Os engenheiros da Caixa reprovaram o tipo de piso escolhido para a via comercial, conforme revelou o Pimenta (confira aqui).

A Caixa Econômica ainda estuda a possibilidade de liberar os recursos, mas só depois do período eleitoral e caso a prefeitura sane irregularidades da obra. O município foi avisado pelo banco, antes da obra começar, que o piso era inadequado para a Cinquentenário.






WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia