WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia


alba










setembro 2019
D S T Q Q S S
« ago    
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
2930  

editorias






:: ‘Uruçuca’

URUÇUCA: FERNANDA DEFINE SECRETARIADO

Fernanda: equipe definida.

Fernanda: equipe definida.

A prefeita eleita de Uruçuca, Fernanda Silva (PT), definiu o primeiro escalão do seu governo, conforme adianta o Jornal Bahia Online. Dois dos integrantes da equipe serão o professor Ednei Mendonça (Chefia de Gabinete) e José Nazal Soub (Planejamento e Desenvolvimento). Ednei coordenou a transição em Uruçuca e foi secretário de Governo em Ilhéus.

A primeira mulher eleita para governar o município sul-baiano também terá na equipe David Vilasboas (Procurador-geral), Jefferson Domingues (Controlador-geral), Marcos Vasconcelos (Administração), Fabrício Santos (Educação), Wesley Novaes (Saúde), Danilo Mota (Infraestrutura, Transporte, Trânsito e Urbanismo), Itatiana Santana (Assistência Social) e Gildásio Brabo (Fazenda). Apenas a secretaria de Cultura, Esporte e Lazer ainda não está definida.

OS HIGIENIZADOS

As novas políticas de aliança do PT acabaram por higienizar muitos nem tão “chegados” nestas eleições. São vários exemplos, mas alguns estão próximos ou nem tão distantes.

Vejamos o exemplo de São Paulo, onde o ex-ministro da Educação Fernando Haddad acabou eleito prefeito.

Se valeu o “esforço”? Valeu, pelo menos, para o presidente do diretório municipal do PT de São Paulo Antônio Donato, o apoio do ex-prefeito paulistano Paulo Maluf, caçado pela Intepol (Organização Internacional de Polícia Criminal), acusado de desviar recursos da prefeitura e enviá-los para a Ilhas Cayman. Valeu não pelos votos que poderiam ser transferidos e sim pelo tempo de televisão do PP, partido ao qual o ex-prefeito é filiado.

Foi bom para “ambas as partes”, como diz o derrotado e apresentador Celso Russomano. O PT teve o tempo de propaganda na televisão e o meliante caçado pela Interpol foi higienizado politicamente ao dar apoio à candidatura de Haddad, como opinou a deputada e ex-prefeita Luiza Erundina (PSB).

URUÇUCA

Aqui no Sul da Bahia, Dilson Argolo, o Dika de Uruçuca,  um outro ficha-suja com várias contas rejeitadas pelo TCM também foi higienizado politicamente ao apoiar a candidata petista, Fernanda Silva, e o vice, Marcelo Dantas(PCdoB).

Sujo mais do que galinheiro, vem definhando politicamente no município. Deu menos de mil votos a seu deputado em 2010. Apoiou Geddel e perdeu. Bem, agora como não ia para lugar algum porque era ficha-suja, buscou abrigo no lava a jato do PT. Como Fernanda não é boba…

PREFEITO É ACUSADO DE ABANDONAR SERVIÇOS ESSENCIAIS

Moacyr é acusado de castigar o povo após derrota

Não é novidade: prefeitos que tentaram a reeleição e deram com os burros n’água acabaram abandonando os municípios que deveriam governar até o final de dezembro. Mas em Uruçuca o desleixo de quem não se conformou com a derrota acabou provocando a instalação de uma Comissão Especial de Inquérito (CEI) na Câmara de Vereadores.

Por 6 votos a 2, o legislativo aprovou a CEI para apurar denúncias de que o prefeito Moacyr Leite (PP) demitiu médicos e enfermeiros das unidades de saúde, as quais também se encontram sem remédios e material para curativo. O prefeito é ainda acusado de tirar professores das salas de aula, suspender o fornecimento de merenda a algumas escolas, além de interromper parcialmente o serviço de transporte escolar.

A investigação dessas irregularidades foi determinada a partir de representação encaminhada à Câmara e ao Ministério Público pela professora Rita de Cássia Marcelina, diretora do núcleo da APLB/Sindicato em Uruçuca.

LULA ENTRA NA CAMPANHA DE URUÇUCA APÓS PREFEITO RASGAR E PISOTEAR CAMISA DO PT

A candidata a prefeita de Uruçuca pelo PT, Fernanda Silva, conseguiu algo para poucos em seu partido: não apenas arrancou declaração de apoio do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva como também bateu papo com o principal ícone petista em vídeo que já está sendo largamente explorado na campanha do município sul-baiano.

Fernanda conseguiu a façanha após o prefeito do município, Moacyr Leite Júnior (PP), rasgar e pisotear uma camisa do PT durante comício em praça pública. O desvario de Moacyr, que integra partido da base aliada, foi gravado e assistido em vídeo pelo governador Jaques Wagner e também pelo ex-presidente Lula, informa Wesley Novais.

Lula inicia o papo fazendo apresentação de Fernanda, que é vice-prefeita do município sul-baiano. O ex-presidente ataca de entrevistador após dizer que tem “a felicidade de estar conversando com a querida companheira Fernanda”. A petista é a primeira mulher a disputar a prefeitura local. “Me diga uma coisa Fernanda: quais são as suas propostas para Uruçuca?”. Ela fala de geração de emprego e desenvolvimento econômico.

O ex-presidente brasileiro diz que “agora que está acabando a vassoura-de-bruxa, logo, logo a Ceplac vai começar a produzir mudas que não vai ter mais a vassoura-de-bruxa” Uruçuca vai produzir ainda mais cacau. Sondagens apontam favoritismo da petista na corrida eleitoral de 2012 ante o ex-aliado. Confira o bate-papo no vídeo abaixo.

BATE-VOLTA ELEITORAL

Moacyr e Gilka, os criadores do bate-volta eleitoral.

A falta de público ou a necessidade de reforço humano nas campanhas eleitorais no sul da Bahia gerou um novo negócio: o bate-volta eleitoral. A ideia foi lançada pela candidata a prefeita de Itajuípe, Gilka Badaró, do PSB, criou bate-volta eleitoral – eu levo gente pra você; você traz pra mim.

O objetivo de garantir público nas atividades de campanha. Tudo começou por Uruçuca. O prefeito e candidato à reeleição, Moacyr Leite, levou seus ônibus de gente para comício de Gilka em Itajuípe, no final de julho, em represália ao empresário Marcelo Dantas (PCdoB), que não aceitou ser seu vice. De quebra, com o deslocamento para Itajuípe, apoiou Gilka e atingiu a candidatura de Si Dantas (PSD), sobrinha de Marcos.

A candidata a prefeita de Itajuípe garantiu levar seu povo – e cumpriu. Moacyr mandou seus ônibus e Gilka levou seus cabos eleitorais para a vizinha Uruçuca.

A partir daí, o intercâmbio eleitoral se ampliou e quem entrou no bate-volta? Maria Alice Pereira, a coordenadora da campanha de Capitão Azevedo (DEM), levando gente para Itajuípe e Gilka para Itabuna. O intercâmbio inclui ainda Milton Cerqueira(PRB), de Coaraci, e Cristina Moitinho(PSB), de Itapitanga. Tudo para garantir povo nos seus comícios. A ideia, claro, não fica circunscrita a estes “pensadores”.

BAHIA TEM 9 MUNICÍPIOS NO “CIDADES DIGITAIS”

Nove municípios baianos foram selecionados entre os 80 em todo o País no piloto do Programa Cidades Digitais. De acordo com o governo, o objetivo é “melhorar a gestão e os serviços dos municípios, além de oferecem, pelo menos, um ponto de acesso público à banda larga”.

Guanambi, Itaberaba, Itabuna, Juazeiro, Lauro de Freitas, Nilo Peçanha, Piraí do Norte, Uruçuca e Vitória da Conquista são os selecionados na Bahia. Por meio do programa, o Ministério das Comunicações quer facilitar práticas de transparência na gestão pública.

– Ao mesmo tempo, ajudará na prestação de serviços públicos como marcação de consultas nas unidades públicas de saúde, acompanhamento escolar das crianças que estudam nas escolas públicas e pagamento do IPTU [Imposto Predial e Territorial Urbanao] via internet – disse a secretária de Inclusão Digital do ministério, Lygia Pupatto, à Agência Brasil.

Para chegar às 80 cidades escolhidas, a partir de uma lista de 192 municípios, os critérios foram: municípios de até 50 mil habitantes, localizados preferencialmente nas regiões Norte e Nordeste e distantes até 50 quilômetros das redes centrais de internet (backbones), disposição das prefeituras em oferecer equipes para treinamento nas operações da rede, e cidades com menor índice de desenvolvimento.

“Esses critérios visam a diminuir as diferenças de inclusão digital no país”, disse a secretária. “Neste primeiro momento a cidade terá instalado um anel de fibra ótica ligando pelo menos quatro pontos destinados aos serviços públicos oferecidos pelo município e o ponto de acesso ao público”, acrescentou.

PORTO SUL: 1.200 PARTICIPAM DE AUDIÊNCIA

Representantes de Ibama, governo baiano, município e Bamin participaram da audiência.

Ontem, 1.272 pessoas participaram da audiência pública em Uruçuca para discutir o relatório ambiental e o projeto de construção do Porto Sul em Ilhéus. A primeira da série de seis novas audiências teve a presença de representantes do governo baiano, Ibama e da Bahia Mineração.

Hoje, dia 29, as discussões envolvem a população de Itacaré, a partir das 18h, na Escola Manoel Castro. Amanhã, 30, será a vez da audiência em Itabuna, na AABB, também às 18h. Ontem, a maioria dos participantes no estádio Ferreirão posicionou-se favorável ao empreendimento. Aproximadamente 200 pessoas se inscreveram para fazer questionamentos ontem, conforme o governo baiano.

Comunidade se manifesta em Uruçuca (Foto Carla Ornelas).

Grupo de manifestantes da Universidade Estadual de Santa Cruz fazia críticas ao projeto. Jovens participaram da audiência para ter detalhes e saber como participar do projeto, a exemplo de Priscila Nascimento, 26 anos, do Comitê de Entidades Sociais (Coeso).

As audiências são oportunidade para a população discutir o projeto e avaliar o impacto ambiental do Porto Sul, que prevê construção de porto público e o terminal privado de uso da Bahia Mineração (Bamin) no litoral norte de Ilhéus. Coordenador de Acompanhamento de Políticas de Infraestrutura da Casa Civil da Bahia, Eracy Lafuente, diz que sugestões da comunidade estão sendo incorporadas ao projeto.

A comunidade pode solicitar cópia do Relatório de Impacto Ambiental nas prefeituras dos municípios onde ocorrerem as audiências (Uruçuca, Itacaré, Itabuna, Coaraci, Itajuípe e Barro Preto). A primeira audiência pública ocorreu em outubro do ano passado, em Ilhéus.

PUNIÇÃO PARA MUNICÍPIO QUE NÃO SE ADEQUAR À LEI DE RESÍDUOS SÓLIDOS

Foto de Mary Melgaço mostra homens e urubus disputando resíduos no Lixão do Itariri, que serve aos municípios de Ilhéus e Uruçuca. Projeto iniciado pela Conder visa transformar o lixão em aterro sanitário

Os municípios que não conseguirem se adequar às normas previstas na Política Nacional de Resíduos Sólidos, como a eliminação definitiva dos lixões até 2014, mas estiverem com as ações em andamento, não devem temer a lei de crimes ambientais.

O prazo definido pela legislação que trata da gestão de resíduos é curto, mas as prefeituras precisam, pelo menos, iniciar as ações para enfrentar o problema do lixo sob a ótica da nova lei, disse o secretário de Recursos Hídricos e Ambiente Urbano do Ministério do Meio Ambiente, Nabil Bonduki.

Além de acabar com os lixões, substituindo-os por aterros sanitários adequados, as prefeituras têm dois anos para implantar a coleta seletiva de lixo e a logística reversa, que são os processos de recolhimento de lixo pelos próprios fabricantes e por empresas de reciclagem.

Mapa do Ministério do Meio Ambiente aponta que algumas regiões estão adiantadas na implantação dos novos procedimentos em relação ao lixo. Londrina-PR e Araxá-MG, por exemplo, foram apontadas como modelo na coleta e no tratamento adequado do lixo, enquanto cerca de 70% dos municípios brasileiros estão bem distantes das obrigações que a nova legislação impõe.

Com informações da Agência Brasil.

PESQUISA SÓCIO-ESTATÍSTICA MOSTRA APROVAÇÃO AO PORTO SUL

Entre os entrevistados, 72,5% dizem ser totalmente favoráveis ao porto

Exclusivo

Uma pesquisa sobre o Porto Sul, encomendada por uma das empresas responsáveis pelo levantamento técnico da obra, cujos dados o PIMENTA teve acesso com exclusividade, revela ampla aprovação dos ilheenses ao projeto. A pesquisa foi realizada empresa Sócio-Estatística e ouviu 537 pessoas.

Os números mostram que 72,5% dos entrevistados são totalmente a favor do Porto Sul, enquanto que 13,6% querem conhecer mais sobre a obra. A pesquisa indica ainda que para 86,1% dos ilheenses o Porto Sul vai gerar mais empregos, 39% que vai possibilitar a realização de novas obras do governo e 60,3% que contribuirá para a atração de mais turistas.

A pesquisa da Sócio-Estatística, um dos principais institutos de pesquisa do Sul da Bahia, coordenado pelo sociólogo Agenor Gasparetto, também ouviu 150 pessoas ligadas ao trade turístico de Ilhéus, Uruçuca (Serra Grande) e Itacaré, como proprietários ou executivos de hotéis e pousadas, albergues, campings, locadoras de veículos, de agências de viagens, de passeios, taxistas, de bares e restaurantes, de lojas de artesanato, quiosques e bancas de revistas.

Os dados revelam que 60,3% do trade é totalmente a favor do Porto Sul. Apenas 8,3% disseram ser contrários à instalação do empreendimento. Outros 76,35% acreditam que o projeto vai atrair mais empregos e 59,6% que atrairá obras do poder público. Para 48,7% do trade o Porto Sul atrairá mais turistas, enquanto 8,3% acreditam que vai afastar os turistas.

A pesquisa da Sócio-Estatística foi realizada na segunda quinzena de janeiro e na primeira semana de fevereiro de 2012.

PORTO SUL: TRF DETERMINA AUDIÊNCIAS PÚBLICAS EM ITACARÉ E URUÇUCA

Audiência pública realizada em Ilhéus em outubro do ano passado.

O Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF-1) determinou ao Ibama que realize audiências públicas em Itacaré e Uruçuca para debater os impactos do Porto Sul. A decisão saiu após análise de pedido de antecipação de tutela apresentado ao TRF pelo Ministério Público Federal.

A audiência é imprescindível para que o Ibama possa conceder o licenciamento ambiental. O primeiro entendimento era que uma audiência de amplitude regional, realizada em Ilhéus no ano passado, fosse suficiente. Mas procuradores federais discordaram, entrando com ação para que audiências ocorressem também em Uruçuca e Itacaré.

O pedido foi negado pela Justiça Federal em Ilhéus. O MPF interpôs agravo de instrumento no TRF e conseguiu mudar a decisão inicial. Ainda cabe recurso. A determinação de novas audiências pode atrasar ainda mais a liberação do licenciamento ambiental, inicialmente previsto para sair entre março e abril deste ano, após o Estado responder a questionamentos do Ibama.

JUSTIÇA CONDENA PREFEITO DE URUÇUCA

Moacyr: condenado.

O prefeito de Uruçuca, Moacyr Leite (PP), foi condenado a devolver mais de R$ 300 mil, desviado de convênio firmado ainda no primeiro governo (1997-2000). A ação de improbidade administrativa foi movida pelo Ministério Público Federal.

A juíza Karina Costa Carlos Rhem Silva, além de condenar Moacyr a devolver o dinheiro do convênio, também aplicou multa equivalente a 20 vezes o salário do prefeito, informa o blog Água Preta.

CORRIDA ECOLÓGICA EM ILHÉUS

Atletas vão atravessar a Serra do Conduru

A belíssima Serra do Conduru, entre Ilhéus e Uruçuca, é o cenário da Corrida Ecológica que terá sua segunda edição no próximo dia  23, um domingo. Atletas de várias idades participam da prova, cuja largada ocorre às 8h30min da manhã, em Serra Grande, com percurso atravessando o Parque Nacional do Conduru até a Vila do Retiro.

No total, a corrida tem 20 quilômetros, distância a ser percorrida pelos atletas das categorias Juvenil (15 a 19 anos) e Adulto (a partir de 19). Crianças e adolescentes de 10 a 14 anos irão correr quatro quilômetros. Todos os participantes que completarem a prova receberão medalhas e os três primeiros de cada categoria serão premiados com troféus.

As inscrições para a 2ª Corrida Ecológica podem ser feitas na banca de revistas da praça em frente ao Teatro Municipal de Ilhéus. O valor é R$ 10,00, que dá direito a camisa, almoço e sorteio de uma bicicleta.

MPF COBRA DO INCRA EXPLICAÇÕES SOBRE IRREGULARIDADES EM ITACARÉ

Sublotes de terras reservados para a reforma agrária mas situados em áreas valorizadas estão sendo explorados irregularmente nos municípios sulbaianos de Itacaré e Uruçuca, segundo constatação feita pelo Ministério Público Federal em Ilhéus (MPF). Os sublotes em sua maioria à beira-mar, na Costa do Cacau, e estariam servindo à especulação imobiliária. A MPF cobrou solução por parte do Incra, que nada sinaliza dois anos depois.

Dois inquéritos civis públicos foram abertos para investigar as irregularidades e a procuradora-geral da República, Flávia Arruti, afirma ter cobrado do Incra informações precisas sobre quem ocupa os 600 sublotes de terras na região de Jeribucaçu (Itacaré) e Tijuípe (Uruçuca).

O caso deverá ser levado à Polícia Federal, onde será aberto inquérito policial. O assentamento Tijuípe, em Uruçuca, deveria ter 40 famílias, mas apenas duas exploram as terras, gerando indícios de comercialização irregular de terra. A área tem 1.189 hectares à beira-mar. Onde deveria haver produção agrícola, existem casas de alto padrão.

Desde o início da semana, o Incra está sob fogo intenso devido às denúncias de venda irregulare de terra em regiões do Brasil. São grandes os indícios de comercialização irregular também na Costa do Cacau.

SÃO PEDRO NA SERRA

A comunidade de Serra Grande, em Uruçuca, comemora o São Pedro com festa na praça local. O evento acontece nesta sexta-feira, 1º, e no sábado, 2, sempre a partir das 21 horas, e será em ritmo de forró, com atrações como Urubu Fogoso, Vanoli Cigano e Quarto de Luxo. Quem coordena o arrasta-pé é o empresário Jonaldo Góes, o popular “Pinto”.

PREFEITURAS PAGAM TRANSPORTE DE FUNCIONÁRIOS DE INDÚSTRIAS NO SUL DA BAHIA

Suspeita-se que dinheiro saia da Educação

Uruçuquenses deixam fábrica da Trifil em Itabuna. Prefeitura custeia transporte (Foto Pimenta).

Prefeituras sulbaianas são acusadas de usar dinheiro público para pagar o transporte de funcionários para indústrias fora do município, principalmente em unidades da Trifil,em Itabuna, e da Penalty. A fonte de recursos seria o Fundeb 40.

Diariamente, ônibus locados pelas prefeituras ocupam as margens da BR-415 em frente à Trifil, em Itabuna. O transporte é feito nos diversos turnos da fabricante de meias e roupas íntimas, situada na Nova Itabuna.

A tática seria utilizada, pelo menos, pelas prefeituras de Itajuípe, Ibicaraí e Uruçuca. O PIMENTA identificou, ontem, um ônibus locado pela prefeitura de Uruçuca na Trifil. “O ônibus é usado pros funcionários aí da fábrica e o povo da Uesc e faculdades de Itabuna”, disse uma pessoa ouvida no local e que buscava saber o porquê das fotos.

A secretária de Educação, Célia Farias, negou uso de dinheiro da educação. “Não tem recursos do Fundeb”, disse, embora reconheça que, apesar do município pagar o transporte de funcionários de empresas privadas, alunos da rede municipal são levados para sala de aula em paus-de-arara. “[É assim] em todo o território brasileiro”.

A assessoria do governo confirmou o uso de dinheiro público para levar trabalhadores de Uruçuca para a Trifil, diariamente. A indústria é uma das gigantes brasileiras do setor têxtil. A distância entre Uruçuca e Itabuna é de aproximadamente 40 quilômetros. Funcionários da Penalty de Itajuípe que moram em Uruçuca também são beneficiados.

Ônibus leva funcionários da sede da Trifil em Itabuna (Fotomontagem Pimenta).

De acordo com a assessoria, os funcionários das duas indústrias são transportados com recursos de um programa de apoio ao emprego e renda. Teria sido o jeito encontrado pelo município “para desafogar” a procura por emprego na prefeitura local, conforme a assessoria. Ou seja, a demanda é repassada para as cidades de Itabuna e Itajuípe.

O transporte dos universitários para Itabuna e Uesc também seria pago com “recursos próprios” e não da conta do Fundeb (destinada apenas à educação básica), conforme a assessoria, que atribuiu as denúncias do esquema de transporte de funcionários da iniciativa privada, universitários e paus-de-arara à “politicagem”.

A assessoria também argumentou que o prefeito Moacyr Leite assumiu a gestão após “oito anos de desmandos” do ex-gestor Dilson Argôlo, o Dika, e não teria como substituir os paus-de-arara por lotações e ônibus imediatamente, mas três ônibus teriam sido adquiridos desde o início do governo.

Procurado, o prefeito Moacyr Leite não atendeu as quatro ligações feitas pelo blog nesta manhã.  A prefeitura usa transporte para buscar estudantes fora da sua área territorial, a exemplo de Aurelino Leal e Ilhéus.

ROUBADO E ESPANCADO NA PORTA DE CASA

Os comerciantes de Uruçuca estão preocupados com a recrudescimento da violência no município sulbaiano. Cortado por duas rodovias (BR-101 e BA-262) e com policiamente deficiente,  o município registrou novo assalto ontem à noite.

Dois homens, encapuzados, roubaram o dono de um posto de combustível da cidade. Waldson Santos foi rendido e espancado pela dupla, que fugiu numa moto Honda CG 125.

A cidade perdeu agências bancárias e ficou temporariamente com a agência dos Correios fechada por causa dos constantes assaltos. Comerciantes prometem fazer manifestação para cobrar mais policiamento para Uruçuca.

BANDIDOS MORREM EM CONFRONTO E DOIS SÃO PRESOS EM OPERAÇÃO CONTRA ASSALTO A BANCO

Pelo menos quatro bandidos envolvidos em assalto a banco e roubo de carro no sul e extremo-sul da Bahia morreram nesta sexta-feira (10) em confrontos com policiais civis da 6ª e 7ª coordenadorias de polícia civil (Itabuna e Ilhéus).

O primeiro confronto ocorreu em Ubatã. Bandido entre os mais procurados da Bahia, Iramar Longo, o Mar, morreu após receber a polícia a bala. Outros três bandidos morreram em confrontos na mesma região. Os nomes ainda não foram divulgados pela polícia.

A operação contra a quadrilha que explodiu caixas eletrônicos em Itapebi, Ibirapitanga e Itagi recebeu reforço da Polícia Federal ainda no período da tarde.

As duas polícias agiram também em Uruçuca, no sul da Bahia, onde prenderam os assaltantes Pedro Pilantra e “Capado”. “Pilantra” atua fazendo transporte clandestino como fachada.

A PF e a Civil correm atrás de outros três suspeitos conhecidos pelos prenomes Ismaildo, Laércio e Marcus “Poka Zoio”. Ismaildo e Poca Zóio prestam serviço na área de transporte a uma multinacional da área de alimentos em Uruçuca. As operações são comandadas pelos delegados Irineu Bastos e Moisés Damasceno.

A polícia ainda não confirma se alguns dos elementos da quadrilha teriam sido os mesmos que, na semana passada, sequestraram o supervisor de negócios do Banco do Brasil de Buerarema. Os bandidos amarraram dinamites na cintura do funcionário, obrigando-o a sacar mais de R$ 130 mil. O roubo foi frustrado por um motoboy, que estranhou a movimentação e acionou a polícia.

MOACYR “VOLTA” À PRESIDÊNCIA DA AMURC

Foi essa a impressão durante o encontro ocorrido nesta manhã, no Colégio Modelo Luís Eduardo Magalhães, em Ilhéus, onde representantes de municípios que integram o Território Litoral Sul discutiam o Plano Plurianual Participativo 2012-2015. Todas as autoridades, da senadora Lídice da Mata (PSB) ao secretário de Planejamento, Zezéu Ribeiro, tratavam o prefeito de Uruçuca, Moacyr Leite, como “presidente da Amurc”.

Leite ocupou o cargo até janeiro deste ano, quando se deu a eleição de Cláudio Dourado, prefeito de Ibicuí. Mas este município não integra o Território Litoral Sul.

Curioso é que o prefeito Newton Lima, de Ilhéus, cidade-anfitriã do evento, não mereceu a mesma consideração do ex-titular da Amurc. E Newton é presidente de honra da entidade!

O PLANO DIRETOR DE SERRA GRANDE

Moradores de Serra Grande, em Uruçuca, andam preocupados com o crescente domínio dos donos da fabricante de cosméticos Natura e do hotel Txai sobre aquele paraíso. A preocupação se avoluma no momento em que se discute um plano diretor para a serra, visto que boa parte da área pertence às duas empresas.

Até mesmo o terreno em torno do cemitério de Serra Grande foi adquirido pelo Txai e o acesso ao local terá que ser alterado, graças a um acordo firmado com a Prefeitura. Não fosse isso, até sepultar os mortos seria um problema na comunidade.

Nesta sexta-feira, 6, às 8h30min, o plano diretor será discutido em uma reunião no auditório situado no mesmo imóvel do posto de saúde. A população se queixa da pouca divulgação de eventos relacionados ao projeto.

QUADRILHA QUE ASSALTOU BB EM URUÇUCA TINHA “BASE” EM BUERAREMA

As polícias civil e Rodoviária Federal prenderam ontem três suspeitos de assaltar a agência do Banco do Brasil em Uruçuca, no sul da Bahia, e já sabem que a quadrilha havia alugado uma casa em Buerarema para funcionar como “base operacional”. Dois homens foram presos na caçada e entregaram um terceiro, que estava na casa alugada.

Sob o comando do delegado regional Moisés Damasceno, as polícias civil e militar continuam a caça ao restante da quadrilha composta por 12 homens. A quadrilha se dispersou na fuga após o assalto ao BB de Uruçuca, ontem de madrugada.

Os presos foram identificados como Flávio Elias de Souza, o Gogó, Adenilton Ribeiro Rodrigues, o Negão, e Joilson Pereira Silva, “Primo”. Ainda ontem, a Polícia Rodoviária Estadual localizou um Ford Ecosport com placa fria. A polícia chegou no sistema de informações e observou que a placa JPP-1042, licença de Salvador, pertence a um Fiat Pálio.






WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia