WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia


alba










agosto 2019
D S T Q Q S S
« jul    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031

editorias






:: ‘Vane do Renascer’

JUSTIÇA DETERMINA DEMOLIÇÃO DO SHOPPING POPULAR DE ITABUNA

Shopping deverá ser completamente demolido || Foto Daniela Vieira/Pimenta-Arquivo

O juiz da 1ª Vara da Fazenda Pública da Comarca de Itabuna, Ulisses Maynard Salgado, determinou a demolição completa do Shopping Popular em sentença proferida nesta terça (18) e revelada pelo site Políticos do Sul da Bahia há pouco. O shopping, uma estrutura de três níveis no Centro da cidade, deveria abrigar cerca de 140 camelôs e custou mais de R$ 2 milhões aos cofres públicos, porém desabou parcialmente antes de ser inaugurado, em novembro de 2016, na gestão de Vane do Renascer.

Já em 2017, o prefeito Fernando Gomes chegou a retomar a obra, embargando-a logo após. Para retomar, cobrou laudo que determinasse a continuidade ou não do empreendimento, além de ingressar com ação para o município ser ressarcido dos prejuízos até então. A obra foi se deteriorando e passou a ser morada de usuários de drogas e alcoólatras.

O pior viria a acontecer em 2018. Há poucos dias do aniversário da cidade, parte da varanda desabou (relembre aqui). Sete pessoas estavam no prédio em ruínas, porém não houve registro de feridos. Toda a área foi isolada, sob risco de novo desabamento.

Obra custou mais de R$ 2 milhões ao município || Foto Pimenta

Na tarde daquele dia 26 de julho do ano passado, o prefeito Fernando Gomes esteve no local e disse ao PIMENTA que houve “roubalheira, safadeza” na construção do shopping. Segundo ele, devido à baixa qualidade do material empregado na construção, o shopping era um “prédio de farofa”. Cerca de vinte dias depois, a justiça autorizou demolição parcial (confira aqui) do imóvel, quando máquinas foram acionadas para retirar toda a estrutura da varanda.

Desde lá, um perito do Tribunal de Justiça da Bahia foi acionado. O laudo recomendou a demolição total do imóvel meses depois (reveja). A decisão final sai agora, após o juízo ouvir as partes – Ministério Público, Prefeitura, ambulantes e da Construtora Status.

DOM CESLAU CRITICA DISCURSO DA MESMICE DE PREFEITURÁVEIS

Dom Ceslau critica mesmice em discursos de prefeituráveis (Foto Arquivo).

Dom Ceslau critica mesmice em discursos (Foto Arquivo).

O bispo Dom Ceslau Stanula aconselhou os prefeituráveis de Itabuna a adotar discurso que saia da mesmice ao repetir direitos que já estão previstos na Constituição. Durante a homilia na Missa em Ação de Graças pelos 106 anos do município, o bispo diocesano apontou a necessidade de os candidatos irem além, “com uma visão global, voltada para o futuro” de Itabuna.

Ceslau citou problemas econômicos, políticos e sociais do país e os reflexos desta crise no município. “Não somos uma ilha”, observou. O bispo também falou de esperança na homilia e a importância da sucessão municipal. “[É] mais importante que a do presidente da República”.

O líder religioso também mencionou a Encíclica Papal sobre meio ambiente. O lugar onde vivemos, disse Dom Ceslau, é um dom de Deus, o que exige responsabilidade de cada um. Fez apelo aos homens para que não se isolem de Deus. “Maldito o homem que confia em outro homem”, disse ele, repetindo trecho bíblico extraído do Livro de Jeremias.

VANE: “MINHA PALAVRA É DE GRATIDÃO”

Vane: relação com igreja melhorou.

Vane: relação com igreja melhorou.

O prefeito Claudevane Leite (Vane do Renascer) pode falar aos fiéis presentes à missa pelos 106 anos do município. “Minha palavra é de gratidão”, disse ele, sem acrescentar que deixa o mandato mais perto da Igreja Católica. “Nossa relação melhorou muito”, testemunhou. Na concepção de Vane, a cidade também melhorou. Para isso, citou prêmios obtidos pela cidade durante sua gestão.

Vane ainda pediu aos fiéis que orem pela eleição e fez citação a pré-candidatos. Na missa, estavam presentes o ex-prefeito Fernando Gomes (DEM) e o deputado estadual Augusto Castro (PSDB). Ambos, incendiaram a política itabunense, na semana passada, após Fernando acusar o parlamentar de traição (relembre aqui).

TEL ANUNCIA EXPANSÃO COM GERAÇÃO DE 3 MIL EMPREGOS EM ITABUNA

Grupo passa por avaliação técnica para contratação em nova unidade em Itabuna (Foto Pimenta).

Grupo participa de avaliação técnica para contratação em unidade em Itabuna (Foto Pimenta).

A Tel Centro de Contatos espera gerar até 3 mil empregos diretos em Itabuna, quando concluir a sua planta definitiva no Bairro Conceição. Nesta quinta (21), o presidente da Tel, Bartolomeu Brito, conferiu as instalações da segunda unidade provisória no município sul-baiano, na Avenida J.S. Pinheiro, no Centro Comercial.

Somente nesta unidade na J.S. Pinheiro, o contact center empregará 1,5 mil funcionários, de acordo com o diretor de Recursos Humanos da Tel, Rodrigo Neri. Atingirá total de 1,8 mil com os 300 já empregados em Itabuna desde agosto do ano passado. Avaliações técnicas já começaram para seleção dos novos funcionários.

As obras da planta definitiva, de acordo com Bartolomeu Brito, começarão até setembro. A empresa terá até o final do ano para concluir a obra. O terreno de 3 mil metros quadrados foi doado pelo município.

Os planos da empresa são ambiciosos. Quer se tornar a quinta maior no setor de contact center do país. “Já estamos chegando entre as cinco maiores”, disse Rodrigo Neri ao PIMENTA.

A Tel possui centrais de contatos em Itabuna, Feira de Santana, Lauro de Freitas, Madre de Deus e Salvador, na Bahia, além de São Paulo (SP), Brasília (DF) e Palmas (TO). Com a expansão em Itabuna, chegará a cerca de 14 mil funcionários, conforme Neri.

FORMAÇÃO SURPREENDE EXECUTIVOS

Bartolomeu Brito, da Tel, e o prefeito Vane em visita à unidade na J.S. Pinheiro (Foto Gabriel Oliveira).

Bartolomeu Brito, da Tel, e o prefeito Vane em visita à unidade na J.S. Pinheiro (Foto Gabriel Oliveira).

Neri disse que surpreendeu o nível de formação dos profissionais selecionados para trabalhar na empresa em Itabuna. “Temos pessoas com graduação em diversas áreas, pós, MBA e até doutorado”, disse.

Acompanhando a visita dos executivos da Tel, o prefeito Vane do Renascer brincou: “eu avisei que eles iriam se surpreender. Estamos numa região com várias faculdades”, observou.

Especialista na área de RH, Neri considera a área de call center a mais democrática (“inclusiva”) possível. “Temos pessoas do mais variado nível de formação, graduação em áreas diversas e que oferece possibilidade real de ascender, crescer na empresa”, afirma ele, que começou como operador de telemarketing na própria Tel há pouco mais de 12 anos. “É um mercado com muitas oportunidades de crescimento”, completa.

GERAÇÃO DE EMPREGOS

O prefeito Vane disse que a consolidação da filial da Tel em Itabuna é “ótima notícia” em momento de crise nacional e quando o país tem aproximadamente 12 milhões de desempregados. “É uma felicidade poder gerar mais de 3 mil empregos”, disse, incluindo os 300 indiretos que o negócio atrai, segundo o gerente nacional de RH da empresa.

Vane visitou as instalações da Tel na J. S. Pinheiro, onde funcionava filial da D&D Material de Construção, acompanhado de secretários municipais Gilvan Rodrigues (Comunicação), Cleide Oliveira (Governo), Marco Cerqueira (Fazenda), Oton Matos (Controladoria) e José Humberto Martins (Indústria e Comércio). Titular da Fazenda, Marco Cerqueira ressaltou o trabalho do município para atrair a Tel. Para isso, doou área (a antiga feira livre do Conceição).

VANE ABRE LICITAÇÃO PARA DEFINIR NOVAS EMPRESAS DE ÔNIBUS

Vane aposta em concorrência para melhorar serviço de trasporte público.

Vane: concorrência para melhorar transporte público.

A Prefeitura de Itabuna “botou pra andar” a licitação para escolha das empresas de ônibus do município. O serviço é atualmente explorado pela São Miguel e Expresso Cachoeira, que podem participar da disputa. A concessão dos dois lotes de linhas municipais deverá ser sacramentada no segundo semestre deste ano.

O aviso do edital da licitação será publicado ainda hoje (29), no Diário Oficial do Município, e amanhã (30), em jornais de grande circulação, de acordo com o prefeito Claudevane Leite (Vane do Renascer). A partir daí, empresas interessadas terão 45 dias para apresentação das propostas. O cronograma prevê a abertura das propostas às 9 horas do dia 20 de junho.

O edital prevê a construção de um terminal de transbordo, que permitirá a conexão entre duas linhas em determinado período de tempo, pagando apenas uma passagem. O município também exige das empresas renovação da frota e GPS em todos os veículos, como forma de melhor monitorar cumprimento de itinerário e horários.

Para Vane, o processo foi “bem construído” e caminha dentro do cronograma estabelecido. “A licitação do transporte público significará uma grande conquista para a população de Itabuna”. Numa previsão otimista, as novas empresas devem começar a operar em agosto, caso não haja recurso.

“NÃO VOU PERMITIR DUAS CANDIDATURAS”, DIZ VANE AO ANUNCIAR APOIO A DAVIDSON

Vane anuncia apoio a Davidson em evento para cargos comissionados (Foto Divulgação).

Vane anuncia apoio a Davidson em evento para cargos comissionados (Foto Divulgação).

O prefeito Claudevane Leite (PRB) deu um ultimato a secretários e demais ocupantes de cargos de confiança, nesta tarde de sexta (4), durante encontro no Centro de Cultura Adonias Filho. “Eu não vou permitir, no governo, duas candidaturas. A candidatura do governo é uma só”, afirmou,  logo após dizer que definiu seu apoio a Davidson Magalhães (PCdoB) na sucessão municipal deste ano. O outro nome na disputa era o do presidente da Fundação Itabunense de Cultura e Cidadania (Ficc), Roberto José, que pode entregar o cargo até a próxima semana.

O prefeito cumpriu o script anunciado há cerca de duas semanas em entrevista exclusiva ao Pimenta, quando disse que o nome do governo seria anunciado entre o final de fevereiro e início de março. Também na entrevista, já antecipava que era irrevogável a decisão de não disputar reeleição.

O apoio a Davidson será oficializado em encontro público, na próxima segunda (7), às 18 horas, no salão nobre da AABB. A missão de Vane, após o apoio a Davidson, será trabalhar pela unidade na base de apoio ao governador Rui Costa. Na base do governo, há ainda a pré-candidatura do ex-deputado federal Geraldo Simões.

Também em entrevista exclusiva ao Pimenta, o secretário estadual de Relações Institucionais, Josias Gomes, disse acreditar que o nome da base governista em Itabuna será definido até abril.

Roberto José: dissidente.

Roberto José: dissidente.

DISSIDÊNCIA

Com a opção do prefeito em apoiar Davidson Magalhães, o policial civil e geógrafo Roberto José deverá entregar o cargo de presidente da Fundação Itabunense de Cultura e Cidadania (Ficc) para disputar a prefeitura fora da base de Vane. Ainda filiado ao PSD do senador Otto Alencar, Roberto José pode migrar para o PRB, atual partido do prefeito, mas tem propostas do PMDB e do PPS.

Hoje cedo, o filósofo e professor Fernando Caldas sugeriu, em artigo, uma chapa composta por Davidson e Roberto José. A sugestão não caiu bem na Ficc. Um dos assessores de Roberto José disse que o policial civil e geógrafo não aceita ser vice nem ter Davidson como vice. Roberto ainda não se posicionou publicamente sobre a decisão de Vane.

VANE DEFINE CANDIDATO GOVERNISTA ATÉ MARÇO E DEFENDE UNIDADE DA ESQUERDA

Vane discursa no QG contra Aedes aegypti (Foto Pimenta).

(Foto Pimenta).

O prefeito Claudevane Leite revelou ao Pimenta que o nome do governo para a sucessão municipal será definido, no máximo, até o início de março. Os mais cotados são o deputado federal Davidson Magalhães (PCdoB) e o presidente da Fundação Itabunense de Cultura e Cidadania (Ficc), Roberto José. Ele sinaliza que poderá trabalhar pela união das esquerdas.

Confira trechos da entrevista concedida momentos antes da entrega das instalações do QG de monitoramento e combate a vírus transmitidos pelo Aedes aegypti. Vane, aliás, cobra mais envolvimento da sociedade no combate à epidemia. “90% dos focos estão dentro das casas”, explica.

Blog Pimenta – Quando será definido o nome do governo à sucessão municipal?

Claudevane Leite – Até o final de fevereiro, início de março, a gente define essa questão. Em setembro (do ano passado), anunciei que não disputaria a reeleição. Sentaremos com os partidos da base para conversar, possivelmente já na próxima semana.

Pimenta – O nome do governo poderá ser de fora da base de apoio?

Vane – Vamos definir o nosso nome. Depois, vamos conversar com o governador Rui Costa para ver se unimos toda a esquerda [em torno de um nome].

Pimenta – Existe a possibilidade de recuo da decisão de não disputar a reeleição?

Vane – Há uma expectativa, as pessoas cobram para que eu saia [candidato], mas não existe a mínima possibilidade.

Pimenta – O sr. é do PRB. O partido terá candidato?

Vane – Houve essa discussão, o partido tem interesse, mas não serei [candidato]. A direção do PRB anunciou que pretende ter candidato e o nome de Tom [Ribeiro, apresentador do Balanço Geral, da TV Cabrália] foi cogitado.

Pimenta – Pesquisas qualitativas detectam, a seu favor, conceitos como transparência e até honestidade. Esse contexto não o estimula a sair candidato?

Vane – Os partidos da base e pessoas da sociedade comentam, reconhecem esse trabalho, mas não existe [possibilidade].

Pimenta –  Fazendo uma autocrítica, o município falhou nas ações preventivas contra o mosquito Aedes aegypti?

Vane – Olha, quando assumimos, em 2013, Itabuna tinha índice de infestação predial superior a 27%. Desde lá, trabalhamos e reduzimos para 13%. É mais da metade. Nenhuma cidade conseguiu isso e nosso trabalho foi referência para a Bahia. O trabalho foi feito. Veja que 90% dos criadouros, das larvas são encontrados dentro das casas. A sociedade precisa entender isso e colaborar mais. A zika e outras doenças [causadas pelo] Aedes aegypti são um problema mundial.

PRB DEFINE NOME DE TOM RIBEIRO PARA DISPUTAR PREFEITURA DE ITABUNA

PRB define nome de Tom Ribeiro para disputar prefeitura de Itabuna.

PRB define nome de Tom Ribeiro para disputar prefeitura de Itabuna.

O PRB quebrou a resistência de Tom Ribeiro e o apresentador deverá ser candidato a prefeito de Itabuna. A presidente estadual da legenda, Tia Eron, disse ao comunicador que ele terá todo o apoio para a disputa. Para ela, conforme relato, “o tempo do PRB é outro”, nem tão difíceis (financeiramente) como em 2012.

A frase de efeito da deputada federal e dirigente do partido visou amolecer o coração de Tom diante de observações, do próprio apresentador, quanto às dificuldades enfrentadas pelo prefeito Vane do Renascer em 2012. Naquela eleição, o hoje prefeito Vane dependeu do PCdoB – financeiramente – para ser eleito, enquanto o PRB só oferecia a legenda.

A mensagem agora é outra. O partido quer mostrar que está levando o projeto de candidatura a sério – e está cacifado. Já ocorreram duas reuniões, em Salvador, para tratar do assunto. Tom, conforme avaliação interna, dispõe de grande visibilidade e carisma.

A visibilidade é garantida pelas aparições como apresentador do Balanço Geral, da TV Cabrália, que lidera audiência no horário das 12h às 13h45min, de segunda a sexta. Além do assédio de Tia Eron, o grupo do deputado estadual José de Arimatéia também tem trabalhado pela candidatura de Tom.

Procurado pelo Pimenta.blog, Tom evitou comentar sobre pré-candidatura. Apenas confirmou ter participado de reuniões, porém se negou a falar do conteúdo das mesmas. “Estamos conversando, sim. O prefeito Vane é do PRB e é natural esse desejo do partido [de novamente ter um candidato a prefeito]”.

A decisão do PRB estadual pela candidatura de Tom levou o pré-candidato a prefeito pelo PSDB, Augusto Castro, a procurar a legenda e também o apresentador, querendo-o como vice.

Em contato com o site, por meio de sua assessoria, a presidente do PRB baiano disse que a posição oficial do partido quanto às eleições de 2016 será divulgada “em momento oportuno”. A nota do blog foi publicada conforme relatos, mas a deputada, frisando não ter concedido entrevista, diz não ter falado das dificuldades de 2012 durante as reuniões, embora fonte presente às reuniões digam o contrário. Atualizado às 16h12min.

EMASA RECORRE A SÃO JOSÉ DA VITÓRIA PARA ABASTECER CLÍNICAS E HOSPITAIS

Dirigentes da Emasa em reunião com o prefeito Vane do Renascer (Foto Lucas França).

Dirigentes da Emasa em reunião com o prefeito Vane do Renascer (Foto Lucas França).

A Emasa abastecerá clínicas, hospitais e tanques nos bairros com água transportada em caminhões-pipa de São José da Vitória para Itabuna. A mudança começa amanhã (13) e garante água doce, também, para localidades atendidas com 68 tanques provisórios instalados em locais públicos nos bairros.

A medida foi anunciada como tendo o apoio da estatal estadual Embasa. Segundo o presidente da Emasa, Ricardo Campos, a água será captada na Estação de Tratamento (ETA) da Embasa, no município de São José da Vitória.

A empresa itabunense continuará captando 350 litros de água por segundo em Castelo Novo, em Ilhéus. A água, porém está salobra. A captação em Rio do Braço foi reduzida a pequenas retiradas por meio de motobombas, mas com grandes intervalos, devido à baixa vazão do Rio Almada.

WENCESLAU JÚNIOR DEIXARÁ SEPLANTEC

Wenceslau Junior e o prefeito Claudevane Leite (Foto Pimenta/Arquivo).

Wenceslau Junior e o prefeito Claudevane Leite (Foto Pimenta/Arquivo).

O vice-prefeito Wenceslau Júnior deixará o comando da Secretaria de Planejamento e Tecnologia de Itabuna (Seplantec). A pasta está na cota do PCdoB, mas ainda não foi definido o nome do substituto. Ao Pimenta, Wenceslau afirmou que fica no cargo, no máximo, até fevereiro.

– Pretendo retornar à atividade acadêmica e contribuir com a coordenação da campanha [a prefeito] de Davidson Magalhães. Na secretaria, teria pouco tempo para me dedicar aos novos projetos – justificou.

Num artigo publicado há pouco (confira aqui), Wenceslau lista o que considera avanços da gestão. Disse ter trabalhado para a captação de, aproximadamente, R$ 300 milhões em projetos e obras. “Temos a consciência tranquila de que plantamos uma semente para edificar uma cidade melhor para se viver”, escreveu em artigo.

MENSAGEM DO PSD ALFINETA GOVERNO VANE E CITA SLOGAN DE UBALDO DANTAS

 

Mensagem natalina do PSD itabunense alfineta Governo Vane (Reprodução).

Mensagem natalina do PSD itabunense alfineta Governo Vane (Reprodução).

O diretório do PSD itabunense atacou de oposição neste final de ano, apesar de integrar o Governo Vane. A mensagem distribuída nas redes sociais e veiculada em outdoors em vários pontos de Itabuna traz desejo de “feliz natal” e “próspero ano novo”. E fecha em letras garrafais com “DIAS MELHORES VIRÃO”.

O trecho final lembra a campanha do ex-prefeito Ubaldo Dantas, quando disputou a Prefeitura de Itabuna pela segunda vez, em 1992. À época, o município ganhava espaço no noticiário nacional por causa do seu prefeito-marajá, Fernando Gomes, denúncia de corrupção e críticas à gestão. Dias melhores virão era slogan de Ubaldo contra o prefeito-marajá e o seu candidato, José Oduque Teixeira.

O deslize do PSD gerou comentários dentro da prefeitura. O partido é da base do prefeito Vane do Renascer e tem um de seus membros na presidência da Fundação Itabunense de Cultura e Cidadania (FICC), Roberto José. que aparece na foto da mensagem, junto com o senador Otto Alencar e a deputada estadual Ângela Sousa.

Roberto é pré-candidato a prefeito e há quem deduza que a mensagem já seja parte do trabalho do presidente da FICC para separar a sua imagem da do governo. O próprio dirigente da fundação cultural, que tem gestão reconhecida, divulgou a imagem nas redes sociais.

SETAF DO LITORAL SUL ATENDERÁ 14 MIL AGRICULTORES

Secretário Jerônimo Rodrigues com prefeitos Lenildo Santana e Vane do Renascer (Foto Gabriel Oliveira).

Jerônimo Rodrigues com prefeitos Lenildo Santana e Vane do Renascer (Foto Gabriel Oliveira).

O Serviço Territorial de Apoio à Agricultura Familiar (Setaf), implantado pela Secretaria Estadual de Desenvolvimento Rural (SDR), beneficiará 14 mil produtores familiares do Território Litoral Sul. O serviço foi inaugurado em Itabuna pelo titular da SDR, Jerônimo Rodrigues, e funcionará na sede do antigo Derba, na Avenida J.S. Pinheiro.

Para Jerônimo, o Setaf representa uma conquista da sociedade civil organizada e dos movimentos sociais, além de ser uma referência quanto à elevação de autoestima e valorização do homem e da mulher do campo. “[O Setaf] atenderá a esses homens e mulheres do campo, que são responsáveis por colocar o alimento em nossas mesas e possuem a capacidade para se desenvolver e avançar ainda mais”.

Jeandro Ribeiro, superintendente da CAR, diz que o serviço, além de servir a essa população rural, contará, na sua estrutura, com as ações de diversos órgãos e realizará ações voltadas especialmente para povos e comunidades tradicionais e assentados da reforma agrária. “Esse serviço atenderá os agricultores familiares dos 26 municípios, que compõem o Território de Identidade Litoral Sul e realizará ações como a implantação de agroindústrias, distribuição de sementes e, futuramente a instalação de um banco de sementes e mecanização agrícola, entre outras. Essa ferramenta (Setaf) é para servir aos agricultores”.

Cada unidade do Setaf é composta por equipes técnicas da Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (CAR), da Coordenação de Desenvolvimento Agrário (CDA), da Superintendência Baiana de Assistência Técnica e Extensão Rural (Bahiater) e demais órgãos que integram a SDR. A expectativa é de que outros órgãos do governo também integrem os SETAFs.

ADESÃO DOS MUNICÍPIOS

Itabuna foi a 17ª unidade de Setaf inaugurada. O serviço atuará de forma articulada com o Serviço Municipal de Apoio a Agricultura Familiar (Semaf), que serão implantados pelas prefeituras que tiverem interesse.

No evento foram assinados os termos de adesão para a implantação dos SEMAFs nos municípios de Itabuna, Ibicaraí, Jussari, Pau Brasil, Una, Arataca, Barro Preto, Buerarema, Coaraci, Santa Luzia, Floresta Azul, Maraú, São José da Vitória, Camacan e Ilhéus.

LIXÕES: JABES E VANE TORNAM-SE RÉUS EM AÇÕES CONTRA TRABALHO INFANTIL

Criança e adultos disputam lixo com urubus em Itabuna (Foto MPT).

IMAGEM QUE CHOCA: Criança e adultos disputam lixo com urubus em Itabuna (Foto MPT).

Os prefeitos de Ilhéus, Jabes Ribeiro, e de Itabuna, Vane do Renascer, tornaram-se réus em ação do Ministério Público do Trabalho (MPT) contra o trabalho infantil em lixões nas duas cidades. Jabes e Vane podem responder pessoalmente, também no aspecto financeiro, pelos prejuízos causados e pagar indenização por danos morais coletivos de R$800 mil. Junto com as ações, foi feito o pedido de liminar para que os dois municípios impeçam imediatamente crianças e adolescentes de trabalhar na coleta de resíduos nos lixões.

As ações são movidas pelas procuradoras do trabalho Ana Raquel Sampaio Pacífico em Itabuna e Sofia Vilela de Moraes e Silva que está à frente do caso em Ilhéus. Ambas realizaram inspeções nos locais destinados pelos dois municípios para descarte do lixo urbano e encontraram um grave quadro de trabalho infantil degradante, no qual os jovens são expostos a diversos riscos ambientais. Após denúncias, o MPT instaurou Inquérito Civil para investigar a situação dos lixões, especialmente quanto à existência de trabalho infanto-juvenil.

De acordo com as inspeções realizadas no início deste ano, em Itabuna, no local onde o lixo é depositado foi encontrada uma situação extremamente degradante. Cerca de 40 pessoas, incluindo crianças e adolescentes, dividiam o espaço no meio do lixo com inúmeros urubus, vários porcos, cachorros, bodes e mosquitos.

Em 2009, a cidade deixou de cumprir algumas medidas do termo de ajuste de conduta (TAC) firmado no mesmo ano alegando dificuldades orçamentárias, trabalhistas e ambientais, mas informando que medidas propostas, como a instalação de Usina de Reciclagem e Aterro Sanitário, já estariam sendo adotadas.

OMISSÃO DOS GESTORES

A situação também é gravíssima em Ilhéus. No final de 2013, após diversas visitas do MPT e da Gerência Regional do Trabalho e Emprego (GRTE), constatou-se que 25 crianças e adolescentes estavam trabalhando de forma insalubre na catação de lixo. O acesso ao lixão de Itariri era livre e não havia fiscalização. Desde 2008, o MPT vem buscando acordo com o município para assinatura de TAC, mas os gestores municipais se omitem, se esquivando do enfrentamento da questão do trabalho infantil.

:: LEIA MAIS »

O PRECURSOR

Vane audiência no TRT foto LoriAcossados pela crise econômica, prefeitos sul-baianos reduziram os próprios salários, de secretários e cargos comissionados em 20%. Foram nesta linha Pedro Jackson Brandão (Itapé), Josefina Castro (Coaraci), Padre Edinaldo (Itaju do Colônia) e Jabes Ribeiro (Ilhéus), este último fixou em 40% a redução do próprio salário.

Em Itabuna, logo ao assumir, o prefeito Claudevane Leite reduziu o próprio salário 40%. Deveria receber R$ 30 mil de salário. Abriu mão do reajuste definido pela Câmara. Recebe R$ 18.576,12, que era o valor anterior e já é bem gordinho para esses tempos bicudos.

A medida foi tomada, em parte, por pressão popular e, também, por necessidade do exemplo: quando Vane assumiu, o governo gastava 84% com pagamento do funcionalismo.

O prefeito teve que reduzir o salário e cortar os cargos comissionados em até 50%. Houve um “afrouxamento”. Hoje, a prefeitura gasta em torno de 62% das suas receitas com pagamento de servidores (efetivos, contratados e comissionados).

As medidas foram elogiadas à época, mas o prefeito sofre com a falta de tesão para a política. E complicou a gestão.

DANÇA DAS CADEIRAS

claudevane leiteO prefeito Claudevane Leite (Vane) prepara uma dança das cadeiras em seu governo. Se levada a termo, poderá atingir pastas como as de Governo, Assistência Social e Saúde.

A pasta da Saúde poderá ter novo titular a partir de agosto. O secretário Eric Ettinger pode entregar o cargo ainda neste mês ou ser convidado a fazê-lo.

Uma certeza: se não houver uma chacoalhada na gestão, Vane deverá abandonar qualquer esperança de um novo mandato. E chacoalhar não significa trocar seis por meia dúzia.








WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia