WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
cenoe
prefeitura de ilheus





setembro 2018
D S T Q Q S S
« ago    
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30  

editorias






:: ‘Vane’

PREFEITOS QUEREM FORTALECER AGENDA COMUM

Jabes Ribeiro recebe Vane e Wenceslau no Palácio Paranaguá (foto Alfredo Filho)

Jabes Ribeiro recebe Vane e Wenceslau no Palácio Paranaguá (foto Alfredo Filho)

Jabes Ribeiro (PP), prefeito de Ilhéus, e Vane do Renascer (PRB), de Itabuna, afinam o discurso em torno de uma agenda de interesse dos dois municípios.

Nesta sexta-feira, 18, o gestor itabunense, acompanhado pelo vice Wenceslau Júnior (PCdoB), foi recebido no Palácio Paranaguá, sede do governo ilheense. A pauta da conversa girou em torno da proposta de criação da região metropolitana, que reuniria Ilhéus, Itabuna e outros municípios sul-baianos.

A intenção é de que os representantes de Itabuna e Ilhéus atuem em conjunto, em busca de soluções para demandas comuns. No final do mês, a dupla de prefeitos fará tabelinha em Brasília, onde a presidenta Dilma Rousseff receberá os gestores municipais eleitos em outubro. Na capital, irão engrossar a defesa pela redistribuição dos royalties do petróleo.

VANE E O PC DO B

marcowenseMarco Wense

O alimento da oposição vem do próprio governo, que deixa prevalecer a impressão de que as coisas estão acontecendo sem o conhecimento do prefeito. Coisas também esquisitas.

O prefeito de Itabuna, Claudevane Leite, ex-petista, hoje no PRB, partido controlado pela Igreja Universal do Reino de Deus (IURD), reconhece a importância do PCdoB na sua eleição.

Desde o início da campanha, já como pré-candidato, Vane sabia que sua caminhada rumo ao cobiçado Centro Administrativo só teria êxito com o apoio da legenda comunista.

Não à toa que Vane descumpriu o acordo firmado na frente partidária, quando aceitou Wenceslau Júnior como vice em detrimento da professora Acácia Pinho (PDT).

Os acólitos de Vane não estão circunscritos aos camaradas, como se as lideranças de outras agremiações partidárias não tivessem nenhuma participação na sua vitória.

A opinião de que o governo Vane é dependente do PCdoB é, no mínimo, intempestiva. Tem como escopo criar um problema político que não existe.

Aliás, esse discurso de que o governo fica na “orfandade” se romper com o PCdoB é o preferido da oposição, aí representada pelo PT de Geraldo Simões.

É bom lembrar que Jaques Wagner já sinalizou que o prefeito Vane é um aliado. O republicanismo do governador não permite um puxão de orelha no ex-alcaide.

Vane não vai entrar no jogo dos adeptos do “quanto pior, melhor”. De um oposicionismo que torce por uma crise administrativa acompanhada com instabilidade política.

O alimento da oposição vem do próprio governo, que deixa prevalecer a impressão de que as coisas estão acontecendo sem o conhecimento do prefeito. Coisas também esquisitas.

O ASSUNTO É A EMASA

emasa 2

Itabuna tem uma deficiência histórica no serviço de abastecimento de água, não apenas relacionada à oferta, como também a uma rede de distribuição obsoleta e incapaz de atender bem à população, ainda que haja água suficiente. Outro problema gravíssimo é a falta de saneamento, pois, como se sabe, quase 90% dos dejetos vão sem tratamento para o Rio Cachoeira, um crime ambiental contra o qual não se ouvem protestos equivalentes à dimensão do estrago.

Junta-se aos problemas estruturais, uma sucessão de gestões ineficientes, que não apenas não souberam resolver as demandas, como ainda por cima as agravaram. Não é surpresa, portanto, o quadro identificado pelo novo presidente da Emasa, Ricardo Campos, que chegou à empresa sem encontrar sequer os produtos utilizados para purificar a água consumida pelos itabunenses. Há ainda um débito milionário a ser sanado, o que inclui os salários atrasados dos funcionários nos dois últimos meses de 2012, além do décimo terceiro.

Nesta terça-feira, dia 15, a fórmula para descascar esse abacaxi será apresentada pelo presidente da Emasa e pelo prefeito Vane do Renascer, em uma entrevista coletiva programada para as 10h da manhã, no gabinete do chefe do executivo. Na semana passada, Campos anunciou que fará uma auditoria e determinará a revisão de todos os contratos assinados nas últimas gestões (confira aqui).

O CARA

o cara sou eu

WAGNER E VANE

Vane recebe o governador  no 15º BPM (foto Gabriel de Oliveira)

Vane recebe o governador no 15º BPM (foto Gabriel de Oliveira)

O governador Jaques Wagner assinou há pouco, no Centro de Cultura Adonias Filho, em Itabuna, a ordem de serviço para a construção da barragem no Rio Colônia, com a qual se pretende regularizar a vazão do afluente Rio Cachoeira e viabilizar o abastecimento de água em Itabuna, Itapé e Itaju do Colônia nos próximos 50 anos.

O helicóptero do governador pousou na sede do 15º Batalhão da Polícia Militar, onde Wagner foi recebido pelo anfitrião, o prefeito Vane do Renascer (PRB). Não se falou do assunto, mas na cabeça dos dois passou a questão do posicionamento do PT diante do governo municipal.

O deputado federal Geraldo Simões faz de tudo para que o PT combata a gestão, embora o PRB faça parte da base estadual e federal. Por esse motivo, Wagner está contra Geraldo e prefere o apoio.

PT CAMINHA PARA APOIAR GOVERNO VANE

geraldo simões derrotaO deputado federal Geraldo Simões caminha para sofrer uma grande derrota no diretório local do PT. As executivas nacional e estadual do partido defendem apoio à gestão do prefeito Claudevane Leite, Vane do Renascer (PRB), mas Geraldo resiste. Ainda não se refez do resultado eleitoral em que a esposa, Juçara Feitosa (PT), terminou em terceiro lugar com apenas 16.837 votos, quase um terço das votações individuais de Vane (45.623) e Capitão Azevedo (44.516).

Ainda nesta semana, o diretório e a executiva locais decidirão para qual lado a “estrelinha” deve ir. É forte a tendência de apoio ao prefeito eleito, seguindo orientações dos diretórios estadual e nacional. O “racha” acontece dentro da ala de apoio ao parlamentar, enquanto outros grupos já sinalizaram que vão apoiar a nova gestão municipal, a exemplo daqueles ligados ao deputado federal Josias Gomes.

– Geraldo quer que façamos, contra Vane, uma oposição que nem o Capitão Azevedo (DEM) teve. Ele é pobre em humildade – diz uma fonte que defende apoio ao governo do ex-petista.

O partido de Vane, o PRB, é da base de sustentação dos governos de Jaques Wagner e da presidente Dilma Rousseff. As movimentações locais fizeram com que Geraldo deixasse Salvador para se abrigar em Luzimares (zona norte de Ilhéus) e se mobilizasse na tentiva de evitar a derrota iminente.

Enquanto os dirigentes discutem, petistas começam a ganhar espaço no Governo Vane. Ex-assessor de Geraldo, o comerciante Erivaldo Matos está praticamente confirmado no comando do matadouro municipal, que será gerido em sistema de cooperativa.

Figura histórica do partido, Luciano Estevam já trabalha no gabinete do prefeito, numa composição do próprio Vane com o deputado federal Luiz Alberto (PT). O partido da estrelinha também ganhará espaço na Empresa Municipal de Águas e Saneamento (Emasa), que será transformada em autarquia e se chamará Empresa Municipal de Saneamento Ambiental (Emasa) por uma decisão do prefeito itabunense.

Numa entrevista exclusiva ao PIMENTA em novembro, Vane já sinalizava que o Partido dos Trabalhadores teria espaço em seu governo. Mas deixou claro que fecharia portas para o PT do G, como é chamada a ala geraldista do partido ao qual o prefeito era filiado até setembro de 2011 e dele saiu para concorrer à prefeitura.

VANE TOMA POSSE E DIZ QUE SERÁ “PREFEITO DE TODOS” OS ITABUNENSES

Vane toma posse e anuncia auditoria nas contas da prefeitura (Foto Pimenta).

Vane assina termo de posse e anuncia auditoria nas contas da prefeitura (Foto Pimenta).

O novo prefeito de Itabuna, Claudevane Leite, Vane do Renascer (PRB), tomou posse no início desta tarde de terça, 1º, e adotou discurso de união para tirar o município sul-baiano do caos. Disse que será “prefeito de todos os mais de 200 mil itabunenses”. O novo gestor anunciou que fará auditoria nas contas municipais para ter conhecimento real da situação econômico-financeira de Itabuna e “não para promover perseguições”.

Vane lamentou que Itabuna tenha hoje, proporcionalmente, percentuais de violência superiores a cidades como Nova Iorque (EUA), que registrou 500 homicídios em 2012 e “tem 10 milhões de habitantes”, enquanto o município sul-baiano registrou no mesmo período 174 mortes.

Programada para as 10h desta terça, a cerimônia começou às 13h10min, após a posse dos vereadores e eleição da Mesa Diretora do Legislativo (confira abaixo), e reuniu lideranças locais e regionais, a exemplo do presidente da Bahiagás, Davidson Magalhães, e do presidente estadual do PRB, o deputado federal Márcio Marinho, e os deputados estaduais José de Arimatéia (PRB) e Ângela Sousa (PSD).

REGIÃO METROPOLITANA

O prefeito eleito de Ilhéus, Jabes Ribeiro, e o vice, Cacá Colchões também participaram da posse. Um dos pontos ressaltados por Vane em seu discurso de posse foi a luta pela criação da Região Metropolitana e de união de esforços entre os dois maiores municípios sul-baianos.

Vane também falou das dificuldades do município no combate à dengue e o título de tetracampeão em infestação de mosquito transmissor da doença. O enfrentamento ao Aedes aegypti será um dos primeiros grandes desafios da gestão para os primeiros dias de governo.

VANE E O LEGISLATIVO

Marco Wense

 

O PCdoB e o PPS já estão se bicando. O que é mais um motivo para o prefeito eleito deixar sua influência longe da disputa pela presidência do Parlamento municipal.

 

O prefeito eleito Claudevane Leite acerta quando adota uma posição de neutralidade diante da escolha do próximo presidente da Câmara de Vereadores de Itabuna.

O problema não é nem de ordem constitucional, já que a Carta Magna, no artigo 2°, preceitua que os poderes da União são independentes e harmônicos entre si.

A questão é outra. Envolve o lado obscuro, imoral e obsceno do processo político. O vergonhoso toma-lá-dá-cá. O vale-tudo inerente aos políticos inescrupulosos.

Mantendo distância do bafafá para compor a mesa diretora, Vane fica imune a qualquer tentativa de colocá-lo como partícipe do jogo, quase sempre sujo e rasteiro.

O PCdoB e o PPS já estão se bicando. O que é mais um motivo para o prefeito eleito deixar sua influência longe da disputa pela presidência do Parlamento municipal.

O pega-pega no Legislativo é a primeira oportunidade para conhecer alguns edis que, de bons carneiros quando então candidatos, agora são lobos. As exceções existem. Mas a regra é inquestionável.

Claudevane Leite, o Vane do Renascer, está certíssimo. Que os senhores vereadores resolvam as suas obrigações sem chamuscar o chefe do Executivo.

Concluindo, diria que o prefeito eleito só vai colocar o dedo na eleição se o processo descambar para uma situação que possa comprometer o início do governo.

Boa sorte, Vane. Que Deus ilumine seu caminho!

 

Marco Wense é articulista do Diário Bahia

 

VANE AFIRMA QUE UFESBA TERÁ PRIORIDADE

Vane4Por meio de sua assessoria, o prefeito eleito de Itabuna, Vane do Renascer, afirmou que já está tratando como prioridade a questão do terreno para a Universidade Federal do Sul da Bahia (Ufesba). Mais cedo, o deputado federal Geraldo Simões (PT) cobrou posicionamento do futuro gestor municipal sobre o assunto (ver nota abaixo).

Vane declarou que já se reuniu duas vezes com a comissão responsável pelo projeto institucional da Ufesba e que hoje ele é quem tem mais interesse em acelerar a implantação da universidade. “Já havíamos conversado com o professor Naomar (Almeida, presidente da comissão), a quem externamos nossa preocupação quanto à área. Queremos concluir este processo logo no início da gestão, pois é prioridade nossa”, declarou o prefeito eleito.

Na sexta-feira, 14, Almeida conversou com Vane e disse que há convergência política em relação ao projeto da universidade.

Uma fonte ligada ao prefeito eleito disse que o deputado Geraldo Simões trata desse tema com a preocupação de se apresentar como o “dono da bola”. Segundo essa fonte, “o deputado parece desesperado para se manter no cenário político após a derrota nas eleições de outubro”.

ITABUNA E ILHÉUS ADEREM AO “CIDADES SUSTENTÁVEIS”

Prefeitos eleitos se comprometeram com o programa

Apenas quatro prefeitos eleitos na Bahia aderiram ao Programa Cidades Sustentáveis, que propõe metas a serem alcançadas nas áreas da economia, social, ambiental, cultural e de governança. Os que se comprometeram com a proposta no Estado são os futuros gestores de Salvador, ACM Neto (DEM); Itabuna, Claudevane Leite (PRB); Ilhéus, Jabes Ribeiro (PP); e Camaçari, Ademar Delgado (PT).

Durante a campanha eleitoral, 555 candidatos manifestaram adesão ao programa, desenvolvido pela Rede Nossa São Paulo. Somente 191 se elegeram, 28 deles no Nordeste.

Mesmo passadas as eleições, a rede continua incentivando prefeitos a assinar compromisso com o Programa Cidades Sustentáveis.

NOTA DE ESCLARECIMENTO

O PIMENTA publicou mais cedo a nota intitulada “Esqueceram de mim”, sobre a ausência do vereador Rosivaldo Pinheiro (PCdoB) no secretariado do prefeito eleito de Itabuna Vane do Renascer (PRB).

Abaixo, “nota de esclarecimento” encaminhada por Pinheiro acerca da abordagem feita pelo blog:

“Apesar de respeitar a independência de avaliação deste veículo de comunicação, cabem aqui algumas observações. Não quero crer na hipótese levantada, prefiro acreditar que o partido não conseguiu ampliar outros espaços dentro do primeiro escalão da nova administração. Acredito que as escolhas feitas pelo prefeito Vane estão resguardadas pela sua sabedoria de administrador e honram os compromissos firmados com as forças que ajudaram na construção do êxito eleitoral do projeto e parabenizo o PCdoB pelos nomes indicados para as pastas de Saúde e Planejamento, pois são profissionais que têm méritos.

Sei que a comoção acabou se tornando grande em torno da minha não nomeação por conta do serviço prestado ao longo desses mais de 20 anos filiado ao PCdoB, principalmente por já ter ocupado na nossa cidade os postos de diretor de Agricultura, Indústria e Comércio, secretário de Agricultura, Indústria, Comércio e Turismo e diretor da Câmara Municipal, e por estar agora cumprindo um mandato de vereador e primeiro secretário da Casa, além da relação de parceria nossa com o grupo. Mas confio na capacidade de Vane e sei que ele fará o melhor por Itabuna.

Estou à disposição do prefeito eleito, bem como do partido a que pertenço, para ajudar na construção de uma cidade com desenvolvimento econômico, paz e cidadania, e para isso se passa pela harmonia entre aqueles que executarão o projeto. Quanto a possíveis desgastes internos, se existem, estes serão tratados nas instâncias apropriadas, jamais interferindo no meu compromisso com os valores que eu acredito e que sempre nortearam as minhas ações, especialmente respeito à hierarquia, ética e probidade, execrando influências negativas”.

“ESQUECERAM DE MIM”

Na fase de discussões sobre a montagem da equipe de governo do prefeito eleito Vane do Renascer, de Itabuna, chegou-se a cogitar a presença de Rosivaldo Pinheiro no primeiro escalão. A pasta seria a de Indústria, Comércio e Turismo, que acabou indo para o PP.

Economista, primeiro-suplente do PCdoB na Câmara de Vereadores na próxima legislatura, atual primeiro secretário da casa, Pinheiro é considerado um quadro competente. Mas no que se refere às relações dentro do próprio partido, há diversos fios desencapados. Os conflitos internos sempre existiram e a ausência do vereador no secretariado deixou isso mais evidente do que nunca.

Só para lembrar, o PCdoB indicou três secretários: os da Educação, da Saúde e do Planejamento.

BOM NOME PARA A SECRETARIA DA AGRICULTURA

Caso o prefeito eleito de Itabuna, Vane do Renascer (PRB), confirme logo mais a indicação do agrônomo Lanns Almeida como futuro secretário da Agricultura, ele terá dado um grande passo para que seu governo caminhe bem, pelo menos no que se refere às ações desta área.

Almeida é itabunense, tem cara de menino, mas é considerado um gigante para trabalhar. O jovem goza de muito prestígio pelas ações executadas na equipe da Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional da Bahia (CAR), onde integra a equipe do diretor-executivo Vivaldo Mendonça.

A indicação do agrônomo tem o dedo de Wallace Setenta, presidente do Sindicato Rural de Itabuna, que apresentou o nome ao vereador Ruy Machado (PTB). Este tentou inicialmente emplacar Itazil Benício.

VANE NO JOTA SILVA

O radialista Jota Silva recebe o prefeito eleito de Itabuna, Vane do Renascer (PRB) nesta terça-feira, 20, às 9 horas, na Jornal AM.

A entrevista será concedida dois dias antes da data prevista para o anúncio do secretariado, mas Silva está disposto a apertar o futuro gestor para ver se consegue pelo menos algum nome em primeira mão.

Pela discrição demonstrada por Vane até o momento, não será fácil.

AZEVEDO FICOU APERREADO

Foi tudo muito tranquilo no encontro entre o prefeito eleito de Itabuna, Vane do Renascer (PRB), e o gestor que sai, Azevedo (DEM), no final da tarde desta terça-feira, 6. Fora o detalhe de que Azevedo não conseguiu disfarçar o desconforto com duas pessoas que integravam a comitiva do visitante e sucessor.

Uma das figuras em questão era Gilson Nascimento, ex-secretário da Administração do atual governo, com o qual rompeu na metade do mandato. Nascimento teve papel importante na eleição de Azevedo em 2008, mas aquela história de que ingratidão tira afeição o fez procurar outro rumo. Em 2012, apoiou Vane e sorriu. O prefeito, como se sabe, chora até hoje.

O outro participante da comitiva era o vereador Ruy Machado (PTB), que na última eleição estava oficialmente com o DEM, mas extraoficialmente ajudou o candidato do PRB, o que Azevedo não perdoa. Mas hoje teve que engolir.

DOIS BONS NOMES PARA A SAÚDE

Posto de saúde lotado no bairro Califórnia. Situação da saúde em Itabuna exige muita articulação política e alta capacidade de gestão

Certo que a recomendação do futuro prefeito de Itabuna é de discrição sobre os nomes que irão compor a equipe, mas as especulações nesse momento de definições são inevitáveis.

Na manhã desta segunda-feira, 5, o radialista Jota Silva (Jornal AM) divulgava dois candidatos a titular da Secretaria da Saúde, uma pasta que, em virtude da importância da matéria e da situação particularmente grave em que se encontra, o prefeito eleito vê com especial atenção.

Segundo o radialista, os nomes mais cotados para assumir a Saúde são os dos médicos Ubiratan Pedrosa (que foi secretário no governo do prefeito Ubaldo Dantas – 1983 a 1988), hoje secretário em Juazeiro e consultor do Ministério da Saúde; e Humberto Barreto, sanitarista, que comandou a área em Itabuna na primeira gestão de Geraldo Simões (1993-1996).

O histórico dos dois médicos, ambos sanitaristas, indica várias semelhanças, sobretudo o foco na atenção básica e na saúde preventiva. Entre as diferenças, o fato de que Pedrosa é ligado ao PCdoB, partido do vice Wenceslau Júnior.

VANE ANUNCIA AUDITORIA NA PREFEITURA

O prefeito eleito de Itabuna, Vane do Renascer (PRB), anunciou que irá fazer auditoria em todas as áreas. Na entrevista que concedeu ao semanário A Região.

– É minha obrigação como gestor realizar uma auditoria. O levantamento será feito nas contas da prefeitura, Emasa, Fundação Marimbeta e Hospital de Base – disse Vane.

Estimativas apontam para dívidas superiores a R$ 50 milhões somente no primeiro quadrimestre deste ano. A dívida deixada do exercício passado para o de 2012 é de, aproximadamente, R$ 140 milhões.

O prefeito eleito deve ter, nesta semana, audiência com o governador Jaques Wagner e afirmou ter entre as suas prioridades a aceleração do processo de construção da Barragem do Rio Colônia, em Itapé. A barragem deve aumentar a vazão de água em Itabuna para, no mínimo, 1,4 mil litros por segundo.

UM MATA E O OUTRO ESFOLA

Vane do Renascer (PRB) começa a ser alvo mais duro de ataques dos dois principais adversários. O programa de Capitão Azevedo (DEM) o chamou Vane de lobo em pele de cordeiro. Em editorial sem assinatura da candidata, o programa de Juçara Feitosa (PT) exibiu recorte de jornal de Salvador falando do bloqueio de bens dos 13 vereadores de Itabuna. Foi a deixa para chamar Vane de cúmplice de Wenceslau, dentre outros adjetivos.

Os ataques dos dois candidatos têm a ver com indicações de mudanças de humor do eleitorado.

VANE USA POPÓ NA TV PARA RESPONDER A “GOLPE”

A campanha do prefeiturável Vane do Renascer (PRB) usou o deputado federal Acelino Popó de Freitas, o Popó, para falar de tentativa de golpe por parte de adversários na disputa eleitoral em Itabuna. O vídeo foi exibido pela primeira vez no programa eleitoral de ontem à noite e foi colocado em redes de compartilhamento na internet.

O ex-pugilista e tetracampeão mundial fala das regras do esporte que o consagrou mundialmente. “No boxe, as regras e o respeito ao oponente, não admitem golpes abaixo da linha de cintura. Na política, golpe baixo é mais feio ainda”, numa alusão a supostas tentativas de “rasteira” política no colega de partido. Confira o vídeo:

LULA ENTRA NA CAMPANHA DE JUÇARA

Os programas eleitorais dos candidatos a prefeito de Itabuna desta tarde de segunda feira foram praticamente os mesmos da noite de sexta, 24. Duas novidades ficaram por conta de Juçara Feitosa (PT) e Zé Roberto (PSTU).

Juçara trouxe depoimento da senadora baiana Lídice da Mata (PSB) e vídeo de apoio do ex-presidente Lula. A gravação com o ex-presidente foi feita há duas semanas em São Paulo, mas foi apenas uma “pontinha”. O vídeo definitivo que vai ser usado também como inserção ainda vai ao ar.

Já Zé Roberto, mostra imagens de uma escola municipal que desabou seis meses após ser reformada. Ele também cita participação na greve dos professores municipais e panelaço da categoria no centro de Itabuna.

Azevedo repetiu programa em que vai às ruas mostrar obras e diz ter apoio dos evangélicos e mostra o bispo católico Dom Cestas Stanula. Vane do Renascer, do Renascer, do PRB, falou de problemas na saúde e trouxe o vice, Wenceslau Júnior, do PCdoB. Zem Costa, PSOL, e Pedro Eliodódio, PCB, repetiram programa.

VANE CRITICA GESTÃO NA SAÚDE, ELOGIA EDUCAÇÃO E DEFENDE “CIDADE DE PAZ”

Vane do Renascer (PRB) foi o segundo candidato a prefeito sabatinado no programa Alerta Total, da TV Cabrália/Record News, e tratou de cultura e lazer, trânsito, educação, saneamento básico, emprego, saúde e segurança pública nesta segunda, 20.

O candidato disse que a educação em Itabuna “tem funcionado bem”, mas fez críticas à aprovação automática. De acordo com o Ministério da Educação, o município não atingiu a meta do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) nas séries finais do Ensino Fundamental. O candidato disse que fará, se eleito, gestão transparente na educação.

Vane defendeu a promoção de atividades culturais e de lazer para o enfrentamento à criminalidade. “Esporte é barato, socializa e educa”, afirmou. Ele considera necessário investir na construção de ciclovias e na qualidade do transporte coletivo para melhorar a mobilidade urbana.

SANEAMENTO BÁSICO

O prefeiturável criticou o fato de Itabuna lançar 100% do esgoto no Rio Cachoeira sem nenhum tratamento. O município, segundo ele, precisa agilizar o Plano de Saneamento Básico, sob risco de perder recursos nesta área. Dando a entender que buscará o fortalecimento da Empresa Municipal de Água e Saneamento (Emasa), ele afirmou que a estatal municipal pode mudar de natureza jurídica para diminuir encargos e viabilizar-se, saindo da condição de empresa para autarquia.

VIOLÊNCIA

O prefeiturável afirmou que buscará envolver as igrejas e a sociedade no seu projeto de pacificação de Itabuna, o Cidade de Paz. Para ele, apesar da segurança ser obrigação constitucional do Estado, o município pode apoiar mais as polícias. Ele citou estatística oficial que aponta o peso do tráfico de drogas no alto número de homicídios em Itabuna. Das mortes violentas, 80% estão relacionadas ao tráfico. “Vamos fazer trabalho [de prevenção] também nas escolas”.

SAÚDE

A falta de gestão, diz o prefeiturável, trava possíveis melhorias na saúde, setor que, avalia, vai muito mal. “Nós queremos fazer administração com eficiência, com planejamento e atendendo as necessidades da comunidade”. O candidato do PRB fez sérias críticas ao gasto com pessoal em detrimento da compra de material e medicamentos para a unidade de saúde”.

unisa






WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia